sábado, 8 de fevereiro de 2014

Reportagem de capa na Revista Época

O assunto dieta paleolítica parece estar ganhando momento no Brasil.

Está hoje nas bancas a Revista Época, cuja reportagem de capa é sobre dieta páleo:
m (Foto: Marcos Lopes)

A reportagem tem um viés bem favorável. Naturalmente contém algumas críticas e advertências, mas termina em tom conciliador, e terá com certeza a vantagem de difundir o assunto, o que é sempre positivo.

Na reportagem, que contém entrevista minha e referência a este blog, há ainda fotos e entrevistas com 2 grandes colaboradores: a May Ishii (moderadora de um dos grupos do Facebook):


E o Hilton Souza, que tantos artigos tem traduzido para o português em seu Blog http://paleodiario.blogspot.com.br/ :




A Época faz parte das Organizações Globo. Coincidentemente ou não, outros veículos da Globo também divulgaram o assunto hoje.

Veja, por exemplo, esta excelente matéria (vídeo) da RBS (afiliada da Rede Globo) de Santa Catarina sobre páleo, e que foi ao ar no dia de hojehttp://g1.globo.com/sc/santa-catarina/vida-e-saude/videos/t/edicoes/v/conheca-a-dieta-baseada-na-alimentacao-dos-ancestrais-que-evita-produtos-processados/3133779/

E na capa do portal globo.com pode ser vista a Cláudia Villaça, do blog http://claudiafitblog.blogspot.com.br/ (já recomendado na lista de blogs aí ao lado). A Cládia Villaça tem 51 anos e pratica fisiculturismo 100% natural e 100% low carb (um bom exemplo para ser citado para quem lhe disser que "com essa dieta se perde músculos").


Advogada de 51 anos vira referência no fisiculturismo natural

08/02/2014 13h00 - Atualizado em 08/02/2014 13h10
Kindle
Share
  •  
Cladia Vilaça (Foto: Camila Fontana/ÉPOCA)
Há seis anos, a advogada Claudia Vilaça decidiu acompanhar o filho sedentário a uma academia, em São Paulo, e nunca mais deixou o local. Acabou virando fisiculturista natural, como é chamado quem pratica o esporte, segue dieta 100% orgânica e não faz uso de anabolizantes ou esteroides. "Comecei porque vi meu corpo flácido, tudo balançava. Não ia à piscina nem praia porque minhas pernas e a bunda eram moles", conta ela, hoje com 51 anos. Claudia diz que, nessa época, se alimentava unicamente de pão e vinho. "Tomava uma garrafa por noite". Mas, agora, tamanha dedicação lhe rendeu o título de embaixadora de fisiculturismo natural no Brasil. Cansada de ficar em último lugar nos torneios locais, ela passou a competir nos Estados Unidos e venceu os dois últimos concursos de que participou. "O fisiculturismo aqui é sinônimo do uso de drogas. A ponto da mulher ter que usar cueca pela hipertrofia dos órgãos genitais e o homem, sutiã. Quero mudar isso", afirma ela, detentora do título de embaixadora de fisiculturismo natural no Brasil pela INBA - International Natural Bodybuilding Association.
O lema de Claudia é 'evolução lenta, mas constante' e, de tanto observar o treinamento dos malhadores inveterados, ela copiava algumas séries de exercícios e incluía em seus programas diários, até definir o que dava resultado - pasmem, ela é autodidata e sempre treinou sozinha. "Aos poucos fui aprendendo, lendo muito e pesquisando sobre treinos e dietas, fisiologia do exercício, fiz fóruns online e li livros de musculação nacionais e estrangeiros. Passei a montar os meus treinos sozinha", afirma. A rotina de seis dias intensos pegando peso a levou a querer mais. Foi então quando começou a competir no Brasil, mas era sempre a última colocada nos concursos repletos de corpos de músculos apoteóticos - e ela, inexpressivamente magra para o padrão. A decepção a levou a competir nos Estados Unidos, onde venceu os dois últimos concursos em primeiro lugar – o INBA Forevere Natural, em Las Vegas e o INBA World Cup, em Los Angeles, ambos no ano passado. Agora ela se prepara  para competir no All Women’s Championships, em Las Vegas, em abril, e no World Championship of Natural Bodybuilding and Fitness, na Eslováquia, em junho.
"Treino é 20% e o resto é alimentação. Tirei do cardápio todos os alimentos processados. Agora, só comidas orgânicas, sem adição de nada", afirma, contando que drogas são o caminho mais fácil para o ganho de massa muscular. "Você consegue qualquer coisa em academias e também em médicos que receitam GH (hormônio do crescimento) mesmo para quem não treina. É um perigo porque os anabolizantes promovem a hipertrofia muscular e também a dos órgãos internos", diz ela. Claudia conta que chegou a ser expulsa de uma academia por incomodar demais. "Os bombados me odeiam. Fui expulsa da academia do presidente da Associação Paulista de Fisiculturismo, que também é dono de um laboratório de drogas e diretor da maior empresa de suplementos do Brasil porque eu praticava sem usar nada", diz ela. "O fisiculturismo é a única modalidade esportiva que isenta os participantes do exame antidoping, diferentemente do fisiculturismo natural, em que o praticante tem que estar com o organismo livre de drogas nos últimos cinco anos", afirma.

Claudia Vilaça - o antes e o depois (Foto: Reprodução )


Claudia Vilaça em 2010 e 2012 (Foto: Reprodução )


Por fim, ainda em 2013, a revista Glamour (também da Globo) também publicava matéria sobre o assunto:

26/03/2013 19h08 - ATUALIZADA EM: 29/11/2013 19h03 - POR ANDREIA MENEGUETE/REVISTA GLAMOUR

Dieta Paleolítica: a volta aos hábitos alimentares das cavernas. Topa?

A “nova velha” dieta sugere uma pirâmide alimentar com base no consumo de proteínas magras, carboidratos de verduras, açúcares de frutas e gorduras de peixes e oleaginosas

Nos Estados Unidos não se fala em outra coisa. Quem testou diz que nunca viu nada igual. Polêmica, controversa, tema de documentário e alvo de muito zum-zum-zum entre especialistas, a Dieta Paleolítica propõe uma volta aos hábitos alimentares das cavernas e causa furor ao derrubar mitos da dita alimentação balanceada. Andréia Meneguete investiga.
famosos (Foto: Getty Images)

Esqueça tudo o que você já ouviu falar sobre alimentação correta e balanceada. Apresentamos um novo conceito nutricional que vem fazendo muito barulho nos quatro cantos do planeta: a Dieta Paleolítica. O assunto, que já havia gerado bochicho (e angariado inúmeros discípulos nos EUA e na Europa) volta às manchetes com força total graças ao documentário The Perfect Human Diet, lançado em fevereiro e já disponível para compra na web.

A obra coloca o dedo numa ferida aberta na nossa sociedade: afinal, quais são as causas da obesidade que já atinge 10% da população mundial? A resposta, resumidamente: o que se “vende” como alimentação ideal é na verdade uma máquina de produzir acúmulo de gordura. Isso mesmo, você leu direito. 

Nesse contexto, a Dieta Paleo (como chamam os iniciados) vira uma espécie de messias ao propor o resgate da forma como o homem se alimentava no tempo em que era nômade, antes do advento da agricultura, há cerca de dois milhões de anos. “O corpo humano evoluiu para digerir os alimentos do planeta Terra de então. Isso ficou gravado em nosso DNA. Introduzir na dieta comidas inexistentes naquela época sobrecarrega o organismo, provocando um tipo de pane. A obesidade é uma das consequências”, afirma o jornalista americano Charles Hunter, produtor do documentário.

Trocando em miúdos, a “nova velha” dieta sugere uma pirâmide alimentar com base no alto consumo de proteínas magras, seguida por carboidratos provenientes de verduras, açúcares fornecidos pelas frutas e gorduras que vêm de peixes e oleaginosas. E, claro, muita água! Até aqui nada de muito revolucionário, certo? O xis da questão está no que os especialistas apontam como os grandes inimigos da saúde: leite e derivados, grãos, cereais, carboidratos simples, alimentos processados e tubérculos como a batata, que tem alto índice glicêmico.


A explicação é simples: ao detectar algo desconhecido, o organismo trabalha para combatê-lo, mas o excesso de resíduos causa distúrbios, inflamações e doenças. O que seu pão integral e margarina têm a ver com isso? Tudo! O glúten, uma proteína do trigo (que não existia na Pré-História), presente em vários alimentos industrializados, não é 100% digerido quando bate no estômago, transformando-se numa goma que gruda na tireoide. Resultado? O corpo reconhece aquilo como um invasor e tenta eliminá-lo, deixando as funções tireoidianas (alô, metabolismo!) mais lentas. Isso significa uma boa dose de gordura a mais acumulada ao longo do tempo.

dieta paleolítica (Foto: Shutterstock)
Bebendo o inimigo

Para a nutricionista funcional Fernanda Granja, de São Paulo, a controversa proposta alimentar é coerente. “É fato: o organismo sofre agressão com o consumo de alimentos processados ou que foram transformados pelo homem”, diz, categórica. O leite que consumimos hoje, por exemplo, ao ser maturado e pasteurizado, perde a vitamina D, elemento essencial para se absorver o cálcio. “Sem essa vitamina, favorece-se o excesso de cálcio no intestino, o que gera um grande desequilíbrio interno. Alergias e inflamações são inevitáveis”, explica.

Vale o dado: o homem é a única espécie que consome leite (e ainda por cima de outro animal) na fase adulta. Como conseguir cálcio de forma genuína? em alimentos
frescos e verde-escuros, como espinafre, brócolis e couve.

Os paleolíticos não param por aí. Jogam pedra em dietas 100% vegetarianas por serem deficientes em vitamina B12, encontrada somente em carne animal e essencial para a formação do sangue; e fazem campanha para o consumo de gorduras boas. “Fala-se dos efeitos negativos da gordura, mas as gorduras ‘do mal’ são as fabricadas pelo homem, que vêm enlatadas. Gorduras como ômega 3, 6 e 9, encontradas nos peixes, são essenciais para o cérebro atuar bem”, salienta Fernanda. A nutricionista garante ainda que os benefícios da Dieta Paleolítica vão bem além de um corpo em forma. “Ela traz bom humor, disposição, intestino tinindo e pele reluzente.”

É a salvação? Hum, menos

Diante de um mal que mata cerca de três milhões de pessoas por ano, alguns especialistas se mostram reticentes sobre qualquer coisa apontada como milagrosa. “A obesidade é uma doença e deve ser tratada com seriedade, não pode ser encarada como um estilo de vida”, afirma o vice-presidente da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica), João Eduardo Salles.

O endocrinologista Filippo Pedrinola também é cauteloso: “A Dieta Paleolítica tem uma proposta interessante, mas não é a salvação. Como todas as dietas, não é solução definitiva se não houver bons hábitos e qualidade de vida.” É, não tem segredo: além da alimentação, vale imitar nossos ancestrais em outros quesitos. Que tal se mexer para alcançar frutas mais suculentas e fortalecer os músculos para ser mais forte que a caça? E comida, meu bem, só para matar a fome! 

142 comentários:

  1. Acredito que seja um ótimo começo! Eles não citaram a gordura de carne vermelha como saudável (ou outras gorduras saudáveis além do peixe) mas acho que seria pedir demais né?

    ResponderExcluir
  2. Bárbaro! Parece que o prazo de três anos que andaram dando aqui no blog vai se concretizar bem antes.

    ResponderExcluir
  3. Eu senti falta das gorduras tb..eu faço lowcarb paleo e o forte são as gorduras.. óleo de coco, abacate, a própria gordura da carne..alias, a parte que fala que devemos consumir carne magra me soou estranho... sempre dou preferência pra cortes gordos..Eu sempre fico abaixo dos 50g de carb por dia e pelo menos 85% da minha alimentação é gordura. Ou seja, ainda existe um tabu enorme qd o assunto é gordura. Se a ideia de introduzir a paleo demorou 3 anos, pra introduzir a gordura vai demorar pelo menos uns 10.

    ResponderExcluir
  4. .....SHOW !!!!! E que seja só o começo !!!!

    ResponderExcluir
  5. David Anderson Lino de Sousa9 de fevereiro de 2014 01:31

    Olá Dr.
    Uma coisa que venho me perguntando e não vi resposta nem aqui nem nos grupos.

    Sabemos que saladas estão liberadas...

    Mas eu não sou grande fã e como 'forçado'. Estou bem na dieta, mesmo comendo saladas, mas gostaria de saber qual é o mínimo necessário de vegetais para manter a saúde para que assim eu possa comer só o suficiente por dia. Esse é meu único problema com a dieta até então...

    ResponderExcluir
  6. Dr., andei sem tempo para continuar a tradução do documentário citado no texto, muito trabalho e viagens têm tomado meu tempo em um novo empreendimento que estou desenvolvendo.
    Já traduzi e sincronizei uns 70% do filme, mas me comprometo a retomar o projeto asap. Falta pouco.

    ResponderExcluir
  7. Farad Oliveira de Araujo9 de fevereiro de 2014 02:37

    Pelo menos ajuda a quebrar a resistência dos amigos e familiares que vivem dizendo que estamos loucos...

    ResponderExcluir
  8. Adorei! Parabéns à todos os envolvidos!!! Orgulho <3 <3 <3

    ResponderExcluir
  9. Eu diria que o mínimo seria em uma refeição. Mas experimente com queijo ralado, ovo picado, bacon... salada com gordura é outra coisa!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 09/02/2014 01:31, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  10. Luiz, eu falhei miseravelmente na tarefa :-( Simplesmente não consigo me concentrar o suficiente para terminar as legendas - sempre acabo me desviando para a tradução de artigos (que é bem mais fácil :-)

    ResponderExcluir
  11. Sim, gordura será um tabu bem mais complicado. Se eu falo para alguém que eu perdi peso seguindo o que estamos acostumados durante milhares de anos de evolução o pessoal até aceita de boa...Se eu falo que essa dieta é formada de gordura em sua maior parte, bem esse o primeiro grande tabu, vixe....as pessoas ficam muito desconfiadas.

    Segundo tabu bem forte, é dizer para quem está bem acima do peso deve tomar cuidado com algumas frutas, as de alto IG....Nossa a pessoa fica doida: "- Frutas são saudáveis! E como um monte todos os dias, porque o nutricionista recomendou".

    Terceiro tabu: os produtos integrais. Os nutricionistas, em sua maioria, ainda colocam todo tipo de massas, grãos e sementes integrais - inclusive com glúten - dizendo que têm alto teor de fibras, mas não dizem (ou não conhecem) que tem IG parecido com os não integrais e que contém anti-nutrientes.


    Em resumo 3 tabus ainda levarão um bom tempo para serem quebrados: GORDURA, FRUTAS e PRODUTO INTEGRAL.



    Mas temos que ficar felizes pelo menos algumas pessoas que vão ler a revista ficarão interessados sobre o assunto e muitos acharão esse ótimo Blog para continuar o conhecimento real sobre nutrição e saúde.

    ResponderExcluir
  12. Souto,
    Assisti ao documentário The Perfect Human Body e confesso que achei MUITO ruim. O script é fraco e o tom das entrevistas não transmite respaldo científico. Apesar de compreender e concordar com as diretrizes da dieta LCHF, eu me senti assistindo a um documentário sensacionalista e falacioso. Depois de algum tempo lendo sobre filosofia da ciência, a gente fica com o ouvido treinado pra falácias. Independente do conteúdo carregar verdade ou não, o formato e o tom, pra mim, foram desastrosos.
    ENTRETANTO, assisti à sua palestra do Rio de Janeiro no Youtube e confesso que achei o script e os argumentos MUITO superiores e convincentes, tanto do ponto de vista epistemiológico (a introdução sobre níveis de evidência é perfeita!) quanto prático (os exemplos são melhores).
    E daí que fica a pergunta: já pensaste em montar o projeto de um documentário usando essa sua palestra como script? Tenho a sensação de que, se essa sua palestra fosse transformada em um vídeo cuidadosamente formatado para veiculação em público laico, o sucesso seria garantido. Fica a dica :-)

    ResponderExcluir
  13. Completei 60 dias de super lowcarb. Até agora, estou me sentindo muito bem. Estou impressionado com a capacidade que meu organismo teve em se adaptar rapidamente. Encontrei em um mercado distante pelanca bovina com muito nervo e gordura e algum traço de proteína junto e essa tem sido minha alimentação. Não enjoei, ao contrário, quando bate a fome, devoro tudo. A concentração de colágeno é tanta que minha pele firmou mais ainda e o cabelo e unhas estão crescendo mais rápido. Para o açougueiro, digo que é para meu cão para não ter que dar explicações ou me tacharem de doido. Au au au au !!!! Abraços a todos. Parece que a vênus platinada está aos poucos se rendendo. Novos tempos. Em breve teremos 2.000.000 de acessos ao blog. Obrigado Dr Souto e moderadores. Pode parecer repetitivo, mas graças a vocês, não sofro mais de fome para emagrecer.

    ResponderExcluir
  14. Não tenho competência pra isso (vídeo, etc). Mas colaboraria com alguém que tivesse.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 09/02/2014 11:18, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  15. David Anderson Lino de Sousa9 de fevereiro de 2014 11:44

    É o que venho fazendo. No almoço metade do meu prato é salada, e na janta raramente como algo (no máximo uma folha de alface e 2 rodelas de tomate, ou 2 cabeças de brocólis/couve) e estava preocupado se esta quantidade seria suficiente para me manter nutrido das coisas que carne e gordura não fornecem.

    Obg

    ResponderExcluir
  16. :-) 92,5% de estanho, 7,5% de cobre, banhada em platina e ouro de 14 quilates, medindo 34,29 cm, pesando 3,85 kg.

    A matéria é um verdadeiro Oscar!

    Uma vez ganhei um de isopor, na época eu preferiria um de chocolate aqueles bem docinho.

    Eu só tenho que agradecer: Gratidão Tony Ramos, Friboi [JBS], BNDS, CEF, BB, Copa 2014...

    ResponderExcluir
  17. Oi David, veja se ajuda

    Custa em média uns R$ 25,00 o quilo (Kg),

    Quem é de Sampa encontra no Armazém Santa Filomena zona cerealista,

    On-line tem este:

    http://jcsquimico.wix.com/dealoe#!farinhas-liofilizadas

    Em média 100g em natura equivale a 15g liofilizada

    Tomate Liofilizada em Pó, Berinjela Liofilizada em Pó, Beterraba Liofilizada em Pó, Brócolis Liofilizado em Pó, Cenoura Liofilizada emPó, Couve Liofilizada em Pó, Espinafre Liofilizado em Pó, Banana Liofilizada em Pó.

    Proceso de Liofilización

    http://www.youtube.com/watch?v...

    ResponderExcluir
  18. Parabéns Dr, seu blog é realmente excelente. Tenho seguido a dieta paleo high fat por pouco mais de um mês, com alguns deslizes habituais nos finais de semana por conta da cerveja. Porém tenho algumas dúvidas:

    1) Tenho síndrome de Wolff Parkinson White, ultima vez que fiz um checkup cardíaco foi antes de me inscrever na academia, a 5 anos, quando descobri que tinha WPW, mas após fazer mais exames e teste de esteira o médico detectou que era benigno, nao apresento nenhum sintoma e faço exercicios físicos regularmente. Tem algum perigo de usar uma dieta high fat, e quanto ao colesterol nesse caso específico, algum problema?

    2) Tenho fortes tendências a ser magro, meço 1,75m e com 1 mês da dieta acabei perdendo pouco mais de 2kg (penso que a maior parte de gordura, uma vez que faço barras e flexões semanalmente), chegando agora a 65kg. Não consigo comer muito e me sacio com certa facilidade, nunca consegui fazer uma dieta de 3000 calorias. O caminho seria mesmo tentar me estufar de comida para ganhar um pouco de massa magra ou teria alguma outra sugestão?

    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  19. UAU!!!! Vou ter q comprar e deixar 'sem querer' na porta de algumas pessoas... aliás, MUITAS pessoas.


    Um viva pra mais um passo \o/ e aproveitar pra agradecer e dar os parabéns de novo ao Dr. Souto, a May, a Cláudia e ao Hilton... fazem mt pra mt gente xD

    ResponderExcluir
  20. Comprei a revista e gostei da reportagem.
    Me preocupa apenas que daqui um ou dois meses a mesma publicação imprima uma matéria exatamente contrária pois é isso que vende a revista. Mas, vamos em frente!


    _____
    42

    ResponderExcluir
  21. E é bem isso que vai acontecer

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 09/02/2014 16:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  22. Dr.Souto,leio seu site a mais de um ano e devo dizer que devo muito ao senhor e a essas postagens.Já adquiri o estilo de vida paleo e portanto consegui perder 22 quilos tendo sido sempre uma criança gordinha entrei na vida adulta,aos 19 anos com 50 quilos para 1,50 de altura.Tudo graças aos seus ensinamentos e traduções de artigos e tudo mais.Só queria tirar uma duvida a respeito dos chás na dieta paleo.Não imagino nossos ancestrais sentados ao redor de uma fogueira falando da nova novela e bebericando erva cidreira ou tomando chá de camomila antes de dormir ou mesmo tomando chá preto de manhã antes de ir para o curso pq não gosta de café.Vc não tem nenhuma postagem sobre isso por aqui não é?Por favor,tire esta minha duvida,já ouvi dizer por aí que excesso de chás podem causar cirrose a longo prazo portanto estou um pouco receosa pois troquei os refrigerantes zero por estes últimos e viciei,sou a rainha dos chás rsrsrs.Tomo todo dia e em grande quantidade,tipo,um litro tranquilo,gelado ou quente,os cafeinados de manha(branco,preto ou mate)e os calmas a noite(lavanda,camomila ou cidreira).Por favor,tire minha duvida.Ficarei muito grata,alias,já estou muito,sempre recomendo seu blog para quem vejo que luta contra a balança num jogo de cartas marcadas.

    ResponderExcluir
  23. Primeiramente, Parabéns.

    Chás - não se sabe há quantos milhares de anos são consumidos, mas com certeza é há mais tempo do que Coca Cola.

    Chá verde, em especial, é quase milagroso em seus efeitos benéficos para a saúde - há incontáveis estudos na literatura, procure green tea no Pubmed.
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 09/02/2014 16:24, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  24. Já vi o Dr. Souto respondendo que o chá mate (chimarrão) estava liberado. Nunca vi nenhuma restrição aos chás em nenhum texto que eu já tenha lido. Não creio que o consumo de 1 (ou 2, talvez) litro de chá diariamente possa lhe prejudicar. Mas, não sou da área da saúde, é só achismo mesmo e ausência de evidências em contrário.


    ______
    42

    ResponderExcluir
  25. temos bebido muito cha tb. foi bom ter aberto esse tema!

    ResponderExcluir
  26. Olá Dr. Souto,

    Adoro seu blog, estou LC há um mês e adorando.

    Meu marido(42 anos!!!) foi diagnosticado com Parkinson há + ou - três meses.

    Hoje lendo alguns artigos encontrei um muito interessante, fala do possível mal neurológico que o glúten/trigo faz.

    Se houver interesse, talvez seja assunto para uma futura matéria sua.

    =)

    Andréia

    Fonte: http://www.greenmedinfo.com/blog/dramatic-recovery-parkinson-s-patient-gluten-free-diet

    ResponderExcluir
  27. Compre o livro GRAIN BRAIN. E trate de fazer uma dieta cetogênica para seu marido, com zero glúten e com óleo de coco.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 09/02/2014 16:55, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  28. Apesar do título, achei o vídeo interessante e acho q, se o dono do canal ler sobre a paleolítica, conseguiria fazer um bom trabalho sobre ela tbm.
    Independente disso, acho q vale a pena verem o vídeo:
    http://www.youtube.com/watch?v=nHlRz0b-9LY

    Além desse, para as mulheres mt sismadas (pode ajudar a encurtar mts respostas, Dr. Souto hahaha)
    http://www.youtube.com/watch?v=gBJ-6qpIcVc

    Os outros vídeos são assuntos que ñ 'cabem' no blog... diferentes. mas são mt bons e interessantes tbm... enfim. vale a pena qm ñ conhece ainda, assistir xD

    ResponderExcluir
  29. Realmente a dieta paleo agora é modinha. O que é uma pena, porque considero paleo um estilo de vida, pra mim é um caminho sem volta. É tão mais gostoso comer coisas saudáveis, não ter constipação, nem mal estar depois de comer. Eu já emagreci cerca de 10 kg e perdi muitas medidas em apenas 1 mês e poucos dias de paleo e nunca estive tão feliz. Hoje minhas refeições foram : café da manhã - iogurte natural feito em casa e meia maçã (me permito frutas porque estou amamentando), e almoço 1 bife e 2 coxas pequenas de frango, com vinagrete, repolho refogado na manteiga e salada de alface. Devo confessar que não sei se vou jantar hoje. Estou satisfeita até agora. Esse estilo de vida representa a libertação. Não sou mais escrava da comida. A sensação é de uma ex-viciada. Maridão comprou sorvete, eu preferi meu iogurte delícia com essência de baunilha.... É gostoso e saudável.

    ResponderExcluir
  30. Melhor que o video sao os podcasts...o dr. Souto esta cada dia mais inspirado pra falar...

    ResponderExcluir
  31. José Luiz Abrantes9 de fevereiro de 2014 23:09

    Estou há quase 1 mês com consumo bem reduzido de carbs.
    Acredito estar em adaptação com a cetose, pois estou sentindo um odor diferente na urina, no suor, além de halitose. Sinto fraqueza nas pernas.
    Pelo que li esses sintomas são passageiros. Procuro me hidratar para amenizar os sintomas.
    O que estou sentindo também é a visão ligeiramente turva. Alguma letrinhas que conseguia ler nos rótulos agora não enxergo. Mas não encontrei essa associação com a dieta.

    ResponderExcluir
  32. o que eu noto é que NINGUÉM, seja medico ou nutri, leva em conta o IG dos alimentos.. eles vivem de contar calorias, apenas isso... ninguém considera que se a pessoa come uma fatia de abacaxi no meio da tarde, minutos depois ela vai querer outra, e outra e qd viu foi o abacaxi inteiro..mas é saudável né..Sem falar das frutas como a banana que em 3 tem a quantidade de carb que eu como em 1 dia inteiro( estou usando uma bananica de 65gr) E na reportagem ainda fala dos risco da dieta.. vem cá..dieta natural tem riscos?? aonde está escrito que um pão integral é melhor que uma abobrinha refogada com bacon?? Até qd as pessoas vão bater na tecla que devemos comer de tudo e evitar gordura?? eu penso que daqui um tempo as pessoas vão tentar a dieta mas sem a gordura vão sentir fome e desistir e ainda vão dizer que não da certo. Proteína não mata a fome..gordura que mata...Eu ja vejo gente desistir em 15 dias pq tem dor de cabeça, desconforto, cansaço mesmo sabendo que esses sintomas são a abstinência do carb..Eu tive uma mega dor de cabeça uns 2 dias e um entupimento enjoado no ouvido por uma semana mas passou e hj vivo numa boa.. Vou fazer 7 meses de dieta é foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida...

    ResponderExcluir
  33. Aumentou o sal tambem? Suplementa umas 2g de sodio ao dia! Insulina baixa = urina mais sal, natriurese.

    ResponderExcluir
  34. Bom dia. Sigo LCHF a quase 1 ano, consegui emagrecer bastante. Antes disso fiquei uns 2 meses consumindo Herbalife, passei fome e perdi peso, mas depois vi que foi grande parte em massa magra. Eu sempre fui sedentário, e em outubro passado comecei a fazer musculação 3 vezes por semana. Como treino em horário de almoço, tenho me alimentado da seguinte forma: 1 dose de whey (25g prot) quando chego na empresa logo às 7:30, durante a manhã como algumas castanhas e alguns quadradinhos de Lindt 85%, antes de ir para o treino (14:00) mais uma dose de whey e quando volto do treino, 1 hora e meia depois, mais uma dose de whey (15:30). Só a noite em casa eu como "comida de verdade", carnes, legumes, saladas, etc. Dessa forma não sinto fome, mas também não sei se é eficiente para ganho de massa muscular. Não somei as calorias, mas será que estou comendo pouco para haver um aumento muscular? Para isso acontecer, necessariamente tenho que comer mais do que é gasto? Pois tenho seguido a idéia de comer quando tiver fome, apenas estou usando o whey por praticidade e falta de tempo mesmo. Meus exames estão normais, apenas veio aumentado uréia 53 e ácido úrico 8,5. Agradeço se puderem me dar algumas dicas, já que meu objetivo hoje é ganho de massa muscular e perda de um pouco de gordura abdominal que restou. Grato.

    ResponderExcluir
  35. Rodrigo Clemente Kherlakian10 de fevereiro de 2014 09:32

    Concordo plenamente!
    Quem sabe em algum tempo não inauguramos o PaleoFX Brasil?
    Estou indo para Austin, Texas em Abril para a conferência, a ideia é fazer algo parecido por aqui e colocar o Dr. Souto para fazer sua mágica! =)

    ResponderExcluir
  36. Doutor, de acordo com o nutricionista Luiz Sergio (da sua lista de profissionais), o chá branco é ainda melhor que o verde.......fica a dica

    ResponderExcluir
  37. Na ultima sexta em um comprei uma picanha daquelas com 3 dedos de gordura, fresca, de gado de pasto. Eu suando na churrasqueira, fatiando a bichinha super mal passada, me vira o ciclano e diz pro fulano "você num vai comer esta gordura né? e o fulano responde, de jeito nenhum!!! Ai eu pego e digo pro ciclano, mas por que isso? e veio a pérola: "só de olhar pra gordura já dá pra saber que faz mal"....... não criei discussão, separei e comi toda a gordura enquanto eles saboreavam fatias de pão com vinagrete!!!!

    ResponderExcluir
  38. Puxa até fiquei com vontade de comer picanha ahahuauhauhahu


    Sobre a gordura: normal se até a maioria dos médicos e nutricionistas são lipídeos-fóbicos. Hoje de manhã enquanto comia meus 4 ovos de café da manhã assistia na TV um "Doutor" em rede nacional falando que comer carne todo dia faz mal e que comer ovo só era bom se tirasse a gema (a parte mais nutritiva do ovo que pode até curar doenças e melhora sua visão) e para comermos frutas porque têm vitaminas (e que se dane a frutose), pão integral porque tem fibras. Minha mãe que estava assistindo ficou toda preocupada dizendo que iria ficar com colesterol alto comendo tanto ovo.

    Repito: 3 tabus ainda levarão um bom tempo para serem quebrados: GORDURA, FRUTAS e PRODUTO INTEGRAL.

    Resumindo: coitado do povo metralhado de informações erradas pela mídia e pior pelos "Doutores". Cada vez mais penso que médico foi feito para cuidar da doença e menos da saúde.

    ResponderExcluir
  39. Simone,

    Eu particularmente acho que a guerra contra gordura e a celebração dos carboidrato principalmente oriundos das frutas, grãos e sementes ainda vai durar muito tempo. Até lá, vamos tentar mostrar para poucas pessoas com a mente um pouco mais aberta a verdade sobre nutrição. Infelizmente a maioria das pessoas não comem mal porque não têm educação e sim porque receberam a educação errada. A mídia e até nossos Doutores são lipídeos-fóbicos.

    ResponderExcluir
  40. Amigo, acho que você deve ir devagar - afinal pra que pressa se essa dieta é para vida toda?


    Eu fui reduzindo os carbs aos poucos semana por semana. Dei a chance do meu corpo se adaptar com comida de verdade. Não tive nenhum efeito ruim.



    Cada corpo é cada mistério. Portanto, o que funciona ótimo pra um pode funcionar não tão bem para outro.

    ResponderExcluir
  41. Caro Dr. Souto:
    Hoje completo uma semana de paleo/lchf. Estou notando mudanças visiveis no meu corpo e estou muito satisfeita. Minha dúvida/preocupação é que percebo estar suando mais do que antes e tenho palpitações (sinto meu coração acelerado). Gostaria de saber se isto faz parte da adaptação, pois procurei em outros posts e não achei comentários ou informações que juntassem estes dois sintomas, ou se devo me preocupar e procurar meu médico, suspendendo a dieta. Muito obrigada pelo blog e informações tão transformadoras.
    Obs: já tive episódios de hipoglicemia no passado.
    Tatiana

    ResponderExcluir
  42. Fiquei curioso! Comprei a revista e li seu conteúdo.
    De fato, querer que somente opiniões favoráveis da dieta sejam unânimes seria pedir demais.
    O tom "meticuloso" e a tática terrorista da dúvida e do medo tornam-se o tom maior da reportagem.
    Ri bastante quando os autores colocam a evolução da raça humana como capaz de ter se adaptado a dieta com grão..."passar uma borracha em Charles Darwin"...é brincadeira!
    Outra , foi o exemplo negativo de uma professora que não conseguiu parar de ter enxaqueca...ora, certamente ela entendeu mal algum ponto, não bebia água, pouco sal, e uma simples lida no blog do Dr. Souto
    poderia resolver com uma fatia de batata doce, ou uma fruta antes de dormir...etc...etc...etc...bastava ela ter sido bem orientada que já teria passado desta fase e estaria bem mais magra e saudável hoje!
    Muitos profissionais da saúde, nutrição e esporte, muitos deles bem sucessidos e com uma carreira solidificada na "teoria do colesterol" irá sempre deixar o ar da dúvida neste tipo de reportagem.
    Reconheço e reforço as tentativas do Dr. Souto em ampliar no Brasil uma rede de profissionais que estudem e apliquem novos conceitos de nutrição além colesteroal, pois assim, mais pessoas poderão ser beneficiadas com a alimentação ancestral.
    Estou na dieta Low Carb ha pouco mais de 3 meses. Ontem vi a balança chegar aos 111 Kg, onde sai dos 121 Kg quando comecei.
    Perder 10 Kg assim , com pouco esfoço, comendo bem, com disposição e saúde não tem preço.
    O engraçado que percebo que vou emagrecer mais!
    O corpo parece que entrou numa espécie de queima acelerada nas últimas semanas, e mesmo comendo de vez em quando batata doce, macaxeira, umas frutas e arroz, consigo perder peso.
    O meu grande mau ainda continua a cerveja e o vinho, pois quando vou beber...eu bebo mesmo!
    A coca zero, vez ou outra na semana, é um pecado menor, bem como o adoçante de sucralose que adoçicam outros pratos, mas viver sem os pães, bolos e doces exagerados, já deram uma qualidade significativa no metabolismo do meu corpo.
    Viva não a dieta, mas o estilo de vida PALEOLÍTICO e o grande coração do Dr. Souto que compartilha este Blog conosco.
    "Compartilhar é uma das maiores qualidades espirituais. O milagre é que quanto mais você compartilha sua felicidade, mais você tem."

    ResponderExcluir
  43. Esse bebê que aparece na foto do meu perfil é um bebê paleo! kkkkk estou tentando mesmo alimentá-lo da forma mais paleo possível, mas com todas as frutas liberadas, tubérculos, etc...o moleke é fã de abacate, ama um queijinho, capricha no azeite de côco e oliva...e devora carne! trigo e açúcar nem pensar...mas feijão anda comendo na creche...
    Algo que não deva restringir?

    ResponderExcluir
  44. Também vejo desta maneira, mas sou insistente....esta semana consegui mudar a cabeça de um professor da minha academia, que está acima do peso a bastante tempo, mesmo malhando muito, pedalando muito e comendo os integrais da vida, ele disse que irá testar por 15 dias..........caso tenha sucesso isso com certeza poderá mudar muitas pessoas, já que ele é um formador de opinião....cruzem os dedos!!!

    ResponderExcluir
  45. O pessoal de academia são pior ainda. Acham que para ter mais músculos e força é necessário carboidrato em doses cavalares. Vai falar para o pessoal que para reduzir gordura do corpo precisa comer mais gordura.....Dieta dos caras é fruta (principalmente banana - que está atualmente adulterada), produtos integrais, peito de frango sem gordura e mais um monte de suplemento. Até ficam fortes, mas barrigudos - tipo barriga de chopp só que com braço musculoso.


    Tenho um amigo na mesma condição. Problema que 15 dias é pouco tem que ser 3 meses e olhe lá. Um corpo prejudicado por anos não vai se curar em dias, mas talvez ele sinta diferença... vamos torcer.

    ResponderExcluir
  46. Obrigada! Sabe me dizer se já existe traduzido?

    ResponderExcluir
  47. que estamos loucos e ficaremos doentes.

    ResponderExcluir
  48. Nada jamais é traduzido... (exceção: barriga de trigo).

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 10/02/2014 17:47, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  49. Parabéns Dr. Souto, pela reportagem na revista Epoca (que comprei e gostei bastante) e pelos 2 Milhões.
    Se me permitir uma pergunta: a Dra Claudia Vilaça bem como muitos adeptos da dieta Paleo não comem queijos, e mesmo eu não tendo nenhuma intolerância por lactose, qual seria em sua opinião, a vantagem de não ingerir queijos? Haveria alguma vantagem nisto? (ingerir mais óleo de côco, ou invés de de gordura proveniente de animais alimentados por grãos. A suplementação por cápsulas de ômega 3 poderia suplantar as gorduras com muito omega 6 dos animais e derivados dos mesmo?)
    Agraço muito pela sua atenção.
    Bernard

    ResponderExcluir
  50. Eu acho que queijo é uma ótima fonte de gordura e proteína e é delicioso. Se a pessoa tolera bem, por que se privar?

    Quanto aos PUFAS, não devem set consumidos em grande quantidade. Assim, o certo é reduzir ao máximo o ômega 6 para não precisar compensar com muito ômega 3 mantendo assim a quantidade total de PUFAS baixa. Mas 1 a 3g de óleo de peixe ao dia pode ser razoável para quem não come peixe.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 10/02/2014 19:25, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  51. 1- Procure na internet se a marca de whey que você toma passou pelos laudos. Muitos têm menos proteína e mais carboidrato que está escrito no rótulo.


    2- Eu não sou contra utilizar suplementos, mas o suplemento como nome diz é para suplementar e não ser o alimento principal. Sabendo utilizar os suplementos, na minha opinião, vale a pena principalmente pra quem vive em cidade grande e o tempo é curto.


    3- Que tal levar uns ovos cozidos (pode carregar com casca para proteger e quebrar apenas na hora de comer) para comer durante o dia? Ovo é rico em proteína (7g por unidade), gordura e outros nutrientes importantes. Ótimo custo-benefício.

    ResponderExcluir
  52. Mais uma vez, não tenho palavras para te agradecer, por tanta gentileza.
    Com resido no litoral, então irei priorizar os peixes.
    MUITÍSSIMO OBRIGADO!!!!
    Abraço e ótimo ano de 2014
    Bernard.
    (A cada resposta que publica e leio em seu blog, fico mais do que surpreso, tamanho o Seu Conhecimento, e muito mais......)

    ResponderExcluir
  53. Sempre gentil!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 10/02/2014 19:45, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  54. Não tão generoso como o Senhor!!

    ResponderExcluir
  55. Tatiana,

    Alguns sintomas são meio que comuns e outros variam muito de pessoa para pessoa. O seguinte artigo pode lhe ser útil: http://www.paleodiario.com/2014/02/a-gripe-low-carb.html

    ______
    42

    ResponderExcluir
  56. http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/trigo-nosso-maior-inimigo.html
    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/08/revista-epoca-reportagem-sobre-o-livro.html
    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/06/barriga-de-trigo-novo-livro-trraduzido.html
    ______
    42

    ResponderExcluir
  57. Gordura é termogênica, provoca todos esses efeitos se você está se adaptando a dieta.

    ResponderExcluir
  58. Doutor (e quem puder ajudar), estou com uma dúvida... Sigo a dieta Atkins (bastante inclinada a paleo, mas não consigo ficar sem pasta de amendoim e alguns industrializados) há um ano e cheguei bem perto do peso que eu queria, estou bastante satisfeita. Comecei a me testar mais e buscar alternativas para meu paladar doce, então comprei um monitor de cetonas de sangue. Recentemente trouxe de viagem uns produtos da marca Walden Farms, que é super sintético (eu sei que não é bom, mas pra mim é melhor do que comer açúcar e, como o senhor diz, "o bom não pode ser inimigo do ótimo", né?), mas não possui carboidratos, açúcar ou proteínas de acordo com o rótulo e até aí tudo ótimo. Mas percebi que, apesar de não ter carboidratos, o danado do maple syrup me tira de cetose, uma única colher que seja... Não sinto os mesmos sintomas de quando consumo açúcar, mas os corpos cetônicos caem para 0.4 quando o consumo. Minha grande dúvida é se, não o alimento em si, mas se esse vai-e-vem da cetose pode me fazer algum mal, ainda mais porque consumo grande quantidade de gordura diariamente (MUITO oleo de coco, manteiga, torresmo e azeite). Meus exames de sangue estão perfeitos, mas essa questão da cetose está me preocupando bastante...

    O blog do senhor é excelente!! Sou filha de médicos e só comecei a ser levada a sério em relação à dieta após mostrar o blog a eles... Obrigada pelo serviço de utilidade pública!

    ResponderExcluir
  59. Farad Oliveira de Araujo10 de fevereiro de 2014 23:57

    Viva!!! 2.000.000 (Dois milhões) de acessos. Parabéns Dr. Souto!!!

    ResponderExcluir
  60. Roberta, vc está sendo enganada pelo rótulo. Tenho certeza de que há polióis nisso (maltitol, etc).

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/adocantes-e-rotulos.html

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 10/02/2014 21:47, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  61. coca zero e fibz é terrivel mesmo! tá dificil de largar. Mas consegui reduzir para uma ou duas vezes por semana. no geral tenho feito tudo que é tipo de chá. outra dica é 3 limões espremidos numa garrafa de 1,5l. Fica muito bom para matar a sede a noite.

    ResponderExcluir
  62. Seriam os tais "sugar alcohols", né? Serão banidos :/ Obrigada por ser tão solícito (e rápido!), como sempre!

    De qualquer forma, fiquei na curiosidade quanto aos malefícios do "entra-e-sai" da cetose... Já que ela não é determinante na dieta low carb como o senhor já falou, há prejuízo para a saúde?

    ResponderExcluir
  63. tive os mesmo sintomas, levou cerca de 5 semanas para praticamente sumir. Então a regra é "paciência" pois o corpo demora para acostumar.
    O sal é verdade, tem que colocar no minimo o dobro do que estava acostumado, ainda mais nesse calorão.
    Tem que literalmente se empanturrar de liquidos tb.
    Essas são as dicas!

    ResponderExcluir
  64. Não. Pode até ser benéfico entrar e sair da cetose.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 11/02/2014 07:14, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  65. Que rápido!
    Então mesmo fora de cetose não há prejuízo no grande consumo de gordura? Que notícia boa!!!

    ResponderExcluir
  66. na minha familia gordura nao eh problema, meu padrasto diz que carne boa eh aquela que escorre a banha pelos cotovelos, sem querer ele e a minha mae ate sao meio paleo, mas ninguem tira da cabeca deles que carboidrato eh essencial, e eu falo que eu como carbs mas em forma de salada, troco un pao por um tomate por exemplo, mas nao adianta "nao, mas e os graos??" affff nao sei mais como convencer eles estao tao perto do otimo e nunca foram gordos e ate sao bem saudaveis mas a minha mae tem psoriase e sei que a retirada do gluten ia ajudar bastante

    ResponderExcluir
  67. Obrigada pela indicação, André. Li e me enquadrei em algumas coisas. Tive dois dias desta "gripe low carb" e agora me sinto bem. A única preocupação que tenho é esse coração batendo acelerado, como se estivesse com crise de ansiedade. Espero que, como diz o artigo, nas proximas semanas esta sensação passe. :(

    ResponderExcluir
  68. Pense no lugar deles. Foram décadas nessa dieta que acharam correta, a resistência é grande mesmo.


    Faça um desafio com eles: 3 meses sem grãos e irão turbinar mais ainda a saúde. Caso, isso não aconteça, eles podem voltar a comer grãos. Estou fazendo esse desafio com a minha namorada. Ela sofre com acne (glúten e excesso de açúcar - ama doces) principalmente naqueles dias e quer perder uns Kg.

    ResponderExcluir
  69. Olá Tatiana,

    óxido de magnésio é indicado para isso também. Experimente (250 a 500mg). Além de ajudar no controle glicêmico, evitar que o cálcio se
    deposite nas artérias, evitar arritmias cardíacas e cãibras. É sempre recomendado!

    ResponderExcluir
  70. Os sintomas já estão ficando amenos. Ontem à noite comi iogurte natural que fiz em casa. Hoje pela manhã o intestino funcionou bem.

    ResponderExcluir
  71. Obrigada Patrícia! Isto é comprado sem receita? E tomo por qto tempo? Obrigada :)

    ResponderExcluir
  72. Pode usar sempre: é uma dose baixa

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 11/02/2014 11:28, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  73. Não acho que estão loucos ou ficarão doentes. Mas...por quanto tempo conseguirão manter estes habitos alimentares? Comida não é só nutriçao. Há o fator emocional também. Até quando não haverá vontade de um pãozinho quentinho varias vezes na semana, com manteiguinha escorrendo? Afinal, a lembrança que temos de nossas avós não é exatamente churrasco com verduras. A comida, principalmente os carboidratos, arrefece o humor. E aí? Quanto tempo? Dois anos? Quatro, na melhor das hipoteses?

    ResponderExcluir
  74. Olha, eu já sigo a dieta há 3 anos, sem neurose. Fiquei com vontade de comer um pãozinho? Como o pãozinho. E volto firme e forte pra dieta. Com o tempo, vamos nos sentindo tão MELHOR comendo só coisas saudáveis, que essas vontades de comer pão, açúcar, etc, vão diminuindo cada vez mais. O que arrefece o humor é estar bem, alegre, disposta e se sentindo bem com o seu corpo! Você prefere o pãozinho?

    ResponderExcluir
  75. Substitua pãozinho por cigarro nesse discurso, e leia novamente.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 11/02/2014 13:01, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  76. Eu me sinto bem disposta com pãozinho e tudo (feito em casa). Nunca fui gorda, não tenho barriga. Quis chamar a atenção pro fato de que comida virou análise: "é proteina-carboidrato-gordura, tem não sei qtos gramas de isso, aquilo, aquele outro, minerais, indice glicemico, e blablabla". Não há mais prazer legítimo em comer. Quando convido alguém pra jantar em casa, tenho que me preocupar com qual "religião alimentícia" a pessoa segue. Infelizmente, nem todo mundo é desencanada como vc, Bia. Tem um rapaz comentando aí em cima que come pelanca pra cachorro, a que ponto chegamos? Fora aqueles que comem coisas liofilizadas, acham soja gostoso, tomam whey e suplementos mil. Esqueceram como temperar a refeição, já que tem tempero pronto no supermercado, de sabor duvidoso aliás. Esquecemos como se come, e uma dieta como a paleo só contribui para que continuemos na amnésia.

    ResponderExcluir
  77. Aliás, antes que perguntem, vim ao blog saber o que era cetose.

    ResponderExcluir
  78. Informe-se mais. Páleo diz respeito a comida de verdade, não aceita temperos prontos nem alimentos alimentos processados. Whey é um suplemento alimentar para quem faz musculação e não tem tempo de ir pra casa fritar um bife para aproveitar a janela de 1h. Não tem nada a ver com páleo. O fato de vc e un terço da população poder consumir farináceos com relativa impunidade não se aplica aos 2/3 da população que desenvolvem síndrome metabólica, obesidade e diabetes. Páleo pode ser gourmet - veja os blogs ao lado. Quem segue paleo cozinha muito mais do que a média, pois páleo tem tudo a ver com preparar seus próprios alimentos, e é a antítese do que vc descreveu.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 11/02/2014 13:33, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  79. O tabaco do cigarro foi usado por milhares de anos, inclusive com fins medicinais, até vir a industria, encher de aditivos quimicos, e precipitá-lo à demonização. Exatamente como anda acontecendo com os grãos e cereais.

    ResponderExcluir
  80. Cetose não é um pré-requisito para páleo. É uma intervenção terapêutica de muito baixo carboidrato para quem precisa perder muito peso, diabéticos e síndrome metabólica. Se Vc, por exemplo, quisesse seguir páleo, poderia comer frutas e raízes à vontade, eliminaria apenas açúcar, farináceos e alimentos processados.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 11/02/2014 13:37, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  81. Aqui você não vai achar religião, fique tranquila. Ao contrário, se for pender pra um lado, vai ser para o científico. Eu acho que a dieta paleo contribui, e muito, pras pessoas voltarem a comer "comida de verdade" e deixarem de comer os lixos prontos... depois vê com calma os outros posts, você vai ler vários comentários de gente que começou a cozinhar, aliás, a se interessar mais pelo o que come sendo paleo. Deixa o rapaz da pelanca, ele está se sentindo bem, chegando aos objetivos dele... nem todo mundo funciona igual, se a pelanca funciona pra ele, viva a pelanca. Haha. Eu não conseguiria fazer isso, porque gosto MUITO de comer e tenho prazer nas minhas refeições (é quase um ritual, rs). Mas sério, não fica com essa impressão errada de coisas que você lê em "sites de saúde" na internet não. Dá uma chance pro blog, lê os posts, no mínimo você ganha mais conhecimento. Essa comunidade é show.

    ResponderExcluir
  82. Ok. Vou pesquisar mais. Mas tenha certeza que não sou tão sortuda assim. A modificação que fiz na minha alimentação há algum tempo foi deixar os industrializados, só, e somente isso me bastou para melhorar a saúde. Será mesmo necessário tirar também o paozinho da vovó?

    ResponderExcluir
  83. Provavelmente pra você, não precisa. Retirar os industrializados é o primeiro passo para páleo. Não é religião, é INFORMAÇÃO. Se vc fosse diabética, precisaria tirar o pão. Se tivesse doenças auto-imunes, idem. Você já obteve os benefícios que desejava. Se tiver necessidade de obter mais benefícios/ir além, encontrará muita coisa aqui. Boa sorte :-)

    2014-02-11 14:01 GMT-02:00, Disqus :

    ResponderExcluir
  84. Eu só gostaria que alguém me explicasse porque essas matérias insistem em falar das gorduras boas pra cá, gorduras boas pra lá, a gordura do peixe e etc e tal... E acabam deixando sub entendido que a gordura saturada da carne de porco e da carne vermelha continuam sendo ruins.... Quando a gente sabe que não... A gente sabe elas não fazem o mal todo que durante anos e anos o homem foi levado crer que faziam... Alguém nessas reportagens precisa dizer que aquela picanha com gordura ou aquele Bacon delicioso não fazem mal... E podem ser consumidos....

    ResponderExcluir
  85. Eu falei quase duas horas com a jornalista. E disse isso tudo. Mesmo assim, vários coisas que eu disse saíram erradas, e a lipidofobia está aí. A verdade é que não temos jornalistas especializados em ciência nessas revistas - e as matérias são feitas à pressas. Minha entrevista foi quase na VÉSPERA da publicação.

    Em 11/02/14, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  86. :-) Christian em um ponto é bom sobra mais para nos que não
    cremos nesta lenda.

    Por outro lado é péssimo, pois mantém “uma população que não
    é pequena atordoada nesta mentira”, o mais agravante é que esta lenda tem destruindo a raça humana, sempre que possível e nem sempre é uma tarefa fácil temos que contar a História Verdadeira.

    É remando contra a maré com segurança que nos fortifica.

    ResponderExcluir
  87. Troque por chá verde. Não beba esse veneno...
    Só corta se for de uma vez, palavra de ex-viciado em coca zero :)


    Viciado mesmo, 1,5 a 2L por dia durante quase 2 anos.

    ResponderExcluir
  88. De todos os lixos, o feijão é o menos grave, na minha opinião.
    Um moleque forte desses, deve tá dando um trabalho gigante né? kkkk

    ResponderExcluir
  89. Ao menos você não enjoou... eu enjoei bastante e tive muita dor de cabeça. Passa, com certeza

    ResponderExcluir
  90. Uma coisa é sentir vontade e comer, outra é sentir necessidade de comer pão. Se você está sentido necessidade de comer, alerta vermelho pra você. Se é só por

    gosto, beleza.

    ResponderExcluir
  91. Será porquê não intere$$a para as empresas bilionárias de grãos e afins? Essa palavra explica alguma pra você: $$$ AGRONEGÓCIO $$$

    ResponderExcluir
  92. Concordo com Yuri. Refrigerante é terrível o diet/zero pior ainda (tem mais química ainda para deixar "gostoso").


    Suco de acerola sem açúcar também é bacana tem IG baixo. E como o "ótimo é inimigo do bom", se não gostar do sabor mistura com um pouco suco de laranja aí fica 10 em sabor.

    ResponderExcluir
  93. Ótima notícia! Essa fase de turbulência com certeza passará e você vai aproveitar todos os benefícios da dieta paleo.

    ResponderExcluir
  94. Parabéns! Sábia decisão!!!

    ResponderExcluir
  95. Pode tomar sempre, acha em farmácias - junto das vitaminas e suplementos.

    ResponderExcluir
  96. Dr Souto, após dois meses de super lowcarb, resolvi seguir o modelo páleo, visto que meu peso se estabilizou e até emagreci demais ( nunca pensei que diria isso na minha vida). Gosto muito de batata doce e mandioca, ainda mais porque ganhei uma panela de ferro e estou voltando a cozinhar como nos tempos antigos. Estou comendo sem culpa e a fome já está naturalmente controlada devido à dieta. Minha dúvida é se a batata doce é melhor do que a mandioca ou posso alternar entre as duas? Outra questão é que apareceram variedades de batata doce muito doces, inclusive há uma de polpa alaranjada que quando assada chega a escorrer a calda doce. Escolhi a tradicional por precaução contra essas manipulações genéticas que aumentam o açúcar na marra em certos tubérculos. Estou certo ou exagerando? Abração.

    ResponderExcluir
  97. Olá Marcelo,


    que maravilha! Penso que, see seu peso está controlado, e a fome tbm, não vejo motivos para se preocupar. Você descobriu o SEU caminho! Isso é o mais importante. Parabéns!

    ResponderExcluir
  98. Obrigado Patrícia. Imagina que uma batata doce média dá para quatro refeições! Estou hiper feliz com meu sucesso! Não tenho palavras...

    ResponderExcluir
  99. Parabéns Dr pelos 2 milhões e pelos esclarecimentos sempre direto e reto. Eu até entendo o que a moça descreveu acima, porque nossa cultura nos condiciona a pensar que se empaturrar é ser feliz. Quem vê nosso estilo de vida acha que somos loucos e infelizes e que vivemos aprisionados. Quando na verdade é exatamente o contrário. É a libertação de um vício, com o bem estar como bônus.

    ResponderExcluir
  100. Doutor, também tenho notado que a sudorese aumentou exponencialmente depois que aderi à low carb. Tem alguma explicação científica para tal fato ? Meu condicionamento físico melhorou também, depois que passei da fase de adaptação. Faço exercícios que exigem muita energia sem sentir fome depois. Antes da low carb, depois da academia tinha que comer porque me sentia fraca e morta de fome. Ahhh, eu tive essa gripe low carb, por exatos 5 dias.

    ResponderExcluir
  101. Pode alternar. Acho pouco provável que haja batata doce transgênica (pouco interesse econômico). Batata doce quente com nata -> delícia

    Em 11/02/14, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  102. Maurício,
    H2OH, chás gelados em latinha (zero), água tônica (zero) também são tão ruins quanto os refri zero?


    _____
    42

    ResponderExcluir
  103. Yuri,
    H2OH, chás gelados em latinha (zero), água tônica (zero) também são tão ruins quanto os refri zero?

    _____
    42

    ResponderExcluir
  104. "...até emagreci demais ( nunca pensei que diria isso na minha vida)."
    hahahahahaha
    E X C E L E N T E !


    _____
    42

    ResponderExcluir
  105. André,

    Não tenho conhecimento sobre esses, mas eu particularmente hoje evito qualquer bebida industrializada. Esse negócio de "zero" normalmente sempre tem uma química pior para deixar a bebida "gostosa" e rentável - afinal só vende se é "gostoso" e "docinho".

    Se estou com sede na rua eu tento comprar água água de coco verde ou um suco de acerola sem açúcar. Apesar de não ser muito low carb gosto de suco de acerola com um pouco de suco de laranja. Mas realmente minha preferência é água de coco verde ou água sem gás.

    ResponderExcluir
  106. Se der vontade de comer pão com manteiga coma aipim cozido com manteiga.

    ResponderExcluir
  107. Boa Tarde Dr Souto.
    Faço low-carb mas sempre tive medo de jantar, pois chego tarde do trabalho janto e vou direto pra cama. Mas agora estou me rendendo...corro risco de engordar jantando tarde e logo indo dormir ( meu jantar são 2 avos fritos na banha, arroz de couve flor na banha com atum, salada de alface, tomate, pepino, repolho) ??? Tenho muita facilidade de engordar...
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  108. Muito Obrigado Dr Souto.
    Tento seguir a risca tudo que vc diz...

    ResponderExcluir
  109. Em torno de 3,5 milhares de anos, o que é menos que a história da agricultura/pecuária (10 milhares), usados por povos da América Central e do Norte, normalmente com fins religiosos (não recreativos ou abusivos), eventualmente medicinal (que se confunde com o caráter religiosos para essas civilizações antigas).

    ResponderExcluir
  110. A lembrança do meu sogro (que Deus o tenha), gaúcho de mão cheia, é de costela na brasa e bistecas assadas na chapa do fogão de lenha. Seus netos carregam essas lembranças.

    ResponderExcluir
  111. "recreativos ou abusivos", como tem sido a relação das pessoas com a comida.

    ResponderExcluir
  112. Comigo também foi assim! Conversamos mais de 1 hora, eu falei absolutamente tudo, inclusive que mudei a minha alimentação por causa da minha filha, para ajudá-la. Falei sobre as inúmeras patologias que eu praticamente "curei" (algumas, auto-imunes inclusive, foram remissão completa mesmo) entre outras coisas.

    Pra quem tem o mínimo de conhecimento, fica fácil de identificar os pontos errados da matéria, começando pela morte do Dr. Atkins, rs. Mas no geral, achei a matéria mais positiva do que negativa. Gostei bastante!

    ResponderExcluir
  113. Adorei a receita, prático, rápido e muito saboroso. E ainda tem quem ache que páleo lowcarb é complicado.... AFF! Obrigado Dr.

    ResponderExcluir
  114. Dr, também notei que mesmo com os carboidratos páleo, ao consumir a gordura junto não tem como exagerar na dose dos carbos. Não sei se é impressão, mas antes devorava meio quilo de macarrão, agora com duas colheres de sopa de mandioca ou batata doce já fico cheio.

    ResponderExcluir
  115. consumir goji berry e cran berry é ruim? E cerejas?

    ResponderExcluir
  116. Todas as berrys são Ok

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 13/02/2014 20:52, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  117. Tambem uso o do himalaia. Dura bastante e vale a pena! O sal refinado comum fica com gosto "artificial" depois de se acostumar com o sal de verdade rsrs. O sal marinho cinza (celtic sea salt) eh uma alternativa ao do himalaia tb

    ResponderExcluir
  118. Dr. Souto,

    1) seria valido suplementar potassio e/ou magnesio pra quem faz dieta cetogenica / paleo? Eh muito trabalho conseguir tudo nos alimentos? (por exemplo, tem dias que eu faco apenas 1 refeicao, pode ser que faltem minerais)

    2) se eu for comprar magnesio, existe superior entre as formas de citrato e glicinato? as vezes eles vendem citrato de magnesio + calcio, mas eu que ja tive calculo renal odeio suplemento de calcio.. devo evitar?

    3) suplemento sal (himalayan) constantemente, costumo colocar no cha por exemplo p/ fazer isotonico (0.9% do peso em sal). Acha que eh melhor que agua sozinha, p/ quem faz cetogenica? Isso ajudaria a preservar o potassio e outros minerais (eliminar menos na urina)?

    4) suplemento vit. D para manter na faixa 50~80ng/dl. Seria perigoso suplementar em capsula apenas ela, sem vit. A e K junto?

    ResponderExcluir
  119. 1) Parece que magnésio é um dos poucos suplementos que é válido repor, e o citrato é uma forma bem biodisponível.
    2) O cálcio na dieta ou suplementado em baixos níveis não aumenta cálculos renais
    3) Eu uso o sal rosa também, mas só na comida. Acho que o consumo de maiores quantidades é importante para iniciantes em estado de adaptação, não tanto para ninjas como vc :-)


    Em 14 de fevereiro de 2014 01:06, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  120. Arthur, vc achou algum artigo a respeito do Sal do Himalaia, quais os benefícios, vantagens, etc. Às vezes receio ser um pouco de marketing...

    ResponderExcluir
  121. Thiago, existem vários artigos pela internet. É uma alimento muito antigo, mas só há alguns anos ficou famoso...

    ResponderExcluir
  122. Tem um monte de minerais, ao contrário do cloreto de sódio + conservante do sal comum.


    Em 14 de fevereiro de 2014 14:10, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  123. Vai ter que bater perna, Maristela

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/02/2014 18:05, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  124. :) Então, bora bater perna.. Grata,Dr.

    ResponderExcluir
  125. Oi Hilton, pra vc ter uma noção, faz uma semana que não consigo entrar aqui. Estou com dois empreendimentos, um na área de telecomunicações e uma loja virtual de suplementos (olha o jabá!).
    Estou com algumas dúvidas em alguns trechos que não fazem sentido, vou te pedir ajuda por email.
    Parabéns pela sua transformação física e pela participação na reportagem!

    ResponderExcluir
  126. água tônica era meu vicio ai mudei pra coca zero tomo todo dia principalmente de manha, dei uma parada e tomava água de hortelã porem voltei pra coca odeio tomar porem não consigo para

    ResponderExcluir
  127. Levei 2 anos para largar 100% dos refrigerantes zero. Mas acho que isso deve ser um objetivo para vc, nem que seja para as olimpíadas.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 18/02/2014 00:59, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  128. José Mauricio Gonzales Praxede4 de março de 2014 14:51

    Olha, não sigo Paleo, sigo Atkins , e tomo muitooooo refrigerante diet. já vi alguns livros do ramo ( Low Carb ) desaconselhando refris diet , mas eu tomo muito e nunca teve efeitos negativos na perda de peso. sei q talvez pros Paleos seja uma abominação, mas esse é um vício q sei q não vou largar. já me custou largar os refrigerantes normais.

    ResponderExcluir
  129. José Mauricio Gonzales Praxede4 de março de 2014 15:14

    Eu sei q Refri Diet não cai em Paleo, mas eu não sigo Paleo, sigo Atkins. o atkins já chegou a desrecomendar o aspartame , pq dizia q causava platôes em certas pessoas. em mim não causa. os sucos de frutas podem ser nutritivos e tal , mas eles em geral tem IG altíssimo.

    De fato, eu sempre prefiro refris zero q tenham o gosto mais próximo possível de um normal, como Kuat , Pepsi e Soda nas versões Diet.

    ResponderExcluir
  130. Eu levei 1,5 ano para largar.Mas larguei.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/03/2014 14:51, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  131. Estou mega enjoada há 5 dias. Nenhuma vontade de comer, mas me forço. A Patrícia Ayres disse que vai passar. To quase fazendo promessa...

    ResponderExcluir
  132. Por que forçar? Se não tem fome, não coma.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/04/2014 11:41, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  133. Eu como com medo de ficar com fome depois e de acabar comendo só queijo e ovos, no lugar da carne e saladas. Achei que fazia mal.
    Em tempo: vi que o queijo polenguinho Integral, não o light) tem um pouco de gordura trans e tenho comido os dois (light e integral, depende do que acho no mercado) isso prejudica meu emagrecimento?


    Em 29 de abril de 2014 12:20, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  134. Tem tantos outros queijos melhores que polenguinho e que são puros, kkk! Brincadeiras a parte Danielle, é pouca gordura trans. Além do que a gordura trans dos alimentos de origem animal são saldáveis, podem ser consumidas. Já as de origem vegetal não. Mas coma outro queijo, provolone, parmesão, brie, minas padrão, hummmm!!!

    ResponderExcluir
  135. O trans da manteiga e dos queijos é natural (CLA), e não faz mal nenhum.

    Em 29 de abril de 2014 14:17, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  136. Isso seria lindo! heheheh

    ResponderExcluir