domingo, 15 de setembro de 2013

Blog de receitas da Polyana Freitas

Gostaria de apresentar a vocês o blog de receitas da Polyana Freitas, nutricionista com experiência em dieta páleo, aqui em Porto Alegre:


Nas palavras da autora: "Nutrição foi a minha escolha profissional e de vida. Desde sempre tive medo de engordar e seguia os passos dietéticos de uma prima querida na luta contra a balança. Aquele esforço grande, restrição calórica e exercícios foi presente na maior parte da minha vida, apesar de nunca ter sido obesa. Assim escolhi a nutrição, para aprender e aplicar em mim. O resultado real foi um caderninho neurótico em que eu anotava tudo o que comia, por 20 anos, nos mínimos detalhes... E quando me dava o luxo de comer à vontade, sentia uma culpa enorme e grande desconforto físico.
Essa prática nunca foi natural, sempre rodeada de rituais e logística, sem falar da condenação social. Até reencontrar um amigo de longa data, Dr. José Carlos Souto, que abriu possibilidades para quebra de paradigmas. "Apenas retire o açúcar e grãos e pare de contar calorias", disse ele. A partir daí , tudo em nutrição fez sentido, quantidade, qualidade, adequação, disposição, enfim, saúde física e mental. Sem restrições e amarras, uma experiência libertadora, comendo comida de verdade.
É isso que desejo a todos!!!"


A despeito do inexplicável sucesso das minhas toscas receitas (veja aqui, aqui e aqui), culinária não é o meu chão.

O blog pode ser acessado em http://nutridaspanelas.blogspot.com.br/



Os contatos para atendimento estão na página de profissionais.

Lembrando que há outros blogs recomendados, na coluna lateral direita - "Blogs em português"

68 comentários:

  1. Dr. Souto, li no blog "Perfect Health Diet" que manter uma dieta low carb no longo prazo pode ser prejudicial e que deveríamos comer carboidratos de baixo índice glicemico - batatas/arroz.


    O argumento é que houve uma grande incidência de cancer de intestino nos praticantes da dieta "optimal diet", supoe os autores seja causada por alguma questão relacionada à mucosa do intestino e os carboidratos.


    Outra coisa são as juntas ou tendões, não lembro bem, que necessitariam de carboidratos para serem feitas/mantidas.


    Qual a sua opinião sobre o assunto? Já conhece esse blog?

    ResponderExcluir
  2. UAU! Melhores receitas low carb que já vi. Só ingredientes que passam pelo crivo dos low carbers mais exigentes. Parabéns à Polyana.

    ResponderExcluir
  3. Sim, conheço bem o trabalho dele (Paul Jaminet), e gostei MUITO do livro The Perfect Health Diet, cuja leitura MUITO recomendo. Aliás, no meu twitter (http://twitter.com/jcsouto), twitei vários trecho deste livro algumas semanas atrás.

    Se vc ler o livro, verá que o autor tem uma versão cetogênica de sua dieta para pessoas que precisam restringir mais carboidratos, e a versão com mais carboidratos na forma de "safe starches". Nada contra!

    Mas não, não há nenhum estudo em que low carb aumente câncer.

    ResponderExcluir
  4. Luiz, diz isso lá no blog, que ela vai ficar muito feliz. E, bem, ela almoça comigo 1 ou 2 vezes por semana - rezamos realmente pela mesma cartilha!

    ResponderExcluir
  5. Outra dica de leitura para os adeptos a low carb:
    http://ironguru.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Já está favoritada no meu navegador.

    ResponderExcluir
  7. "Nada em nutrição faz sentido se não for iluminado pela luz da evolução"
    Belíssima frase!

    ResponderExcluir
  8. O que sabe sobre essa relação da dieta com células-tronco, citadas ali no final da reportagem? Fiquei curioso! (porém a pesquisa foi em ratos)

    "Mobbs and his
    colleagues induced kidney disease in mice that were genetically
    engineered to have Type 1 or Type 2 diabetes. They measured proteins in
    the mice's urine until levels were 10 times higher than normal, which is
    a telltale sign of kidney disease.

    Then, half the mice were put
    on a ketogenic diet (87 percent of calories from fat, with a moderate
    amount of calories from protein and few calories from carbohydrates),
    and the other half were put on a standard high-carbohydrate diet,
    according to the study.

    After eight weeks, researchers found that
    kidney disease was reversed, and damage to the organ had been repaired,
    in the mice that were on the ketogenic diet, the study said, though
    there was less damage repair in the mice with Type 2 diabetes than the
    mice with Type 1 diabetes.

    Researchers also found that expression
    of genes that indicate kidney failure were turned off in the mice fed
    the ketogenic diet, according to the study.

    It's also possible that the diet works by promoting STEM CELLS to replace damaged cells in the kidneys, he said.

    One month of the diet could be sufficient in reversing the kidney damage, he said.

    (http://www.nbcnews.com/id/42689095/ns/health/t/low-carb-high-fat-diet-could-replace-dialysis)"

    ResponderExcluir
  9. Frederico Lobato Limonge16 de setembro de 2013 10:45

    Doutor depois de 6 meses de paleo, fiz exame de sangue, acho que esta tudo dentro do esperado, só achei estranho que a glicemia ficou na mesma, segue os dados:

    01/03/2013:


    Peso: 125 kg
    Cintura: 120 cm
    % Gordura: 33

    Glicemia: 99 mg/dL
    Triglicérides: 83 mg/dL
    HDL: 35 mg/dL
    VLDL: 17 mg/dL
    LDL: 103 mg/dL
    Total: 155 mg/dL

    13/09/2013:

    Peso: 107 kg
    Cintura: 105 cm
    % Gordura: 24

    Glicemia: 98 mg/dL
    Triglicérides: 69 mg/dL
    HDL: 44 mg/dL
    VLDL: 14 mg/dL
    LDL: 155 mg/dL
    Total: 213 mg/dL

    ResponderExcluir
  10. Olá Dr. Souto, em primeiro lugar gostaria de parabenizá-lo pelo seu excelente blog que conheci através do site 'Emagrecer de vez' do Rodrigo Polesso, parabenizar também à Polyana Freitas, gostei muito do blog de receitas! E agradecer à você doutor, ao Rodrigo, e a todos os envolvidos, que dividem com os leitores tantas informações preciosas, além de experiências próprias, enfim... Muito obrigada à todos!!! Bem, gostaria de compartilhar com vocês algo que aconteceu comigo ontem... O fato é que eu me rendi a vontade de comer torta salgada e bolo de banana, (ambos estavam muito bom por sinal), então comi um pequeno pedaço de cada, isso ontem à noite, mas o que senti depois, não foi nada bom! Quando foi de madrugada acordei com uma terrível dor de cabeça! Parecia que eu tinha 'tomado várias', um mal estar tremendo, parecendo um tipo de ressaca alcoólica mesmo! Tomei um analgésico, mas ainda assim não fiquei 100%! Desde que comecei levar esse estilo de vida low-carb, no início de agosto/ 2013 (um mês e meio apenas) não ingeri nem açucares (a não ser de frutas) nem trigo, porém tive essa recaída, e pelo mal estar gerado com a tal recaída, pretendo nunca mais passar por isso, já que durante o período em que me alimentei de maneira low-carb eu me senti com um tremendo bem estar físico geral! Ficou evidente pra mim que o mal estar foi causado por essas coisas que comi, estou certa? Gostaria de saber se isso é o suficiente para causar todo esse mal estar!? Se for, então o nosso organismo se acostuma a 'viver' de um modo low-carb em tão pouco tempo doutor Souto? Desde já agradeço! Um grande abraço...

    ResponderExcluir
  11. O melhor seria manter histórico de hemoglobina glicada (HbA1c), ela dá uma "média" da glicemia dos últimos 2 meses mais ou menos. Muito provavelmente sua glicemia "média" está menor, mas no momento do exame podia estar mais alta. Não dá pra saber ao certo...

    ResponderExcluir
  12. Um mês já é o suficiente na maioria dos casos, quando se trata de regular as enzimas e a bioquímica em geral para alternar o combustível principal do corpo de glicose para gorduras. Talvez o mal-estar também esteja mais especificamente ligado ao glúten, procure o livro "Barriga de Trigo".

    Como experiência pessoal, estava em low-carb e comi 300g de ovo de chocolate nessa páscoa, e já passei por muito desconforto, durante horas. Também nunca mais exagerei assim.

    ResponderExcluir
  13. Uau, genial esta referência!!

    Sobre células tronco, qualquer processo de reparo/cicatrização envolve células tronco.

    Olhe este relato de caso (este é em GENTE):

    Nielsen, J.V., Westerlund, P. & Bygren, P., 2006. A low-carbohydrate diet may prevent end-stage renal failure in type 2 diabetes. A case report.Nutrition & Metabolism, 3, p.23. Available at:http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1523335/ [Accessed September 11, 2013].

    ResponderExcluir
  14. Eu aqui de novo... enfim, de quanto em quanto tempo é seguro e eficaz fazer o jejum intermitente? (de 18 horas (máximo 20) em geral... q acho mais fácil.)
    E aromas (essências) com álcool etílico ou açúcar invertido podem ser usados (na low carb ou paleo) ou possuem carboidratos?
    E msm com dias do lixo o corpo consegue se cetoadaptar? (meu pai prefere 'não ser radical', nas palavras dele...) Obrigada mais uma vez!

    ResponderExcluir
  15. É seguro e eficaz de 18 a 24h

    Intervalo mínimo entre dias do lixo deve der de 5 dias.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 16/09/2013 13:29, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  16. E o intervalo entre os jejuns?

    ResponderExcluir
  17. 1 ou 2x por semana se forem de 20-24h (intervalo de uns 3 dias). Se forem jejuns de pular o café da manhã (14-16h), pode fazer todos os dias.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 16/09/2013 13:37, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  18. Desculpa me intrometer, mas estou tendo muitas duvidas sobre o Jejum Intermitente.... Hoje de manhã comi 2 fatias finas de queijo minas padrão e café com creme de leite e como fiquei sem fome no almço, comi 5 morangos com creme de leite e de novo café com creme de leite. isso não é considerado jejum, certo?
    Eu entendi que jejum só é jejum se não tiver secreção de insulina, é isso mesmo? O quê, com certeza, não me fará secretar insulina além de café com manteiga?

    ResponderExcluir
  19. Oi Dr. Souto,
    Esta resposta merecia ser publicada como post.
    Abço,

    ResponderExcluir
  20. Sim, tenho planos nesse sentido!


    Em 16 de setembro de 2013 14:06, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  21. Tatiana, isso é só comer pouco (falta de fome, um dos motivos pelos quais LCHF emagrece). Vc tem razão, no JI não deve haver secreção de insulina - vale apenas líquidos não calóricos (segundo Brad Pillon) ou gordura pura (óleo de coco, manteiga) segundo David Asprey ou Atkins.

    ResponderExcluir
  22. Talvez um complexo de aminoácidos essenciais nas proporções corretas e quantidades adequadas para evitar gliconeogênese, mas daí complica demais para um simples jejum (alguém confirma?)...E me surgiu uma dúvida também. E quanto aos destilados? Sim, me parece loucura tomar uma vodka em jejum, mas será que manteria o jejum metabólico? Teria algum outro efeito interessante?

    ResponderExcluir
  23. Para fazer o jejum é mais fácil pegar a parte da noite e ai aproveita a manhã... eu tenho facilidade de por exemplo, almoçar mais tarde. Aí eu como bem e já emendo até o outro almoço. Ou da janta até um almoço feito mais tarde... Mas caso sinta fome, faça o café com manteiga ou creme de leite. Aliás, não tenho certeza sobre o creme de leite...

    ResponderExcluir
  24. Bah, eu não recomendo - vira gordura direto no fígado. Café com manteiga de manhã - não tem erro.

    ResponderExcluir
  25. Concordo! Nunca cheguei a compreender esse assunto muito bem, do fato de ter de fazer 3 dias high-carb para a curva glicêmica ser fidedigna etc. Vou ler as referências que o Dr. deixou no post

    ResponderExcluir
  26. A resposta veio rápida pois já estava escrita :-)
    Eu tenho umas postagens em gestação, aguardando eu ter tempo...

    ResponderExcluir
  27. Interessante. Acho que destilados aumentam corpos cetônicos na circulação, mas não parece ser um fenômeno muito fisiológico (risos). Vou ficar com o meu vinho tinto seco para situações especiais, apenas :)

    Vou te dizer uma coisa, depois que comecei com esse café com nata (sorte que moro no Sul) - e 1 colher de óleo de coco, estou super animado. Quem imaginaria que uma refeição de "apenas água e gordura" ficava tão boa? Eu derreto metade do copo em nata, resto em café. Adiciono 1 colherzinha de cacau em pó e outra de canela, e nem preciso de adoçante! Quando me perguntaram esses dias se não sinto falta de chocolate, eu pensei comigo: é meu café da manhã! hahah

    ResponderExcluir
  28. Arthur, vê se não bebe antes de ler esta explicação: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/09/reportagem-no-jornal-zero-hora.html#comment-1034709788


    :-)

    ResponderExcluir
  29. Interessante que o normal é pensar que depois do assunto ter sido abordado tantas vezes (claro, o blog é pra isso), o assunto acabaria "dando voltas" ou se tornando chato de acompanhar. Erro meu (percebido há tempos, pois estou há mais de meio ano no assunto). Prevejo então muitas coisas interessantes por vir! Como diz aquele ditado: "may you live in interesting times" :)

    ResponderExcluir
  30. Boa!! Gordura não secreta insulina.... Alimentos com 0 calorias tb não secretam insulina, certo?
    Duvida sobre óleo: Tenho capsulas de óleo de cartamo enriquecido com Vitamina E, posso tomar? Inclusive no Jejum Intermitente?

    ResponderExcluir
  31. Conhece Nora Gedgaudas?
    Vi um vídeo dela no vimeo muitíssimo interessante, até marquei uns artigos que ela usa para ler depois. Ela basicamente afirma que usar corpos cetônicos como combustível cerebral é a condição ótima para desempenho etc.

    Nora Gedgaudas - ”Building a Superhuman Brain: Cultivating a Natural Mental Edge for Peak Performance”
    http://vimeo.com/channels/superhuman/62793103

    Aqui tem os slides (não sei se todos, mas maioria é igual): http://www.slideshare.net/bengreenfield/superhuman-brain-nora-gedgaudas

    Se passar por cima dos slides, vai achar alguns quotes que ela usa dos artigos, com respectiva referência! (pode usar ctrl+F, pois tem em forma de texto em baixo).

    ResponderExcluir
  32. Conheço sim, e gosto muito.


    Em 16 de setembro de 2013 14:49, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  33. Não. Talvez daqui a 20 anos.
    Minha esperança são estas pessoas que estão fazendo os cursos agora, e que irão se formar, fazer mestrado, doutorado e, daqui a 20 anos, serão os professores de uma nova geração. Quem quiser fazer medicina e nutrição vai ter que escrever coisa errada para poder passar na prova.


    Em 16 de setembro de 2013 15:13, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  34. Infelizmente, né. Vamos torcer pro futuro chegar cedo.

    ResponderExcluir
  35. Nestes anos em que mudei de estilo de vida e me tornei paleo consegui quebrar vários preconceitos. Atualmente tanto minha irmã caçula como minha mãe seguem um estilo parecido. Infelizmente minha esposa ainda não acredita totalmente. Não me recrimina, mas não confia que de fato seja a melhor escolha. Entretanto, ela agora esta gravida de três meses e tem tido muito enjôo e azia. Sugeri que ela eliminasse as farinhas e ela achou que fosse coisa de meu fanatismo. No entanto, a médica sugeriu exatamente a mesma :coisa e ela passou a me levar a sério. Ela ainda não se conveceu que gordura seja algo bom e está com medo de ao eliminar as farinhas não conseuir ganhar o peso necessário. Embora eu siga paleo a tres anos e ainda não a tenha convencido ainda acredito que a convencerei, mas enquanto isso quem tiver sugestão de substitutos para o pão e seus amigos podem me passar. Eu não substituo, faço duas refeições ao dia: 17h ovos bacon e salada fresca, 22h carnes e legumes. Não é uma regra mas é mais ou menos isso que como. Por não substituir não sei muito bem como faze-lo.

    ResponderExcluir
  36. Pão: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/09/blog-de-receitas-da-polyana-freitas.html

    Gravidez: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/prezado-dr-souto-dieta-e-gravidez.html

    ResponderExcluir
  37. Sidnei Leal Pércilla Mendes16 de setembro de 2013 16:38

    Olá Luiz, li em algum outro post vc falando sobre a intolerância a laticínios que percebeu ter. Eu queria fazer o teste... devo abolir tds? Ultimamente tenho utilizado iogurte feito de kefir... ele reduz consideravelmente a lactose e parte da caseína... será que fará mal mesmo assim?

    ResponderExcluir
  38. Quando fiz bases moleculares no mestrado discuti com a professora sobre a ativação da fase de alongamentoo na tradução. Vinha estudando vários artigos que diziam que após a iniciação a montagem do ribossomo poderia ser mantida para que emm momento posterior ocorrece o alongamento. Ela disse que a hipótese era absurda. Sabia que estava certo mas acatei. Anos mais tarde um aluno dela publicou um artigo que mencionava o mecanismo. Moral da história: não espere que um professor de o braço a torcer, mas tenha certeza De que eles podem sim mudar de idéia. As coisas evoluem, a seu tempo .

    ResponderExcluir
  39. As "massas" que como se baseiam de farinha de amêndoa + casca de psyllium + manteiga (é raro, só fiz cheese cake algumas vezes, mas ficou muito bom). Já conhece pizza com massa de couve-flor? http://www.examiner.com/article/cauliflower-pizza-crust-worth-its-wow-gold

    ResponderExcluir
  40. Frederico Lobato Limonge16 de setembro de 2013 18:36

    Doutor muito obrigado pela explicação, por curiosidade chegando em casa hoje tirei minha glicemia com um aparelho, estava com 6 horas de jejum e deu 76.


    Tenho uma pessoa diabética na família, que não consigo convencer a fazer low-carb, ela fica controlando a glicose com esse aparelho, muito bizarro.

    ResponderExcluir
  41. Essa informação tem fundamento Dr.?

    http://veja.abril.com.br/noticia/saude/dieta-rica-em-gorduras-pode-afetar-sensibilidade-do-estomago

    ResponderExcluir
  42. É, como eu disse, só dá alto de manhã.


    Em 16 de setembro de 2013 18:36, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  43. Não. As dietas que eles usam em RATOS são dietas ricas em gordura E CARBOIDRATOS. E a gordura que eles usam é de óleo de milho, altamente inflamatória. Aí, os bichos ficam inflamados, com gordura no fígado, e desenvolvem resistência à insulina. E o hiperinsulinismo e a resistência à insulina levam à resistência à leptina.


    2013/9/16 Disqus

    ResponderExcluir
  44. Excelentes receitas!!!


    Gostaria de esclarecer duas questões:


    1 - Qual a ingesta média diária adequada de proteínas, seja para uma pessoa sedentária assim como para quem exerce atividades físicas (3 dias de musculação pesada - 3 a 4 exercícios compostos 4 a 5 séries) e 3 dias de aeróbicos intervalados - 20 min -, abdominais e paravertebrais com um descanso semanal) ? A dúvida refere-se a questão de disponibilidade de aminoácidos para construção/manutenção de massa magra sem riscos de excessos de modo a tornarem-se carbo no fígado e consequente insulina no sangue.


    2 - No caso de um indivíduo que não utilize nenhuma espécie de carne na alimentação, ainda assim poderia ser viável uma dieta lowcarb (novamente pensando nas fontes proteicas que creio, seriam muito restritas - ovos, algumas castanhas e laticínios, com cautela em relação ao leite, correto?!!)? E quanto aos demais nutrientes, uma dieta isenta de carne mas com boa variedade de legumes e folhas supriria as necessidades deste organismo?


    Já li algumas vezes que ovos são os alimentos mais completos em termos de proteínas, é fato?


    Bem, desculpe tantas perguntas, mas o blog é fantástico, já referi isso em outro comentário, é compulsivo querer aprender mais!


    Um grande abraço!!


    att. Leo

    ResponderExcluir
  45. Bom dia Dr. Souto, tudo bem?
    Uma pequena dúvida, desde que comecei esse estilo de vida lowcarb-paleo aumentei a ingestão de proteína, não porque a dieta exige mas porque eu comia muito pouca antes, só comia carbo o dia inteiro. E confesso que gosto da minha proteína dourada na manteiga, é muito raro fazer diferente... isso seria ruim do ponto de vista da saúde? Obrigada!

    ResponderExcluir
  46. Não, isso é ótimo

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 17/09/2013 07:01, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  47. Adorei o blog da Patrícia!!! Farei várias receitas, tô de olho no pão de queijo com farinha de amêndoas..... Parabéns por este blog. Comecei low carb no sábado e a sensação de bem estar é indescritível. Encontrei, finalmente, uma alimentação que faz sentido. Sinto que estou no caminho certo, minha compulsão por carbos sumiu.
    Fiquei preocupada com o intestino, pela aparente falta de fibras, mas encontrei no mercado um produto que tem 1g de carbo em 3 colheres de sopa e é composto de Goma acácia orgânica, fibra de maçã e frutooligossacarídeo. Não tem problema tomá-lo? Também inseri linhaça e os vegetais, saladas, etc habituais.
    Parabéns novamente, estou muito feliz!
    Abraços

    ResponderExcluir
  48. O Blog é da Polyana!

    ResponderExcluir
  49. Ai que felicidade! Nunca fui tão feliz comendo em toda minha vida, kkkk. Obrigada!

    ResponderExcluir
  50. Low carb/paleo foi a melhor coia que achei na minha vida... Quando comecei minha luta contra a obesidade estava com 128,1 kg obesidade grau 3, pois tenho 1,64 de altura, então eu fiz tudo sozinha, não tenho nada contra nutricionista, mas acredito que emagrecer não é somente "contar calorias'' e também não acredito em "fórmulas prontas e acabadas" eu percebo que todos passam praticamente o mesmo cardápio pra todo mundo.. mas acredito que as pessoas não são todas iguais e essa prática é bem comum entre os nutricionista ou pelo menos parte deles...
    Então pesquisei e comecei a fazer uma reeducação alimentar, onde consegui eliminar pouco mais de 40 kg, mas chega uma momento que o corpo para de emagrecer... logo em seguida fui apresentada a low carb por uma amiga que já é Paleo a um tempo e assim cheguei até o blogg do Dr. José Souto, onde me encontrei e tirei qualquer dúvida que ainda pudesse existir no meu novo estilo de vida...
    Hoje estou com 77 kg e isso foi depois da low carb, antes eu fazia exercícios aeróbicos e depois da low carb .. comecei então a fazer musculação, eu não como mais grãos, nem trigo e nenhum derivado dele... o incrível pe que todos se espantam quando flo que não como "carboidrato".. ai vem a indagação.. "menina e tu come o que??" Minha resposta como comida de verdade. Atualmente todas as meninas da academia me perguntam o que eu faço e quando falo se assustam ainda mais, rsrsr
    Detalhe hoje sou outra pessoa literalmente, minha vida mudou totalmente, eu tenho um grupo no facebook onde todas estão aderindo a Low Carb e quero agradecer ao Dr. José souto, por que sempre usamos seus textos como base e pra tirar dúvidas.. resumindo estamos emagrecendo e além de tudo estamos ganhando qualidade de vida literalmente.
    Essa foto minha é só um exemplo de que Low Carb funciona.. e estou mais saudável que nunca...
    Nome: Danubya dos Santos Silva
    Idade: 32 anos
    Altura: 1,64
    Peso inicial: 128,1kg
    Peso atual: 77kg
    Meta: 70 kg
    Comecei minha caminhada contra a obesidade no dia 25/07/2012. quero mesmo agradecer ao Dr. José Souto.

    ResponderExcluir
  51. Marco Antonio Maciel19 de setembro de 2013 10:37

    Perfeito! Muito obrigado por essa importantíssima informação.

    ResponderExcluir
  52. Sempre que falo sobre meus hábitos alimentares as pessoas dizem que me privo dos prazeres da vida (ja estou começando a acreditar que no paraíso as ruas sejam feitas de pão, que chova açucar e que os lagos sejam de coca). Então conto o que comi na última refeição, como hoje: salada de mexilhão, com amêndoas, alface roxa, pepino, tomate cereja, pêra, champignon, rúcula, queijo, bacon, limão e azeite. Comi até não agüentar mais. Sem culpa, sem engordar e com muito prazer. A e teve sobremesa: morangos com creme de leite.
    Comam todos os pães que quiserem e sejam felizes com a letargia de sempre, deitados na poltrona esperando o céu de brigadeiro. Hoje é domingo, não sou do tipo hiperbóreo e preciso de muita disposição para curtir uma vida que oferece coisas maravilhosas.

    ResponderExcluir
  53. Sensacional!!! Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  54. Muito bom, boa sorte!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 12/10/2013 15:35, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  55. Sidnei,




    Tudo bem?


    Quero melhorar minha flora intestinal e estou pensando em utilizar o iogurte de Kefir. Mas tenho 2 dúvidas:


    1- o leite, principalmente esses vendidos em caixa longa vida, não é bacana afinal não somos bezerros para tomar leite de vaca. Estava estudando e vi que no processo de fermentação ele elimina a lactose. Isso é verdade?


    2- você sentiu melhora na sua flora intestinal com o consumo do Iogurte de Kefir?


    Se puder adicionar mais algum comentário a respeito fico agradecido.


    Obrigado!

    ResponderExcluir
  56. Dr. Souto, estou buscando mas ainda não encontrei respostas concreta: todos os medicamentos interrompem a cetose? Analgésicos e aintiinflamatorios, calmantes fitoterápicos?

    ResponderExcluir
  57. Quase nenhum interfere na cetose. Mas vários prejudicam o emagrecimento (corticóides, anti-psicóticos, antidepressivos, etc).

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/02/2014 17:01, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  58. Dr. Souto, estou iniciando minha minha vida LCHF e ainda tenho muitas dúvidas!!! Adorei o blog e está de parabéns!!!!! Amei as receitas da Polyana, mas ainda me resta umas dúvidas, posso consumir leite e derivados (leite integral, manteiga e queijos??)?? E vi em algumas receitas o uso de sucralose, é saudável e faz parte da LCHF??
    Obrigada!!!! Sucesso para você!!!!

    ResponderExcluir
  59. Doutor Souto,
    Gostaria de tirar uma duvida com o Senhor.
    Eu sigo o livro emagrecer de vez do Rodrigo Polessa... em 1 mes perdi 6 quilos, e tenho uma duvida quanto aos queijos... No metodo MR o Rodrigo fala para comer queijos naturais e não processados, mas eu como quero perder peso e gordura, como só ricota, queijo cottage ou o minas magro. QUAIS SÃO OUTROS QUEIJOS QUE POSSO COMER? E O QUE EXATAMENTE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO NA HORA DE ESCOLHER UM QUEIJO ?


    Minha Mãe também faz queijos caseiros, com leite de vacas que comem somente pasto. ESSE POSSO COMER TAMBÉM ?


    Estava vendo no blog da Polyana que ela faz algumas receitas com parmesão e provolone. Pergunto por que eu adoro queijos, sempre gostei muito e não sei quais alem daqueles que eu como, eu posso comer?


    Desde já agradeço. pela sua atenção!!!

    ResponderExcluir
  60. Quantos mais gordo, melhor

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 20/04/2014 16:07, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  61. Parabéns !!!!!!!!!!1

    ResponderExcluir