quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Por que a glicemia de jejum pode aumentar?

Tenho recebido vários relatos do seguinte fenômeno:

1) A pessoa tinha glicemia de jejum normal;
2) A pessoa passa a seguir um estilo de vida low carb páleo;
3) A pessoa perde peso, e sente-se muito melhor;
4) Todos os exames melhoram, mas...
5) A glicemia de jejum AUMENTA;
6) Este aumento da glicemia de jejum é acompanhado de MELHORA ou manutenção dos valores de hemoglobina glicada (Hb A1c).

O que está acontecendo aqui? Bem, temos a explicação simples, e a explicação complexa. Se você não é da área biomédica ou interessado em muitos detalhes, pode parar de ler depois do próximo parágrafo.

a) Explicação simplificada: quando reduzimos significativamente os carboidratos da dieta, o corpo passa a usar a gordura como fonte de energia (por isso perde-se peso!). Mas alguns tecidos necessitam de certa quantidade de glicose (sistema nervoso central, rins, células do sangue), e o fígado produz esta quantidade. Ao mesmo tempo, os demais tecidos (músculos, gordura) deixam de utilizar esta glicose para que a mesma fique disponível para os órgãos que precisam. Isso faz com que, às vezes, a glicemia de jejum fique mais alta (pois os músculos estão usando gordura, e não glicose!) - mas o fato de a hemoglobina glicada continuar normal (ou mesmo baixar) prova que a sua glicemia, durante as 24 horas do dia, nos últimos meses, está mais BAIXA, na média, e não mais alta.

b) Explicação nerd: Quando em cetose - e, portanto, POR DEFINIÇÃO com insulina muito baixa (afinal, sem isso não se atinge a cetose nutricional), o metabolismo muda de oxidação de glicose para beta-oxidação de ácidos graxos. Estes ácidos graxos passam a ser liberados em grande quantidade por ação da lipase hormônio-sensível (enzima que, nos adipócitos, é fortemente inibida pela insulina - ergo, novamente, isso acontecerá com insulina BAIXA). O aumento de Ácidos Graxos Livres (Free Fatty Acids - FFA) na circulação é o responsável pela indução de resistência à insulina, especialmente nos músculos. Isto é fisiológico, isto é normal, e isto é necessário, pois em virtude da dieta low carb, a quantidade de glicose disponível (produzida por gliconeogênse) é limitada, e precisa ser reservada para as células que dependem de glicose (como é o caso das hemácias, que não têm mitocôndrias, e dos neurônios do SNC, que podem ser supridos apenas parcialmente por corpos cetônicos). Não é maravilhosamente elegante esse nosso metabolismo?


Assim, uma dieta low carb é terapêutica na reversão da resistência insulínica induzida pela hiperglicemia e pela disfunção mitocondrial em virtude do excesso de glicose. Mas ela produz OUTRO tipo de resistência à insulina: a resistência à insulina FISIOLÓGICA. Só que esta resistência fisiológica é transitória, induzida pelo aumento dos FFA na circulação, de modo a poupar a glicose para o cérebro e outros tecidos. Como ela ocorre no contexto de BAIXA insulina e BAIXA glicemia, não causa nenhum dano e se acompanha de Hb glicada normal.

CONTUDO, todos nós temos um aumento noturno do GH, que produz lipólise na madrugada para manter o corpo durante as horas de jejum - o que aumenta ainda mais os FFA, deixando os tecidos ainda mais resistentes à insulina neste horário; além disso, todos temos um aumento do cortisol no final da madrugada, antes de despertar, a fim de produzir um aumento da gliconeogênese para produzir a glicose sanguínea necessária para acordarmos após as várias horas de jejum noturno. Nos diabéticos tipo II, isto provoca o DAWN PHENOMENON (http://high-fat-nutrition.blogspot.com.br/2008/05/physiological-insulin-resistance-2-dawn.html), visto que eles têm resistência à insulina em virtude da doença. Só que estas pessoas têm resistência à insulina, insulina ALTA e hiperglicemia o dia inteiro, motivo pelo qual adoecem e suas Hb glicadas são ELEVADAS. Já quem faz low carb tem resistência à insulina FISIOLÓGICA, na qual o aumento da gliconeogênese matinal leva a um aumento TRANSITÓRIO da glicemia DE JEJUM, quando medida DE MANHÃ. Mas são valores próximos de 100, e não há hiperglicemia em nenhum momento durante o dia (diferente do diabético), o que é comprovado pela Hb glicada normal - indicando não haver dano por glicação de proteínas (o que não deveria surpreender ninguém por tratar-se de algo fisiológico - é tautológico, eu sei).

Outra consequência conhecida da resistência à insulina fisiológica é a alteração de testes de tolerância à glicose. A curva de 1 e 2 horas (após os 75g de glicose) pode dar valores alterados (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22669333) - cujos motivos já expliquei acima. Isso não é novidade, e está escrito nos livros mais importantes sobre low carb (é comum nos livros a recomendação de que, caso seu médico solicite uma curva glicêmica e vc estiver fazendo dieta cetogênica, você deverá comer carboidratos em abundância por no mínimo 3 dias para que seu teste "normalize", em outras palavras, para que você consiga metabolizar um caminhão de glicose na mesma velocidade média das pessoas que consomem cronicamente a dieta ocidental padrão). (Veja http://www.proteinpower.com/drmike/uncategorized/low-carb-caveat/). Isso significa que um "low carber" está em maior risco de desenvolver diabetes? Obviamente não (veja aqui e aqui)!

Veja, por exemplo, neste trecho do excelente livro Diet 101: The Truth About Low Carb Diets, um comentário sobre as distorções provocadas pelas dietas cetogênicas nas leituras de glicemia:


Espero ter esclarecido que embora o resultado dos exames pareça semelhante (níveis um pouco maiores de glicemia em jejum, curva glicêmica alterada), as CAUSAS e a interpretação destes resultados são completamente diferentes. E é por isso que podemos reverter frequentemente o DM tipo 2 com low carb; caso contrário, COMO uma estratégia que pioraria a resistência à insulina poderia tratar uma condição caracterizada, etiologicamente, por resistência à insulina??

O artigo abaixo mostra como qualquer dieta (low fat ou low carb) pode ajudar diabéticos, mas low carb (LCHF) é superior: o que importa é a Hb glicada e a glicemia pós prandial de 1 hora, e não a glicemia de jejum.

Diabetes Obes Metab. 2013 Aug 2. doi: 10.1111/dom.12191. [Epub ahead of print]

Two Diets with Different Hemoglobin A1c and Antiglycemic Medication Effects Despite Similar Weight Loss in Type 2 Diabetes.


Division of Endocrinology, Metabolism and Nutrition, Department of Medicine, Duke University Medical Center, Durham, NC.

Abstract

We analyzed participants with type 2 diabetes (n = 46) within a larger weight loss trial (n = 146) who were randomized to 48 weeks of a low-carbohydrate diet (LCD; n = 22) or a low-fat diet + orlistat (LFD+O; n = 24). At baseline, mean BMI was 39.5 kg/m2 (SD 6.5) and HbA1c 7.6% (SD 1.3). Although the interventions reduced BMI similarly (LCD -2.4 kg/m2 ; LFD+O -2.7 kg/m2 , p = 0.7), LCD led to a relative improvement in hemoglobin A1c:-0.7% in LCD vs. +0.2% in LFD+O (difference -0.8%, 95% CI= -1.6, -0.02; p = 0.045). LCD also led to a greater reduction in antiglycemic medications using a novel medication effect score (MES) based on medication potency and total daily dose; 70.6% of LCD vs. 30.4% LFD+O decreased their MES by ≥50% (p = 0.01). Lowering dietary carbohydrate intake demonstrated benefits on glycemic control beyond its weight loss effects, while at the same time lowering antiglycemic medication requirements.


CONSIDERAÇÕES FINAIS:
  • Valores um pouco mais altos de glicemia de jejum são comuns e esperados em dietas cetogênicas;
  • Desde que a hemoglobina glicada (HbA1c) esteja normal e a glicemia 1 hora pós-prandial fique abaixo de 120, isto não é problema;
  • Ainda assim, o fato é que dietas cetogênicas podem produzir resistência à insulina - embora de natureza fisiológica;
  • Não sei - e penso que ninguém sabe - qual a melhor estratégia no longo prazo (décadas) para reduzir a resistência à insulina, mas penso que não seria uma dieta cetogênica. Vejo uma dieta cetogênica mais como uma intervenção terpêutica para emagrecimento e controle de síndrome metabólica. Minha impressão é a de que, no longo prazo, o ideal seja uma dieta paleo low carb, com até 100g de carboidratos (páleo) por dia - na qual a quantidade de FFA circulantes diminuiria, assim como a necessidade de gliconeogênese, mas os níveis de insulina ainda permaneceriam baixos - o melhor de dois mundos.

216 comentários:

  1. Apesar de ser leitor assíduo do blog, às vezes eu me perco em alguns termos.
    Futuramente seria interessante um texto explicando (sei que já existe 1, poderia ser uma atualização) as diferenças entre uma dieta cetogênica, uma low carb e uma paleo... eu achava que a cetogênica e a low carb são iguais..

    ResponderExcluir
  2. Cetogênica é super-low carb. Atkins, na fase de indução.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 17:35, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  3. Excelente post Dr !! Uma pergunta, sendo que a dieta cetogenica é um caminho de tratamento para emagrecimento e controle de sindrome metabolica, existe algum parâmetro geral em algum tipo de exame que pode ir confirmando esta mudanca para cada pessoa ? Ou algum exame que nos possa ajudar a definir de fato o momento exato de passar de cetogenica a paleo/lowcarb ? Obrigado.

    ResponderExcluir
  4. Dr. Souto, eu não faço a dieta cetogênica, faço low-carb paleo há uns 50 dias e tenho resistência a insulina. Ainda tomo 2 comprimidos de Glifage XR 500 por dia. Até agora perdi 7 quilos. Minha pergunta: eu comprei o glicosimetro para verificar se estou vencendo a resistência...conforme você mesmo me indicou fazer. Mas agora com essa postagem fiquei um pouco confusa sobre os horários/momentos mais corretos para medir a glicemia e como avaliar os números!

    ResponderExcluir
  5. Paleo diz respeito a qualidade da comida. Uma dieta paleo com muitas frutas e raizes não necessariamente será low carb.

    Low carb grosso modo seria até 100g de carbos. Very low carb até 50g e geralmente ja induz cetose. Ultra low carb seria até 25g de carbo e é de difícil manutenção, mal e mal se comem folhas verdes!

    Uma dieta ULC é adequada no contexto de um cut final de um Fisiculturista, mas claro, sem nada de sódio e com muita água.

    ResponderExcluir
  6. 'Explicação nerd' - eu ri!

    ResponderExcluir
  7. Ontem eu estava conversando com meu pai sobre isso. Acabei de enviar o link para ele entender.


    Valeu Dr.

    ResponderExcluir
  8. Ótimo. A medida mais importante é 1h após as refeições.

    E, se de manhã, em jejum, ficar um pouco mais alto, agora vc já sabe que isso não importa.


    Em 25 de setembro de 2013 17:57, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  9. Pessoal, qual são os valores de referência para a hemoglobina glicada? A minha deu 5,4%... Glicemia média de 108 mg/dl. Se pós-prandial, a referência é menor que 120, creio que esses valores são coerentes com minha dieta, certo? Em tempo, como ainda tenho alguns depósitos abdominais de gordura para eliminar, tento fazer uma dieta cetogenica (inclusive, no exame de urina rotina, acusaram-se 150mg de corpos cetônico...).

    ResponderExcluir
  10. Dr. Souto, consegui converter meus pais para o lado bom da força! hehehe! Meu pai, hipertenso, já tem 2 semanas que só dá 110X85 mmHg!!! Maravilhos, não?! O próximo passo é tirar o remédio. Já minha mãe, é diabética. Por acaso você tem uma média de quanto tempo demora pra normalizar a diabetes?

    ResponderExcluir
  11. 5,4 está ótimo

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 18:35, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  12. Parabéns!

    Varia muito, pode ser de dias a meses

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 18:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  13. Dr Souto, minha hemoglobina glicada em 17/06/2013, ou seja, 2 meses antes de iniciar a dieta, era de 4,8%. Acredito q naum verei grandes mudanças na hemog. glicada nos proximos exames, certo?
    Se entendi bem seu post, esse resultado indicava q eu naum tinha grandes picos de insulina. Estou certa?

    ResponderExcluir
  14. É o que acredito

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 19:03, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  15. Adorei o post, esclareceu muita coisa.

    Mas por que seria necessário longo-prazo para diminuir resistência a insulina? Nao seriam uns 2 ou 3 anos suficientes?

    E a HbA1C, para diminuir ela ao máximo, qual vc acha a melhor estrategia de longo prazo?

    ResponderExcluir
  16. Não, é o contrário: ninguém sabe se dieta cetogênica por décadas não poderia afetar negativamente. Por alguns meses é ótimo.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 19:06, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  17. Mas de forma anedótica, pensando na dieta dos Inuits, da pra inferir que longo-prazo na cetogênica não seria tão suicida neh? (hahahah)
    Esse realmente eh um mistério. Com o que temos na ciência, não se pode afirmar nada sobre o longo-prazo com certeza. Não sei, mas acho que vou acompanhando os estudos e me fazendo de cobaia ao mesmo tempo...meus exames e meu bem-estar vão ser o guia, espero poder confiar neles.

    ResponderExcluir
  18. Penso exatamente assim!

    Mas, sabe como é, quando se tem 200.000 leitores mensais, não se pode sair afirmando coisas...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 19:20, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  19. :-) a hemoglobina glicada boa é a que fica abaixo de 5,4%. E a otima? Qual valor o sr acredita q seria o "melhor de bão"?
    Tatiana Carli
    (taticarli@gmail.com)
    Enviado via iPhone

    ResponderExcluir
  20. Boa noite Dr. Souto,
    Se me permitir, gostaria de deixar uma breve reflexão à respeito, bem como agradeço e te parabenizo pelo seu grande conhecimento e compartilhamento.
    Acredito que esta "resistência à insulina" nada mais seja do que a obtenção da homeostase metabólica adquirida, com esta alimentação sem carboidratos, não mais havendo altos picos de glicemia, mas sim um equilíbrio, o que acredito ser muito mais benéfico às nossas células. Finalizando: acredito que uma dieta cetogênica nos afaste dos parâmetros ditos "normais", para uma homeostase, apesar da presença desta falsa "resistência à insulina" (assim nomeada) pela presença de "maiores valores" de glicemia. Talvez a dieta cetogênica nos "afaste" dos parâmetros considerados ditos "normais", mas no aproxime de novo.... Não possuo dados ou conhecimento à respeito, que possam corroborar o que escrevo, mas acredito que a homeostase, com a hiperglicemia matinal, seja muito mais benéfica com a gliconeogênese duradoura (e não apenas para emagrecimento), do que os picos de hiperglicemia. Ao meu entender, mais vale a homeostase, o equilíbrio, em todos os pontos da vida e do ponto de vista metabólico, mesmo com níveis baixíssimos, ou quase nulos, de carboidrato.
    Desculpe-se se escrevo muitas besteiras, e certamente, muito pouco diante de seus conhecimentos.
    Muito Cordialmente,
    Bernard (MD)

    ResponderExcluir
  21. Sei como vc se sente. Além da ética medica, que não permite "consultas virtuais" (e esses meios modernos de se comunicar aumentam essas possibilidades cada vez mais), tem que ter cautela por não se conhecer pessoalmente cada leitor e o que farão com a info/opinião que vc dispõe.
    Parece difícil, mas vejo vc conseguindo expressar sua opinião apesar desses obstáculos técnicos. :)

    ResponderExcluir
  22. Ok, mas eu me refiro a algum examen no corpo da pessoa cujo resultado venha nos dizer se o controle de sindrom3 metabolica está sendo resolvido e definir assim o momento de sair da cetogenica

    ResponderExcluir
  23. Qualquer coisa abaixo de 5.5 é ótimo. Abaixo de 5 é inacreditavelmente bom.
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 19:24, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  24. Bernard: faz sentido tudo que vc disse! Apenas não posso afirmar, pois os estudos não foram feitos.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 19:30, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  25. Quando estiver com insulina mais baixa, Hb glicada normalizada, e peso estável

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 19:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  26. Lendo seu comentário, pensei aqui comigo, que o corpo (que "sabe o que eh melhor pra si") cuidando da própria regulação de glicose (gliconeogênese, glicogenólise) realmente poderia estar mais em homeostase e harmonia, do que se dependesse mais de fatores exógenos para majoritariamente controlar sua glicemia. Acho que foi basicamente isso que vc quis dizer, e eu concordo. Mas acho que faltam estudos pra confirmar, assim, isso vai ficar mais na nossa ''filosofia'' de vida, heheh

    ResponderExcluir
  27. Apenas por curiosidade, qual o menor valor d HbA1C que conheces? Eu não lembro de ter visto nenhum caso que era menor de 4%, ou algo assim...

    ResponderExcluir
  28. Também não. Já vi 4.6

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 19:51, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  29. Compreendo, a você e ao Arthur. Então, filosoficamente falando, não afirmando: os valores e conceitos do Colesterol estão mudando (vide interesses outros), sendo que há poucas décadas, não se tinha conhecimento da palavra "colesterol", e nenhum conhecimento à respeito. E quanto à Glicemia? Quando irão modificar os valores ditos "normais"? E assim vamos caminhando.
    E quanto à mim, tentarei sempre direcionar a minha dieta e filosofia de vida: Paleo, sem muito radicalismo, mas sempre Paleo. E sempre com muitos vegetais (carb), pois amo "mato verde", amo!!! Pois, meu "porco", corrijo, meu corpo, ama e me pede "mato verde"!!!! (sorry pela trocadilho!)
    Abraço e boa semana

    ResponderExcluir
  30. Artigo interessante que saiu hoje, do blog do Dr Andreas;
    https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/14156aa35f84e4c4

    ResponderExcluir
  31. Se entendi bem... posso dizer que sou uma cobaia feliz!

    ResponderExcluir
  32. Maria Antonieta Ferreira Costa25 de setembro de 2013 21:42

    Dr.Souto,quando o menino é alérgico ao leite e só toma leite de soja. Há algum problema? O que fazer? Como substituir o leite? Hoje ele já tem 16 anos. Obrigada.

    ResponderExcluir
  33. 16 anos não precisa de leite. Agora, 16 anos vai comer o que ele quiser. O meu tem 12 e já come o que quer...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 21:42, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  34. Dr. Souto, pra pacientes "resistentes" à dieta cetogênica, o sr. entende que o mesmo resultado pode ser alcançado com paleo 100g/dia de carb. Pode ser mais lento mas o desfecho no longo prazo o mesmo certo?

    ResponderExcluir
  35. Para muitos, sim. Mas não para todos. A sensibilidade individual aos carboidratos é variável.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 21:53, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  36. Vê se ajuda Dario. Do site do Mark Sisson

    ResponderExcluir
  37. Óleo de Abacate é benéfico? Me perguntaram uma vez se poderia substituir o leite de vaca pelo leite de coco ... é possível ou melhor seria o óleo mesmo?

    ResponderExcluir
  38. Leite de coco é um grande substituto. Óleo de abacate é saudável como azeite de oliva.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 22:40, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  39. Vegetais sempre importantes! Mesmo se for very low-carb.
    Boa semana para vc tbm :)

    ResponderExcluir
  40. De acordo com esse gráfico deve-se consumir menos de 100g de carbs ao dia para perca de peso e menos de 50g para estar em cetose.
    Porém em 100 gramas de hortaliças (brócolis, alface, repolho, xuxu, abobrinha, etc.) devemos lembrar que nem tudo é carbs, temos fibras e água e outros nutrientes como vitaminas, minerais, fito químicos etc. lembrando que assim como nosso corpo é aproximadamente 70% água, nos vegetais tb segue razão parecida, variando um pouco, dependendo do vegetal.
    Então se o indivíduo consome 100g de chucrute, não quer dizer que consumiu 100g de carboidratos de repolho.
    Sendo assim não devemos nos preocupar tantos a ponto de ficarmos neuróticos contando a quantidade de carbs que consumimos, penso que se não consumirmos batata, mandioca, cenoura, beterraba, podemos consumir tranquilamente uma salada de repolho com tomate e cebola, salpicado com alho frito em manteiga e temperado com sal, vinagre ou limão e muuuuiiiiittttttooooo azeite.
    Que o Dr. Souto me corrija.

    ResponderExcluir
  41. Acredito que o Sr. já deva ter falado sobre isso, mas como vejo muitas informações discrepantes, gostaria de saber se a mandioca e a tapioca são Páleo. Vi em alguns lugares que é, em outros não. Grato

    ResponderExcluir
  42. Certíssimo

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 23:42, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  43. São. Não são low carb, mas são páleo.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 25/09/2013 23:42, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  44. aqui na china é muito comum lete de coco em latinha para beber, mas geralmente é adoçado, só achei um que tem pouco açucar. Geralmente 7 gramas por 100 ml, o melhorzinho que achei são 4g por 100ml. Estou preferindo comprar côco e abrir no facão

    ResponderExcluir
  45. Dr Souto, sempre fico na dúvida sobre os alimentos ricos em carbo que sao paleo. Vi o senhor falando ali em baixo que alimentos derivados da mandioca sao paleo, mas e os outros? batata doce, quinoa, lentilha, ervilha, feijao, arroz... todos esses seria paleo de high carb (que devem ser consumidos com moderaçao, claro) ou não sao carb?

    ResponderExcluir
  46. Obrigado Dr ! Vou fazer esses exames agora e comparar trimestral ou semestralmente.

    ResponderExcluir
  47. 4,6 é o valor do meu avô, que vai completar 98 anos.
    Pena que eu não herdei este lado...
    Ótimo post!

    ResponderExcluir
  48. O que define se é paleo ou não é se a coisa fazia parte da dieta humana durante a evolução. Raízes faziam parte. Frutas faziam parte. Leguminosas (coisas que crescem em vagens) NÃO faziam parte. Grãos NÃO faziam parte.
    O que define se a pessoa precisa fazer paleo low carb é seu grau individual de tolerância aos carboidratos e sua necessidade maior ou menor de emagrecer. Se uma pessoa está com o peso Ok, e deseja apenas maximizar sua saúde, não vejo motivos para restringir significativamente alimentos paleo ricos em carboidratos.


    Em 26 de setembro de 2013 05:00, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  49. Sim, esse é o elogio máximo!


    2013/9/26 Disqus

    ResponderExcluir
  50. É isso aí. O reduzi-los bastante. Ou consumi-los 1x por semana.


    2013/9/26 Disqus

    ResponderExcluir
  51. Poxa, a cenoura também tem muito carbo? Desde que adotei a dieta lowcarb que como cenoura todo dia, achando que tava abafando, que triste :(

    ResponderExcluir
  52. Dr, bom dia. Após alguns meses em low carb, estou bem próximo do peso que considero ideal, tanto que estou estabilizado nele a algum tempo. Cheguei neste ponto apenas através da alimentação, mas agora vou começar a fazer musculação, para tentar ganhar um pouco de massa magra e tentar perder o resto de gordura que ficou na região abdominal. Na avaliação da academia, deu 18% de gordura. Vou treinar por 1 hora, 3 vezes por semana, na hora do almoço (14hs). Minha dúvida é como levar a alimentação daqui pra frente. Hoje estou apenas comendo algumas castanhas no período da manhã, almoço por volta das 15hs e jantar às 20hs. Não tenho tomado café da manhã, pois não sinto fome mesmo. Almoço e jantar iguais, sempre vegetais e carnes. Devo mudar algo para que a musculação seja realmente eficiente? Devo comer e o que comer antes dos treinos? Ou devo somente respeitar a regra de comer quando tiver fome? Grato.

    ResponderExcluir
  53. Muito grato Dr. Souto! O sr. é um bom homem! Sempre pronto para ajudar os outros! Agradeço muito a sua disponibilidade.

    ResponderExcluir
  54. Daniela, eu também como cenoura todos os dias - em geral crua, na salada. Tem carboidrato, mas não é "um monte". Evite apenas se "entupir" de cenouras, tipo purê de cenoura.


    2013/9/26 Disqus

    ResponderExcluir
  55. Dr. o que o senhor pensa do consumo de atum enlatado, aquele que é conservado em óleo? O consumo é recomendado ou não, já que é conservado em óleo vegetal.

    ResponderExcluir
  56. Ahh então tá tranquilo, sempre como assim também, 1 cenoura média raladinha crua ou refogada na manteiga compondo uma salada com outros vegetais, mas essa quantidade é pra família (3 pessoas). :) Que bom, pensei que ia ter que abandonar minha amada cenoura, hahahaha, obrigada Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  57. Eu não consumiria nada em óleo vegetal (de sementes). Se for o caso, pegu o enlatado em água, e coloque azeite de oliva


    2013/9/26 Disqus

    ResponderExcluir
  58. ótimo, agora ficou mais claro, obrigado.

    ResponderExcluir
  59. Eu como cenoura, mas prefira a crua.

    "A raw carrot typically has a GI value in the 15-20 range. A cooked carrot's GI will typically fall into the 35-50 range"
    GI = Índice glicemico

    ResponderExcluir
  60. Imagina, 15-20 é quase um ovo


    2013/9/26 Disqus

    ResponderExcluir
  61. Dr Solto , não sou boa com as palavras mas vamos tentar..Primeiro lugar o Sr salvou a minha vida ,digo isso sem exageros .E olha que não são pelos 20 quilos à menos ,é pela mudança de humor, é pelo controle da compulsão,é pela pele sem acne,é pela dor de cabeça que sumiu , é pela alergia que acabou. Já lí em uma postagem que Low carb não é religião, comer carbs não é pecado, indução não é penitência e o livro do Dr Atkins não é a bíblia;imagino que raramente usar um alimento não paleo ou low carb não seja tão ruim.Mas preciso de uma orientação ,viajo semana que vem ,e amo uma cervejinha , adoro mesmo,meu ciclo de amizade todo bebe e bastante .Pra mim não foi muito dificil ficar sem a cerveja todo esse tempo (desde o carnaval, )porque foram tantos os beneficios que vieram junto que a vontade vinha e eu focava naquilo que me fazia bem , continuei saindo e bebia vinho seco ou vodka ,mas agora queria tomar cerveja durante esse periodo de viagem ,cinco dias ,quais as minhas opções : continuar no vinho e na vodka ? ou posso me dá o luxo já que falta pouco no quesito emagrecimento , de beber minha cerveja ? E caso eu possa tomar a cerveja durante essa semana eu continuo com a dieta , tomando só a ceerveja ?Tem alguma coisa que faço antes pra minimizar os danos causados pela cerveja ?
    Outra coisa que preciso falar é que você , assim como os outros moderadores do blog em especial a Patricia estão diariamente nas minhas orações , acreditem que fizeram maravilhas por mim .

    ResponderExcluir
  62. Compre deste aqui e seja feliz...já vem com azeite de oliva e a variação com filetes de alho é uma delícia


    http://www.gomesdacosta.com.br/site2011/pt/produtoInterno.php?categoria=2

    ResponderExcluir
  63. Parabéns pelas explicações, Dr. Souto. Há dois dias escrevi nos comentários que minha glicemia estava 120, com hemoglobina glicada 5,7%. O exame feito cedo pela manhã e eu estava em cetose (medida alguns minutos antes da coleta de sangue). Sei que a hemoglobina está alta, porém refiz o exame de sangue em outro laboratório a pedido do meu gastroenterologista.
    Desde ontem venho medindo minha glicemia com o glucosímetro digital, com resultados de 90 ou 91 ao acordar e 94 ou 95 60min após refeições.
    Pode ter sido o meu caso o aparecimento de glicemia 120 devido à dieta LCHF/paleo, mesmo se a hemoglibina glicada realmente estiver aumentada?

    ResponderExcluir
  64. Não sei como que pode mudar tanto o GI apenas por cozinhar, mas 20 eh beem baixo neh.

    ResponderExcluir
  65. Dr em um post anterior fiz uma pergunta a respeito de hipoglicemia, o que seria de fato bom para usar nessa fase se adaptação a low-carb e o sr recomendou óleo de coco, usei e nesses últimos dias não tive nenhum problema com hipo ... mas ontem e hoje foi diferente, mesmo comendo as proteínas e gorduras recomendadas e tomando o óleo de coco tive uma hipo ontem e outra exatamente nesse momento ... será que estou fazendo algo de errado ? Comendo gordura de menos, proteína de menos ... o sr pode me auxiliar ?

    ResponderExcluir
  66. Dr em um post anterior fiz uma pergunta a respeito de hipoglicemia, o que seria de fato bom para usar nessa fase se adaptação a low-carb e o sr recomendou óleo de coco, usei e nesses últimos dias não tive nenhum problema com hipo ... mas ontem e hoje foi diferente, mesmo comendo as proteínas e gorduras recomendadas e tomando o óleo de coco tive uma hipo ontem e outra exatamente nesse momento ... será que estou fazendo algo de errado ? Comendo gordura de menos, proteína de menos ... o sr pode me auxiliar ?

    ResponderExcluir
  67. Alice, obrigada pelo carinho! Que depoimento lindo!

    Eu curto vinho, sou suspeita pra defender o consumo de vinho! Acho um alimento fantástico.

    Dr. Souto me corrija se estiver errada, mas não creio que uma semana vá prejudicar tanto assim. Não tem motivos pra deixar de fazer páleo/LCHF. Capriche bem nas boas gorduras, quem sabe até fazer um JI de manhã e deixar pra comer os 'petiscos' junto com a cerveja. Opte por carnes gordas, quem sabe até uma moela e um fígado acebolado. Mas, não significa que seu peso não vai oscilar...

    ResponderExcluir
  68. Dr. Souto,
    Mais um artigo importante para nós, parabéns.
    Por favor, me esclareça algumas dúvidas:
    1) A medição da glicemia em casa (feita pelo diabético tipo 2) é para ser feita todos os dias ou quantas vezes por semana? Sempre no jejum e pós prandial de 1 hora.
    2) O diabético pode fazer o dia do lixo?
    Desde já, muito obrigada.

    ResponderExcluir
  69. Esqueci da informação que gostaria das respostas focando no diabetes descontrolado (hemoglobina glicosilada de 10,2% no último exame). Obrigada.

    ResponderExcluir
  70. Dr. a semana toda fiz LCHF corretamente (já estou no estilo de vida a mais de três meses), dai ontem tive um ataque de compulsão e comi 2 latas de creme de leite com adoçante (lembrando que acho que sou sensível à elevação de IGF-1, e por isso devo evitar laticínios) e 300g de salame sadia, hoje me pesei (me peso uma vez por semana, sempre na sexta) e o resultado na balança, em relação a sexta-feira passada, foram 1,700kg a mais. Esse estrago de ontem pode ter relação com o aumento de peso, ou será que engordei gradativamente durante a semana, estou usando muita gordura como banha e óleo de cocô. Estou chegando a pensar que talvez meu corpo não tolere tanta gordura. Existe algum caso de alguém que acabe engordando comendo gordura, mesmo que sejam as boas? Agora não sei o que faço, se continuo com as gorduras ou retiro, Na semana anterior eu havia perdido 700g. Tenho medo de retirar as gorduras e sentir fome.

    ResponderExcluir
  71. Nossa Luiz, parece ser delicioso. Vou procurar com certeza, só não sei se será fácil encontrar. Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  72. Em um mês e dez dias adotando a LCHF, saí dos 98,7 kg para meus atuais 92,6 kg. A alguns dias fiz meu exame de sangue. Triglicerídios estavam a 435, HDL a 29, LDL sequer foi medido, em face da elevada taxa dos trigl. Agora, os trigl. baixaram pra 327, o HDL subiu pra 31, e o LDL está a 114! A gama glutamil transferase, que estava marcando 100, foi pra 77, quase normal. Isso fazendo pouquíssima atividade física - agora vou intensificar.
    E como o exemplo é o maior professor, minha namorada e minha mãe também já estão seguindo a LCHF.
    Gostaria de agradecer ao Dr. Souto e todos os demais que gastaram seu tempo respondendo minhas dúvidas! Esse blog é importantíssimo, não só como fonte de informação científica, mas também como grupo de apoio! Porque é preciso muito apoio e muito convencimento pra superar uma vida inteira de informações erradas!

    ResponderExcluir
  73. Doutor, estou consumindo Café (50ml) + Nata (2col.) + Óleo de Côco (2col.) no período da manhã para manter o Jejum Intermitente até a hora do almoço. O gosto fica excelente (tomo uns 2 copos para segurar a fome). Entretanto, a Nata (marca Balkis) que adquiri contém algumas gramas de CARBOIDRATO e PROTEÍNA. Assim sendo, não estou fazendo Jejum?

    ResponderExcluir
  74. perda de peso, disposição, calças largas, tudo às mil maravilhas, além de conseguir correr, treinar pesado, etc...sem ter mais aquelas tonturas, masssssssss....

    O mau hálito e o gosto estranho na boca não me abandonam! minha mulher ta reclamando horrores! kkkkkkkk e eu to meio receoso até de falar com as pessoas mais de perto kkkkkk

    Já li aqui e em outros lugares que isso é sintoma claro de cetose...mas o mau hálito está me incomodando. E ai?

    Não vale a dica de chupar bala né...

    isso é excesso de proteina?

    vale dar um intervalo na cetose? um dia de carb?

    ajuda!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  75. Ola, Hoje venho trazer uma contribuição para nosso grupo.

    Assim como eu, percebi que todos gostam de bacon, inclusive acho que o Dr. Souto também, eu incluo bacon em todas as minhas preparações salgadas.

    Porém, como todos os embutidos industrializados temos o problema dos nitritos e nitratos . Essas substâncias são adicionadas em grande quantidade em produtos como bacon, carnes curadas e embutidos (presunto, salame e peito de peru, por exemplo).
    Em revisão publicada no Journal of Alzheimer’s Disease, neurologistas do Rhode Island Hospital, em Providence, nos Estados Unidos, chamam a atenção para o uso intensivo de nitratos e nitritos em alimentos e fertilizantes como fator responsável pelo aumento da prevalência nas últimas décadas de doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson que podem ser explicadas apenas pelo envelhecimento da população.

    Segundo os autores, estudos in vitro e com animais mostram que
    esses aditivos estão associados a danos no DNA que podem levar a doenças comuns no envelhecimento, entre as quais se inclui também o diabetes tipo 2 que nossa dieta tenta controlar e evitar.

    Embora ainda não haja estudos populacionais comprovando tal associação, os pesquisadores observaram uma correlação positiva entre o aumento no uso desses compostos nos Estados Unidos e o número de casos de Alzheimer, Parkinson e diabetes tipo 2 desde a década de 60, o que
    não se relacionou com o aumento da longevidade da população americana nomesmo período.

    Preocupado com isso, pois não quero chegar aos 100 anos, modestinho eu né, sem lembrar o nome dos meus filhos e, tremendo igual peneira de "trilhadeira", quem conhece trilhadeira? kkkkkk, pensando nisso procurei receitas caseiras de bacon e encontrei uma que parece ser muito fácil de fazer, pois a maioria de nós temos churrasqueira em casa.

    Segue link: http://www.oslaineartes.com.br/2013/06/bacon-caseiro.html


    Ainda não testei, vou testar semana que vem, pois só consigo comprar toucinho de porco caipira no domingo na feira, mas não resisti a emoção e resolvi postar, se alguém tiver coragem de testar, posta o resultado.

    ResponderExcluir
  76. Olá Iremar,

    Sobre nitritos veja comentários do Dr. Souto:

    "Na minha opinião, os nitritos e nitratos dos embutidos são inofensivos. Há vários vegetais que naturalmente contém quantidades até 200x maiores destas substâncias.

    http://chriskresser.com/the-nitrate-and-nitrite-myth-another-reason-not-to-fear-bacon "

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/01/o-que-comer-no-cafe-da-manha.html#comment-987426735

    "Do artigo de Chris Kresser: http://chriskresser.com/the-nitrate-and-nitrite-myth-another-reason-not-to-fear-bacon

    - Nosso corpo fabrica muito mais nitritos do que consumimos na dieta
    - 70-90% do nitrito que chega ao nosso intestino vem de nossa própria saliva (ou seja, o que consumimos é quase nada perto disso)
    - Dos nitritos da dieta, 93% vêm de frutas e vegetais
    - PARA COMER A QUANTIDADE DE NITRITOS PRESENTES EM UMA PORÇÃO DE RÚCULA, SERIA NECESSÁRIO COMER 467 SALSICHAS.
    - Sua própria saliva tem muito mais nitritos do que tudo isso (salsichas ou rúcula ou bacon)

    Ou seja - não tenho NENHUMA preocupação com este assunto. Não há como bacon aumentar sua insulina. Aliás, bacon é uma ótima forma de reduzi-la (quando comparado a outros alimentos), uma vez que a maior parte das calorias vêm da gordura (o que é bom)."

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/01/bacon.html#comment-872387369

    ResponderExcluir
  77. Obrigado pela orientação, pois li em algum lugar nutricionistas, desinformados então, falando mal dos embutidos.
    Sendo assim fico mais tranquilo.

    ResponderExcluir
  78. Até que enfim comecam a mudar as recomendacões. Conselho Sueco de Avaliação de Tecnologias em Saúde é quem diz: Manteiga, azeite, creme de leite e bacon não são alimentos nocivos. Muito pelo contrário. A gordura é a melhor coisa para quem quer perder peso. E não há nenhuma conexão entre a alta ingestão de gordura e doenças cardiovasculares. Pelo contrario. http://www.dietdoctor.com/fat-trims-waistline.

    ResponderExcluir
  79. Dr Souto, 1 hora após refeicões no máximo quanto?? 140?

    ResponderExcluir
  80. Melhor voce comparar o resultado de 1 semana, pois as vezes acontece de em 1 dia dar estas variacoes.

    ResponderExcluir
  81. Umas duas ou tres latinhas por dia durante uma semana de ferias não vão fazer muita diferenca. Falo por experiencia propria. Experimente tambem uma caipirinha com adocante. Muita carne e gordura animal. Nada de farinhas.

    ResponderExcluir
  82. Dr Souto e/ou Patricia queria pedir a ajuda de vcs (eu e o resto do mundo LC neh rss)

    Estou fazendo a dieta keto, mantenho a ingestão de netcarbos abaixo de 20g por dia, mas tenho tido dificuldades na identificação dos queijos possiveis de consumo. Li que o queijo não deve ser produzido a partir do soro de leite, dai porque não pode-se comer queijo frescal ou minas (porfavor, me corrijam se eu estiver errada). Porém, olhando os ingredientes no queijo minas frescal da marca tirolez e tb do queijo minas padrão e ainda do parmesão da marca tirolez, vi que todos tem como principal ingrediente o leite pasteurizado. Dai pergunto, existe algum outro ingrediente no queijo q devo procurar para saber se devo ou não consumi-lo? Sendo produzido a partir do leite pasteurizado, é possivel consumir o queijo branco?


    Só mais uma duvida, voces possuem instagram? Procurei e não achei, apesar de ja existir a #drsouto no IG :)


    Agradeço muitissimo a atenção.. bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  83. Pode sim. E tem mais - a Hb glicada não é muito confiável em dieta cetogênica: olha isso: http://chriskresser.com/why-hemoglobin-a1c-is-not-a-reliable-marker


    Em 26 de setembro de 2013 17:21, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  84. Compre um glucosímetro e meça a glicemia na hora em que vc sente que está com hipoglicemia, e me diga o resultado, ok?


    Em 26 de setembro de 2013 17:38, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  85. Depois que o autoconhecimento já for grande, não precisa medir todos os dias. Mas até lá, sim.

    Não recomendo dia do lixo. Ta;vez 1 dia de carbs páleo liberados por semana, ou cada 2 semanas.


    Em 26 de setembro de 2013 22:31, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  86. Nada acima de 6 é aceitável. Até lá, no máximo carbs páleo cada 14 dias

    Em 26 de setembro de 2013 23:30, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  87. Existem pessoas que engordam com LCHF. Normalmente é por compulsões. O caminho do autoconhecimento não é uma linha reta...


    Em 27 de setembro de 2013 09:38, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  88. Sensacional! Cuide com fontes escondidas de carbs (tipo adoçante tal e qual com maltodextrina) - tenho certeza que vc consegue baixar os triglicerídeos abaixo de 150. Siga firme!


    Em 27 de setembro de 2013 11:07, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  89. Vale menos proteína
    Vale umas cenouras e um pouquinho de batata doce - tipo 50-70g de carbs/dia

    Em 27 de setembro de 2013 13:43, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  90. http://www.amazon.com/Pottengers-Cats-Francis-Marion-Pottenger/dp/0916764060/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1380328209&sr=1-1&keywords=potengers+cats

    Em 27 de setembro de 2013 16:16, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  91. 120


    2013/9/27 Disqus

    ResponderExcluir
  92. Bah, entao conforme o texto pode-se pensar que a Hb glicada teria os valores medidos de forma confiavel somente em pacientes diabeticos?
    No meu caso, refiz o exame de sangue em outro laboratório e os resultados foram diferentes hoje: glicose 100 e hb glicada 5, 2%. A variação da glicose é aceitável devido à cetose, mas a hb glicada baixar de 5,7% para 5, 2% em 48h é impossível!
    Um dos laboratórios está errado! Concorda?

    ResponderExcluir
  93. Exames laboratoriais têm marges de erro de +/- 15% em muitos casos. As pessoas colocam muita fé nos números (por causa da ilusão de precisão) e pouca fé em como se sentem e em seus espelhos.


    Em 27 de setembro de 2013 21:36, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  94. Dr na hora já fiz as medições na quarta 25/09 estava com 79 e ontem 26/09 estava com 74 ... sei q o valor ainda é considerado "normal" mas quando está abaixo de 80 já me sinto péssima !

    ResponderExcluir
  95. Isso não é hipoglicemia... e a pressão, como está?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/09/2013 22:54, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  96. Dr a pressão sempre 10/6, as vezes 9/6 e 11/6, e raramente 12/8 como ouço dizer que é normal ... e mesmo com esses valores da pressão me sinto normal ... mas como disse com a glicemia abaixo de 80 tenho vários sintomas de hipoglicemia ... e sempre a endócrino diz que minha pressão está ótima, melhor baixa que alta ...

    Não sei de fato o que acontece me dá um mal estar tão grande, as mãos e os pés gelam, coração acelerado, uma dorzinha chata de cabeça, e tenho que sentar, porque senão parece que vou desmaiar.
    Dr desculpe tantas perguntas e obrigada por ter paciência ( como a maioria dos drs não tem) em responder minhas dúvidas !

    ResponderExcluir
  97. Marcelo,
    Gatos têm bom gosto e ótimo paladar (eles sabem, por exemplo, quando um alimento já está querendo estragar). Nem moscas gostam de margarina, imagina gatos, esses animais superiores. rs
    Eu ia indicar o site Cachorro Verde, mas a Patricia já indicou. :) Lá tem ótimas dicas, a Sylvia escreve super bem e é bastante informada.



    Minhas cachorras sempre comeram comida (detestam ração -- e uma delas teve que seguir uma dieta especial por motivo de doença -- nunca pensei que ela fosse gostar e comer legumes).

    Aos meus gatos eu ofereço atum (quando como) e pedaços de carne e peixe crus; também dou um pouquinho de iogurte caseiro todos os dias. Certamente comer comida só vai fazer bem às suas gatas. Infelizmente, os veterinários são tão "bem informados" quanto os médicos, e são unânimes em indicar ração como o "melhor alimento" para cães e gatos (aproveitando para já faturar com isso, pois a maioria tem lojinha anexa ao consultório). Eles já saem catequizados das universidades, e os congressos muitas vezes são patrocinados pelas indústrias de ração.

    ResponderExcluir
  98. Oi Dr. Souto,
    Comecei a fazer paleo no dia 09/09. Ontem fiz exame de urina e foi constatado corpos cetônicos nela. É possível que eu esteja em cetose? Ou é só pelo fato de ter feito um jejum de 8h para o exame?

    ResponderExcluir
  99. Patrícia, como dou o ovo para elas, cru, cozido, gema e clara misturada?

    ResponderExcluir
  100. Jejum

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/09/2013 16:10, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  101. Obrigada. Meu marido fez o mesmo exame de urina e no dele não deu nada... :-) Pq? Isso é normal?

    ResponderExcluir
  102. Sim, é normal. Vejo exames de urina todos os dias (sou urologista), de gente que não faz dieta, e aleatoriamente uns têm cetonas positivas e outros não.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/09/2013 19:40, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  103. :-)! Oh vontade de ouvir: "Vc está em cetose" Kkkkkkk
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  104. Precisa medir no sangue para ser confiável. Mas não precisa estar em cetose para perder peso.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/09/2013 19:46, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  105. Fiquei curiosa pq sempre fiz EAS e nunca tinha dado isso. Mas estou bem tranquila com questão cetose. Estou tendo resultados animadores (-4Kg) e me sinto muito bem mesmo. Não vejo a hora de encontrar com a nutricionista e dizer que não segui a dieta saudável que ela recomendou! }:-). E acrescentar que eu comi muito bacon! Uaaahahahha.
    Obrigada Dr. o sr é muito solícito. Não é à toa que está com 1.000.000 de visualizações!

    ResponderExcluir
  106. Qual seria a melhor hora para ingerir estes 100g de carboidratos? Sei que por aqui não se recomenda carbos pela manhã. Antes de dormir seria uma opção, já que carboidratos dão sono?

    ResponderExcluir
  107. Tanto faz. Pode distribuí-los nas refeições. Uma batata doce aqui, uma fruta ali...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/09/2013 20:47, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  108. Cru mesmo!
    Já tive gatos. Eu dava 1 ovo dia sim, dia não. Depois me diga como fica o pelo!

    ResponderExcluir
  109. A unica macromolecula q nao interfere no jejum é a gordura pq nao possui impacto na produçao de insulina... experimente fazer billetroof...café , manteiga e oleo de coco...batidos no liquidificador,..segundo Asprey, o criador, a nata e crene de leite interferem no jejum...eu acho mais saboroso até, fica a ideia.

    ResponderExcluir
  110. Eduardo Rasche da Motta29 de setembro de 2013 15:38

    Olá.

    O efeito duplo e aparente contraditório dos corpos cetônicos sobre resistência à insulina pode ser devido ao efeito de Hormese. Muito comum em em sistemas biológicos que expressam figuras em "U", ou "U" invertido.

    Autores como Anthony Colpo têm grandes críticas sobre a dieta de muito baixo carboidrato, assim como os autores do excelente The Perfect Health Diet, que recomendo fortemente (o website tb. é riquíssimo e vasta e dolorosamente detalhado).

    Este casal de pesquisadores deu um passo além da dita dieta do paleolítico no sentido de agregar o fator toxicidade dos alimentos. Estes tb. sugerem um limite de 400 cal/dia (100 gr) de CHs seguros e incluem arroz branco, devido à ausência de toxinas, como lectinas, após seu cozimento. Tb limitam a ingestão de proteínas a esta mesma quantidade de calorias, devido à limitada capacidade de depuração renal para amônia. Mas é um balanço entre querer ganhar músculos (alta proteína) e longevidade (até 400 cal/dia).
    Muito baixas quantidades de CHs, eles sugerem, traz prejuízos na formação de glicoproteínas, essenciais ao sistema imune, e redução na capacidade de usar vitamina C.
    Espero ter acrescentado algo positivo.
    Saudações primais;

    Eduardo Cereal Killer

    ResponderExcluir
  111. O livro é bom mesmo, faz pensar

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/09/2013 15:38, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  112. Eduardo Rasche da Motta29 de setembro de 2013 18:04

    Todos os dias milhões de pães, doces, tortas, bolos e outras guloseimas morrem devido a lesões causadas por mordida e deglutição. Por favor ajude a salvá-los do fim. Não os consuma!
    Saudações;
    Eduardo C.K.

    ResponderExcluir
  113. Se uma pessoa reduzir bastante os carboidratos de sua alimentação diária, mas ainda assim continuar consumindo em torno de 50g por não conseguir tirar todos os carboidratos, perderá peso e terá melhoras na glicemia, mesmo q não entre em cetose?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  114. SIM

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 30/09/2013 16:58, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  115. Comigo aconteceu isso semana passada quando mostrei o exame ao médico. Ele me olhou com cara de preocupação, flou que tava alta (104) e até tocou no assunto de remédios, mas depois desistiu. Pediu a glicada antes. NÃo comentei da dieta pois sabe como é... Aí sim ele iria arrumar tudo que é problema por conta da dieta. vou fazer a glicada semana que vem.

    ResponderExcluir
  116. Eduardo Rasche da Motta4 de outubro de 2013 03:31

    Soube que infelizmente na Suécia querem sobretaxar a manteiga. Será verdade?
    Leitura interessante do Dr. Ravsnkof (sueco): Ignore the Awkward (Ignore o que lhe incomoda), e que teve um livro seu queimado ao vivo num programa de televisão lá. Ele tb critica, e muito, a teoria gordura-coração (Diet-Heart).

    ResponderExcluir
  117. Eduardo Rasche da Motta4 de outubro de 2013 03:31

    Achei isto a respeito de consequências de dietas com CH muito baixos:
    http://perfecthealthdiet.com/2011/09/high-ldl-on-paleo-revisited-low-carb-the-thyroid/

    Saudações primais;

    Eduardo

    ResponderExcluir
  118. Eu li. Melhor ainda é o The Great Cholesterol Con, de M. Kendrick

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/10/2013 03:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  119. O livro The Perfect Health Diet também é muito bom

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/10/2013 03:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  120. Dr. Souto, sou seguidora fiel do blog que conheci em um grupo no facebook. Eu passei a não me sentir mais sozinha quando digo que não preciso, necessariamente, comer de 3 em 3 ou comer cargo antes de treinar. O fator de ser jornalista sempre complicou minha escolha low cara. Já ouvi muito: você uma menina esclarecida, entrando nessa moda. No entanto as pessoas esquecem que, justamente pelo fato de ser esclarecida como dizem eu futuco, pesquiso, não ouço apenas uma opinião, su curiosa ao extremo. De janeiro até agora já se foram 28kg, tenho 29 anos, aumentei muti minha massa magra com musculação e treino funcional intercalado, e nao precisei ficar comendo pra nao perder massa magra. Cada organismo reage de uma forma as inúmeras dietas que existem por ai. Mas passei os últimos 4 anos entrando e saindo de endo e nutricionistas e nada deu certo. Quando segui sozinha o que investiguei na net, acompanhando tbm com exames periódicos, eu eliminei 28kg, ou seja, nossos profissionais precisam se atualizar urgentemente. Obrigada por esse espaço.

    ResponderExcluir
  121. Sensacional. As pessoas precisam assumir responsabilidade pela própria saúde - parabéns!


    Em 11 de outubro de 2013 11:35, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  122. Oi Doutor, tudo bem?
    Bem continuo estudando e me preparando para começar a dieta, principalmente eliminar o glúten. Minha dúvida hoje é sobre glicose. Meu namorado foi fazer inspeção de saúde e o médico disse que estava tudo bem, menos a glicose muito alta (realmente não sei quanto) e foi alertado que se continuar assim perderá o emprego. Estamos preocupados, ele não quer perder o emprego, o médico marcou novos exames para daqui a um mês porém não ofereceu nenhum tipo de orientação.
    Eu sugeri que ele começasse uma dieta, pensei na páleo, ele costuma consumir muitos carbs (É um cara jovem, 23 anos, muito alto e forte não pratica exercícios com freqüência por falta de tempo) é desses que sente muita fome e come muito arroz com feijão e as vezes até arroz, feijão e macarrão, para piorar gosta de doces. Estou preocupada não só com o emprego mas com a saúde dele, seria bom para ele começar uma dieta paleo? A taxa de glicose dele tenderá a diminuir? Recomendei que ele faça exame no particular pra ver o quão alta esta a taxa de glicose, começar a dieta e repetir o exame para ver se melhorou. Seria uma boa forma de proceder?
    Agradeço desde já pela atenção,
    Abraço

    ResponderExcluir
  123. Sim!

    E compre um glucosímetro, aí vc pode acompanhar a evolução da glicemia, em jejum e 1h após as refeições.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 17/10/2013 13:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  124. Dr Jose Carlos Souto: a falta de glicose nos musculos para quem malha atrapalha no ganho de massa muscular? atualmente tenho 15% de bf e gostaria de chegar aos 8% evitando ao maximo a perca de massa magra....

    ResponderExcluir
  125. Nossa, eu perco o ar com este blog. Os comentários são muito enriquecedores. Não quero perder peso e, sim mantêr. Minha principal dúvida é: onde entra a linhaça, a chia e os nuts? Pode ou não? Qd se fala em gordura pode até o torresmo? E como pós treino de musculação devo consumir o que para ganho de massa magra? Qual a quantidade de proteína e carbo pra manter a cetose???
    Cibeli Barbosa

    ResponderExcluir
  126. Olá Cibeli,

    Se não quer emagrecer, não precisa estar em cetose. A quantidade de carbs e proteínas para uma dieta cetogênica é individual, cada pessoa tem um máximo que pode ingerir. Uma dieta LCHF, no geral, tem 10% de carbs (em calorias), 15% de proteínas, e o resto boas gordura (uns 75% das calorias). Se seu objetivo é hipertrofia, vá de 1 a 2g de proteína por kg de peso ideal. Um bom pós treino, por exemplo é whey batido com ovos e banana.

    Torresmo é muito indicado! Explore mais o blog! A caixa de busca do blogger está com problemas. Para pesquisar o Blog, vá no google, coloque sua palavra-chave, seguida de "site:lowcarb-paleo.blogspot.com" (sem as aspas)
    Comentários sobre suas dúvidas: "Quanto à Chia, são 7 mg de ferro por 100g da semente SECA. E isso vem às custas de 42g de carbs (menos 34g de fibras, ainda são 8g de carbs).
    Veja, prefiro comer 2 ovos e matar minha fome e me nutrir MUITO mais (além de comer algo mais gostoso!), e uma xícara de espinafre com carne moída ou mesmo no contexto de um suflê também oferecem mais nutrição com menos carbs.

    Dito tudo isso, CHIA ainda é melhor do que muita outra coisa - preferível viver à base de chia do que à base de farináceos, não
    é mesmo?"

    "Gergelim e Linhaça são das poucas exceções em termos de grãos que podem ser consumidos por conterem relativamente poucos carbs (além de não conterem glúten e antinutrientes). Não ajudam, mas em quantidades não muito grandes, não atrapalham."

    "Nozes (ao contrário de feijão ou amendoim, por exemplo) podem ser consumidas cruas, e fazem parte da dieta ancestral."

    ResponderExcluir
  127. Dr souto estou com 33 semanas de gestaçao e a obstetra me pediu o TTGO como exame de rotina, tenho me alimentado em torno de 80 g de carbo por dia como vc me sugeriu..aumentei os carbos e nao tive mais hipoglicemia...lembrei- medesse artigo só q ele fala da necessidade de sairmos 3 dias antes da cetogenica pra q o corpo aprenda a metabolizar a glicose, o teste acho q sera feito com 75a 100g de glicose, como eu devo proceder? nao estou mais emcetose, embora vokte a ela de maneirs acidental e esporadicamente, mas com niveis baixos em torno de o,5 a 0,6 mmol e de forma transitoria, nos demais diasa mediçao fica em torno de 0, 2 a 0,3mmol, o q nao configura cetose nutricional....nesse caso teria eu q migrar pra uma dieta high carb ? por qtos dias? Minha dúvida esta em como proceder e o medo é o de ser diagnosticado diabetes gestacional erroneamente...peçotua ajuda e agradeço-te desde ja!

    Tudo de bom a ti e um feliz 2014 a todos nos low carbers..hehe

    Erikah

    ResponderExcluir
  128. Erikah, eu vou postar a tua história quando estiver com com completa, com foto do bebê no colo!

    Eu sugeriria 1 batata doce inteira no almoço e na janta por 3 dias antes de fazer o exame.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 10/01/2014 12:23, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  129. vou me sentir lisonjeada em me ver nesse teu catinho de cientificidades hehe...vou sim.
    Farei entao como vc me sugeriu....
    Obrigadinha,, depois te conto o resultado do exame.
    Um bjo!

    ResponderExcluir
  130. :-)


    2014/1/10 Disqus

    ResponderExcluir
  131. Doutor, essas informações que encontrei na internet procedem?..."Os sintomas de estar em cetose podem ser muito variados de pessoa para pessoa e são completamente normais. Muitas pessoas sabem que entraram em cetose por sentirem uma mudança no odor da urina e do hálito, que passa a ter um cheiro de acetona. Isso não acontece em todas as pessoas, no entanto.Tipicamente pode acontecer enjoo, fraqueza, tremores, desidratação, alteração de humor, dores de cabeça, tontura e sonolência, mas para a maior parte das pessoas esses sintomas são leves e passageiros, tornando-se menos pronunciados conforme a dieta vai avançando. O mais importante é manter um elevado consumo de água para aliviar estes sintomas, e se possível consumir bebidas com eletrólitos – sem açúcar, naturalmente, ou o processo de cetose é interrompido.
    Depois de vários dias em cetose, quando o corpo se habituar a esse processo, muitos indivíduos relatam sentir um aumento de energia, estarem mais alertas e sentirem-se melhor no geral, por isso os sintomas não são sempre apenas negativos."
    Estou com fraqueza, tremores, coração acelerado, tontura, e agora lendo isso notei o cheiro da urina...são episódios que vão e vem...mas já fazem 2 meses que estou na dieta...já não teria de ter passado isso?

    ResponderExcluir
  132. Doutor... minha duvida é em relação ao corte de carboidratos.. li inumeras vezes que cortar o carboidrato faz mal ao corpo, gera mal humor, falta de concentração e memoria, perde se massa magra, enfim..
    Gostaria de uma explicação do que o senhor acha disso... e também me explicar qual a relacao entre proteina e retenção de líquido, e a ingestão de líquidos. Obrigada

    ResponderExcluir
  133. Reposta curta: é tudo bobagem. Resposta longa: Este blog.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 11/01/2014 10:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  134. Obrigada doutor... preciso perdee peso e tenho problemas de gastrite e sindrome de ovário policistico, comecei com a dieta como me indicou e em alguns dias ja percebo a mudança. Tenho lido varios posts seus e estou adorando, muito interessante. Doutor, somente mais uma duvida.. tenho anemia com frequencia e quando fico sem comer carbo, feijao e etc sinto fraqueza, um pouco indisposta e com tontura.. o que posso fazer para evitar isso? Muito obrigada novamente e parabéns , excelente profissional!

    ResponderExcluir
  135. 2-4 semanas e tudo passa!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 11/01/2014 12:06, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  136. Olá Dr. Souto.
    Super esclarecedor, pq achava a coisa mais estranha medir a glicose em jejum e ela estar acima do dito normal (oscilava entre 103 até 110), e isso só ocorreu após começar a fazer a dieta lowcarb. E realmente, a hemoglobina glicada está muito boa!
    Mesmo assim, tenho tomado metformina 500, 2x ao dia. Agora vendo que é uma reação super normal do meu organismo, é necessário continuar com ela? Hoje em dia minha glicemia em jejum está acima de 80 e menor que 100 (mesmo tomando a medicação, tem dias que está bem próximo de 100). Adianta ou estou tomando à toa? Acredito que medicação à toa possa ser prejudicial. Obrigada! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  137. Olá, Dr. Souto! Completei 3 meses na dieta Lchf. Emagreci, reduzi medidas e me sinto muito bem. Leio muito o blog e agradeço muito as informações disponibilizadas aqui, mas fiz exames e a glicemia pós prandial (2h) deu 110. A glicemia em jejum ficou em 92, o que segundo a referência é normal. O que me preocupa é essa pós prandial, que deveria ser inferior a 99. O colesterol total também deu um pouco alto, 224, e os triglicerideos 122. Pelo que entendi lendo o blog, o colesterol está ok mesmo acima do "normal". E a glicemia pós, é esse exame mesmo que eu deveria fazer? Deveria mesmo dar 99 no máximo?

    ResponderExcluir
  138. Dr. Souto,
    Acredito que já conhece:

    "The Ketogenic Diet: A complete guide for the Dieter and Practitioner", de
    Lyle McDonald.

    http://aaron.emascc.com/diet/ebooks/Lyle_McDonald_-_The_Ketogenic_Diet.pdf



    Abraço!

    ResponderExcluir
  139. Adirano,

    "A glicemia pós-prandial normal é aquela que, após 2 horas, se encontra abaixo dos 140 mg/dL.
    Valores entre 140 e 199 mg/dL indicam intolerância a glicose e são um sinal de que o seu organismo não está lidando corretamente com a elevação do glicose após as refeições. Normalmente indica resistência à ação da insulina. É também considerada um estágio pré-diabetes, mesmo que a glicemia em jejum esteja abaixo de 100 mg/dL.
    Valores acima de 200 mg/dL são indicativos de diabetes."


    Portanto, fique tranquilo com sua glicemia.

    http://www.mdsaude.com/2010/06/glicemia-hemoglobina-glicosilada.html

    ResponderExcluir
  140. Dr. Souto, muito obrigada pelas valiosas informações que compartilha conosco. Sempre leio suas postagens e elas tem me ajudado bastante, mas hj venho aqui pq preciso de uma opinião. Faço Atkins há 8 meses, foram 6 em cetose e perdi 20 kg. Agora estou em pré manutenção, mas não como grãos, leguminosas, farelos nem derivados de leite. Qnd comecei a dieta, tinha pré diabetes, hipotiroidismo e ovário policistico. Hj consegui controlar hipotiroidismo, mas tomo puran de 75, fui "curada" do ovário policistico que tratava a 20 anos sem resultados, mas tenho sofrido com hipoglicemia noturna nas ultimas semanas tomo glifage de 500 após o jantar. No dia que comi menos de 20 g de carbo tive inclusive convulsões.
    Interrompi a medicação com orientação da endocrino que é excelente profissional, mas infelizmente não entende muito a minha alimentação (falou pra eu comer doce ou tomar um suco com bastante açucar qnd me sentir mal - não fiz isso). Inclui algumas frutas (abacaxi e pera) e tmb batata doce, mas não sei se fiz certo, contudo melhorei. Tenho medo que os picos de insulina causados pela frutose piorarem o meu quadro. Estou pensando em manter 50g de carbo diário e observar. O que o senhor me indica.

    ResponderExcluir
  141. Um resultado interessante de auto-experimentação: a glicose em jejum reduz de 110 para 84 mg/dL praticando HIIT. E ao mesmo tempo a cetose sanguínea subiu de 0.4 mmol/L para 2.7 mmol/L!

    ResponderExcluir
  142. Leia a postagem de hoje sobre amido resistente - irá lhe proteger de picos de insulina.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/02/2014 12:08, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  143. Oi Silvio, qual e o aparelho que vc usa para medir a cetose, eu comprei um no ebay xtra gluco/ketones(Que ainda nao chegou 2 meses e nada) mas as tiras sao dificeis de achar ate mesmo no proprio ebay e quando tem os vendedores enfiam a faca , valeu!

    ResponderExcluir
  144. Olá, Vicente, uso o Optium Xceed, comprei aqui no Brasil mesmo. As fitas compro em farmácias on-line, mas já comprei em farmácias físicas também.

    Veja no final deste comentário uma página (link abaixo) com links para farmácias que vendem fitas on-line.

    Sucesso para você.

    http://diaadialowcarb.com.br/medidor-de-cetonas/

    ResponderExcluir
  145. valeu pela dica amigo... eu acho que o xtra e xceed são iguais !?

    ResponderExcluir
  146. Sim, são o mesmo aparelho, na amazon.com é vendido como Precision Xtra.

    ResponderExcluir
  147. Hj eu medi a glicemia em jejum deu 92 ...
    Fiz HIIT em jejum... Logo apos o hiit medi tava 154 !!!
    É normal isso. Sem comer nada e a glicemia elevar assim? Num era pra ser ao contrario... Penso eu que e glicogênio do figado trabalhando ao meu favor rsrs...

    ResponderExcluir
  148. Dr. mas isso e bom ou ruim? e ruim ne ,cortisol catabólico... então não e bom fazer hiit em jejum obrigado Dr. Souto

    ResponderExcluir
  149. Não é bom fazer HIIT todos os dias, nem junto com a musculação. Stress agudo é bom. Crônico, é ruim.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 13/03/2014 23:52, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  150. Dr. Souto, segue meu relato das minhas atuais experimentações: Estou seguindo a dieta cetogenica para emagrecer.
    Inicialmente estava fazendo apenas LCHF/paleo, cortei glúten e carbos não
    paleo. Perdi 5kg inicialmente e estagnei, mas reduzi medidas. No entanto ao
    iniciar com a cetogencia, percebi mais uma leve redução de medidas mas não de peso, devo ter
    aumentado massa magra suponho. Reduzi a proteína e aumentei o gordura para
    poder tentar entrar em cetose, no entanto minha cetose não passava de 0,4. Inclui então o AR (fecula de batata Aminna). No 1º dia de uso estranhei as medições de glicose terem ficado altas durante o dia, mas nos dias seguintes elas ficaram abaixo de 100 (variando entre 86 a 95) porém como proposto neste post, com a dieta cetogenica a glicemia de jejum fica mesmo mais alta e está diariamente em torno de 106-108 mas sempre menor que 110. Quanto ao aumento da cetose, após inclusão do AR e aumento da gordura boa teve um aumento de 0,4 para 0,7 em 1 dia (há relação consumo de AR e aumento de cetose?). Minha dúvida é se devo reduzir ainda mais as proteinas (carbos somente dos vegetais, não consigo reduzir), talvez cortar laticinios? como aumento minha cetose? O AR melhorou muito o intestino, os foguetórios ja diminuiram. é certo afirmar que o AR pode ajudar a elevar a cetose ou foi coincidencia inicar o uso do AR e ter aumentado as gorduras? Obrigada mais uma vez.

    ResponderExcluir
  151. Muito interessante!
    Que fonte de AR vc está usando?
    Não sei se o AR aumentou a cetose - estou ainda aprendendo com as experiências dos leitores. Mas já está claro que não atrapalha.
    E o seu caso é muito ilustrativo de que o AR permite regular a flora intestinal em uma dieta que mata essa flora - genial.
    Diminuir a proteína? Bem, teria que fazer contas, vc deve comer no mínimo 0,8 g de proteína por Kg de peso ideal, pra não começar a perder massa magra.


    Em 14 de março de 2014 10:12, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  152. O AR que estou usando é a fécula de batata da Aminna. Antes suplementava fazendo meu iogurte em casa com Bio Rich, mas cortei o iogurte na dieta cetogenica. Em 3 dias de suplementação perdi 800g. Pelo que tenho lido me corrija se estou concluindo errado, mas acho que o butirato ajudou a queimar mais gordura e elevou talvez as cetonas e o AR reduzindo a glicemia tá tudo relacionado....e viva a saúde!!! Obrigada Dr. pelas suas postagens!

    ResponderExcluir
  153. É o butirato aumenta o GLP-1 que reduz a resistência à insulina.

    Thanks

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/03/2014 12:08, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  154. Aproveitando a resposta: qual a diferença entre os efeitos da musculação e do HIIT para o emagrecimento? pensei que ambos dessem na mesma...

    ResponderExcluir
  155. HIIT ajuda no condicionamento físico e em baixar o set point Musculação preserva massa magra e ajuda no set point.
    Ambos são bons.


    Em 14 de março de 2014 13:14, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  156. grato pelas respostas.

    ResponderExcluir
  157. Dr. Souto, seguindo meu "experimento" aos 7 dias suplementando com AR já tive redução na glicemia de jejum mesmo fazendo a dieta cetogenica que já entendi que mantem a gilcemia jejum mais alta. As mediçoes durante o dia tem ficado mesmo abaixo de 90-80, mas quanto ao que eu relatava da cetose, ainda é cedo para tentar relacionar com o uso do AR, mas está muito claro para mim que as minhas variações dos corpos cetogenicos tem sido em virtude do aumento ou não da proteína (na dieta cetogenica) e os valores das cetonas estão maiores a noite (c/ glicemia mais baixa) e na medição na glicemia de jejum, com a glicemia alta, a cetona aparece mais baixa. Suponho que estou caminhando certo para manter a perda de peso. Abraços!

    ResponderExcluir
  158. Em geral a cetonemia é maior à noite (não sei porque). Está no caminho certíssimo.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 18/03/2014 09:25, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  159. Dr. Souto, sei que o AR na dieta cetogenica não tem efeito tão visível na redução da glicemia quanto numa dieta somente paleo, mas ainda assim esperava uma redução mais significativa. Saberia me dizer se a sucralose reduz o efeito do AR? é a única fonte "doce" na minha dieta, mas não uso mais do que 20 gotas/dia (uso no abacate ou nata com coco/morango....) Tks!

    ResponderExcluir
  160. O objetivo do AR na dieta cetogênica é diminuir a glicemia de jejum ao acordar e regular o intestino

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 19/03/2014 15:39, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  161. Tks! mas agora me surgiu + uma questão: Pensei em substituir essa "doçura" do sucralose pela Yacon em pó, será que ajuda como AR também????

    ResponderExcluir
  162. Vou postergar a Yacon para quando sair da cetogenica e retomar a Paleo já magrinha...rsrsrs...Irei postando os resultados. E novamente muito obrigada pela atenção e claro pelo conteúdo do blog!

    ResponderExcluir
  163. então devemos comer a banana verde pela manhã? se estamos de jejum, como a glicemia pode estar alta?

    ResponderExcluir
  164. Não. Não. A glicemia em jejum alta é devido à resistência à insulina e à gliconeogênese (http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/09/por-que-glicemia-de-jejum-pode-aumentar.html)
    O amido resistente, suplementado por SEMANAS, leva a uma mudança da flora intestinal, que reduz a resistência à insulina, e reduz os valores de glicemia em jejum em virtude disso, nada a ver com comer logo antes de medir - é um efeito real, continuado e de longo prazo sobre a saúde e a resistência à insulina, pela melhora da flora intestinal.

    Eu, pessoalmente, prefiro não comer banana verde de manhã, pois concentro meus carbs após o almoço (e mais à noite). Meu café da manhã nunca tem nenhum carb.

    2014-03-20 14:01 GMT-03:00, Disqus :

    ResponderExcluir
  165. Dr., não entendi ainda... mas vou entender depois que estudar melhor o texto que o senhor indicou... meus filhos de 7 e 9 anos, que são mais perspicazes que eu, agora falam de carboidratos, gorduras e proteínas com desenvoltura graças às postagens deste blog. : )

    Qual a razão para se evitar carbs pela manhã e empurrá-los para a noite? eu costumo comer mamão pela manhã, isso desacelera a perda de peso? obg

    ResponderExcluir
  166. Acordamos em cetose, e os carbs matinais interrompem isso (pico se insulina acaba com cetose). Se ficarmos low carb durante o dia, seguimos queimando gordura durante o dia. à noite, o corpo é naturalmente mais resistente à insulina. Se comemos carbs à noite, e nossos estoques de glicogênio estão baixos (e estão, pois estamos low carb desde o dia anterior), e estamos resistentes à insulina (pois isso acontece à noite), os carbs da noite (com bom senso, estou falando de uma fruta) serão estocados como GLICOGÊNIO, e não como gordura. E serão queimados durante a madrugada. Há estudos que provam isso.


    Em 21 de março de 2014 10:00, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  167. magnifique! agora captei. obg.

    ResponderExcluir
  168. Muito legal esse mecanismo. Poderia passar o estudo que olha nisso? (resist. insulínica fisiológica noturna, seria? Independente da dieta - já que acontece mesmo em cetose?)

    ResponderExcluir
  169. Arthur, pesquisa sobre carb backloading

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 21/03/2014 12:21, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  170. Sei que sou um sujeito confiável :-) Mas lá vai a fonte:

    Obesity (Silver Spring). 2011 Oct;19(10):2006-14. doi: 10.1038/oby.2011.48. Epub 2011 Apr 7.
    Greater weight loss and hormonal changes after 6 months diet with carbohydrates eaten mostly at dinner.
    Sofer S 1, Eliraz A , Kaplan S , Voet H , Fink G , Kima T , Madar Z .
    Author information Abstract

    This study was designed to investigate the effect of a low-calorie diet with carbohydrates eaten mostly at dinner on anthropometric, hunger/satiety, biochemical, and inflammatory parameters. Hormonal secretions were also evaluated. Seventy-eight police officers (BMI >30) were randomly assigned to experimental (carbohydrates eaten mostly at dinner) or control weight loss diets for 6 months. On day 0, 7, 90, and 180 blood samples and hunger scores were collected every 4 h from 0800 to 2000 hours. Anthropometric measurements were collected throughout the study. Greater weight loss, abdominal circumference, and body fat mass reductions were observed in the experimental diet in comparison to controls. Hunger scores were lower and greater improvements in fasting glucose, average daily insulin concentrations, and homeostasis model assessment for insulin resistance (HOMA(IR)), T-cholesterol, low-density lipoprotein (LDL) cholesterol, high-density lipoprotein (HDL) cholesterol, C-reactive protein (CRP), tumor necrosis factor-α (TNF-α), and interleukin-6 (IL-6) levels were observed in comparison to controls. The experimental diet modified daily leptin and adiponectin concentrations compared to those observed at baseline and to a control diet. A simple dietary manipulation of carbohydrate distribution appears to have additional benefits when compared to a conventional weight loss diet in individuals suffering from obesity. It might also be beneficial for individuals suffering from insulin resistance and the metabolic syndrome. Further research is required to confirm and clarify the mechanisms by which this relatively simple diet approach enhances satiety, leads to better anthropometric outcomes, and achieves improved metabolic response, compared to a more conventional dietary approach.


    Em 21 de março de 2014 12:21, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  171. Obrigado, vou olhar sobre o carb backloading tb!

    ResponderExcluir
  172. Maravilha. muito obrigado. DR.

    ResponderExcluir
  173. Dr. Souto, continuo seguindo com a Dieta Keto e o AR (Fecula de batata Aminna) em duas tomadas (manhã em jejum e a noite antes de dormir) porém nas 2 primeiras semanas com o AR passei bem, flatulencia moderada. Nesta 3ª semana tenho sentido azia a noite logo após a tomada do AR. Há relatos de azia? Como o intestino está bem regulado (visitas ao wc até 3x/dia com fezes pequenas e firmes, não tive diarréia em nenhum momento), não considero como intolerancia...mas será que o AR neste caso deve ser reduzido???. Estou consumindo o meu iogurte caseiro com biorich 2x/semana para poder tornar a minha flora mais rica neste momento de dieta keto tentando não sair da cetose. O que o sr. me sugere, reduzir o AR por conta da azia? Abçs!

    ResponderExcluir
  174. Me parece uma boa (reduzir)


    Em 25 de março de 2014 08:35, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  175. Olá Dr. Souto! Quase 20 dias de dieta keto + uso do AR, tenho boas e más notícias do meu experimento: o AR diminuiu bem a glicemia de jejum, não atrapalha a cetose e hoje depois de pelo menos duas semana já cetoadaptada (suponho) comi 150g de espaguete (de trigo) ao pesto e meus niveis medidos são: jejum 98 / 1 hora antes do almoço 91 / 30 min pos almoço 95 / 1 hora pós 117 / 2 hs pós 94 ! No entanto a má noticia: o AR não me ajuda com a constipação da dieta Keto, estou suplementando com o iogurte caseiro+biorich 2x/semana e o consumo desse espaguetinho me causou uma baita dor de cabeça e estufamento absurdo, ou seja, valeu como experimento, massa somente sem gluten e quando retornar à dieta paleo não keto. E reduzi o AR a noite, mas não tive redução da azia. Não tenho azia todas as noites, mas tem dias que tenho durante o dia no auge da medição da cetose... não deve ser o AR que causa a azia e sim um efeito colateral da cetose? será? Abçs!

    ResponderExcluir
  176. Dr. Souto
    Tenho uma pergunta sobre a glicemia, mas antes vou lhe contar que tive diabete gestacional e que desde então verifico eventualmente minha glicose em jejum para saber a quantas anda. Bueno, da última vez que medi, já com duas semanas de dieta low carb (mas com mais manteiga, azeite e queijo do que devia), minha glicemia estava em 115. Não me apavorei. Fui medir a glicemia pós prandial, depois de um almoço de dieta, que incluia caldinho, filé com queijo minas creme, muita salada bem temperada com azeite, e verduras refogadas com manteiga. Acho que comi melão também, mas não tenho certeza. Glicose 1h depois: 115. Ok, no tempo da gravidez dava 240, mas minha endócrino da época mandava eu comer uma refeição lauta antes, tipo pizza, coca-cola normal e sunday de sobremesa, e testar 1h depois. Aí vem minha pergunta, e não é consulta, não tem uma diferença muito grande de parâmetro inicial? Eu sei que os 115 de agora são ótimos e nem me preocupo com a glicemia de jejum, mas os 115 pós prandial não podem estar mascarando um diabete tipo 2 porque eu não estou comendo carboidrato? Se eu fizesse um teste com "carboidrato nas veias" após um almoço de pizza + refri + sorvete, não daria elevado? Devo fazer o teste ou tanto faz, porque o que importa é o "agora"? Não é importante ter um diagnóstico preciso de diabete tipo 2?
    Equeci de dizer que naquela gravidez eu bati pé com a endócrino e a ginecologista, e não tomei insulina, controlei perfeitamente só com dieta sem carboidrato e minha glicose voltou ao normal depois do parto, e numa segunda gravidez em que também aboli os carboidratos, minhas medidas glicêmicas eram normais, desde o primeiro teste.
    Basicamente eu acho que eu tenho dificuldade em entender o conceito de diabete tipo 2...
    Desculpe o comentário tão comprido, li muitas vezes as postagens e estou adorando. Minha dieta é LC. Em tese sem HF. Mas eu dou meus jeitinhos paleo... e venho emagrecendo 1kg por semana. Não foi fácil no início, mas agora já estou me habituando. E tenho convicção de que, se for só low carb, quando atingir o peso que eu quero, vou voltar a aumentar de peso. Acho a HF bem mais coerente.
    Última pergunta, prometo, a tal fécula seria útil para emagrecer? Não tenho problema de prisão de ventre, nem problema com o índice glicêmico, pelo visto...

    ResponderExcluir
  177. Então, o trigo não entra na minha casa mais, porém fui almoçar com uma amiga e era o que tinha disponível além da salada, e resolvi "testar"como reagiria ao trigo. Fruta estou comendo apenas abacate e os vegetais ficam por conta da couve, espinafre e brocolis enquanto estou fazendo dieta Keto para perder peso. Tks!

    ResponderExcluir
  178. 'Carlos Fernandes5 de abril de 2014 04:36

    Dr. Souto costumo praticar jejum intermitente de 16 horas. Quando o faço a glicemia de jejum é de 110 - 117 + - . Já á mais de 1 mês suplemento com amido resistente e é igual. Será que é o phenomeno de dawn?

    ResponderExcluir
  179. Como está a Hb glicada?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 05/04/2014 04:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  180. 'Carlos Fernandes5 de abril de 2014 14:08

    jantei bife de porco, salada de alface, 3 ovos mexidos, queijo cheddar, e 2 cubos de chocolate 81% 1 hora depois deu 120...

    ResponderExcluir
  181. Olá Dr. Souto! Praticamente 3 meses de dieta keto com a suplementação do AR, quero compartilhar o resultado: intestino funcionando bem. Glicemia de Jejum já caiu e está entre 87 e 95. Essa semana fui fazer os exames básicos (triglicérides, colesterol, etc) assim que pegar os resultados posto. Mas já adianto que a melhora na disposição em geral, sem TPM, as dores de cabeça sumiram, perdi 8kg (na balança) mas pelas roupas devo ter perdido mais. Não tenho mais Insonia nem azia. Costumava ter espinhas e simplesmente desapareceram. A dieta é excelente, mas exige tempo para o preparo e para a escolha dos ingredientes saudaveis. Mas o trabalho compensa! Percebi que o dia que escapei e consumi carbos paleo, na semana seguinte voltei à cetose com muito mais facilidade do que tive para entrar, seria isso resultado da ceto-adaptação? abçs! e mais uma vez muito obrigada pelo valioso conteúdo do blog!

    ResponderExcluir
  182. Sensacional

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 30/04/2014 17:42, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  183. Junior Valadares10 de maio de 2014 21:09

    Faz sentido. Coco, especialmente o óleo, arrebenta minha digestão. Eu praticava o Bulletproof Coffee, mas tive que tirar o óleo de coco. Não aguentei.

    ResponderExcluir
  184. Olá Dr. Souto. Quase 4 meses de dieta ceto, ME SENTINDO MUITO BEM, MAIS MAGRA E DISPOSTA, olha meus resultados: Colesterol total antes 195 atual 244 / HDL antes 76 atual 102 / LDL antes 67 atual 120 / VLDL antes 85 atual 22 / triglicerides antes 195 atual 111 (feliz!!!) Lembrando que sigo dieta ceto (as vezes escorrego nos carbs paleo e volto à ceto, uso AR diariamente. Gilcemia de Jejum 86 e Hemo glicada 4,8 (+ feliz!!!) Somente me preocupou o valor do HS PCR atual 6,33 (na tabela de referencia para risco coronario deveria ser menor que 3,0 mg/L, dentro da dieta ceto e paleo qual referencia devo considerar? Abçs!

    ResponderExcluir
  185. Tatiana, eu repetiria esse PCR (às vezes sobe por qualquer unha encravada)

    Em 13 de maio de 2014 09:54, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  186. Dr.Souto, já faz alguns meses que sigo a dieta HFLC e desde q comecei perdi cerca de 15Kg, principalmente nos últimos 2 meses, pois reduzi o crb em menos de 40g, acredito que estou em cetose alimentar (comprei um medidor com tiras chega em 2 dias), tenho acompanhado minha glicemia em jejum (80-90) e pós prandial (1h- 75-85), Ontem peguei pesado no treino de musculação e tomei um shake de frutas vermelhas c/ 3whei s/ carb, mais leite de coco e 2 bananas bem verdes, acordei hoje e minha glicemia em jejum deu 58!
    Pode ser alguma coisa? Não me sinto mal, tenho que fazer algo para subi-la?

    ResponderExcluir
  187. Tem é que ganhar os parabéns

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 20/05/2014 10:47, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  188. Luiz de Gonzaga Monteiro27 de maio de 2014 13:21

    Dr. Souto, Boa tarde!!!


    Gosto de comer abacate pela manhã, esse consumo me tira da cetose, é muito carb pela manhã? As únicas frutas que como são abacate e Coco seco in natura . Seria melhor consumi-las à noite ou posso continuar comento meu abacatinho pela manhã?

    ResponderExcluir
  189. Pode

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/05/2014 13:45, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  190. Luiz de Gonzaga Monteiro27 de maio de 2014 13:53

    Dr. Souto,


    Quando for fazer exame de glicose e hb, posso fazer em cetose ou é melhor comer AR, tipo batata doce 3 dias consecutivos no pré exame?

    ResponderExcluir
  191. Luiz de Gonzaga Monteiro27 de maio de 2014 14:19

    Dr. Souto,


    Estou usando o adoçante stevita, nas especificações diz que é de satévia, 100% natural e blá, blá, blá. Gostaria de saber se ele aumenta a minha taxa de trigl, ou ele é confiável?

    ResponderExcluir