sexta-feira, 26 de abril de 2013

Lições dos Índios Pima

Esta história é contada em detalhes no livro Why We Get Fat.

O artigo abaixo, de autoria de Stephan Guyenet, foi traduzido pelo site www.musculacao.net.



Lições dos índios Pima



Lições dos índios PimaCom 38% e a aumentar em 2006, os índios Pima (Akimel O’odham) do Arizona têm a maior taxa de diabetes de qualquer população do mundo. Eles também têm taxas surpreendentes de obesidade (~ 70%) e hipertensão.
As coisas eram muito diferentes para eles antes de 1539, quando entraram em contacto com o primeiro espanhol pela primeira vez. Eles viviam numa dieta agrícola de feijão, milho e abóbora, com peixes selvagens, carne de caça e plantas. Tal como acontece com a maioria das pessoas nativas, eles mantiveram-se e saudáveis ​​e definidos enquanto seguiram a sua dieta tradicional.
Em 1859, os Pima foram restritos a uma pequena fracção de suas terras originais ao longo do rio Gila, a Reserva dos Pima. Em 1866, começaram a chegar colonos começaram à região e a desviar o rio Gila a montante da reserva para a sua própria agricultura. Em 1869, o rio secou pela primeira vez. 1886 foi o último ano passado em que fluiu alguma água no rio Gila para a reserva Pima.
Os Pima não tinham nenhuma forma de obter água, e nenhuma forma de cultivar e produzir alimentos. A sua outrora produtiva economia de subsistência, tinha chegado a um fim. Seguiu-se a fome durante 40 desesperados anos. Os Pima reduziram as suas extensas florestas de algaroba para venderem de forma a poderem adquirir comida e água. Eventualmente, depois de bastantes protestos e manifestações públicas, o tio Sam interveio.
O governo auxiliou os Pima com “comida” subsidiada: farinha branca, açúcar, gordura parcialmente hidrogenada, e enlatados. Eles rapidamente se tornaram diabéticos e obesos, e permaneceram assim desde então.

Os Pima são um modelo perfeito para a maioria dos investigadores de nutrição dos EUA por várias razões:

  • Primeiro de tudo, a sua dieta antes do contacto com o homem branco era provavelmente bastante pobre em gordura, e os investigadores gostam de apontar que eles agora ingerem mais gordura (comparável à dieta americana média). (nota do Dr. Souto: na verdade, eles consumiam a gordura natural dos alimentos, e passaram a consumir gordura vegetal extraída de sementes)
  • Outra razão é que há um outro grupo de Pima no México que ainda vivem numa dieta relativamente tradicional e são muito mais saudáveis. Eles são muito semelhantes em termos genéticos, apoiando a ideia de que é o estilo de vida dos Pima norte-americana que lhes está a causar os seus problemas.
  • A terceira razão é que os Pima mexicanos exercitam-se mais do que os índios Pima do Arizona e comem um pouco menos.

Um exemplo dos “alimentos” que constituem a base da dieta dos Pima.
Eu, concordo, naturalmente, com a conclusão de que o seu estilo de vida está por trás dos seus problemas, e isso é bastante óbvio. Penso que a maioria dos Pima também sabe disso. Se eles voltassem a ter acesso à sua água, talvez as coisas fossem diferentes para eles.
No entanto, por vezes o foco nos macronutrientes, obscurece o fato de que a dieta moderna dos Pima é uma porcaria pura. É constituída principalmente por alimentos processados ​​com baixa densidade de nutrientes. E também contém os dois maiores destruidores da saúde indígena: a farinha branca e açúcar.
Existem numerosos exemplos de culturas que passaram de uma dieta rica em gordura para uma dieta do tipo”reserva alimentar”, com um menor teor de gordura, e sofrem o mesmo destino:
Os Inuit do Alasca, os Maasai e Samburu do Quénia, tribos do noroeste do Pacífico dos EUA e Canadá, certos grupos aborígenes, e muito mais. O que têm todos eles em comum? Farinha branca, açúcar e outros alimentos processados.
A questão do exercício também é um tanto questionável. É verdade que os Pima mexicanos exercitam-se 2,5 vezes mais do que os Pima do Arizona, mas mesmo assim, os índios Pima do Arizona ainda realizam muito mais exercício do que o americano médio!
As mulheres exercitam-se 3,1 horas por semana, enquanto os homens realizam 12,1 horas de exercício por semana! Eu ando bastante de bicicleta e pratico musculação, e mesmo assim não faço tanto exercício como eles. Por isso perdoem-me se estou um pouco céptico em relação a ideia de que eles não estão se estão a exercitar o suficiente para manter o excesso de peso afastado.
A história da Pima é uma história comovente que tem sido repetida centenas, talvez milhares de vezes em todo o mundo. Os europeus trazem consigo farinha branca, açúcar e outros alimentos processados, que destroem a saúde de uma população nativa “, e depois os investigadores ou agem como se não entendessem porque motivo é que isso aconteceu, ou dão explicações insatisfatórias acerca do fenómeno.

O Pima são os canários na mina de carvão, e nós podemos aprender muito com eles.

Os seus problemas de saúde são semelhantes aos de outros norte-americanos e ocidentais pobres (e ricos também, em menor grau). Isso acontece porque estão ambos a ingerir tipos similares de “alimentos”. No entanto, o problema está a infiltrar-se na sociedade em geral, à medida que vamos ingerindo cada vez mais e mais trigo processado, milho, soja e açúcar, e menos alimentos completos e saudáveis.
O nível de obesidade nos EUA duplicou nos últimos 30 anos, e a obesidade infantil triplicou. A diabetes está a acompanhar a tendência. A esperança média de vida começou a diminuir em algumas partes (pobres) do país. Entretanto, a nossa dieta está a ficar cada vez mais parecida com os alimentos ingeridos na reserva dos Pima. Está na hora de aprender uma lição com a sua tragédia.
Autor: Stephan Guyenet

22 comentários:

  1. Olá Dr,


    Estou na dieta mais paleo, porém comendo batata doce no pré-treino de musculação e no pós 2 bananas.
    Mesmo cortando mto os carbos minhas espinhas continuam a me infernizar, eu li o livro do Dr. Cordain e ele diz q o cálcio pode afetar a absorção do zinco, comprei o suplemento zinco e fará uma semana que estou tomando, as espinhas diminuíram um pouco.
    Mas o fato do cálcio, eu ingiro Whey Protein no meu pós treino e isso me deixou encucada, pq se eu cortar o whey, vou substituir pelo o quê?
    Também penso que pode ser esse pico de insulina no meu pós treino que está me deixando espinhenta, mas poxa, agora ñ sei o que fazer...

    ResponderExcluir
  2. Olá Kehlyn.

    Você consome leite e laticínios? Porque pode ser intolerância à eles. Tem a caseína (uma proteína do leite) que algumas pessoas tem intolerância. Aí leite e derivados podem complicar as espinhas.

    Você toma Whey com leite? Eu tomo com água. Se você desconfia do pico de insulina pós treino, não faça o pico de insulina. Teste!

    O Dr. Souto já respondeu sobre isso. Copio aqui: "É possível que ela não tolere direito ovos ou laticínios, por exemplo, e ao aumentar drasticamente o consumo de queijo e ovos passe a apresentar retenção hídrica, espinhas, etc. Eu tentaria retirar estes dois grupos de alimentos (por que são os que mais comumente provocam intolerância) por 3 semanas, e depois reintroduziria um a um, para descobrir qual é o culpado.
    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/10/cuidado-com-produtos-light.html

    ResponderExcluir
  3. Oi, obrigada pela resposta, fiz uma sessão de drenagem e amei, relaxei muito e a profissional falou o que vc confirmou, que aliada a modeladora seria a ideal, ela propôs um pacote de 10 drenagens e 10 modeladoras, por 290. Vou me organizar e fazer. Depois da perda de 5kg me presentiei com essa massagem. Ah, iniciei a musculação seguindo as orientações do livro"dieta tnt" e da minha personal que comprou a ideia da dieta low carbs, depois que ela viu eu perder os 5 kg sendo que antes passei 5 meses com aeróbicos frenéticos e dieta das calorias e nada, não saía dos 90, perdia um quilinho e voltava. Outra coisa Patrícia, no livro diz que na fase de recarga ele recomenda 40g de carbs antes e depois da musculação, vc acha no meu caso que ainda quero perder 10kg seria aconselhável? Ele também diz sobre o uso da creatina, vc já usou? Tudo debom e obrigada pela força!

    ResponderExcluir
  4. Olá Mônica.


    Como sempre o melhor jeito de saber é experimentando! Eu já tentei fazer recarga e não funcionou comigo. Nunca usei creatina. Depois conta se funcionou pra vc!

    ResponderExcluir
  5. Substitua whey por ovos.

    Leite (e laticínios) também podem provocar espinhas por causa do IGF-1 Em 26/04/2013 16:21, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, irei fz isso hj mesmo!

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Patrícia, vou tirar o whey e ver o q acontece.

    ResponderExcluir
  8. Olá Mônica, desculpa me intrometer rsrs, eu utilizo carbo no pré e pós treino, no pré eu me sinto melhor, parece que fico mais disposta, no pós já sim com ou sem carbo, achei que com carbo meu peso manteve e sem eu perdi mais peso, tb uso creatina mesmo na dieta paleo.
    Percebi um aumento significativo no ganho de força, mas lembrando de que só valerá a pena se seu treino for realmente pesado e deve tomar mtaaaa água.

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o artigo, riquisimo em informações!

    Precisamos ter hábitos diários em fazer dietas.

    Graças a internet podemos hoje encontrar várias formas de faze-la.

    Dietas, Emagrecer, Perder Peso

    ResponderExcluir
  10. Oi Patrícia, estou num dilema, será que o dia do lixo duas vezes ao mês, claro com limites, atrapalharia muito o processo de perda, por exemplo num domingo a noite comer pizza e bolo. Sei que que tudo depende de cada organismo. Mas estou um pouco insegura em como administrar essas escapadelas da dieta. Teria uma dica? Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  11. Como vc mesma disse "depende de cada organismo". Pra mim não funciona, já te disse né? Acho que o Dr. Souto tentou uma abordagem assim tbm e não deu certo. Mas tem pessoas que se adaptam bem. Vc tem o livro TNT? Lá explica direitinho quais os melhores momentos pra incluir carbs.

    ResponderExcluir
  12. Olá Jose Carlos Souto, sou novo por aqui, me chamo Pedro e tenho 17 anos, e estou muito interessado de fazer essa dieta. Só queria saber, a dieta a base de proteína certo? Mas aí da pra usar brócolis, couve flor, tomate e etc, para substituir o arroz e feijão do prato? hehe.
    Grande abraço e parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  13. Olá Pedro:

    Sábia decisão. Não é uma dieta à base de proteína. Para isso, seria necessário comer apenas clara de ovo, peito de frango, etc. É uma dieta baseada em COMIDA DE VERDADE e baixo carboidrato. Há muitas gorduras naturais, muita salada, etc. Dê uma olhada na postagem sobre "como devo comer". E sim, vc tem razão, dá para usar um monte de outras coisas para substituir arroz, massa, pães e açúcar.


    Em 1 de maio de 2013 22:07, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  14. É verdade, na primeira semana que testei também senti mais energia, mas na volta fiquei também só na proteína, realmente acredito que o melhor pra mim que quero perder mais 10 kg, seja não utilizar carbs, pois sou difícil de perder peso. Agora qnd eu chegar no meu peso ideal, acho que não terá problema. A questão é que sinto falta de um pãozinho as 5 da tarde, mas ontem experimentei um pãozinho quase 0 carbs, no blog:http://maisgorduramenoscarboidratos.com/2012/05/05/paozinho-para-cafe-da-manha-mais-um-pao-sem-carboidratos/, muito bom e fácil de fazer. Assim aos poucos estou ficando cada vez mais pál/low carb, afinal temos a vida inteira para nos aprimorar! Uma pergunta sobre a creatina, vc sentiu reter líquidos, ou algun outro efeito? Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  15. Não, não retém! Mas eu bebo mta água messsmo.

    Para vc ter uma ideia de que não retém, eu parei de tomar faz 1 mês e meu peso é o mesmo.

    Lembrando tb q eu não como tranqueiras e q o uso de anticoncepcionais podem influenciar na retenção.

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  16. Oi Patrícia, deixa eu compartilhar contigo minha alegria de me pesar e ver 83,75kg, pois como tinha te dito antes não saía dos 90 kg. Poxa, parece um sonho me ver comendo sem contar calorias, me privando claro de algumas guloseimas(que antes me privava e não via resultado), mas mesmo assim, durante esse tempo de dieta comi em aniversários sem culpa, um pedaço de bolo e brigadeiro, pois sei que sair não arruinará tudo.... Mas a questão é: como é bom aprender, ter consciência das coisas, estou feliz e sinto-me firme forte para seguir adiante diante desse dilema que desde a minha adolescência me perseguia. Até mesmo o esporte que sempre achei que tinha que morrer de suar horas a fio, acho que esse foi o pensar mais enraizado que arranquei da minha cabeça! Hoje a partir das leituras do blog e do livro TNT eu faço musculação com um prazer, pois sei que o pouco vale muito, o meu aeróbico não é mais aquela loucura por quanto mais tempo melhor...Liberdade para comer e ser feliz, obrigada ao blog, obrigada dr, J Souto e a vc Patrícia. Tudo de bom!( Desabafo de alegria) Espero não encher muito saco, mas a revolução que estou vivenciando está sendo muito importante para mim, divisor de águas...Espero que muitas pessoas possam passar por isso!

    ResponderExcluir
  17. Mônica, que maravilha! Fico feliz por você estar se descobrindo. Você definiu bem, isso é uma revolução, diferente de tudo que conhecemos, é preciso coragem, moça! Fique firme e parabéns pelas conquistas!
    abs!

    ResponderExcluir
  18. Já ganhei meu dia!

    Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from android phone
    Em 03/05/2013 22:35, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  19. Dr. Souto, em quais proporções? (e sem a "nóia" de separar clara da gema, certo?)

    ResponderExcluir
  20. 1 ovo = cerca de 7g de proteínas


    2013/7/1 Disqus

    ResponderExcluir
  21. Concerteza daniel!

    ResponderExcluir