segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

O teste dos gêmeos

Estou em férias, fora do Brasil, com acesso apenas eventual à internet. Mais do que isso, não trouxe computador - apenas o celular.

Por este motivo, tenho estado ausente das repostas e das postagens.

No entanto, uma notícia veiculada pela mídia fez com que várias pessoas me mandassem emails - e me obrigou a testar o aplicativo do blogger para Android - afinal, não podia deixar passar essa notícia sem resposta...

Trata-se de um programa, veiculado na BBC, no qual 2 médicos jovens, saudáveis e sem sobrepeso resolveram fazer dieta: um deles, low carb; o outro, low fat.

Resulta que o que fez low carb perdeu mais peso, como esperado, mas o resto da notícia é uma sequência de erros. Os mais notórios foram o fato de que o que fez low carb se forçou a não comer salada nem frutas - e todos os leitores deste blog sabem que o que se advoga é uma dieta onde a salada é o principal em termos de quantidade, e que frutas de baixo índice glicêmico podem e devem ser consumidas; o fato de que o sujeito percebeu uma queda na performance esportiva, mas não deu tempo para que ocorresse a ceto-adaptação; o fato de ter sido afirmado que um perdeu mais músculos do que o outro quando o teste usado (bioimpedância) simplesmente não mede massa muscular; e o fato de o "teste de agilidade mental" usado ter sido um jogo de azar que nada tem a ver com habilidade mental. A parte sobre diabetes, então, é de uma ignorância atroz (ver http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/07/low-carb-e-diabetes.html e http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/09/por-que-glicemia-de-jejum-pode-aumentar.html)

Mas o Hilton Souza traduziu em tempo recorde a postagem do Andreas Eenfeldt sobre o assunto, e reproduzo a mesma abaixo, para vocês:

http://paleodiario.blogspot.com.br/2014/02/acucar-x-gordura-na-bbc-qual-e-o-pior.html

Açúcar x Gordura na BBC: Qual é o pior?

Artigo traduzido por Hilton Sousa.

Açúcar ou gordura, qual é o pior? Essa é a questão no documentário da BBC "Açúcar x Gordura", que foi ao ar outro dia. E fazia muito tempo que eu não recebia tantos emails pedindo comentários!

É uma configuração interessante. Dois gêmeos idênticos - ambos médicos - entram numa dieta por um mês. Um, em uma dieta extremamente pobre em gorduras, outro numa dieta extremamente pobre em carboidratos (nem verduras são permitidas!).

Infelizmente, eles acabam basicamente "confirmando" as suas idéias preconcebidas. Pronto? Aqui vai o resumo da história:

Resultado
Obviamente, quando só há uma pessoa em cada braço da dieta, o acaso tem um papel enorme. Mas eu acho que os resultados foram mais ou menos o que poderia ser esperado. Minhas objeções são mais voltadas às explicações ignorantes (ou dramatizadas para a TV).

Peso
As primeiras coisas, primeiro. Ainda que ambos irmãos estivessem razoavelmente em forma ao iniciar, o irmão low-carb perdeu mais peso: 4kg, versus apenas 1kg do irmão low-fat.

Como estudo após estudo mostra uma maior perda de peso numa dieta low-carb, isso não deveria ser surpresa. A perda de gordura foi de 1.5kg no low-carb (um bom resultado em 1 mês) e 0.5kg no low-fat. A maior parte do resto da perda foi provavelmente água. Em uma dieta low-carb muito estrita, você perde rapidamente 1 ou 2kg em glicogênio e água.

Quanto de massa muscular os participantes perderam (se é que perderam) é impossível saber, visto que o BodPod (N.T.: o aparelho usado para a medição) só mede a massa de gordura versus a massa não-gordura (incluindo água).

Função cerebral
Para testar a função cererbral dos irmãos, os produtores escolheram fazê-los comprar e vender ações com dinheiro de mentira.
Isso mostra que o produtor é ignorante ou está apenas interessado num show dramático. Por quê? Porque negociação de ações a curto-prazo - sem informação privilegiada ou outros truques ilegais - é um jogo de azar simplesmente. Já foi convincentemente mostrado que um macaco treinado tem 50% de chance de ganhar de um operador de ações com educação formal. Por quê? Porque é aleatório.
Em outras palavras, o teste é um lixo, mas o irmão low-fat venceu (qualquer um dos dois tinha 50% de chance de ter vencido).

Mais interessante e relevante é que o irmão low-carb reclama de se sentir "com a cabeça pesada". Eu tenho certeza de que ele foi honesto. Entrar numa dieta extremamente low-carb - sem nem verduras - pode resultar sim em problemas de concentração, etc, por uma semana ou mais, antes que o corpo e o cérebro se adaptem a queimar gordura e corpos cetônicos.

Esse problema pode ser parcialmente resolvido aumentando a ingesta de fluidos e sal. E depois de uma ou duas semanas, normalmente ele passa. (Nota do tradutor - 90% desse blog foi escrito com menos de 50g de carbs por dia - julgue se isso prejudiou a minha função cerebral).

Exercício
Para testar a capacidade deles se exercitarem, os irmãos fazem "longas sessões de bicicleta morro acima". O irmão low-carb previsivelmente perde feio.
Por quê? Duas coisas: o corpo precisa de semanas ou às vezes meses para se adaptar a exercício de alta intensidade, usando majoritariamente gordura e corpos cetônicos. E mesmo assim você ainda pode precisar de carboidratos para esportes explosivos e anaeróbicos como esse.
Eu entrevistei o Dr. Peter Attia, que corre com sua bicicleta tranquilamente por horas, em uma dieta muito pobre em carboidratos. Mesmo ele usa um pouco de amido de liberação lenta para maximizar a performance de suas longas sessões de treinamento:

Diabetes
Finalmente, a cereja no bolo (da diabetes). O doutor afirma que o irmão low-carb tornou-se "quase" pré-diabético comendo low-carb! A palavra "quase" deveria ser na prática interpretada como "não". Eu me pergunto se o doutor conhece a base sobre low-carb e diabetes. De fato, me pergunto quanto ele conhece de diabetes.
O irmão low-carb tem uma glicose de 5.1 antes da dieta (normal) e uma glicose de 5.9 depois da dieta (normal). Você percebeu a palavra "normal" duas vezes ? Sim, é isso mesmo - um glicose em jejum de até 6.0mmo/L é considerada normal, ao menos na Suécia (nota do tradutor: a unidade de medida utilizada na Europa é diferente da nossa - percisa multiplicar por 18). Ela também varia significativamente de um dia para o outro. Se testássemos a glicose em jejum do próprio médico, ela poderia ser 5.9 hoje e 5.1 amanhã.

O resultado poderia ser devido ao acaso, mas a glicose em jejum às vezes fica levemente mais alta numa dieta LCHF (leia http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/09/por-que-glicemia-de-jejum-pode-aumentar.html) , enquanto os níveis de glicose durante o dia (após as refeições) é muito menor. Isso é provavelmente porque o corpo está adaptado a queimar gordura e então a necessidade de queimar glicose em jejum é mais baixa. Então você não tem a mesma "queda" nos níveis de açúcar, quando em jejum.

Eles também fizeram testes de tolerância à glicose - um teste muito mais relevante. Mas o resultado do irmão low-carb nunca é mencionado. Eu acho que estava normal.

O fato de que a diabetes é efetivamente tratada com uma dieta low-carb deveria nos dizer tudo o que precisamos saber. Você não desenvolve diabetes tipo 2 ao comer uma dieta que pode curar a diabetes. E você certamente não desenvolve diabetes tipo 2 (fortemente correlacionada à obesidade) perdendo 4kg de peso excessivo em 1 mês.

RESUMO
O documentário conclui que não é sobre gordura ou açúcar, e sim sobre evitar comidas processadas com ambos, açúcar e gordura, nela. Eu tenho certeza que essa estratégia funcionaria bem para esses dois irmãos razoavelmente em forma. É um excelente início. Mas não é suficiente para todo mundo.

Em pessoas com obesidade e diabetes, estudos convincentemente mostram que dietas low-carb são mais efetivas.

Finalmente, enquanto uma dieta low-carb super estrita não é necessária para todo mundo e tem possíveis efeitos colaterais (especialmente durante as semanas iniciais), ela certamente não resutla é diabetes. Isso é simplesmente ignorância.

Dr. Andreas Eenfeldt

134 comentários:

  1. José Luiz Abrantes3 de fevereiro de 2014 23:26

    Saudações prezado Dr.Souto,
    Qual sua opinião sobre óleo de cártamo?

    ResponderExcluir
  2. Realmente esse "teste" tem pouco do que o blog advoga. Posso dizer que completei 3 meses de dieta paleo low carb (as vezes no final de semana, por questões sociais ainda dou umas escapadas) e posso afirmar que continuo treinando 6x por semana musculação com vigor e aumentando continuamente minha massa magra. E principalmente já perdi 11kg e diminui a circunferência abdominal em 10cm - tudo isso com saúde e sem passar fome NUNCA.


    Essa dieta não é temporária e sim para a vida toda, então é normal para algumas pessoas que viveram "escravas" dos carboidratos, principalmente farináceos e grãos, certa dificuldade na adaptação. Para evitar qualquer problema na minha adaptação escolhi diminuir os carboidratos aos poucos em cada semana do primeiro mês - não senti nenhum problema (dor de cabeça, fadiga ou irritação). Pensei: - se eu me alimentei de forma incorreta a vida toda não tem o porquê de ter pressa e querer virar a "chave" de uma vez ainda mais sabendo que é uma dieta para vida toda e não um dieta de regime.



    Hoje minha "briga" é sair do meu "set point", pois parei de perder peso - mas já me sinto muitooooo melhor do que antes. Terei o ano todo para perder mais uns 10kg, com saúde, sem pressa e sem passar fome.


    Minha namorada (quer perder um pouco de peso e sofre de acne) e meu pai (está acima do peso, sofre de hipertensão e é pré diabético) também já começaram a dieta. Espero daqui uns 3 meses também poder relatar aqui as melhora dos 2.


    Enfim, esse blog realmente mudou minha vida para melhor e espero que mude a vida de muitos ainda.


    Sucesso a Dr Souto e a todos os amigos do Blog....


    Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  3. Olá, José Luiz

    Sobre óleo de cártamo, dê uma olhada nesse artigo do Mark Sisson ("O guia definitivo para os óleos"). Eu passaria longe :-)

    http://paleodiario.blogspot.com.br/2013/12/o-guia-definitivo-para-os-oleos.html

    ResponderExcluir
  4. José Luiz Abrantes4 de fevereiro de 2014 08:26

    Obrigado Hilton pelo link.
    Sinceramente nunca tinha ouvido falar desse óleo. Estou cozinhando com banha e reservando o azeite de oliva para saladas.
    Uso óleo de coco e manteiga misturado com café no desjejum (café turbo) e tomo duas colheres de sopa de óleo de coco no pré e pós treino (faço artes marciais).
    Esse óleo de cártamo minha esposa é que está tomando em cápsulas.

    ResponderExcluir
  5. depois que entrei para o "mundo pálio", me dei conta de algumas coisas e fiquei assustado: a falta absoluta de franqueza intelectual que o meio médico presente na mídia possui. É assustador como manipulam e interpretam qualquer coisa ou resultado de pesquisas em favor da tese que advogam. E o mais chocante é que uma pessoa sem qualquer formação em medicina, biologia, etc (como eu, que sou do Direito), consegue se dar conta do monte de M$%¨#$& que nutricionistas, cardiologistas, nutrólogos e cia vomitam em programas de televisão, matérias de revista, etc...

    ResponderExcluir
  6. Meu guru, Gary Taubes, é jornalista.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/02/2014 07:28, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  7. mundo PALEO..mundo pálio só se for do carro da fiat...

    ResponderExcluir
  8. Vincular o consumo de gordura ao diabetes seria o mesmo que vincular uma ressaca ao consumo exagerado de água mineral.....só pode ser brincadeira!!! Em relação a perda de energia, recentemente para sair do platô que já dura 4 meses e com acompanhamento de um nutricionista, estou em low-carb + low-fat, treino natação 3x por semana e musculação 2x por semana (ambos de alta intensidade) e assim mesmo não senti perda de rendimento, conclui-se que estando ceto-adaptado, mesmo cortando carboidrato e gordura ainda temos reserva de sobra, se não me engano, me corrija se eu estiver errado, em alguma postagem o Dr. Souto cita que uma pessoa magra possui cerca de 90 mil calorias no corpo.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, sou estudante de nutrição. O primeiro dia que li o blog, que venho sem querer aparecer quando estava pesquisando uns artigos sobre a manteiga, eu realmente não consegui dormir, lia e lia tudo que eu podia e cada vez mais minha cabeça estava confusa de tudo que a minha faculdade, UFRGS, me apresenta. Quando comecei nutrição eu poderia dizer que fazia a dieta low carb paleolitica sem saber e com o tempo minhas professoras passavam a idéia de 60% carboidratos e é assim que tem que ser, fui entrando nessas e com o passar do tempo vi a diferença, comecei a engordar (eu sempre fui praticante de atividade física, se não fosse eu estaria ferrada). E eu não entendia o por que, afinal comia tudo integral e blá blá. A culpa sempre era da gordura pelo o que dizia meus professores!! Enfim, não vou perder tempo com baboseira mas queria dizer estou há um mês e já vejo resultados, como faço musculação de forma pesada achei que não daria certo mas estou muito mais disposta e ganhei massa e perdi gordura. Ninguém acredita em mim, minha mãe diz que vou ter espinha (e por incrível minha pele está mais linda do que nunca), meu namorado vê os resultados mas diz que quer que eu faça exames de sangue, hahaha. Irei começar meu tcc esse semestre e farei uma análise na literatura sobre esse assunto pois estou encantada. Tenho umas dúvidas pois ainda não consegui ler tudo e ir atrás do assunto, se alguém puder me responder: Por que não pode linhaça, semente de abóbora, semente de girassol? Obrigada!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Riana


    As sementes que você citou, são exatamente as que podem ser comidas... Há uma diferença muito grande entre comer semente de girassol, e "tomar" um monte de óleo de semente de girassol...

    Coma sem medo - dificilmente você vai conseguir comer linhaça o suficiente para equivaler a algumas colheradas de óleo...


    Quanto à nutrição, não se espante - é isso mesmo. Eu vou fazer vestibular essa semana, e já estou me preparando para 4 anos ouvindo muita coisa com a qual não já concordo desde agora :-)


    Att,
    Hilton

    ResponderExcluir
  11. Oi, obrigada pela resposta! Não sei aonde que li sobre a linhaça e as outras sementes que deveriam ser evitadas. Acho que foi nos comentários. Então posso comer sem problemas? Abs!

    ResponderExcluir
  12. Riana,

    Olá!

    Primeiramente os humanos são omnívoros . Portanto metabolizamos bem carne (incluído ovos) e vegetais (principalmente os que crescem acima da terra).

    Nosso corpo não está preparado para comer grãos e sementes afinal não somos aves. Esses têm um órgão chamado moela responsável para ajudar a digerir as sementes. Ou seja aves se dão muito bem comendo sementes e grãos. Assim como o leão come carne e boi come capim. Todas as especies evoluíram durante milhares de anos para ter sua dieta natural e "perfeita".

    Você até pode continuar comendo com moderação grãos e sementes, evitando claro, os que têm glúten. Mas por curiosidade qual seria o benefício que você busca no consumo desses alimentos que você citou?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá Hilton,
    Bacana a sua disposição em traduzir os textos. Sabemos que toma tempo.
    A contribuição é muito valiosa.
    Parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  14. Corri para o blog para ter argumentos científicos (que sabia que veria aqui) para rechaçar essa notícia assim que vi ontem, nos sites brasileiros, porque de cara vi que a comparação foi inadequada. Muito bom!

    ResponderExcluir
  15. Como você conseguiu o kefir? Eu tentei aqui na minha cidade, mas não achei.

    ResponderExcluir
  16. Eu tive que comprar pelo mercadolivre, vem bem pouco. Quando eu tiver para doar eu te aviso.

    ResponderExcluir
  17. Olá! gostaria de falar q ñ devemos taxar tanto oq o ser humano nasceu ou ñ pra comer, afinal cada sociedade evoluiu em um canto de um mundo e cresceu comendo algo... acredito q desde q seja natural ñ haja problema.
    além doq, mt gente precisa desse tipo de 'suplemento' por conta das fibras...


    E algo mt iportante de lembrar é q as sementes, como a de abobora, são fontes mt importantes de vitaminas e é o principal anti vermifugo natural... eu cresci perto da roça e meus avós consumiam. e os avós deles tbm... acho dificil provar se a 100 mil anos atras eles consumiam ou ñ. e tbm acho dificil basear td nisso. acho q desde q ñ esteja fazendo mal para ela e ela se sinta bem comendo, ñ há nenhum problema. inclusive pq, as sementes ñ são ricas em carbs... e msm se fossem, seriam carbs naturais q em geral ñ causam problemas... até o 'trigo de verdade' parece ser diferente e reagir diferente, como o proprio autor do barriga de trigo descreveu em seu livro... então acho q ñ devemos ser radicais e cada um deve se adaptar como é melhor para si (afinal, isso sim é parte da evolução humana)

    ResponderExcluir
  18. Eu me refiro mais no benefício da linhaça que possui ômega 3 e como não consigo ingerir peixe em grande quantidade acho que isso ajudaria a manter o equilíbrio entre omega 6 e omega 3. Mas a explicação com relação ao consumo moderado seria essa, está relacionado com a evolução e que nós não metabolizaríamos da mesma maneira que as aves? Estava curiosa pois como falei antes ainda sou "nova" no assunto e eu não conseguia enxergar qual era o problema com a linhaça hahaha! Obrigada pela explicação!

    ResponderExcluir
  19. No Brasil, praticamente 95% do gado é de pasto. e os 5% ñ estão todos num só lugar, então dificilmente vc vai comer só carne de ração... vale a pesquisa, mas a carne de pasto tem tanto omega 3 quanto salmão... a banha, se for de porco caipira é bem melhor... como qq coisa q for caipira/organico... nossa, nata... q delicia! meu sonho achar por aqui (ñ acho em Mg...) e ñ se preocupe, todo mundo estava alienado... ao menos agora vc ve e le sobre a verdade, procurando conhecer xD

    ResponderExcluir
  20. Oi Riana,
    Interessante o trabalho desta senhora em relação ao óleo de linhaça e o combate das gorduras hidrogenadas.

    Dr. Johanna Budwig: foi um farmacologista,
    química e física com doutorado em física.

    Flax Oil As A True Aid Against Arthritis, Heart Infarction, Cancer And Other Diseases A Oil-Protein Diet Cookbook pela Dra. Johanna Budwig The Oil-Protein Diet Cookbook
    by Dr. Johanna Budwig A Apple Publishing Co. Ltd. Apple Publishing Co.

    A teoria é: o uso de oxigênio no organismo pode ser estimulado por compostos de proteínas de teor sulfúrico, que tornam os óleos solúveis em água e que esta presente no queijo, nozes, cebola e vegetais como alho-poró, cebolinha, cebola e alho, mas especialmente queijo cottage.

    ÓLEO DE LINHAÇA e o QUEIJO COTTAGE

    A proporção de mistura é de duas colheres de sopa de queijo cottage
    Com uma colher de sopa de óleo de linhaça.

    Helianthus annuus :-) o nome em português é menos assustador semente de girassol fica melhor a meu ver quando germinada.

    Broto de girassol germinado (como fazer)

    http://www.youtube.com/watch?v=GTlJmWgZicc

    ResponderExcluir
  21. Acho que por omega 3 seria melhor semente de chia.

    ResponderExcluir
  22. Vou dar uma olhada, obrigada Wagner! ;)

    ResponderExcluir
  23. Pois é!! Agora a louca sou eu hahaha! Um beijo Priscila, obrigada pelas respostas!

    ResponderExcluir
  24. Acho que é parecido, só necessita ser triturada antes no liquidificador para ter os mesmos benefícios! Eu só como triturada mesmo e dá pra fazer muita receita com ela! Obrigada Maurício, beijo!

    ResponderExcluir
  25. Olá!

    Então concordo que não devemos ser radicais, porém minha lista negra contém: trigo, soja, leite, açúcar e sal refinado, refrigerantes e óleo vegetal ou de semente. Esses evito a todo custo não consumir.

    Esse negócio de ser "natural" já não me convence mais, afinal veneno de cobra é natural e te mata. A agricultura moderna está modicando tudo. Procure na internet "banana macaco paignton zoo" esse zoológico proibiu bananas aos macacos, porque as bananas estão muito mais doces e com menos fibras do que encontradas na selva. Os macacos estavam ficando obesos!

    Sobre semente de abobora (nunca experimentei) e linhaça, apenas quis exemplificar para nossa a amiga o porquê não devemos consumir tanto. Eu mesmo consumo semente de chia 2x-3x por semana, porque é rica em fibra e omega 3. Mas o que esse blog nos deu foi o conhecimento. Hoje em dia eu como alguma coisa sabendo se me fará bem ou mal (às vezes consumimos algo pelo prazer humano de comer) - mas o que mudou foi o consumo consciente.


    Abraço!

    ResponderExcluir
  26. É isso aí você está no caminho certo. E no futuro será uma ótima nutricionista (só imagino, agora você na sala de aula escutando um monte de falacia não cientifica sobre nutrição - vai ser F***).

    ResponderExcluir
  27. Hahahah, sim só estou imaginando meu retorno para a faculdade! Postei esses dias foto de omelete com bacon e muitas ficaram "como assim uma nutri come isso?" :P

    ResponderExcluir
  28. Pode todas essas coisas. Me manda um email para soutopalelo@gmail.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/02/2014 11:32, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  29. primeiro... ok q o sal rosa ou marinho é melhor, mas: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/05/o-sal.html
    e acho sim q devemos evitar certas coisas, mas nos privar de td ñ dá. eu evito isso td tbm, mas comparar uma semente com algo assim é diferente. sem contar q é impossivel comer mt semente de girassol ou linhaça... imagina so? eu sei q a agricultura esta mudando td e esse talvez seja o grande problema. concordo com isso. mas se vc for levar isso ao pe da letra, vc ñ comerá nem vegetal nem nada. pq se a semente esta diferente, oq dira do vegetal? e veneno de cobra é natural e todo primata nasce com medo de cobra, algo q ja vem do instinto. o msm vale pra alimentos... hj em dia, é claro, talvez ñ valha tanto mais. mas algo q é comum aos antepassados em geral só traz beneficios. o seu argumento todo se baseava nisso. oq quero dizer é q a dieta humana é natural, mas especifica-la é mt dificil, pq isso vai mt de cada continente e parte da terra...


    mas enfim... o consumo consciente deve sim ser trabalhado. assim cada um sabera seus extremos.

    ResponderExcluir
  30. Farad Oliveira de Araujo4 de fevereiro de 2014 22:45

    Parabéns Riana, você será parte um time de novos profissionais da saúde comprometidos com a verdade e dispostos a acabar com a ditadura dos carboidratos e açucares. É de pessoas como você que o mundo da saúde precisa! Boa sorte e força na peruca.

    ResponderExcluir
  31. Farad Oliveira de Araujo4 de fevereiro de 2014 23:30

    Concordo que o jejum não deve ser feito nos dias de exercício, como no seu caso só tem um dia de descanso, realmente não faz sentido para você, boa sorte!

    ResponderExcluir
  32. quanto se gasta por mês com uma alimentação low-carb?

    ResponderExcluir
  33. Fabio Ricardo Silva4 de fevereiro de 2014 23:59

    Queria q o doutor comentasse sobre o náufrago q está nas manchetes q passou meses a base de proteínas cruas!!!!

    ResponderExcluir
  34. Você faz jejum frequentemente? De quanto tempo?

    ResponderExcluir
  35. Rafael,


    Boa pergunta - vamos falar do lado financeiro da dieta. Acho que quem vive em cidade grande é mais difícil e caro achar comida de VERDADE.


    Pra mim que moro SP/capital vou citar os valores das coisas:


    manteiga = R$5,00 (2 por mês = R$10,00)
    óleo de coco 500ml = R$35,00 (2 por mês = R$70,00)
    ovo caipira dúzia = R$8,00 (15 dúzias por mês (consumo 6 por dia) = R$120,00)
    contra-filé bovina kg = R$18,00 (9kg por mês = R$162,00)
    saladas = R$3,00 por dia R$90,00 por mês
    abacate = R$20,00 por mês
    coco = R$20,00 por mês


    TOTAL ao mês = R$492,00 se colocar mais uns R$100,00 pra comprar outras coisas vai dar uns R$600,00 ao mês


    Não sei se você achou muito ou pouco, mas tenho certeza que é um dinheiro bem gasto com a coisa mais preciosa que você tem: sua saúde.

    ResponderExcluir
  36. Farad Oliveira de Araujo5 de fevereiro de 2014 00:59

    Atualmente cerca de 2 vezes por semana eu pulo o almoço. Não sinto falta!

    ResponderExcluir
  37. Fabio, não sou o Dr., mas fiquei com essa estória - no mínimo estranha - na cabeça. Alguma coisa não está batendo. Ele fez dieta zero carb por 13 meses e estava aparentemente acima do peso.


    1- ou as roupas largas davam impressão de excesso de peso;
    2- ou ele era muito mais gordo quando zarpou;
    3- ou está mentindo para encobrir alguma coisa.

    ResponderExcluir
  38. Mauricio,


    Assim como na academia entramos em platôs para ganho de massa muscular com frequencia, também há platôs para a perda de peso.


    Uma coisa que aprendi na prática, depois de algumas lesões, é que nunca, mas nunca mesmo devemos forçar o organismo quando ele está no platô.


    Penso que esse tempo sem mudanças não é teimosia em não perder peso ou ganhar massa muscular. É algo necessário. Após certo tempo, os ganhos ou perdas (dependendo do caso) voltam a aparecer.


    Pode demorar? pode. Mas é mais seguro e permanente deixar o organismo decidir quando perder peso do que forçar adotando low-fat ou se desesperando em fazer trilhões de aeróbicos. Às vezes só precisamos dar um tempo.


    Por causa de platô e de ignorância minha, tive lesão nos 2 antebraços, no ombro esquerdo e no tríceps direito aí aprendi.
    Aprendi que quando você força a barra, os músculos menores vão "quebrando" primeiro e te dando o aviso: você está exagerando. Quem manda aqui sou eu rsrs


    É bem por aí.


    Outra coisa, teu setpoit, na prática, dificilmente será conhecido. Acreditei e jurei de pé junto que estava em setpoit após meses sem perder gordura e sem ganhar massa muscular. Sabe o que aconteceu? Comecei a perder gordura e a ganhar massa e força novamente a partir de meados de janeiro, sem fazer nada diferente.


    Quando se atinge um platô, é preciso paciência. Ou você tem paciência ou teu corpo vai te ensinar uma lição dolorosa (o meu me ensinou rsrsrs)


    Abraços!

    ResponderExcluir
  39. Com certeza Priscila. As coisas caipiras têm outro sabor, inigualável....


    Quando comparamos a galinha de granja com a caipira é que vemos o quanto a primeira é artificial.


    Nem como mais frangos de granja... desisti desse lixo há tempos, até por que, se você for pensar, é uma agressão ao animal viver a vida preso e ser comido ao final.


    Comida paleo nasce e cresce solta, livre.


    Tenho receio em consumir coisas antinaturais. Normalmente a natureza responde a isso de forma cruel (doenças, desordens etc).

    ResponderExcluir
  40. Que eu saiba é usado como suplemento para emagrecer. Já usei no meu passado não-paleo. Não serve para nada e pode te prejudicar.

    ResponderExcluir
  41. 90% de chance daquilo ser mentira.


    A história dele possui vários pontos que não batem com a realidade.

    ResponderExcluir
  42. Olá, Rafael. No início, o custo é alto. Com o tempo, a sua fome fica sob controle e você passa a gastar menos. Hoje em dia, não compro os chocolates, doritos, cervejas e biscoitos recheados que comprava antes... Também não tenho mais fome pela manhã, então raramente faço o desjejum. O resultado é que as contas voltaram a ser o que era antes (se bobear, até um pouco menos) de começar a dieta.

    Sobre o preço da comida, recomendo esse artigo aqui: http://paleodiario.blogspot.com.br/2013/10/homens-das-cavernas-comiam-hamburgueres.html

    ResponderExcluir
  43. Nem precisa ir tão longe... se vc ve um ovo caipira e um de granja, a diferença de cor da gema é incrivel!


    Oq me deixa triste ultimamente é apenas o leite. Tem sido praticamente impossível uma fazenda q o cria orgânico, sem ser por ordenha e aplicando hormonios e com coisas na ração, pra descer mais... Ok, ñ bebo leite. mas a manteiga e queijos vem dele. ñ deixa de afetar...
    Mas ainda nos vejo como pessoas de sorte, afinal somos um dos poucos q tem carne caipira de gado praticamente em todo o país. E a de porco ñ é tão dificil assim de achar tbm. então... temos sorte xD

    ResponderExcluir
  44. O Mark Sisson fez uma boa análise dos perfis lipídicos de vários tipos de óleo: http://paleodiario.blogspot.com/2013/12/o-guia-definitivo-para-os-oleos.html

    ResponderExcluir
  45. Também estou cursando nutrição, não é fácil ouvir uma coisa e acreditar em outra...

    ResponderExcluir
  46. Obrigada!!! Sério, acho q metade das coisas q aprendo ñ iam existir sem seu blog... (o google tradutor realmente ñ é um bom ajudante...)

    ResponderExcluir
  47. Artigo trasuzido saindo do forno, sobre sementes comestíveis: http://paleodiario.blogspot.com.br/2014/02/um-guia-rapido-para-sementes-comestiveis.html

    ResponderExcluir
  48. http://primalbrasil.com.br/e-caro-seguir-a-dieta-primalpaleo/

    ResponderExcluir
  49. Concordo estou tranquilo seguindo a dieta paleo com muita paciência e fazendo musculação sem se preocupar em perder peso. Meu treino de musculação é 6x por semana com dividido em sérios por grupamento de músculo. Treino seg-ter-qua - qui descanço - sex-sab-dom, isto é treino 2x o mesmo grupo de músculos por semana que acredito seja bem razoável e esse intervalo que faço na quinta-feira me deixa inteiro. Não tenho histórico de lesão muscular em academia.

    No assunto de emagrecimento estou focando meus estudos na flora intestinal. Depois de passar anos se alimentando da nociva dieta ocidental creio que nossa flora intestinal também tenha sofrido danos. Estou cultivando Kefir de água (tibicos) e pretendo tomar esse probiótico ainda essa semana. Ainda não tenho opinião, mas estou bem otimista por todos os relatos na internet.

    ResponderExcluir
  50. Sim, concordo quando você tira alguns alimentos industrializados acaba gastando menos. Mas em cidade grande chegamos no absurdo de comida de verdade ser mais caro do que comida industrializada.


    Mas acho que mesmo gastando mais é um investimento na sua saúde. E isso vale a pena, né?

    ResponderExcluir
  51. O ômega 3 das plantas (ALA) é muito mal metabolizado pelo ser humano. Não faz mal, mas não ajuda muito. O que traz benefício são as fontes animais de ômega 3 (EPA e DHA).

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/02/2014 16:59, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  52. Está vivo

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/02/2014 20:59, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  53. Exato. Se o preço da comida de verdade é "alto", imagine o preço de bancar tratamento médico por comer comida-lixo...

    ResponderExcluir
  54. que vegetais crescem abaixo da terra?

    ResponderExcluir
  55. Nossa fui entrar aqui no blog acabei entrando em: http://lowcarbpaleo.blogspot.com.br/, tal de doutor gomes. Vai totalmente contra TUDO que li e leio aqui... vi umas postagens e falei ué, esse aqui não é o blog que conheço... caí fora.

    ResponderExcluir
  56. Eu li o livro "A Dieta Paleolítica" de Cordain.
    O que me chamou a atenção é que o autor libera frutas quaisquer e discrimina certas gorduras como a do bacon.
    Desatualizado? Dr. Souto já mostrou evidências que dietas com somente carbos celulares podem conter mais gramas de carbos em sua composição. Mesmo em processo de emagrecimento.

    ResponderExcluir
  57. Olá Dr. Souto e colaboradores,


    entrei na dieta paleo a aproximadamente 1 mês para melhorar meus ovários policísticos.


    Há cerca de 1 semana estou com um problema que está me preocupando: diarréia.


    Eu fui diagnosticada com síndrome do instestino irritável antes da dieta, e ela estava bem controlada a um bom tempo, exceto em épocas de alto stress, que não é o caso agora.


    Essa diarréia tem variado entre bem líquida, aparecendo pouco tempo depois das refeições (um pouco parecido com minhas antigas crises de SII), ou fezes mais pastosas. Já faz um tempo que não tenho fezes sólidas de aspecto saudável, no mínimo 1 semana.


    Apesar disso não perdi peso ainda. Desde que comecei a dieta, já ganhei 1kg aproximadamente, embora visualmente minha gordura abdominal tenha diminuído. (Um aspecto positivo ao meu ver).


    Como eu não preciso emagrecer, não restringi as frutas. Também costumo tomar sucos naturais (laranja ou limão) sem açúcar.


    A diarreia parece aumentar nos dias que eu consumo muitos ovos, mas eu precisaria testar de novo para ter certeza da correlação.


    Desconfio que eu possa estar fazendo algo errado na dieta, mas não sei exatamente o quê. Vcs têm alguma ideia do que possa ser?

    ResponderExcluir
  58. Leia sobre FODMAPS

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 05/02/2014 22:51, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  59. :-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 06/02/2014 08:14, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  60. Obrigada Doutor.

    Li um pouco e encontrei esse resumo: http://www.ibsgroup.org/brochures/fodmap-intolerances.pdf



    Dos itens ricos em FODMAPS, eu tenho hábito de consumir maçãs, pêssegos, alho e cebola. Com menos frequência consumo também manga, brócolis, pera, abacate (tinha adorado a ideia de comer bastante por ter baixo açúcar).


    Como eu gosto muito de alguns alimentos da lista, gostaria de saber se é suficiente reduzir ou melhor eliminar mesmo.,

    ResponderExcluir
  61. Passando aqui só pra dizer que depois de 7 meses LCHF, apesar das "escapadas" da alimentação correta, para dizer que é extremamente gratificante depois desse período todo usar uma calça jeans que antes nem sequer fechava e agora está simplesmente folgada. É um período de muitas descobertas positivas sem dúvida. Foram embora cerca de 11kg de massa gorda e cerca de 16cm de circunferência abdominal. Obrigado a todos que fazer deste blog o sucesso que é.

    ResponderExcluir
  62. Que engraçado, ele colocou o layout igual para confundir hahahahahha

    ResponderExcluir
  63. é então, exatamente tudo igual, mas logo ví que era piada, pois não tem nada de coment nos posts, bem fraco o blog, algum invejoso de plantão perdendo tempo...

    ResponderExcluir
  64. Dr. Eu li em um post onde você restringe o consumo de certas frutas por observar quantidade maior de açúcar, porém o Dr. Rey (Dr. Hollywood) que é adepto a décadas da paleo disse em certo artigo que acha um absurdo quem restringe o consumo de frutas, pricipalmente aqui no Brasil, ele disse que em nada tem o problema do consumo de frutas mesmo em excesso, pois o açúcar nelas contidos não é prejudicial a dieta ou a saúde.

    ResponderExcluir
  65. lá vai uma pergunta: que bacon em gral vocês compram? os fatiados industrializados ou os pedaços vendidos no açougue? lendo o rótulo (putz) do bacon em fatias notei que tem uma cacetada de nomes estranhos que não "carne e banha de porco"...por isso fico meio cabreiro...será aquele inteiro do açougue mais "puro"? acho que o ideal mesmo é comprar uma bela barriga de porco e fritas os pedaços.
    Na argentina tem um corte de porco que se chama matambre, que é a gordura e carne que fica sobre as costelas... aquilo é o paraíso na brasa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! a gordura derrete junto com a carne...acompanhado de um vinho branco bom é chegar bem perto do paraíso paleo.

    ResponderExcluir
  66. Acho que se for o caso de dieta para perda de peso, é válido restringir sim. Nos outros casos, não sei.

    ResponderExcluir
  67. Na verdade aqui em casa estamos gastando menos.

    ResponderExcluir
  68. "Páleo não é necessariamente low carb. É possível fazer páleo com abundância de frutas e raízes." http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2014/01/reflexoes-sobre-postagem-anterior.html

    Veja isto também: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/11/expectativas-versus-realidade.html



    A ingesta de frutas (e, se for o caso, de quais frutas) depende de você e de seus objetivos.


    ______
    42

    ResponderExcluir
  69. Essa sensação é ótima mesmo! E, compensa sobremaneira a ansiedade do início.


    _____
    42

    ResponderExcluir
  70. Isso não tem preço, literalmente!


    _____
    42

    ResponderExcluir
  71. Tem muito mais no blog dele. Trabalho de primeira qualidade!


    _____
    42

    ResponderExcluir
  72. Sim, chega uma hora que acaba gastando menos mesmo. Principalmente se a família inteira vira paleo. Porque quando compramos em quantidade de atacado o preço melhora. Ontem mesmo achei uma cartela de ovos caipira com 10 ovos por R$4,80 - comprei 5 cartelas de uma vez.


    Aqui em casa paramos de comprar pão francês diariamente, diminuímos o consumo de leite drasticamente, refrigerante nenhum mais, alimentos processados zero também.

    ResponderExcluir
  73. Outro problema das frutas modernas é alteração realizada pelo
    "agronegócio". As frutas estão cada vez mais doces e perdendo as fibras. Frutas doces vendem mais!


    O açaí que é uma ótima fruta aqui no sudeste chega com "adulteração": quase todas as marcas colocam xarope de guaraná para ficar mais doce. O açaí natural não engorda muito, mas essa mistura engorda bem.


    Um zoológico britânico proibiu a alimentação de bananas aos macacos, motivo: estão ficando obesos porque as bananas estão mais doces e com menos fibras do que eram na selva. Procure na internet: "banana macaco paignton zoo"

    ResponderExcluir
  74. Batata, cenoura, beterraba, nabo, mandioca... e por ai vai.

    ResponderExcluir
  75. Sugiro dieta de eliminação, seguida de reintrodução gradual item a item após uns 30 dias.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 06/02/2014 09:49, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  76. Doutor, iniciei este estilo de vida atualmente (há exato 1 mês, e já eliminei cerca de 9 kg) e ainda estou me adaptando. Tenho poucos quilos a perder, mais por bem estar mesmo, porque tanto meu IMC, quanto colesterol, tá tudo normal. Aqui em casa, procuro me adaptar ao que encontro com mais facilidade, e em geral a base da minha dieta é o iogurte natural que aprendi aqui no blog, muitos embutidos como : lombo, presunto e linguiça calabresa, bifes, salada de tomate e alface, maionese e manteiga. Cortei totalmente açúcar, amidos, e afins. O sr acha que o consumo dos embutidos que eu citei podem prejudicar a minha dieta, mesmo tendo eu pouco peso a perder e estando perfeitamente saudável ?
    Obs.: O auto controle que a gente alcança com esse novo estilo de vida é incrível. Antes eu não comia sem arroz e feijão e sem meu Tang do lado. Hoje eles não me fazem falta. A única tentação pra mim ainda é o purê de batata, que eu não comi. A minha única escapada foi um sorvete, porque o calor em SP ta de matar e meu marido me levou na sorveteria.... não aguentei.... rsrs

    ResponderExcluir
  77. Olá Isabela,


    Não sei o que você considera 'muitos embutidos', mas eles não devem ser a base da alimentação. São aceitáveis, bons lanches. Se você consegue os que são artesanais, não industrializados, melhor ainda!

    ResponderExcluir
  78. Até água em excesso faz mal a saúde...

    ResponderExcluir
  79. José Luiz Abrantes6 de fevereiro de 2014 22:17

    Qual o tempo de adaptação da dieta cetogênica? Estou há mais ou menos 2 semanas com quantidades minimas de carbs (como muita salada verde), e estou sem ir ao banheiro a dias. Minha frequência intestinal era diária.

    ResponderExcluir
  80. Olá José Luiz,

    A flora intestinal precisa se acostumar a ausência de carbs. Aumente a ingestão de sal, água e boas gorduras (óleo de coco, manteiga, banha,azeite). Coma abacate todos os dias e tome yakut caseiro. Explore mais o blog! use a ferramenta "Pesquisar este blog" e digite, por exemplo: intestino. Veja alguns comentários.

    " o que acontece é que ocorrem dificuldades (constipação ou diarreia) na TRANSIÇÃO entre dietas diferentes. Povos (e pessoas) habituadas a uma dieta somente à base de carne
    não têm nenhum problema nesse sentido. Mais uma vez, saliento que eu NÃO defendo uma dieta somente à base de carne - os exemplos são para fins de argumentação, no sentido de que se é possível ser saudável com uma dieta só de carne, uma dieta com um pouco mais de carne do que o habitual não trará problemas. Dito isso, a importância das fibras tem sido questionada. Parece que a quantidade de água, de gordura (quanto mais, melhor) e a flora intestinal são mais importantes."

    "Intestino preguiçoso na Páleo / LCHF pode ser vários fatores: Pouco sal, pouca água, falta de boas gorduras. Olhe estes comentários do Dr. Souto: "Pode comer abacate todos os dias.
    Além disso, compre um bom probiótico (p.ex. Probiatop), misture com iogurte natural feito em casa ou batavo integral natural e umas 3 ou 4 colheres de sopa de linhaça moída, por 1 mês."

    "Yakult de supermercado é puro açúcar.
    Minha colaboradora Patricia Ayres faz Yakult em casa:

    'Sou adepta dos probióticos. Penso que a melhor opção é fazer o iogurte ou yakult em casa. O yakult principalmente porque não existe esse tipo de probiótico sem açúcar e com gordura no mercado. Todos são feitos com leite parcialmente desnatado ou desnatado e açúcar. Nesta postagem : http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/10/cuidado-com-produtos-light.html ensina a fazer o iogurte caseiro. Lembre de usar sempre o leite INTEGRAL de boa qualidade. Para o yakult é só substituir o iogurte por 2 yakults (ou actimel). Se a lactose for fermentada já é considerado LC, pois os lactobacilos consomem o açúcar. Eu gosto de variar os 'bichinhos'. As vezes faço iogurte, as vezes actimel, as vezes yakult' ."

    ResponderExcluir
  81. José Luiz Abrantes7 de fevereiro de 2014 08:08

    Olá Patrícia,
    Tenho ingerido bastante sal e as gorduras tenho comido em abundância. O abacate é uma opção, e pra te ser sincero vai cair como uma luva na minha alimentação pré-treino. Folhagens como em abundância já de longa data (sou ex-vegan).
    Outra coisa que mudou foi o meu hálito (acredito que seja por cetose).
    Ganhei um aparelho de medição de glicose/cetonas no sangue, só faltam as tiras para medição.
    Obrigado pelo retorno e um excelente dia pra vc! ;)

    ResponderExcluir
  82. Oi José Luiz,

    Esta postura do vídeo geralmente ajuda e é fácil de conseguir com umas “listas telefônicas”, mais é simples de fazer de madeira para quem tem habilidade.

    Este produto é bem eficiente se tiver como importar ou pedir para amigos trazerem dos USA não encontrei similar no Brasil.

    [Garden of Life Primal Defense Ultra]

    Em média uns $50 (dólares) para 216 capsulas.

    Squatty Potty® Informational

    http://www.youtube.com/watch?v=s7arvdcLWkY

    ResponderExcluir
  83. A Paleo do Dr. Rey, é do Dr. Rey, ou seja, faz bem pra ele! Vc precisa entender o que é melhor pra VOCÊ!
    "Páleo não é necessariamente low carb. É possível fazer páleo com abundância de frutas e raízes. Quem já tem uma certa idade, talvez se lembre de um comercial que dizia "existem mil maneiras de preparar Neston. Invente a sua". Pois então, existem 1000 maneiras de comer páleo.

    Ovo-lacto-vegetariano? Corte o açúcar e os farináceos; foque-se, além das saladas, em abacate, coco, nozes, castanhas, e suplemente com ovos e laticínios;
    Responde mal com gordura saturada? Faça uma versão "mediterrânea" da dieta: foque-se em abundância de vegetais, peixes e frutos do mar, azeite de oliva, nozes e castanhas, e laticínios como iogurte low fat - além de vinho tinto;
    Não quer perder peso? Apenas exclua o açúcar e os farináceos e evite alimentos processados, mas consuma frutas e raízes sem restrição, além do restante (carnes, frutos do mar, ovos e laticínios fermentados);
    Quer perder peso rapidamente? Faça páleo LCHF (low carb, high fat), sem frutas, mas com muita salada, ovos carnes, peixes e aves com sua gordura natural e laticínios full fat;
    Tem problemas de auto-imunidade? Além do glúten, remova completamente o que cresce em vagens, laticínios e ovos (e, eventualmente, algumas outras coisas: clique aqui para ler o protocolo auto-imune).
    Essas são apenas algumas variações possíveis. Monte a sua, experimente - não somos todos iguais - só mesmo o governo poderia acreditar que há uma diretriz alimentar que vale para todos." http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2014/01/reflexoes-sobre-postagem-anterior.html


    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/02/prezado-dr-souto-este-alimento-e.html

    ResponderExcluir
  84. Muito Obrigado Patrícia,


    A minha dúvida era se poderia ou não o uso de leite e laticínios (como queijo em certa abundância) e processados (mortadela, presunto, peito de peru etc) pq um falou algo e o Dr Rey - que convenhamos tem mto conhecimento é um mito - disse q não.


    No meu caso eu não posso eliminar frutas por completo como a banana pq devido ao meio treino ser mto intenso eu preciso de potássio e carbo da banana e algumas frutas.


    A minha dúvida era se na páleo teria mesmo essas divergências e se alguém estava errado, mas creio que não.


    Mesmo assim agradeço e pediria que a me confirmasse: N a paleo n temos grãos, trigo e derivados, e cereais.


    Mas leite - laticinios (como iogurte caseiro) frutas variadas, ovos e combinações com queijo e processados, carnes magras e gordas é válido sim?

    ResponderExcluir
  85. Fala Vandio, tudo beleza?
    Sobre as suas perguntas, numa dieta paleo ideal, presuntos, embutidos e assemelhados não entram, afinal, são comidas processadas e cheias de nomes estranhos de conservantes.
    Se vc não tem problemas com laticínios, coma com moderação na forma absolutamente integral...queijos gordos, leite e iogurtes integrais, etc...
    Sobre especificamente a banana, FUJA DELA! Se não me engano, é a fruta co maior quantidade de açúcar que há.
    Sobre a necessidade crônica de carboidratos para exercício, muito já se falou aqui no blog e principalmente nos comentários, mas gostaria de te dar um depoimento pessoal. Sou remador de canoa havaiana com foco em competições, ou seja, muito treino intervalado, muito tiro, muito treino de força, etc...em geral começam antes das 6 da matina. Às 5:00 eu tomo um café preto com manteiga e umas castanhas. Raramente como um pedaço de batata...e vou treinar...não sinto um pingo de falta de energia e faço treinos muito bons..minhas doses de Carbo são apenas nos dias de treinos "pra morrer". Como pela noite algum carbo paleo, pela manhã abocanho mais um pouco de carbo e na volta do treino mais um pouco...tipo inhame, batata doce, fruta, etc...fora desses dias "quase morte em cima da canoa", como low carb paleo clássico.
    No começo foi duro...minha adaptação durou quase um mês e tinha tonturas e fraquezas durante os treinos...mas insisti e elas passaram.
    Vai com fé que da certo!

    ResponderExcluir
  86. Quer fazer um teste que deverá regularizar completamente seu intestino?
    Compre fécula de batata (achei no mercado público, mas acho que deve se encontrar também em casas de coisas para confeiteiros). Use 4 colheres de sopa ao dia como um suplemento alimentar. Sei que parece estranho. Mas é amido resistente - não é absorvido pelo organismo, não eleva a glicemia ou a insulina, mas alimenta a flora intestinal saudável. Dá MUITOS gases nos primeiros 14 dias - se quiser, aumente aos poucos a dose.
    IMPORTANTE: precisa ser consumida crua - não pode usar para receitas. Exemplo de consumo: misturar num iogurte natural ou com água e beber.


    Em 7 de fevereiro de 2014 08:08, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  87. Eu estou certo :-)
    E pode sim comer raízes e frutas. Depende da necessidade de cada um (diabéticos são diferentes de jovens esportistas)


    Em 7 de fevereiro de 2014 08:59, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  88. Laticínios fermentados podem ser consumidos por quem os tolera. Não há certo e errado. Uma pessoa que desenvolve espinhas com laticínios não deve consumi-los. Uma pessoa que se mantém com ótima saúde com eles não tem porque evitá-los (ótima fonte de boas gorduras e proteínas completas).

    Em 7 de fevereiro de 2014 10:29, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  89. Muito obrigado Leonardo pela resposta assim como o Souto.


    Então, eu me referi aos embutidos pois o próprio Dr Souto nos referenciou o omelete com mortadela e etc, por isso fiquei em dúvida, pois dificilmente terei sempre carne mais natural, digamos assim, para meu café da manhã ou a noite, então queria saber apenas se os embutidos me prejudicaram na paleo, e se posso tbm comer hambúrguer industrial.


    Outra dúivida, li sobre o exercicio físico não funciona, e ja penso em me adaptar ao HIIT porem eu não entendi mto bem, pois meu foco não era emagrecer com o ciclismo e sim ter atividade aeróbica para diminuir meus batimentos cardíacos a 45-50/min em repouso, consigo no HIIT?

    ResponderExcluir
  90. Há uma exceção: banana verde - quase nada de açúcar, e bastante amido resistente


    Em 7 de fevereiro de 2014 11:18, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  91. Embutidos não são páleo, mas são práticos. O ótimo não pode ser o inimigo do bom. O embutido não deve substituir uma carne orgânica. Mas eu prefiro embutido do que pão.
    HIIT dá condicionamento físico com bem menos perda de tempo do que aeróbico.

    Em 7 de fevereiro de 2014 11:40, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  92. José Luiz Abrantes7 de fevereiro de 2014 12:14

    Obrigado Doctor!
    Vou procurar essa fécula de batata! :D

    ResponderExcluir
  93. dúvida cruel!!!! escutei tudo que é podcast em português, li tudo no blog mas não cheguei a nenhuma conclusão...então lá vai:

    como low carb paleo há uns 6 meses e estou completamente adaptado....

    pratico um esporte de força/resistência/aeróbico (canoagem havaiana), onde as provas duram em torno de uma hora, onde há um enorme esforço na largada, diversos tiros durante o percurso (perseguições, ultrapassagens, defesas de posição, locais com mais ondas) e também remadas moderadas para manutenção da velocidade...(diria que se assemelha ao esforço de uma prova de mountainbike)

    Então...ando treinando bem sem carboidrato, mas imagino que estar com uma boa carga de glicogênio para as horas críticas da prova seria uma boa.

    Minha dúvida é, estando ceto-adaptado (eu estou), meu corpo vai conseguir "queimar" o carbo (e glicogênio decorrente) que eu venha a ingerir na véspera e no dia das competições? ou é uma coisa (obter energia da gordura) ou outra (carbo)?

    Ou mesmo estando ceto-adaptado, em momentos de grande demanda (escapar de um leão ou uma largada numa competição), o organismo consegue usar o glicogênio armazenado nos músculos?

    ajuuuuuuuuuuuuuuuda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  94. Olá Doutor Souto,

    A quantidade de fezes muda de acordo com a qualidade/tipo dos alimentos, levando em conta o mesmo peso. Explico melhor a dúvida:

    Alimentação 1 (dieta paleo) - 1kg: ovo, carnes, saladas e abacate

    Alimentação 2 (dieta ocidental) - 1kg: pão francês, frutas (manga, banana), cereal matinal



    Isso vai gerar a mesma quantidade de fezes ou pela "alimentação 1" ser melhor metabolizada e aproveitada nutricionalmente pelo corpo teremos uma menor quantidade fezes?

    ResponderExcluir
  95. O carb backloading seria apenas na noite da véspera e também nos dias de treino, com carbos de alto IG, segundo o livro do DH Kiefer, ao menos. Ele alega que carbs de baixo IG dariam picos de insulina maiores, e poderiam acabar virando gordura consumidos à noite, já os de alto IG, como teriam um pico de apenas uma ou duas horas, seriam estocados como glicogênio e muito dificilmente virariam massa adiposa, SE houver a prática do treino de resistência. No livro ele recomenda sorvete e outras junk foods, mas vc não é obrigado - a batata, por exemplo, é paleo e de alto IG. Estou na terceira semana fazendo musculação - até o momento, aumento de peso modesto com cintura estacionada... imagino que seja massa magra. Vou ver o resultado daqui a alguns meses...

    ResponderExcluir
  96. Quantos mais fibras (não digeríveis por definição), mais fezes...


    Em 7 de fevereiro de 2014 15:10, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  97. Mas que isso! Por que low fat? Você não fica faminto e exausto nessa dieta? Peito de frango e salada só te sustentam até certo ponto (: dá uma pesquisada aqui no blog!

    ResponderExcluir
  98. Se prepara (: a tendência é piorar para "Como assim você é nutricionista e está me mandando comer carne gordurosa? Quer me matar??". Mas vamo que vamo :P

    ResponderExcluir
  99. Maurício, se o tempo for curto, congele os vegetais e as frutas vermelhas! Óbvio que fresquinho é melhor, mas fazemos o que podemos.


    Na minha época de monografia, eu cozinhava brócolis, proteína e fazia sopa todo domingo para durar a semana toda! A única coisa que fazia para durar uns dois dias era verdura frita na manteiga (abobrinha, tomate, beringela etc) que é rapidinho e só suja uma frigideira (: Melhor que comer em restaurante e mais barato!

    ResponderExcluir
  100. Nossa, é demais! Eu tenho uma calça linda que mal estava passando pelo quadril porque ela é skinny, hoje em dia ela veste perfeitamente :)

    ResponderExcluir
  101. Estava com super saudades dos seus posts, dr. Souto! Volta logo :P Mas curta bem as férias!!

    ResponderExcluir
  102. Olá Teresa,


    Bem nem tudo é ruim em SP - temos algumas vantagens, os grandes mercados ficam abertos até tarde e ainda consigo ir ao mercado toda quarta-feira.


    Vou ver se compro uns morangos e congelar para ver o que acontece. Agora guardar alface e brócolis muito tempo na geladeira fica ruim.




    Vlw!

    ResponderExcluir
  103. Obrigado Gustavo!

    ResponderExcluir
  104. Também faz nutrição? ;) sim estava escutando em casa que eu vou morrer e ficar gorda, gozado que eles estão parando de falar..por que será?hahahah

    ResponderExcluir
  105. Olha só, eu cozinhava o brócolis para durar a semana toda mesmo. Só que eu congelava tudo! Tem uns sacos em supermercado para congelar comida, daí eu já guardava em cada saquinho a porção do dia! Quando ia jantar, tirava e esquentava no forninho elétrico (:

    E as folhas duram sim uma semana! O que eu costumo fazer é: assim que comprar, lavar uma por uma, deixar secar até estarem totalmente secas e aí sim, guardar. Eu tenho um recipiente onde arrumo todas as folhas, daí ao longo da semana vou tirando algumas para comer. Continua crocante por toda a semana. Procura no google "como conservar hortaliças por uma semana" (: Uma dica é comprar vasilhas com a tampa bem alta, assim você não amassa as folhas, tipo assim: http://www.americanas.com.br/produto/110968371/vasilha-refrataria-hermetica-de-vidro-redonda-c-tampa-alta-lock-e-lock

    ResponderExcluir
  106. Ahaha não!! Eu sou economista! Mas adoro falar a torto e a direito para quem me pergunta (: Minha mãe é assistente social no hospital universitário e ela vive conversando com os médicos, nutricionistas e etc e todos a chama de louca. Ela uma vez conversou com um paciente e sugeriu ele eliminar o trigo e explicou para ele os benefícios da gordura, uns dias depois ele falou para ela que a médica dele disse que ele MORRERIA se comesse que nem ela sugeriu =O

    ResponderExcluir
  107. Tenho uma dúvida na nutrição: tirei trigo, leite, feijão, grão-de-bico, arroz e açúcar. Mas para dar aquela "sustança" eu como: batata, mandioca, inhame, cará, tapioca e pão-de-queijo (esse quase todo dia), gostaria de saber se algum deles prejudica muito a dieta.


    Estou nela desde outubro, sem esforço algum, já que carne, de todos os tipos, verduras e frutas são minha praia. E emagreci. No fim de semana cerveja e queijos + fortes, mas nada de doces, e sem esforço

    ResponderExcluir
  108. Porque não vejo meus comentários?

    ResponderExcluir
  109. Pessoal, tenho uma dúvida: tirei da dieta os criminosos trigo, açúcar, leite, grão-de-bico, feijão e sem esforço. Comecei em outubro e estou com bons resultados.
    Mas continuo com outros, por uma questão de "sustança", são eles: batata, mandioca, inhame, cará, tapioca e o pão-de-queijo, este último quase todo dia no café da manhã. Estou fazendo alguma grande besteira?
    Hoje mesmo fui à casa de amigos e comi bacalhau, salada e batata.

    ResponderExcluir
  110. Na casa desses mesmos amigos comi uma sobremesa muito legal e refrescante nesse forno que virou SP. Normalmente não como sobremesa, se quero doce como manga, banana ou frutas secas.
    Super simples: pêssego em calda zero, adoçante e creme de leite no liquidificador geladeira e depois pedaços de melão. Muito bom, creme de leite é quase manteiga estão pode, certo?

    ResponderExcluir
  111. Se está funcionando, não há o que mexer!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 08/02/2014 21:44, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  112. Creme de leite Nestlê de lata é o mais indicado. Mas não tem problema nenhum comer qualquer outro na casa de um amigo, certo? ;)

    ResponderExcluir
  113. Oi Teresa, será apenas por um tempo, porém, por incrível que pareça, após estar cetoadaptado parece que realmente não faz falta, estou com acompanhamento de um nutricionista para ver se consigo sair do platô de peso que já dura 4 meses, mas vez ou outra nos finais de semana dou umas escapadas e ataco algumas picanhas gordas...

    ResponderExcluir
  114. O que acha da opiniao desse sujeito quanto as fibras?
    http://www.youtube.com/watch?v=WQaBG1q2oEI
    http://fibermenace.com/gutsense/about_gs.html

    Achei tao quebra-paradigmas quanto substituir low-fat por high-fat!

    ResponderExcluir
  115. Não vi o vídeo, mas a fibra que importa é a SOLÚVEL, e não esses farelos que as pessoas acham saudável. Fibra solúvel tem, por exemplo, em abacate.
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/02/2014 01:16, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  116. Bom dia amigos low carb. Primeiro parabéns ao Dr. Souto pelo blog, excelente. Deve ser muito gratificante para você perceber o bem que está fazendo às pessoas. Através do blog conheci o Taubes , li o Why we get fat , sensacional e transformador. Eu e meu pai mudamos a alimentação e já perdemos 6 e 5kg respectivamente em pouco mais de um mês . Ele tem DM tipo II e esteatose, que já melhoraram significativamente. Os exames laboratoriais relacionados à DM e as provas de função hepática despencaram. Nesse momento estou retomando as atividades físicas e como farei exercícios de alta intensidae, intervalados, etc, gostaria de saber qual seria o amido de liberação lenta ou outro carbohidrato indicado para ingerir antes da prática. Depois do exercício comerei uma barra de whey protein, como o Dr. Souto recomenda, mas e antes? Obrigado e abraço a todos.

    ResponderExcluir
  117. Incrível, não é mesmo? Não precisa comer nada antes. Vc tem umas 100 mil calorias de gordura no corpo pra usar no exercício.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 15/02/2014 09:49, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  118. Obrigado pela pronta resposta, muita gentileza tua. Nas primeiras sessões de exercício fiquei um pouco tonto e aparentemente exaurido e acabei atribuindo à falta de alimento antes da prática. Seria um período de adaptação? Será que peguei muito pesado?

    ResponderExcluir
  119. Sim, vá num crescendo

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 15/02/2014 10:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  120. Doutor, estou tentando seguir com as restrições aos alimentos com FODMAPS, mas a diarreia ainda não parou, apenas variou para um pouco menos líquida as vezes.

    Eu pensei que quando eu comia fora eu poderia estar ingerindo ago sem saber (especialmente alho e cebola), então a três dias só tenho feito as refeições em casa.

    Ontem eu já estava comemorando as fezes pastosas, mas hoje o quadro piorou novamente.

    Eu realmente não sei o que pode estar dando errado. Ou é normal e eu devo esperar mais alguns dias?

    Já são cerca de três semanas assim (nas três primeiras semanas de paleo não tive esses sintomas).

    ResponderExcluir
  121. Me parece que vc está chegando em um ponto em que uma consulta com um bom nutricionista funcional possa ajudar. Ou um gastro. Afinal, nem tudo é comida! E se for um protozoário, por exemplo?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 17/02/2014 23:38, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  122. Bom dia Dr. Souto. Surgiu outra dúvida. Não há risco de perda de massa magra nessa situação de exercício sem nenhuma alimentação prévia? Já estou consumuindo uma barra de whey depois. Isso basta basta para evitar a perda muscular?

    ResponderExcluir
  123. Ok, vou dar uma olhada nisso, obrigada.

    ResponderExcluir
  124. Basta

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 18/02/2014 11:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  125. Oi Rosanna Andrade ,tbm tenho Sindrome do Intestino Irritável e vou começar a dieta paleo low-carb...
    Poderia me passar um email ou face para trocarmos algumas idéias?Grata

    ResponderExcluir
  126. Priscila, eu ainda estou com problemas com minha SII e nem me acho muito especialista em low-carb... mas estou seguindo com a dieta. Meu contato é https://www.facebook.com/rosanna.andrade.37

    ResponderExcluir
  127. Falando sobre yakult e actimel... Eu fiz há uns 20 dias atrás o yakult caseiro e ñ deu mto certo, ficou aguado e sem mto sabor
    O actimel fiz sexta feira e qdo fui engarrafar, tive q dar um batidinha nele, de tão consistente q ficou.. Ah! Uma delicinha tb! Amei!

    ResponderExcluir
  128. Agora esse teste dos gêmeos vai passar no Fantástico essa semana (25/05). Mais um desserviço da mídia.

    ResponderExcluir