sábado, 22 de março de 2014

A dieta de baixa gordura está morta - 2

Nesta semana foi publicado outro artigo que julgo de suma importância - mas este não recebeu atenção da mídia. Não obstante, eis aqui o estudo:

Dieta Low Carb + alta proteína melhora a função cardíaca diastólica e a síndrome metabólica em pacientes diabéticos tipo 2 obesos ou com sobrepeso.




Não se assuste com o título pomposo - vamos adiante.

Sob pena de estragar a história contando o final do filme, eis a conclusão do estudo:
"These data indicate, that a low-glycaemic/high-protein but not a low-fat/high-carbohydrate nutrition modulates diastolic dysfunction in overweight T2D patients, improves insulin resistance and may prevent or delay the onset of diabetic cardiomyopathy and the metabolic syndrome."
Traduzindo: "Estes dados indicam que uma dieta low carb, MAS NÃO uma dieta de baixa gordura (e alto carboidrato), modulam a disfunção diastólica [função cardíaca] em pacientes diabéticos com sobrepeso, melhora a resistência à insulina e pode prevenir ou retardar o início da miocardiopatia e da síndrome metabólica"

Traduzindo o jargão: o estudo demonstra que uma dieta low carb melhora não apenas a resistência à insulina e a síndrome metabólica, mas melhora também o funcionamento do coração em diabéticos obesos. Mais do que isso: a dieta low fat - a pirâmide alimentar - não melhora NENHUM desses parâmetros.

Lendo os detalhes do estudo, observamos que - como costuma ocorrer - a dieta de baixa gordura tinha restrição calórica imposta. Ou seja, a única forma de fazer com que as pessoas percam peso comendo uma dieta de alto carboidrato é deixando-as com fome. Já o grupo Low Carb podia comer à vontade. 45% das calorias deste grupo eram na forma de GORDURA. Por que os autores escolheram uma dieta de fome, com 55% de calorias na forma de carboidratos, para o outro grupo? Porque eles odeiam diabéticos? Não. Porque essa é a dieta RECOMENDADA pela Associação Europeia para o Estudo do Diabetes. Isto mesmo. 55% de carboidratos para uma doença que, bem, é diagnosticada baseada na intolerância a, bem, carboidratos (já comentamos isso em detalhe nesta outra postagem).

Trata-se de um estudo com 32 voluntários - mas é um EXPERIMENTO, e é PROSPECTIVO, ou seja, este é um estudo com implicações científicas reais, não um estudo observacional como os que a mídia costuma alardear.

E isto não é nem mesmo uma novidade, visto em em 2013 um estudo prospectivo e randomizado com milhares de pacientes já havia sido interrompido antes do tempo pois uma dieta de baixa gordura estava produzindo um excesso de mortalidade de 30% - comer pouca gordura é comprovadamente prejudicial.

Enfim, eis um resumo gráfico deste mais novo artigo:

Você come isso:

Até desenvolver síndrome metabólica, obesidade e diabetes.

Então, você tem duas opções:

OPÇÃO 1 -> Low Fat, baixa caloria:
Esta opção implica passar fome para o resto da vida (restrição calórica voluntária), e comer cada 3 horas para aguentar.

OPÇÃO 2 -> Dieta Paleo/Low Carb:
Esta opção implica comer assim, até ficar saciado, para o resto da vida. Ao contrário do que ocorre com low fat, isto não seria uma desgraça, e sim motivo de alegria.

Como demonstra o estudo em pauta, quem opta pela opção 2, sem restrição calórica, obtém "melhora não apenas da resistência à insulina e da síndrome metabólica, mas melhora também da função cardíaca".

E por que alguém então escolheria a opção 1? Porque nos foi ensinado que uma dieta low fat com restrição calórica reduz o risco cardiovascular. Mas, como vimos na postagem anterior, isto DEFINITIVAMENTE não é verdade, está PROVADO que reduzir a gordura na dieta não reduz a mortalidade (ver postagem anterior) - pelo contrário, está provado em estudo prospectivo e randomizado que uma dieta pobre em gorduras leva a uma maior mortalidade (veja aqui), e nada disso é novo - veja aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aquiaqui, aqui, aquiaquiaqui, aquiaqui, aqui e aqui.

A dieta de baixa gordura lembra muito uma galinha que continua correndo depois que sua cabeça já foi cortada - pode não parecer, mas já está morta. Hoje, para mim, está claro, olhando para trás, que low fat foi uma dessas anomalias históricas, uma espécie alucinação coletiva que se apossou da humanidade nos anos 1970. Esta foi - e sempre será - a verdadeira dieta da moda. Sua introdução (pelo departamento de agricultura dos EUA) desencadeou o maior desastre de saúde pública de que temos notícia - a epidemia de obesidade, síndrome metabólica e diabetes (veja aqui). Mas não passou, no fundo, de uma breve solução de continuidade dentro de uma evolução alimentar que jamais incluiu a restrição voluntária de calorias ou de gordura (pelo contrário, veja aqui)

Assim como Elvis, que continua vivo para alguns de seus fãs, tenho para mim que a moda low fat continuará viva nos estômagos famintos de seus seguidores e nas mentes dogmáticas de alguns profissionais de saúde. Mas - sinto dizer - Elvis morreu.

58 comentários:

  1. As mentes dogmáticas Dr. Souto, estão e vão continuar assolando o mundo...mas eu já vou botar as barbas de molho e comprar gado... de repente os milhões de hectares de plantação de soja, lá no meu Goiás, virarão pastos!! Vai que nossa força os aniquile de vez!!!

    ResponderExcluir
  2. ok doutor, terei que perguntar. essa 2 foto sobre o que comer, a carne que acompanha o ovo, a foto é sua ? se sim, como fazer uma carne dessas ?

    ResponderExcluir
  3. Ô carne suculenta! Me lembrou as carnes lá do meu Goiás! Belo artigo!

    ResponderExcluir
  4. Elvis morreu, foi ótimo! Cara, você teria que escrever um livro, essas suas tiradas sarcasticas seria um sucesso editorial. Não seria um livro enfadonho de mais uma dieta da moda porque teria personalidade. Isso só se ver em escritores brilhantes. Parabéns, #ficaadica.

    ResponderExcluir
  5. GENIAL!!! MARAVILHOOOSO!!!

    ResponderExcluir
  6. Quisera eu saber cozinhar como escrevo... Mas a Polyana sabe!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 22/03/2014 20:39, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  7. Está nos planos ;-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 22/03/2014 20:50, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  8. Reserve um para mim, quero o meu autografado, rss.

    ResponderExcluir
  9. Ótimo!

    "The need to consume animal fat is the result of the physiological ceiling on the consumption of protein and plant foods." http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3235142/?report=classic - Que frase linda! hahah. E depois eh justamente essa beleza de macronutriente que eh o mais "limitado" pelas diretrizes.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom saber! A galera vai querer autógrafos, hahah

    ResponderExcluir
  11. De arrepiar

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 22/03/2014 21:34, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  12. Só não me bota pressão, pode levar TEMPO

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 22/03/2014 21:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  13. Sem pressão, já que seu foco é informar e não ficar milionário (o que eu, particularmente, sinto que irá acontecer e acho que é uma ideia bem atraente, unir o útil ao agradável.. hehe)
    Mas penso que só basta encontrar um bom editor, pois material o Dr. já possui de sobra...
    E esse post veio para "matar a pau", muito inteligente o trocadilho da dieta da moda, pois não aguento mais me dizerem que o gluten é o 'vilão da vez' e que depois essa moda passa..!
    O que são 30, 40 aninhos X milhares de anos?

    ResponderExcluir
  14. Todo o tempo que precisares. O blog sozinho já eh uma contribuição fenomenal e, mesmo se ficasse por isso, não teria do que reclamar também - só a agradecer. :)

    ResponderExcluir
  15. Falando nisso, agora que parei pra pensar... ele separou os macros em "fat, protein and plant foods" - e quando paro pra pensar em animais, a quantidade de carbs eh quase irrelevante, certo ? (gliconeogênese) Então carbs sao basicamente todos provenientes do mundo vegetal? Nunca parei pra pensar nisso dessa forma, mesmo fazendo dieta keto ha 1 ano. Que doideira...acho que eh efeito colateral de olhar pra comida como se fossem "estruturas químicas", em vez de alimentos. :(

    Ah, se eu pudesse culpar alguém diria que foi a industria alimentícia desvinculando comida de de verdade dos nutrientes individuais que possuem. hehe

    ResponderExcluir
  16. Olha que interessante Arthur! Pra mim foi justamente o contrário!! Sempre pensei em vegetais = carbs! E também faço keto a mais de 1 ano! Mas se pudesse culpar alguém, também pensaria na indústria alimentícia + farmacêutica...

    ResponderExcluir
  17. Fatima Aparecida Rocha Guimara22 de março de 2014 23:45

    Tem que ter noite de autógrafo hein??...eu quero ir :)

    ResponderExcluir
  18. Dr. o senhor é muito cruel... que papo furado esse... Elvis morreu?! assim não dá... ;-)


    EXCELENTE!


    Muito interessante ver como estudos sérios e taxativos não são levados em conta pela mídia e pelo establishment low-fat! Parece que estudos observacionais e, pesquisas telfônicas (!) despertam mais o interesse desse pessoal.


    _____
    42

    ResponderExcluir
  19. Quer ver só? Desse estudo, ninguém falou: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/m/pubmed/23939297/

    Observacional também, mas MUITO mais bem feito, também com mais de 6000 pacientes. Conclusão? Se você é diabético e quer reduzir seu risco de desenvolver insuficiência renal, deve comer MAIS proteínas. E mais, o consumo de sal não tem nada a ver.

    Cadê as manchetes?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 23/03/2014 08:18, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  20. Incrível!


    O caso do establisment me é mais "normal", tenho comigo que em muitos casos é má-fé e em outros ignorância e "fé".


    O caso da mídia me parece mais estranho... esse tipo de informação os ajuda na polêmica de que eles se utilizam para vender seus veículos. Talvez seja uma questão de tempo...


    _____
    42

    ResponderExcluir
  21. Bom dia, Rodrigo!

    Eu conheço duas formas de deixar a carne daquele jeito da foto:

    1 - Churrasco com bastante carvão; e

    2 - Fritar e depois a assar a carne no fogão/forno elétrico.

    Nos dois casos, se o bife for alto, é mais fácil de acertar (vermelha por dentro e assada por fora)

    ResponderExcluir
  22. Ótimo post e uma fenomenal conclusão, Dr. Nessa semana, a mídia, em pelo menos três veículos diferentes, abordou assuntos correlatos à dieta paleolítica:

    1 - Uma edição especial da super interesse sobre dietas fala que a gordura saturada não faz mal, fala sobre carboidratos e insulina e chama o açúcar no pó que mata;

    2 - Uma edição daquelas revistas sobre alimentação (viva saúde?) tem na capa uma matéria sobre como viver sem glúten; e

    3 - Uma edição daquelas revistas femininas (contigo ou similar) destaca na capa a dieta das cavernas como sendo capaz de emagrecer 12 kg em 30 dias!!

    Os tempos parecem que são mesmo outros...

    ResponderExcluir
  23. Eu fui entrevistado na super interessante - estou citado?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 23/03/2014 08:46, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  24. e como poderia ser feito essa segunda opçao ? passa na frigideira msm com bastante gordura e depois poe no forno ?

    ResponderExcluir
  25. Dr., ainda não li a revista toda, mas vi que o senhor foi citado na página 39 sobre a "sabedoria ancestral"

    ResponderExcluir
  26. Exatamente, Rodrigo! Frita até ficar o chamuscado na carne por fora; depois, forno...

    ResponderExcluir
  27. Vou comprar ;-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 23/03/2014 09:10, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  28. Plenamente de acordo.

    ResponderExcluir
  29. Passa fome o resto da vida não é opção para ninguém. Até se pode passar um período com restrição severa de calorias quando se está muito motivado (nunca vi superar 3 meses, seja observando a mim ou a familiares), mas não dura 30, 40 anos. Com a Low--carb Paleo comemos mais e temos muito menos recaídas. E até as recaídas são diferentes, já aconteceu de vim uma fissura por doce e eu comer um caqui maduro e passar porque não estou sentindo muito o gosto doce no dia-a-dia ou em outra situação misturar iogurte natural com mel e frutas secas e também funcionar. Mas quando você tá viciado em doces, pode tomar um pote de soverte (2ª dádiva da vida segundo os Muppets - depois dos filhos e antes do riso - e não se pode negar que alguns de boas marcas são muito gostosos, é como negar que a cocaína proporcionar prazer ao viciado) que (retomando) não passa a vontade, você quer mais e mais e mais (vira "O Lobo do Häagen-Dazs", para parafrasear o título de outro filme recente) . Ao fim e ao cabo, entre um caqui ou um iogurte natural com mel, que aumentam sua glicemia também, e um pote de soverte a diferença é óbvia.

    ResponderExcluir
  30. doutor, o consumo de fibras soluveis tem o mesmo efeito co AR ?

    ResponderExcluir
  31. Faço assim: bife ancho temperado com sal. Frigideira estalando de quente, um pouco de banha. Frite 2 minutos de um lado, 1 minuto do outro lado. Pronto!

    ResponderExcluir
  32. Não. Mas têm suas qualidades também.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 23/03/2014 10:39, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  33. Os repórteres e pessoas envolvidas com mídia que conheço da minha geração são novos hippies veganos que acreditam em magia, meditação, yoga, cristais, energias, feng chui, acupuntura, etc.
    Pra mim, é bastante óbvio que eles possuem um viés pessoal na publicação de notícias amaldiçoando carne e ovos.

    ResponderExcluir
  34. Vejam pelo lado bom: low carb já está sendo reconhecido como sinônimo de dieta saudável


    Especialistas dão receitas de espaguete e pizza ‘low carb’
    http://ela.oglobo.globo.com/vida/dieta/especialistas-dao-receitas-de-espaguete-pizza-low-carb-11960187

    ResponderExcluir
  35. Dr. Souto, ñ confunda alegria com pressão! hahaha ñ nego q fico ansiosa com o livro, mas estou mt feliz com a ideia e leve o tempo q precisar, pq sabemos q o senhor prima pela qualidade e esta será, como de costume, excelente. No mais, o trabalho e tempo q o senhor coloca no blog já são mais doq qq um poderia pedir xD

    ResponderExcluir
  36. Denilson Mendonça Vieira23 de março de 2014 19:24

    Dr. acredito nas suas palavras e no estudo....ok;;;;mas como identificar e separar as gorduras boas das ruins.....tenho duvida sobre o oleo de palmiste....estou usando para cozinhar na minha casa...me sinto muito melhor......as vezes fico meio receoso de passar para meus amigos.....a longo prazo corro algum risco....o oleo e seguro....e outra duvida.....carboidrato transforma em gordura.....proteinas em aminoacidos....gordura boa.....e aproveitada pelo figado sem picos nos indices glicemicos....açucares sao transformados em gorduras.....e os açucares das frutas tambem transformam em gorduras....entao..... comer frutas engorda......outra duvida o que entope as arterias.....qual e a gordura que faz isto.....ou e outro fator que nao e a gordura.....aguardo contato e muito obrigado pelo blog de muito valor.....

    ResponderExcluir
  37. Clique em um por um dos "aqui's" referidos no artigo acima, e leia todos eles, na ordem.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 23/03/2014 19:24, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  38. Algum viés pessoal é inevitável. O problema é quando a matéria é totalmente enviesada... aí não dá. E, infelizmente, é realmente o padrão nos dias de hoje.


    Sad but true.


    _____
    42

    ResponderExcluir
  39. Ah, mas vou querer um autógrafo com certeza!
    Lembro quando eu acessava este blog e ninguém comentava e eu pensava, o que este louco (perdoe-me pelo termo, mas era isso que eu pensava) quer com esta dieta, mas mesmo assim eu continuava lendo, sem coragem de iniciar.
    Até que fiz uma pergunta e o Dr respondeu.
    Depois de um quase 6 meses lendo o blog, tomei coragem, iniciei paleo e foi uma das melhores escolhas da minha vida, que já ultrapassou um ano.
    Obrigada Dr Souto.

    ResponderExcluir
  40. Bom pra todos...amei a mteria muito boa.Eu so quero pede uma opiniao qual o azeite que possa ser mas confiavel? I tb que peixe se pode comprar que tenha omega3ou se pode comer qualquer peixe.Ha eu uso o oleo de coco.i mandeiga o azeite eu ainda fico com medo pois e muita mistura de oleo de semente.fico agradecida se vcs mim ajudarem.

    ResponderExcluir
  41. peixe: salmão, tainha, atum, sardinha e peixes gordos de agua fria em geral
    Gorduras/éleos:
    pra cozinhar: côco, manteiga e banha
    pra temperar: azeite de oliva


    nenhuma dessas gorduras que citei são de sementes.

    ResponderExcluir
  42. Leia o material do blog, pesquisas, estudos, matérias e se convença sozinho.
    Nada que disserem pra vc pode ser mais convincente que o seu próprio convencimento.

    ResponderExcluir
  43. Dr Souto Karamazov.
    Que essa aberração descanse em paz

    ResponderExcluir
  44. Nossa, um livro seria fantástico! E seria como ler o livro de um amigo, pois lendo o blog diariamente o Dr. Souto fica fazendo parte da nossa vida. Obrigada por sua boa vontade com todos nós, sempre!

    ResponderExcluir
  45. Muito obrigada Leornado agora fico mas facil.Ficaria agradecida se vc mim desse uma marca boa de azeite.briagada.

    ResponderExcluir
  46. Dr. sou é possível a Ceto Adaptação demorar 2 meses? Não sei se estou fazendo alguma coisa errado, porém não emagreço nada na balança.

    ResponderExcluir
  47. Estar em cetose não garante emagecimento


    2014-03-25 10:11 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  48. E o que vai me garantir então um emagrecimento?
    To comendo mais gorduras do que proteína, menos de 40g de Carbs (brócolis, couve flor e tomates cerejas, folhas verdes).

    ResponderExcluir
  49. Já tinha lido isso também. Creio que a mudança seja sendo bem lenta no meu caso em medidas e ganho de massa magra. Sobre uma regra de cardápio por exemplo posso seguir essas medições de gm

    ResponderExcluir
  50. Dr., em primeiro lugar, parabéns pelo blog. Excelentes informações, acessíveis ao entendimento da população leiga e com embasamento teórico.
    Gostaria muito de sua orientação, sinto-me um pouco perdida após tantas novas informações e quebras de paradigma.
    Tenho 25 anos, 1,65 e 57 kg, faço esporte 5 vezes por semana e me preocupo com minha saúde e peso corporal. Sendo assim, desde sempre vigio minha dieta alimentando-me de alimentos integrais e FUGINDO de gorduras rsrsrs.
    Após ler o blog, gostaria de mudar algumas coisas em minha dieta, a primeira delas parar de fugir de gordura. Porém, preciso ser sincera, não tenho intenção de abolir o carboidrato, talvez diminuí-lo.
    Bom, finalmente, a pergunta é: se eu continuar comendo carboidratos em moderada quantidade e passar a ingerir alimentos com gordura, é certo que irei engordar ou isto trará beneficios para minha saúde?

    Agradeço desde já,

    ResponderExcluir
  51. Paula. O negócio é evitar os dois inimigos públicos número um: trigo e açúcar.

    Quanto ao resto, convém pensar menos em macronutrientes e mais em comida. Comida de verdade, sem medo da gordura natural que ela contenha. Carboidratos na forma de frutas e raízes são Ok.


    Em 27 de março de 2014 06:33, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  52. Farei estas mudanças com certeza. Açúcar já não como há algum tempo, vou trocar o pão por aveia ou outros cereais que não o trigo.


    Muito obrigada pelo esclarecimento!!!

    ResponderExcluir
  53. Olá Paula. Sei que dirigiste a questão ao Dr. Souto, mas me permita tentar ajudar com um esclarecimento, aqui. Aveia, assim como cevada (para minha tristeza, pois gosto de cerveja) e centeio, também contém glúten, que é a razão pela qual se deve evitar o trigo. Assim, não me parece muito consistente esta mudança na dieta. Talvez possas paulatinamente substituir os cereais por gordura (oliva, abacate, côco, manteiga, nata, banha).

    ResponderExcluir
  54. Olá nao
    Tenho visicula posso fazer esta dieta???sendo que me falarão que sem visicula, seria o fim das gorduras, pois minha digestão e mais lenta por isso me faria muito mal a ingestão:
    Responda por favor email as-santos1967@uol.com.br

    ResponderExcluir
  55. http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/12/a-vesicula.html

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 16/04/2014 14:28, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  56. KKKKKKKK... Fechou com Chave de ouro Dr... Abraços.

    ResponderExcluir