sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Livro - A Nova Dieta da Evolução

Com a extrema pobreza editorial que caracteriza o nosso país, fico feliz quando descrubo alguma coisa (qualquer coisa) traduzida para o português na área de low carb / páleo. Foram 2 leitores que me alertaram para a existência do livro abaixo:

A Nova Dieta da Evolução, de Arthur de Vany



Arthur de Vany não é médico, nem nutricionista, é um economista que chegou até a dieta paleolítica tentando achar a dieta mais adequada à filha e à esposa que eram diabéticas tipo I (dependentes de insulina). Descobriu por conta própria que não fazia sentido alimentá-las com farináceos e açúcares, como mandavam as diretrizes governamentais.

O livro tem vários pontos fortes, e dois problemas, um deles grande.

Pontos favoráveis:

Pontos desfavoráveis:
  • Auto-promoção: o autor gasta muitas páginas dizendo o como ELE é atlético, musculoso, como sua testosterona é alta, como parece muito mais jovem do que é... Enfim, é meio ridículo neste aspecto.

Qual é, então, o veredito? Em terra de cego, quem tem um olho é rei. Já postei previamente os livros que considero REALMENTE bons e essenciais - todos em inglês, nenhum traduzido. Acho que, neste contexto, este livro realmente merece ser comprado e lido. Simplesmente ignore tudo que o autor escreve sobre gordura na dieta, e aproveite todo o resto, que é muito bom.

17 comentários:

  1. Se transformar este blog em um livro... PRONTO! hehehe!

    ResponderExcluir
  2. Ótimo!

    O De Vany é citado pelo Nassim Taleb em um de seus livros. Acho que em A Lógica do Cisne Negro. Foi uma das primeiras vezes que li estas ideias.


    Tem pra Kindle!
    http://www.amazon.com.br/A-nova-dieta-evolu%C3%A7%C3%A3o-ebook/dp/B009WK6ZT4/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1358631365&sr=1-1

    ResponderExcluir
  3. Pois é Dr.,

    Quando eu li o livro, também gostei da parte sobre exercícios, e também achei que passa do razoável isso que vc chamou de auto-promoção...eu chamo de "síndrome do vovô-garoto"!
    Outra coisa que me deixa meio cabreiro é que no site dele, existe a venda de um suplemento anti-oxidante chamado "Guardian" (glutationa?), que eu não sei do que se trata. Sempre fico desconfiado que tudo não seria apenas um modo de vender esses produtos, sendo bem comum no estrangeiro a venda associada de suplementos nos sites/blogs dos autores. O próprio Sisson faz isso...mas como sempre, deve ter casos sérios e casos de "bullshit".
    Aproveitando o tema, qual sua opinião sobre esse produto novo da Centrum, um polivitaminas e minerais (em doses mais baixas) adicionado de fitoesteróis?

    Grato,
    F.Raeder

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fitoesteróis? Resposta curta: não use. Consuma colesterol, que é saudável e seu corpo precisa.

      Resposta longa:

      http://www.biomarkerbliki.org/etc/pdf.html?pageID=628c31e8-0cac1d5b-0e7e6724df4e251c

      Thus evolution, by making phytosterols poor substrates for ACAT2, and via placement of ABCG5 and ABCG8 in enterocytes and hepatocytes, has gone to great lengths to keep phytosterols out of the human body, leading to speculation that these molecules are certainly not needed and might be toxic.

      These facts should make a clinician think twice before recommending dietary phytosterol supplementation as an adjunctive cholesterol-lowering therapy. The 2001 European Guidelines (EAS/ECS) recommend close monitoring when such phytosterol products are prescribed.

      Excess UC and most phytosterols are effluxed back to the gut lumen via ABCG5 and ABCG8 (Fig. 7). Any phytosterols that
      reach the liver are rapidly effluxed into the bile, via ABCG5 and ABCG8 at the hepatobiliary junction, for delivery to the gut and fecal elimination. If there is reduced expression of hepatic ABCG5/G8, the amphipathic phytosterols will be incorporated into the surface of very low density lipoproteins (VLDLs) and ultimately LDLs where they can gain arterial entry and promote atherogenesis.

      Excluir

  4. Pois é, cada um interpreta de uma maneira - rsrs...

    Eu, quando lí, me pareceu que ele tivesse colocado alguns comentários auto-promocionais para incentivar o leitor a seguir o mesmo caminho, pois seria a coisa certa a fazer, e ele estava dando o exemplo.

    De qualquer forma, é uma visão muito interessante do processo todo - gostei especialmente da aleatoriedade que podemos colocar na equação. Jr-cwb.

    ResponderExcluir
  5. Li bastante o blog e comecei a dieta low-carb faz 1 semana. Estava feliz, perdi 2.2kg, mas hoje fui me pesar e ganhei 1kg! O que pode estar acontecendo? Estou consumindo carnes, bacon, ovos, gelatina diet e clight. Comecei a desconfiar da gordura das carnes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/11/expectativas-versus-realidade.html

      Dica - a gordura só te AJUDA em dieta low carb.

      Excluir
    2. Obrigada pela resposta. Li o post sobre as expectativas. Eu havia feito a dieta Dukan (que obviamente não consegui levar a diante devido a fome que sentia), mas nunca havia acontecido de ganhar peso no meio de uma dieta low-carb, por isso me assustei (será o sal dosembutidos?). Acho que o que me deixou insegura é que ganhei os 2kg de volta, em dois dias, comendo as mesmas coisas (porém com dificuldade para evacuar) e aí fui buscar informações na internet e acabei caindo num site de fisiculturismo onde disseram que a dieta low-carb/high fat pode estacionar o metabolismo porque a insulina é importante na produção dos hormônios T3 e T4 e algumas pessoas podem deixar de produzir esses hormônios com a queda da insulina. Você já leu algo sobre isso? O que acha dessa afirmação? Já imaginei que algo desse tipo havia acontecido comigo!

      Os membros desse site inclusive estavam indicando a "cutdiet" que é dirigida a quem pratica atividade física (não é meu caso). E consiste em comer carboidratos uma vez na semana pra recuperar o glicogênio e dar um "but" no metabolismo e "evitar um platô no emagrecimento devido a não produção de T3 e T4".

      Enfim, ontem acabei pulando o jantar e com medo dos carb do abacate, resolvi tomar metamucil e óleo mineral pra ajudar na evacuação. Depois de 4 dias consegui evacuar, porém muito pouco. Por ter pulado o jantar e ter evacuado (mesmo que muito pouco) de ontem pra hoje eliminei 1kg.

      Também li sobre um estudo que mostrou que o consumo de low-carb/high-protein promove aumento da massa muscular mesmo sem fazer musculação http://jcem.endojournals.org/content/90/9/5175.abstract
      Será que aconteceu isso comigo? Me desculpe a pergunta, obviamente não dá pra ser respondida, queria mais era compartilhar o artigo mesmo.

      Resolvi anotar minhas medidas. Principalmente a da cintura. Talvez isso me dê uma noção mais real do que o peso, o que acha?

      Excluir
    3. Bem, como vc mesma constatou, o peso pode flutuar 1 ou 2 Kg por água, fezes comida no aparelho digestivo, retenção de líquido pela menstruação, etc. E como vc também viu, o certo é comparar MÉDIAS de uma semana para a outra.

      Conheço a história do T3/T4 - acho que não é relevante

      Dietas com 1x de carbs por semana -faz sentido. Eu testei em mim e não funcionou - mas com outras pessoas pode funcionar.

      O abacate tem tão poucos net carbs que o Dr Atkins o permitia na indução

      Sim, é possível ganhar massa magra só por consumir mais proteínas e gordura.

      Sim, é fundamental controlar as medidas. São MUITO mais importantes do que a balança!

      Mariana: compre o livro Eat Stop Eat, de Brad Pilon. Ali vc achará um auxílio realmente eficaz para acelerar o processo.

      Excluir
  6. Jully fortunato buendgens4 de março de 2014 16:12

    Acabei de ler o livro "O mundo está gordo" de Barry Popkin. E tive a mesma sensação, o pânico que eles tem ao falar da gordura faz com que pareçam ficar em cima do muro. As analises economicas mundiais sobre a tendencia na nossa alimentação são muito boas, mas pra mim perde a credibilidade quando manda reduzir as gorduras.... Estou esperando vc lançar um livro.... Assim fica mais fácil de divulgar low carb para a familia e amigos.... Um grande abraço!! Doc. Soltinho!!! Ps. Adoro seu senso de humor e suas analogias.

    ResponderExcluir
  7. Dr. Souto, estou no meio do livro e é realmente estranha essa fobia de gordura do autor. Também inexplicável a recomendação do óleo de canola. Fico em dúvida quanto à questão da gordura. Ouvi uma entrevista da Sally Fallon Morell, da Weston A. Price, e me surpreendi ao ver ela criticando abertamente o Cordain e o Robb Wolf. Diz que eles estimulam o consumo de carnes magras apenas. Ela é a favor de todo tipo de gordura animal, considerando abanha e a manteiga excelente. Também fico em dúvida quanto ao consumo de laticínios, pois Fallon indica laticínios e leite enquanto Cordain critica muito esses produtos. Dr. Souto, como fazer com tantas informações contraditórias baseadas em ciência e pesquisas? Você acha incompatível a dieta Weston Price com a Paleo? E o que dizer sobre o artigo da Sally falando que a dieta paleo é perigosa pois a longo prazo representa carência de nutrientes?

    ResponderExcluir
  8. Pedro, ninguém é dono da verdade. Preocupe-se mais com o que as abordagens têm em comum, e não com as diferenças. Todas condenam o açúcar, todas condenam os grãos (com exceção da Weston Price, que mesmo assim colocar uma série de restrições). Eu sou suspeito para falar - sou mais eu.


    Em 16 de março de 2014 14:06, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Doutor!!

    ResponderExcluir
  10. Estive ontem com ele nas mãos na livraria Leitura. Mas, estou terminando de ler o Barriga de Trigo e quero comprar o Dieta da Mente na sequência. Como não tinha nenhuma referência desse livro, achei melhor pesquisar no Google e onde eu achei uma boa crítica? Aqui no seu blog, como sempre, rss...

    ResponderExcluir
  11. O link a respeito do óleo de canola está quebrado. Tem dois outros no site sugerido:
    http://www.umaoutravisao.com.br/secoes/Alimentacao/canola.html e
    http://www.umaoutravisao.com.br/secoes/Alimentacao/conola.htm assim mesmo conola.

    ResponderExcluir
  12. Obrigado, arrumei

    2014-09-23 10:05 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  13. Ja leu A Dieta da Mente? Do neurologista dr. David perlmutter. Vale a pena :)

    ResponderExcluir