segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Vídeo Legendado - J. Bailor - emagrecer é SIMPLES.

A cada dia que passa, gosto mais do Jonathan Bailor. Já falei de seu livro espetacular na postagem sobre livros.

Bailor acaba de lançar uma organização sem fins lucrativos com o objetivo de disseminar muitas das mesmas mensagens que divulgamos neste blog: slimissimple.org. O vídeo de divulgação produzido por ele é UMA PÉROLA. Fiz questão de traduzir e legendar para oferecer a vocês. Por favor, ajudem a divulgar este vídeo, que em 12 minutos resume 80% da mensagem deste blog.





Livro: The smarter science of slim
Autor: Jonathan Bailor
A cereja do bolo. Publicado em 2012, estou chegando à conclusão que este é o melhor livro. Ok, Why we get fat ainda é meu preferido, mas este é mais completo e mais simples.
1) Mais de 1000 referências bibliográficas;
2) Ciência apresentada de forma extremamente simples, qualquer leigo pode entender;
3) Plano extremamente simplificado de como fazer a sua dieta, sem fases, sem indução;
4) O único dentre os livros de dieta que fala extensivamente sobre exercício, e justamente sobre o tipo de exercício que eu recomendo;
Este seria o livro mais indicado para presentear o seu médico, por exemplo. O autor usa alguns truques para tornar o livro mais "aceitável" para quem ainda se choca com low carb. Por exemplo: ele afirma que sua dieta não é low carb. Por quê? Porque inclui muitos vegetais sem amido, e, portanto, a pessoa come 1/3 de carboidratos, 1/3 de gorduras, e 1/3 de proteínas. Assim, diz ele, sua dieta é, de fato, balanceada, ao contrário da dieta recomendada pelo governo que tem 60% de caboidratos e não é, portanto, balanceada. Acontece que, se você conta fibras como carboidratos, até Atkins tem 30% de carboidratos... Mas, politicamente, "pega" muito bem mostrar para seu (médico/mãe/vizinho/colega) que sua dieta é "balanceada" e não é "low-carb".
Minha única discordância: a ênfase do autor em iogurte low fat e queijo cottage, e omeletes sem gema. É curioso, pois o livro tem um capítulo inteiro argumentando que a gordura não faz mal para a saúde. Mais uma vez, vejo isso como um lance de marketing do autor, para mostrar que seu livro não é Atkins. Minha experiência pessoal é que as versões low fat de alimentos me deixam com fome e deixam a comida menos gostosa. Mas, hei, se você não é chegado em gordura, mais um motivo para comprar este livro.
Por todos estes motivos, vou nomear The Smarter Science of Slim o livro oficial deste blog. Apenas acrescentem as gemas e a nata!

116 comentários:

  1. Doutor, que MARAVILHA!! Vou divulgar muuuuito esta postagem!
    Parabéns e obrigada mais uma vez!

    ResponderExcluir
  2. Excelente post. Completamente de acordo com o teu senão e penso que será precisamente primeiro para não chocar as pessoas, em particular, os profissionais do campo que irão certamente encará-lo como um concorrente e até um inimigo, e depois para ter algo de original que mais tarde possa ser usado como trademark, algo de único que o faça demarcar das restantes dietas, recomendações, manias, tendências, o que lhe quisermos chamar.

    ResponderExcluir
  3. É, de bobo o Bailor não tem nada. Se você conhece algum médico/nutricionista que leia inglês, este é o livro para dar de presente.

    ResponderExcluir
  4. Prezado Jose Carlos

    Sou adepto de uma dieta low carb e em minha busca por mais informaçoes, encontrei seu site e seu twitter. Espero q vc continue divulgando estes conceitos ainda tao desconhecidos e polemicos no Brasil.

    Gostaria de saber se voce tem conhecimento de algum medico/nutricionista adepto de uma dieta low carb/cetonica no estado de SP. Grato.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado. Lá vai:

    Mariana Muniz
    R Pará, 50 cj 92, Higienopolis, São Paulo - SP
    Tel: 11-3255-9096.

    ResponderExcluir
  6. Dr., como faz prá ativar as legendas?

    ResponderExcluir
  7. Obrigado pela resposta imediata! Entrarei em contato. Sds

    ResponderExcluir
  8. Vídeo com excelente qualidade, mensagem simples e objetiva que não choca ninguém. Pronto pra ir em cadeia nacional na novela das 8. Já pensou como ia ser bacana?

    ResponderExcluir
  9. Sonhar é grátis :-)
    Se bem que nunca sonhei que teria tantos acessos!

    ResponderExcluir
  10. Patricia de Andrade Ramos11 de fevereiro de 2013 16:10

    Jose Carlos, veja este post. Tentei entrar no International Journal of Obesity mas as postagens mais recentes são para afiliados...

    IOGURTE EMAGRECE


    De acorrdo com um novo estudo, publicado no International Journal of Obesity, incluir iogurte na dieta emagrece ao acelerar os mecanismos de queima de gordura e ainda diminui a barriga.


    Os pesquisadores da University of Tennessee descobriram que adultos obesos, que comeram três porções diárias de iogurte sem gordura como parte de uma dieta de baixas calorias, perderam 22% mais peso e 61% mais gordura corporal do que aqueles com dieta de baixas calorias sem iogurte.

    Melhor ainda, aqueles que comeram iogurte perderam 81% mais gordura corporal na área do estômago, o que contribuiu para perder barriga.Anúncios Google

    O estudo acompanhou por 12 semanas 34 adultos obesos sem problemas de saúde divididos em dois grupos. Ambos os grupos ingeriram dieta com 500calorias a menos que o normal para estimular a perda de peso. Um grupo teve incluído diariamente 170 gramas de iogurte sem gordura provendo 1.100 miligramas de cálcio, enquanto o outro grupo comeu apenas uma porção de laticínio com 400-500 miligramas de cálcio.

    Além de emagrecer mais, a dieta com iogurte foi quase duas vezes mais eficiente na manutenção da massa muscular magra. Ou seja, a dieta com iogurte emagrece perdendo gordura e não músculos, os quais ajudam a queimar calorias.
    Fonte: International Journal of Obesity

    ResponderExcluir
  11. Daniel, as legendas já estão ativas aqui no blog. Assista por aqui.

    ResponderExcluir
  12. Tenho 59 anos e depois de uma tireodectomia em 2011 engordei 8 kg! Esta gordura toda é na barriga, um horror! Não como carne vermelha, por não gostar da gordura (exceto bacon, que até dá para encarar bem fritinho!) e não consumo refrigerantes, nem doces, mas muita fruta, pois trabalho viajando e nos hotéis no café da manhã é o que eu mais consumo. Em muitas ocasiões das minha viagens, tomo café e depois passo muito tempo sem comer, e só vou jantar (aí como de tudo) e também não como arroz fora de casa. Em casa não como feijão, somente graos (de bico, lentilha). Todos me dizem que engordo na barriga por ficar muito tempo sem comer. Pode ser? Pelo que eu como não devia engordar nada! Ah também dizem que engordei por estar na menopausa!

    Posso, tomando remédio para o controle dos hormônios tireodianos, fazer esta dieta? Como começar?

    ResponderExcluir
  13. Doutor, gostaria de saber se o gergelim pode entrar na dieta low carb. Vendo a tabela nutricional dele tem mais carboidrato do que proteína mas possui mais gordura do que carboidrato. Ele se encaixa no low carb ??

    ResponderExcluir
  14. OK, obrigado Patrícia!!!

    ResponderExcluir
  15. Simples o vídeo, mas recheado de informações importantes para a população!
    Obrigada por compartilha-lo.
    abraços,
    Elis.

    ResponderExcluir
  16. Olá Carla. Leia os comentários daqui: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/como-devo-comer-comida-de-verdade.html "Gergelim e Linhaça são das poucas exceções em termos de grãos que podem ser consumidos por conterem relativamente poucos carbs (além de não conterem glúten e antinutrientes). Não ajudam, mas em quantidades não muito grandes, não atrapalham."

    ResponderExcluir
  17. Olá Abadia!
    Quando você diz "Pelo que eu como não devia engordar nada" não é bem assim... Por exemplo, as frutas, que você disse que come muito, são restritas. Esses grãos que você falou são leguminosas restritas, pois tem grande quantidade de carboidratos.
    Como começar? Comece lendo um pouco, por aqui: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/dieta-paleolitica.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/como-devo-comer-comida-de-verdade.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/o-que-comer-no-cafe-da-manha.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/quais-frutas-comer-e-em-que-quantidade.html

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. muito bom esse vídeo. é uma ótima peça de divulgação.

    ResponderExcluir
  19. Olá Dr. Gostaria de fazer uma pergunta. Já faço a dieta low carb há mais de 6 meses e notei todos os benefícios, claro! Mas há um problema que frequentemente enfrento: intestino solto. Eu sei que a constipação é comum, não desinteria.

    Há algum alimento que regule melhor, ou algum que eu possa estar abusando pra que solte tanto assim? Eu como carnes, gordura, saladas e legumes. Já abandonei todos os meus preconceitos alimentares! Saravá! Rsrs

    Mas essa história de diarreia não é normal, é?

    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  20. Doutor, viu que o Jonathan Bailor te agradeceu no Facebook? Que demais! https://www.facebook.com/JBBat3XS/posts/555028974507143

    ResponderExcluir
  21. Além dos excelentes pontos salientados pela Patrícia (ou seja, antes de concluir que low carb não está funcionando, é necessário ver se está low carb MESMO), há pessoas que não perdem peso apenas cortando carbs: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/11/expectativas-versus-realidade.html

    Nestes casos, pode ser necessário controlar porções, ou mesmo tentar isso: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/jejum-intermitente.html

    ResponderExcluir
  22. Depois de tantos meses, é estranho. Pode ser que você não tolere algum alimento específico (laticínios?), mas às vezes pode ser necessário fazer uma colonoscopia quando há mudanças inexplicáveis de hábito intestinal.

    ResponderExcluir
  23. Só vi quando li seu comentário. Gente fina, ele :-)

    ResponderExcluir
  24. Adoooro o Bailor também. O podcast dele no Itunes é muito bom, ótimo conteúdo e perfeito para treinar o inglês. Muito obrigada por ter traduzido o vídeo !

    ResponderExcluir
  25. Gostaria de saber se voce tem conhecimento de algum medico/nutricionista adepto de uma dieta low carb/cetonica no estado de RJ.TENHO TIDO DOIS PROBLEMAS HALITO FORTE E PRISAO DE VENTRE.ALGUMA DICA?

    ResponderExcluir
  26. Quem precisa responder quando se tem a Patrícia? Obrigado :-)

    ResponderExcluir
  27. Uai, Dr. Souto, eu que agradeço! Mas ainda tenho muito que aprender!!

    ResponderExcluir
  28. VC CONHECE UMA NUTRI NO RJ?

    ResponderExcluir
  29. Só médica:
    Dra Juliana Busch,
    jubusch@gmail.com

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Olá Dr. Souto!Olha que interessante... acompanho o "Emagrecer de vez" e o último podcast foi com um Dr, fiquei maravilhada com tanta informação de qualidade que o Dr. compartilhou conosco! O podcast que eu mais gostei até hoje! E fazendo buscas na Internet, aqui encontro um blog nota 10!E por coincidência(ou não) é o mesmo Dr. do post!Parabéns Dr. pelo seu trabalho!Abraço, Bruna

    ResponderExcluir
  32. Olá, primeiramente gostaria de parabenizar pelo excelente conteúdo do blog.

    Gostaria de saber onde devo procurar pela tal 'nata', já procurei aqui em Goiânia no Extra e Wallmart e não encontro. Em qual sessão do supermercado ela geralmente está?

    ResponderExcluir
  33. Olá Lorena.

    Realmente essa tal 'nata' é difícil de encontrar, a não ser que more no Sul, como o Dr. Souto, sortudo, que fala que por lá vende em qualquer esquina! Eu fiz uma verdadeira maratona atras dessa bendita e digo que valeu a pena! Em SP eu encontrei no Zafari (rede de supermercados do Sul) e no Atacadista Assaí. Tem esses mercados por aí? Vale tentar também em lojas que vendem ingredientes para fabricar doces, bolos, etc.

    ResponderExcluir
  34. Te muda pra Porto Alegre :-)

    ResponderExcluir
  35. Cristiane Vianna Silva21 de abril de 2013 00:20

    Perfeito!

    ResponderExcluir
  36. O único supermercado aqui em São Paulo que vende nata em potinhos é o Santa Luzia, na Alameda Lorena. Lá tem creme de leite fresco, nata normal e nata azeda.

    ResponderExcluir
  37. Rosana, como disse acima, também encontra no Zafari (Shopping Bourbon) e no atacadista Assaí.

    ResponderExcluir
  38. Dr Souto..eu baixei o vídeo do Bailor mas gostaria de saber se tem como encontrá-lo legendado pois quero mostrar para pessoas que o inglês não é tão bom assim pra entenderem..sabe onde consigo?o seu aqui está legendado mas quando se faz download dele vem sem legenda

    ResponderExcluir
  39. É q


    2013/4/29 Disqus

    ResponderExcluir
  40. É que eu legendei. E a camada de legenda vai superposta ao vídeo, mas não faz parte dele. Vc pode baixar a legenda no site do universalsubtitles em formato SRT e passar o vídeo com legenda


    2013/4/29 Disqus

    ResponderExcluir
  41. Ja esta na hora do sr. escrever um livro em portugues
    Tenho tido um grande progresso com low carb , pois em menos de dois meses eu emgreci 12kg .
    E as pessoas ficam interessadas em como euconsegui.
    Por mais informacao que ae tenha no blog um livro no esquma passo -a-pass facilitaria a vida de muita gente.
    Parabens pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  42. Obrigado. Quem sabe adiante?

    Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from android phone
    Em 06/05/2013 07:27, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  43. Gosto de gente com senso de humor \o/

    ResponderExcluir
  44. Georgiana, aqui em SP nata e creme de leite fresco são produtos diferentes.

    ResponderExcluir
  45. Dr, não tenho o hábito de comer bacon ou coisas muito gordurosas (porque não gosto, me faz mal). Acaba que minha dieta esta ficando restrita em carbos, e acho que em gordura também. Estou a 7 dias na dieta paleo, e tenho ingerido muito frango, ovos (passei a deixar a gema que antes descartava), salmão e salada a vontade. Uso alguns queijos zero carbo como a ricota, pois me faz bem e é mais uma alternativa. Tomo duas capsulas de fish oil por dia de 1000mg, mas gostaria de saber de que forma posso estar introduzindo gordura na minha dieta, para obter os resultados esperados.

    Obrigada

    ResponderExcluir
  46. Olá Juliana.

    Bem que o Dr. Souto falou que existe pessoas que não gostam de bacon! Eu não acreditava!

    Não sei nem o que lhe recomendar... eu não creio que gorduras possam fazer mal pra ninguém, Dr. Souto me corrija se estiver errada.

    Os queijos zero carbo que conheço são apenas os que tem gordura. Os outros que não tem gordura são acrescidos de goma guar, goma xantana, entre outras coisas para substituir a gordura boa (no sabor e na textura). Eu conheço o creme de ricota, que algumas marcas são quase zero carbs.

    As gorduras naturais das carnes são muito recomendadas, o óleo de coco, azeite de oliva, azeite de dendê, manteiga, banha. Coma a pele do frango, faça seus vegetais na banha, regue tudo com azeite, use manteiga nos alimentos.

    ResponderExcluir
  47. Obrigada Patricia. Vou temperar minha comida com azeite, comprei o oleo de coco, e estou botando uma colher dentro do café, e vou usar a manteiga também.

    ResponderExcluir
  48. Juliana, além disso, não esqueça do abacate - eu como meio abacate por dia. O coco também é ótimo - coco ralado misturado com manteiga derretida e cacau em pó + adoçante = delícia.


    Refogue vegetais na manteiga/banha. Coisas como pimentão, cebola, abobrinha, cenoura, vagem, etc.


    Quer mais uma dica? Faça uns filés na manteiga. Depois, aproveite aquele resto de manteiga com gosto de filé que ficou na frigideira, e refogue ali repolho cortado bem fininho, até o repolho ficar dourado - é SENSACIONAL, é um repolho com gosto de filé.

    ResponderExcluir
  49. Entendi. O coco tem carbo né? O negocio é fazer uma ingestão controlada por dia, sem exceder? Tenho medo de engordar com esse novo estilo de dieta, por nao estar acima do peso. Estou no 8 dia, 1,64m e 57kg, por enquanto nao emagreci ainda. Nunca consumi gordura ou manteigas

    ResponderExcluir
  50. Sempre fiz dietas hipocaloricas, estou c medo de nao conseguir resultados!!!

    ResponderExcluir
  51. O coco quase não tem carbs. Vc não engorda comendo gordura.
    Em 26/05/2013 16:27, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  52. Simplesmente FANTÁSTICO! Ser saudável é simples e sem esforço, basta empurrar a pedra da resistência que existe em nós, ladeira abaixo.

    ResponderExcluir
  53. Simplesmente SENSACIONAL!
    Algo simples, pequeno e interessante (puro marketing) para mostrar para as pessoas. Pq querem emagrecer, querem criticar, mas não querem ler ou tentar entender. Eu estava precisando MUITO disso. Alguns pensam q é só indice glicemico do alimento q importa, outros que é só os carboidratos... como video, ele divide mt bem os alimentos para qm ñ buscou conhecimento. Obrigada mais uma vez!

    ResponderExcluir
  54. Divulgue!


    Em 16 de setembro de 2013 14:13, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  55. Já o estou fazendo. Facilitou DEMAIS minha vida. Em uma semana (sem o video) consegui fazer 6 pessoas testarem. Só uma q disse q ñ consegue ficar sem carboidrato, q o corpo sente mt falta e tals... fiquei até preocupada se é alguma doença, mas acho ser só vício msm.
    Em 4 dias a glicose da minha avó foi de 200 para 170. Coitada, fazia bolo diet com farinha de trigo.


    Doutor, por acaso o senhor conhece alguma casa de produtos naturais online? Minha cidade é mt pequena e dificil de encontrar coisas tipo farinha de coco, oleo de coco, etc (q ajuda mt para convencer as pessoas a ingressarem na low carb)

    ResponderExcluir
  56. Será que já existe este livro traduzido? Eu leio inglês, mas em português já morro de sono, imagina em inglês... estou há 2 semanas tentando terminar de ler Barriga de trigo e sempre acaba virando um nana nenê. Impressão minha ou o barriga de trigo é um pouco chato mesmo no começo?

    ResponderExcluir
  57. Português é um deserto editorial, no meio do qual florescem raras e efêmeras flores.
    O Smarter Science of Slim não foi traduzido nem será (já falei com o autor) - inclusive, já está esgotado. Mas, se quiser, eu tenho uma cópia "alternativa".


    Em 18 de setembro de 2013 09:40, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  58. Eu quero!!! :-)

    Tatiana Carli
    (taticarli@gmail.com)
    Enviado via iPhone

    Em 18/09/2013, às 09:43, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  59. E ai Dr? Qual a melhor forma de disponibilizar essa versao alternativa em portugues do livro Smarter Science os Slim!? :-)
    Tatiana Carli
    (taticarli@gmail.com)
    Enviado via iPhone

    Em 18/09/2013, às 09:43, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  60. Qual a forma mais eficaz, dentro de low carb, para mudar a composição corporal (exclusivamente, perda de gordura corporal)? E em quanto tempo pode-se perder, de forma sadia, 10% de gordura corporal? Precisa mesmo de exercício?

    ResponderExcluir
  61. Eu conheço a http://www.nutsonline.com.br/ e a http://www.bioeorganicos.com.br/ .

    Já comprei nas duas, são confiáveis. A Nutsonline também vende óleo de coco, mas não sei a procedência. A BioÉOrgânicos vende o óleo da Finococo.
    O que eu uso há uns 3 anos e é o único óleo de coco em que confio é o da Dr. Orgânico (tem loja online). É mais caro que os outros, mas é de qualidade e dura séculos. Só que eu compro a caixa com 12 unidades.


    Já usei os óleos da Copra e da Finococo e detestei, principalmente o da Copra, que tem gosto rançoso, além de outras coisas. A Copra vende online também, se você quiser experimentar, é só jogar no Google.

    ResponderExcluir
  62. Jussara eu compro da Copra e de balde!
    Nunca senti gosto rançoso! Já usei Qualicoco tbm e não vi diferença.

    ResponderExcluir
  63. https://www.dropbox.com/sh/j2soosw14yrkl36/Z_WJhmeHbv


    2013/9/18 Disqus

    ResponderExcluir
  64. https://www.dropbox.com/sh/j2soosw14yrkl36/Z_WJhmeHbv


    2013/9/18 Disqus

    ResponderExcluir
  65. Então Patricia, eu experimentei o Copra logo que foi lançado, uma pessoa me deu porque também não gostou do sabor.
    Eu tomava e ficava "arrotando" aquilo o resto do dia. Não satisfeita, comprei outro vidro depois, ainda não conhecia o da Dr. Orgânico, e o Copra era o único que tinha, e igualmente achei ruim e não consegui tomar. Parecia que eu estava tomando um óleo comum, sabe?
    Quando comprei o da Dr. Orgânico foi outra coisa: o sabor é suave e até o cheiro é diferente. Eu sentia vontade de tomar o vidro todo de uma vez. Faz 3 anos que só compro deles e a qualidade se manteve.


    Pode ser que o da Copra tenha mudado, mas já me falaram que apesar da marca dizer que o óleo é virgem, ele não o é, pois é feito da polpa seca (que se chama copra), e que pra ser considerado virgem e manter as propriedades antioxidantes tem que ser feito do leite de coco da polpa fresca. De todo modo, ainda assim o da Copra deve ser melhor que os óleos de semente.


    Mas apesar de não ser fã de nenhuma marca de óleo de coco brasileira, indiquei as que conheço para a Priscila, caso ela queira experimentar. :-)

    ResponderExcluir
  66. Gente, brigada! Muito mais fácil (e barato) assim! Vou ver se minha tia e avó animam a comprar comigo. Brigadão msm!


    Ah, mais uma coisinha... Estou iniciando o jejum intermitente por esses dias e ainda sou inexperiente. Vcs me aconselhariam todo dia 16 horas e duas ou tres vezes, 18. Ou 2 vezes de 24 e alguns dias de 16? Oq é mais eficaz? Não tenho tido dificuldades e só o café (sem manteiga) já me satisfaz. Fantástico não comer e não sentir fome. Embora às vezes a compulsão (msm por comida de verdade) me ataca. Mas tem diminuido. Obrigada meninas!

    ResponderExcluir
  67. ah! toda receita com farinha de amendoas da pra substituir por farinha de coco?

    ResponderExcluir
  68. Tá certa! Compromisso com a informação! ;)

    ResponderExcluir
  69. Vou passar a bola pra Patricia, porque eu também sou nova nessa vida páleo. Já fiz uns JI, mas foi meio sem querer, por falta de tempo de comer. :D

    ResponderExcluir
  70. Eu fiz Dukan, depois meus pais pediram para eu parar e eu voltei a contar calorias. Oq me levou a compulsões 1 vez, depois 2 vezes na semana. Aí viajei e engordei bastante. Agora resolvi voltar, porém me informando melhor no assunto. Dukan funciona msm sem gorduras (acredito q ñ seja tão saudável, mas emagrece), mas ñ te dá tanto bem estar ou satisfação como paleo ou lchf. Então agora estou recomeçando. Mas como já vivi um bom tempo assim (msm contando calorias, tinha escolhas com menos carbs), estou tentando os jejuns para ajudarem meu corpo a voltar ao normal. Literalmente (cetose xD). Se vc é nova msm nem precisa do jejum. Até 6 meses a paleo leva a grande perda de gordura, diz o doutor.

    ResponderExcluir
  71. Já leu o post sobre JI? http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/jejum-intermitente.html

    ResponderExcluir
  72. Já sim. Mas me falaram sobre o JI ser diferente para mulheres. E tenho medo de exagerar nele, pq estou tendo facilidades. Tenho feito de 16/18 horas quase todos os dias. às vezes chego as 20. Só um ou 2 dias na semana, q pretendo.

    ResponderExcluir
  73. Entendi. :-) Eu preciso eliminar pouco peso, o que é mais difícil, mas resolvi seguir a paleo pela saúde (hipoglicemia, resistência à insulina, micro cistos que me causam muita cólica), e emagrecer vai ser um "plus" (mas quero muito ver a gordura saindo :D). Faz pouco tempo que comecei, estou evitando contar pra não ficar (mais) ansiosa. Como eu disse, fiz uns jejuns sem querer, por não ter tido tempo de tomar o café da manhã. rs
    No começo eu fiquei bem confusa, pensei que não fosse dar conta, pois não me dou bem com gordura (e não como carne vermelha nem porco e seus derivados), mas perseverei e estou tentando fazer do meu jeito, apenas seguindo os alimentos permitidos, mas sem muita neura (eu ficava bastante em conflito, apesar de achar essa dieta maravilhosa e de fazer todo o sentido) e sem cair muito de boca na gordura, que estava me deixando enjoada.
    Por tudo o que já li aqui os JI parecem dar mesmo uma alavancada.

    ResponderExcluir
  74. Eu li numa boa a versão em português. Em muitos casos gostei muito do humor sutil do Dr. Davis. Claro, é uma questão pessoal.


    ______
    42

    ResponderExcluir
  75. Faça você mesma! Coco deve ter aí...
    http://www.soniahirsch.com/2009/08/oleo-virgem-de-coco-como-fazer-em-casa.html



    Outro benefício da alimentação páleo é que você mesmo(a) pode fazer quase tudo! E, nesse caso, você garante a qualidade.


    ______
    42

    ResponderExcluir
  76. Priscila, lendo o post sobre JI e os comentários (são muuuitos, não li todos ainda) o dr. Souto diz o seguinte, para uma leitora que mostrou um link que fala sobre o JI ser diferente para homens e mulheres:

    "Eu conheço esta postagem. Acho que boa parte dos estudos citados pela autora não fazem o mesmo tipo de jejum de 24h do Pilon. De qualquer forma, se eu tivesse que deixar uma mensagem para todos os leitores, seria: EXPERIMENTE em você mesmo. Não deu certo? Procure alternativas, mude. É o que faço para mim - somos todos diferentes, e respondemos de formas diferentes às intervenções."

    Uma leitora escreveu isso:

    "A maior parte dos estudos neste link se referem a ratos, não a humanos. Um dos estudos de IF (em humanos) nesse post compara como homens e mulheres reagem a 3 refeições por dia vs 1 refeição por dia... Ou seja, não é a mesma coisa que o jejum intermitente do livro de Brad Pilon.

    Há algumas evidências anedóticas de que nós mulheres nos damos melhor com períodos mais curtos de jejum (de 10 a 14h). É o tipo de jejum que pratico e me sinto ótima -- nenhum dos problemas que vc descreveu. Vou tentar achar o link pra compartilhar aqui...

    Dito isso, as pessoas são diferentes e o que funciona pra alguns pode não funcionar pra outros. Como o Dr. Couto (sic) disse, experimente. Se não te fizer bem, suspenda."

    ResponderExcluir
  77. Obrigada por td, os comentários e as dicas! Vou ir experimentando e colocando aqui os resultados. Achei um óleo de coco super barato pra comprar. Por isso msm estou desconfiando. Alguém conhece e sabe me dizer se é bom e confiável? Depois compra soja por coco... http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-508839367-oleo-de-coco-naturally-r3000l-balde-36l-frete-gratis-_JM

    ResponderExcluir
  78. Vou tentar. Obrigada! Será q de coco verde também dá?

    ResponderExcluir
  79. Que isso, bom demais!!! Obrigado Dr. Souto!!

    ResponderExcluir
  80. Dr. Souto ele disse que não tem interesse em vender os direitos autorais pra que possa ser traduzido para o português, ou disse que ele não irá publicar em português?

    ResponderExcluir
  81. hm.. poisé. Teve boas indicações lá no mercado livre, mas eu q nunca vi um óleo de coco comprar e depois ser enganada... melhor ñ arriscar. Estou pensando em eu msm produzir. Óleo, leite e farinha de coco. Se tiver um link bom q ensine :) Obrigada mais uma vez!

    ResponderExcluir
  82. Sonia Hirsch disse...O coco verde tem água boa e pouca polpa, não serve para extrair óleo, melhor comer de colher. O óleo é obtido do coco maduro fresco, ou seja, geralmente a casca já está sem as fibras e fica marrom. Mas se estiver velho, com a polpa muito seca, é dureza.

    Não existe oficialmente a designação extravirgem para óleo de coco. Veja mais sobre isso em www.correcotia.com/mulheres/sodacoco.htm .23/08/09 11:24

    ResponderExcluir
  83. Obrigada!!! Interessante... Realmente, a única forma de ñ ser virgem é se misturar com outro óleo. O que nem sei se é possível. Obrigada de novo!

    ResponderExcluir
  84. Patrícia, vc usa o virgem ou extra virgem? tem mt diferença de um para o outro? Estava lendo um post sobre ñ ter...

    ResponderExcluir
  85. Não tem mesmo!
    Eu comprava o extra virgem, mas fui pesquisar a composição dos 2, pedi o Dr. Souto pra olhar, e não tem diferença! Comprei o virgem mesmo e é IGUAL!

    ResponderExcluir
  86. Para fazer o leite, eu esquento a água, corto a polpa do coco (a gosto) e bato no liqui. Depois é só coar num tecido fino ou num pano de prato limpo, mas tem que ser fino também (acho que fralda de pano também serve). Para tirar a polpa da casca é só deixar umas horas na geladeira, que depois sai facilmente. O "problema" do leite de coco feito em casa é que o sabor é maravilhoso, e comparado a ele o gosto dos industrializados é péssimo. Eu simplesmente não consigo tomar os de garrafinha.

    Para fazer o óleo:

    http://www.simplytrinicooking.com/2008/07/homemade-coconut-oil-trini-style.html#axzz2fTgpWx1U

    http://www.chezlin.com/misc/coconuts-101-different-ways/

    No youtube tem vários vídeos ensinando, esse é um:

    http://www.youtube.com/watch?v=aahccQ9BSgk



    Acho que a farinha é a polpa que sobra quando se faz o leite, ou quando se bate o coco para produzir o óleo.

    ResponderExcluir
  87. Marketing é marketing e existe pra todo lado ñ é msm? Mt sacanagem deles... Obrigada pela informação! Melhor pagar a mais por algo q conheço doq comprar no escuro.

    ResponderExcluir
  88. Eu tenho indicado a base científica, no canto direito do blog. Mas mt gente fala 'tenho q ler isso td msm?' e ai mostro o video e já tive q ouvir 'vi mais ou menos.. as legendas são mt rápidas...' É difícil discutir ou mostrar para alguém q ñ qr ter bases e realmente entender... Mas acho q um livro seria fantástico. O senhor tbm mt experiência e convive com mts casos de forma direta pelo blog. Além de conseguir escrever da forma 'normal' para todos, e da forma 'nerd faixa preta' para todos q queiram, tbm.

    ResponderExcluir
  89. ok. obrigada! Vou tentar e ver se compensa...

    ResponderExcluir
  90. Muito interessanto o video e todos os posts no blog que li até agora.



    Mas acho importante um questionamento:


    Eu sei que de fato se comia mais gordura antes dos anos 70 e todos eram magros, e foi depois da época de criminalização da gordura que todos começaram a engordar...


    Mas algo essencial parece ter sido esquecido nessa análise...Não mudamos só o que comemos mas QUANTO comemos. Houve uma DISPONIBILIDADE de comida sem igual a crescente a partir dos anos 70. Minha avó conta que quando era criança não tinha chance de poder repetir prato, ou ficar comendo durante a tarde, a família tinha 2 ou 3 refeições por dia e só, e cada um tinha sua quantidade estabelecida, que nunca era um prato exagerado, e isso uma família normal, que não era pobre.... Se voltarmos mais e mais, até o paleolítico por exemplo, aí que não tinha disponibilidade mesmo.


    Isso me parece ser ESSENCIAL para entender o enorme ganho de peso e o porque as pessoas eram magras mesmo sem ter informações nutricionais.

    ResponderExcluir
  91. Ah sim, apesar de concordar com muita coisa e fazer uma dieta low-carb e paleo, acho importante ter MUITO cuidado com essa questão da quantidade.
    No video ele fala que comer assim vai impedir o "overeating", também já li isso aqui. E isso NÃO é verdade.


    Overeting pode sim ser causado por consumo de carboidratos e comidas feitas pela indústria para viciar...Mas também pode ser um problema PSICOLÓGICO.


    Já vi pessoas se entupirem com OVOS, se for só o que tem em casa, ou morangos, ou espinafre... O que tiver. (E apesar de mais raras que os primeiros casos, não são tão raros assim).


    Por isso é importante SIM falar em quantidade, pessoas com estômago dilatado e compulsão por quantidade podem ser grandemente iludidas ao conhecer uma dieta que promete que pode-se comer o que quiser...É importante DEMAIS frisar que comer exageradamente nunca vai ser saudável, bem como seria interessante deixar claro o QUANTO é saudável.


    Vou me formar em nutrição e super apoio a paleo, mas acho esse um erro da dieta... Tudo bem que não precisa-se contar uma quantidade fechada e específica de calorias, mas pelo menos mostrar ao paciente uma FAIXA do que é normal comer, assim ele pode saber que comer 20 ovos fritos em um lanche não é saudável, mas comer 2 ou 4, sim.

    ResponderExcluir
  92. Carol, é certo que estamos comendo mais. Mas isso seria como se eu perguntasse: "por que este restaurante está tão cheio?", e vc respondesse "porque há mais pessoas entrando do que saindo". Isso é verdade, mas isso não ajuda em NADA a explicar o MOTIVO pelo qual o restaurante está cheio. A resposta que eu queria, quando fiz a pergunta, é algo como "é porque hoje há uma festa de formatura". Para que qualquer lugar esteja cheio, há que entrar mais pessoas do que saem (para qualquer pessoa engordar, precisa comer mais calorias do que se gasta). Mas o que queremos saber é o PORQUÊ. Por este raciocínio, os ricos deveriam ser mais gordos do que os pobres, já que dispõem de comida ilimitada. E os dados demográficos são o CONTRÁRIO disso: quanto mais pobre uma população, maior seu índice de obesidade e diabetes. O motivo, se você tem lido o blog, já deve lhe parecer óbvio (comida barata = carboidratos refinados).

    Facilita pensar fora do questão da comida. Água é virtualmente ilimitada. E é praticamente de graça. O que lhe impede de beber 10 litros por dia? Afinal, é grátis!! A resposta óbvia é que a SEDE regula a ingesta de água. Pois o mesmo se dá com a FOME, em todos os animais da terra. E era assim com a humanidade também. É apenas quando você subverte os mecanismos normais de saciedade, através da oferta barata de carboidratos altamente refinados, que estes mecanismos são nocauteados pelo estímulo supra-fisiológico. Estamos comendo, sim, no mínimo 400 calorias a mais do que na década de 1970. Mas a totalidade deste aumento deu-se na forma de carboidratos.

    Quanto ao poder do processamento em subverter os mecanismos reguladores normais, uso aqui outra analogia. Os indígenas do Andes vêm mascando a folha de coca em virtude de seus efeitos estimulantes há milhares de anos. E isso nunca lhes trouxe problemas, pois a quantidade de folhas de coca que teriam que mascar para que consumissem um nível elevado do alcaloide seria imensa. Agora, o que acontece quando este alcaloide - a cocaína - é refinado, purificado e concentrado - transformado em um pó branco? O grau de estímulo do sistema nervoso central ultrapassa em muito qualquer coisa para a qual o cérebro pudesse estar preparado: durante a evolução da espécie, nunca houve algo dessa magnitude. Me entende agora? É possível parar de mastigar as folhas de coca (estímulo pequeno, cérebro preparado para lidar com este grau de estímulo), mas é impossível, para muitas pessoas, parar de cheirar a cocaína (estímulo supra-fisiológico, cérebro não consegue pensar em mais nada a não ser na próxima cheirada). Da mesma forma, os centros da fome conseguem controlar a ingestão de ovos, peixe, hortaliças, frutas silvestres (estímulo fraco); mas é impossível para o cérebro de muitas pessoas controlar, através de um mecanismo de saciedade que evoluiu para ESTES alimentos, controlar o consumo de alimentos "hiperpalatáveis", produtos do refino de carboidratos, tais como um sonho de pão doce recheado com doce de leite - isso é tão alienígena ao que há na natureza quanto a cocaína.


    Em 22 de setembro de 2013 10:12, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  93. Carol, já tive pacientes que continuaram com overeating mesmo após migrarem para paleo low carb, e para os quais precisei frisar o controle de porções. Mas CONTO NOS DEDOS. O que normalmente acontece é que eles aumentam a ingesta nas primeiras semanas devido à euforia de sua nova liberdade. E, com o tempo (medido em semanas), vão comendo menos. É a minha experiência. Mas também é o que mostram os estudos prospectivos e randomizados, nos quais o braço low fat é restrito e calorias, e o braço low carb é ad libitum, e ainda assim o braço low carb perde o dobro do peso e, obviamente, come menos.


    Em 22 de setembro de 2013 10:24, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  94. Sim. Pensando bem - estive lendo as pesquisas que me indicou no outro comentário e algumas outras coisas sobre o assunto - acredito que isso possa ser resultado de uma alimentação incorreta durante anos, que já ferrou o metebolismo. E que com paciência e muito tempo de paleo esse distúrbio passe e a pessoa volte a comer apenas de forma normal, (quando os problemas não forem derivados de causas psicológicas mais profundas.)

    ResponderExcluir
  95. Perfeito. Está correto. ;)

    ResponderExcluir
  96. GOSTEI MUITO DO VIDEO. JÁ ESTOU DIVULGANDO SEU BLOG, INCLUSIVE O LIVRO BARRIGA DE TRIGO JÁ O INDIQUEI PARA VÁRIOS AMIGOS. O LIVRO INDICADO JÁ ESTÁ TRADUZIDO?

    ResponderExcluir
  97. Não...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 22/09/2013 14:40, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  98. Só para deixar meu relato já se foram 7kg em 22 dias de Low carb.

    ResponderExcluir
  99. :-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 23/09/2013 20:41, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  100. Show! Parabéns pela aula Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  101. Também concordo, precisamos ter toda essa sabedoria disponível na nossa cabeceira rsrsr! Parabéns Dr. sou grande fã do teu trabalho!

    ResponderExcluir
  102. Esqueça os números. É açúcar? É amido? É grão? É artificial? É óleo de sementes? Não?? Então pode comer.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 18/10/2013 18:22, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  103. Rodrigo Alves da Silva1 de novembro de 2013 21:12

    Excelente vídeo... Parabenizo Dr Souto pela iniciativa de postar, legendar, somar amigos e dividir todo esse prato recheado de Fé e muita esperança... Cara, tudo isso é bom demais... Parabéns garoto...

    ResponderExcluir
  104. Já encontrei no Pão de Açucar em Campinas...mas só tinham 2 potes a 1 dia antes de vencer..heeheh

    ResponderExcluir
  105. Hahahaha... amei o vídeo, mas acrescentar as gemas e a nata ao final é que foi a cereja do bolo!

    ResponderExcluir
  106. MARCOS DE SOUZA DA SILVA FILHO4 de setembro de 2014 09:35

    Show de vídeo!

    ResponderExcluir
  107. Excelente vídeo!!!!

    ResponderExcluir