sábado, 3 de agosto de 2013

Conflitos de interesse

Copiei este anúncio de um site de classificados na internet:


Gol Plus 1000i 96\97 completo, vidros e travas elétricas, limpador e desembaçador traseiro, banco com regulagem de altura, DVD, pneus novos zerado, ótimo estado, mecânica e suspensão novos, tudo ok! Único dono, apenas 55.000 Km, ano 1996.

Você compraria este carro? Ou você teria alguma dúvida?

  • O carro é de 1996. São 17 anos. Isso dá 3.235 Km por ano. Possível, mas improvável, não é mesmo?
  • Mecânica e suspensão novos. Será?
A maioria das pessoas leigas em carro levaria o veículo para ser revisado pelo seu mecânico de confiança. Por quê? Porque as informações do vendedor nunca são completamente confiáveis, é claro. Mas por que elas não são confiáveis? Por causa do conflito de interesses. O interesse do proprietário é vender o veículo. Ele precisa prestar informações sobre o mesmo. Tais informações podem eventualmente prejudicar o negócio. Assim, por definição, o interesse do proprietário em vender entra em conflito com seu interesse de dizer a verdade. Neste conflito, sabemos quem costuma sair perdendo.

Veja, o vendedor pode recorrer a várias estratégias, com maior ou menor grau de honestidade.

Ele pode mentir. Ano 1996 com 55.000 Km? É, pode ser. Mas pode ser 155.000 Km, mudados com ajuda de um expert em velocímetros. Mas ele também pode OMITIR. O carro poderia ter sido consertado depois de um acidente. O carro poderia ter a embreagem no fim da vida, as pastilhas de freio gastas, a caixa de câmbio arranhando, o motor com folga, queimando óleo, enfim, poderia ser um desastre ambulante e o anúncio poderia permanecer o mesmo, sem que houvesse nenhuma afirmação falsa. O anúncio pode ser "maquiado" sem que se recorra à mentira.

Você compraria às cegas, sem questionar? Claro que não.

O ceticismo é uma ferramenta saudável e imprescindível. É a faculdade de suspender provisoriamente nossa tendência de acreditar. E quase todos nós fazemos uso do ceticismo diariamente, quando falamos com um vendedor de carros usados, quando ouvimos um político fazer promessas, quando recebemos um email dizendo que fomos sorteados para receber 1 milhão de dólares, bastando clicar no link sublinhado...

No entanto, quando a informação é proveniente de figuras de autoridade, muitas pessoas simplesmente abandonam completamente o ceticismo, como se médicos, cientistas e suas organizações fossem imunes aos conflitos de interesse. Não são.

Se você comprasse o carro acima sem questionar nada, estaria sendo no mínimo ingênuo. Pois você é ingênuo se não questionar as diretrizes das sociedades médicas, e pelos mesmos motivos.

O painel de especialistas que estabeleceu que o colesterol normal não deveria ser mais 240, e sim 200, era composto de 9 pesquisadores. Dos 9, oito recebiam dinheiro da indústria farmacêutica (dizem que um deles recebeu mais de 1 milhão de dólares). Segue, abaixo, os nomes de cada um deles, e de quem recebiam valores (são dados públicos, que podem ser conferidos aqui):

ATP III Update 2004:  Financial Disclosure

Dr. Grundy recebeu honorários de Merck, Pfizer, Sankyo, Bayer, Merck/Schering-Plough, Kos, Abbott, Bristol-Myers Squibb, and AstraZeneca; recebeu dinheiro para pesquisas de Merck, Abbott, and Glaxo Smith Kline.

Dr. Cleeman não tem relações financeiras para revelar.

Dr. Bairey Merz recebeu honorários de Pfizer, Merck, and Kos; serviu como consultora para Pfizer, Bayer, and EHC (Merck); recebeu dinheiro para pesquisas de Pfizer, Procter & Gamble, Novartis, Wyeth, AstraZeneca, and Bristol-Myers Squibb Medical Imaging, Merck; ela possui ações da Boston Scientific, IVAX, Eli Lilly, Medtronic, Johnson & Johnson, SCIPIE Insurance, ATS Medical, and Biosite.

Dr. Brewer recebeu honorários de AstraZeneca, Pfizer, Lipid Sciences, Merck, Merck/Schering-Plough, Fournier, Tularik, Esperion, and Novartis;  serviu como consultor para AstraZeneca, Pfizer, Lipid Sciences, Merck, Merck/Schering-Plough, Fournier, Tularik, Sankyo, and Novartis.

Dr. Clark recebeu honorários de Abbott, AstraZeneca, Bristol-Myers Squibb, Merck, and Pfizer; recebeu dinheiro para pesquisas de Abbott, AstraZeneca, Bristol-Myers Squibb, Merck, and Pfizer.

Dr. Hunninghake recebeu honorários de AstraZeneca, Merck, Merck/Schering-Plough, and Pfizer, and for consulting from Kos; recebeu dinheiro para pesquisas de AstraZeneca, Bristol-Myers Squibb, Kos, Merck, Merck/Schering-Plough, Novartis, and Pfizer.

Dr. Pasternak foi contratado para dar palestras em nome de Pfizer, Merck, Merck/Schering-Plough, Takeda, Kos, BMS-Sanofi, and Novartis; serviu como consultor de Merck, Merck/Schering-Plough, Sanofi, Pfizer Health Solutions, Johnson & Johnson-Merck, and AstraZeneca.

Dr. Smith recebeu dinheiro para pesquisas institucionais de Merck; possui ações da Medtronic e da Johnson & Johnson.

Dr. Stone recebeu honorários de Abbott, AstraZeneca, Bristol-Myers Squibb, Kos, Merck, Merck/Schering-Plough, Novartis, Pfizer, Reliant, and Sankyo; serviu como consultor de Abbott, Merck, Merck/Schering-Plough, Pfizer, and Reliant.

Não estou de forma alguma propondo que estes senhores estejam mentindo. Mas, para vender meu Gol 1996, eu posso polir um pouco a pintura, trocar as calotas das rodas, e omitir alguns probleminhas para, enfim, salientar suas qualidades, não é mesmo?

Vou dar um exemplo mais caricato, para ver se fica mais claro. Imaginem que estes pesquisadores investigassem o cigarro, e tivessem o seguinte conflito de interesses:

Dr. Grundy recebeu honorários da Souza Cruz; recebeu dinheiro para pesquisas da Souza Cruz.

Dr. Cleeman não tem relações financeiras para revelar.

Dr. Bairey Merz recebeu honorários da Souza Cruz; serviu como consultora para da Souza Cruz;  recebeu dinheiro para pesquisas da Souza Cruz;  ela possui ações da da Souza Cruz.

Dr. Brewer recebeu honorários da Souza Cruz; serviu como consultor para da Souza Cruz.

Dr. Clark recebeu honorários da Souza Cruz; recebeu dinheiro para pesquisas da Souza Cruz.

Dr. Hunninghake recebeu honorários da Souza Cruz; recebeu dinheiro para pesquisas da Souza Cruz.

Dr. Pasternak foi contratado para dar palestras em nome da Souza Cruz; serviu como consultor da Souza Cruz.

Dr. Smith recebeu dinheiro para pesquisas institucionais da Souza Cruz;  possui ações da Souza Cruz.

Dr. Stone recebeu honorários da Souza Cruz;  serviu como consultor da Souza Cruz.

Minha pergunta é simples: você confiaria, sem nenhum ceticismo, cegamente, em um documento escrito por estes pesquisadores sobre tabagismo? Pois é... Dê uma olhada novamente na verdadeira lista de conflitos de interesse destas pessoas, e pense se um pouco menos de ingenuidade não vem bem.


O que estou sugerindo aqui é que você tenha, com relação à vida em geral e às diretrizes produzidas por sociedades médicas e governos em particular, o mesmo grau de ceticismo que você teria ao comprar um veículo usado.


É preciso entender que isso não é nenhuma teoria de conspiração. É um fato. Vejam, por exemplo, este estudo:


Pharmaceutical industry sponsorship and research outcome and quality: systematic review
BMJ 2003; 326 doi: http://dx.doi.org/10.1136/bmj.326.7400.1167 (Published 29 May 2003)
Cite this as: BMJ 2003;326:1167

Este estudo, publicado há 10 anos, mostrava que os estudos patrocinados pela indústria tinham 4 vezes mais chance de favorecer o produto sendo pesquisado, do que se a fonte patrocinadora do estudo fosse governamental. Você vê aqui algum conflito de interesses?


Em 2007, pesquisadores fizeram um levantamento de 192 estudos sobre estatinas, as lucrativas drogas para reduzir o colesterol:

PLoS Med. 2007 June; 4(6): e184.
Published online 2007 June 5. doi: 10.1371/journal.pmed.0040184, PMCID: PMC188545
Factors Associated with Findings of Published Trials of Drug–Drug Comparisons: Why Some Statins Appear More Efficacious than Others

Vários destes 192 estudos tinham como seus autores as figuras citadas acima, no painel que definiu os valores desejáveis para o colesterol. O resultado desta análise, mais uma vez, indicou que os estudos tinham uma chance maior de mostrar que as estatinas eram benéficas se fossem patrocinados pela indústria do que se fossem patrocinados pelo governo. Isso não é surpresa. A surpresa é a magnitude do efeito. Os estudos patrocinados pela indústria farmacêutica tinham VINTE vezes mais chance de indicar resultados positivos do uso de estatinas do que os estudos patrocinados pelo governo! VINTE vezes!!

John P. A. Ioannidis é um famoso professor e chefe do departamento de bioestatística da Universidade de Stanford. Em 2005, ele publicou um artigo que marcou época para aqueles de nós que gostam de fazer uma leitura crítica da literatura científica:


 2005 Aug;2(8):e124. Epub 2005 Aug 30.

Why most published research findings arefalse.

Traduzindo:
Por que a maioria dos resultados publicados de pesquisas é falso?

Ioannidis faz uma sublime análise do assunto, em muito maior profundidade do que eu poderia abordar aqui.

Mas algumas das conclusões merecem ser traduzidas:

- The greater the financial and other interests and prejudices in a scientific field, the less likely the research findings are to be true.
"Quanto maiores os interesses (financeiros ou outros) e preconceitos em uma área da ciência, menor a chance de que os resultados das pesquisas sejam verdadeiros".

- The hotter a scientific field (with more scientific teams involved), the less likely the research findings are to be true.
"Quanto mais quente for uma área de pesquisa científica (com mais grupos de cientistas envolvidos), menor a chance de que os resultados das pesquisas sejam verdadeiros".

COMO ANUNCIAR SEU CARRO USADO?
Vamos a um exemplo concreto.

Em 2003, foi publicado o famoso estudo em que o Lipitor provou reduzir em 36% o número de infartos fatais e não-fatais após 3,3 anos de uso. Este estudo foi financiado pela Pfizer. Baseado em estudos como este, todas as pessoas com colesterol "elevado" devem receber estatinas.

Ok, este é o anúncio do vendedor. Vamos levar o carro usado no mecânico e perguntar a sua opinião?

Muito bem, eis o que descobrimos:

Todos os pacientes tinham pelo menos 3 dos seguintes fatores de risco: sexo masculino (81.1%), idade > 55 anos (84.5%), tabagismo (33.2%), diabetes (24.3%), história de doença coronariana em parentes de primeiro grau (26%), Triglicerídeos:HDL > 6 (14.3%), doença vascular periférica (5.1%), hipertrofia ventricular esquerda (14.4%), AVC prévio (9.8%), anormalidades específicas do ECG, (14.3%), proteinúria/albuminúria (62.4%).

Ou seja, o nosso carro usado era meio detonado.

Quando olhamos os números, contudo, é que descobrimos o quão esperto é o vendedor.

  • De cada 100 pessoas usando placebo, 3 morreram em 3,3 anos
  • De cada 100 pessoas usando Lípitor, 1,9 morreram em 3,3 anos
  • O número de pessoas vivas no final do estudo foi igual nos dois grupos, já que quem não morreu do coração morreu de outras causas.

O que o nosso mecânico nos diz?
"Em um grupo de pessoas de alto risco, 100 pessoas precisariam tomar o remédio por 3,3 anos para que uma pessoa não morra de infarto OU não tenha um infarto não-fatal. Mas, mesmo assim, essa pessoa irá morrer, só que de outra coisa, tipo câncer"

O mais incrível é que nosso vendedor NÃO está mentindo!! Mas COMO???

É simples: a mortalidade no no grupo placebo foi 3%, e no grupo Lípitor foi 1,9%. Embora a forma honesta de relatar este resultado seja dizer que houve uma redução de 3 - 1,9 = 1,1%, a foma ESPERTA de relatar o resultado é dizer que houve uma redução de 1,9 / 3 = 0,36 = 36%!

Vamos repetir, caso não tenha ficado claro: 1,9% é 36% a menos do que 3%. Assim, a redução de 1,1% entre os tratados e não tratados é uma redução de 36%.

Se você for o anunciante (Pfizer), você dirá isso:



Mas se você ler os dados do estudo original, você dirá isso:

Se você tiver sérios riscos cardiovasculares, vários dos quais podem ser eliminados (como cigarro e triglicerídeos altos), e tomar este remédio por 3,3 anos, você será 1% de chance a menos de ter um infarto OU de morrer do coração, embora você tenha 1% de chance a mais de morrer de câncer ou outras causas neste período.

As duas explicações estão corretas, e nenhuma está mentindo. 

Qual das duas você escolheria se você fosse um daqueles especialistas do painel que estabeleceu as diretrizes do colesterol? Antes de responder, dê, novamente, uma boa olhada na lista de conflitos de interesses dos mesmos.

Se você quiser comprar o carro usado baseado na descrição do vendedor, tudo bem. Eu prefiro ouvir a opinião do meu mecânico.

139 comentários:

  1. O senhor se supera a cada nova postagem. Parabéns por mais uma inteligente reflexão!
    Obs: O problema é encontrar um mecânico (no caso um médico) que também não seja pago/patrocinado pelas mesmas indústrias que pagam os pesquisadores e, portanto, não compartilhe dos mesmos interesses.

    ResponderExcluir
  2. É verdade... mas o ceticismo é, não obstante, útil. Dou conselhos de mecânica grátis :-)
    Em 03/08/2013 19:09, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  3. É o privilégio de quem sabe aproveitar o seu blog! Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Ana Cláudia: os médicos que recebem incnetivo da indústria são os formadores de opinião (o que é uma minoria). A maioria prescreve baseado nas informações oficiais, por exemplo no comitê que avaliou e aprovou a mudança dos níveis de colesterol. No Brasil e no mundo é uma prática recente (10 anos ou menos) se declarar os conflitos de interesse, e muitíssimo mais recente questionar-se a propaganda oficial. A melhor forma de conseguir um bom mecânico é por indicação de amigos próximos e se forem médicos melhor ainda.

    ResponderExcluir
  5. Ana Maria Jaeger Sant'Anna3 de agosto de 2013 23:11

    Parabéns Dr. Souto. Suas reflexões são excelentes.

    ResponderExcluir
  6. Teresa Cavalcanti3 de agosto de 2013 23:14

    Mais uma vez, sensacional dr. Souto! Comentei imediatamente com minha mãe que é assistente social no HU e ela me informou o quanto pessoas de baixa renda pagam caro por remédios que os médicos passam quando o colesterol total dá alto. Ela me disse que iria checar os prontuários para ver como andam o hdl e ldl e conversar com os médicos sobre o assunto (:

    ResponderExcluir
  7. Bacana, doutor!
    Ceticismo sempre é muito bem-vindo na vida.

    ResponderExcluir
  8. Ricardo,

    1- na cidade onde moro é comum ter Congressos de Medicina (cardiologia, endocrinologia, etc.) normalmente patrocinados por grandes empresas (Abbott, Merck, Schering-Plough, Pfizer);

    2- geralmente quando vou consultar um médico (dermatologista, ginecologista, cardiologista) tem um representante de alguma grande indústria ou falando com o médico ou esperando para falar com ele; 3- quando o médico vai me receitar um medicamento, não é difícil que ele me dê alguma amostra grátis que foi deixada para ele por um destes representantes.
    Então você acredita, realmente, que é uma minoria de profissionais que recebem incentivo da industria? Eu sou bastante cética a esse respeito.

    ResponderExcluir
  9. Excelente artigo, sem mais comentários.

    ResponderExcluir
  10. Ana Claudia, vc acha que as farmaceuticas precisam pagar médicos que se atualizam em cursos e congressos organizados por elas, para que eles receitem seus remédios?
    Pra que pagar médicos se eles podem pagar as pesquisas e estudos que esses médicos usam como fonte de conhecimento?

    ResponderExcluir
  11. Sinceramente não acredito que as farmacêuticas paguem os médicos em dinheiro, mas que com as práticas que eu mencionei anteriormente os incentivem a continuarem no mesmo sistema vigente.

    ResponderExcluir
  12. É exatamente assim como me sinto atualmente J.C., sinto que nossa profissão é uma grande farsa!!!
    Após ler o livro de Tim Noakes, Gary Taubes e todos esses conflitos de interesses das indústrias alimentícias e farmacêuticas, tudo isso abriu muito meus olhos.
    Já tinha sido avisado por exemplo do DMS-V Manual de Psiquiatria. Veja:

    The fifth edition was criticized by various authorities before it was formally published, and after it was published. The main thrust of criticism has been that changes in the DSM have not kept pace with advances in scientific understanding of psychiatric dysfunction. Another criticism is that the development of DSM-5 was unduly influenced by input from the psychiatric drug industry. Various scientists have argued that the DSM-5 forces clinicians to make distinctions that are not supported by solid evidence, distinctions that have major treatment implications, including drug prescriptions and the availability of health insurance coverage. General criticism of the DSM-5 ultimately resulted in a petition signed by 13,000, and sponsored by many mental health organizations, which called for outside review of the document.

    Ou seja, é impossível não enquadrar algum paciente em um desses disturbios psiquiatricos e prescrever alguma droga para eles. E os responsáveis pela edição do DMS estão quase todos envolvidos com a industria de alguma forma.

    ResponderExcluir
  13. Dr. se não for pedir demais, colocar legenda nessa entrevista poderia ser muito util ! http://www.youtube.com/watch?v=Um-a61rClSs , meu inglês é muito basico, queria poder entender essa entrevista! valeu Dr.!

    ResponderExcluir
  14. Doutor,

    No próximo dia 08/08, faz um mês que minha sogra está fazendo a dieta.

    Neste período, por duas vezes ela passou mal, vomitando e tendo diarreia ao mesmo tempo. Da primeira vez, há cerca de 02 semanas, ela comeu muito antes de dormir e da última vez (ontem) ela havia tomado 80ml de chá de sene por duas vezes anteontem.

    Nas outras dietas que ela já havia tentado fazer (que não eram LCHF), o problema de prisão de ventre era recorrente e ela tem se dado muito bem, defecando várias vezes ao dia na Páleo, bastando ingerir 80ml de sene, 1 vez por dia, para se manter equilibrada.

    Por conta dos dois episódios, ontem ela não quis se alimentar e hoje resolveu não tomar a sopa que havia em casa (com carne do tipo capa de filé, acelga, chicória, salsão...) por estar com medo de ingerir gordura e comeu 1/2 de uma maçã.

    O senhor pode dar alguma "luz" pra nós sobre este caso?

    ResponderExcluir
  15. Dr. Souto estou com problemas rsrs . Estou consumindo bastante gordura sendo a maior fonte a manteiga (umas 100g/dia) , mas tb uso azeite de oliva , carnes e ovos . E os carboidratos não passam de 20g/dia (brócolis/espinafre/repolho/alface) . O problema é que meu intestino era preso , e agora solto de vez (diarréia) . O que acontece comigo ? desculpe a indelicadeza da pergunta , mas sei o que fazer . Obrigado

    ResponderExcluir
  16. Na minha cidade, já ouvi casos de "mimos" que são dados a médicos que "ganham" a competição de vender mais medicamentos no ano.
    Vão de viagens a apartamentos. Realidade? Ficção?
    Todos os médicos e enfermeiros com quem convivo riem disso como se fosse algo corriqueiro, quando comento.

    ResponderExcluir
  17. Vá aumentando a gordura aos poucos. Tive isso mais de 2 anos atrás quando comecei. O intestino leva umas semanas para apostar adaptar a flora. Em 04/08/2013 10:57, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  18. Muito bom seu texto, Dr. Souto! Penso que nós, brasileiros (não sei em outros países), temos uma reverência muito grande aos médicos. Tudo o que o médico diz é verdade absoluta e ninguém questiona. Digo que o médico é como um ser humano qualquer, passível de falhas, julgamentos precipitados, defender interesses próprios fazendo parecer que é o senso comum, etc, mais muitos são contrários aos meus argumentos.
    No começo de 2013 passei por uma batalha enorme para evitar que meu filho, na época com 4 meses, fosse operado desnecessariamente por ter sido verificada uma mancha "anormal" entre coração e pulmão após a realização de 3 exames de Raio-X de tórax (esses exames foram feitos por conta de pneumonia que ele teve). Vários médicos já estavam precipitadamente avaliando como cisto aquela mancha e que deveria ser retirado imediatamente, sem que fosse realizado um exame mais qualificado (tomografia computadorizada). Depois de eu tanto insistir, consegui realizar a tomografia e essa mancha nada mais era que o timo que estava aumentado devido à pneumonia para aumentar a produção de linfócitos T. Ou seja, nada mais era que o funcionamento normal do corpo dele para um momento em que necessitava de atacar a infecção.
    O problema é que durante todo esse tempo, minha esposa e seus familiares entraram em parafuso pois simplesmente acreditaram cegamente no diagnóstico precipitado de todos os médicos que o examinaram.
    Terminado o desabafo (rsrsrs), agradeço sua disposição e entusiasmo na criação e manutenção desse blog pois ele é uma ferramenta incrível para iluminar os caminhos na área da saúde que, historicamente, tem estado bem nebulosos, com interesses comerciais sendo empurrados como se fossem estudos científicos isentos.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. essa analogia ficou claríssima! melhor que isso, só dois 'isso'!

    ResponderExcluir
  20. Obrigado Dr . Eu já estou em Low Carb há uns 3 meses , porém conheço o site há 1 mês , e ainda estou adquirindo conhecimento através dos artigos aqui do site . Já perdi o medo das gorduras rsrs . Mas gostaria de saber qual seria a melhor manteiga , já que é a maior fonte de gordura da minha dieta (100g de manteiga/dia) o que dá umas 80g de gordura e o restante eu faço uso de azeite de oliva , carnes e ovos . Eu estou usando as Manteigas da marca AVIAÇÃO http://www.laticiniosaviacao.com.br/produtos/manteiga-em-tablete-sem-sal-aviacao/. Mas eu fiquei intrigado porque no site a Manteiga sem Sal tem 0,3 gorduras trans por porção , e tem como ingredientes Creme de Leite e Corante Natural de Urucum , já a Manteiga com Sal não tem gorduras trans e tem como ingredientes Creme de Leite , Sal e Corante Natural de Urucum . Posso continuar consumindo essas manteigas sem medo ?

    ResponderExcluir
  21. A gordura trans de animais (chamada CLA), é muito saudável. Aviação é uma ótima marca.
    Em 04/08/2013 15:18, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  22. Dr., talvez ele seja intolerante à lactose?

    Inchaço abdominal
    Cólicas
    Diarreia
    Gases (flatulência)
    Náusea

    http://www.minhavida.com.br/saude/temas/intolerancia-a-lactose#.Uf6c59Ko-CQ

    ResponderExcluir
  23. Então Luiz eu já estou em Low Carb há uns 3 meses .
    Porém começei a ficar indisposto e ter diarréia 2 dias atrás . Isso sem fazer nenhuma mudança na dieta e na minha rotina . E em questão da lactose , o único alimento derivado do leite que eu consumo é a manteiga . Seria ela a causadora ?

    ResponderExcluir
  24. Teresa Cavalcanti4 de agosto de 2013 15:55

    Que incrível! Ainda bem que você lutou pelo seu filho. É triste saber que há tantos erros médicos por aí, nem tudo é certinho e perfeito como em Grey's Anatomy =(

    ResponderExcluir
  25. Teresa Cavalcanti4 de agosto de 2013 15:57

    100g de manteiga por dia é ok? Confesso que ainda tenho certos resquícios quanto a usar tanta manteiga, apesar que eu mesma uso uns 50g =P

    ResponderExcluir
  26. Teresa Cavalcanti4 de agosto de 2013 15:58

    É impressionante como ele esbanja saúde! Olha a pele dele, super lisinha e com um brilho de saúde =o de dar inveja à qualquer um!

    ResponderExcluir
  27. Não vejo problemas.
    Em 04/08/2013 15:57, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  28. Faça um teste e nos conte.
    O meu primeiro sintoma é o inchaço nos dedos que sinto quando fecho a mão.

    ResponderExcluir
  29. Eu faço uso de 50g no café da manhã , e mais 50g no almoço por exemplo . E quando faço jejum intermitente como as 100g mesmo rsrs

    ResponderExcluir
  30. Grey's Anatomy foi ótima, Teresa! rsrsrs...tb não é como House. Infelizmente isso faz parte de um mundo de faz-de-conta.

    ResponderExcluir
  31. Pessoal, não esqueçam que às vezes o conflito de interesses não é exclusivamente financeiro, do tipo suborno. Pode ser que o pesquisador precise manter sua posição na universidade, e que para isso precise continuar a publicar resultados dentro do paradigma esperado.

    Também é importante entender que 95% das pessoas, seja elas médicos ou não, não têm juízo crítico ou ceticismo. Elas seguem as diretrizes e acreditam que estão fazendo o melhor por seus pacientes.


    Em 4 de agosto de 2013 18:30, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  32. Este é um problema que pode ser constatado em todas as áreas do conhecimento. É da natureza humana.
    O importante é sempre lembrar que o verdadeiro e o falso existem, não são conceitos relativos.
    Nove profissionais entre dez podem fazem uma afirmação e ela não se tornará verdadeira apenas pela vantagem numérica. A única voz discordante pode ser a verdadeira.
    O site http://www.breakingtheviciouscycle.info explica sobre a dieta de Elaine Gottschall, com inspiração paleo. Sua filha pequena tinha doença de Crohn. Consultou muitos médicos e indicaram cirurgia para a menina.
    Já meio desesperada, ela aceitou ouvir a única voz discordante: o Dr. Sidney Haas, um médico de 92 anos que atendia em N. York. Ele foi o único a perguntar o que a criança comia e alterou a dieta dela para uma dieta sem grãos, sem gluten, com comida de verdade e iogurte caseiro. Paleo. A doença foi inteiramente superada.
    A autora é uma pessoa singular. Foi estudar e obteve graduações em biologia, nutrição e biologia celular para perpetuar as lições do Dr. Haas (falecido dois anos depois), auxiliando muitas outras pessoas que nunca tinham encontrado um "mecânico".
    A história completa está neste link.
    http://www.breakingtheviciouscycle.info/p/about-the-author/

    Eu indiquei este livro para uma pessoa que gosto muito, que tem doença de Crohn. Infelizmente, não foi de interesse, mas cada um deve decidir o que é bom para si.
    Ainda assim, vou contar que os especialistas cobram mais de R$500,00 a consulta para indicar medicamentos e pão branco. Cirurgias são tratadas como uma fatalidade possível a cada 10 anos.
    A filha de Elaine Gottschall, mais de 15 anos depois da dieta, não tinha mais nenhum sintoma da doença. Dr. Haas morreu sem saber quantas vidas influenciou por meio do trabalho de Elaine.
    O Dr. Souto, que está na "flor da idade", ainda vai salvar incontáveis vidas.
    Abço,

    ResponderExcluir
  33. Flávio Ricardo Custódio4 de agosto de 2013 22:24

    Sete razões para comer mais gordura saturada

    AMIGOS ACHEI ESSE SITE DO DOUTOR RONDÓ QUE TB APOIA UMA DIETA RICA EM GORDURA SATURADA , TALVEZ ALGUNS JA ATÉ DEVEM JA TER VISTO , MAIS PARA OS QUE NÃO VIRAM DA UMA LIDA , ABRAÇOS A TODOS E.............VIVA A DIETA LOW CARB .

    http://www.drrondo.com/gordura-saturada-saude-coracao

    ResponderExcluir
  34. Flávio Ricardo Custódio4 de agosto de 2013 22:33

    PODES CRER AMIGO ISSO EXISTE , CONHECI PESSOAS QUE TRABALHAVAM COM MÉDICOS QUE DIZEM QUE ELES GANHAM CARROS , TVS , VIAGENS , QUER MAIS QUE ISSO , HAHAHA

    ResponderExcluir
  35. Na vida, já ganhei viagem. Carro, acho que é lenda urbana. Hoje em dia, nem caneta mais :-)
    Em 04/08/2013 22:33, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  36. Flávio Ricardo Custódio4 de agosto de 2013 22:39

    Sete razões para comer mais gordura saturada

    AMIGOS ACHEI ESSE SITE DO DOUTOR RONDÓ QUE TB APOIA UMA DIETA RICA EM GORDURA SATURADA , TALVEZ ALGUNS JA ATÉ DEVEM JA TER VISTO , MAIS PARA OS QUE NÃO VIRAM DA UMA LIDA , ABRAÇOS A TODOS E.............VIVA A DIETA LOW CARB .

    http://www.drrondo.com/gordura...

    ResponderExcluir
  37. Realmente excelente artigo, como sempre!! O problema é achar mecânico (ainda bem que Dr. Souto dá conselhos de graça heehhe). Me lembro muito bem do congresso de NUTRIÇÃO patrocinado pela Coca-Cola. #tenhamedo !!

    ResponderExcluir
  38. Outro dia a Coca-Cola patrocinou um encontro médico sobre... obesidade!

    ResponderExcluir
  39. "A estatística é a arte de torturar os números até que eles confessem". Ouvi isso uma vez e estava aguardando a oportunidade para repassar adiante.

    ResponderExcluir
  40. Lucimara Barbosa da Silva5 de agosto de 2013 12:59

    Ola Dr. Tenho visto seu blog e adorando! Preciso de uma ajuda do Dr., eu tenho uma amiga que toma Shake e já eliminou 22 quilos, a mais de um ano a alimentação tem sido da seguinte maneira: cafe da manha e almoço Shake, tarde bolacha de água e sal, a noite verduras legumes folhas e raramente carnes. bebida somente água e chá ela bebe uns 4 litros por dia. o que o Dr. Acha sobre este cardápio dela? acha que isto sera prejudicial a sua saude? se ela voltar a sua alimentação voltara a engordar? Aguardo uma resposta ! Obrigada !

    ResponderExcluir
  41. Lucimara: nunca afirmei que low carb / páleo é a única forma de perder peso. Se você cortar uma perna fora, ficará bem mais leve. Se ficar 14 dias comendo só sopa, perderá peso rapidamente. A questão é: 1) é saudável? 2) é sustentável no LONGO prazo?


    Se sua amiga voltar a comer o que comia antes de perder 22 Kg, ela engordará novamente, é óbvio. E ela não comerá shake e bolacha de água e sal o resto da vida, é óbvio.


    O que eu acho do cardápio? Eu me jogaria de uma ponte, mas não viveria o resto da vida comendo isso. Ainda mais sabendo que posso comer bem e até o limite da saciedade, comida de verdade, como a salada com azeite + frango com ovos que comi hoje no almoço, seguido de café com nata, e manter a forma sem passar fome, há ANOS.


    Lebre-se: COMIDA DE VERDADE: shake e bolachas mugem, balem, cacarejam, nadam ou fazem fotossíntese? Não? Então não coma. Coma plantas. Coma bichos. Coisa sem rótulo. Coisas que precisam ser mortas. Coisa que estragam fora da geladeira. Comida. Algo você tem que disputar com as bactérias e fungos, comer antes que eles comam. Não essas coisas sintéticas que não estragam nunca, pois são tão desprovidas de valor nutricional, que nem mesmo bactérias e pragas consomem. COMIDA é um SER VIVO. Lembre-se disso.

    ResponderExcluir
  42. Dr. o que geralmente o senhor observa e leva em consideração quando é apresentado algum novo produto com rótulo? atualmente eu levo em conta a presença de lecitinas, quantidade de carboidratos, açúcar, gordura vegetal, glúten, amido, maltodextrina.. já dá pra escapar de muita "coisa" que é vendido por ai

    ResponderExcluir
  43. Atualmente, as únicas coisas com rótulo que consumo são nata, linguiça, manteiga e castanhas. Posso estar me esquecendo de algo, mas é porque devo usar muito pouco.


    Em 5 de agosto de 2013 13:50, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  44. Dr. Souto eu tenho má circulação principalmente nas perna e pés (quando pressiono algo no pé , por exemplo , fica uma cor mais clara ) , não sinto dor nem nada , só fica roxo . Já sou adepto da LCHF há 3 meses . Essa má circulação teria relação com a minha alimentação , que antes era muiito alta em carbos refinados ? Obrigado

    ResponderExcluir
  45. Sim, é provável. Espero que ainda melhore bastante, com seu novo estilo de vida (inclua exercício)


    Em 5 de agosto de 2013 14:02, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  46. Dr. to surpreso com a quantidade de manteiga consumida pelos amigos que comentaram. Por favor, indique pra mim o caminho para entender a síntese dessa necessidade dessa quantidade tão elevada de gordura.

    ResponderExcluir
  47. Eles têm fome, e comem. Para comer tudo isso, devem estar fazendo o café com manteiga da Patrícia, que substitui uma refeição inteira. Se vc come 50g de manteiga no café da manhã, não precisa mais nada até o almoço. É LCHF. Lembre-se, HF.

    ResponderExcluir
  48. Caro Dr. Souto, tenho acompanhado seu blog a quase um ano e gostaria de parabenizá-lo pelo excelente trabalho. Lí praticamente todo o blog e terminei a alguns dias a leitura do livro "Barriga de Trigo". Sou médico também, trabalho para o SUS como médico de família e sou titulado pela minha sociedade médica. Tenho 15 anos de profissão e nunca me deixei levar pelo dogmatismo que domina a maioria dos colegas. Seu blog tem sido fundamental para consolidar minhas idéias e estimular mudanças de paradigma no meu trabalho. Eu gostaria, caso você disponha de algum material, que compartilhasse conosco sobre opções low-carb de baixo custo, já que lido com pessoas com baixo poder aquisitivo. Outra dúvida é a respeito da prática médica, você não teve problemas em seguir na contra-mão dos protocolos, mesmo amparado por vários estudos? Abraço.

    ResponderExcluir
  49. O que o sr. recomenda com HF no meu caso. 1,76m, 77kg, 31a., não pratico esportes nem quero ficar musculoso. Meu trabalho não requer esforço físico. Tenho uma barriguinha meio flácida e ainda um pouco protuberante que quero eliminar.Há dois anos não faço Hemograma, por isso não sei qual é o nível do meu colesterol.

    ResponderExcluir
  50. Helder: que bom! Vc quer me passar seus dados para eu colocar na lista de profissionais??

    Baixo custo - enfatizo muito os ovos. Carne não precisa ser filé - uma boa carne de panela, carne assada na panela de pressão, galinha (paradoxalmente, nas regiões mais pobres as pessoas têm acesso às galinhas mais autênticas - as que elas mesmo criam!). Enfim, dá pra fazer.

    AINDA não tive problemas - me forro de evidências, vai ser difícil me encarar! Abraço,

    Souto


    Em 5 de agosto de 2013 15:03, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  51. Faça seu s exames antes e depois. HF significa não fugir nunca da gordura natural dos alimentos. A quantidade é regida pela fome. E a fome diminui com low carb. HF significa frango com pele, carne com gordura, ovos, nata, enfim, tudo de bom, além da salada em abundância.


    Em 5 de agosto de 2013 15:16, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  52. Parabens Dr Souto. Como colega cardiologista posso dizer que há anos todos recebemos uma verdadeira "lavagem cerebral" das Sociedades Americana,Européia e Brasileira de Cardiologia .Inclusive somos efetivamente obrigados a seguir estas diretrizes, sob pena de sermos processados por "má prática médica" !
    Julgo que com sua sua atitude, clara e corajosa ,o sr está colaborando para desmistificar este processo,ajudando a classe médica a ter mais senso crítico em relação à chamada medicina baseada em evidências científicas
    Muito obrigado pelo excelente conteúdo do blog. Indico-o para todos :
    informação é poder!
    Dr Alvaro Pacheco

    ResponderExcluir
  53. Quanto a isso tudo bem Dr., tenho seguido essas dicas de alimentação LCHF e me sinto muito bem, tenho conseguido até fazer jejum intermitente, mas parei porque não faço musculação. O que me assustou foi a ingesta de manteiga pura dos amigos. Mas entendi agora o porque. Lendo uma das postagens do sr. onde fala sobre a sua porcentagem de gordura corporal e fiquei impressionado. 12% é uma boa meta para mim. O que o sr. recomenda que eu faça em termos de alimentação e exercícios para atingi-la? Obrigado pela disposição em me esclarecer as dúvidas.

    ResponderExcluir
  54. Eu que agradeço, Álvaro! Vc pratica onde? Quer que eu liste seu nome na lsta de profissionais do blog? Basta me mandar os dados.


    Em 5 de agosto de 2013 16:06, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  55. LCHF + http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/12/exercicio-sim-mas-nao-o-que-lhe.html + http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/07/exercicio-e-emagrecimento.html

    Em 5 de agosto de 2013 17:08, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  56. Olá, Dr. Desculpe-me perguntar, mas faço low carb há 9 meses. Nunca tive colesterol alto. Refiz meus exames e está tudo ótimo, menos o colesterol... Está 277, sendo HDL 70, LDL 184. O que devo fazer? Obrigada!

    ResponderExcluir
  57. Teresa Cavalcanti5 de agosto de 2013 17:58

    Como dizem por aí.. "contra fatos, não há argumentos" (:

    ResponderExcluir
  58. Teresa Cavalcanti5 de agosto de 2013 17:59

    Não consome azeite ou óleo de coco?

    ResponderExcluir
  59. Obrigado Dr. Souto. Vou ingressar numa academia. HIIT urgente! Suas instruções e conselhos estão salvando vidas. Vamos juntos rumo a uma vida mais saudável e sem sofrimentos desnecessários a curto e longo prazo. Abraço.

    ResponderExcluir
  60. Claro, mas aí não precisa rótulo...
    Em 05/08/2013 17:59, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  61. Opa! Acabo de ler os post de colesterol e vi algumas pessoas perguntando o mesmo que eu e vi sua resposta, sugerindo exames. Acontece que resolvi olhar os exames q fiz antes de começar e:
    Colesterol total foi de 238 para 277
    HDL foi de 50 para 70
    LDL foi de 149 para 184
    Ou seja, ñ subiu tanto assim. Já estava um pouco alto. Então minha pergunta é: devo me preocupar? Ou devo pensar como disse em Colesterol II (salvo engano): não se preocupar com o número do colesterol? Obrigada novamente!

    ResponderExcluir
  62. E trigliceridios baixou muito de 150 para 117!!!

    ResponderExcluir
  63. Eu festejaria o resultado, se fosse você. A relação Col/HDL baixou muito.

    Em 5 de agosto de 2013 20:41, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  64. Festejaria mais ainda.


    2013/8/5 Disqus

    ResponderExcluir
  65. Teresa Cavalcanti5 de agosto de 2013 23:19

    Mas tem rótulo nos que eu compro =P
    Por que castanhas entram na lista? Compra aquelas em saquinhos industriais? Eu compro na feira!


    Fui pensar no que compro de coisas "industrializadas" e fiquei impressionada, tão pouco se comparado a antes: chocolate, manteiga, creme de leite, queijo, peito de peru e coco ralado (vem num saquinho industrial, acho que conta). O resto é tudo legumes, peixe e ovos =D #rumoàpaleo!

    ResponderExcluir
  66. Incrível, não? Tenho que comprar castanhas em saquinhos de 50g. É uma trigger food pra mim - se comprar bastante, como bastante - cada um tem seus pontos fracos :-)

    Nem conto como rótulo algo com nenhum ingrediente acrescentado. Tipo: ingredientes: coco. Ou: ingredientes: nata.
    Em 05/08/2013 23:19, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  67. Teresa Cavalcanti6 de agosto de 2013 10:16

    Nossa, eu tenho sacos de amêndoas, castanhas e pistache em casa! Mas eu tenho muito porque faço farinha para usar em panquecas e sopas.


    Aliás, dá para fazer sopas e cremes super saborosos usando leite de castanhas no lugar de creme de leite! E para fazer o leite, basta deixar as amêndoas ou castanhas de molho por uma noite e depois bater com água no liquidificador e coar (: E os restos que ficam na peneira podem ser utilizados também. Eu uso como base de panqueca.

    ResponderExcluir
  68. Aline Doce Gonçalves6 de agosto de 2013 11:13

    Doc, Acho simplesmente heroica a atitude de remar contra a maré, estudar religiosamente e se dispor até mesmo a encarar a comunidade médico/científica! fantástico! Gostaria de saber se câimbras podem ter alguma relação com a cetose e se há um tempo máximo pelo qual o organismo permanece neste estado. Obrigada!

    ResponderExcluir
  69. Flávio Ricardo Custódio6 de agosto de 2013 12:34

    DOUTOR JOSE CARLOS VI EM UM SITE QUE A cetona é produzida quando não há insulina suficiente para colocar o açúcar dentro das células e esse ser usado como energia. Sem insulina suficiente, o açúcar acumula sangue, como o corpo não consegue utilizar o açúcar, ele utiliza a gordura, que é fonte secundária de energia .Liberando cetona .Pode ser sinal de diabetes ,ISSO PODE A CONTECER

    ResponderExcluir
  70. Olá Aline.

    Para cãibras óxido de magnésio 200 a 400 mg à noite. LCHF tem efeito diurético, por isso as vezes é preciso repor Mg. Mas veja bem se não está fazendo apenas LC. Portanto, as cãibras estão relacionadas a diurese da dieta. Pode acontecer em LCHF ou em cetose ou mesmo em quem não faz restrições de carbs.
    Acordamos todos os dias em cetose, e não é fácil permanecer nela! O tempo máximo quem vai decidir é você pela quantidade de carbs que vai ingerir. Uma dieta cetogênica usa muitas gorduras, proteínas moderadas e baixíssimo carbs.

    ResponderExcluir
  71. Em geral é falta de sal e magnésio na fase inicial. Sal, basta usar mais. Magnésio, sugiro usar 400 a 500 mg ao dia (óxido de magnésio, encontra-se nas farmácias).
    Em 06/08/2013 11:13, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  72. Que coisa menina, temos que ficar de olho! Procurar mais de uma opinião.

    ResponderExcluir
  73. Olá Flávio.

    Não entendi muito bem o que você postou , mas transcrevo abaixo um comentário do Dr. Souto sobre o assunto:

    "Como costuma acontecer nesta área, o que vc ouviu dizer está errado. As cetonas são o produto da oxidação dos ácidos graxos (gordura) pelo fígado. Não são subprodutos tóxicos, são uma fonte de energia ideal para nossas células. Ao contrário da glicose (que tem 6 carbonos), que precisa ser metabolizada através da glicólise para das origem a um composto de 2 carbonos que possa entrar nas mitocôndrias para nos fornecer energia, os corpos cetônicos são compostos de 2 carbonos que passam facilmente através das membranas e podem ser oxidados diretamente nas mitocôndrias. São tão bons que estudos mostram que os neurônios quando expostos a glicose e a corpos cetônicos, oxidam preferencialmente estes últimos.

    Todos nós dependemos dos corpos cetônicos para os períodos de jejum natural, como o sono por exemplo. Durante o sono, são os corpos cetônicos que nutrem boa parte de suas células - são compostos completamente normais e não tóxicos e que todos possuímos e usamos diariamente.

    O que acontece é que as pessoas confundem cetose nutricional com CETOACIDOSE DIABÉTICA. A cetoacidose ocorre no diabetes tipo I, aquela situação em que o pâncreas simplesmente não fabrica mais nenhuma insulina. Como a insulina é necessária para manter a gordura dentro dos adipócitos (e é por isso que ao baixarmos a insulina, emagrecemos!), a ausência TOTAL de insulina leva a uma liberação maciça de ácidos graxos na circulação. O fígado faz o que pode, transformando aquilo tudo em corpos cetônicos - DEZ A VINTE VEZES MAIS do que a quantidade que se obtém em uma cetose pela dieta. Como estes compostos tem um pH ácido, isto leva a uma acidose metabólica, que é fatal se não tratada imediatamente.

    O rim filtra o sangue, deixando passar tudo o que não for muito grande (como hemácias e albumina, por exemplo). Nos túbulos
    renais, células especializadas reabsorvem aquilo que é de interesse do corpo, como glicose, aminoácidos, cálcio, e corpos cetônicos. Sim, corpos cetônicos. Eles não são tóxicos, não são subprodutos, são uma fonte de energia melhor do que a própria glicose, e o rim se esforça por evitar que eles sejam perdidos na
    urina. O que vc consegue medir na urina são os menos de 5% dos corpos cetônicos que o rim deixa escapar. Mas, com o passar das semanas, o processo torna-se mais eficiente, e a cetonúria se torna indetectável - vc poderá estar em cetose, mas terá que medir no sangue para saber."

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/09/materia-do-g1-perdeu-83-kg-em-1-ano.html#comment-787523932

    ResponderExcluir
  74. Flávio Ricardo Custódio6 de agosto de 2013 14:08

    Oi Patrícia , é um grande prazer falar com você , como a estou a 5 dias fazendo LCHF , ainda tinha algumas duvidas , mas seu texto foi esclarecedor , antes de começar eu já estava em uma dieta hipocalórica e fazendo esteira 6 dias na semana e consegui emagrecer 9 kilos , ai conhecendo o blog fiquei mais empolgado e super determinado , já mudei toda minha alimentação ,

    CAFÉ DA MANHÃ: ovos mexidos na manteiga com mussarela e mortandela e café com adoçante de sacralose zero cal .

    ALMOÇO: salada de acelga , cenoura ralada e carne com a própria gordura .

    MEIO DA TARDE SE DER FOME : algumas castanhas do para 3 ou 4 , e uma maçã

    JANTA: também salada de acelga , cenoura ralada e frango com pele .
    pelo que estou comendo o único carboidrato que está entrando é só dos vegetais , e da castanha e maçã ,
    praticamente estou comendo só isso , e já sinto a fome cada vez mais distante , como estou no começo ainda sinto uma leve tontura , mas nada grave , Patrícia você acha que está legal esse modo ,será que assim eu vou entrar em cetose , não me preucupo com isso
    mas a minha disposição é outra , agóra estou fazendo musculação 2 x por semana e meia hora de esteira
    4 x , sábado me pesei e estava com 118,8 , ontem medi minha circunferência abdominal e já perdi mais um centímetro , estou super empolgado , determinado e feliz . Você aconselharia mais alguma coisa ou posso continuar assim mesmo , fico grato pela sua atenção e
    do Drº J.C.Souto , obrigado e fico no aguardo .

    ResponderExcluir
  75. Parece tudo muito bom! 5 dias é pouco para avaliar qualquer coisa, mas vc mesmo já viu melhoras na sua disposição.
    Não tem como dizer se vai entrar em cetose ou não, não se preocupe mesmo! Se sentir fome, acrescente mais gordura, cozinhe com banha, acrescente azeite depois de pronto. Se eu comer uma maça sem ter comido proteína e gordura antes, certamente vou ficar com fome. Frutas são melhores como sobremesa do que lanche. Prefira frutas silvestres como morango e as mais oleaginosas como abacate e coco.
    Sobre exercícios físicos, leia aqui: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/07/exercicio-e-emagrecimento.html

    ResponderExcluir
  76. Flávio Ricardo Custódio6 de agosto de 2013 14:37

    obrigado Patrícia , vou fazer isso mesmo , e sempre vou colocando minha progressão aqui e contando tudo , abraços

    ResponderExcluir
  77. Flávio, está completamente errado. Se o açúcar fosse se acumular no sangue, a insulina subiria, e a insulina subindo, não se produzem corpos cetônicos. No diabetes tipo I, não há produção de NENHUMA insulina, e acumulam-se açúcar e corpos cetônicos no sangue, mas isso é NO DIABETES TIPO 1, uma doença grave e rara. Numa dieta low carb, o açúcar no sangue fica BAIXO (afinal, vc não consome açúcar), e portanto a insulina fica BAIXA (o que é bom), permitindo que você use as gorduras (o que é bom, você emagrece), e a queima de gordura acelerada leva à produção de corpos cetônicos, que são ótimas fonte de energia para o corpo todo, inclusive para o cérebro.

    ResponderExcluir
  78. Teresa Cavalcanti6 de agosto de 2013 15:41

    Meio abacate + 2 cs de coco ralado + 2 quadrados de chocolate amargo (>70%) picados é uma delícia de lanche (:

    ResponderExcluir
  79. Graças ao S.Jr já estou na lista de profissionais,ele pediu a vc!
    Trabalho em Curitiba, basicamente como clínico focado na medicina preventiva, e o LCHF veio de encontro ao que eu acredito!
    Abc
    Alvaro

    ResponderExcluir
  80. Ah, é mesmo!! Agora que eu vi. Obrigado!

    ResponderExcluir
  81. Flávio Ricardo Custódio6 de agosto de 2013 17:18

    Oi doutor , fico bem mais tranquilo , to pegando firme no estilo de vida LCHF , e uma determinação que antes nunca tive em outras tentativas de tentar emagrecer , e sua ajuda não só para mim mas para todos que acompanham o blog , é uma coisa sem palavras , uma benção , minha auto estima aumentou , meu paladar já não está sentindo falta do que eu comia antes , e vejo que só tem a melhorar cada vez mais daqui pra frente , mais uma vez fico agradecido pelos seus conselhos , obrigado Drº J.C. Souto , e estou nessa luta com o senhor , Abraços .

    ResponderExcluir
  82. Flávio Ricardo Custódio6 de agosto de 2013 17:22

    Nossa parece uma delícia Teresa , vou experimentar sim , obrigado .

    ResponderExcluir
  83. Obrigado, Flávio! Fico feliz.


    Em 6 de agosto de 2013 17:18, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  84. Olá! Ainda tenho várias dúvidas e estou lendo todo o blog novamente, postagem por postagem, e, principalmente os comentários, além do livro Why We Get Fat (só que meu inglês tá enferrujado e estou lendo bem devagar).

    Bom, comecei cortando os "trigos", arroz, feijão e carbos simples. Fiquei com legumes, frutas de manhã apenas, muitas saladas e todas as carnes, além das oleaginosas nas horas em que dá fome à tarde (cada dia menos fome, por sinal). E, claro, muitos ovos!
    Já tem 1 mês e alguns dias e perdi 1,5kg apenas, mas não me importo no momento. Mesmo querendo perder bem mais ainda (uns 8kg), eu finalmente encontrei uma forma de me alimentar que posso levar para o resto da vida! Além do mais, eu quero mais do que apenas "perder peso". Eu quero perder massa gorda (muita massa gorda, pois tenho 1,57 e peso atualmente 61,5kg, sendo que desses quilos uns 15 são de massa gorda) e manter e/ou ganhar massa magra!

    Senti melhoras na azia (nem me lembro o que é isso, só quando como algum doce), pele, clareza mental, menos sonolência, mais disposição e quase zero fome. E olha que dou minhas escapadas (eu sou alucinada com chocolate, e tenho pecado na quantidade). Enfim, nada a reclamar.
    Mas aconteceu apenas 1 coisa: eu faço musculação 3x na semana e minha força diminuiu muito, mas muito mesmo! A recuperação muscular após o exercício também está muito lenta (se antes eu ficava meio dolorida apenas com a troca da ficha, hoje fico 1 semana ou mais sentindo dores nos músculos trabalhados).


    Então fica a pergunta: é normal perder um pouco de força até o corpo se adaptar à nova alimentação? Ou será que eu devo acrescentar alguma coisa?



    Desde já agradeço ao Dr. Souto por disponibilizar tanta informação de qualidade. Já está mudando minha vida, em todos os sentidos! Obrigada!

    ResponderExcluir
  85. Muito bom, Michele.

    Eu apenas não comeria a fruta no café da manhã. Deixe a fruta para sobremesa, pelo mesmo motivo que vc não bebe de estômago vazio - para não absorver (no caso, o açúcar) rápido demais.

    É NORMAL perder força no início. Depois volta. Umas 6 semanas pode levar.

    Em 6 de agosto de 2013 17:32, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  86. Obrigada, Dr. Souto! Andei pensando nisso mesmo, até porque quando como meus ovos com bastante manteiga às 7 da manhã, tenho mais dificuldade pra almoçar (zero fome às 11 da matina)...


    Vou aguardar essa "fraqueza" passar, aumentando o intervalo entre os exercícios durante a semana. Obrigada!

    ResponderExcluir
  87. doutor e Páricia , poderia me tirar uma duvida uso 2 temperos para temperar carnes e aves , um é colorífico e outro sazon vermelho , vi que o colorífico contem fubá enriquecido com ferro , o sazon tem glúten , quanto aos dois sera que tem problemas para quem está fazendo
    low carb , fiquei sismado , pois quero fazer tudo certinho , obrigado

    ResponderExcluir
  88. Olá Nick.


    Eu uso um coloral que compro na casa Sta Helena (SP) que é puro. Eu acredito que é mesmo, porque não posso nem colocar em vasilhas plásticas que tudo fica vermelho! Eu não creio que esse fubá vai atrapalhar, porque vc não usa uma colher de sopa né? Quanto ao Sazon o problema que vejo é o glutamato monossódico. Veja bem, eles dizem realçar o sabor dos alimentos, mas na verdade ele dilata as papilas gustativas! E isso provoca fome. Use temperos naturais, é melhor!

    ResponderExcluir
  89. Michele, passei tb por esse período de fraqueza no início da dieta low carb. Com pouco mais de 1 mês após o início da dieta, voltei a ter o mesmo rendimento na prática de exercícios (no meu caso, corro 3x por semana distâncias entre 7 km e 12 km). Durante a fase de adaptação reduzi a distância e a velocidade da corrida para evitar mal-estar.

    ResponderExcluir
  90. Oi Patrícia bom saber , essa casa sta helena é no centro de são Paulo ? , sobre o Sazon já tava pensando em parar mesmo , agóra paro vez , rsrsrs , obrigado Patrícia , eu tendo alguma novidade eu posto , e assim vamos trocando experiências , abraços .

    ResponderExcluir
  91. Eu pratico corrida e também senti queda do rendimento no início. Quando o organismo se adaptar o rendimento volta ao normal.

    ResponderExcluir
  92. Fica na Zona Cerealista. Meus temperos todos compro por lá. Vale a pena conhecer!

    ResponderExcluir
  93. Alexandre, eu estou percebendo isso agora, a força está voltando aos pouquinhos, bem devagar mesmo. A recuperação muscular ainda tá mais lenta (nunca tinha ficado tão dolorida por tanto tempo após trocar a ficha da musculação). Mas me tranquiliza saber que isso é normal! Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
  94. Dr. Souto, qual a suplementação recomendada pra quem faz paleo/low carb. não consegui chegar a um consenso. Consigo mensurar meus níveis séricos de vit D, mas qual o valor de referência? Quando de ômega 3? Já como ovo caipira e muito azeite, mas existe como monitorar minha relação sérica de ômega 3 e 6? quais outros suplementos seriam interessantes? vejo muita informação e pouca conclusão.
    Ps: nos EUA eles já medem as frações do LDL, vc sabe se já é feito aqui também?

    ResponderExcluir
  95. Vit D, mínimo 40.
    O resto, q eu saiba, não se mede por aqui
    Em 07/08/2013 13:17, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  96. Enquanto isso, no portal de um grande conglomerado...
    http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/2013/08/colesterol-pesquisa-revela-que-20-dos-jovens-tem-doenca-em-nivel-alto.html

    ResponderExcluir
  97. Não adianta, eu não vou desistir!!
    Em 07/08/2013 13:59, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  98. Certo Dr. Estamos juntos!

    ResponderExcluir
  99. Oi douto e Patrícia tenho 2 duvidas , comprei hoje coco e abacate , essas são frutas que posso comer sussegado como lanches da tarde ou da noite , vi que eles tem alguns carboidratos também , e a outra dúvidas é sobre a salsicha perdigão e linguiça aurora , posso também considerar elas como alimento paleo , e consumir sem medo , fico no aguardo , obrigado amigos

    ResponderExcluir
  100. aaa , também comprei uma lata de creme de leite nestle , para comer com coco picado e adoçante de sucralose , vc acha uma boa também , obrigado de novo

    ResponderExcluir
  101. Ainda bem né, porque eu tbm não!!!

    ResponderExcluir
  102. Nick, os carbs dessas frutas são mínimos, fique tranquilo. Use salsichas, linguiças, presuntos, frios em geral para lanches. Não faça deles sua principal refeição. E lembre sempre de comer ATÉ ficar saciado, sem ultrapassar o limite da fome. E sempre capriche nas boas gorduras (banha, azeite, manteiga, óleo de coco, etc)

    ResponderExcluir
  103. quem bom saber Patrícia , fico feliz , já uso a manteiga com ovos de manhã e muito azeite extra virgem em tudo que como de vegetais , obrigado e abraços .

    ResponderExcluir
  104. Desserviço do Uol: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/08/08/cerca-de-40-dos-brasileiros-tem-colesterol-elevado-veja-mitos-e-verdades.htm

    ResponderExcluir
  105. Quando sai algo que preste, eu posto aqui - e isso acontece cada vários meses...
    2013/8/8, Disqus :

    ResponderExcluir
  106. Ola,
    Gostaria de saber dicas dos melhores sites/blogs em inglês na linha baseado em evidências. Recentemente tenho lido o blog do Peter Attia, que tem bastantes referências científicas, e tenho gostado bastante. Nessa linha, com muita referência a teoria e a estudos, alguma outra sugestão pessoal?

    ResponderExcluir
  107. Thiago, vc que pediu!!!


    http://rdfeinman.wordpress.com/
    http://high-fat-nutrition.blogspot.com.br/
    http://caloriesproper.com/
    http://www.cavemandoctor.com/
    http://www.proteinpower.com/drmike/
    http://www.ketotic.org/



    Médico??

    ResponderExcluir
  108. Opa, bacana demais!!
    Sou sim, médico do trabalho!!
    já gostei de cara desse ketotic
    Muito obrigado mais uma vez

    ResponderExcluir
  109. já estás na minha lista?


    2013/8/8 Disqus

    ResponderExcluir
  110. Ainda não Dr. Souto,
    Estou em fase de aprendizado, ainda não me considero referência na matéria paleo/low-carb profissionalmente falando. No futuro próximo me sentirei orgulhoso de integral a lista.
    Obrigado pelo convite!!

    ResponderExcluir
  111. Ok, mas pensa o seguinte:

    1) tem gente na lista que sabe muito menos.
    2) todos os outros médico do Brasil que praticam a conventional wisdom sabem MUITO menos.
    3) cada um que for lhe consultar e sair com uma orientação low carb e não uma estatina+ metformina terá um benefício incalculável.

    Não precisa ser nenhum expert...
    Em 08/08/2013 21:31, "Disqus" escreveu:

    **
    [image: Disqus] Settings
    A new comment was posted on Dieta Low-Carb e Paleolítica ------------------------------ *Thiago Lovalho*
    Ainda não Dr. Souto,
    Estou em fase de aprendizado, ainda não me considero referência na matéria paleo/low-carb profissionalmente falando. No futuro próximo me sentirei orgulhoso de integral a lista.
    Obrigado pelo convite!!

    8:31 p.m., Thursday Aug. 8
    * Reply to Thiago Lovalho * Moderate this comment by email

    Email address: *thiagoglovalho@gmail.com* | IP address: 177.1.86.89

    Reply to this email with “Delete”, “Approve”, or “Spam”, or moderate from the *Disqus moderation panel*.


    Thiago Lovalho’s comment is in reply to *J. C. Souto*:
    já estás na minha lista?

    2013/8/8 Disqus

    Read more ------------------------------

    You're receiving this message because you're signed up to receive notifications about activity on threads authored by jcsouto.

    You can unsubscribe from emails about activity on threads authored by jcsouto by replying to this email with "unsubscribe" or reduce the rate with which these emails are sent by adjusting your notification settings.

    [image: Disqus]

    ResponderExcluir
  112. Ok Dr. Souto,
    Estarei provisoriamente em Costa Rica - MS até Outubro, quando vou em definitivo pra pra São Paulo - SP,
    Thiago Goulart Lovalho
    CREMESP 154.448
    thiagoglovalho@gmail.com
    Seu ponto de vista novamente me convenceu, pode me acrescentar à lista.

    ResponderExcluir
  113. Dr Souto . A polpa do coco (a parte branca) pode ser consumida todos os dias . É rica em gorduras , tem bastante fibras , pouco carb . É que eu prefiro comer a polpa do coco do que consumir o óleo de coco . O que acha?

    ResponderExcluir
  114. Acho ótimo
    Em 09/08/2013 12:26, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  115. Ótimo, já coloquei vc lá! Quando mudar de endereço, apenas me avise, ok?

    Em 8 de agosto de 2013 21:59, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  116. Dr . Souto , desculpe a minha ignorância , mas estou com uma dúvida cruel .
    Vamos supor que a pessoa em questão queira perder gordura , caso ela esteja fazendo uma dieta LCHF , como que ela perderia gordura se ela está usando a gordura da comida para obter energia ? Um jejum intermitente mais prolongado seria uma opção para o corpo usar a própria gordura estocada como energia ?
    Lembrando que eu sou adepto da LCHF , e quero perder mais gordura corporal , e me bateu essa dúvida .
    Obrigado

    ResponderExcluir
  117. Pq vc come menos gordura do que a necessária para seu gasto calórico diário (pois a gordura e a proteína são muito saciantes). Se vc gasta 3000 calorias por dia e come 2600, 400 virão da SUA gordura. Como sua insulina está baixa, isso é facilitado. Se vc estivesse comendo a mesma quantidade (2600) de carbs, a insulina elevada dificultaria tremendamente o uso de sua própria gordura, e vc ficaria morto de fome até comer as 400 calorias. Em 11/08/2013 21:05, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  118. Então comendo os alimentos certos , inconscientemente eu como menos . E um jejum intermitente mais longo de 36 hrs ou mais , seria um método eficiente para otimizar a perda de gordura ?

    ResponderExcluir
  119. Seria, sim.
    Em 11/08/2013 21:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  120. E o nosso chimarrão, Dr. Souto e Patrícia? Costumo fazer jejum aos sábados e domingos de até 18h. Janto na sexta-feira às 20h e só vou almoçar às 14h do sábado, repetindo isso no domingo. Chego a consumir 2 litros de chimarrão ( por dia e com erva sem açúcar, é claro...) nestes períodos. Indicado ou contra-indicado? Sou adepto ao LCHF há mais de 1 ano e nunca me senti melhor em toda minha vida. Já perdi 15kg e 20cm de abdome. Dou umas escapadas bem esporádicas e, mesmo assim, venho mantendo meu peso tranquilamente. Grande abraço e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  121. Chimarrão é muito páleo, tchê!
    Em 22/08/2013 00:18, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  122. Ala maula!! Essa notícia é boa uma barbaridade, tchê!! Hehehe!! Muchas gracias, Dr. Souto!!

    ResponderExcluir
  123. Concordo com os argumentos e aplaudo essa maravilhosa postagem e analogia.

    Essa reportagem é um belo complemento a esse excelente texto.

    http://super.abril.com.br/saude/verdades-inconvenientes-industria-remedios-622410.shtml

    ResponderExcluir
  124. Veja no link abaixo que não é somente o que tange a nutrição que envolve conflitos de interesse. A relutância no uso de Vitamina D para tratar esclerose múltipla tb mostra claramente esse conflito:

    - Tratamento convencional - Custo mensal 11 mil reais
    - Tratamento com vitamina D - Custo mensal 50 reais
    - Acessar o blog do Dr. Souto - Não tem preço!

    http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1096497-terapia-polemica-usa-vitamina-d-em-doses-altas-contra-esclerose-multipla.shtml

    ResponderExcluir
  125. Doutor, mede sim.

    No Rio tanto o VAP quanto o NMR são feitos no laboratório Richeter.

    http://richet.com.br/heliomagarinos/nmr-lipo-profile-analise-especializada-do-colesterol-e-do-risco-cardiovascular-2/

    O VAP custa uns R$160, e o NMR mais de R$500, e poucos planos de saúde cobrem.

    ResponderExcluir
  126. OPA!!!!!!!!


    2014-08-07 15:29 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  127. Nossa Dr Souto, com tantas declarações polêmicas, você nunca recebeu algum tipo de ameaça jurídica, pessoal, etc? Porque de certa forma você está batendo de frente com grandes empresas, corporações entre muitos outros.
    Eu uma vez inventei de fazer comentários simples e bem explicados, inclusive citando você (médico) e referências, sobre a gordura e sobre os alimentos processados, mas pensa em um povo revoltado. Acho que a dependência química causada pelos carboidratos processados e açúcares, cria um certo fanatismo, que quando alguém comenta algo contra, é logo odiado.

    ResponderExcluir
  128. Talvez por você ser médico as pessoas te respeitam mais, tem mais considerações, mas como as pessoas te tratam quando você começa a comentar, conversar sobre esses assuntos polêmicos?

    ResponderExcluir
  129. Nunca. Mas quem poderia brigar com ensaios clínicos randomizados? Cada afirmação aqui está linkada a um artigo indexado no Pubmed...

    Sent from mobile phone
    Em 07/08/2014 20:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  130. A aceitação no meio médico tem sido estranhamente positiva - ao menos na minha frente (pelas costas, não sei).

    Sent from mobile phone
    Em 07/08/2014 20:33, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  131. contra fatos?? não tem jeito! ;)

    ResponderExcluir
  132. Boa Noite!!
    Sou novato no assunto, procurando informações minimas necessarias para entender e, sobretudo, aplicar o estilo de vida aqui proposto. Sempre achei mesmo que a carne nos trouxe onde estamos, e nao via razão para tanto frisson em relacao ao seu consumo. Portanto este blog esta trazendo as respostas que intuitivamente eu buscara, e que por ser leigo e absorvido pelas minhas demandas pessoais e profissionais, certamente nao conseguiria descobri-las sozinho, situação que suponho seja análoga à de vários outros leitores.
    Então gostaria de, primeiramente, expressar minha gratidão ao autor destas tão úteis e reveladoras postagens, como também lhe solicitar um esclarecimento em relação a um ponto que não consigo vislumbrar resposta: a cozinha tradicional Italiana é repleta de boa parte do que seria desaconselhável se alimentar. Mas não parece que por isso haja uma incidencia de males daí provenientes, muito maior que em outras culturas que não abusam tanto das massas, por exemplo. Faz sentido esta reflexão? Se sim por que os italianos não são mais severamente afetados que outros povos?

    Abs

    ResponderExcluir
  133. http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/08/tratamentos-e-causas.html

    Em 2 de setembro de 2014 23:14, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir