quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Entrevista em vídeo com Dr. Andreas Eenfeldt

O Rodrigo, do emagrecerdevez.com, conseguiu organizar um bate-papo de uma hora com o Dr. Andreas Eenfeldt, o médico sueco que mais se notabilizou naquele país pela divulgação das dietas low carb / high fat (LCHF), e autor do conhecidíssimo blog dietdoctor.com. Eenfeldt é um de meus ídolos, e sou muito grato por ter tido essa oportunidade de conversar diretamente com ele. O Rodrigo fez ainda o favor de legendar a entrevista!

Segue o vídeo:




75 comentários:

  1. Parabéns a todos, tudo muito esclarecedor........uma parte que ri muito foi quando o Dr. Souto disse "bem, desde 1970, os obesos perderam a força de vontade para emagrecer" rsrsrsrsrs não foram exatamente essas palavras, mas ele se referia ao fato de culpar o gordo e não a causa. A época que ele citou foi para brincar com a "coincidência" do novo estilo, menos gordura e mais carboidrato vindos, principalmente do trigo em todas as suas formas, e que causou essa epidemia de obesidade e sobrepeso.

    ResponderExcluir
  2. Exatamente. Veja, se o problema da obesidade é apenas ter força de vontade para se exercitar mais e comer menos, e se antes da introdução da pirâmide alimentar em 1977 as pessoas eram muito mais magras sem nem mesmo tentar, é porque houve uma epidemia de gula e preguiça a partir daquela data! Quantos mais a gente pensa sobre isso, vai ficando mais ridículo...
    Em 01/08/2013 09:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  3. Teresa Cavalcanti1 de agosto de 2013 09:44

    Nossa, eu ri bastante também nessa parte (;


    Eu gostei muito do podcast, mas confesso que queria que o dr. Andreas falasse mais! Achei ele um pouco contido nas respostas e metade do que ele respondeu foi "talvez" ou "é possível".


    Dr. Souto, gostei bastante de suas intervenções, sempre puxando para a parte mais científica da coisa, para não ficar tão informal a conversa, bom demais!

    ResponderExcluir
  4. Olá Dr. Souto, o vídeo é muito bom e só vem a reforçar o que o sr e Rodrigo têm mostrado. Podemos emagrecer de forma saudável e fugir dos mitos. Apenas uma dúvida ficou para mim. O Dr. Endfelt disso que o ômega 6 é mais nocivo do que a gordura animal saturada. O que o sr diria a respeito? É recomendável a complementação dos ômegas 3, 6 e 9 na dieta lowcarb? O Dr. Davis, no livro Barriga de Trigo disse ter recomendado óleo de peixe para seus pacientes, por isso passei a fazer tal complementação alimentar na minha dieta lowcarb. Na sua opinião, os ômegas são perigosos ou não? Ajudam o metabolismo? Agradeço a atenção e os esclarecimentos.

    ResponderExcluir
  5. Também sou muito grata ao quarteto por nos proporcionar tudo isto!

    ResponderExcluir
  6. completei o meu primeiro mês de LCHF. 6kg a menos e 7cm de cintura a menos. Sem fome, sem sofrimento. Parabéns pelo vídeo!

    ResponderExcluir
  7. Zurox Priscila Zuzubalandia1 de agosto de 2013 15:59

    Também tive essa impressão Teresa, principalmente quando o Dr. Souto mencionou a problemática da indústria farmacêutica (estatinas), esperava ouvir a opinião dele sobre o assunto! Mas foi ótimo mesmo assim!

    ResponderExcluir
  8. Dr., parabéns a você e ao Rodrigo por conseguirem esse tempo de uma celebridade mundial do mundo low carb, como o Dr. Eenfeldt, que tem seguidores até mesmo nos US.
    Isso mostra o prestígio e o alto nível do seu trabalho.
    O que vem depois? Umas palavras com Gary Taubes? hehe
    Ainda não terminei de ouvir, mas eu gostaria de (re)abrir a discussão sobre como popularizar este conhecimento no país. Talvez lutar por espaço na grande mídia? Infelizmente low carb tem a fama de ser uma dieta obscura e insustentável, apesar de todas as evidências contrárias.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Luis!

    ResponderExcluir
  10. A resposta que obtenho sobre isso é que as pessoas não tinham tanto conforto quanto hoje, não iam à padaria de carro.
    O melhor contra-argumento que encontrei foi perguntar se podemos comer qualquer coisa, inclusive viver de fast food, desde que façamos exercícios. Se não for possível, exercício não tem nada a ver com a epidemia de obesidade e diabetes.

    ResponderExcluir
  11. Obrigado! Estou bastante empolgado e focado. É uma pena que alguns sintomas de alergia vem aparecendo e a asma também aumentou um pouco. Acredito que seja pelos ovos e derivados do leite que consumo em maior quantidade.

    ResponderExcluir
  12. Olá Fernando,

    veja em http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/02/dieta-e-inflamacao.html



    abraço


    Othmar

    ResponderExcluir
  13. Como sou intolerante à lactose, sou meio radical com relação aos laticínios. E tem funcionado para mim restringí-los. Não sei de reações alérgicas à lactose ou caseína que se manifestem desta maneira (talvez o Dr. Souto saiba), mas isso é típico da ingestão de grãos. Não tem um pouco de trigo ou aveia escondido na dieta que passou despercebido?

    ResponderExcluir
  14. Teresa Cavalcanti1 de agosto de 2013 17:56

    Eu acho que é possível para alguns comer fast food, farináceos, açúcar etc sem engordar, contanto que se exercitem. Agora, não sei se no futuro não terão consequências. Como diz minha mãe: "enquanto se é novo, não se sente nada, quero ver daqui há uns anos…".

    Andei lendo o Primal Brasil esses dias e gostei muito de um texto que sintetizou bem o encaminhamento da dieta dos americanos (e do resto do mundo) para longe das gorduras. Fica a dica para quem nunca leu:

    http://primalbrasil.com.br/se-delicie-com-a-gordura-saturada-ela-e-boa-para-voce-parte-1/

    ResponderExcluir
  15. É meio difícil, por experiência própria. Eu fazia exercícios todos os dias e não perdia peso nenhum. E conheci algumas pessoas na academia que conseguiam engordar, mesmo se matando com spinning + esteira + musculação.
    Eu vi uma reportagem no History sobre um brasileiro que corre 100km em apenas um dia, e corre vários dias seguidos. E ele é gordo. Aliás, esse era o segredo de correr tanto: usar os depósitos de gordura como combustível. Mas continua gordo.

    ResponderExcluir
  16. O debate foi ótimo!
    Eu não conhecia o site do Dr. Andreas. É realmente muito bom!
    Achei ótimo os posts relacionados à alimentação de crianças e adolescentes (a filhinha dele é uma lindeza!).
    A minha filha (16 anos) come o mesmo que eu, com mais carbs. Claro que não é nenhuma perfeição (quisera eu...), mas a média é ótima. Já era magra antes e mantém o peso. Não tem medo nenhum dos ovos, nem das gorduras boas. Gosta da linha "natureba carnívora".
    Volta e meia alguém me cobra sobre a alimentação da minha filha. Acham que ela "precisa" de pizza, doces, pães, biscoitos, feijão...
    A ideia geral é que a dieta paleo pode até ser boa para mim, que tenho mais de 40 e sou "doente", estou acima do peso. Não acreditam que vou comer assim para sempre. Para crianças e adolescentes, magros ou gordos, a dieta é considerada é um veneno, porque todo mundo acha que nenhuma criança vai crescer saudável sem muitos grãos, farinha e açucar. Se engordarem, é só comprar leite desnatado que tudo se ajeita.
    Não faz sentido acostumar a molecada a comer porcaria, esperar que fiquem doentes, para só depois se preocuparem com os mesmos alimentos que causaram a doença.
    Se a gente ensinar os filhos a comer certo, eles não vão engordar, nem adoecer. Não é o maior presente que poderíamos dar a eles?

    ResponderExcluir
  17. Fernando, a ideia é fugir dos ômega 6 (óleos vegetais extraídos de sementes e margarinas). O 3, q tem no peixe e na carne de animais que pastam, é desejável.
    Em 01/08/2013 14:08, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  18. Muito estranho mesmo! O Luiz falou bem, os problemas respiratórios normalmente desaparecem tirando glúten e grãos.

    ResponderExcluir
  19. A alimentação está ok. Penso que possa ser também outro motivo, ácaro, frio, cortisol (stress), poeira e pólen.

    ResponderExcluir
  20. Olá Dr. Souto, como vai? Sigo seu site há varios meses inclusive suas dicas. No entanto, hoje li artigos de um médico chamado Michael Greger e gostaria da sua opinião sobre os estudos citados por ele, que mesmo o consumo de 1 ovo diariamente causará inflamação endotelial. Eu como as vezes 10 ao dia e me assustei um pouco. Forte abraço, Leandro

    ResponderExcluir
  21. Desde a infância fui obeso(devido á ansiedade e genética), cheguei a limite aos 19 anos, pesando quase 190 Kg para 193 cm de altura e praticamente não saindo mais de casa(neste tempo, parei de estudar, ter contato com os amigos, apenas comida, televisão e cama faziam minha rotina).
    Minha mãe dizia que bastasse eu começar a trabalhar que eu iria emagrecer. Resolvi seguir seu conselho e consegui um emprego em um lugar que nunca passaria pela minha cabeça trabalhar: Em uma transportadora tendo como cargo o trabalho braçal. As custas de muito sofrimento, jejum prolongado, um esforço físico enorme( eu mal conseguia subir nos caminhões) e força de vontade(em Deus principalmente) alcancei em menos de um ano os 89 Kg, más infeliz, pois minha compulsão por comida continua até hoje, mantenho o mesmo peso ainda, mas a duras custas de uma dieta de aproximadamente 500 Cal/Dia durante os 6 primeiros dia para uma perto de 8000 Calorias no domingo(prize day).
    Então descobri esta dieta, só que agora em vez de "sonhar" com um enorme pedaço de pizza, sonho com uma enorme costela gaúcha e tudo quanto é tipo de corte bovino/suino que possas imaginar. Não sei que fazer, ainda por cima fui diagnosticado com TDAH.
    Desculpe não postar as fotos, pois nunca nunca me achei fotogênico e por isso tenho poucas fotos, mas estarei-o-as postando assim que possível.

    ResponderExcluir
  22. Me manda o artigo


    Em 1 de agosto de 2013 19:43, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  23. Olá Doutor. Segue o link. http://nutritionfacts.org/video/egg-cholesterol-in-the-diet/. A partir dele eu vi outros artigos do referido médico sobre carne, colesterol, gordura saturada, etc.

    ResponderExcluir
  24. Gostei muito, também do videocast apesar de achar o Dr Eenfeldt um pouco tímido nas respostas.
    Dr Souto tenho uma pequena dúvida sobre a alimentação low-carb. Não foi difícil pelo menos para mim cortar os sucos, sendo eles naturais ou não, ou refrigerantes na minha dieta, mas por outro lado acho que nunca nem na minha infância, tomei tanto leite integral como estou tomando agora, o que sabemos que também contém lá os seus carboidratos.Talvez uma forma de recompensa na retirada dessas outras bebidas.E neste caso isso pode vim a prejudicar de alguma forma em termos nutricionais o objetivo desta dieta low-carb, não só em termos de perda de peso mas na minha própria saúde?, pois venho percebendo algumas azias e se assim posso dizer uma leve má digestão principalmente se o tomo acompanhado com um tipo de gordura como carnes ou ovos antes de malhar. Não tenho nenhum tipo de intolerância a lactose, as vezes só não sinto que a digestão está ocorrendo naturalmente para que eu possa malhar com mais energia.
    Agradeço pelo blog e pela sua curiosidade em estar sempre aberto a entender que nada é em absoluto e se for para uma boa causa vale apena mudar os nossos paradigmas!

    ResponderExcluir
  25. Obrigado! Tomo cápsulas de ômega 3 diariamente. Confesso que não sabia que o ômega 6 vem dos óleos vegetais. É a velha técnica da mídia de rotular os produtos de modo a parecer o que não são. Agora fico aliviado. Até porque não sei se todas as carnes que consumo são de animais alimentados exclusivamente com capim.

    ResponderExcluir
  26. Obrigado Othmar! Sou meio novato no blog, por isso agradeço por me sugerir essa postagem. Abraço

    ResponderExcluir
  27. Dr. Souto, mais um texto animador que encontrei no site da O2...

    http://o2porminuto.com.br/materia/confira/conteudo/consumo-de-manteiga-vilao-ou-mocinho-8142

    ResponderExcluir
  28. Olá doutor Souto, estou um pouco preocupada, a quase 4 meses estou seguinda esta dieta, não como mais pão, arroz, feijão e claro muito menos doces, só de vez em quando saio fora da dieta, emagreci 6 kilos ainda falta 4, faço hidroginática duas vezes na semana, mas o peso estacionou já faz várias semanas, o que devo fazer??

    ResponderExcluir
  29. Olá Roseli

    É normal no começo ter uma perda contínua de peso. Pode não ter 'estacionado', pode ser que, de agora em diante o processo de perda fique mais lento .

    Pense o seguinte: quanto tempo levou para engordar?... Pois é, nesse processo de emagrecimento SAUDÁVEL não dá pra correr, tenha calma.

    Já tentou o JI? http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/jejum-intermitente.html

    leia aqui:

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/11/expectativas-versus-realidade.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/nao-e-tao-simples-o-set-point.html
    sobre exercícios físicos: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/07/exercicio-e-emagrecimento.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/12/exercicio-sim-mas-nao-o-que-lhe.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2011/12/por-que-o-exercicio-fisico-tambem-nao.html

    ResponderExcluir
  30. Patrícia,
    Vc sabe onde posso comprar cacau em pó de boa qualidade em São Paulo?
    Acho que vc já deve ter respondido isso, mas não achei...
    Bjs,

    ResponderExcluir
  31. Nilza, da Mavalério é ótimo.

    Em casas de artigos alimentícios de festa .

    http://www.mavalerio.com.br/

    http://www.mavalerio.com.br/onde-comprar.asp

    ResponderExcluir
  32. Leandro: é tão sem fundamento que nem sei por onde começar. O próprio pai da hipótese do colesterol, Ancel Keys, admitiu há mais de 50 anos que o colesterol da dieta não tem relação com o colesterol no sangue. E eu já expliquei em várias postagens que o colesterol no sangue também não tem correlação com doença cardíaca. Vc tem alguma dúvida específica em relação a isso?
    Em 01/08/2013 23:04, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  33. Dr., pelo que li no link, o médico apenas faz suposições sobre o assunto, mas não mostrou nenhum estudo comprovando a teoria (muito menos um estudo clínico e randomizado).
    Novamente é achismo.
    Concorda?

    ResponderExcluir
  34. Exato. Por isso perguntei se há alguma dúvida específica. São generalidades não substanciadas.
    Em 02/08/2013 18:34, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  35. Caro Dr. Souto. Obrigado por se preocupar em responder. Na verdade não é dúvida, até porque mudei minha alimentação e da minha família após conhecer seu blog e suas informações. Pra ser honesto não me importo muito comigo, mas fiz meus filhos também mudarem seus hábitos. Aí da forma como esse médico colocou, mostrando alguns estudos, que me fez lhe enviar a pergunta, sobre o que o Sr. achava.

    ResponderExcluir
  36. Uso o da Cacao Barry ou Mavalério. Os dois são muito bons. compro na Chocolândia ou na Central do Sabor.

    http://lojabondinho.com.br/index.php/chocolates/cacao-barry-plein-arome.html

    http://www.centraldosabor.com.br/site/produtos/816-cacau-callebaut-plein-arome-1kg.html

    ResponderExcluir
  37. Leandro: é difícil superar velhos paradigmas - dá medo, eu entendo.

    Eu tenho filhos, e não postaria nada aqui que eu não defendesse para eles.

    Leia o resumo abaixo. É um estudo pequeno, porém RANDOMIZADO, não esses estudos ridículos de correlação que o pessoal low fat usa. Este estudo nem low carb é (40% carbs), mas só de acrescentar ovos na dieta, o colesterol da pessoas diabéticas MELHOROU. Eu não sei mais o que fazer para convencer as pessoas disso. Escrevi um blog inteiro, dou o melhor de mim - socorro!!!

    Br J Nutr. 2011 Feb;105(4):584-92. doi: 10.1017/S0007114510003983. Epub 2010 Dec 7.

    Egg consumption as part of an energy-restricted high-protein diet improves blood lipid and blood glucose profiles in individuals with type 2 diabetes.

    Pearce KL, Clifton PM, Noakes M.

    Source

    Commonwealth Scientific and Industrial Research Organization (CSIRO), Food and Nutritional Sciences, Adelaide, SA 5000, Australia. karma.pearce@unisa.edu.au

    Abstract

    The role of dietary cholesterol in people with diabetes has been little studied. We investigated the effect of a hypoenergetic high-protein high-cholesterol (HPHchol) diet compared to a similar amount of animal protein (high-protein low-cholesterol, HPLchol) on plasma lipids, glycaemic control and cardiovascular risk markers in individuals with type 2 diabetes. A total of sixty-five participants with type 2 diabetes or impaired glucose tolerance (age 54·4 (sd 8·2) years; BMI 34·1 (sd 4·8) kg/m2; LDL-cholesterol (LDL-C) 2·67 (sd 0·10) mmol/l) were randomised to either HPHchol or HPLchol. Both hypoenergetic dietary interventions (6-7 MJ; 1·4-1·7 Mcal) and total carbohydrate:protein:fat ratio of 40:30:30 % were similar but differed in cholesterol content (HPHchol, 590 mg cholesterol; HPLchol, 213 mg cholesterol). HPHchol participants consumed two eggs per d, whereas HPHchol participants replaced the eggs with 100 g of lean animal protein. After 12 weeks, weight loss was 6·0 (sd 0·4) kg (P < 0·001). LDL-C and homocysteine remained unchanged. All the subjects reduced total cholesterol ( - 0·3 (sd 0·1) mmol/l, P < 0·001), TAG ( - 0·4 (sd 0·1) mmol/l, P < 0·001), non-HDL-cholesterol (HDL-C, - 0·4 (sd 0·1) mmol/l, P < 0·001), apo-B ( - 0·04 (sd 0·02) mmol/l, P < 0·01), HbA1c ( - 0·6 (sd 0·1) %, P < 0·001), fasting blood glucose ( - 0·5 (sd 0·2) mmol/l, P < 0·01), fasting insulin ( - 1·7 (sd 0·7) mIU/l, P < 0·01), systolic blood pressure ( - 7·6 (sd 1·7) mmHg, P < 0·001) and diastolic blood pressure ( - 4·6 (sd 1·0) mmHg; P < 0·001). Significance was not altered by diet, sex, medication or amount of weight loss. HDL-C increased on HPHchol (+0·02 (sd 0·02) mmol/l) and decreased on HPLchol ( - 0·07 (sd 0·03) mmol/l, P < 0·05). Plasma folate and lutein increased more on HPHchol (P < 0·05). These results suggest that a high-protein energy-restricted diet high in cholesterol from eggs improved glycaemic and lipid profiles, blood pressure and apo-B in individuals with type 2 diabetes.

    ResponderExcluir
  38. Boa noite Dr. Souto.
    Mais uma vez, AGRADEÇO MUITO TUDO O QUE APRENDI COM O SENHOR, em seu blog. Quanto à dieta, perdi peso, melhorei meu perfil lipídico, ganhei vitalidade e o que muito me surpreende até o dia de hoje: o meu HUMOR melhorou, e muito!!! Obrigadão!!!! Isto não tem preço!!! Sou muito Grato!!!!
    Deixo apenas uma pergunta, se for fácil respondê-la, sem tomar o seu tempo. Tenho 46 anos, longilíneo e "magro", sem nunca ter conseguido adquirir massa muscular. Como posso adquirir massa magra, sem ter que frequentar academia, pois não gosto. Como faço? Algum link, blog, que me traga diretrizes objetivas, práticas e sem muito esforço? De maneira clara, como as que adquirir com a minha nova dieta em seu blog? Vale a pena comprar peso, para realizar exercícios em casa? Estou pensando à respeito. Vale a pena? Dá para se fortalecer musculatura em casa? Exercícios caseiros! é possível??
    (Li o livro do Art The Vany, adorei, valeu a dica. E estou lendo o livro do Willians Davis.)
    Muitíssimo obrigado, ótimo final de semana, e forte abraço.
    Sou muito Grato ao senhor, e espero um dia poder ser útil ao senhor. Estou em dívida com o senhor, disto eu tenho a certeza. É só pedir ou cobrar. Dívida. AGradecimento. Lhe devo muito!!!!!!! É só pedir!!!!!


    Bernard (MD)

    ResponderExcluir
  39. Que maravilha, hein Bernard?? Obrigado por esse depoimento.
    Bem, o livro Dieta TNT tem dicas de exercícios usando o peso do próprio corpo e alguns pesos comprados. Mas a verdade é que, a partir de certo ponto, é difícil progredir sem uma academia na qual você possa aumentar progressivamente os pesos à medida em que fica mais forte. Que acha, Felipe Piacesi?


    Em 2 de agosto de 2013 20:25, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  40. Dr. Souto gostaria de sua orientação, pois estou preocupada com uma queda de cabelo que se acentuou e não melhora, fiz os exames que a dermo pediu, hemograma completo, vit. B12, ácido fólico, e fator anti-nuclear e neste último deu núcleo reagente com a seguinte conclusão: nuclear pontilhado fino, título 1:80, vr-negativo, nota: resultado positivo da pesquisa de anticorpos contra antígenos celulares em células HEp-2, podem ser encontradaos em indivíduos sem evidencia clínica ou laboratorial aparente de doença autoimune.O que o senhor acha? Ela falou que os outros exames estão normais, mas que este resultado pode ser que eu esteja desenvolvendo essas doenças autoimunes. E lendo o livro "barriga de trigo" vi que o trigo pode causar " doença inflamatória, lúpus eritematoso sistêmico, que geralmente leva a doenças renais e artrite, também pode acompanhada de perda de cabelo decorrente da inflamação autoimune dos folículos capilares", pág. 222. Estou na dieta desde março e de vez em quando me alimento de bolos e salgadinhos nas festas, muito raramente. Seria possível os esporádicos trigos que consumo ser a causa dessa queda de cabelo? Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  41. Oi Patrícia, me ajuda a compreender a diferença entre o trigo e a aveia, e por que ela não é recomendada na dieta?

    ResponderExcluir
  42. Muitíssimo Obrigado.
    Seguirei novamente as suas dicas! Pois são sempre muito sábias. Muito Obrigado.

    Quanto ao Humor Estável, que "conquistei", só posso agradecer. A cada dia, me surpreendo, com o meu novo HUMOR. Mesmo que eu não consiga ficar "forte", mas tentarei, já sou ULTRA VITORIOSO, com o novo HUMOR!
    Meu novo lema é: Gratidão!! Apenas Gratidão!!! Não possuo outra maneira de viver, apenas Agradecer!!! E assim, agradecerei, todas as manhãs e todos os momentos.
    Seu nome não é Francisco, mas sim José Carlos. Mas nome algum faz diferença, apenas os bons propósitos!!
    Obrigadão! Muito Obrigado!
    Que A Estrela Divina te Ilumine Sempre! E certamente te Iluminará! E no que depender de mim, estarei sempre à sua disposição. Longe, em Itanhaém-SP, mas à sua disposição!
    Abraço.
    Bernard

    ResponderExcluir
  43. Fiquei corado...
    Em 02/08/2013 21:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  44. Eu é que fico sem graça, com tamanha generosidade!

    ResponderExcluir
  45. Comprei agora o livro Dieta TNT, pela Internet. Mais uma vez, obrigado por mais uma valiosa dica e orientação. Valeu!!!!
    Bom Final de Semana!

    ResponderExcluir
  46. Aveia é amido, e contém glúten. Do ponto de vista do mal que pode causar, talvez empate com o
    trigo, e elava bastante o IG. Leia aqui; http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/trigo-nosso-maior-inimigo.html

    ResponderExcluir
  47. Dr. Aproveitando que mencionou seus filhos, como é para eles? Qual estrategia voce utiliza com eles em shoppingsm festas de criancas, mc donalds? Abracos!

    ResponderExcluir
  48. Em casa, comem o que tem em casa. Na rua, comem lixo como toda criança, só que um pouco menos, pois eu sei ser persuasivo (imagina morar comigo). Em 03/08/2013 14:51, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  49. Quais sao seus argumentos na rua?

    ResponderExcluir
  50. Quando estão na rua, não estou junto
    Em 03/08/2013 16:46, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  51. Para complementar, excelente reportagem sobre glúten postada pelo Dr. Souto no Youtube


    https://www.youtube.com/watch?v=mRhTTw9TmUU

    ResponderExcluir
  52. Teresa Cavalcanti3 de agosto de 2013 23:22

    Dr. Souto, eu duvido muito que os peixes que consumo comam outra coisa que não ração, especialmente porque moro em Brasília e muito dos peixes que chegam aqui vieram de cativeiro.


    Assim sendo, o senhor acha que devo suplementar omega 3? Eu consumo 2 a 3 ovos por dia, supostamente com ômega 3, da marca Ikeda, mas não sei se é suficiente (e não como outros tipos de carne).

    ResponderExcluir
  53. 1 ou 2 cápsulas de óleo de peixe por dia me parece uma boa.
    Em 03/08/2013 23:22, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  54. Teresa Cavalcanti3 de agosto de 2013 23:34

    Obrigada (: O senhor responde tão rápido que me sinto usando um "disk-saúde-fast-info" hehe!

    ResponderExcluir
  55. Teresa Cavalcanti4 de agosto de 2013 00:04

    Dr. Souto, eu sempre gostei muito de algas e como ando restringindo bastante meu consumo de sushi por causa do arroz, andei pensando em consumir algas junto com salada.

    Algas são boas fontes de ômega 3. O senhor acha que um consumo considerável de alga seria interessante para suprir parte da carência do ômega 3?

    Como curiosidade, aqui um post com características, info nutricionais e instruções de como preparar algas:
    http://www.papacapimveg.com/2012/01/21/como-preparar-algas-marinhas/

    ResponderExcluir
  56. Sim, é excelente
    Em 04/08/2013 00:04, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  57. Olá Dr,vim dizer q fiz o que o senhor sugiriu a respeito de meu intestino preguiçoso,qndo aumentei o consumo de abacate e linhaça ja comecei ir ao banheiro,e olha q ainda nao comprei o probiotico e ja eestou bem feliz com os resultados.......Dr,tenho uma filha d 7 anos,que tbm tem sobrepeso,gostaria de incluir ela na paleo mais nao sei se posso pela idade dela e tbm nem sei como começar.............outra coisad doutor hj completei 21 dias d paleo e nas duas primeiras semanas perdi 4 kilos porem nessa nao perdi nada ,é normal essa travadinha e depois volta a perder peso d novo ?
    Obrigadaa..

    ResponderExcluir
  58. Olá Wellida.

    Páleo é pra qualquer idade. "Eu não faria uma dieta low carb radical para uma criança em crescimento. Mas é evidente que uma dieta de estilo paleolítico é saudável para crianças. E o é por definição: qual a melhor dieta para um animal, senão aquela com a qual a espécie evoluiu?"

    Nosso emagrecimento não é linear mesmo. Aqui no blog tem várias pessoas que falam dessa 'travada' no peso. Leia aqui http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/nao-e-tao-simples-o-set-point.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/prezado-dr-souto-dieta-e-gravidez.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/08/restringir-gorduras-ou-carboidratos-o.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/12/a-dieta-dos-esquimos-aventuras.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/jejum-intermitente.html

    ResponderExcluir
  59. Responde a minha pergunta Dr Souto??? Aguardo

    ResponderExcluir
  60. Olá Camila.

    O leite, seja ele integral, desnatado ou sem lactose, tem açúcar do leite que é a lactose. A lactose é formada por 1 molécula de glicose, e outra de galactose, que são 2 açúcares simples. No leite que é chamado de 'sem lactose' os fabricantes usam uma enzima para transforma a lactose em glicose e galactose. Se você toma um copo de leite sem lactose está consumindo 10 gramas de açúcar, só que 5 gramas serão galactose e 5 gramas serão glicose. Se vc tomar um copo de leite integral você estará tomando 10 gramas de lactose (que é a açúcar do leite). Se você tomar um copo de leite desnatado você estará tomando 10 gramas de lactose do mesmo jeito porque neste leite foi retirada a gordura (que é a melhor parte).
    Se o leite não está lhe fazendo bem, melhor retirar. E ele pode sim causar má digestão, azia, etc. Já a gordura do leite (nata, manteiga) e os laticínios fermentados (iogurtes, queijos) são recomendados.

    ResponderExcluir
  61. Só para conclusão, eu reduzindo a quantidade de leite na minha dieta mas ainda assim o continuar tomando em menor quantidade não vai interferir de forma negativa em minha dieta.Devido aos seus açúcares que são simples e a gordura, se não me engano advindo da nata que é o que a dieta low-carb prega como alimento realmente saudável estou certa?
    obrigada pela antenção.

    ResponderExcluir
  62. Camila eu não posso afirmar o que vai acontecer, porque cada organismo reage de um jeito. Se vc toma 50ml de leite, não acho que fará grande diferença em um processo de emagrecimento. Mas se você toma 2, 3 copos, penso que é muito açúcar. Açúcar é seu inimigo, gordura é sua amiga. Faça um teste e veja o que acontece!

    ResponderExcluir
  63. Obrigada patricia,li todos os links que vc sugeriu,deu uma clareada nas ideias aqui rss.... sobre a minha filha estou tentando retirar aos poucos os lixos como bisc recheado doces,mais olha confesso que é bem complicado,porque tem que levar lanche todos os dias e fico sem mtas opçoes,mais estou mandando frutas pelomenos dia sim dia nao...e é mto complicado tbm ela falar que todas amiguinhas comendo as porcarias e só ela nao comer,isso que mais complicado....Mais enfim Acho que conforme ela for crescendo vai ficando mais facil né porque dai o interesse vai partir dela tbmporque com 7 anos ela entende é que eu estou priivando ela das coisas e que estou sendo de certa forma má,já que as outras mães nao faz assim....

    ResponderExcluir
  64. Exato
    Em 05/08/2013 18:10, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  65. Wellida, tem várias receitinhas boas pra crianças. Um site que gosto muito é este: http://maisgorduramenoscarboidratos.com/

    Acho importante conversar com ela e mostrar que isso não tem nada a ver com privação. Se ela tem sobrepeso, precisa se cuidar... Fora que, a dieta páleo não é NADA privativa.

    Eu não compraria nada com glúten, nem biscoitos recheados, etc. Crianças com sobrepeso raramente emagrecem quando adultas, por isso, melhor prevenir desde já. Veja mais um comentário do Dr. Souto "eu não faria low carb para uma criança normal não obesa. Mas tentaria
    fazer o mais páleo possível. Ou seja, tentar adoçar o mínimo possível, beber água para matar a sede, evitar sucos de fruta, mas comer frutas sem restrição. Evitar adoçantes artificiais (ninguém sabe seus efeitos no longo prazo). Estévia deve ser mais seguro do que o resto, mas eu acho que ela pode muito bem beber uma laranjada de laranja espremida, diluída com água - ao invés de sucos de caixinha (mais açúcar do que refri) ou mesmo de suco de laranja puro - para não acostumar o paladar ao açúcar - com o tempo ela achará as coisas doces demais, e o próprio paladar controlará as coisas. Maltodextrina É açúcar. O melhor é não adoçar as coisas. Mas, quando for adoçar, adoce pouco. Com açúcar
    mesmo. Se ela não ficar se entupindo de bolachinhas, pães e biscoitos recheados, ela nunca ficará obesa e nunca precisará restringir tanto os carbs quanto nós que já cometemos os erros no passado. Lembre-se: páleo não é
    completamente low carb. E low carb é uma intervenção terapêutica para aqueles de nós que, tendo abusado de carbs a vida toda, agora temos que restringi-los para perder peso e tratar nosso metabolismo. Eu também não me preocuparia com eventuais escapadas em festinhas. Mas manteria a CASA glúten-free."

    ResponderExcluir
  66. http://www.blogdodrvictorsorrentino.com/2012/07/a-verdade-sobre-o-mito-do-leite.html

    ResponderExcluir
  67. A mídia não vai popularizar uma dieta que faz com que muitos, MUITOS, remédios deixem de ser vendidos, porque a estrutura da Saúde é a estrutura da saúde dos bolsos da indústria farmacêutica, nada mais!
    Mas de quando eu comecei a acompanhar o Rodrigo no Emagrecer de Vez, que faz uns 2 anos, ele tinha menos de mil seguidores, e hoje é a celebridade que é, assim como o Dr. Souto! Vendo como aumentou em progressão geométrica o número de pessoas interessadas no assunto, entendo que o melhor mesmo é o "boca a boca", e a internet é ferramenta primordial pra que isso seja cada vez mais divulgado, principalmente com as redes sociais, como o facebook! :)

    ResponderExcluir
  68. Não está aparecendo o vídeo... :(

    ResponderExcluir
  69. Dr. Souto, socorro! Minha bebê de 7 meses já largou o peito e tem alergia à fórmula, mesmo sem lactose. Não quero dar leite de soja (de jeito nenhum!) e ela ainda não come tão bem comidinha e frutas. Pelo menos à noite, precisa de mamadeira. O que eu faço? Posso dar leite de coco a ela?

    ResponderExcluir
  70. Do ponto de vista da alergenicidade, não acho que seria problema ela tomar a fórmula indicada para essa situação, que seria a fórmula extensamente hidrolisada, pois nela, temos uma proteína "quebrada" em pedaços menores e portanto com impacto intestinal bem menor. À medida que ela for aceitando melhor as diversas comidas, diminuiria a necessidade do leite. Acho que leite de coco industrializado não é a melhor opção de alimento para um bebê, lembre-se que estaremos sempre à quilômetros de distância do leite materno. Mas como diz o Souto, o bom não pode ser inimigo do ótimo.

    ResponderExcluir
  71. Ei Flávio, obrigada pela resposta!
    Na verdade, estava me referindo ao leite de coco caseiro, o "suco" coado, mas vou testar uma das fórmulas hidrolisadas.

    ResponderExcluir