terça-feira, 1 de outubro de 2013

Dieta Low Carb e Paleolítica em ESPANHOL

Graças ao empenho de Jorge Ponce, este blog está ganhando uma versão em espanhol.

Conheçam o 

Dieta Low-Carb y Paleolítica

35 comentários:

  1. Parabéns Jorge!!! Incrível!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  3. Que ótimo!!!

    Bela iniciativa :)

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Dr Souto. Tomara com a tradução em espanhol possamos ajudar novas pessoas em nossa caminhada Paleo :-)

    ResponderExcluir
  5. Grande idéia, Jorge!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Dr. Souto e Patrícia, o empenho de vocês mudou a minha vida e da minha esposa. Agradeço muito a dedicação de vocês em compartilhar conosco todo esse conhecimento.
    Parabéns Jorge, o conteúdo em espanhol vai alcançar ainda mais pessoas em busca de informação de qualidade.

    ResponderExcluir
  7. Dr. que exame deve ser realizado para constatar se a pessoa tem resistência á leptina?

    ResponderExcluir
  8. http://blogs.scientificamerican.com/mind-guest-blog/2013/10/01/the-fat-fueled-brain-unnatural-or-advantageous/

    Doutor Souto, segue para conhecimento um post referente ao mundo low carb.

    Abc!!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Jorge e dr. Souto, uma excelente iniciativa.... vou acompanhar os 2 blogs e aprender um pouco do espanhol....rsrs


    Dr. Souto,
    Eu e meu marido estamos na dieta a 3 semanas e os benefícios são realmente incríveis. Nós já perdemos muitas medidas, ele perdeu 14 cm de barriga, 5 cm de coxa, 6 cm de tórax, e % de gordura reduziu 6%. Já eu perdi 6 cm de barriga, 5 cm de coxa, 4 cm de quadril e 4% de gordura corporal. É excelente, todos se espantam. Porém, com toda esta perda de gordura, perdemos apenas 1 kg cada um. Sei que esta questão já é muito batida por aqui, mas a gordura corporal não pesa? Porque tanta medida perdida e quase nada de peso perdido? E sei que perdemos gordura mesmo, não foi líquidos e músculos.
    Estamos nos alimentando corretamente, dia do lixo só em último caso, e o único motivo que vem em minha mente é o consumo de iogurte natural (caseiro), castanhas de cajú e amendoim. Algum destes alimentos pode estar atrapalhando? O dr. fala muito do iogurte, mas não consigo entender porque ele pode atrapalhar na dieta pois tem pouco carboidrato/açúcar. E estes alimentos foram um achado para deixar a dieta mais gostosa.

    ResponderExcluir
  10. Desconheço a existência desse exame em laboratórios comerciais (fora do contexto de pesquisa). Mas, quase que por definição, todas as pessoas com obesidade têm resistência à leptina.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 02/10/2013 09:50, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  11. Bom, me parece uma incrível história de sucesso até agora. Eu não mexeria em nada. Medidas são muito mais importantes. Se as medidas caíram drasticamente e o peso caiu pouco, é porque houve ganho de massa magra, o que é bom.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 02/10/2013 10:11, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  12. é comum isto acontecer? pois pelo que vejo no blog as pessoas ou perdem peso rápido, ou não sentem diferença no corpo, mas isso nunca li relato de ninguém. É possível ganhar massa magra sem praticar exercícios? Obrigada.

    ResponderExcluir
  13. Ela muitas vezes ta ligada com resist. a insulina, e essa da pra medir! (insulina em jejum, curva glicemica).

    ResponderExcluir
  14. Olá Dr Souto! Comecei a dieta hoje mesmo! Tenho 23 anos e estou bem ansiosa para ver os resultados. Mas tenho um receio: tive um cálculo de colesterol na vesícula biliar. Descobri isso em 2011 através de uma ultrassonografia abdominal e ele até foi confundido com um pólipo pequeno pelo médico que fez o laudo do exame. Meu endócrino suspeitou da possibilidade de ser um cálculo de colesterol e, para evitar a retirada da vesícula, indicou uma dieta com baixo teor de gordura para verificar se desapareceria. E isto, felizmente, ocorreu depois de 4 meses de dieta, comprovando a suspeita. O médico disse para evitar a ingestão de muita gordura para que não apareça um novo cálculo e uma vez ao ano fazer uma ultra para tomar conta do caso. Ainda estou bem e nada apareceu.

    A minha dúvida é se a dieta Paleo, que não restringe a ingestão de gordura, aumenta o risco de aparecer um novo cálculo de colesterol.

    Obrigada pela atenção e parabéns pela iniciativa de criar o blog! As matérias são ótimas!
    ------------------------------------------------------------------------------------
    ***Aproveitando a oportunidade de ter contado meu caso médico, quero deixar observação para quem ler meu comentário: é MUITO importante você SEMPRE consultar mais de um médico no caso dele indicar alguma cirurgia. Meu gastroenterologista queria tirar minha pobre vesícula. Falou que não tinha outra saída senão essa! Felizmente minha mãe teve a ideia de consultar um bom médico que suspeitou do caso e trouxe a alternativa de primeiro confirmar o laudo para depois fazer a cirurgia. E DEU CERTO!!!!!!! A suspeita foi confirmada, o laudo estava errado e a cirurgia não foi necessária!!!! Então tenham bastante atenção e sempre confirmem qualquer diagnóstico!

    ResponderExcluir
  15. Muito bom o artigo!

    ResponderExcluir
  16. Meu Pai tem 68 anos e diabete tipo2, sofre muito com dores nas pernas ( dor + formigamento), usa insulina todos os dias. Estou conversando com ele sobre dieta low carb e paleo, mas ele ainda é bem receoso. Gostaria de saber quais serão os sintomas na diabete. Valor de Glicose,e em relação a cetose ha algum risco?

    ResponderExcluir
  17. O difícil não é seguir esta dieta, pois é muito fácil, mas sim suportar os parentes achando que irão conseguir que a gente caia em tentação, criticando, etc.
    Minha última experiência foi brigas com a família do meu marido pois acham que nós estamos "frescos" demais com a alimentação, com a nossa saúde. Porém não entendem a situação crítica da saúde dele, e com certeza acham que ele deve seguir a linha familiar de obesos, doentes e comendo feliz.
    Depois que começamos a dieta quando fazemos uma refeição com a família dele, a mesa é repleta de carboidratos, coisa que nem antes era assim, propositalmente.
    Alguém também passou ou está passando por isso?

    ResponderExcluir
  18. O que provoca cálculos na vesícula é o excesso de carboidratos, não de gordura.

    Os cálculo biliares têm a ver com o DESUSO da vesícula biliar devido a dietas POBRES em gordura, motivo pelo qual ocorre EXCLUSIVAMENTE na dieta ocidental, sendo patologia desconhecida em povos caçadores coletores com uma alimentação natural. Os fatores de risco para litíase biliar são todos parte da síndrome metabólica, que é causa pelo excesso de açúcar e farináceos, e curada pela abstenção destas coisas.
    Méndez-Sánchez, N. et al., 2007. Role of diet in cholesterol gallstone formation. Clinica chimica acta; international journal of clinical chemistry, 376(1-2), pp.1–8.
    Tsai, C.-J. et al., 2005. Dietary carbohydrates and glycaemic load and the incidence of symptomatic gall stone disease in men. Gut, 54(6), pp.823–828. Available at: http://gut.bmj.com/content/54/6/823 [Accessed September 9, 2013].

    Esta segunda referência é MUITO boa, e está disponível na íntegra: conclusão: "Our findings suggest that a high intake of carbohydrate, glycaemic load, and glycaemic index increases the risk of symptomatic gall stone disease in men. These results add to the concern that low fat high carbohydrate diets may not be an optimal dietary recommendation."

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    **
    [image: Disqus] Settings
    A new comment was posted on Dieta Low-Carb e Paleolítica ------------------------------ *Vanessa*
    Olá Dr Souto! Comecei a dieta hoje mesmo! Tenho 23 anos e estou bem ansiosa para ver os resultados. Mas tenho um receio: tive um cálculo de colesterol na vesícula biliar. Descobri isso em 2011 através de uma ultrassonografia abdominal e ele até foi confundido com um pólipo pequeno pelo médico que fez o laudo do exame. Meu endócrino suspeitou da possibilidade de ser um cálculo de colesterol e, para evitar a retirada da vesícula, indicou uma dieta com baixo teor de gordura para verificar se desapareceria. E isto, felizmente, ocorreu depois de 4 meses de dieta, comprovando a suspeita. O médico disse para evitar a ingestão de muita gordura para que não apareça um novo cálculo e uma vez ao ano fazer uma ultra para tomar conta do caso. Ainda estou bem e nada apareceu.

    A minha dúvida é se a dieta Paleo, que não restringe a ingestão de gordura, aumenta o risco de aparecer um novo cálculo de colesterol.

    Obrigada pela atenção e parabéns pela iniciativa de criar o blog! As matérias são ótimas! ------------------------------------------------------------------------------------ ***Aproveitando a oportunidade de ter contado meu caso médico, quero deixar observação para quem ler meu comentário: é MUITO importante você SEMPRE consultar mais de um médico no caso dele indicar alguma cirurgia. Meu gastroenterologista queria tirar minha pobre vesícula. Falou que não tinha outra saída senão essa! Felizmente minha mãe teve a ideia de consultar um bom médico que suspeitou do caso e trouxe a alternativa de primeiro confirmar o laudo para depois fazer a cirurgia. E DEU CERTO!!!!!!! A suspeita foi confirmada, o laudo estava errado e a cirurgia não foi necessár ia!!!! Então tenham bastante atenção e sempre confirmem qualquer diagnóstico!

    3:03 p.m., Wednesday Oct. 2
    * Reply to Vanessa * Moderate this comment by email

    Email address: *vsspinheiro@gmail.com* | IP address: 177.133.250.6

    Reply to this email with “Delete”, “Approve”, or “Spam”, or moderate from the *Disqus moderation panel*.


    ------------------------------

    You're receiving this message because you're signed up to receive notifications about activity on threads authored by jcsouto.

    You can unsubscribe from emails about activity on threads authored by jcsouto by replying to this email with "unsubscribe" or reduce the rate with which these emails are sent by adjusting your notification settings.

    [image: Disqus]

    ResponderExcluir
  19. Prezado Dr. Souto,


    a redução do T4L (0,63ng/dL) e do T3L (0,53pg/mL) com TSH (1,76uUI/mL) e a alteração dos níveis de TGO/AST (77U/L) e TGP/ALT (185U/L) podem ser provocadas pela mudança na dieta (estou em low-carb/paleo há dois meses) ou tem outro tipo de causa?


    Abraços e obrigada pela atenção!

    ResponderExcluir
  20. Parabéns Jorge!


    ______
    42

    ResponderExcluir
  21. Quando eram antes?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 02/10/2013 20:17, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  22. Acha comer carne crua radical? Ou melhor que a cozida? (menos glicada, preserva nutrientes, etc?)

    Olha isso aqui!

    http://www.vice.com/en_uk/read/this-guy-has-eaten-nothing-but-raw-meat-for-five-years

    ResponderExcluir
  23. T4L(1,03 ng/dL), TSH (2,885 uUI/mL), TGO/AST (22 U/L) e TGP/ATL (16 U/L). A T3L nunca foi solicitada antes.


    Agradeço novamente pela atenção.

    ResponderExcluir
  24. Há algo de muito estranho nestes exames. Provas de função hepática se alteraram, e NUNCA vi isso acontecer com páleo (pelo contrário, elas MELHORAM). Algo mais aconteceu? Algum novo medicamento? Possibilidade de uma hepatite? Este é um caso para ser investigado em uma consulta...


    2013/10/3 Disqus

    ResponderExcluir
  25. Parabéns Jorge!
    Que trabalho fantástico!
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  26. Fernanda, não desanime pq tem gente querendo boicotar vc e seu marido, pense só q vcs vão emagrecer, ficar mais saudáveis e se eles querem continuar doentes é problema deles. Convida eles pra um churrascão pra comemorar X quilos perdidos e quero ver quem vai deixar de ir.

    No meu caso tive estranhamento da família, a minha mesmo, mas é por causa dessa inquisição com as gorduras, mas eu sempre vou conversando aos poucos e vão entendendo, aos poucos, e se não entenderem são eles q saem perdendo.
    Não dá pra culpar uma pessoa por ter sido ensinada errado, mas nem querer ouvir uma ideia nova não é construtivo.

    ResponderExcluir
  27. Eu não sei porque acontece, mas já ouvi isso de outras pessoas.


    Em 3 de outubro de 2013 14:08, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  28. Olá Dr. gostaria de saber sua opinião sobre aquele livro lançado ano passado sobre a dieta de 2 dias dos autores Michael Mosley e pela jornalista Mimi Spencer. São 5 dias comendo normal, 3x, arroz, feijão, carne, etc, com dois comendo 500 calorias. Esse jejum intermitente auxilia no organismo e na perda de peso e até dizem para ser seguido "forever". O Sr. aprova?
    um abraço. ;)

    ResponderExcluir
  29. Se alguém conseguir manter isso para sempre, é uma boa. Duvido. Vai passar fome por causa dos carboidratos - no fundo, nada mais é do que uma dieta de restrição calórica. Além disso, não terá todos os demais benefícios de uma dieta páleo para a saúde. O autor de Eat-stop-eat tem a mesma opinião - de que as pessoas podem comer o que quiserem desde que façam jejum de 24h 1 ou 2 vezes por semana. Já eu vejo o JI como um adjuvante de uma dieta páleo - na qual a redução da fome torna isso uma coisa fácil.


    Em 3 de outubro de 2013 16:28, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  30. Pessoal aqui do Blog quem tiver sugestões de outros blogs e até mesmo de receitas práticas e lanches para o dia-a-dia- para levar ao trabalho ou pro cursinho- por favor publiquem, seria muito mais prático para a correria do cotidiano. E em relação aos tipos de farinhas- na substituição do trigo - que poderia ser utilizada nas receitas como salgados, bolos, biscoitos e afins não prejudicando a dieta.Abraços e seguindo mais do que nunca com low Carb!!!

    ResponderExcluir
  31. Olha a coluna da direita, blogs em português

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 05/10/2013 11:40, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  32. Dr. tenho 15 anos e queria saber se posso fazer a Paleo Diet.

    ResponderExcluir
  33. Não vejo porque não.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 05/10/2013 16:46, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  34. É que tenho dúvida enquanto ao cardápio, do que é realmente permitido, a quantidade recomendada e também na questão dos nutrientes e vitaminas, porque já sabe né Dr. ,adolescente ,fase de crescimento, não pode deixar de comer feijão , arroz, leite e etc. Mas sei a verdade, sei o que realmente esses alimentos fazem em meu organismo, mas é difícil , porque para meus pais e amigos e parentes eu ''preciso'' desses alimentos, é muito difícil.

    ResponderExcluir