segunda-feira, 26 de maio de 2014

Ainda sobre o Fantástico de 25/05/14


Ainda apagando o incêndio, referente ao programa Fantástico de ontem (25/05/14) - ver postagem anterior - segue um texto do Dr. José Carlos Peixoto, adaptado do original de Zoe Harcombe:

198 comentários:

  1. estou transtornadissimo com essa "reportagem"!!!!!!!!!!! e pior que a galera sem sendo critico desses que não tem opinião formada pra nada (tipicos facebooqueiros da vida!) acabam acreditando em tudo que esse jornalismo porco transmite nessas materias toscas e manipuladas! E uma vergonha... e pior que no horario não temos opção nenhuma..Na RECORD (essa sim uma emissora-esgoto) o Fantastico generico só com materias recicladas ou casos de criminalidade e na Band a porcaria do Panico que já deu a uns 3 anos atras o que tinha que dar! Só o Silvio Santos pra salvar com suas perolas e caduquices! Adooooooooooooooro!

    ResponderExcluir
  2. Ah, tem uma opção - desligar a TV, ou assistir um filme, ou jantar fora (que é o que eu fiz, e não foi macarrão).


    Em 26 de maio de 2014 12:12, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  3. Priscila Jaensch26 de maio de 2014 13:31

    Pois é! Too much information :P! O pior é que é errada. Sei lá, estou na dúvida se compartilho o texto do Dr. Peixoto na minha timeline. Primeiro porque nao moro mais no Brasil há mais de uma década, segundo porque nao assisto TV e por último porque tenho sido bombardeada com artigos pesudocientíficos, estou sendo perseguida virtualmente. Decidi que vou voltar a estudar, depois de velha, já formada e profissionalmente ativa, mas como nao gosto de perder brigas, vou entrar de cabeca no mundo da nutricao. Continuará sendo o meu hobby, mas pelo menos com um canudo o povo vai parar de achar que eu estou me metendo em área que nao domino. Já recebi o material probatório, brochei quando li as guidelines da DGE (Associacao alema de nutricao), 60% de highcarb, 10% proteína e 30% de gordura e toda aquela baboseira de Produtos lights para tratar obesos e blablabla. Mas o túnel nao está tao escuro porque encontrei duas PhDs espcializadas em nutricao paleo, uma Frankfurt (bem perto) e outra na universidade de Würzburg, entao o meu tema de trabalho de conclusao entrará na categoria "métodos alternativos de nutricao", poderei trabalhar com a paleo nutricao. Vou viver por aqui :)!

    ResponderExcluir
  4. Como é possivel , enjerir tanto açúcar e não dar diferenças nos exames......e oq o pessoal está mais me questionando e dizendo q vou ter problemas nos pâncreas por excesso de gorduras....sabem nada kkkkkkk recentemente fiz meus exames de sangue e deu td d bom para otimo ...mt obrigado um grande abraço ...
    

    ResponderExcluir
  5. Eu pensava que a BBC por sua tradição e por ser estatal estivesse isenta desses erros. Muito triste isto.

    ResponderExcluir
  6. Ninguém está. Além disso, as diretrizes são estatais...


    2014-05-26 15:38 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  7. Antes do Programa "Fantástico", ir ao ar. Alertei as pessoas que conheço e que estão seguindo este Estilo de Vida LCHF, de que o Dr. Souto já havia se manifestado a respeito em seu blog.
    Obrigado Dr., por não deixar, nós leigos cair nestas armadilhas tendenciosas e maldosas.

    ResponderExcluir
  8. MARIA A. DA SILVA26 de maio de 2014 19:07

    Bom, eu sou nova nesse meio, mas posso dizer que minha vida hoje é outra, li muito aqui no blog e fui me reeducando, tem 3 meses, e estou muito feliz com os resultados. Com meu novo corpo e com a minha saúde. Tenho estimulado muitas pessoas a repensar o que é comer de verdade. E digo que a reportagem de ontem... ah, eu não vi ...rs, estava ocupada lendo um livro maravilhoso. Obrigada Dr. Souto... esse blog e suas teorias fizeram diferença na minha vida.

    ResponderExcluir
  9. Somos pequeninos, mas fazemos o possível...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 26/05/2014 18:12, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  10. A conclusão final até dá uma piscadela pro conceito de "comida de verdade" mas termina dizendo que o problema mesmo é misturar gordura com açúcar, e não o açúcar em si, logo o telespectador sai achando que qualquer alimento "light", com gordura reduzida mas açúcar aumentado é que vai ser saudável.


    Fora que a tradução e adaptação ficaram medonhas, cortando trechos da reportagem original. A parte em que se revela a quase diabete de um dos irmãos ficou confusa e sem pé nem cabeça, pois a insulina do low-carb aumentou por não ter açúcar, o que seria perigoso pro pâncreas... ficou totalmente sem sentido ali.

    ResponderExcluir
  11. hummm, eu assisti o fantástico e tinha acabado de comer um filé mignon, com gorgonzola, salada de agrião e tomates, estava uma delícia, e agora lendo algumas matérias vi que tudo é uma mentira.

    ResponderExcluir
  12. TV É SO TRAGÉDIA SEXO E MANIPULAÇÃO DA MASSA AS PESSOAS PREFEREM ACREDITAR EM PROGRAMAS MENTIROSOS DO QUE PESQUISAR A FUNDO A VERDADEIRA REALIDADE E EU ME LIBERTEI DESTA MIDIA ESCROTA E EU CREIO QUE EXISTEM PESSOAS DE DEUS COMO DR JOSÉ CARLOS SOUTO QUE ESTA AI CONTRIBUINDO PARA O BEM DA HUMANIDADE

    ResponderExcluir
  13. Houve pelo menos duas conclusões que não seguiram premissas tiradas do experimento na minha opinião. Uma é a de que o que faz mal é a comida processada. O que eles quiseram dizer? Comida processada industrialmente ou qualquer comida que leve mais de um ingrediente? Que parte do experimento levou a esta conclusão, se pareceu que o gêmeo que só comeu alto carbo em forma de alimentos com mais de um ingrediente se deu melhor que o outro?


    A outra é que o que provoca obesidade e não deixa a pessoa parar de comer é a combinação de açúcar e gordura, testada em ratos de laboratório, situação que fizeram questão de deixar claro que não era o caso do experimento com os gêmeos. O que este experimento com os ratos tem a ver com o dos gêmeos? O mecanismo de saciedade não foi relatado pelos gêmeos.


    Acho até que o objetivo do 'experimento' foi sugerir que a combinação de gordura com açúcar leva à obesidade.

    ResponderExcluir
  14. Dr. Souto, seguindo as orientações divulgadas pela senhor, já alcancei muitas vitórias, pois desde que cortei o trigo e o açúcar, minha menstruação regulou e as enxaquecas e sintomas da rinite diminuiram, contudo tenho algumas dúvidas. Já li num post aqui do blog que a compulsão alimentar se dá pelo consumo de carbos e açúcares, entretanto já cortei o açucar completamente, pois o único açucar que consumo é de frutas, sendo apenas uma por dia e como sobremesa, mesmo assim, não é todos os dias que opto por frutas, e quanto aos carbos, como somente os que são provenientes dos vegetais. Continuo tendo compulsão alimentar, não é diariamente, mas tem dias que como muita proteína e gordura, mesmo já estando satisfeita continuo comendo sem parar.
    Quanto ao emagrecimento, percebi que desde que incorporei o bacon, o creme de leite, a nata e a gordura natural dos alimentos, meu peso estagnou e tem períodos em que inclusive variam para mais, e quando corto as gorduras por alguns dias volto a emagrecer.
    Já sou adulta e ainda tenho acne, já fiz tratamento com isotretinoína por três vezes, diversos medicamentos tópicos e orais, e a acne continua e é muita. Já fiz vários exames, ultrassons e não tenho ovário policístico, e meus exames sempre foram ótimos, mesmo quando estava bastante acima do peso, já corte o leite e seus derivados.
    No caso de caimbras é indicado tomar magnésio? Se sim, qual a quantidade?
    O que o senhor pensa e sugere que eu faça para mudar esse quadro?
    Obrigada e que Deus abençõe o senhor e sua família imensamente.

    ResponderExcluir
  15. Fernanda, a ideia é não ter medo da gordura, nem fugir dela, mas não precisa forçar e aumentar de propósito, se vc não va fazer uma dieta cetogênica (e eu sugiro que não faça).
    Para acne, às vezes é fundamental a retirada dos laticínios - faça um teste de 30 dias.

    Cordain, L. et al., 2002. Acne vulgaris: a disease of Western civilization.*Archives
    of dermatology*, 138(12), pp.1584–1590.
    Cordain, L., 2006. Dietary Implications for the Development of Acne: A Shifting Paradigm. , 1(2), pp.1–5. Available at: http://www.touchdermatology.com/articles/dietary-implications-development-acne-shifting-paradigm [Accessed
    September 3, 2013].
    Cordain, L., 2005. Implications for the role of diet in acne. *Seminars in cutaneous medicine and surgery*, 24(2), pp.84–91.
    Cordain, L., Eades, M.R. & Eades, M.D., 2003. Hyperinsulinemic diseases of civilization: more than just Syndrome X. *Comparative biochemistry and physiology. Part A, Molecular & integrative physiology*, 136(1), pp.95–112. Melnik, B., 2012. Dietary intervention in acne. *Dermato-endocrinology*, 4(1), pp.20–32. Available at: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3408989/ [Accessed September 3, 2013].
    Melnik, B.C., John, S.M. & Schmitz, G., 2011. Over-stimulation of insulin/IGF-1 signaling by western diet may promote diseases of civilization: lessons learnt from laron syndrome. *Nutrition & Metabolism*, 8, p.41. Available at:http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3141390/ [Accessed September 3, 2013].


    Em 27 de maio de 2014 03:24, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  16. alexandre Barros27 de maio de 2014 10:09

    Olá Dr Souto, gostaria de saber sua opinião sobre essa entrevista : http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2014/05/entretenimento/cultura_e_famosos/1486010-vivemos-hoje-um-terrorismo-nutricional-as-pessoas-nao-sabem-mais-o-que-comer--diz-sophie-deram.html
    Será que as pessoas sofrem um terrorismo alimentar hj em dia?

    ResponderExcluir
  17. Junior Valadares27 de maio de 2014 10:22

    Ei, o que vocês tem contra a picanha para falarem tanto no vazio/fraldinha?
    :o)

    ResponderExcluir
  18. Mallagueta Pepper27 de maio de 2014 10:31

    Sei que não tem relação com esse tópico, mas estou com uma dúvida. Vc recomenda evitar os grãos, mas eu gostaria de saber se existe problema em comê-los germinados.
    Tb queria saber se tem problema em comer lentilhas germinadas. Minha saúde é boa e eu não tenho problemas de auto imunidade.

    ResponderExcluir
  19. Ronaldo Barateli27 de maio de 2014 10:36

    É pessoal, aqui na minha cidade (Salto-SP), o assunto do programa Fantastico repercurtiu muito. Foi triste perceber que muitas pessoas estão em uma ignorância estagnada a respeito de nutrição.
    Até mesmo as pessoas que eu julgava ser mais esclarecidas (nutricionistas locais), estão dando o merito ao referido assunto dos gêmeos.
    Estou me sentindo um guerreiro solitario por aqui, muita gente só entende a dieta protéica como sendo a dieta Dukan, e ainda falam absurdos que tambem não são mensurados na tal dieta. Percebo que existe uma preguiça unânime em pesquisar por aqui, as pessoas pedem opiniões umas as outras e acabam seguindo o achismo de fulano ou ciclano. Fato estranho já que aqui existe praticamente uma academia pra cada bairro. Cadê o proficionalismo dos professores nessas academias? Que deveriam incentivar as pessoas a pesquisarem sobre nutrição e sobre dietas? Andam bombardeando jovens e velhos com informações falsas para venderem suplementos que na maioria das vezes está apenas com carboidratos na sua composição. Tem um senhor aqui na minha rua que iniciou a alguns meses na academia que frequento e este senhor por bla bla bla de professores despreparados, está com fobia de carnes e gorduras e principalmente de ovos.
    Meu Deus Dr. Souto, estamos precisando de uma palestra sua sobre dieta paleo aqui na nossa cidade URGENTEMENTE...RS.
    quem sabe assim algumas cabeças mudam ou pelo menos seja plantada a semente da duvida sobre a "dieta padronizada" que todos seguem e continuam a adoecer e a formar novos obesos.

    ResponderExcluir
  20. Pois é, mas no fim, ela recomenda real food. E real food É RESTRITIVO.
    Quando recomendamos que as pessoas comam comida de verdade, estamos restringindo fast food, pizzas, refrigerante, doces, biscoito recheado, etc;
    Veja bem, eu gostei da postura dela, e acho que para muitas pessoas isso seria A SOLUÇÃO.

    Mas não para todas.


    2014-05-27 10:09 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  21. Nada, adora picanha, mas o vazio... imbatível


    2014-05-27 10:22 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  22. Germinados é melhor.
    Estude esse site: http://www.westonaprice.org/


    2014-05-27 10:31 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  23. edis, na reportagem original já e tendenciosa, na globo eu não esperava outra coisa.

    ResponderExcluir
  24. Dr. Souto, peço desculpas e licença para fazer uma pequena propaganda do livro Barriga de Trigo. Ainda estou na metade dele, mas o conteúdo parece excelente.


    Já vi que o Sr. o recomenda e pretendo doá-lo aos meus pais para que entendam que o pãozinho é um veneno.

    ResponderExcluir
  25. Fernanda, a compulsão alimentar pode ter, e quase sempre tem, desencadeadores ocultos de que a gente tem que tomar consciência. A compulsão alimentar (não sei se acontece com os outros tipos de compulsão) tem o fator emoção agindo sem a gente saber. É o 'emotional eating' de que fala o Dr Roger Gould em seu livro 'Shrink Yourself - Break Free of Emotional Eating Forever'. (Seja seu psicanalista - Livre-se do Comer por Emoção Para Sempre. To shrink também é encolher, que acaba acontecendo quando a gente se livra do comer por emoção). Sabe o que é comer por emoção? É comer por uma razão diferente de sentir FOME. Nós temos hoje em dia a tendência de comer por todo e qualquer motivo, seja bom ou ruim. Come-se por sede (sim, por estarmos com sede comemos também), tédio, saudade, solidão, tensão, ansiedade, felicidade, enquanto espera alguém ou algo, para assistir TV, por se sentir abandonado, rejeitado, por tristeza, por alegria, etc., etc., e para NÃO PENSAR. Pensar é uma atividade não muito confortável porque não sabemos muito bem lidar com nossos pensamentos, principalmente os ruins. Então a gente come. Enquanto come, não pensa.

    Outro motivo por que comemos sem parar é para ficarmos gordos mesmo. As mulheres que infelizmente sofreram abuso sexual na infância/adolescência por ex. às vezes preferem engordar para não chamarem atenção de abusadores que elas pensam vão atacá-la novamente ou por como autopunição, porque há a auto condenação pelo que elas passaram. Não deixa de ser o 'emotional eating' no final das coisas. Comer para evitar a emoção ou evitar situações que gerem a mesma emoção, entende?


    Aí, é só tomar consciência a cada investida na geladeira ou no armário da cozinha e OLHAR para seu ato e perguntar a si mesma se está com fome. Tomar consciência das sensações de fome, de cansaço, de ansiedade, etc. é o primeiro passo para lidar com eles. Viu que nâo está com fome? Vira as costas. É o que eu digo pra mim: 'M., você está alimentada. Pare de pensar em comida.' Num instante me distraio com alguma coisa e a vontade de beliscar passa.

    Bjs

    ResponderExcluir
  26. dr souto, ta no blog do hilton Sousa, ele tradus de lara briden que não existe policia paleo, concordo, mais aconselhar a comer macarrão e pao francês para experimentar, muito estranho..

    ResponderExcluir
  27. Bom, o que EU penso, deixo claro aqui...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/05/2014 12:41, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  28. dr, o seu blog ainda da não vi incoencia continue assim.

    ResponderExcluir
  29. Edson, até coerência tem limite. Se vc acompanhar o blog desde o início, verá que já mudei de opinião várias vezes. Mas sempre tento me basear em boa ciência, nunca no Fantástico :-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/05/2014 12:52, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  30. dr souto, mais estou falando principalmente sobre o gluten,pessoas se esfoçao para sair desse vicio.

    ResponderExcluir
  31. Ronaldo, você se refere à maltodextrina? Não é pra fornecer aporte de glucose rápida? Basicamente a suplementação que rola nas academias são à base de whey protein, né?

    A mudança da cultura do pão (descendência italiana) para as proteínas da dieta Dukan já é um grande passo, viu? Infelizmente, porém ainda tem muita gente adepta da Becel em detrimento da manteiga. Vamos ensinando no ombro a ombro mesmo.

    ResponderExcluir
  32. Sim, eu acho que o ideal para a saúde humana é ficar sem glúten. Mas sabemos que um monte de gente come e fica bem. Minha tese é de que ficariam melhor sem. Mas concordo que se a população comesse comida de verdade, com glúten e tudo, como nossos bisavós (e com banha, e sem margarina, e sem biscoito recheado, e sem refri, sem fast food), estaríamos MUITO melhor como sociedade. Eu não vislumbro uma sociedade inteira comendo low carb e glúten-free, isso NUNCA vai acontecer. Eu luto para que as autoridades nutricionais admitam que reduzir carbs é o caminho ideal para perder peso e controlar a síndrome metabólica e o diabetes, e que a retirada do glúten deve ser tentada para doenças de natureza inflamatória, e que a gordura naturalmente presente nos alimentos in natura nunca fez mal.

    Se as pessoas ainda comessem hoje como se comia na década de 1950, mesmo com trigo, mas com comida de verdade, ao invés de 2/3 da população terem de fazer low carb para tratar um estado de DOENÇA, apenas 5% das pessoas precisariam (que era o percentual de obesos antes da introdução da MODA low fat).

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/05/2014 13:21, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  33. Priscila Jaensch27 de maio de 2014 13:55

    Vamos parar de assistir BBC! Olhem isso http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/05/140526_americano_nutricao_rb.shtml

    ResponderExcluir
  34. Priscila Jaensch27 de maio de 2014 14:32

    hahaha, Tive que rir da referência ao fantástico

    ResponderExcluir
  35. Eles não têm uma agenda definida. Publicam qualquer coisa, a favor ou contra:
    http://www.bbc.com/news/health-24625808


    2014-05-27 14:28 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  36. Mallagueta Pepper27 de maio de 2014 16:31

    Pelo que li, pode comer mas sem abusar. Pra mim tá bom, porque a quantidade que eu como é pequena mesmo. Obrigada por ter respondido.

    ResponderExcluir
  37. http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/05/140526_americano_nutricao_rb.shtml



    Acho engraçado que a moda agora é inventar porcaria barata para alimentar e dizer que o produto é para os países em desenvolvimento...


    Estão chamando a gente de ratos de laboratório...


    Já estou farto dessa história que somos pobres demais, que não temos o que comer... ora, o Brasil é um super produtor de alimentos. Mais que a maioria dos países desenvolvidos...

    ResponderExcluir
  38. Priscila Jaensch27 de maio de 2014 16:47

    Essa BBC é "Mädchen von allen", como dizem os alemães :p.

    ResponderExcluir
  39. Dr. Souto, uma jornalista americana, chamada Nina Teicholz, lançou recentemente o livro The Big Fat Surprise, que pode ser encontrado em formato digital na Amazon. Que eu saiba o livro ainda não foi traduzido. Mesmo assim, fiz uma tradução de uma resenha sobre o livro que posto abaixo.

    The Big Fat Surprise

    A jornalista investigativa Nina Teicholz revela o imponderável: que tudo o que pensávamos que sabíamos sobre gorduras dietéticas está errado.
    Ela documenta como os últimos sessenta anos de aconselhamento
    nutricional de baixo teor de gordura levou toda a população a uma
    experiência consequências desastrosas para nossa saúde.

    Durante décadas, foi-nos dito que a melhor dieta possível era cortar a gordura, especialmente gordura saturada, e que, se não estamos ficando mais saudável ou mais magros é deve ser por que não estamos tentando o suficiente. Mas e se a dieta de baixo teor de gordura é for próprio
    problema? E se os alimentos que até então temos negado a nós
    mesmos - os queijos cremosos, os bifes magníficos - forem a chave
    para reverter a epidemia de obesidade, diabetes e doenças do
    coração?

    Nesta narrativa cativante e convincente, com base em nove anos de longa investigação, Teicholz mostra como a desinformação sobre gorduras saturadas pegou na comunidade científica, bem como a imaginação do público, e como descobertas recentes derrubam essas crenças. Ela explica que a dieta mediterrânea não é a mais saudável, e como podemos estar substituindo as gorduras trans por algo ainda pior. Essa história surpreendente demonstra como a ciência da nutrição tem estado tão equivocada: como os pesquisadores, por excesso de zelo, por meio de uma combinação de ego, preconceito, e prematuro consenso
    institucional, permitiram deturpações perigosas que se tornaram em
    dogma da dieta.

    Com rigor científico, THE BIG FAT SURPRISE derruba a sabedoria convencional sobre todas as gorduras com a alegação de inovador que mais, não menos , de gordura na dieta - incluindo a gordura saturada - o que leva a uma melhor saúde, bem-estar. A ciência mostra que temos evitado desnecessariamente carne, queijo, leite integral e ovos ao longo de décadas e que agora podemos, sem culpa, dar boas-vindas a essas "
    gorduras inteiras " e tê-las de volta em nossas vidas.



    Obs.: eu tenho o livro, em inglês, no formato digital (epub e formato para kindle), caso se permita eu posso colocar os links aqui para quem quiser baixar e ler em inglês.
    abs

    ResponderExcluir
  40. Ronaldo Barateli27 de maio de 2014 19:37

    O pior eh q não esta sendo por ai não, normalmente estão colocando como linha de regra q se tome malto durante o treino e dextrose após o treino, sei que seria ate legal dependendo do que se espera para pessoas q são magras e querem ganhar volume em massa magra, usarem dextrose pos treino, mas com a falta de informação ate mesmo dos professores, estão levando esse conceito para pessoas obesas q o foco seria em perder gordura e tambm esta chegando em pessoas diabeticas q nao estão sabendo oq estão ingerindo....lamentavel

    ResponderExcluir
  41. Já estou quase na metade do livro, e trocando e-mails com a autora para agilizar a tradução no Brasil :-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/05/2014 19:25, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  42. seria muito interessante traduzir. Pelo que vi as informações são bem consistentes. Tomara que seja traduzido.
    abs

    ResponderExcluir
  43. O livro é FORA DE SÉRIE

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/05/2014 19:52, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  44. Dr. Souto tenho vontade de ganhar mais massa muscular, encontrei um cardápio adotado pelo ator Hugh Jackman (Wolverine). Dei uma olhada e gostaria de sua opinião: tirando os cereais e os grãos poderia ser considerada um cardápio da dieta paleolítica hiperproteica?

    Aqui o cardápio : http://www.treinomestre.com.br/hugh-jackman-treino-e-dieta-para-o-filme-wolverine-imortal/

    Obrigado

    ResponderExcluir
  45. Christian Bergamo27 de maio de 2014 21:37

    Dr Souto... Eu sempre gostei de uma sopa de legumes e a não ser pelo macarrão, continuo tomando a sopa do mesmo jeito... Uma delícia... Nesse inverno então... Gostaria de saber se o consumo em pequenas quantidades da massa feita de farinha de Arroz da Urbano pode ser feito sem problemas dentro dos 100 gramas de carbos do dia.... Grande abraço.

    ResponderExcluir
  46. Dei uma pesquisada e vi a clara de ovo em pó feita aí na sua cidade, né? Também é uma boa fonte de proteína, não?

    Sou analfabeta em matéria de malhação e fisiculturismo. Meu ídolo nesta área é o Scooby.
    Sem nutrição correta, esquece. Algumas estratégias coincidem com a dieta páleo ou podem ser adaptadas, acho eu.

    http://scoobysworkshop.com/nutrition/

    ResponderExcluir
  47. Gustavo Borgonovi27 de maio de 2014 22:12

    Excelente!

    ResponderExcluir
  48. Simplesmente fantástica a agilidade com que o Dr. Souto desmistifica o que a mídia utiliza de forma errônea! 7 meses de dieta paleo, acompanhando seu blog e nunca estive tão bem na vida! Parabéns Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  49. Marco Deon Collect27 de maio de 2014 22:52

    Já viram esta matéria? Ridícula por sinal: http://www.f5parana.com.br/?p=7940

    ResponderExcluir
  50. Ronaldo Barateli27 de maio de 2014 23:20

    A abulmina produzida aqui realmente eh muito boa, mas eu li em algum lugar que a clara de ovo em pó faz mal pra saúde e eu gostoria de saber se isso eh realmente verdade, pois malho pesado e uso a abulmina a algum tempo para m ajudar com a injestão de proteina.
    E se precisar de alguma informação sobre o mundo da malhação, ficarei feliz em poder ajudar com oque eu souber responder.

    ResponderExcluir
  51. eu vi la no site do marksdaily que qualquer coisa de ovo sendo en pó nao e bom ele tava explicando la que ten aver com o colesterol oxidado

    ResponderExcluir
  52. Clara de ovo não tem colesterol

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/05/2014 23:26, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  53. Que absurdo! Fico indignada com a repercussão dessas notícias. Muita gente é influenciada pela mídia. Graças a deus hoje temos a internet para nos salvar..rsrs ...graças a ela conheci a lchf paleo. Minha saúde agradece.

    ResponderExcluir
  54. Ronaldo Barateli28 de maio de 2014 07:07

    Bom dia Dr. Douto.
    Eu gostaria de saber mais a respeito desse assunto da clara de ovo em pó. Você conhece alguma literatura que exclareça isso? Até porque eu conheço a fabrica aqui da minha cidade e já vi o processo de fabricação da abulmina Salto's, que é muito limpa e não tem tranqueiras misturadas, acredito que tenha apenas algum tipo de conservante ou nem isso.
    Utilizo somente essa abulmina como suplemento na musculação, percebo que sou mais forte que muita gente que utiliza um monte de suplementos como o whey protein que tem muito carboidrato na composição e a maltodextrina que é puro carboidrato de lenta/média absorção. Também notei que a Abulmina me ajudou muito a eliminar liquidos e a me sentir saciado.
    Gostaria muito de continuar a injerir esse suplemento se não houver nenhum tipo de problema para a saúde, até porque sempre vejo o senhor dizer p comer comida de verdade e a Abulmina é clara de ovo mais é processada e refinada.

    ResponderExcluir
  55. Ronaldo Barateli28 de maio de 2014 07:19

    Oi Felipe.
    Eu também tenho as minhas dúvidas, mas acredito que essa informação é mais condizente com o ovo integral em pó ou só a gema em pó, mas é uma duvida minha que deixo aqui no blog para que alguém mais esclarecido possa nos ajudar.
    Sou totalmente a favor da sua opinião com relação aos suplementos caros, até porque existe um canal no you tube onde um camarada compra suplementos e os manda ainda lacrados para que um laboratório veja a composição dos mesmos e depois compara com as informações dos rotulos, é incrivel oque dá nos resultados. Na grande maioria dos Whey do mercado, tem duas vzs mais carboidratos do que proteinas por dose, ou seja, paga-se caro para consumir açúcar.

    ResponderExcluir
  56. não esqueça do principal: os governos que financiam e aprovam diretrizes baseadas em falsas evidências para receber o seu quinhão das indústrias.

    ResponderExcluir
  57. Ótimo. Faça mestrado e se torne professora de nutrição. Dê consultoria e palestras. Um dia a veremos detonando no fantástico.

    ResponderExcluir
  58. vazio? o que significa?

    ResponderExcluir
  59. "Mas sabemos que um monte de gente come e fica bem."


    Depois de ler Barriga de Trigo e Dieta da Mente, só acredito nisso depois que a pessoa passar um mês sem glúten e, voltando a comê-lo, continuar afirmando que fica bem com glúten... aí eu acredito. As pessoas desconfiam que o glúten faz mal quando o abandonam... mas são possuídos de uma certeza apodítica quando o reintroduzem.

    ResponderExcluir
  60. eu tirei o glúten e, para mim, tem acontecido algo surpreendente: melhora da memória, disposição, remissão de problemas que eu vinha sentindo, como dores nas juntas, na sola do pé, ao acordar de manhã, pontadas e dores no peito. Ou seja, passei a ter o glúten como um inimigo a ser combatido a cada dia.
    Agora, a turma de amigos me chama de dr. Glúten e fazem piadinhas sobre tal. Acho graça e rio junto. Mas fico imaginando quanta gente não se beneficiaria da retirada do glúten de suas vidas. O problema é que as pessoas têm dificuldades de buscar informação e promoverem uma mudança de hábito radical em suas vidas. Cheguei a conclusão de que a nossa dieta atual está arrasando com a saúde física e mental da maioria.

    ResponderExcluir
  61. Olá Juscelino,

    Comentários do Dr. Souto sobre nitritos:

    "Na minha opinião, os nitritos e nitratos dos embutidos são inofensivos. Há vários vegetais que naturalmente contém quantidades até 200x maiores destas substâncias.


    http://chriskresser.com/the-nitrate-and-nitrite-myth-another-reason-not-to-fear-bacon "

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/01/o-que-comer-no-cafe-da-manha.html#comment-987426735

    "Do artigo de Chris http://chriskresser.com/the-nitrate-and-nitrite-myth-another-reason-not-to-fear-bacon

    - Nosso corpo fabrica muito mais nitritos do que consumimos na dieta
    - 70-90% do nitrito que chega ao nosso intestino vem de nossa própria saliva (ou seja, o que consumimos é quase nada perto disso)
    - Dos nitritos da dieta, 93% vêm de frutas e vegetais
    - PARA COMER A QUANTIDADE DE NITRITOS PRESENTES EM UMA PORÇÃO DE RÚCULA, SERIA NECESSÁRIO COMER 467 SALSICHAS.
    - Sua própria saliva tem muito mais nitritos do que tudo isso (salsichas ou rúcula ou bacon)

    Ou seja - não tenho NENHUMA preocupação com este assunto. Não há como bacon aumentar sua insulina. Aliás, bacon é uma ótima forma de reduzi-la (quando comparado a outros alimentos), uma vez que a maior parte das calorias vêm da gordura (o que é bom)."

    ResponderExcluir
  62. Prezados Dr. Souto e Patricia,

    Estou firme na dieta a cerca de 40 dias e já li boa parte dos artigos do blog.

    Porém, algumas dúvidas ainda ficaram: a dieta cetogênica é prejudicial à saúde se mantida por vários meses seguidos ? Qual o limite de carbs diários para a Cetose, 20g ou 40g ?

    Pergunto pois estava em uma dieta muito restritiva até agora (possivelmente em Cetose) e não estava me sentindo muito bem (muito sono e leve indisposição). Incluí, além da salada que já comia, uma cenoura e alguns morangos por dia, e me sinto melhor (mas pode ser só uma coincidência, por estar ainda me adaptando). Perdi uma média de 1kg por semana até agora, e não falta muito para chegar ao peso ideal.
    Muito obrigado pelas informações valiosas e por mudar a vida de tantas pessoas pra melhor.

    ResponderExcluir
  63. Eduardo Lafayette28 de maio de 2014 12:12

    Olá Dr. Souto, hoje saiu no site do Estado de São Paulo a seguinte manchete: "Febre nas academias, aeróbio em jejum pode fazer mal à saude". E segue com uma entrevista com Paulo Gentil, "doutor em ciências da saude e autor de livros sobre emagrecimento" e Eduardo Porto "Professor Universitário". Resumindo, eles falam dos perigos de praticar atividades físicas em jejum e como prejudicial a saúde é isso. Segue o link:
    http://blogs.estadao.com.br/vigilante-da-causa-magra/febre-nas-academias-aerobio-em-jejum-pode-fazer-mal-a-saude/

    ResponderExcluir
  64. Alberto Americano28 de maio de 2014 12:54

    É gauchês para fraldinha.

    ResponderExcluir
  65. Juscelino Alcantara28 de maio de 2014 13:03

    Obrigado Patricia,
    Não tinha visto esta matéria sobre consumo de nitrito de sódio. A comunidade médica alarme muito sobre esta associação entre nitrito e câncer de estômago.
    Hoje mesmo vou ao supermercado e comprar um bom pedaço de charque bem gordo e fazer um prado "das cavernas". kkkk Obrigado.

    ResponderExcluir
  66. Adicionar à Lista de Leitura

    ResponderExcluir
  67. Juscelino Alcantara28 de maio de 2014 13:16

    Marco, Realmente, reportagem ridícula. Se o sujeito vai postar uma baboseira, pelo menor o faça com melhor qualidade. Alguns ponto podemos aferir: 1- Se a dieta paleolítica é da moda; então é uma moda que já dura 2 milhões de anos; 2- O termo dieta para a alimentação paleolítica, parece-me, estranho, deveria ser programa alimentar, pois programamos nossos genes a otimizar nossas funções fisiolósicas, alimentando-os com aquilo para o qual fomos evolutivamente moldados, ´só isso. Não foi inventado nada, somente redescobrimos.

    ResponderExcluir
  68. Juscelino Alcantara28 de maio de 2014 13:28

    Oi Bruno, Eu tenho conseguido uma boa hipertrofia muscular com os treino de crossfit e o treino paleo, pois ambos trabalho por meio do HIIT - intervalado de alta intensidade. No caso do treino paleo, tenho notado um excelente ganho de força e agilidade, talvez seja pelos dias de treino levantando coisas pesadas, como pedras, troncos, ou seja, fazer atividades semelhante as que nossos ancestrais faziam. O corpo não fica identico ao de um marombeiro, mais ficam bem forte e ágil. Ou melhor, útil para todas as tarefas. veja no site primal Brasil.

    ResponderExcluir
  69. Gordura não interfere

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/05/2014 10:48, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  70. Sobre nitratos e nitritos: http://chriskresser.com/the-nitrate-and-nitrite-myth-another-reason-not-to-fear-bacon
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/05/2014 10:46, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  71. Por essa lógica, nossos ancestrais do sairiam para caçar de barriga cheia, e quando estivessem em jejum, não poderiam caçar (e morreriam de fome).
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 28/05/2014 12:12, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  72. Não é a Lara Briden quem diz para comer glúten, ela é contra glúten e açúcar; foi o Hilton quem falou (abaixo do texto traduzido) que quem sentir "aquela saudade" de comer um pouco de macarrão e se sentir bem comendo, que coma, pois "não existe uma "polícia paleo"".

    ResponderExcluir
  73. Leonardo Azevedo28 de maio de 2014 14:02

    Agora fiquei curioso.. o que pode ser pior que gordura trans???

    ResponderExcluir
  74. Alexandre de Oliveira28 de maio de 2014 14:35

    sei q não se deve criticar a fé alheia, pois crendices são coisas d foro íntimo, mas essa coisa d jejum e atividade física não conviverem se trata disso, crendice pura. crendice com diploma rsrs. eu tbm estaria morto se fizesse mal, cansei d ficar em jejum o dia todo(só líquido zero caloria, tipo água), trabalhar 8h e quando chegar em casa correr 10km sem problema algum. e só comer mais tarde por puro costume e gosto. poderia achar q sou mutante, mas sei q qq 1 conseguiria fazer isso fácil. né!

    ResponderExcluir
  75. EDUARDO ALVES CORREIA28 de maio de 2014 15:23

    Dr Souto, mudando de saco pra mala, CRIEI MEU 80/20 MÁGICO!

    70-80% da minha alimentação (4 refeições diárias) continham maioria de carbs.
    Hoje os carbs são apenas 70-80% (1 refeição/dia - totalmente liberada).
    Este método é o máximo que consigo me aproximar dos 80/20 e da HFLC.

    Associando isto com alguns exercícios de FORÇA, acha que posso ter algum resultado?


    P.S: Acompanho seu blog desde os primeiros posts!

    ResponderExcluir
  76. Alberto e Patrícia, obrigado. Vivendo e aprendendo. As "fraldinhas" daqui de casa não ficam vazias por muito tempo...
    : -)

    ResponderExcluir
  77. E o pior, não sei se o amigo concorda, é que ouvimos aqui e acolá, pessoas se queixando de problemas que conseguimos resolver em nossas vidas com a simples mudança de alimentação.
    Dá vontade de chegar pra elas e dizer: eu sei como ajudá-lo.... mas quando você começa a falar dos malefícios dos farináceos, da margarina "aprovada pela associação de cardiologistas", etc, parece que está falando do ar que se respira ou da água que se bebe. Parece que estamos ameaçando de algum modo a sobrevivência das pessoas... é complicado.

    ResponderExcluir
  78. ainda estou no início do livro e também fiquei com uma pulga atrás da orelha quanto a isso. Talvez o dr. Souto possa nos dizer que tipo de gordura pode ser pior que a gordura trans.

    ResponderExcluir
  79. Incrível que compartilhei o post anterior em minha página do face e fui praticamente ignorada. As pessoas também não admitem idéias "novas", não querem se livrar da comodidade e realmente preferem tomar 10 comprimidos à ter que mudar a alimentação...

    ResponderExcluir
  80. Aconteceu esta semana: Recomendei o blog do Dr. Souto a uma pessoa que pediu ajuda sobre dieta. Algum tempo depois, a queixa: "Mas ele é urologista..." E eu: "E daí, Freud não era nem psicólogo, nem psiquiatra."

    ResponderExcluir
  81. Minhateca.com.br28 de maio de 2014 16:26

    Bom dia,

    vi que seu site oferece arquivos para baixar. O http://Minhateca.com.br é um site de armazenamento e compartilhamento de arquivos com espaço ILIMITADO e totalmente gratuito! Sem tempo de espera ou qualquer restrição, download ilimitado e super rápido - 100% GRATIS! Porque não usa nosso site para hospedar os arquivos do seu site?

    ResponderExcluir
  82. Alberto Americano28 de maio de 2014 18:00

    Pois é... No exato momento em que são mais importantes a clareza mental e o vigor físico para conseguirem sair do jejum, os nossos antepassados estariam incapacitados. Desta forma, passo a questionar a minha própria existência!

    ResponderExcluir
  83. Alberto Americano28 de maio de 2014 18:04

    Os esquimós seguiam esta dieta a vida toda e vendiam saúde! Aliás, temos a impressão de que eram gordinhos, por causa dos casacos grossos. Pelados, eram magrinhos (nunca confirmei eu mesmo!).

    ResponderExcluir
  84. Fantástico é o senhor, Dr Souto.
    Estou lendo o livro Dieta da Mente, e adorando.
    Parabéns pelo seus 3 milhões.
    Abraço cordial
    Bernard, MD

    ResponderExcluir
  85. Olá Miguel,


    não existe uma regra do limite de carbs diários. Isso é bem pessoal. Geralmente, pra se atingir a cetose, menos de 40g. Não penso que prejudique a saúde, mas não há necessidade se manter em cetose nutricional. Existem pessoas que se sentem melhor em cetose, mas ela não é garantia de emagrecimento mais rápido. Mas parece que você já encontrou seu caminho!

    ResponderExcluir
  86. Acho que depois do 1o semestre de faculdade (de Química) nunca mais assisti Fantástico. :D Bem, esse é um dos vários motivos!

    ResponderExcluir
  87. Gordura trans espalhada no pão


    Em 28 de maio de 2014 14:02, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  88. Desconheço gordura pior que gordura trans


    Em 28 de maio de 2014 16:03, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  89. Boa, Alberto :-)

    Penso, logo existo.
    Vou na academia em jejum sem problemas, logo, não existo :-)


    Em 28 de maio de 2014 18:00, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  90. Dr, minha amiga sempre teve epilepsia, e tem de tomar sempre Depakote. Li que dieta cetogenica nao faria bem pra ela por causa do remedio indicado pelo neurologista, o que seria mais prudente fazer no caso dela?
    obrigado pela ajuda!

    ResponderExcluir
  91. Muito bom. Gordura saturada junto com as respectivas fontes de proteína, sem problemas. O problema é quanto de gordura saturada bem como proteína precisamos ingerir por dia. Qual é a prioridade: gordura ou proteína? As carnes acompanham as gorduras ou as gorduras acompanham as carnes?


    A capa do livro mostra uma costela assada. Costela é carne, osso ou gordura? A costela de boi, por sinal, tem 25g de proteína, 30g de gorduras totais e 12g de gordura saturada em 100 GRAMAS com 382,35 calorias. Com apenas 100g de costela de boi conseguimos 1/3 das proteínas, 55,61% das gorduras totais e 50% de gordura saturada para dietas de 2000 calorias por dia. SÒ 100 GRAMAS.


    Quem come apenas 100g de costela numa refeição ou numa ida à churrascaria? E quanto vai comer de legumes e verduras? 862g de uma mistura de legumes, verduras e tubérculos para perfazer 100g de carboidratos, 1/3 do valor recomendado ou três folhinhas de alface e 2 rodelas de tomate, o resto correndo por conta do arroz, farofas e mandiocas fritas? E a bebida? Vai ser água mineral? Capaz! :)) Se tomar suco, cerveja ou vinho, tem que descontar dos vegetais. Mas é bom saber que uma xícara de suco de laranja tem 26g de carboidrato. Então, se optar pelo suco, 100g de costela com 1 xícara de suco de laranja já é uma refeição. Que tal?


    Isto posto, como não ficar gordo comendo costela e companhamentos de sempre, mais as bebidas, a menos que fiquemos nos 100g ou um pouquinho mais de costela junto com 800g +/- de low carb e beba água (valendo as variações perfazendo o mesmo total)? Pelo menos para a maioria esmagadora de nós, sedentários, que só andamos de carro e elevador e moramos em frente ao computador? Vamos fazer o quilo depois do almoço? Pois é.

    ResponderExcluir
  92. Que notícia ótima, Valeu Dr.!!!!!

    ResponderExcluir
  93. Becel no pão de forma 19 grãos light, super ultra mega maxi saudável.....alias, tenho uma rancificando no fundo da minha geladeira a mais de 6 meses, será que é boa para engrachar dobradiça?

    ResponderExcluir
  94. também me fiz essa pergunta.

    ResponderExcluir
  95. pois é, mas o pão é carbo. E ela está falando de gorduras...

    ResponderExcluir
  96. Priscila Jaensch29 de maio de 2014 06:06

    Lister, não sei se terei tempo para pós especializações, já irei me virar nos trinta para fazer o curso normal, pois trabalho 35 horas por semana, tenho uma filha de seis anos, uma vida além da carreira. O marido me dá muito apoio, mas estudar de novo, requer muito empenho e tempo. Como eu disse antes, eu já tenho a minha profissão (geóloga especializada em impactos ambientais), e a nutrição é o meu hobby, cujo interesse foi despertado por causa da natureza do meu trabalho e também por causa da instituição onde trabalho, que analisa alimentos, cosméticos, bebidas, águas subterrâneas, ar, tecidos, calçados e tudo mais que nos cerca. Acho o assunto fascinante, principalmente no contexto da paleo. Então, acho que é mais uma soma de conhecimento.

    ResponderExcluir
  97. Flavia Melo Tarmo29 de maio de 2014 09:09

    Dr. Souto, help! Estou fazendo a dieta low-carb paleo há 6 meses, perdi muito peso, minha glicemia caiu a níveis normais (estava alta antes), estou me sentindo muito bem mas meu colesterol total subiu muito (de 155 para 249). E eu não estou nem aí. Meu hdl quase DOBROU e isso sim me deixou muito feliz. Meu cardiologista quer me matar e me pediu que lesse o seguinte estudo: ARIC : Um Estudo Multicêntrico sobre Doenças Cardiovasculares.
    Tentei mas sou leiga e não entendi nada. Você conhece?

    ResponderExcluir
  98. Você consegue.

    ResponderExcluir
  99. Quem sabe uma segunda opinião com outro médico?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 09:09, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  100. Junior Valadares29 de maio de 2014 09:57

    HAHAHA HAHAHA eu tenho óleo de soja aqui em casa. Sempre compro. Daí me perguntaram para que eu usava, já que estou seguindo paleo. A reposta (absolutamente sincera):
    - Eu acho ótimo para começar a fazer o fogo do churrasco.

    Mas desde anteontem, estou guardando o que sobra do óleo de coco e banha. Vou tentar usar isso como combustível para o começo da fogueira.

    ResponderExcluir
  101. Flavia Melo Tarmo29 de maio de 2014 09:58

    Claro! Mas com estes resultados de exame de colesterol (aumento de 155 para 249 em colesterol total), quem vai me querer? A reação da cardiologista foi tão ruim que ela se recusou "continuar nessa discussão danosa"!!?? Se eu fosse mais sensível, estaria chorando...

    ResponderExcluir
  102. Junior Valadares29 de maio de 2014 10:01

    Tirando os malucos, ninguém consegue ficar 100% na dieta o tempo todo. O importante é o esforço sem culpas em se manter o mais próximo do ideal sempre que possível. É andar sempre na direção certa.

    ResponderExcluir
  103. Junior Valadares29 de maio de 2014 10:05

    Cau, estou contigo. A diferença é que eu moro aqui no norte do Brasil e me chamaram de Pajé do Gluten.

    ResponderExcluir
  104. e isso que tenho medo, todo mundo dis que colesterol nao e o inimigo e tal,que ele e o mocinho,que ele so ta de passagen na cena do crime,mas quando o danado do colesterol total ta perto dos 300 ou acima,os medico pira kkkkkkkk ,eu realmente gostaria de saber se um colesterol acima 300 vai matar a pessoa ou não,ou e so numeros nunha folha que nao quer dizer nada.

    ResponderExcluir
  105. EDUARDO ALVES CORREIA29 de maio de 2014 10:55

    Junior, achei legal a sua resposta, pois agora estou testando comer um pouco de carbs na maioria das refeições, mas não conto gramas, faço de olho mesmo, algo em torno de 1/4 de carbs por refeição +ou-. ESFORÇO SEM CULPA, frase perfeita, pois assim cria-se o hábito de manerar nos carbs e não a neura de correr deles.

    ResponderExcluir
  106. lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/04/lista-de-profissionais-de-saude-paleo.html
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 09:58, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  107. Leonardo Azevedo29 de maio de 2014 10:58

    cara como vc consegue comer 10 ovos por dia?

    ResponderExcluir
  108. Vocês viram esse posto sobre uma tal de Soylent no Nyt? A idéia é substituir refeições e o marketing vai pelo lado científico, mas além do gosto parecer horrível a lista de ingredientes é terrível: http://nyti.ms/1msOjv3

    ResponderExcluir
  109. EDUARDO ALVES CORREIA29 de maio de 2014 11:01

    Esse Dr. Souto é um "ANIMAL" no assunto, no bom sentido!

    ResponderExcluir
  110. Os níveis de gordura diários em uma dieta de 2kk cal paleo são diferentes, uma vez que essas tabelas levam em conta que as demais calorias serão preenchidas com Trigo e outros cereais "saudáveis" (kkkk)


    Se você não vai comer tanto carbo, terá que comer mais gordura.


    Não precisa contar nem pesar a carne. O corpo já faz isso por você. Se eu como 1 kg de carne gorda, passo o resto do dia e a manhã do dia seguinte sem comer, sem fome nenhuma mesmo.... se como 100g, terei fome em breve.


    É diferente do trigo... se como 1g, 100g ou 1 kg de trigo, não importa...terei fome cerca de 3 horas depois.

    ResponderExcluir
  111. Se faz pouco tempo ele consegue... deixa dar mais uns meses e ele larga...


    Pega leve nesses ovos aí, pois você vai enjoar rápido demais. Ta faltando diversificação, não?

    ResponderExcluir
  112. Eduardo,


    Já fiz muito aeróbico de jejum (antes do paleo). Não há mal nenhum nisso... só há fraqueza nos 2 primeiros dias... mesmo em dieta high carb... em lowcarb o corpo nem sente.


    piada total essa notícia... até os comedores de trigo conseguem...

    ResponderExcluir
  113. sinceramente, acho desnecessário esse tipo de equação. Simplesmente tirei trigo, glúten,e derivados, carbos refinados e processados, evito açúcar e adoçantes, evito leite;
    como carne vermelha, fígado, frango, peixe, manteiga, ovos, gordura saturada sem medo, óleo de coco, azeite extra-virgem, fruta (de uma a duas até as duas da tarde), castanhas, verduras, chocolate sem glúten 85% cacau; faço algum ou outro exercício intenso e breve, procuro sempre as escadas, caminhadas quando posso, e é isso. Mas não fico fazendo equação;
    Como bem. E já perdi em pouco mais de um mês cerca de 6 quilos. E a mente tá uma beleza.

    ResponderExcluir
  114. Pelo que eu saiba Dieta Cetogênica é inclusive tratamento para epiléticos. Mas provavelmente o neurologista dará preferência ao uso da droga.

    ResponderExcluir
  115. Inclusive indicada pelo Instituto Hopkins para tratamento de epilepsia - http://www.hopkinsmedicine.org/neurology_neurosurgery/specialty_areas/epilepsy/treatment/dietary_therapy.html#ketogenic

    ResponderExcluir
  116. e o alimento que eu mais gosto faço ate vitamina com abacate e ovo que o doutor solto ensinol

    ResponderExcluir
  117. que nada adoro ovos minhas gorduras ven deles dos abacates e dos azeite de oliva

    ResponderExcluir
  118. Ué, a dieta paleo é low carb e não zero carb! Cadê os legumes e as verduras, meu caro? E as frutas? Não come tanto alto carbo, mas e o baixo carbo? Não vejo ninguém falar. Cadê as fibras? Os níveis de proteína são diferentes tb? O corpo pesa a carne? que nem minha máquina de lavar eletrônica? Só que se tiver roupa demais ela para. E o corpo estoca o excedente em gorldura, a menos que GASTE o que comeu. 3862 calorias dá pra 30 horas +/- só? E a próxima refeição, o que será? Mais um quilo de carne gorda?


    Qual a vantagem de comer 1 kg de carne gorda de uma vez atualmente? Os homens das cavernas faziam isso sim, porque não tinham geladeira, não tinham onde estocar comida. Se não comesse, estragava, atraía outros bichos. E não era todo dia que eles faziam o tremendo esforço de caçar. Tinham de jiboiar depois de comer um bisão inteiro. E eles passavam frio. Ficavam na escuridão ou perto da fogueira dentro das cavernas até dormir. Nada de leitinho com mel pra esquentar o peito...rsrs

    ResponderExcluir
  119. Jantei isso ontem

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 13:11, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  120. Parando de fornecer alimentos altamente processados, açúcar e trigo, o apetite volta a regular o balanço calórico, da mesma forma que o corpo regula de forma inconsciente todas as outras coisas. Não é que calorias não contem; nós é que não precisamos contar calorias.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 13:25, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  121. O fato de ter tirado os refinados e o açúcar, os processados e industrializados é mais que excelente. Mas...quanto de verdura E LEGUME tem na sua dieta? Verdura é folha. Legume é todo o resto. Vitaminas, sais minerais e fibras. Duas frutas só? Você tem medo de fruta (sem ofensa)? :))

    Atualmente também como tudo isso que você falou, menos o fígado, o óleo de coco, e a manteiga (como queijos) a não ser em alguma receita como o strogonoff. Já usei até ghee, a manteiga clarificada indiana. Durou meses e meses no armário... Como bastante castanha de caju, depois dou um tempo.

    Vi que meu café da manhã estava muito fat-free e corrigi tomando o softgel de óleo de linhaça que tomava no almoço.

    Onde está o omega 3 do óleo de peixe/linhaça?

    Olha só:

    azeite de oliva: 12,82 X mais omega 6 que omega 3

    óleo de coco: 3923mg de omega 6 e zero de omega 3

    manteiga: 8,66 X mais omega 6 que omega 3. (a maior taxa de omega 3 até agora).

    ovo: 15X mais omega 6 que omega 3

    castanha de caju: 125,22X mais omega 6 que omega 3.

    Fonte: NutritionData.com

    A proporção ótima entre omega 6 e 3 não é de 2:1 a 4:1?


    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/02/dieta-e-inflamacao.html

    Agora faz as contas e veja qual a razão entre o omega 6 e 3 na sua dieta, por favor., incluindo as gorduras das carnes. Sabe que o omega 6 é inflamatório. Aí junta com a acidez no último de todas as proteínas animais (acidez significa baixo oxigênio, que significa caldinho de cultura para células cancerígenas) sabe o que dá? BTW, aftas constantes na boca são sinal de muita acidez. Reporta-se esse sintoma entre os portadores de câncer.

    Listinha dos alimentos altamente alcalinizantes:

    Baking soda, sea salt, mineral water, pumpkin seed, lentils, seaweed, onion, taro root, sea vegetables, lotus root, sweet potato, lime, lemons, nectarine, persimmon, raspberry, watermelon, tangerine, and pineapple.

    http://www.rense.com/1.mpicons/acidalka.htm

    Abçs

    ResponderExcluir
  122. oi, jucelino estou tambem no estilo low carb e falando pra outras pessoas, gosto de subir em arvores pois sou do interior, alguns da familha ja tem entendido.

    ResponderExcluir
  123. M.M, sim na minha dieta tem legumes também. E como frutas, mas procuro não abusar devido ao açúcar que elas contêm. Tenho um raciocínio de que comer frutas até as duas da tarde fica mais fácil de eu gastar a energia fornecida por elas, por causa do meu tipo de atividade, e estabilizar os níveis de açúcar no sangue, já que muitas delas possuem alto índice glicêmico. É uma questão minha, que sinto que funciona bem. Hoje mesmo, meu café da manhã teve suco de couve com maçã e laranja batidos, além de ovos mexidos com manteiga. No almoço, batata-doce com manteiga e carne grelhada.
    Quanto à manteiga, óleo extra-virgem coco, pelo que tenho lido eles têm muito mais benefícios a oferecer do que prejuízos. Faça uma pesquisa e verá.
    abs

    ResponderExcluir
  124. numa boa. Tem um documentário da BBC sobre a dieta Atkins que lhe fornecerá uma pista sobre isso. Não sei se vc já o assistiu.

    ResponderExcluir
  125. Olá Dr Souto!
    Gostaria de compartilhar o resultado de meus exames, após 3 meses de lchf/paleo:

    Colesterol total: 298mg/dl
    Triglicérides: 62 mg/dl
    LDL Colesterol: 217mg/dl (era 127 antes)
    VLDL: 12mg/dl (era 26mg antes)
    HDL: 69 (era em torno de 40/50mg)

    No mais, tudo dentro dos parâmetros normais (das referências laboratoriais). Volto este mês no nutri que pediu os exames e já estou pronta pra ouvir que preciso cortar a gordura da minha vida rs.
    Abraço.
    Tatiana

    ResponderExcluir
  126. Eu também pensava, porém li em outro site paleo (americano) que para quem tem epilepsia mas toma esse remédio em específico pode ocorrer problemas no fígado, então fiquei na dúvida se seria aconselhável ela fazer uma dieta cetogênica tomando ainda o remédio.

    ResponderExcluir
  127. http://www.einstein.br/einstein-saude/pagina-einstein/Paginas/novas-esperancas-no-tratamento-da-epilepsia.aspx

    2014-05-28 23:08 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  128. Siga isso: http://authoritynutrition.com/low-carb-diets-and-cholesterol/
    Repita os exames 45 dias depois, e então vá na nutri


    2014-05-29 18:40 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  129. http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/12/o-figado.html


    Em 29 de maio de 2014 19:21, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  130. Dr.Souto,

    Poderia me esclarecer uma dúvida.

    "Evite alimentos processados ​​e ponto final. Não apenas as misturas que juntam gordura e açúcar em 50:50, mas os pães, cereais , biscoitos e alimentos ricos em amido.
    Comida de verdade não contém ambos - com uma exceção: o abacate."



    Quando ele menciona o abacate nesse trecho, não entendi se fica na classificação de alimento que deve ser evitado.


    Tive problema com meu intestino funcionando mal depois de uns 40 dias de LCHF e um abacate por dia, no meu caso resolveu.


    Obrigada!!

    ResponderExcluir
  131. Abacate não tem açúcar


    Em 29 de maio de 2014 21:35, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  132. Não estou dizendo que como 1kg de carne regularmente, estou dizendo que o corpo é capaz de se regular e de me dizer: chega de comer. Você não precisa mais comer! pare imediatamente!
    Coisa que não acontece com os carboidratos, principalmente provenientes do trigo.


    Estou dizendo que se alguém comer 1 kg de carne, irá ficar saciado por muito tempo. Sim, quando eu faço isso, passo um bom tempo sem comer carne... mas não é minha alimentação do dia-a-dia.


    Minha dieta paleo normal é composta de muitas folhas, frutas e carne, de peixes e frutos do mar. 50%+ do prato são folhas, os outros 50% são carne gorda ou peixe ou frutos do mar + frutas.


    Faço a dieta completa. As fibras? consumo dos vegetais, frutas e da carne. São suficientes para as minhas necessidades. Não tomo nenhum suplemento alimentar. Nem vitamina C, nem nada e estou ótimo.


    Os níveis de gordura paleo são mais altos sim. não tenha medo da gordura.


    Desempenho? pratico musculação de alta intensidade 5 a 6 vezes por semana. Por que gosto. Já praticava anteriormente e meu rendimento só aumentou após o paleo.


    Antes de adotar o paleo eu fazia lowfat. Sou uma pessoa determinada. Duvido que alguém tenha conseguido seguir meu ritmo lowfat... era peito de frango sem gosto e batata doce direto... e meu corpo era muito mais gordo e vivia com fome... hoje estou com baixo bf e mais disposto do que nunca...


    Vai ser difícil me assustar com esse papo de "cadê as fibras?" rsrs


    Já estive lá do outro lado e para lá não volto.

    ResponderExcluir
  133. baixo carbo? Carbo é carbo... se você comer muito carbo, baixo ou alto, irá engordar.


    E não adianta se matar na academia... dependendo da quantidade, comeu muito engordou.


    Você acha que eu não fui enganado também?


    Incontáveis almoços de peito de frango com arroz 7 grãos e macarrão integral... gordura tendendo a zero... treino específico para queima de gordura e o body-fat sem baixar...

    ResponderExcluir
  134. Nem pra isso serve....


    resseca na dobradiça. Já tentei... fica muito pior.


    Talvez para fazer fogo funcione. A dica do Junior é boa.

    ResponderExcluir
  135. Clara de ovo é fonte barata de proteína, muito usada nas academias, mas que tem o efeito colateral de deixar a pessoa podre, fedendo demais (gases e suor), portanto nem todo mundo adota.


    Whey tem menos efeitos, mas é mais caro e tem muita falsificação (embalagem que diz que tem "X" de proteína e 50% de X é maltodextrina)


    Acaba que os melhores Wheys são os hidrolisados importados, que custam os olhos da cara.

    ResponderExcluir
  136. Muito obrigada Dr! Eu estava mesmo refletindo sobre meus resultados e que estava exagerando em algumas coisas. A leitura reforçou e esclareceu muita coisa. Encontro com o senhor em SP dia 7. Ate la :)

    ResponderExcluir
  137. Obrigada :)
    Sua paciência para responder a tantas perguntas é admirável !!

    ResponderExcluir
  138. Bom... eu não fiz essas contas... mas com relação ao nível de acidez, não tenho aftas na boca e minha dentista falou que tenho tendência a criar tátaro nos dentes (típico de boca alcalina, palavras dela).


    Engraçado que antes não era assim... quando criança, comia muito trigo e tive muitas cáries (típico de boca ácida)


    Os vegetais (folhas) e as frutas não cítricas que como são suficientes para equilibrar a acidez da carne.


    O trigo produz muito mais acidez que a carne e não vejo nenhum nutricionista recomendando cortar o trigo...


    Sem falar que o consumo de carne aumenta o IgE, melhorando os ossos. Combinado com o estilo primal (esforço físico máximo possível e descanso), é a combinação perfeita anti-osteoporose. Ao menos em minha humilde opinião.

    ResponderExcluir
  139. Mas Dr, e quanto a isso? http://www.diagnosisdiet.com/bipolar-disorder-and-low-carb-diets/
    e esse
    http://evolutionarypsychiatry.blogspot.com.br/2010/08/ketogenic-diets-and-bipolar-disorder-2.html?m=1
    Ambos mostram ressalvas com Depakote.
    Eu entendo que seria o ideal pra quem nao toma remedios, mas no fato de continuar tomando (nao posso obriga-la a parar sem consenso do neurologista dela), ainda é seguro uma abordagem cetogenica sem efeitos adversos com a medicação?
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  140. de gordura saturada so como a gema do ovo mesmo não sou muito chegado a carne vermelha não prefiro peixe e frango,o resto das minhas gorduras ven de azeite e abacate,e ainda como dois dentes de alho todos os dias,ja pra prevenir esse temido colesterol kkkkkk

    ResponderExcluir
  141. Teresa Cavalcanti29 de maio de 2014 22:32

    Eu estou há dois meses indo malhar de jejum. É sensacional, estou fazendo treinos bem mais pesados desde então.


    E mesmo nos dias que faço HIT, faço em jejum tranquilo. Mas ao término, já estou sonhando com um boi bem assado na minha frente :P

    ResponderExcluir
  142. qual é essa vitamina, jose Felipe ?

    ResponderExcluir
  143. Sim, Jairo, eu sei que o Depakote é potencialmente tóxico para o fígado, mas o que isso tem a ver com dieta? A dieta, como mostrei na minha postagem, não é.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 22:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  144. Bem, quanto a isso " *If you are taking Depakote (Valproate),
    please be aware that there is a case report
    in the literature of a man who became manic
    and psychotic after starting a ketogenic diet,
    despite taking Depakote. The reason may
    have been that the diet reduced his Depakote
    levels (Depakote is a fatty acid, and the
    ketogenic diet is a fat-burning diet)."

    É o caso de medir os níveis séricos.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 22:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  145. A maior parte da gema do ovo é INSATURADA. Quer gordura saturada, mas BEM saturada? Tenta uma planta: coco. :-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 22:20, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  146. Entendi Dr, muito obrigado! =)

    ResponderExcluir
  147. Boa noite , impressionante que a cada texto postado por Dr Souto gera uma chuva de comentários e discussões maravilhosas e volta e meia aparece a resposta para dúvidas em comum !!!!
    Sou "caloura" nesse estilo de alimentação e pretendo permanecer nela , dia 03/06 completo 1 mês de LCHF

    ResponderExcluir
  148. doutor solto sera mesmo que a banana verde nao ten carbo porque o site que vc falou dis que ten olha ai http://authoritynutrition.com/resistant-starch-101/

    ResponderExcluir
  149. vc coloca o abacate no liquidificador e depois vc coloca os ovos crus lava eles antes,a quantidade de ovos depende de vc,pode colocar junto tamben cacau en pó 100%,e umas castanhas se quiser fica bom demais

    ResponderExcluir
  150. Em que parte do texto?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 23:04, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  151. la en baixo quase no final da pagina

    ResponderExcluir
  152. Não. Ele cita vários alimentos High carb (batatas, arroz, etc.). Banana verde é bem low carb. Se quiser tirar a dúvida, teste vc mesmo com o glucosímetro.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 29/05/2014 23:17, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  153. nao precisa doutor acredito no senhor,todo dia como duas bananas verdes e tou e gostando delas

    ResponderExcluir
  154. Ola ! Sou novo na dieta paleo, a estudo a muitos meses e decidi por em pratica, gostaria de saber se a batata doce é integrande desta dieta? Pois me veio a idéia de como nossos ancestrais poderiam comer algo que deve ser cozido para ingerir..? Duvida viu! Atualmente como :
    ▶️ovos, mirtilo, morango, coco (café da manha)
    ▶️porçao 30g cAstanhas (lanche)
    ▶️salmao ( uma porçao q sacia refeiçao 3)
    ▶️file mignon e folhas com
    Brocolis (ref 4)
    ▶️salmao (idem 3- ref.5)
    ▶️file com folhas e brocolis azeite extravirgem e abacate

    ResponderExcluir
  155. https://www.facebook.com/145095385578017/photos/a.370304779723742.92064.145095385578017/290694681018086/?type=1&theater

    ResponderExcluir
  156. Juscelino Alcantara30 de maio de 2014 10:21

    Bom dia Edson. Eu tenho uma experiência excelente com a dieta paleolítica e o "treino paleo". Nesta atividade física, priorizamos o contato com a natureza. Utilizamos objetos naturais para executar os movimentos. Tem dias que saiu por aí pelos matos, andando, outros dias faço treino levantando coisas pesadas como troncos, pedras, etc, em outros, faço HIIT(intervalados) com sprints a toda velocidade em distâncias de 100m. Creio que não seja somente a dieta paleolítica, mas o conjunto de atividades físicas semelhantes às que nossos ancestrais faziam. Quem assistiu o vídeo "A dieta humana Perfeita" deve ter ouvido dos pesquisadores que nossos ancestrais se exercitavam muito. Não este exercícios crônico que muitos fazem hoje em dia, mas movimentos naturais como, correr, arrastar, levantar, empurrar, carregar coisas pesadas. Imagine o dia a dia de um homem das cavernas. Quando ele abatia uma caça tinham que carregá-la; para se livrar dos predadores tinham que correr muito veloz e subir com destreza em árvores, senão virava o jantar. Eu era corredor de maratonas, me entupia de carboidratos, sentia dores no corpo que me forçavam a tomar remédios, sentia-me fraco. Hoje com a dieta e treino paleo, recuperei a força e agilidade "adormecida" em meus genes. "coma e faça o que fomos programados para fazer". Veja o movimento NATMOV. Eles têm uma filosofia muito proveitosa, com a qual me identifiquei. Basta digitar no google. Eles chamam estas atividades inerente a natureza humana de "O TREINO QUE O MUNDO ESQUECEU".. Abraço. Saúde e paz a todos.

    ResponderExcluir
  157. Juscelino Alcantara30 de maio de 2014 10:26

    Pessoal!!!!!!
    Tenho uma dúvida. A beterraba! herói ou vilão?????????

    ResponderExcluir
  158. Nossos ancestrais usam o fogo para cozinhas há uns 200 mil anos. Cozinha MOLDOU nossa evolução e nosso trato digestivo.


    Em 30 de maio de 2014 09:29, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  159. Nenhum dois dois, apenas salada :-)

    Coma crua e ralada


    2014-05-30 10:26 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  160. Hmmm agora entendi! Estava com outra ideia em relação a paleo, e como musculador posso ljes dizer, alta performance em treinos quanto usar a batata doce próximo ao treino não tem, a questão é quantidade, quanto de batata ou de carboidratos é para assegurar o Low carb? E em paleo , o carbo chega a quanto? Se subir o carbo no Paleo a gordura deve baixar "um pouco"?

    ResponderExcluir
  161. Páleo não é low carb, e até 150g de carbo uma dieta páleo ainda é, relativamente falando, low carb. Ainda sobre o paleolítico, o que define o fim do paleolítico é a invenção da agricultura, que aconteceu ONTEM (10 mil anos). O fogo antecede isso em muitoooo tempo.


    Em 30 de maio de 2014 11:58, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  162. também não me preocupo com equação de calorias, acho desnecessário essa preocupação, cortei açucar, grãos, trigo e evito comida processada, o resultado ?
    20 Kg a menos em 2 meses de paleo + fiz exames com 4 semanas e já apresentaram melhorias em tudo relacionado a colesterol e glicemia ...

    Na empresa que trabalho a avaliação com a nutricionista nos exames periódicos não é obrigatorio mas fiz questao de ir para trocar uma idéia. Ela não concorda com o novo estilo de vida mas viu pelos resultados que algo de bom está ocorrendo e me pediu a repetição dos exames com 3 meses de paleo para confirmar as melhoras ...
    como carnes todos os dias juntamente com legumes e verduras e as vezes faço lanchinhos comendo coco seco (o miolo né povo) ...
    não tomo afé da manhã em 5 de 7 dias da semana e estou iniciando JI (janta-janta) me sentindo super bem e mais disposto ...

    estou pesquisando oque fazer de atividades fisicas além de minhas caminhadas de 30-40min com meus buldogs ...
    Não ando preocupado quanto de gordura tem nas poçoes que como de carne, quando de carbo tem nas minhas refeiçóes, porque o que importa é se sentir bem ...
    Eu acho que nao adianta fazer as refeições todas corretas e ficar enchendo a barriga de castanhas/nozes/coco isso é lanchinhos ...
    No meu caso persigo os 100kg e ja estou quase conseguindo, o cigarro ainda não larguei mas fumo uns 1-3 cigarros de palha por dia (uma coisa de cada vez né povo) ...
    No mais um abraço e já estou na espera das inscrições para a palestra do Dr. Souto em Beozonte ...

    ResponderExcluir
  163. Aqui tem um caso de uma pessoa que abandonou o medicamento e adotou a dieta cetogênica:

    http://www.dietdoctor.com/diet-change-can-free-people-epilepsy

    ResponderExcluir
  164. parabéns João. Faço minhas as suas palavras. Evito comer tranqueira processada e não tenho preocupação alguma com calorias disso, calorias daquilo. Esse negócio de calorias deixa a gente doido. Por isso, não dou a mínima para calorias. Mas me importo e muito com a qualidade do alimento. Procuro comer comida de verdade.
    abs

    ResponderExcluir
  165. O problema da osteoporose é deficiência de vitamina D. Nossos ancestrais paleolíticos viviam ao ar livre (bom, as cavernas eras a prova de sol, né?), e não tomavam banho com sabão todo dia como nós. Tendo bons níveis de vitamina D e cálcio, a osteoporose não acontece. Lógico que os acamados por longa data vão sofrer atrofias de todo tipo.


    Os alto carbos estão fora de questão. Não fazem bem nas quantidades que fomos acostumados, a não ser na infância, se esta for movimentada. O problema é que a humanidade desaprendeu a fazer as transições na dieta conforme a faixa etária, graças à industria alimentícia que nos vicia. Fora isso, 10g de bolo fazem tão mal quanto um prato de alface com um cubo de carne.


    Não é só a afta que denuncia acidez. O refluxo também é outro sintoma. E o refluxo não é só azia, é também tosse, bronquite, asma. Mas tudo depende das quantidades. Mas é essa quantidade cavalar de gordura é que não me cheira bem.


    Hoje fiz uma costela recheada processada. Porcaria, infelizmente, cheia de aditivos. Meu estômago não parou de fazer barulho de líquido e tive um pouco de azia...e olha que comi meus legumes no vapor e alface bastante. Só sossegou quando comi minhas frutas com iogurte algumas horas depois.

    ResponderExcluir
  166. Eu percebi, Cau, que a batata doce foi eleita como o carbo de escolha, e logo um tubérculo. Tem que comer pouquinho. É isso que não aceito, porque na minha cabeça eu tenho que encher o estômago não só de proteína mas também de algo que não engorde. Tenho feito batata doce, mas como uma fatiazinha à toa. O resto é baixo carbo mesmo.


    Percebi também que o abacate entrou firme na dieta, não por ser uma fruta, mas por ter um alto teor de gordura. Porém, tem tb carbo. quase meio a meio. : Ainda bem que tem boa quantidade de fibras.
    Em termos de omega 3-6, tem 15,35 X mais omega 6 que omega 3...junto com todas as gorduras mencionadas aqui. Realmente, não dá pra entender.


    Quanto às frutas, eu tenho mania de comer tudo cozido. Mas uma que acertei. Na meia idade não é pra comer muita coisa crua.
    http://www.drfuhrman.com/faq/question.aspx?sid=16&qindex=4



    Você faz ratatouille?


    Bom, eu faço uma receita indiana de quiabo com cebola que é um arraso. Pena que ainda tem a acrilamida pra driblar, hein?

    ResponderExcluir
  167. bom, né, Yuri, depois de comer um quilo de carne gordurosa, se seu estômago não pedissepelo amor de deus pra você fechar a boca, não sei o que aconteceria.


    Low fat não quer dizer fat-free exatamente. Quer dizer não à gordura adicionada. Mas nas carnes, leite, iogurtes, sem problemas. Eu deixei sim de comer queijos por 2 anos por causa da gordura. Mas agora como com bastante parcimônia. Vou mesmo no cottage regularmente. É tudo uma questão de dose, entende? Eu fui macrobiótica ortodóxa. Low fat no úlitmo. Me sentia super bem, BTW. Se eu pudesse, faria umas 3 rejeições macrobióticas por semana. Meus filhos adoram. Ja comeu purê de inhame com molho de cebola com shoyo?


    Ninguém fala do salmão e da gordura dele, puro omega 3...


    Eu não tenho medo de gordura. Respeito-a, como alimento altamente calórico que é. Não tenho gasto calórico compatível com esta ingestão alucinada de gordura, entende? Mas se não tiver outra coisa, mando ver sem problemas.
    Minha saúde passa por outros muitos caminhos que não gordura saturada...

    ResponderExcluir
  168. Eu acho esses cardápios hilários, mas se você acha legal, tudo bem!!!

    ResponderExcluir
  169. Bom, Dr Souto, eu não conto as calorias que ingiro todo dia. Eu simplesmente escolho o que tem baixo valor calórico descontando as carnes, que não são as mais gordurosas mas têm sua gordura que pra mim basta. Eu não deixo minha alimentação por conta do inconsciente. Comer é um ato voluntário. Involuntária é a fome que eu deixo chegar pra comer voluntariamente. Eu vou sugerindo a mim mesma o que comer numa determinada hora, às vezes aceito, às vezes rejeito. Eu perdi o interesse em comida, entende? Pra mim é tudo matemática, nutrientes e acima de tudo, meu peso, não importa quanto de gorldura, quanto de massa magra, quanto de massa óssea. Aí sim, confio no meu organismo para regular esses três componentes, já que não faço nada pra alterar as proporções com exercício monitorado.


    Eu não como por prazer, como com prazer e às vezes sem prazer, nem te ligo. Deixo as mudanças acontecerem naturalmente também. Se é bom pra saúde, eu gosto, se não é, não gosto. Eu como de tudo um pouco, às vezes muito pouco. Não ponho todas as fichas na gordura, como não ponho nas proteínas, como não ponho nos carbos, assim como dieta de uma vitamina só ou um mineral só não existe. Um corpo magro e ágil é mais gratificante do que todo o strogonoff ou bolo de nozes com baba de moça que eu possa devorar e sei exatamente como esse corpo que habito funciona, observo-o diuturnamente, afinal, já estou com ele há mais de 50 anos. rsrs.

    ResponderExcluir
  170. Então a dieta paleo é carbofóbica e não low carb. As folhas todas têm 5% de carbo. A mesma coisa que a maioria dos legumes. Pode comer à vontade, ainda mais que o estômago tem um limite, é ele que diz que podemos parar de comer. Você deve estar familiarizado com a grelina, né? Ela só dispara quando o volume de comida atinge um ponto do estómago, segundo eu li por aí. Por isso que 100g de qualquer coisa deixa o estômago vazio. Por isso que a gente pode abusar dos baixo carbos. 1 quilo de legume/verdura tem 50g de carbo ou 200 calorias. É 1/3 do valor mencionado pelo Dr Souto aí em cima. E enche barriga, enche o saco estomacal de 1 1/2 litro de capacidade. Não sei onde está o problema.
    Eu sou uma sedentária quase sessentona, não saio de casa, e não engordo com legumes e verduras, leite, iogurte, carnes, ovos com suas respectivas gorduras e frutas, incluindo umas geleias e compotas.


    Minha dieta inicial tinha arroz integral todo dia sim. Depois substituí pelos baixos carbos para poder comer mais quantidade. Batata doce não faz parte da minha dieta porque é alto carbo pra mim, embora não seja tão alto quanto os grãos, açúcares, feijões. Tem 20% de carbo. Hoje eu comi um tiquinho passado na teflon, sem nada.


    Peito de frango ainda e saudável. E o peito de peru defumado que todo mundo come achando que tá fazendo um grande negócio?


    Se for pra me matar na academia, deixa que eu me mato em caso mesmo. ;)

    ResponderExcluir
  171. Eu vi umas semanas atrás. Lá pelas tantas é que realmente vi o realismo fantástico do pensamento do Dr Atkins com relação à ingestão alucinada de gorduras e estas desaparecendo num universo paralelo. Espero que a paleo não esteja indo pelo mesmo caminho. A Dukan está no caminho certo, no meu entender.

    ResponderExcluir
  172. sem querer ofender, qual o seu problema com a gordura saturada? Há várias estudos atuais que mostram que, ao contrário do que se pensava, ela faz bem e não mal.
    Veja um trecho de um estudo recente:

    As evidências apontam os açúcares como fator de risco para a instalação da chamada síndrome metabólica, combinação traiçoeira de hiperglicemia, hipertensão arterial, aumento de triglicérides, diminuição da fração HDL do colesterol e aumento da circunferência abdominal.

    Em artigo recém-publicado no British Medical Journal, Aseem Malhotra, do Croydon University Hospital, faz o seguinte comentário: “Hoje, dois terços das pessoas admitidas em hospitais com o diagnóstico de infarto do miocárdio apresentam a síndrome metabólica. Mas, 75% desses pacientes têm níveis de colesterol total absolutamente normais. Talvez o colesterol não seja o verdadeiro problema”.

    O autor prossegue: “Apesar da crença geral de que o colesterol elevado represente fator de risco para doença coronariana, diversos estudos populacionais independentes demonstraram que níveis baixos de colesterol total estão associados ao aumento da mortalidade geral e da mortalidade por eventos cardiovasculares, indicando que colesterol alto não é fator de risco para a população saudável”.

    Voltando sobre o assunto de gordura saturada, li recentemente um artigo do dr. Dráuzio Varella que indico a leitura no link a seguir:
    http://drauziovarella.com.br/obesidade/os-prazeres-da-carne-vermelha/

    ResponderExcluir
  173. Dr. Souto, esse assunto gordura rende que é uma beleza.
    Estou lendo o livro Paleo Diet, de Loren Cordain, um dos pais da dieta paleolítica, e já me "indignei" com algumas coisa que li.
    Pelo que percebi, ele coloca gordura saturada como algo ruim, a ser evitado.
    Mas, o que para mim mais parece um ato falho, logo no início do livro, ele cita uma pesquisa realizada por médicos dinamarqueses com uma população de 2.600 esquimós da Groenlândia, no período de 1968 a 1978. A despeito de a dieta deles ser composta na sua grande maioria (mais de 60%) de alimentos de origem animal, nenhuma morte de doença do coração ou ataque cardíaco ocorreu durante esse período de dez anos em que a pesquisa foi realizada nesse grupo. Tal resultado é tido como uma das taxas mais baixas de morte e ataques provocados por doenças do coração já registradas na literatura médica.
    Até aí tudo bem. Acho a pesquisa muito reveladora. O que me intriga é a falta de percepção do Loren Cordain diante desses dados de ignorar o que pode ter levado a esse resultado. Loren Cordain quando fala de consumo de carne, fala de carne magra, ou seja, sem gordura.
    Para mim, aí reside um paradoxo do argumento "páleo" dele.
    É sabido que a dieta dos esquimós é rica em carne e gordura (eles se alimentam de muita gordura animal). Essa gordura é importantíssima para provê-los de energia e tudo o mais. Não me passa pela cabeça nem de qualquer pesquisador sério que um esquimó, no contexto dele, comesse apenas a "carne magra" dos animais e jogasse todo o resto fora. Não faz sentido. Mas o Loren Cordain, "cordeiramente", parece acreditar nisso. Isso não faz sentido nem nos homens do paleolítico, que provavelmente comiam tudo do animal. Eles precisavam aproveitar tudo o que a caça tinha a oferecer, por uma questão de sobrevivência, energia, necessidade, entre outros. Ou seja, tanto esquimós quanto os nossos ancestrais paleolíticos comiam, sim, gordura e muita, o que pode ter contribuído bastante para o resultado da pesquisa acima.
    Agora, se o Loren Cordain tem medo de assumir isso por causa do pensamento padrão do meio no qual ele transita aí já são outros quinhentos. Mas ele deveria ser mais corajoso e destemido e honesto, diria, já que possui suporte de pesquisas para isso.

    ResponderExcluir
  174. Olha a data de publicação do livro, e você vai entender :-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 31/05/2014 13:19, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  175. entendi. Ele mudou de opinião a respeito das gorduras. Mas, para mim, ele "comeu mosca" nessa. Com base na pesquisa sobre os esquimós que ele publicou em seu livro ele poderia ter deduzido a baixa taxa de doenças de coração relacionada também ao consumo de gordura, já que esquimós se alimentam de muita gordura.
    De qualquer forma, ele está perdoado pelo restante do trabalho que realiza.

    ResponderExcluir
  176. Começando pelo fim, 1. como o Dr Dráuzio sabe que os neandertais buscavam a carne por ser altamente calórica, que um grama de gordura tem 9 calorias e proteína apenas 4? ou estavam atrás da gordura tão somente?
    2. A carne sempre fez parte da dieta humana, salvo em algumas civilizações como a Hindu. Com o advento da agricultura surgiu também a PECUÁRIA (agropecuária, né?) Vários animais foram domesticados. A caça permaneceu ativa durante todas as eras até aqui. A pesca nunca deixou de existir. Não houve subversão da ordem coisa alguma. A humanidade (com exceção de alguns povos que conservaram a dependência exclusiva da caça e pesca não domesticadas) apenas se livrou da incerteza e do esforço tremendo da caça predatória.
    3. Manter a família só não, a fixação ao solo permitiu que as populações aumentassem, tivessem outras fontes de subsistência, vivessem em maior segurança. Não por acaso cunhamos o termo agricultura de subsistência, né? É lógico que foram necessárias mudanças em várias outras áreas, inclusive no clima. O homem é um animal cultural e se o homem das cavernas não era, estamos falando de duas espécies diferentes. Aí não tem o que discutir. E se era, ele fez o melhor que podia fazer dadas as circunstâncias e entendimento.
    4. A Irlanda pecou por colocar todas as fichas num alimento só e se deu mal. Quando a carne for imprópria para consumo humano o que os paleos vão fazer? Oras, a dieta não é high fat? Gordura tem de monte. Embutida e extraída. Não acho a batata monótona de jeito algum. Ela é super versátil. Até pão dá pra fazer, hein? Todas as culturas têm seus comfort foods. A nossa é o arroz com feijão. Que monotonia, né?
    5. Pressão seletiva favoreceu sobrevivência? Onde? Nem os negros que vieram para as Américas sucumbiram por falta de comida abundante, mas porque não retinham sal. A fome crônica não dizimou populações mas sim a peste e a fome causada por atos políticos e beligerantes. A Inglaterra virou as costas aos irlandeses. Não foi falta de comida, foi falta de vontade política que os dizimou.
    6. Uma hora a fome crônica é uma desgraça. Outra hora a escassez permanente de alimentos favoreceu a saúde, que foi pro saco graças ao disk pizza e à poltrona. Ué, fome crônica e escassez permanente de alimentos não são a mesma coisa ditas de duas maneiras? Ter fome crônica não é melhor que morrer? e escassez permanente não é melhor que orgia pizzadícia?
    7. O que a evolução tem a ver com a culturalidade humana? Cultura é evolução? Então a humanidade está em diversos estágios evolutivos diferentes, de acordo com sua cultura alimentar e outras.

    Paro por aqui, pra não cansar você. Mas eu suspeito a razão pela qual criou-se essa bobagem de dieta paleolítica. O objetivo é atacar o cultivo e consumo de grãos, que só aconteceu com o advento da agricultura. Como antes disso só havia o nomadismo extrativista e predatório, construiu-se todo esse arcabouço de explicações não provadas que pra mim são totalmente despropositadas e inverídicas. Não somos homens das cavernas. E acho que nunca fomos. Se fomos, não somos mais. Não tem a menor importância. Podemos escolher o que queremos comer sem tanta justificativa histórica ou seria pré-histórica? O fraco come legumes, mas não é que os legumes deixam as pessoas mais fortes?
    Bjs

    ResponderExcluir
  177. Bom, pela sua descrição você está obtendo carbo via folhas e legumes e não via grãos, nem via trigo. O que é ótimo.

    Como o Dr. Souto comentou várias vezes, paleo não é lowcarb. Nem lowcarb é paleo...

    Eu não como peito de peru. Não como nada defumado.



    Só acho que você não precisa temer tanto a gordura. A gordura faz bem, dá saciedade prolongada, é matéria prima de diversos hormônios... enfim...


    Eu não como gordura deliberadamente, propositalmente.... como junto com a carne, da forma que acredito que a natureza projetou.


    Não conto calorias e nem me preocupo se estou comendo demais ou pouco... só evito os alimentos que são banidos da minha alimentação e pronto. Zero trabalho para manter o peso e a saúde.


    Isso é extremamente importante para mim: No momento que eu tiver que ter trabalho para comer (pesar, escolher demais, comer várias vezes ao dia), a dieta passa a não funcionar.


    Acho que principalmente por isso o lowcarb é tão bom.

    ResponderExcluir
  178. A dieta não é carbofóbica. Eu como carbo durante o dia: principalmente das folhas e das frutas.


    Só é "carbofóbica" para aqueles que estão necessitando urgentemente emagrecer. (Obesos, diabéticos etc)


    Mesmo assim, veja os posts do Dr. Souto à respeito do amido resistente...

    ResponderExcluir
  179. Boa noite Dr Souto.
    Em sua opinião, qual a melhor maneira de controle dos corpos cetônicos: sangue ou urina!
    Só mais uma pergunta: o Dr David Perlmutter é a favor de jejum por até 72 horas. Fiz e adorei. Tá valendo, ou seria demais, em sua opinião.
    Muitíssimo obrigado pela atençao
    Abraço
    Bernard

    ResponderExcluir
  180. Sangue com CERTEZA. Segundo a literatura, é seguro até 72h em voluntários SADIOS.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 01/06/2014 20:32, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  181. Não tenho palavras para te agradecer, Dr. Souto.
    Ótima Semana....
    (Sempre me pergunto, procuro resposta, compreender...... de onde vem tamanho conhecimento, grandiosa gentileza, imensa disposição........ do senhor ? Seriam dos corpos cetônicos..... ,acho que não....... vêem de sua Generosidade e principalmente da Grandiosidade de sua Alma! Que Deus te abençoe Sempre!)

    ResponderExcluir
  182. Bernard, lembrei de um ditado:

    "Queria ter tanto dinheiro quanto meus amigos acham que eu tenho, ter tantas amantes quanto minha mulher acha que eu tenho, e ser tão bonito e inteligente quanto a minha mãe acha que eu sou" :-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 01/06/2014 20:55, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  183. Alexandre Meirelles1 de junho de 2014 21:52

    Olá, Dr. José Carlos!



    Gostaria de saber se há algum problema em se consumir feijão.

    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  184. Quanto à mim, Souto, estou tentando, tentando e tentando ser saudável. Ha 20 dias usando codeína, para tentar suportar as dores de coluna. (E aguardando ansiosamente pelo resultado da ressonância de coluna lombo-sacral, que muito me preocupa e me limita atualmente.)
    Mas nem por isto posso deixá-lo de agradecer. Meus corpos cetônicos me farão certamente mais leve, e com menos dor.
    E de médicos, nada se perdoa...... nada....... seríamos nós imortais? Obvio que não..................(acho que estou com uma hernia de disco....... só me resta rezar...... e ter forças para trabalhar......)

    ResponderExcluir
  185. Puxa, boa sorte amigo, estimo melhoras

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 01/06/2014 22:04, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  186. Dr. Souto, considerando a falta de proporção no balanço de ômegas 6 e 3 das gorduras saturadas, tal desequilíbrio seria fator relevante para se evitar tais gorduras, devido ao processo inflamatório?

    Pergunto porque lendo o artigo abaixo, concluí que as gorduras acabam promovendo o processo inflamatório, já que principalmente suínos e aves são superalimentados com grãos.

    Se isso for relevante, então deveríamos evitar comer gordura saturada de ovos, manteiga, frango, bacon, desses animais, correto?

    Eis o link: http://rihuc.huc.min-saude.pt/bitstream/10400.4/1125/1/Pereira%20de%20Moura,%20JM.pdf



    Obg.

    ResponderExcluir
  187. Alberto Americano2 de junho de 2014 12:22

    Tem mais duas: ser tão forte quanto o meu filho acha que sou e ser tão bom de cama quanto eu mesmo acho que sou! :-)

    ResponderExcluir
  188. Junior, me avisa se de certo. Tbém já pensei nisso e até já guardei um vidro com banha usada. Só não sei se vai queimar... rsrs

    ResponderExcluir
  189. Flavia Melo Tarmo3 de junho de 2014 13:54

    Muito obrigada! Infelizmente ainda não existe nenhum médico de Belo horizonte na lista. Mas vou continuar estudando por conta própria e procurando.

    ResponderExcluir
  190. Feijão não entra na dieta paleo, pois é legume. Não há problema, entretanto, se a intenção não é emagrecer e não há problema com as lecitinas do feijão. Tem que testar tirando por um tempo e depois reintroduzindo. O feijão deve ser colocado de molho por um tempo para que se elimine a potencialidade de suas lecitinas. Dá uma pesquisada na caixa de busca e vc vai encontrar muuuuita coisa, inclusive sobre o protocolo de autoimunidade.

    ResponderExcluir
  191. Também vi uma médica no instagram (@aninha_crepaldi) dizendo que estamos surtando com mais uma "dieta da moda" e citou esse tal estudo ARIC.
    O Dr. Souto conhece tal estudo e o nível de evidência dele?

    ResponderExcluir
  192. É um estudo epidemiológico, repito, epidemiológico, que não tem NADA a ver com dieta, e apenas correlaciona lipídios séricos com eventos cardiovasculares. Aliás, o estudo mostra que HDL e triglicerídeos são tão importantes quanto LDL, embora os autores naturalmente não enfatizem isso.
    E que importância tem isso, quando os estudos prospectivos e randomizados (portando com nível de evidência superior) refutam a ideia de que restringir gordura na dieta traga benefícios?

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 06/06/2014 00:26, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  193. Obrigado pelo esclarecimento!!

    ResponderExcluir