quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Colesterol VI - Não há correlação populacional entre colesterol e doença cardíaca

Em Colesterol I, eu expliquei como surgiu a ideia de que colestrol pudesse ser algo ruim: uma combinação de má ciência básica e de um estudo epidemiológico mal feito da década de 1950.

Em colestrol II, eu mostrei que até 1957 nem mesmo a Associação Americana de Cardiologia estava convencida de que se deveria mudar a dieta das pessoas por causa de colesterol. No entanto, apenas 4 anos após, a maré começava a mudar, por motivos políticos, e não científicos.

Em colesterol III, eu detalhei os grandes estudos prospectivos e randomizados que demonstraram que reduzir a gordura na dieta não tem NENHUM impacto na mortalidade em homens e mulheres. Além disso, que estudos epidemiológico mais bem feitos sugerem que quanto maior o consumo de gordura per capita, menor a incidência de doenças cardiovasculares.

Em colesterol IV, vimos como o colesterol é um marcador de risco sofrível, como a redução de colesterol não traz benefício para a maior parte das pessoas, como a indústria manipula as estatísticas para nos convencer de que intervenções que têm o potencial de ajudar apenas 1 em cada 250 pessoas seriam "essenciais", e como modificações de estilo de vida podem ter impacto superior ao das drogas, sem o custo e efeitos colaterais.


Em colesterol V, vimos como o reducionismo feriu de morte o pensamento científico, levando-nos à crença ingênua de que podemos efetivamente dominar a complexa teia de causas e efeitos que compõem sistemas infinitamente complexos como o organismo humano. E citamos o ilustrativo exemplo da droga torcetrapib, que aumentava o HDL (colesterol "bom") e diminuía o LDL (colesterol "ruim"). E, no entanto, os pacientes morreram MAIS com esta droga - estes exames de sangue são apenas isso: exames de sangue, e o que queremos é viver mais e MELHOR, e não apenas mudar os números impressos no papel, apenas para morrermos com resultados "normais".

Na postagem denominada Conflitos de Interesse, abordamos o grau extremo com que os vultuosos interesses financeiros contaminam de forma decisiva (e infundada) as diretrizes que estabelecem que o colesterol "normal" seja abaixo de 200 e o LDL abaixo de 130.

Hoje, a postagem será bem curta. Trata-se de um vídeo, legendado por mim, com menos de 2 minutos, do Dr. Malcolm Kendrik, médico escocês, autor do (excelente) livro The Great Cholesterol Con: The Truth About What Really Causes Heart Disease and How to Avoid It ("A grande farsa do colesterol: a verdade sobre o que realmente causa doença cardíaca").

Já discuti em outras postagens que estudos epidemiológicos não estabelecem relações de causa e efeito (veja a postagem Colesterol I e esta outra); ainda assim, não custa dar uma olhada nos dados obtidos diretamente da Organização Mundial da Saúdem mostrados pelo Dr. Kendrick, abaixo. Tirem suas próprias conclusões.


166 comentários:

  1. Sensacional! E qual seria o povo com menos mortes por doenças cardíacas no mundo e sua dieta, Dr. Souto? Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Sei dizer que os suíços e franceses tem mortalidade cardiovascular muito baixa e comem queijo e nata pra caramba.
    Em 28/08/2013 22:55, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  3. Pena que nata só existe nesses países e no Rio Grande do Sul! rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Aqui em Santa Catarina nunca faltou nos mercados!

    ResponderExcluir
  5. Eu não poderia dizer que tenho uma prateleira farta de Nata como a do Dr. Souto, mas aqui onde moro, Natal-RN, compro nata, leite integral (claro que faço iogurte e queijo cottage caseiro, nada de beber puro) e queijo coalho direto da fazenda!!! A nata da fazenda é tão forte que uso substituindo manteiga para cozinhar. E vamos comer nata, uhuuu!

    ResponderExcluir
  6. Ao ver o video, os que inventaram a farsa do colesterol como logica conclusao dirao :" quanto maior distancia voce tome de cangurus, coalas e ornitorrincos sua chance de ataque cardiaco é menor, por tanto nao vai de ferias a Australia ..."

    ResponderExcluir
  7. Boa :-)
    Em 29/08/2013 07:55, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  8. Curiosidade, existe alguma explicação provável, ao menos hipótese para explicar essa pré-disposição dos aborígenes australianos a DCV?

    ResponderExcluir
  9. É que eles foram aculturados e comem fast food agora. Os povos que aderiram à dieta ocidental por último (aborígenes, populações indígenas) são as que mais adoecem - talvez porem terem tido menos tempo para se adaptarem à dieta ocidental.

    Há um estudo clássico mostrando a reversão da obesidade e dos fatores de risco cardiovascular em poucas semanas após os aborígenes moradores das cidades serem levados para as tribos e adotarem seu estilo de vida tradicional.

    http://diabetes.diabetesjournals.org/content/33/6/596.abstract

    Marked Improvement in Carbohydrate and Lipid Metabolism in Diabetic Australian Aborigines After Temporary Reversion to Traditional Lifestyle
    1. Kerin O'dea
    + Author Affiliations

    1. University of Melbourne, Department of Medicine, Repatriation General Hospital, Heidelberg Victoria 3081, Australia

    Abstract

    The rationale for the present study was that temporarily reversing the urbanization process in diabetic Aborigines should improve all aspects of their carbohydrate and lipid metabolism that are linked to insulin resistance. Ten full-blood, diabetic Aborigines from the Mowanjum Community (Derby, Western Australia) agreed to be tested before and after living for 7 wk as hunter-gatherers in their traditional country in northwestern Australia. They were middle aged (53.9 ±1.8 yr) and overweight (81.9 ± 3.4 kg), and all lost weight steadily over the 7-wk period (average, 8 kg). A detailed analysis of food intake over 2 wk revealed a low-energy intake (1200 kcal/person/day). Despite the high contribution of animal food to the total energy intake (64%), the diet was low in total fat (13%) due to the very low fat content of wild animals.

    Oral glucose tolerance tests (75 g glucose) were conducted in the urban setting and repeated at the end of 7 wk of traditional lifestyle. The marked improvement in glucose was due to both a fall in fasting glucose (11.6 ± 1.2 mM before, 6.6 ± 0.8 mM after) and an improvement in postprandial glucose clearance (incremental area under the glucose curve: 15.0 ±1.2 mmol/ L/h before, 11.7 ± 1.2 mmol/L/h after). Fasting plasma insulin concentration fell (23 ± 2 mU/L before, 12 ± 1 mU/L after) and the insulin response to glucose improved (incremental area under the insulin curve: 61 ± 18 mU/L/h before, 104 ± 21 mU/L/h after). The marked fall in fasting plasma triglycerides (4.0 ± 0.5 mM before, 1.2 ± 0.1 mM after) was due largely to the fall in VLDL triglyceride concentration (2.31 ± 0.31 mM before, 0.20 ± 0.03 mM after).

    In conclusion, the major metabolic abnormalities of type II diabetes were either greatly improved or completely normalized in this group of Aborigines by relatively short reversal of the urbanization process. At least three factors known to improve insulin sensitivity (weight loss, low-fat diet, and increased physical activity) were operating in this study and would have contributed to the metabolic changes observed.

    - Received September 14, 1983.


    - Copyright © 1984 by the American Diabetes Association



    2013/8/29 Disqus

    ResponderExcluir
  10. Olá Dr. Souto! Li os posts sobre colesterol e coloco uma dúvida sobre o uso de estatinas. Minha mãe tem 56 anos e começou a apresentar algumas alterações na saúde - como arritmias - por conta da menopausa. O colesterol HDL estava baixo e o LDL alto mas acho que o total estava em 220 ou algo assim (nada tão elevado, portanto). No entanto, os médicos mandaram que ela reduzisse ao máximo o consumo de gorduras (miúdos, bacon, manteiga, etc) teve consulta de nutricionistas também com o mesmo aconselhamento. Ela já pratica caminhadas diárias há anos e se queixa de que o peso não muda de jeito algum (ela engordou dez quilos no climatério). Ela faz a dieta convencional ou seja, HCLF e usa estatinas por ordem do cardiologista. Tem uma dieta rica em grãos integrais (pão, arroz, feijão), hortaliças e legumes, carnes magras e eventualmente salmão. O colesterol, com o uso da estatina, foi reduzido e o HDL aumentada. Ela não tem histórico genético de doenças cardíacas nem diabetes. Depois de tudo o que li nos posts anteriores sobre colesterol, fico preocupada: as estatinas causam danos à saúde? O que ele poderia fazer para reverter o mal-estar causado pela menopausa por meio da dieta e exercícios? desde já, obrigada.

    ResponderExcluir
  11. esqueci de acrescentar de que a dieta dela tem açúcares (leite desnatado, refrescos artificiais, gelatinas)

    ResponderExcluir
  12. Bacana!! Me lembrei que esse fato é descrito no documentário The Perfect Human Diet. Obrigado Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  13. Esqueci de acrescentar de que ela tem uma dieta rica em açúcares (leite desnatado, frutas [cerca de 5 porções/dia], refrescos artificiais, eventualmente doces).

    ResponderExcluir
  14. Dr. Souto, descobri hoje que tenho esteatose hepática moderada. Estou seguindo a dieta páleo há duas semanas, mas estou receoso quanto ao consumo de gordura saturada. Este consumo de gordura pode piorar meu quadro? A gordura saturada que consumo pode ser armazenada no fígado?
    Agradeço pela atenção

    ResponderExcluir
  15. Bom, você já leu o que eu penso. Na minha opinião, deveria fazer 100% - TUDO - ao exato contrário. Aliás, diga-se de passagem, nenhum estudo mostrou benefícios do uso de estatinas para prevenção primária em mulheres. NENHUM.


    Em 29 de agosto de 2013 10:30, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  16. NÃO!!!! A gordura saturada da sua dieta é a parte saudável dela. O que acumula gordura no fígado são os carboidratos. E os óleos vegetais extraídos de sementes.


    2013/8/29 Disqus

    ResponderExcluir
  17. Dr. Souto, conhece o DVD do Dr. Lair Ribeiro sobre colesterol? Vale a pena? alguma informação relevante ou o mesmo de sempre?

    ResponderExcluir
  18. Vi fragmentos no YouTube que me pareceram bons. Mas nada que vc não leia em muito mais profundidade aqui.
    Em 29/08/2013 11:20, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  19. Dr, podemos dizer que o corpo produz 80% do colesterol que temos? Se sim, nas pessoas que estão com colesterol "aumentado" (levando em conta que os valores preconizados hoje podem não ser os ideiais), então podemos entender que de alguma forma o corpo está tentando se defender de alguma coisa errada que estamos fazendo e, por isso, produzindo mais colesterol? É possivel saber do quê exatamente o corpo estaria se defendendo e qual a lógica por trás da produção aumentada de colesterol em pessoas com sindrome metabólica e obesidade?

    ResponderExcluir
  20. Inflamação
    Em 29/08/2013 12:05, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  21. Em pensar que estudos observacionais ruins que estabeleceram correlação e imputaram causalidade ao colesterol (variável independente) e doença cardíaca (variável dependente) inspiraram toda essa paranóia que as pessoas tem hoje sobre o colesterol... Interessante que sequer a correlação é demonstrável. Imagine a causalidade... rs!

    ResponderExcluir
  22. Mas mosca, Lívia
    Em 29/08/2013 12:38, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  23. Ufa! Inicie a leitura desde o início e finalmente cheguei aqui. É muito prazerosa a leitura de seus "posts", uma verdadeira aula.
    Parabéns pelo seu empenho e dedicação em passar adiante seus conhecimentos.

    ResponderExcluir
  24. Uau...
    Em 29/08/2013 13:01, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  25. Questionei um fabricante e recebi esta resposta: Olá Felipe,

    Agradecemos o seu contato e interesse por nossos produtos.


    Informamos que o creme de leite pasteurizado Nata Elegê é distribuído apenas na região Sul do Brasil.

    Um abraço,
    Centro de Serviços ao Consumidor Elegê

    0800 512198

    ResponderExcluir
  26. São benesses do sul do Brasil, no Paraná também temos nata a vontade.

    ResponderExcluir
  27. Produz mais colesterol para tentar reduzir a inflamação? Mas qual a lógica? De que forma o colesterol poderia reduzir a inflamação?
    Bom, pode ser necessario ler mais sobre colesterol, para quê e como ele funciona. Recomenda algum post ou artigo?

    ResponderExcluir
  28. O colesterol faz parte do mecanismo imunitário. Pessoas com colesterol baixo morrem mais de infeções e de câncer.
    Em 29/08/2013 13:43, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  29. J.C.
    só um detalhe, no trecho "que aumentava o HDL (colesterol "bom") e diminuía o LDL (colesterol "bom")" os dois estão "bons"... rs

    ResponderExcluir
  30. Interessante o texto sobre a "mentalidade da dieta": http://falecomigo.blogfolha.uol.com.br/2013/08/29/a-mentalidade-de-dieta-ii-3/
    "Mentalidade de dieta é um termo que se refere a uma política de controle
    típica da sociedade de massa de consumo – controle exercido sobre
    nossos corpos e gostos -, que nos aliena dos sinais vitais da
    alimentação: fome, saciedade e prazer em comer. É a causa de grande
    parte dos problemas alimentares, e não sua cura. Significa que o ato de
    alimentar-se deixa de ser uma decisão pessoal, impõe-se de fora, tomando
    o lugar do pensamento."

    ResponderExcluir
  31. Eu sei, por isso as aspas!

    2013/8/29, Disqus :

    ResponderExcluir
  32. Aaaahhhhhh!!! Por isso que pessoas com problemas de tireóide (hashimoto, por exemplo) ficam com o colesterol aumentado?? É o corpo tentando combater a inflamação.... Interessante!
    Tem uma nutricionista aqui na onde trabalho que disse que é adepta a dieta low carb (mas já percebi que ela não tem todos os conceitos). Anyway, estou pedindo os dados dela para divulgarmos aqui, afinal no caso dela já tem meio caminho andado. :-)

    ResponderExcluir
  33. Boa, pergunta se ela autoriza a divulgação.

    No caso do hipotireoidismo, o hormônio da tireoide é necessário para o funcionamento dos receptores de LDL nas células - mais um motivo.

    2013/8/29, Disqus :

    ResponderExcluir
  34. Prezado Dr. Souto,

    Estive procurando os possíveis artigos utilizados para a montagem do gráfico e não encontrei ainda.

    Achei até um artigo do WHO MONICA Project que discute sobre (PASMEM!) a possibilidade de eventos coronarianos aumentarem nas segundas-feiras!!! Mas nada sobre um tema tão relevante.

    Este achado deveria ser o tema principal de um grande artigo!Mas acredito que ele não exista...

    Um abraço,

    Rennan

    ResponderExcluir
  35. Rennan, o autor pegou os dados crus em excel e montou o gráfico

    2013/8/29, Disqus :

    ResponderExcluir
  36. Uma pena pensar que esses dados provavelmente nunca serão publicados.

    Não que isso mude nossa concepção, mas poderia ajudar muitos a mudar.

    ResponderExcluir
  37. http://www.thl.fi/monica/



    são publicados, mas não recebem a atenção que merecem.

    ResponderExcluir
  38. Colesterol: http://www.thl.fi/publications/monica/surveydb/cholesterol/table622index.htm Depois pegou a mortalidade por doença cardiovascular (também disponível em outros databases da WHO) e tabulou - trabalhoso....

    2013/8/29, Disqus :

    ResponderExcluir
  39. Isso não é muito divulgado, mas há o LDL bom e o LDL ruim.
    O LDL ruim é formado por partículas densas, que ficam presos nas paredes das artérias quando tentam consertar um dano, formando uma calcificação, a conhecida aterosclerose.
    O LDL bom é formado por partículas grandes e fofas, de baixa densidade, que não ficam presas.

    ResponderExcluir
  40. Luiz, isso vai ficar para o "Colesterol VI ou VII" :-)

    Dica: se seu LDL é alto, mas a relação triglicerídeos/HDL é baixa, suas partículas de LDL são grandes e não causam doença.

    Em 29/08/13, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  41. Dr., seguem meus exames. Farei outro exame de sangue em breve, pois estou sem estatina há 1 ano.

    19/10/2010
    Triglicérideos 376
    Colesterol Total 342
    HDL 35
    LDL 219


    24/08/2012
    Triglicérideos 78
    Colesterol Total 210
    HDL 51
    LDL 148

    ResponderExcluir
  42. Exato.

    Ou seja, os dados existem, mas discussão e atenção para eles não... Perceba que nenhuma das publicações toca em assunto parecido: http://www.thl.fi/monica/public/publications.htm
    (menos pelo que percebi)

    Mérito para o autor do vídeo.

    ResponderExcluir
  43. Olá, Dr. Sempre fiz iogurte natural em casa, da mesma forma que ensina o vídeo que vc postou há tempos. Mas navegando por aí, vi um vídeo que ensina a fazer o iogurte grego, que nada mais é do que o exato processo do iogurte natural, mas com a retirada do soro. Ou seja, após 8 horas de descanso, ele coloca em um pano dentro de uma tigela para escorrer o soro do leite, por mais 8 horas. Assim, fica um iogurte SUPER cremoso e consistente. Agora a dúvida: isso faria com que o iogurte ficasse mais concentrado em relação à quantidade de carboidrato? Acho que pra quem não quer perder peso não faz diferença, mas pra quem quer perder peso, pode fazer uma enorme diferença, não?


    Até olhei a tabela de informações nutricionais de iogurtes gregos, mas como eles não são zero açúcar, claro que contêm muito mais carboidratos! Aí fiquei na dúvida se esse maior teor de carboidratos era por conta do açúcar ou do próprio processo de fabricação (remoção do soro)...


    Obrigada!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  44. Suplementaçao de magnesio pode auxiliar na prevençao da calcificaçao das arterias?

    ResponderExcluir
  45. Incrível não?

    2013/8/29, Disqus :

    ResponderExcluir
  46. Juliana, penso que fica mais low carb ainda, pois a galactose é solúvel em água e deverá sair no soro. Vou tentar isso em casa!

    Em 29/08/13, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  47. Sim, pode. Importante também adequar os níveis de vitamina D e consumir vitamina K2 (queijo amarelo, ovos, folhas escuras)

    2013/8/29, Disqus :

    ResponderExcluir
  48. Entendi, e quanto a suplementaçao em si, o senhor considera valido? Ou acredita que consigamos retirar a quantidade necessaria de nossa alimentaçao. Digo isso pois sempre tentei suprir a necessidade diaria de magnesio somente com alimentaçao e nunca consegui. E a partir da suplementaçao tive melhora significativa na qualidade de vida , principalmente melhora do sono. Sou adepto de nao ter que depender de suplementos mas nesse caso infelizmente nao tive como. O que o senhor acha? Suplementar ou nao?

    ResponderExcluir
  49. Olá Dr. Souto,
    Eu já fiz e gostei muito. Coloquei no coador de café e deixei na geladeira durante a noite. Depois bati ligeiramente com batedor pequeno (garfo serve). Já consumi puro, já coloquei colo ralado fresco e umas gotinhas de adoçante, já coloquei uma colher de chá de cacau e um pouquinho de amêndoas em lâminas. Todos ficaram muito bons. Na minha casa o volume do iogurte foi reduzido aproximadamente à metade. Abço.

    ResponderExcluir
  50. Que ótimo!!! Olha a receita e o jeito que ele faz aqui:

    http://www.youtube.com/watch?v=Z0Tz6NOtPvA&hd=1



    Parece maravilhoso! Mas realmente reduz bem o volume. Ainda assim, vou tentar tb! :-D
    Obrigada, Dr!!!

    ResponderExcluir
  51. Podemos concluir que a quantidade de triglicerídios é o principal indicador de risco?

    ResponderExcluir
  52. Atualmente, é o único suplemento que eu uso.

    Em 29/08/13, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  53. Atualmente estou tomando cloreto de magnesio pa... Biodisponibilidade nao é das melhores mas o custo sim. Valeu doutor. Obrigado mais uma vez pelas respostas.

    ResponderExcluir
  54. Flávio Ricardo Custódio29 de agosto de 2013 18:34

    Oi Dr. souto , já fiz umas 2 vezes aqui em casa esse iogurte grego e sai muito soro mesmo quando deixamos na geladeira para escorrer , quanto mais tempo mais cremoso fica , deixei essa semana umas 12 horas e ficou demais , ficando muito cremoso , ai como ele com morangos e essência de baunilha , pode fazer que o senhor vai adorar , vou postar o vídeo que ensina , abraços doutor .

    https://www.youtube.com/watch?v=Z0Tz6NOtPvA

    ResponderExcluir
  55. fica delicioso! Eu faço!! Depois misture com zaatar, pimenta, cebola, azeite...!

    ResponderExcluir
  56. Sem querer abusar, mas este assunto não mereceria um post? Abraço Othmar

    ResponderExcluir
  57. É, quem sabe um dia. Tantos assuntos, tão pouco tempo...


    2013/8/29 Disqus

    ResponderExcluir
  58. Dr. J. C. Couto, olha este link :

    http://forum.antinovaordemmundial.com/Topico-o-mito-do-colesterol-e-as-doen%C3%A7as-card%C3%ADacas

    ResponderExcluir
  59. Sim, já tinha visto no site do autor do texto. Concordo.
    Em 30/08/2013 04:07, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  60. Bom dr Souto, estava vendo este artigo da UNICAMP sobre a composição dos alimentos e coisas que eu pensava que não tinham carbs tem. Por exemplo, o coco com a casca marrom tem um pouco e o verde não tem.

    Será que é confiável seguir essa tabela? Existe alguma que o sr possa compartilhar aqui?
    Segue a da unicamp:
    http://www.unicamp.br/nepa/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf

    ResponderExcluir
  61. Doutor, eis minha indagação:

    Em Janeiro fiz a dieta corretamente e fechando os dias até 20gr carb provenientes de verduras e frutas (morango e abacate) e cheguei a emagrecer cerca de 19kg. Porém optei estudar para a magistratura, e pela demanda de matéria e a pouca quantidade de carbo meu raciocínio ficou prejudicado. Acabei acrescentando algumas coisas... até que pela correria acabei saindo da minha alimentação e logicamente resgatei uns kilos. O fato é que desde então, tenho ciclado a alimentação: básico na semana e algumas oleaginosas, frutas vermelhas no fds. Porém, desde então eu 'estagnei', não consigo emagrecer nenhuma grama. Já aumentei o consumo de gorduras boas em todas as alimentações; oliva, manteiga, linhaça, chia e óleo de coco; mais nada do peso cair. Além disso, a fome continua. Como sou eu que preparo meus alimentos, não coloco nada que vai além do que é permitido; sempre uma alimentação "comida de verdade com temperos naturais", mais mesmo assim o peso não abaixa. O Sr., acha que deveria proceder como? Vou fazer um breve resumo da minha alimentação diária e do meu dia a dia: 7:15 - Café da manhã: 1 a 2 ovos feitos na manteiga c/ café ou sem café + 1 copo de água. [suplementação com multivitaminico: http://www.iherb.com/Sundown-Naturals-Multivitamin-Formula-Adult-Gummy-Orange-Cherry-and-Grape-120-Gummies/32814 que tem maior concentração de vit D (estou com deficit)]. No intervalo desse tempo masco Trident e bebo água. 12:00 - Almoço: proteína + brócolis (ou salada verde, repolho, abobrinha....) + gordura boa + água. Lanche (enquanto preparo o jantar): pedaço de queijo gordo/amarelo ou 2 cs de creme de leite com essência e adoçante. 18:00 - Jantar: mesmo do almoço. e as vezes ceia antes de dormir. Tem dias de estudo que acabo usando cafeina em cápsula, além dela tomo um suplemento para cabelos e unhas (http://www.iherb.com/Solgar-Skin-Nails-Hair-Advanced-MSM-Formula-120-Tablets/22419) Quando vejo que consumo muitos carbos a ponto de "estragar" a dieta eu consumo esse produto p[os a alimentação: http://www.iherb.com/Natrol-Carb-Intercept-with-Phase-2-Carb-Controller-White-Bean-Extract-120-Capsules/2277 e pra malhar, em dias só de aerobico/cardio uso o: http://www.healthdesigns.com/nutrex-lipo-6-black-dmaa-free-fat-destroyer-120-capsules. Como remédio, uso o roacutan 2x na semana. Lembrando que não sou magra Dr., estou com IMC de 28,7.

    ResponderExcluir
  62. Tem sugestão de marca e concentração Dr? Suplementação pra mim ainda é onde tenho mais dúvida.

    ResponderExcluir
  63. 400 a 500mg, à noite
    Em 30/08/2013 09:27, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  64. Existem muitas tabelas, e várias são contraditórias entre si. Nossos ancestrais não contavam gramas de carboidratos, e nós também não precisamos contar. Bast se fixar em comida de verdade, dentro dos fáceis critérios colocados aqui: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/12/atkins-ou-nao-atkins.html Até ovo tem glicogênio - mas é uma quantidade irrelevante. Tomate? Tem, mas é pouco. Comidas feitas de amido, brancas de tanto amido, não são recomendáveis. Etc.


    Em 30 de agosto de 2013 09:03, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  65. Josyellen, se você acha que a falta de carboidratos prejudica o raciocínio, por que você confia na minha opinião? Afinal, este blog inteiro (e esta resposta) é escrito sem carboidratos, e muitas vezes (como é o caso, agora), em jejum. Imagino que vc já tenha lido a postagem sobre o mito da glicose e do cérebro, mas não custa reler.

    Outra coisa: 19 Kg é um MONTE de peso!! E, após uma perda dessas, começa mesmo a ficar difícil continuar perdendo. E há mais coisas que influenciam a perda de peso do que apenas carboidratos. E o stress e o sono são importantes!!! E, no contexto da preparação para esse concurso, isso fica difícil. A vitamina D é uma coisa importante também, e a reposição com as doses existentes nas nossas farmácias costuma ser ineficaz. Não sei o quão baixa está a sua, mas eu costumo suplementar com não menos de que 4000 ui/dia, até que o exame normalize (precisa mandar manipular. Nos EUA há doses de 5000 e 10.000 para vender nas farmácias).

    É importante eliminar os óleos de sementes (acho que vc já faz isso, mas não custa salientar) - inclusive canola.

    Eu tenho visto platôs de peso que duram 2 ou 3 meses, e depois o peso volta a cair. Um jejum intermitente sempre pode ajudar (especialmente com o café com nata, que descrevi na postagem anterior - fica daí muito fácil).


    Em 30 de agosto de 2013 09:06, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  66. Dr., não sei se me expressei bem; mais no que disse a respeito dos carbos foi os provenientes a verdes e frutas de baixa frutose. Como disse, a minha quantidade de carbo dia era de no máx 20gr, hoje esta entre 20 a 50gr o que pra algumas pessoas ainda é baixo. E nesse aumento eu realmente vi uma melhora. Estava pensando em suplementar isso com com ginseng e ginkgo biloba, o que o Sr., acha?

    ResponderExcluir
  67. Concordo plenamente com o Dr. Souto, Josyellen e por experiência própria. Eliminei em 1 ano de dieta hipocalórica e depois lowcarb 21 quilos e aí estagnou. Há 3 meses não saio dos 72 quilos por mais que eu altere a alimentação, Coincidentemente tenho passado por situações bem estressantes e dormindo pouco o que acho que piorou bastante o processo. Agora que estou conseguindo resolver as coisas e ficar mais tranquila, o peso voltou a cair.
    Ao contrário de você, acho que com lowcarb a minha concentração aumentou muito e a disposição para estudar até mais tarde também. Faço Pós em Psicologia da Saúde e notei uma melhora grande no meu rendimento e na rapidez de raciocínio.

    ResponderExcluir
  68. E dos 19kg eu resgatei 11kg

    ResponderExcluir
  69. Quanto aos suplementos que vc pergunta, não tenho opinião formada. Agora, esses 11Kg seu corpo vai tentar segurar (via leptina e outras coisas) - vai ter que ter paciência...


    2013/8/30 Disqus

    ResponderExcluir
  70. Bem, essa indagação que eu faço memorial não é um caso isolado, já foi debatido em vários grupos atkins no qual participo, pela pequena quantidade de carbo proveniente de verduras. Tinha dias que não fechava os 20gr/dia. Mais, que bom que seu rendimento ficou bom com a alimentação low.

    ResponderExcluir
  71. Bom, embora a maioria das pessoas perceba uma melhora cognitiva em low carb, somos todos diferentes e pode haver variações individuais. E eu não acho necessário praticamente ninguém ficar abaixo de 40-50g de carbs/dia.

    Em 30 de agosto de 2013 10:29, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  72. sou mais um que percebeu uma melhora significativa após LCHF.. estudo para concursos públicos e percebo um rendimento muito superior agora.

    ResponderExcluir
  73. Fantástico o debate!!!!!!!!!!

    estou a uma semana numa dieta low carb paleo e já sindo uma baita diferença...seja para o bem (calça antes apertada está quase folgada), sono bom, menos sensação de fome, etc...

    Seja para o mal, pois tenho passado momentos ruins nos treinos..

    Sou remador de canoa havaiana, que mal comparando, é como se fosse uma corrida de 800mts (muito embora as provas sejam no mar e de 6 km até 30km...) pois é necessário muita resistência e velocidade...ou seja, dor e sofrimento o tempo todo. O pior é que os praticantes gostam...a endorfina depois de um treino de tiros ou um intervalado onde sai todo mundo quase vendo "teto preto" é indescritível kkkkk

    Pois bem...fiz uma treino intervalado essa semana sem quase nenhum carboidrato...em suma: fiquei pra trás, além de me sentir fraco e sem muita energia.

    Como resolver isso? praticamente só tenho um ou dois dias em OFF, o resto é remando ou correndo ou pegando peso.

    Como proceder? em geral os treinos na canoa iniciam antes das 6 da manhã...as 5:30 mando um carboidrato pra dentro? um inhame, uma batata, um suco de laranja...? ou já inicio a injesta de carbos na noite anterior?

    e no dia das competições, vale comer mais carboidratos (paleos) ainda?

    preciso de ajuda Dr!

    ResponderExcluir
  74. Baixa quanto? A minha tem variado de 1,5 a 2,5. Grato.

    ResponderExcluir
  75. Leo, olá!

    Sou ciclista amador e puxo um peso tb.
    Estou em LCHF tem um bom tempo e passei por isso q vc descreve.
    Pra que consiga desempenho o corpo precisa estar cetoadaptado, acostumado a fazer energia com a gordura e não com os carbos. Pra que esse processo se instaure completamente tem-se a necessidade de estar em cetose por 15 a 30 dias ininterruptos (casos raros com mais que isso). Até lá sofre-se mesmo e o rendimento é menor.
    Depois q se estabelecem as mudanças enzimáticas necessárias, que o corpo passa a usar gordura, existe um ganho incrível de rendimento. Maior que com carbo? não sei, mas é um poder incrível.
    O caminho é esperar esse tempo de 30 dias sacrificando um pouco os treinos mais fortes e depois fazer experiências. O livro Dieta TNT, escrito por um phd em músculos e maior pesquisador em dietas lowcarb do mundo (ele se autointitula assim), diz q se vc tem menos de 10kg a perder pode acrescentar carbo antes dos treinos. Como seria:
    -aproximadamente 30 minutos antes dos treinos ingerir metade de um shake com pelo menos 40g de proteína (whey) e de 40 a 80g de carboidratos
    -ingerir logo após o treino a outra metade
    -de 30 a 60 minutos após o treino fazer uma refeição com comida de verdade priorizando proteína (pode ser outro shake com 40g de proteína)

    Quando digo fazer experiências me refiro a se testar mesmo. A Claudia Vilaça prefere óleo de coco, outros vão de malto.
    Pessoalmente, pedalo até uns 150km de asfalto (sem serras) sem carbo algum, aliás, em jejum já fiz algumas vezes. Se o treino for com muita elevação prefiro ingerir isso q a TNT coloca e umas bananinhas no meio do treino se for longo. Pra musculação uso pouco carbo ou quase nenhum.

    Bem, essa é minha experiência.

    ResponderExcluir
  76. kkkkk... Sensacional esta resposta sobre carboidrato e raciocínio, Dr. Couto!!!!
    Parabéns!!!! Tô rindo muito!!!

    ResponderExcluir
  77. Posso sugerir eliminar os laticínios por uns 10 dias? Funcionou bem comigo e com outras pessoas que postam aqui nos comentários.

    ResponderExcluir
  78. Valnêides Rezende30 de agosto de 2013 15:11

    Caríssimo J. C. Souto. Estou fazendo a dieta a 3 semanas - as 2 primeiras, furando :-) essa semana, vi que dou conta de prosseguir, conforme o recomendado. Depois de tanta leitura e dos documentários/palestras em vídeo, generosamente postados no blog por vc, sinto segurança em ir a diante. Tenho 1 exame de antes de dieta, e pretendo fazer outro daqui a 1 mês, estou ansioso pra ver os progressos.
    Mas preciso de mais informações. Hoje gostaria de questionar a respeito das frutas: já li que as vermelhas são as mais indicadas, mas qual seria a porção ideal? E quanto a outras frutas mais acessíveis - laranja, banana, maçã - qual seria o consumo mínimo/máximo recomendado? Ou devo evitar essas frutas? Obrigado pela ajuda - não só a mim, tenho certeza que a riqueza de informações desse blog irá mudar a vida de muita gente.

    ResponderExcluir
  79. Coma as frutas como SOBREMESA, não como lanche. Se travarem sua perda de peso, diminua. Não há porções certas - depende da tolerância individual aos carboidratos.


    Em 30 de agosto de 2013 15:11, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  80. Estava pensando justamente nisso, Luis. Eu como pelo menos 100 a 150 gr de queijo todos os dias (prato, minas e parmesão). Leite eu aboli e iogurte raramente como. Penso em excluir esse queijo e ver como meu corpo reage.
    Minha dúvida está no creme de leite. Tenho consumido creme de leite fresco (3 colheres ao dia) que imita a bendita nata que o Dr. Souto tanto fala e que eu não encontro aqui no interior do RJ.O creme de leite também terá que ser eliminado para esse teste?

    ResponderExcluir
  81. Luiz Antonio Lazarini30 de agosto de 2013 16:16

    Drº Souto, novamente recorro a sua ajuda pois não consegui achar uma resposta. Sou a 3 anos, paciente psiquiátrico, a um ano e meio paciente do IPq, do hsp das clinicas de são paulo. Fiquei por muito tem, quase 1 ano e meio, trancado dentro de casa, devido a sindrome do pânico que se seguiu de depressão profunda. Foi nesta época que engordei meus 20kg com o uso dos mais variados anti-depressivos conhecidos, partindo da fluoxetina, passando por venlafaxina, mirtazapina e escitalopram, até chegar na paroxetina e bupropiona na qual estou hoje e me sinto melhor, a 8 meses comecei a usar tambem rispiridona, e isto me engordou mais 10kg em 8 meses. Acho que meus ganhos de peso nos ultimos anos são causados por meu sedentarismo e uma má dieta, mas segundo as literaturas encontradas, inclusive na internet, remédios anti-depressivos, e principalmente os anti-psicóticos, engordarão muito os seus usuários. Pergunto: As medicações que estou tomando me engordarão, por conta do maus hábitos que ela pode ter me gerado (Não posso avaliar se eu comia menos que hoje, pra mim sempre comi a mesma quantidade), ou por conta de mudanças no meu metabolismo corporal causadas por tais medicações? Tendo este quadro, além dos beneficios de abandonar o trigo, e ter uma dieta mais apropriada ao ser humano, é possivel ter uma perda de peso com a dieta estimulando a cetose, ou meu metabolismo esta comprometido e não permitirá que haja uma perda de peso por conta do medicamentos? Obrigado novamente. Luiz Antonio Lazarini

    ResponderExcluir
  82. Luiz Antônio, a medicação altera o metabolismo propriamente dito, facilitando o ganho de peso. Acontece que isso piora com uma dieta ocidental padrão. Assim, justamente em função da sua situação, uma dieta low carb pode ajudar muito. Mesmo que vc não perca todo o peso que perderia se não estivesse medicado, ainda assim perderá mais peso do que com outras alternativas. Vá firme.


    Em 30 de agosto de 2013 16:16, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  83. Luiz Antonio Lazarini30 de agosto de 2013 16:58

    Mais uma vez lhe sou muito grato Drº Souto. Já esperava que o que fosse dificil seria ainda mais no atual momento, rsrs, mas tudo é por boa causa, espero que com isto eu possa colaborar futuramente com pessoas que assim como eu, que tem transtornos psiquiátricos e faz uso de medicamentos, tenham uma fonte de pesquisa positiva na diéta low carb, ou cetonica.

    ResponderExcluir
  84. Para iniciar o teste, o ideal é eliminar todos os laticínios. Vá adicionando aos poucos após 15 dias e veja o resultado.

    ResponderExcluir
  85. Andresa Marcelina Marques30 de agosto de 2013 19:08

    Felipe
    Eu vi alguém falando que encontrou aqui em Brasília na CEASA.

    ResponderExcluir
  86. Dr. Souto, cream cheese é paleo? Se não for, o consumo diário é aceitável? Acabei de ver uma receitinha simples demais de uma espécie de "pão" low carb que leva só cream cheese e ovos. A foto tá bela, sedutora!

    ResponderExcluir
  87. Ola, estou acompanhando e resolvi dar um pitaco.

    hehe

    Bom, penso que não devemos nos preocupar muito com o colesterol se estamos em low carb high fat, pois se estamos consumindo gordura saturada o HDL vai aumentar; se estamos consumindo pouco caboidrato refinado o triglicerideo vai diminuir. Então resta o LDL, mas pelo que andei lendo, e penso que o Dr. Souto pode nos auxiliar, existem 11 tipos de LDLs e desses apenas 2 são ruins, os de menor tamanho. E segundo o Dr. Lair Ribeiro, se a relação triglicerideos/HDL for menor que dois, muito provavelmente o LDL é bom e não prejudica.

    ResponderExcluir
  88. Ola,


    Na edição de primeiro de maio de 2010 do "the american journal of clinical nutrition" tem uma matéria com o seguinte título: O papel da redução da ingestão de gorduras saturadas na prevenção de doença cardiovascular: onde se sustenta essa evidência em 2010?

    Segue link: http://ajcn.nutrition.org/content/93/4/684.full.pdf+html?sid=37f838e4-19cd-40f1-87c6-2c490edbb034

    ResponderExcluir
  89. Flávio Ricardo Custódio30 de agosto de 2013 23:00

    Boa noite a todos amigos do blog , venho nessa noite compartilhar o meu 28º dia de LOW CARB - HIGH FAT , entrei aqui para escrever essas linhas , porque não foi um dia como os outros , hoje acordei cedo e tive muitas correrias durante o dia , me alimentei logo cedo apenas de café com manteiga , que delícia , mas durante o dia kd a fome , rsrs , nada de fome durante o dia , outra xicara de café com manteiga e uma fatia de presunto e mortadela , e alguns 4 morangos , mais nada de fome , nossa , mas o mais incrível foi agora a noite , uma euforia me tomou , um bem estar enorme , um energia que não tinha a tempo , eu não conseguia ficar parado , eu encontrei uma música hoje que ainda ajudou eu me animar mais , levantava e ia dançar , pular , brincar com minha esposa , eu falei pra ela , __ AMOR DESLIGA MINHA PILHA , RSRS , e disse também a ela __AMOR QUER FICAR COM BASTANTE ENERGIA COM EU , PARA DE COMER AÇUCAR E FARINÁCEOS ,HAHAHA , ela ainda não aderiu a esse estilo de vida , e por isso estou aqui amigos compartilhando isso com vcs , com o dia inteiro quase sem comer , senti que agora eu escravizo a comida e não ela a mim , vou até ela quando quero , e como quando tenho fome , tudo isso amigos tenho certeza que é esse novo estilo de vida
    LOW CARB - HIGH FAT , o bem estar que ele pode te proporcionar e que me proporcionou hoje é imenso e não tem palavras para descrever tudo , por isso a minha alegria de passar tudo isso a vcs amigos , quem estiver curioso para saber que música ouvi mais de 40 vezes , sem exagero , vou postar em baixo o link para todos que quiserem , curtir também .

    Amigos não desistam de tudo que estamos aprendendo aqui no blog do nosso amigo Drº Souto , vale a pena , cantem , dançem , sorriem , gritem para os amigos e familiares o quanto é bom isso , e deixe esse estilo de vida LOW CARB - HIGH FAT te levar as alturas de uma saúde completa e feliz , uma vida feliz a todos , e quem quiser trocar experiências comigo estou sempre a disposição , ok .

    segue o link em baixo para quem quiser se soltar um pouco , abraços friends .

    https://www.youtube.com/watch?v=EaEPCsQ4608

    ResponderExcluir
  90. Dr. Souto, depois de finalmente convencer todos aqui em casa a seguir uma dieta LCHF, percebi q posso ter feito uma besteira com minha mãe pq ela tem hepatite-c e a orientação do médico é justamente reduzir ao máximo a ingestão de gordura e nada de alcool!!! Ela já fez um tratamento de 1 ano (há +/- 3 anos), mas hj ainda tem uma "carga viral" alta (acho q o termo é esse!) e por isso faz exames de acompanhamento a cada 6 meses. Segundo o médico, apesar da "carga viral" estar alta, o fígado ainda ta "bom" e um novo tratamento pode aguardar!!! Enfim, minha dúvida é: aumentando a ingestão de gorduras um fígado com este tipo de problema é realmente sobrecarregado?! O quadro pode se agravar pelo aumento da ingestão de gordura?!... Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  91. Feira do Produtor - Vicente Pires

    ResponderExcluir
  92. Farei outro exame pois eu não comia tanta gordura saturada antes. Estou apenas curioso, mas nada preocupado. E vai ser ótimo ter mais uma prova para convencer os descrentes.

    ResponderExcluir
  93. Olha o rótulo, se não for cheio de porcarias (carragena, por exemplo), não vejo problemas. Se não me engano, o Philadelphia é "clean". Pode não ser páleo, mas não será problemático.
    Em 30/08/2013 22:24, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  94. Iremar: concordo.
    Em 30/08/2013 22:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  95. O que é tóxico para o fígado é frutose, álcool e óleos poliinsaturados de sementes. Nunca vi nenhuma evidência de que gordura possa "sobrecarregar" o fígado de qualquer maneira. Aliás, LCHF cura fígado gorduroso.
    Em 30/08/2013 23:27, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  96. Tenho um paciente que voltou ontem, o colesterol dele foi pra 220 (o que não me preocupa em NADA), e o HDL foi pra 100!! Nuca tinha visto um HDL de 100 :-) Há coisas que só a gordura saturada pode fazer por você.
    Em 30/08/2013 23:57, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  97. Olhando aqui o rotulo, as únicas coisas que acho estranhas são uma tal de goma jataí e o conservador sorbato de potássio. Os outros ingredientes minha avó reconheceria.

    ResponderExcluir
  98. Pode comer, não são aditivos tóxicos
    Em 31/08/2013 07:59, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  99. Dr., é uma pergunta um pouco fora do assunto, mas lendo sobre "Low carb e osteoporose" e também o outro artigo sobre os esquimós, não é de se pensar que a quantidade de cálcio que dizem pra ingerirmos é exagerada? Digo isso, porque não tomo leite ou derivados (muito raramente) e fica difícil atingir essa dose de cálcio recomendada sem esses alimentos. Será que a exposição solar (vitamina D) e uma melhor absorção intestinal de cálcio (devido ao aumento do consumo de proteína) não bastam?

    ResponderExcluir
  100. Ola DR. Souto,

    Me surgiu uma curiosidade quanto ao triglicerideo.
    Qual seria o valor idela, o meu por exemplo está em 56. Tem algum problema em baixar muito o triglicerideo?
    Fico grato.

    ResponderExcluir
  101. Ola,

    Se a relação triglicerídeos/HDL é menor que 2, muito provavelmente o seu LDL é formado por partículas grandes e fofas de baixa densidade, cmo postou o nosso amigo Luiz S e não causa dano, pelo contrario, lhe ajuda.

    ResponderExcluir
  102. Oioi, eu ando lendo várias postagens do seu blog, e tenho uma dúvida que dificilmente eu acho em qualquer blog low carb: é verdade que depois de se tentar várias vezes a dieta, depois de um tempo, você perde a "habilidade" de perder peso?

    ResponderExcluir
  103. A esteatose hepática pode ser por dois motivos, por consumo excessivo de alcool ou por consumo de açucar, mais especificament o hfcs (high-fructose corn syrup) a famosa frutose, feita de milho. E por incrivel que pareça essa "praga" que é chamada de alimento, está em todo alimento industrializado, por vários motivos: adoça 20% mais que o açucar comum; custa 50% mais barato que o açucar comum e, para mim o que é mais grave e falacioso, é de fonte natural, pois tem na fruta.
    Então, se vc não é um etilista compulsivo, provavelmente sua esteatose, que é a mesma coisa que cirrose, deve ser de consumo de açucar.

    Entendendo que açucar e todo carboidrato.

    ResponderExcluir
  104. Com certeza
    Em 31/08/2013 11:16, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  105. Quanto mais baixo, melhor. O seu é de low carber sério!
    Em 31/08/2013 12:14, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  106. Fica mais difícil. Com qualquer dieta.
    Em 31/08/2013 12:20, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  107. Ola,

    No dia 8 de julho de 2013 o Dr. Victor Sorrentino publicou em seu blog uma matéria expressiva sobre uso de estatinas pra baixar colestero que vale a pena ler.

    Segue link:

    http://www.blogdodrvictorsorrentino.com/2013/07/estudo-conclui-mulheres-em-uso-de.html

    ResponderExcluir
  108. Hoje eu estou impossível,

    Penso que é falta do que fazer.

    kkk

    Segue mais um artigo, em ingles.

    "7 Razões para comer mais Gordura Saturada"

    http://www.fourhourworkweek.com/blog/2009/06/06/saturated-fat/


    Vale apena ler.

    ResponderExcluir
  109. Saiu na revista Veja na edição 2275 de 22 de junho de 2012.

    A redenção da gordura.

    Recomendo que vocês comprem a revista para ler o artigo inteiro com calma, pois é muito esclarecedor, ou acessarem a edição no Acervo Digital no www.veja.com.br ou no link abaixo.

    http://www.slideshare.net/donosdofuturo/a-redeno-da-gordura-revista-veja

    Infelisment os paradigmas como o da gordura foram criados há muitos anos sem comprovação científica alguma, mas "a casa caiu", a verdade veio a tona.

    ResponderExcluir
  110. Esse está no blog (caixa de busca, mídia se rende)
    Em 31/08/2013 13:41, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  111. Sim, é de low carb sim, pois estou em low carb a 6 meses.
    Esporadicamente como algum carboidrato, mais quando faço as refeições no trabalho, pois não é possível escolher, mas em casa somente low carb.
    Pena que minha esposa não consegue largar os paezinhos, biscoitos, bolachinhas, doces etc. e ela pesa somente 52 kg e tem 1.74 de altura.
    acho que não engorda de ruim. kkkkkkkkk
    Meu Triglicerideos é 56, meu colesterol total é 195, meu hdl 89, meu LDL É 101.
    Pena que não consigo emagrecer mais.

    estou nos 110 Kg com 1.84 de altura.
    Antes de começar Low Carb pesava 140 Kg,

    ResponderExcluir
  112. Olá!
    Eu vivi esta mesma fase de concurso público há cerca de 20 anos.
    O que perturba o seu raciocínio é a quantidade massacrante de matéria e a pressão. A gente acorda e dorme pensando nisso, fica ansiosa e o raciocínio piora mesmo. É sofrido.
    Ajuda bastante encaixar atividades para relaxar um pouco, algo que lhe proporcione prazer e satisfação (esportes, filmes, tocar um instrumento, massagem, passeio, passear com cachorro, sair com o namorado etc...). Uma amiga aprendeu kung fu só porque a academia ficava ao lado do cursinho. E assim controlou a ansiedade.
    Estudar 6 horas com equilíbrio ajuda mais do que estudar 8 hs com esgotamento mental.
    Do pessoal da minha época, alguns estudaram demais, uma dedicação extremada mesmo. Mas nem sempre conseguiram bons resultados, porque a ansiedade atrapalhava demais.
    Estudar é como a dieta, um processo cumulativo que exige paciência e perseverança.
    By the way, mais cedo ou mais tarde todos os concurseiros atingem seus objetivos, desde não desistam. Acho que isto também vale para a perda de peso também.

    Abço e boa sorte!

    ResponderExcluir
  113. Obrigada pela rápida resposta Dr.!!! Minha mãe contraiu o vírus da Hepatite C nos anos 70, qnd fez uma cirurgia na coluna, e só descobriu a doença mais de 30 anos depois. Como ela tinha fibrose no fígado - na verdade ainda tem, mas em F1 (fase inicial) - o médico disse q além do tratamento já feito, deveria cortar o máximo de gordura q pudesse e o álcool completamente para q o quadro não evoluísse para uma cirrose!!! Como a dieta low carb precisa do high fat, fiquei com medo de estar fazendo uma besteira!!! :)... Bom, quanto ao óleo de semente - só usávamos o girassol - já cortei 100% aqui em casa. Então, próximo ataque: Frutas!!! rs... Muitíssimo obrigada + uma vez Dr.!!! Acho q os usuários do seu blog nunca terão como lhe agradecer por tudo isso!!! :)))

    ResponderExcluir
  114. Desculpa o vacilo Dr. Souto, se quiser pode excluir.

    ResponderExcluir
  115. Dr., uma amiga está com câncer na boca. Um médico sugeriu low carb, principalmente remover grãos, porém low fat também, pelo menos no início. Eu suspeito que o médico, apesar de estar correto em sugerir low carb, tem o velho preconceito contra a gordura natural dos alimentos. Ou estou errado e existe qualquer motivo plausível para restringir gordura quando se descobre um câncer?

    ResponderExcluir
  116. Principal fonte de frutose é o açúcar - frutas são uma fonte menor
    Em 31/08/2013 14:41, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  117. É o preconceito com a gordura
    Em 31/08/2013 15:02, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  118. Opa, bom saber!!! :)... Obrigada mais uma vez, de novo, novamente, again... rs

    ResponderExcluir
  119. Desde que comecei a fazer low carb, há 3 anos, necessitei cada vez menos visitar os médicos. Quando mudei para 100% páleo, há uns 8 meses, não fiquei mais doente. Nem uma unha encravada. Nem um espirro. Nada de virose ou algo do tipo. Daí a minha dificuldade de conseguir um pedido de exame de colesterol total + frações. Por isso não me preocupo com exames, apenas estou curioso.
    Não canso de repetir: é incrível como a saúde melhora quando a gente tira grãos e açúcar da dieta.

    ResponderExcluir
  120. Nossa, q animação hein Flavio?! Parabéns cara!!! Tb tenho sentido uma diferença grande na minha disposição, no meu sono (durmo melhor hj, pois sempre tive insonia!) e até no meu humor matinal!!! Fora q aquela agonia da fome sumiu... isso é libertador!!! :)

    ResponderExcluir
  121. Iremar, para perder peso mais facilmente, funcionou comigo e outras pessoas que postam aqui nos comentários restringir os laticínios. Se você já tiver eliminado os laticínios, por favor ignore isso.

    ResponderExcluir
  122. Flávio Ricardo Custódio31 de agosto de 2013 20:14

    Oi Daniela , é verdade é muito libertador , melhora muito mesmo né , a nossa disposição , cansaço quase não vem , o sono é normal , vamos continuando a cada dia e tenho certeza que ainda vamos ver muitas melhoras , abraços e qualquer duvida pode me chamar , tchau .

    ResponderExcluir
  123. Inda não resisto a um queijo.

    ResponderExcluir
  124. Boa noite, pessoal. Resolvi escrever para compartilhar minha experiência e tirar uma dúvida cruel sobre o colesterol com o Dr. Souto. Comecei a Low Carb - Paleo em 18/03/12, com 81 kg e IMC 28,4 (com altura de 1,69 mm), ou seja, com sobrepeso! Atualmente, estou com 66,4 kg e IMC 23,2.
    O que me assusta atualmente é a taxa de LDL. Estes foram meus exames:

    29/09/12 - dieta comum
    Triglicerides - 113 mg/dL
    CT - 254 mg/dL
    HDL - 54 mg/dL
    VLDL - 22,5 mg/dL
    LDL - 177,4 mg/dL

    29/04/13 - dieta paleo
    Triglicerides - 79 mg/dL
    CT - 221 mg/dL
    HDL - 50 mg/dL
    VLDL - 15,8 mg/dL
    LDL - 155,2 mg/dL

    24/08/13 - dieta paleo
    Triglicerides - 67 mg/dL
    CT - 318 mg/dL
    HDL - 60 mg/dL
    VLDL - 13,4 mg/dL
    LDL - 244,6 mg/dL

    Este último exame me assustou! Segundo nosso amigo Iremar, citando o Dr. Lair Ribeiro, se o triglicerides/HDL estiver abaixo de 2, então o LDL é muito provavelmente é do tipo bom e não terei maiores prejuíjos. Como estou com 1,1, fico mais tranquilo :-)

    Não sei como minha médica vai interpretar este exame, é capaz de ela me riscar de sua lista de pacientes, rss rss. Ela não gosta de receitar estatinas, prefere receitar gama orizanol associado com hexanicotinato de inositol. O que o Sr. acha destes resultados? São críticos? O que sugere para me posicionar junto de minha médica, já que ela não segue a linha paleo?

    Desde já agradeço sua atenção, e, principalmente, agradeço por compartilhar com nós, leitores de seu blog, suas descobertas e seus conhecimentos!

    ResponderExcluir
  125. Sílvio, eu tenho pensado seriamente em nem medir mais o meu colesterol, dada a importância que lhe atribuo. Acho que isso responde à sua pergunta. Sua médica vai dizer para você parar imediatamente com isso, se não vc vai morrer. A decisão é sua. Se você lê inglês, compre o Cholesterol Clarity na Amazon.
    Em 01/09/2013 18:53, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  126. cara, estou no 8ª dia com pouquíssimo carbo e a coisa ta feia...to me sentindo fraco, dores de cabeça, etc...perdendo peso, mas com pouco energia..."aproveitei" um resfriado (talvez uma das causas da fraqueza e dores de cabeça) pra dar uma descansada...mas no sábado, por exemplo, tive que carregar umas coisas e realmente me senti sem as forças necessárias para tal...quarta tem treino e penso em comer um inhame ou uma maçã meia hora antes..junto com oleo de coco

    ResponderExcluir
  127. Você q sabe, eu apenas pularia o treino e deixaria o corpo se adaptar (o que leva 14 a 21 dias). Comer açúcar é o oposto do que eu sugeriria. Em 02/09/2013 12:55, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  128. Penso igual ao Souto.

    Espere os 21 dias q vai valer a pena.
    Domingo agora pedalei em jejum num ritmo muito bom.
    Havia treinado na sexta e as pernas ainda tavam doendo bem.
    Depois q passa a queimar banha é muito bom. Invista nas gorduras boas, creio q isso vá ajudar.

    ResponderExcluir
  129. Eu também faço assim e ainda acrescento um pouco de nata :) Fica grosso, uma delícia.

    ResponderExcluir
  130. Tomara que dê certo!


    ______
    42

    ResponderExcluir
  131. Dr. Souto, obrigado pela resposta. Comprei o livro, li-o e agora entendo pq pensas em nem mais medir seu colesterol. Realmente a direção certa é fazer o que é melhor para mim. Como está escrito no final do capítulo 12, "Work with the protocols your doctor must go through to be compliant,then do what’s right for you.". Imperdível!
    Mais uma vez, muito obrigado.

    ResponderExcluir
  132. Hoje, ao pegar o resultado do meu Hemograma e, fiquei perplexo! Tudo estava dentro da media: Triglicerides: 67 mg/dl; Glicose: 48 mg/dl; aí vem o choque,Colesterol total: 325 mg/dl! E já fazem um mês e meio desde que comecei a dieta( esta certo que no começo eu usa muito óleo vegetal na preparação de alimentos). Não entendo o motivo, penso em refazer os exames, agora em outra clínica.
    Me alimento uma vez por dia e faço exercícios físicos diariamente. O que pode ter acontecido? Se o meu colesterol não diminuir, vou ter que abandonar.

    ResponderExcluir
  133. Vinicius, leia todos os artigos sobre colesterol (são 6).

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/08/colesterol-iv-nao-ha-correlacao.html

    Se ainda assim achar que colesterol é importante... não há mais nada o que te dizer!

    ResponderExcluir
  134. Pode acontecer. Leia este livro http://www.amazon.com/The-Great-Cholesterol-Con-Disease/dp/1844546101/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1378476091&sr=8-1&keywords=the+great+cholesterol+con

    Em 6 de setembro de 2013 10:51, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  135. Bom dia Dr, tenho uma pergunta sobre colesterol:

    --- Para quem histórico de Hipercolesterolemia na família. que tipo de adaptação na dieta, pode ser feita para evitar a aumento abrupto do colesterol a níveis alertantes(acima de 300 mg/dl) ?

    ResponderExcluir
  136. Aguarde um vídeo legendado para os próximos 2 ou 3 dias
    Em 08/09/2013 10:40, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  137. Entrando no meu 8º mês LCHF, feliz, me sentindo muito bem, dormindo ótimo, corpo de moleque, abdome sarado, sem mais alergias, fiz o exame de snague pedido pelo médico do trabalho. Resultados todos ótimos, exceto o LDL que deu 242. O médico ficou horrorizado e ja pegou o receituario para receitar as "estatinas". Falei para ele que não gostaria de tomar esse medicamento e se não haveria possibilidade de fazer exames que mostrassem minha condição cardiovascular . Relutando muito, ele disse que não poderia me deixar com um LDL 242 e que mesmo que não aparecesse nada no exames possíveis agora, isso poderia me dar muitos problemas a curto prazo e que devido minha relutância contra as estatinas ele me recomendaria um medicamento chamado MONALESS, que trata-se de um fitoterápico sem os efeitos das estatinas.
    Por favor, o Dr. conhece esse medicamento? Posso tomá-lo sem medo?
    Muito agradecido
    Ivan

    ResponderExcluir
  138. Prezado Dr. Souto primeiramente muito obrigado por dividir todas essas informações importantíssimas. Eu tenho aprendido muito no seu blog e isso com certeza vai mudar minha vida e de muitas pessoas.

    Gostaria de deixar um vídeo mostrando que o Dr. Lair Ribeiro compartilha do mesmo entendimento sobre o colesterol, veja: http://youtu.be/Wf1sVIxCPws

    Um grande abraço bom DOUTOR e mais uma vez MUITO OBRIGADO!!

    ResponderExcluir
  139. Bruce Lee, entre um treino de Kung-Fu e outro, olhe este vídeo e esta postagem: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/09/colesterol-vii-video-legendado-sobre.html
    Foi feito sob medida para você.


    Em 9 de setembro de 2013 17:54, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  140. :-)


    Em 9 de setembro de 2013 21:03, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  141. kkkkkkkkkkk. Thank's a lot Dr. Ainda nos faz rir, talves para melhorar ainda mais a saúde.

    ResponderExcluir
  142. Luciando, só pra dar um retorno, tudo se ajustou...


    ainda não fiz nenhum longão brabo, mas nos treinos normais um punhado de castanhas e uma colher de óleo de côco já estão dando conta...

    ResponderExcluir
  143. Dr. Souto, estou seguindo a dieta low carb high fat tem um mês, contudo tem uma prima minha que é enfermeira e pós graduada em alguma área relacionada a cardiologia, não sei especificamente o termo, e esses dias ela chegou do serviço mais cedo e passou na minha casa, e eu estava acabando de preparar meu café da tarde, por volta das 17hs e meu café foi basicamente tiras de bacon fritos na própria gordura do bacon, e 1 ovo frito na gordura do bacon. Quando minha prima viu aquilo ela disse que eu não devia ficar comendo aquilo, por ser prejudicial e que isso formaria placas de ATEROMA nas minha artérias. Primeiramente gostaria de saber de você o que são ateromas, e se o que ela disse pode ocorrer com essa dieta LCHF??
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  144. Apenas leia o blog, e use o conhecimento para decidir o que lhe parece o melhor caminho.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/09/2013 12:26, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  145. Ainda que eu tenha escutado muito para parar com essa ''dieta'' prefiro contrariar o senso comum e ir de acordo com a ciência.. Eu apenas perguntei sobre os ateromas pois nunca tinha ouvido o termo. Mas pelo que vi são basicamente placas de LDL nas paredes das artérias certo? E pelo que vejo é na dieta LCHF que o LDL reduz.

    ResponderExcluir
  146. Você está no caminho certo. Assista o vídeo colesterol VII

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/09/2013 14:41, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  147. Doutor, estou há uma semana seguindo uma dieta low carb com no maximo 80g de carbs por dia e já notei uma secada na barriga. como faço para de pois q chegar ao peso ideal , voltar a comer carbs naturais sem o efeito sanfona?

    ResponderExcluir
  148. Vai comer só os naturais, e só a quantidade que seu corpo tolerar SEM ganhar peso.


    2013/11/16 Disqus

    ResponderExcluir
  149. Olá amigos. Estou há cerca de 3 meses em paleo low carb, mantendo carbs em 20 a 50g dia. Não entrei em cetose em nenhum momento (acho, não tenho as fitinhas mas não senti os sintomas descritos) e também não tive perda de peso ou gordura significativas. Minha fissura por doces e compulsão diminuiram, mas não sumiram ainda. E ainda tenho bastante fome, a idéia de JI me parecia aterrorizante...Tenho 33 anos e pouco peso para perder, cerca de 5/6kg, basicamente gordura localizada. Nesse período furei a dieta poucas vezes, sempre com doces do mal. Admito que estou/estava bastante desanimada. Me sinto bem e meu sono melhorou, mas realmente gostaria de ter visto a balança cedendo um pouco. Já pratico aeróbicos intervalados e musculação cerca de 3 a 5x/semana há bastante tempo. Não que isso tenha muita importância, mas tento acompanhar os carbs pelo fat secret e minha dieta mantem cerca de 1100 a 1500 calorias/dia. Não sei o que estou fazendo de errado, mas certamente alguma coisa tem.
    Enfim, repeti meu marcadores sanguineos e não sei se temos algum motivo para comemorar (não me emocionei com o LDL, claro). Lá estâo:

    ** Em 02/08/2013 (em dieta hipocalótica ocidental + aeróbicos + musculação):

    HEMOGLOBINA GLICADA (HbA1c): 4,8 %

    GLICOSE : 78 mg/dL
    INSULINA : 6.03 mcU/mL

    COLESTEROL TOTAL: 177 mg/dL (HDL: 65 E LDL: 96)

    TRIGLICERIDEOS: 78 mg/dL

    ** Em 20/11/2013 (cerca de 3 meses paleo LCHF + aeróbicos + musculação):

    HEMOGLOBINA GLICADA (HbA1c): 5,2 %

    GLICOSE: 85 mg/dL

    INSULINA: 3.1 mcU/mL

    COLESTEROL TOTAL: 270 mg/dL (HDL: 94 E LDL: 165)
    TRIGLICERIDEOS: 53 mg/dL

    ResponderExcluir
  150. Olá gente. Continuando o discurso logo abaixo:
    - Hb glicada e Glicose inalteradas (não sou diabética nem tenho resist~encia a insulina), porém queda significativa da insulina.
    - Aumento do colesterol total, às custas tanto do HDL (de 65 para 94) quanto de LDL (de 96 para 166)
    - Marcada queda do triglicerídeos (de 78 para 53).

    Mas gente, SEM PERDA DE PESO. Meus exames provam o aumento da ingesta de gordura saturadas e a baixa de carboidratos, certo Dr. Souto?
    Obrigada a todos. Agradeço se puderem me dar AQUELA dica para enfim perder meus quilinhos hehe.

    ResponderExcluir
  151. http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/11/expectativas-versus-realidade.html http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/02/nao-e-tao-simples-o-set-point.html


    Em 21 de novembro de 2013 17:21, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  152. Dr, bom dia! Fiz exame de sangue recentemente, e obtive resultados como:
    HDL: 57 e LDL: 95
    Triglicerídeos: 60. Também observei que toda a minha série vermelha está um pouco abaixo do valor referencial. E sobre as cetonas, ao invés de estar escrito ausente, como é o referencial do exame, está escrito ++.
    Será que esses são dados negativos?

    ResponderExcluir
  153. Fora a anemia, o resto é ótimo.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 20/03/2014 08:03, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  154. Dr, isso é preocupante pra mim, porque mesmo quando não fazia a dieta paleo, as vezes, minha série vermelha também ficava um pouco abaixo do adequado. Já tenho um mês com a dieta paleo, então o que devo fazer para sair da anemia?
    Desde já, obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  155. Isso não tem nada a ver com a sua dieta, e vc deve investigar com um hematologista

    2014-03-20 13:45 GMT-03:00, Disqus :

    ResponderExcluir
  156. Dr. Souto, virei o blog e nada encontrei. Na internet toda tb n, ja que n leio em ingles. Amo deu blog e estou embasbacada c sua didatica! Parabens, mas segue a duvida GRANDE!!!:

    Isotretinoina (60mg/dia) + divalproato de sodio (500mg/dia) e dieta LCHF, o q o sr acha?

    Estou ha 4 dias na dieta, mas aterrorizada de medo nos exames de perfil lipidico (mesmo lendo td blog) e tgo, tgp, gama-gt.

    Ajude-me, por favor! Tenho certeza que receberei resposta!!!! É MUITO CRUCIAL!

    Grata!!! Saudaçoes gaudérias. (Estou muito distante portanto n posso consulta-lo ao vivo, por hora, mas ainda o farei!)

    ResponderExcluir
  157. Low carb sem laticínios trata as espinhas, na maioria das vezes melhor do que a isotretinoína, que é uma droga MUITO tóxica (as pessoas deveria ter medo de drogas, e não de dieta - não é por acaso que a coisa se chama DROGA).


    Em 15 de maio de 2014 17:07, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  158. Gritei sozinha com a resposta tao rápida, incrível!!! Muito obrigada!!! MAS VOU ABUSAR:

    Hipoteticamente: A CONCOMITANCIA DE AMBOS ACARRETARA PROBLEMAS OU NAO?

    Sua resposta é coerente com sua linha de pensamento - drogas não dão bem vindas e entendi, mas SE FOR optado por manter as drogas (2meses pela frente) nao é possivel conciliar c uma dieta rica em gordura? (Li td que escrevestes sobre enzimas hepaticas e colesterol- percebi q ocorre melhora em muitos casos de pessoas c problemas nessa seara, mas SE houver essa situaçao sui generis da droga melhor começar A filosofia paleo ao encerrar o tratamento? (Ja comprei tds as caixas da DROGA gastei mil reais n posso simplesmente deixar de lado - n me jogue p os leoes) MAS HIPOTETICAMENTE, reitero!!! ( caso se opte por manter o tratamento TOXICO) mas ja se queira eliminar o veneno carb. (Tenho fe na sua resposta)

    Desculpas e obrigada!!!

    ResponderExcluir
  159. JA A RESPOSTA???!!!
    Dr. Souto, és surreal.
    Mais que grata!

    ResponderExcluir
  160. Douglas Teócrito de Aquino21 de maio de 2014 13:22

    Iremar, se não se importar, vou fazer uma observação quanto a sua preocupação em relação ao seu peso. Acredito que não precise ficar tão preocupado por não estar mais conseguindo reduzi-lo, pois sua altura é considerável. Além do mais você pode ser um indivíduo com ossatura mais densa. O que importa é que sua biologia esteja equilibrada e em paz, pois esse será o seu ponto de equilíbrio, sem se prender a valores sociais pré estabelecidos.
    Uma pergunta: você segue alguma lista de alimentos que podem ser consumidos e não consumidos? Desde que comecei a me interar (poucas semanas) sobre esse novo modo de alimentação, não encontro algo parecido. Poderia me ajudar?

    ResponderExcluir