terça-feira, 24 de setembro de 2013

Em inglês

Amigos, não adianta. Se vivêssemos no império romano, teríamos de falar latim. E assim é com o inglês nos dias de hoje.

Faço o possível para traduzir algumas coisas por aqui. Mas, para quem domina o inglês (para quem não domina, NUNCA é tarde!), ficam aqui algumas dicas:

Na postagem sobre livros, há vários que considero indispensáveis.

Em meu twitter, é onde realmente posto TUDO o que há de melhor e mais novo no mundo low carb. Uma pequena porção acaba aqui no blog (pois meu dia só tem 24 horas!) - mas o grosso, em termos de artigos científicos e notícias, está lá, atualizado MUITAS vezes por dia. Não deixe de seguir em twitter.com/jcsouto

E há os podcasts. Devo muito aos podcasts. Aliás, foi em um podcast que eu ouvi pela primeira vez uma entrevista sobre low carb - que deu origem a tudo isso aqui. É uma forma sensacional de se atualizar em horas mortas - como no trânsito.

Eu ouço sempre:

Podcasts de Jimmy Moore (do Living la Vida Lowcarb show): cerca de 3 podcasts por semana - já entrevistou TODO mundo.
Link do podcast

Podcast Latest in Paleo, de Angelo Coppola. Muito bom , quase filosófico.
Link do podcast

Podcast de Jonathan Bailor, autor de Smarter Science of Slim, um dos melhores livros que há - mas que está esgotado. O ebook, no entanto, está circulando pela internet...
Link do podcast

Então, fica a dica - para notícias realmente quentes, sigam-me pelo twitter:





23 comentários:

  1. Já que o Sr. Mencionou o podcast, vai ai a sugestão de um podcast do blog Dieta Low-Carb e Paleolítica, 1 hora semanal. Robb Wolf disse no primeiro dele, que ele conseguia falar 400 palavras por minuto, mas consegue escrever só 14... Ajuda com a falta de tempo e como o Sr. disse, dá pra levar pra qualquer lugar...
    Se precisar de ajuda...

    ResponderExcluir
  2. Eu ouço também, mas é o meu quarto preferido :-)


    2013/9/24 Disqus

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que em comemoração ao milhão, o Sr. tinha que inaugurar um podcast semanal em português do seu blog!!! Os do emagrecer de vez não estão acontecendo mais...

    ResponderExcluir
  4. Dr. Souto. Acabei de fazer um exame de sangue e meu LDL subiu para 131. Minha glicose foi para 109. Sempre estive dentro da normalidade. O que pode ter acontecido?

    ResponderExcluir
  5. A mulher do Dr. Souto vai dar uma surra em vcs!! Kkkkkkkkk!!!!

    ResponderExcluir
  6. Um comentário um pouco fora do contexto, mas vou deixar nesse post mais recente.


    Adoro cozinhar e pesquiso muita comida pra não comer todo dia a mesma coisa. Vocês já deram uma olhada no cardápio dos restaurantes mais "chics" de sp? Tipo Mani, DOM...a maioria das opções do cardápio é puramente paleo! De chorar de emoção!


    Tem uma receita muito legal de talharim de pupunha. Basicamente você compra um coração de pupunha, fatia fininho e depois em tirinhas, ferve dois minutos e resfria em seguida. Nos restaurantes é caríssimo, mas dá pra fazer com 20 reais se vc morar em sp (compra no mercadão o palmito, lindo e fresco).


    Fica sensacional, e dá pra enganar visita chata que não come sem massa rs.


    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ok Dr, me convenceu a reativar minha conta no Twitter.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Exatamente,

    No Paleolítico os seres humanos se comunicavam com uma linguagem pouco desenvolvida, baseada em pouca quantidade de sons, sem a elaboração de
    palavras. Uma das formas de comunicação eram as pinturas rupestres. Através deste tipo de arte, o homem trocava ideias e demonstrava sentimentos e
    preocupações cotidianas.
    Sendo assim acredito que os Podcasts viriam muito bem a calhar no, se o Dr. Souto me permitir chamar de "nosso Blog", pois é o primeiro site que acesso quando ligo o computador.

    Não quer dizer com isso que devemos voltar para a idade da pedra lascada no que diz respeito a comunicação, mas, não sei se outros também o fazem, ouço muitos podcasts de assuntos variados, inclusive estou aprendendo inglês sendo autodidata com podcasts.

    ResponderExcluir
  9. Ok, vou deixar na lista de coisas a implementar

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 10:05, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  10. Finalmente achei nata no supermercado e comprei logo 3 potes. Quando meu marido chegou em casa e abriu a geladeira, teve um ataque histérico. Como eu comprei essa coisa gorda, já estou gorda e quero ficar mais gorda ainda?! A crise da nata está instituída aqui em casa, rsrs. Pensei até em esconder no meu quarto..

    Outro dia, comi bacon com ovos...nossa, quase fui banida de casa. Brincadeiras à parte, como é difícil a convivência com mãe, pai, marido e amigos que não tem o conhecimento do LCHF. Estou com essa nova alimentação há 10 dias e me sinto complemente outra pessoa, com outra disposição.. não troco mais essa vida por nada.

    Indico o video dos ursinhos, que tem link aqui no blog, pra todo mundo que me pergunta - o que vc está fazendo? E minha família verá, conforme o passar do tempo - http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/03/video-engracado-sobre-low-carb.html
    Dr. Souto poderia abordar esse assunto em um futuro podcast - a dificuldade de se conviver em família/sociedade nesse mundo de carbos!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. No começo foi assim pra mim também, mas aos poucos consegui convencer família e alguns amigos, que eventualmente mudaram as suas respectivas dietas e apresentaram melhoras de diversos problemas de saúde. Ajuda bastante na credibilidade mostrar que há médicos e nutricionistas, além de estudos e reportagens, que apoiam esta dieta e que as críticas são baseadas em puro preconceito, achismo e má ciência, apoiados por profissionais desatualizados.
    Nem todos aceitarão ou entenderão, mas é preciso saber conviver com pessoas de opinião diversas e eles precisam saber conviver a sua opinião. Você não pode obrigar ninguém a torcer pelo seu time de futebol ou a se converter à sua religião, mas a recíproca também é verdadeira. Se alguém não está respeitando este limite, talvez você não esteja sabendo impor o limite.
    Também tenha sempre em mente que "haters gonna hate". Tem pessoas que são "do contra", não importa o tópico, e não escutam ninguém, acham que sabem tudo. Querem discordar por discordar; criticar por criticar. Essas é bom ignorar e ser muito firme ao traçar limites.
    No futuro, com a perda de peso e a melhora na saúde, talvez você tenha ainda mais argumentos para convencer mais pessoas. Até lá, aproveite o bem-estar que essa dieta irá lhe proporcionar.

    ResponderExcluir
  12. Dr. Souto, há 30 dias fiz um exame de sangue os quais resultaram o seguinte:

    colesterol 195, creatinina 1,05, HDL 43,40, LDL 125, triglicerídeos 133, ureia 41,40.

    Permaneci 30 dias realizando a alimentação LCHF/paleo, perdi cerca de 8Kg e fiz o 2º exame. Resultado: colesterol 218, creatinina 0,97, HDL 37, LDL157, triglicerídeos 116, ureia 24.

    No 1º exame de sangue não foi medida a glicemia, porém venho monitorando em casa com as tiras-teste de glicose (aquelas que utilizam urina) e sempre aparecia resultado normal. omprei um glicosímetro e meço a cetona, estando com média diária de 1,0mmol/l, portanto em cetose nutricional leve.

    Contudo, para minha surpresa, no 2º exame de sangue o valor da glicemia foi 120!
    Fiquei preocupado. Sei que as tiras-teste não são muito fidedignas, mas será possível que minha glicemia tenha atingido este patamar mesmo após 30 dias ingerindo somente 30 a 50g de carbs ao dia?
    Nunca tive glicemia acima de 95, até dezembro/2012, quando foi a última vez que testei.
    Gostaria de opiniões suas a respeito do resultado dos exames e da glicemia também.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  13. Sobre colesterol, vc poderá tirar sua próprias conclusões nas 7 postagens, especialmente na última.

    Sobre a glicemia, isso foi em jejum? Tem acontecido outras vezes, ou foi em uma única medida? E sua hemoglobina glicada, como está?


    Em 25 de setembro de 2013 14:19, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  14. Hemoglobina glicada 5,90%

    ResponderExcluir
  15. Está alta. É possível que vc fosse pré-diabético e não soubesse. É possível que a glicemia anterior é que estivesse excepcionalmente baixa (foi medida por acaso em um dia no qual estava normal). A Hb glicada é uma média de NOVENTA a 120 dias de glicemia, de modo que esta Hb glicada de 5,9 reflete que você já estava hiperglicêmico ANTES de iniciar mudanças em seu estilo de vida.

    A normalização/melhora da resistência à insulina e da Hb glicada pode levar de 3 a 6 meses.


    2013/9/25 Disqus

    ResponderExcluir
  16. Olha qual a melhor dieta para baixar a Hb glicada (mas olha o TEMPO que levou):

    Diabetes Obes Metab. 2013 Aug 2. doi: 10.1111/dom.12191. [Epub ahead of print]
    Two diets with different haemoglobin A1c and antiglycaemic medication effects despite similar weight loss in type 2 diabetes.
    Mayer SB , Jeffreys AS , Olsen MK , McDuffie JR , Feinglos MN , Yancy WS Jr .

    Division of Endocrinology, Metabolism and Nutrition, Department of Medicine, Duke University Medical Center, Durham, NC, USA.
    Abstract

    We analysed participants with type 2 diabetes (n = 46) within a larger weight loss trial (n = 146) who were randomized to 48 weeks of a low-carbohydrate diet (LCD; n = 22) or a low-fat diet + orlistat (LFD + O; n = 24). At baseline, mean body mass index (BMI) was 39.5 kg/m2 (s.d. 6.5) and haemoglobin A1c (HbA1c) 7.6% (s.d. 1.3). Although the interventions reduced BMI similarly (LCD -2.4 kg/m2 ; LFD + O -2.7 kg/m2 , p = 0.7), LCD led to a relative improvement in HbA1c: -0.7% in LCD versus +0.2% in LFD + O [difference -0.8%, 95% confidence interval (CI) = -1.6, -0.02; p = 0.045]. LCD also led to a greater reduction in antiglycaemic medications using a novel medication effect score (MES) based on medication potency and total daily dose; 70.6% of LCD versus 30.4% LFD + O decreased their MES by ≥50% (p = 0.01). Lowering dietary carbohydrate intake demonstrated benefits on glycaemic control beyond its weight loss effects, while at the same time lowering antiglycaemic medication requirements.


    2013/9/25 Disqus

    ResponderExcluir
  17. Dr. Souto, obrigado pelas explicações. Hoje tenho consulta com meu gastro, e vou repetir o exame de sangue amanhã em outro laboratório, para confirmar valores encontrados. Só mais uma coisa, em relação ao HDL, não deveria ter aumentado com a dieta paleo?

    ResponderExcluir
  18. Em GERAL, aumenta. Mas o momento certo de medir essas coisas é cerca de 60-90 dias após a estabilização do peso. Durante a perda ativa de peso, no qual as gorduras estão sendo liberadas do tecido adiposo de forma acelerada, os exames podem ficar bem estranhos.


    2013/9/25 Disqus

    ResponderExcluir
  19. Valeu. Obrigado. Após a realização de outro exame postarei o resultado, caso seja diferente :)

    ResponderExcluir
  20. Geilton Barros de Lima5 de outubro de 2013 00:48

    Alguem poderia me informar se depois do inicio da dieta teve problemas com prisao de ventre e diarreia,pois eu estou a 1 mes nesta dieta e estou comendo abobrinha,espinafre,brocolis,repolho,tomate,cebola,couve,couve flor e outros vegetais sempre acompanhados de carne,salame,linguica e ovos cozido.minha esposa usa sempre oleo de coco,banha e manteiga para preparar os alimentos e azeite porcima da salada .Isso almoco e janta,no cafe da manha ovos cozido ou frito com bacon ou queijo.Na primeira semana tive muita diarreia alternando para normal,so que nas outras 2 ou 3 semanas estou ficando 3 dias sem ir ao banheiro e quando vou tenho uma prisao de ventre terrivel e assim que consigo evacuar tenho diarreia em seguida
    .Gostaria da ajuda de vcs para saber se e normal no inicio .

    ResponderExcluir
  21. Olá, estou tentando fazer uma alimentação mais saudável mas, não está sendo fácil, tem dias que acabo exagerando ai me sinto mal. Preciso de ajuda....

    ResponderExcluir
  22. bah quanta coisa interessante!!! Nas férias eu já tenho o que fazer -> estudar/escutar sobre o estilo paleo.Muito obrigada por organizar e compartilhar esse conteúdo =)

    ResponderExcluir