segunda-feira, 12 de maio de 2014

Relato de caso - perda de peso e melhora dos exames

O que se segue é interessante relato de um leitor que escapou da cirurgia bariátrica com a restrição de carboidratos, melhorando os exames e revertendo a esteatose no processo.

Bom… Acho que devo começar dizendo que tive o primeiro contato com a dieta através do livro “A Nova Dieta revolucionária do Dr. Atkins”, através de um colega de trabalho que abordou um aspecto interessante desta dieta: coma quando sentir fome e a quantidade de comida suficiente para estar satisfeito, sem se “empanturrar”, desde que faça parte dos alimentos permitidos.

Nesse ponto senti que a dieta poderia ser uma saída interessante, visto que o meu insucesso com as dietas anteriores se deu por conta de não conseguir seguir a premissa básica de comer de 3 em 3 horas. O meu hábito alimentar regular, por motivos profissionais e até mesmo por já estar acostumado com esse hábito há anos, fazia com que eu ficasse sem me alimentar por 10, 12 horas sem me sentir incomodado com isso.

Esse ritmo de trabalho puxado também contribuía para meu sedentarismo, sendo difícil achar um horário regular para fazer atividades físicas quando o ritmo de trabalho regular chegava a 16 horas de trabalho por dia, regado a muito refrigerante (Coca-Cola) e energéticos.

Diante dessa indefinida situação de postergar indefinidamente minha posição de cuidar da minha saúde, aliado a uma dieta descontrolada (apesar de não comer muito em quantidade), me levou a pesar 118Kg no início de 2013 e começar a cogitar com seriedade uma cirurgia bariátrica.

Parti para a primeira consulta com este objetivo, segui o procedimento padrão (acompanhamento com endocrinologista por alguns meses), peguei todas as solicitações de exames pré-cirúrgicos porém, por motivos alheios à minha vontade, não pude fazê-los por um tempo.

No momento que se havia removido o empecilho que me impedira de prosseguir a busca pelo tratamento cirúrgico, tive o contato descrito no começo da história, que me chamou a atenção e comecei a ler o livro do Dr. Atkins. (Sobre Atkins, clique aqui)

Como qualquer um, na medida que lia o livro e conhecia melhor as propostas do Dr. Atkins, ia achando que era uma idéia absurda e completamente fora da realidade. Porém, tenho em mim um pouco dessa natureza experimentadora e não tenho problemas em questionar parâmetros e padrões estabelecidos, ciente de que os maiores avanços se dão quando a gente resolve desafiar o que é comum e passa a experimentar aquilo que, num primeiro momento, possa parecer absurdo, mas que tenha uma possibilidade, ainda que mínima, de lograr êxito.

Como a minha dieta já tinha alguma coisa de gordura como dizia o livro, achei que seria menos arriscado manter os parâmetros permitidos (quantidade de proteínas e gorduras na dieta) e limitar os parâmetros não permitidos (controlar a ingestão de carboidratos e cortar o consumo de açúcar).

Durante a leitura do livro descobri que realmente não há regras de quando eu devo comer ou o quanto eu devo comer, meu organismo sabe quando e o quanto eu preciso comer, e a fome é um fenômeno fisiológico tão normal quanto urinar (já pensou se o médico recomendasse que a gente urinasse uma quantidade de vezes limitada por dia?). O conforto derivado deste fato é algo libertador diante das dietas comuns.

Assim, depois de ler o livro e me sentir motivado por todos os exemplos nele citados, marquei uma consulta antes de iniciar a dieta e peguei a solicitação dos exames que deveria fazer. Fiz os primeiros exames e verifiquei que os meus resultados estavam bastante ruins (não tanto quanto eu pensava que estariam, mas mesmo assim, alarmantes):

Colesterol Total: 228
HDL: 36,1
Triglicerídeos: 199
Glicose: 170,6 (ou seja, diabetes)


Fiquei receoso, mas, decidi prosseguir com a experiência dos 14 dias, como indicado pelo livro. Marquei outra consulta para poder repetir os exames e o resultado, medido cerca de 15 dias depois, foi, no mínimo, impressionante:


Colesterol Total: 174
HDL: 33
Triglicerídeos: 74
Glicose: 83,8 (leia aqui sobre low carb e diabetes)


Todos os índices voltaram aos patamares normais! Como pode? Estava comendo bacon, carne vermelha com gordura e os meus índices caíram! E não foi apenas isso. Meu peso antes de iniciar a dieta era de 113Kg. Na primeira semana já estava abaixo dos 110… E mesmo quando o peso não caía, a perda de medidas era impressionante: Havia comprado camisas tamanho 7 algumas semanas atrás e, agora, voltei a vestir camisas do tamanho 4!

OK, com isso, fiquei decido em seguir a dieta proposta. A maioria das pessoas (mesmo diante dos resultados mais do que visíveis) achava um absurdo e que essa dieta me prejudicaria. Era muito comum escutar: “Você PRECISA de comer carboidratos!”. Passei, então, a pesquisar na internet todos os indícios de resultados da dieta, descobri muita coisa:


1) A dieta do Dr. Atkins faz parte de um grupo de dietas que focam na redução do consumo de carboidratos, com algumas variações, mas a mesma premissa.

2) A maioria das pessoas que fazem relato dessa dieta a adotaram por um período de tempo curto, para atingir uma perda de peso rápida, mas, aconselhadas por profissionais, não seguiram com a dieta por mais de 90 dias, mesmo ficando impressionadas com os resultados da dieta além da perda de peso em si.

3) Existem centenas de relatos de pessoas que prosseguiram com alguma dieta de restrição de carboidratos por vários meses e até mesmo vários anos sem NENHUMA consequência negativa desse hábito (aliás, a evidência científica aponta justamente para consequências POSITIVAS).

4) O site da Associação Americana de Cardiologistas que concentra todos os motivos para não seguir uma dieta com restrição de carboidratos possui apenas 3 relatos de pessoas que tiveram algum tipo de problema com a dieta do Dr. Atkins. E não achei NENHUM outro relato relevante diferente desses. (Observação: Existem relatos de pessoas que sentem algum tipo de fraqueza nos primeiros dias da dieta. Mas esse sintoma foi relatado pelo próprio Dr. Atkins, inclusive recomendando que as atividades físicas fossem iniciadas algumas semanas após iniciar a dieta)

5) Há registros de pessoas para as quais a dieta com restrição de carboidratos resolveu problemas não associados à síndrome metabólica (Diabetes, Obesidade e Doenças Cardíacas), como: Esclerose Múltipla, Alergias, Intolerâncias Alimentares, Dores Crônicas, etc.

6) 90% da perda de peso está associada à dieta e apenas 10% associado a exercícios físicos.

7) Exercícios anaeróbicos são mais eficazes na perda de peso do que os aeróbicos (na verdade, os aeróbicos perdem a eficácia bastante rápido se não forem de alta intensidade) (Sobre exercício, leia aqui)

Os fatos descritos acima podem ser facilmente encontrados, em incontáveis sites (infelizmente, na maioria das vezes, em inglês). No meio da busca, encontrei o blog do dr. Souto, médico do Rio Grande do Sul que possui um vasto material amplamente baseado em pesquisas científicas atuais que comprovam a eficácia das dietas com restrição de carboidratos, com muitas traduções e informações complementares às do livro do Dr. Atkins, principalmente referente ao Colesterol, ao sal e a todos os mitos associados às dietas com restrição de consumo de carboidratos. Este blog é de visita obrigatória para todos que desejam ingressar nesta dieta:http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/.


Meus efeitos "colaterais" imediatos:


- Passei a usar escadas em alguns trajetos que usava elevador

- Não consigo ficar acordado até as 3h da manhã trabalhando como antes. Agora durmo às 22h e acordo às 4:30.

- Não sinto mais sonolência durante o dia

- As poucas vezes que pratiquei exercícios puxados não vieram acompanhadas de dores musculares

- Sem roncos

- Sinto prazer de comer comida de verdade ao invés de culpa ao saborear carnes, ovos e queijos

- Muito mais disposição em geral

- É muito mais fácil controlar carboidratos do que calorias

- Perdi muito peso com quase nenhuma atividade física

- Posso comer com intervalos grandes (ou até mesmo fazer jejuns compridos) sem que isso afete em nada a dieta


Sei que muitos que lerão este texto ainda estão receosos e presos ao conceito dito normal relativos às dietas de que “gordura faz mal” (leia aqui), “carboidratos são essenciais” (leia aqui) ou “cetose é perigoso” (leia aqui). Antes de qualquer coisa, meu intuito aqui não é convencer ninguém de que todos precisam adotar esta dieta/estilo de vida. Apenas registro aqui algo que mudou minha vida, me livrou de uma cirurgia arriscada e me devolveu a auto-estima como não me lembro de sentir antes.

Reduzi de 3 para ZERO a quantidade de medicação para controle de Pressão Arterial (A média antes, mesmo com medicação era de 150/100, hoje chega no máximo a 120/90, com média de 115/85).

Como os primeiros exames mostraram alterações em alguns índices ligados ao fígado, meu cardiologista me encaminhou ao gastro para uma averiguação mais profunda. O gastro olhou meu exame e me disse que isso poderia ser um problema grave ou apenas consequência de uma perda acelerada de peso. Solicitou outros exames de sangue e um ultrassom para averiguar com mais precisão a quantidade de gordura no meu fígado, pois aqueles índices indicavam que poderia haver uma quantidade de gordura excessiva no fígado ou alguma doença relacionada.

Quando fui realizar o ultrassom, a médica confirmou comigo algumas vezes o motivo do exame e me disse: "Mas você não tem nenhuma gordura no seu fígado...". Desde a realização do exame, que indicou que havia gordura no fígado, até a realização do ultrassom se passaram cerca de 60 dias. Peguei o resultado dos exames e levei novamente ao gastro que afirmou "não ser possível" ter aqueles resultados, devia ter alguma coisa de errado no ultrassom, e me pediu para retornar posteriormente para repetir os exames. O que fiz recentemente e o resultado confirmou o desaparecimento da gordura no fígado com a dieta (que é o resultado esperado: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/12/o-figado.html)

Apesar do texto comprido, espero ter contribuído para que todos se mantenham firmes nesse propósito, vale a pena.

Anderson A. Barcelos


229 comentários:

  1. Victor M R Costa12 de maio de 2014 10:49

    Parabéns pela iniciativa!! Estou no mesmo caminho, inclusive o histórico de peso é bem parecido. :)

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Anderson pelos resultados sensacionais!

    ResponderExcluir
  3. Acredito que para os homens é mais fácil perder a barriga. Impressionante o relato e as fotos. Sensacional!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, seja bem vindo de volta à saúde!!!

    ResponderExcluir
  5. O Hilton traduziu dois artigos bons sobre a fisiologia da perda de peso para mulheres. Vale dar uma conferida se ainda não leu.
    Parte 1: http://www.paleodiario.com/2014/04/a-fisiologia-da-perda-de-peso-para.html
    Parte 2: http://www.paleodiario.com/2014/04/a-fisiologia-da-perda-de-peso-para_23.html

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, Jefferson, vou ler!

    ResponderExcluir
  7. olá,
    talvez eu esteja me confundindo, parei de tomar café tentando anular o açúcar, mas me viciei em laticínios, alguém poderia esclarecer isso:
    uma xícara de café com algumas gotas de adoçante liberaria mais insulina e seria mais calórica do que comer algo próximo de 4-5 fatias de mussarela? (vi que cada fatia possui algo em torno de 100 calorias, já uma xícara de café nao faço ideia)

    ResponderExcluir
  8. Café não tem calorias, nem adoçantes em gotas. É zero.

    Queijo tem calorias, mas é low carb (libera pouca insulina, e não por causa da carboidratos, que quase não tem, mas por causa da caseína).


    Em 12 de maio de 2014 17:03, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  9. Fatima Aparecida Rocha Guimara12 de maio de 2014 19:08

    Que legal...adoro esses depoimentos, pois me lembro do medo que tive quando iniciei a dieta, e depois dos meus resultados positivos, fiquei tão feliz....Parabéns Anderson...a melhor coisa do mundo é comer sabendo que estamos cuidando da saude...

    ResponderExcluir
  10. Meio quilo de mussarela, meio quilo de presunto, 250 ml de azeite extra virgem, 1,5 quilos de manteiga, 7 quilos de carne de segunda, 7 ovos com gema, 600 ml de leite de coco integral, meio quilo de azeitonas, 200 gramas de nuts, 2,8 litros de iogurte caseiro fermentado por três dias, 14 bananas verdes, 1,5 litros de creme de leite, e mais muitos, muitos vegetais paleo.



    Pois bem, esta tem sido a rotina alimentar do meu marido nos
    últimos seis meses, o levando de uma circunferência abdominal 125 para 99 centímetros. Mas, no último mês, essa medida subiu para 104, semana após semana. E, pelo andar da carruagem, vai continuar subindo.



    Ele faz musculação intensa em dias alternados com caminhadas
    de uma hora; e isso já há uns trinta anos.

    Dr. Souto, o que pode estar acontecendo?

    ResponderExcluir
  11. Ah, esqueci de dizer que esse é o consumo semanal!

    ResponderExcluir
  12. Veja e leia

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 12/05/2014 19:45, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  13. http://lowcarb-paleo.blogspot.in/2014/03/documentario-da-bbc-sobre-dieta-atkins.html
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 12/05/2014 19:51, "Jose Carlos Souto" escreveu:

    ResponderExcluir
  14. Andrei Rocha de Almeida12 de maio de 2014 21:45

    Excelente relato!

    Dr. Souto, já reparou que pouquíssimos médicos passam exames para verificação de relação insulina x glicose? Índice Homa?

    Tem um amigo meu que começou a fazer a dieta (prédiabético pelo Homa2) e estagnou a perda de gordura. A insulina dele saiu de 27 para 17 (em 1 mês) e estacionou nos 17 até o 3º mês. Seu triglicérides está em 84. Já fez jejum intermitente e exercícios de alta intensidade. Não sei se dorme bem. Será que a insulina em 17 está impedindo a perda de gordura? Já mostrei a ele o que pode estar dando errado, mas desconfio que a insulina pode estar prejudicando. O que acha?

    ResponderExcluir
  15. Sim, isso pode estar dificultando a perda de peso. Às vezes uma metformina pode ajudar nessa situação.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 12/05/2014 21:45, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  16. Doutor Souto, iniciei a LCHF na segunda quinzena de janeiro, sai de 94 kg para 78 kg e tenho 1,84, ou seja, to bem magro. Há problemas de colocar algumas frutas como laranja, pokan, maracuja, melancia, pois mais que eu saiba que tem o açucar da fruta, entraria no menos pior ou não me recomendaria? Abs. João M.

    ResponderExcluir
  17. Problema NENHUM

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 12/05/2014 22:48, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  18. Obrigado DR.....vi que tu colocastes sobre a laranja é ajuda a desinchar, empiricamente falando, penso que a pokan tem efeito similar.... Para mim reage muito bem, forte abraço, João.

    ResponderExcluir
  19. Dr. Souto, estou a quase 2 semanas consumindo menos que 20g de carbo líquido por dia, mas gostaria de incluir a banana verde no processo, a fim de melhorar a flora intestinal tão prejudicada por anos comendo porcarias, posso incluir a banana verde e manter a cetose? No caso por ter AR o carboidrato da banana verde não entra no cálculo do carbo líquido?

    ResponderExcluir
  20. Pode. E não, não entra, pois o A. é R.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 13/05/2014 08:44, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  21. Karla T. Machado13 de maio de 2014 09:48

    Dr. Deuso Ops Souto,

    Vc já notou alguma diferença depois que introduziu o A. R.?

    ResponderExcluir
  22. Queria uma ajudinha se puderes...
    há 3 dias estou na paleo.Tenho bastante duvida quanto as quantidades pois ainda sinto fome o dia todo...hahha
    Senti bastante fadiga hoje na musculação, mas sei que e passageira..., Fora isso me sinto ótima e impressionada com os resultados e mesmo sendo cedo para comemorar minha lipodistrofia na barriga caiu de 87 para 84.

    Vou descrever um pouco do meu cardápio,gostaria muito que o senhor opinasse .
    **Cafe da manha - pre treino
    - panqueca feita no óleo de coco (farinha de castanha de caju/coco ralado sem açúcar/1 banana media/farinha de avelas e 1 ovo+ 1 clara)
    -recheio - um pouco de mel misturado com manteiga
    -cafe com manteiga
    -3 fatias de avocato

    **Pós treino
    1 dose de whey com agua
    30 g de batata doce grelhadas na manteiga

    **Amoço
    -legumes grelhados na banha de porco(cenoura/abobrinha/gergelim)
    -brócolis refogado no óleo de coco
    - 1 posta de salmão refogada na manteiga
    -azeitonas
    - acelga

    **Lanche (17:00hrs)
    - Uma tapioca com queijo coalho/manteiga/requeijao
    --café com chantilly de creme de leite fresco + oleo de coco

    **Jantar
    Mesmo do almoço + ovo com bacon refogado na manteiga

    Morangos com leite de coco

    Fiz toda a contagem ate o jantar no fatsecret e a relação foi:
    Carbo: 22%
    Gorduras: 51%
    Proteina: 27%

    Agradeço desde ja!

    ResponderExcluir
  23. Olá Ana,


    3 dias é muito pouco, tenha calma que a saciedade vem!
    Mas observe: Você está comendo quando tem fome? Ou seguindo uma 'dieta' comum, onde precisa de lanches, etc...

    ResponderExcluir
  24. Obrigada por me responder, estou lendo o blog e vi que vc também ajuda muitíssimo por aqui.
    Não estou fazendo lanches.Minha dieta anterior propunha que eu comesse de 3 em 3 hrs,ontem senti fome às 17 horas, fato inédito pois às 15 hrs da tarde já estaria matando cachorro a grito.rs Estou usando o Fat secret mais para saber quantidade de carbo dos alimentos e ter uma ideia do que consumi no dia em relação às porcentagens (não calorias). Espero que essa vontade de comer passe...hahhahha O que vc sugere comer nesses momentos de fome repentina? No mais estou bem feliz de estar trilhando esse caminho e mais ainda de ter encontrado vcs aqui!

    ResponderExcluir
  25. Intestino, perda de um pouco de gordura (uns 3 Kg) no decorrer de VÁRIOS meses


    2014-05-13 9:48 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  26. Esqueci de um questionamento. Estou indo mais ao banheiro do o normal, e com um pouco de diarreia. Meu intestino sempre funcionou normalmente...

    ResponderExcluir
  27. Karla T. Machado13 de maio de 2014 12:46

    Qual a frequência ideal p ingestão? Todos os dias?

    ResponderExcluir
  28. Ana, laticínios podem dar isso mesmo. Experimenta ir mais devagar na manteiga.

    ResponderExcluir
  29. Olá! Estou seguindo LCHF há 1 mês e pouco e adorando. Fiz exames e minha anemia curou, mas alguns exames deram alteração. Alguém me ajuda a entender? Colesterol HDL 49,5 (maior que 60). LDL147(limítrofe 130 a 159) e total 208 (menor que 200)
    ácido úrico 8,1 sendo que o normal é até 5,7. Proteína c reativa 18,3 (até 8). Insulina 1,7 (2,6 a 24,9). Estou me sentindo super bem, sem gulas, ansiedades, compulsões, diminuindo o peso cada dia mais... Faço JI 6 vezes na semana de 16 horas. Quero muito continuar, mas e esses exames? Porque essa alteração?

    ResponderExcluir
  30. Obrigada pela dica Luiz! Deve ser mesmo porque apesar do medo das gorduras estou comendo bastante!Hoje já não tive fome nenhuma pela tarde!rs No começo é um pouco confuso e diferente mas pelos comentários percebi que passa logo!hehe
    Você tem alguma dica a acrescentar nesse período de adaptação?

    ResponderExcluir
  31. Leias as 9 postagens sobre colesterol
    PCR nesses níveis ou está errada, ou indica uma infecção inflamação importante no momento da coleta, nada a ver com dieta.
    Quanto era o ácido úrico ANTES?
    Insulina baixa é BOM


    Em 13 de maio de 2014 16:06, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  32. Vou ler as postagens com certeza! Não consegui achar nenhum exame feito antes que tenha ácido úrico. Sugere alguma coisa para que abaixe esse valor? Tem haver com a dieta?

    ResponderExcluir
  33. Pedro Mário Andreaza13 de maio de 2014 18:45

    Dr. Souto (ou quem quer que saiba),

    Por que os óleos de semente são ruins? Vejo as informações nutricionais na garrafa e ali nada consta sobre gosturas trans - o único tipo de gordura ruim, não é mesmo?

    Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  34. Nada a acrescentar, me parece que você está indo muito bem.

    ResponderExcluir
  35. Olá Pedro,

    são óleos ricos em ômega -6, muito inflamatórios e inexistentes na natureza, ao contrário da banha, manteiga, coco...

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/02/dieta-e-inflamacao.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/08/manteiga-sim-margarina-nunca.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2011/12/afinal-gordura-faz-mal-consideracoes.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2011/12/afinal-gordura-faz-mal-consideracoes.html

    ResponderExcluir
  36. Pode ser apenas a adaptação do intestino à nova alimentação.

    ResponderExcluir
  37. Sempre priorize as boas gorduras: abacate, coco, bacon, café com manteiga ou óleo de coco. Conhece a receita?

    CAFÉ (OU CHÁ) COM MANTEIGA

    1 xícara de café ou chá (pronto ou pode fazer com o solúvel)
    ¼ de um tablete de manteiga (sem sal ou com sal, vai do gosto)
    Adoçante a gosto (ou não! Tem quem prefira sem.)
    Bata no liquidificador ou mixer. Se precisar, queça de novo no micro. Agora vai da sua criatividade e paladar! Pode adicionar:

    Essências
    Creme de leite (Nestlê de lata)
    Nata
    Cacau (no mínimo 70%)
    Óleo de coco
    Leite de coco
    Canela...

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/08/o-cafe-que-mata-fome.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/09/o-bolinho-mais-facil-do-mundo.html

    ResponderExcluir
  38. LCHF/Paleo é o melhor pra baixar o ácido úrico. o que mais eleva o ácido úrico são os carboidratos, principalmente a frutose.

    ResponderExcluir
  39. E lembremos que a gordura trans que faz mal é a derivada dos óleos vegetais, quando são hidrogenados para tornarem-se sólidos (ex. margarina), coisa que não ocorre de forma alguma sem a mão do homem. A gordura trans que ocorre naturalmente em produtos de ruminantes (carne e derivados do leite, por exemplo), chamada ácido linoleico conjugado - CLA - não deve ser temida; pelo contrário: fornece inúmeros benefícios à saúde. E, coincidentemente ou não, essa gordura é obviamente paleo.
    http://chriskresser.com/can-some-trans-fats-be-healthy

    Quando aos óleos de sementes fazerem mal, a Patrícia Ayres explicou já.

    ResponderExcluir
  40. Pode ser (eu pessoalmente consumo todo dia), mas não é obrigatório. Leia as postagens sobre AR. Desde que não passe de 30g de AR por dia (2 bananas verdes ou 4 cs de fécula de batata), a chance de dar algum efeito colateral é menor.

    ResponderExcluir
  41. Eu diria para adicionar o AR como um "suplemento" à alimentação normal dela. Não tem como objetivo substituir refeição alguma, aliás, é ótimo se consumido Junto da refeição (diminui efeito glicêmico, etc)

    ResponderExcluir
  42. Sente algum desconforto acompanhando? Está perdendo peso ou medidas? Uma das possibilidades seria que esteja havendo um rápido efeito termogênico, mas o melhor é não deixar somente por isso. Melhor ver o que o Dr. Souto tem a dizer.

    ResponderExcluir
  43. Reduzir a frutose na dieta

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 13/05/2014 17:39, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  44. Ômega 6

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 13/05/2014 18:45, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  45. OK! Porém não estou comendo mais quase nada de fruta, neste mês e pouco devo ter comido umas 8.

    ResponderExcluir
  46. Então deve estar mais baixo do que estava antes

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 13/05/2014 20:01, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  47. Não de maneira nenhuma não sinto nenhum desconforto, até me sinto muito bem disposta. Em relação ao peso nem por isso mas medidas sim, vamos ouvir a opinião do grande mestre. Bem haja Artur por a sua resposta .
    E vamos que vamos que a estrada e longa

    ResponderExcluir
  48. Dr. Souto, iniciei a dieta LCHF há seis semanas. Fiz tudo baseado no seu blog, usei tbm o blog do Mark Sisson, dentre outros que mantêm a mesma proposta... Conclusão, engordei 10 pounds :( Bom, acontece que estou completamente convencida que PALEO é sim a forma mais saudável de viver. O que será que estou fazendo errado? - Sou de família de diabéticos. Sofro de transtorno de ansiedade e faço uso dos seguintes medicamentos: LUVOX 100mg, Razapina 15mg, Lyrica 75mg e Venvanse 50mg. Poderia ser essa medicação que está me impedindo de emagrecer? Estou verdadeiramente frustrada.

    ResponderExcluir
  49. Mas engordar?? Não entendo...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 13/05/2014 20:30, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  50. Ana Maria Jaeger Sant'Anna13 de maio de 2014 21:10

    Dr. Souto acompanho e leio tudo sobre lowcarb e paleo mas sempre bate um medo quando vejo nos meus exames q o colesterol LDL continua subindo:
    Resultado atual Resultados anteriores Valores de referência
    Nº Ficha
    Data da Ficha 2830138451
    13/05/2014 2830100508
    28/06/2013 2830071755
    26/10/2012 2830022774
    09/09/2011

    LDL-Colesterol 204 ---- 187 * 131 * ---- ---- menor que 100 mg/dL
    HDL-Colesterol 86 90 60 62 ---- ---- Maior ou igual a 40 mg/dL
    VLDL-Colesterol 15 12 * 15 * 22 * ---- ---- menor que 30 mg/dL
    Colesterol total 305 278 * 262 * 215 * ---- ---- menor que 200 mg/dL
    Triglicérides 76 62 * 75 * 108 * ---- ---- menor que 150 mg/dL
    Uréia 41 ---- 44 32 ---- ---- 10 a 50 mg/dL

    ResponderExcluir
  51. Ana Maria Jaeger Sant'Anna13 de maio de 2014 21:12

    Desculpe desconfigurou um pouco e ficou confuso, mas e uma série histórica.

    ResponderExcluir
  52. Ana Maria Jaeger Sant'Anna13 de maio de 2014 21:14

    Faço lowcarb há mais de um ano. Sou bem rígida e dificilmente saio da alimentação. Mas acho q posso me tranqüilizar né?

    ResponderExcluir
  53. Tente isso: https://drive.google.com/file/d/0BwtrwUCsRkDDRFdKSVRaM0pMOHhqMVZXUzRHUWk2a210MHJn/edit?usp=sharing

    2014-05-13 21:14 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  54. Eu sinto aumentar a temperatura corporal com o óleo de coco, mas acho bem agradável, nada de insuportável!

    ResponderExcluir
  55. Tuitado pelo Dr. Michael Eades:
    Allan Savory: How to green the world's deserts and reverse climate change
    https://www.youtube.com/watch?v=vpTHi7O66pI

    ResponderExcluir
  56. Dr Souto, bom dia, gostaria de saber se posso substituir com segurança a nata, ou creme de leite, pelo leite de coco no preparo do café com leite..

    ResponderExcluir
  57. Tenho uma dúvida a espeito de bacon, no ínicio da dieta eu estava sempre comendo, mas depois comecei a ler os ingredientes e a maioria tem açucar ou maltodextina, e fiquei confusa e parei de comer. Voces tem alguma dica da forma de comprar o bacon? Pq percebi que tanto o do açogue, quanto esses de supermercado da sadia, perdigão, contêm os mesmos ingredientes! Obrigada!

    ResponderExcluir
  58. Doutor Souto, procurei no blog e não achei uma resposta expecífica para minha pergunta.

    Tenho objetivo de engordar com saúde ou manter o peso.

    Em relação ao arroz branco, por ter um alto IG, ele pode ser cosumido sem medo? Alimentos com alto IG não geram inflamação nas artérias causando infarto e aumento o LDL? Levando em consideração que o arroz tem um alto IG, por qual motivo ele é seguro, e, por exemplo, a batata inglesa não é?

    Tenho comido bastante baicon, carne e pururuca juntamente com o arroz. Tem algum problema?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  59. Doutor Souto, procurei no blog e não achei uma resposta específica
    para minha pergunta.
    Tenho objetivo de engordar com saúde ou manter o peso.
    Em relação ao arroz branco, por ter um alto IG, ele pode ser
    consumido sem medo? Alimentos com alto IG não geram inflamação nas artérias
    causando infarto e aumento o LDL? Levando em consideração que o arroz tem um
    alto IG, por qual motivo ele é seguro, e, por exemplo, a batata inglesa não é?
    Tenho comido bastante bacon, carne e pururuca juntamente com
    o arroz. Tem algum problema?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  60. Eu faço isso de vez em quando. Não há problemas.


    _____
    42

    ResponderExcluir
  61. Patricia, tenho uma dúvida. A pessoa que não perde peso na dieta Paleo/low carb dificilmente perderá peso com uma dieta que conta as calorias? Ou seja, com a dieta tradicional de hoje?
    Porque vejo tanta gente dizendo que não perde peso com a low carb e fico pensando...será que existe uma dieta apropriada para cada pessoa ou se a pessoa não perde com low carb também terá dificuldade em perder com a dieta tradicional? Ficou confuso?

    ResponderExcluir
  62. Dr. Souto, existe alguma relação entre o sexo da pessoa e a necessidade de ingestão de mais gorduras? não sei se é só impressão, mas das pessoas que tenho apresentado a dieta, as mulheres são as que menos se adaptam à enorme quantidade de gordura saturada. Eu como muita gordura: cortes bovinos e suínos, peixes e aves, fígado, coração de galinha, picanha, bacon, cupim, toucinho, panelada, azeite à vontade, creme de leite... e me sinto ótimo, saciado e disposto. Mas as mulheres, boa parte da minha família, às vezes relatam desconforto, estagnação do peso, inchaço, enjoo, dores generalizadas, sempre que carregam nos lipídios... Será que o homem por ser mais adaptado à caça (corrida e luta) e a mulher, à coleta (menos movimentos) são, evolutivamente mais necessitados de gordura, ou isso é mera coincidência? vi outro dia no Animal Planet que o primeiro a comer depois de uma caça é o leão, enquanto a leoa e os filhotes esperam. O leão ataca logo as vísceras, as gorduras, deixando quase nada desses órgãos para os demais (não sei se esse é um comportamento padrão dos leões ou apenas daquele grupo). Achei interessante e vendo alguns relatos de seguidoras do blog, tive a impressão de que o sexo tenha alguma influência nisso. Procede? obg.

    ResponderExcluir
  63. Ana Maria Jaeger Sant'Anna14 de maio de 2014 10:52

    Muito obrigada pelo retorno. Irei ler. Abraço

    ResponderExcluir
  64. Junior Valadares14 de maio de 2014 11:01

    Ana, qual é a sua contagem para homocisteína? Esse sim é o marcador que a gente deve se preocupar.

    ResponderExcluir
  65. Junior Valadares14 de maio de 2014 11:02

    No momento em que esquentar, a gordura dos óleos de semente vai se tornar em gordura trans. Inclusive se você esquentar azeite de oliva. Por isso é melhor usar óleo de coco, banha ou manteiga.

    ResponderExcluir
  66. Junior Valadares14 de maio de 2014 11:06

    Não sei o nome do exame, mas descubra seus níveis de vitamina B12.

    ResponderExcluir
  67. ;) http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/06/herbivoros-e-desertificacao.html

    ResponderExcluir
  68. Danielle, tudo é possível! Mas... penso que é MUITO difícil fazer restrição calórica com dieta tradicional, porque ficamos com fome o tempo todo. E a ausência de boas gorduras afeta negativamente nosso organismo desequilibrando um monte de processos. A pessoa que tem dificuldade em perder peso, terá em QUALQUER circunstância... com LCHF/Paleo é menos sofrido, na minha opinião. Leia: http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2014/03/documentario-da-bbc-sobre-dieta-atkins.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2014/01/sobre-galgos-e-bassets.html

    ResponderExcluir
  69. Arroz branco parboilizado é o mais indicado, pois contém um pouco de amido resistente e não tem nada de glúten. Se você não é diabético nem tem síndrome metabólica pode comer batata inglesa sim! Se preparar, deixar na geladeira, depois reaquecer pra comer, tbm terá um pouco de amido resistente. Bacon, carnes, pururuca, tudo ótimo!

    ResponderExcluir
  70. Obrigada, Patrícia. Ainda não li o link. Digo isso porque eu já perdi 9kg, há mais de 2 anos, com a dieta tradicional. Depois recuperei tudo e uns 4 quilos mais. O meu raciocínio é: se perdi na tradicional que é mais difícil, também vou perder na Paleo. É que faço 20 dias hoje nesse novo estilo e não consigo sair de 3 a 3,6kg de perda de peso. Perdi muito na primeira semana. Depois fiquei nesse vai e vem.
    Mas como só tenho 20 dias de vida nova, vou continuar firme. E mesmo que não perdesse mais, só pelo ganho de energia e fim das dores de estômago, azias, má digestão, falta de disposição, eu permaneceria. Estou mais feliz. Vou ler os links.
    Patrícia, vc é uma fofa. Você o Drº Souto fazem parte do meu dia a dia. Obrigada!

    ResponderExcluir
  71. Leonardo Azevedo14 de maio de 2014 12:21

    Ana, quando vc menciona treino, o que é? algo relacionado a performance? alto rendimento? se a resposta é não, e o seu treino é musculação, uma corrida, etc...acho que esses pre treinos e pós treinos estão "demais". Acho que realmente não precisa de tanta coisa...



    No mais, acho que estás comendo um pouco além do que realmente necessita...em breve vc vai deixar de comer essa lanche ai das 17h com tapioca...a saciedade que vem com o tempo é quase inacreditável, mas leva um tempo.


    No mais, acho que carbos demais na sua dieta, caso não esse seus treinos não sejam realmente muito pesados, que acabem com o glicogênio dos seus músculos.

    ResponderExcluir
  72. Olá Júnior. Sobre azeite de oliva gerar gordura trans por aquecimento, o efeito parece desprezível, segundo este estudo http://grasasyaceites.revistas.csic.es/index.php/grasasyaceites/article/viewArticle/689 citado em http://authoritynutrition.com/is-olive-oil-good-for-cooking (este último, ótima leitura para consumidores efetivos ou em potencial de azeite de oliva).

    ResponderExcluir
  73. Kenia, dando o meu palpite, baseado em experiência pessoal. (Digo isso para deixar claro que não entendo do assunto então é só um palpite mesmo). Você já pensou em controlar as calorias? Não fazer delas o foco de tudo, mas fazer um esforço consciente de reduzir.
    Eu entendo que para a maioria das pessoas acontece uma redução espontânea das calorias.
    Mas para outras pessoas isso não acontece. Eu tive uma pequena redução de apetite, mas bem pequena. As vezes, como você sofre do transtorno de ansiedade, tem ingerido muitas calorias por causa disso.
    Eu SÓ emagreço fazendo low carb quando conto as calorias e conscientemente reduzo elas. Não precisa ser nada neurótico, e nem ficar preso a comer todo dia as mesmas calorias (afinal, tem dias que você terá mais fome e dias que terá menos, é bom respeitar isso) mas tentar manter-se em uma faixa um pouco abaixo do que você vem consumindo.

    ResponderExcluir
  74. Mas isso é bom mesmo, né? Significa que o metabolismo ta trabalhando bem =)
    Queria que isso funcionasse para mim, rs... Minha temperatura corporal é baixíssima, a basal é 35,4 e mesmo durante o dia não passa de 36,4...
    Vou começar a tomar mais café com óleo de coco, quem sabe aumenta =P

    ResponderExcluir
  75. Mestre dos mestres, Dr. Souto, observo, às vezes, um ligeiro suor, principalmente na testa (parado, sem exercício físico). Isso seria um efeito da dieta pela "queima" de gordura corporal? Abraço!

    ResponderExcluir
  76. Lister,
    Permita-me a intromissão (rs), não sei a quantidade exata que se refere ao consumo da gordura, mas eu consumo e sinto um 'conforto' e tanto :)

    ResponderExcluir
  77. Lister, você acompanhou de perto o consumo delas de perto?
    Na minha família, as mulheres vão ao McDonald's, comem o lanche + refrigerante + batata + sundae e ficam reclamando que o restaurante coloca alguma coisa na carne que as faz passar mal.
    Quando vão à churrascaria, comem o pastelzinho + pão de queijo do couvert + batata frita + polenta + banana empanada + cerveja + petit gateau de sobremesa e reclamam que a gordura da carne as faz passar mal.
    Já ouvi dezenas de relatos assim. Inclusive algumas pessoas se tornaram vegetarianas depois dessas conclusões absurdas.

    ResponderExcluir
  78. Dr. Souto, Patrícia


    Há meses faço LCHF. Resolvi fazer um teste semana passada, consumi 1/2 xícara de leite com farinha láctea e no dia seguinte somente o leite (bebida esta, que antes de iniciar a LCHF eu ingeria diariamente), pois bem, esse teste me rendeu algumas horas depois, gases e um certo inchaço. A certeza que só precisamos do leite MATERNO, quando bebê e ponto final. Depois disso, só $$ para indústria.
    Até logo.

    ResponderExcluir
  79. Eu não sei se estou consumindo muita ou pouca gordura, mas o fato é que há uns 20 dias iniciei a dieta e não notei diferença no peso e pouquíssimo nas medidas. Às vezes penso em aumentar o consumo de gordura, mas tenho medo de acabar ganhando peso ao invés de perder.

    ResponderExcluir
  80. Aqui em casa, tanto o marido quanto o filho relatam a mesma reação!

    ResponderExcluir
  81. Ana Maria Jaeger Sant'Anna14 de maio de 2014 16:37

    Não sei nunca medi.

    ResponderExcluir
  82. ... ou então, Luiz, os homens reclamam menos que as mulheres... hehehehe.
    De fato, não marquei colado nas refeições delas... pode ser isso.

    ResponderExcluir
  83. ótimo. bom saber. espero que não haja essa relação hipotética.
    : -)

    ResponderExcluir
  84. Leite de coco à vontade.

    ResponderExcluir
  85. Notei isso também. Faço parte de um fórum onde se discute bastante a dieta páleo, tá cheio de casos de homens que mudaram sua disposição e se livraram da gordura corporal através da dieta.

    Apresentei a dieta para vários familiares meus - todas mulheres, que sempre reclamaram do peso - e NENHUMA conseguiu bons resultados ainda. Só o meu pai, que está seguindo a dieta junto com minha mãe, eliminou 6 kg. Eu mesmo perdi por volta de 5kg.

    Os únicos relatos de mulheres bem-sucedidas com a dieta páleo... eu encontro aqui! o_O

    Na minha modestíssima opinião, além de ter a ver com a testosterona, também deve se relacionar com gosto e força de vontade: as mulheres a quem apresentei a dieta não conseguem trocar 5, 6 segundos de paladar carbo por uma vida inteira de luta contra a balança. ¬¬

    ResponderExcluir
  86. Danilo, não sei se estou certa, Dr. Souto me corrija se estiver errada, mas penso que alimentos com IG alto fazem mal pra quem tem problemas com isso, o que parece não ser o seu caso, já que precisa engordar! Nosso corpo tem a capacidade de lidar com várias fontes de combustíveis, carboidratos (falo dos paleo carbs) e boas gorduras. Sendo assim, se você come por exemplo, uma batata com azeite, o corpo usará primeiro a batata como fonte de energia, pois carboidratos são sempre mais fáceis de 'queimar'. Depois de esgotada essa fonte de energia ele passa a usar a do azeite. Mas, num corpo com síndrome metabólica, resistência a insulina, isso não acontece, ele não consegue 'queimar' o azeite como deveria e daqui a 3 horas está implorando por mais carboidratos. Comer batata, tubérculos, frutas, carnes, boas gorduras não faz ninguém engordar e adoecer. Mas quando estragamos nosso metabolismo por anos com produtos refinados, glúten, remédios, etc, é diferente, a abordagem precisa ser outra.

    ResponderExcluir
  87. Todos os leites de coco industrializados têm o conservante "metabissulfito de sódio" ou INS 223, que na Wikipédia, no portal da transparência alimentar e em outros sítios, está associado à irritação cutânea, gástrica e asma....

    ResponderExcluir
  88. Há a opção da dieta mediterrânea, sem grãos.

    ResponderExcluir
  89. por isso penso que talvez seja um dado relevante. As pesquisas e o tempo nos dirão.

    ResponderExcluir
  90. http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/06/herbivoros-e-desertificacao.html
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/05/2014 00:29, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  91. O segredo é não passar de 150g/d e comer com gordura para reduzir o IG.
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/05/2014 04:02, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  92. Acho q é mais cultural...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/05/2014 10:01, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  93. Assino em baixo

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/05/2014 11:57, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  94. Mestre responde: sei lá!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/05/2014 14:32, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  95. Lê: https://docs.google.com/file/d/0BwtrwUCsRkDDZExNb05UdTd1UnM/edit?usp=docslist_api
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/05/2014 17:51, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  96. Por aí mesmo. Mas combinar o carbo com gordura reduz significativamente o IG ( https://docs.google.com/file/d/0BwtrwUCsRkDDZExNb05UdTd1UnM/edit?usp=docslist_api )

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 14/05/2014 19:17, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  97. E então..só pode ser o natural? Feito em casa?

    ResponderExcluir
  98. Qq um ou só o natural, feito em casa? Pode ser o de garrafa?

    ResponderExcluir
  99. Tirando as poucas pessoas que são alérgicas, é um aditivo seguro: http://paleoleap.com/paleo-guide-to-food-additives/

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 15/05/2014 00:45, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  100. Nicole Marfinati15 de maio de 2014 08:07

    Olá Doutor, primeiro eu quero dizer que estou mais viciada no seu blog do que meu cérebro era em carboidratos hahaha.
    Eu comecei a dieta low carb já tem 3 semanas e perdi 7kg já. Eu queria saber se não tem problema em usar um termogênico junto com a dieta, eu sei que o senhor já disse que a cetose não é a única forma de emagrecer, mas a cafeína do termogênico pode inibir a cetose?

    ResponderExcluir
  101. Não vejo motivo para usar, mas não atrapalha


    Em 15 de maio de 2014 08:07, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  102. hahaha... Dr. Souto sempre com uma bela resposta! Entendo que é uma pergunta que envolve "n" situações. Mas valeu igual. Posso dizer que estou engatinhando ainda nesse novo "estilo de vida" como vocês chamam.
    Estava estudando "errado" sobre dietas até hoje e olha que são anos e anos. Um dos exemplos mais bizarros é aquela verdadeira bobagem de contar calorias com calculadorinha e tudo, do livro: "A nova dieta dos pontos". Escrito por um endócrino e duas nutricionistas ainda por cima.
    Não quero mais perder tempo lendo artigos e revistas que tratam sobre dietas apenas superficialmente e sem fundamentação científica. Estou estudando muito, principalmente neste blog, que é sério mesmo, ouvindo podcasts, etc...
    Imagino que devem ter muitas nutricionistas e endócrinologistas que "adoram" o Dr. Souto! (rs)

    ResponderExcluir
  103. Pode ser os comprados também, só evite se possível as marcas que contenham carragena (acho que nem tem, mas só pra confirmar). Os de garrafa de vidro provavelmente não têm, esse é mais um problema lá nos EUA.

    ResponderExcluir
  104. Só rindo mesmo, né? rsrs. O pior é que se não há contraponto, se as diretrizes e os profissionais estão também endossando tal comportamento, dificulta bastante a coisa.

    ResponderExcluir
  105. Dr. Souto, vi que me respondeu. Obrigada antes de mais nada. Pois é, engordei. Estou frustrada. Mas frustração é quase o meu estado natural, devo dizer. Mas isso hoje não me impede de procurar melhorar... Enfim, há um outro agravante que não mencionei. No passado, fiz uso de "Fórmulas para Emagrecimento" e fiz uso constante por anos a fio... Aquelas famosas fórmulas com amfepramona, femproporex e fitoterápicos + tric. Uma verdadeira bomba. Parei de utilizar quando a anvisa retirou esses medicamentos do mercado. Eu moro nos Estados Unidos e por aqui esse tipo de medicamento não é comum. E hoje quando falo sobre esses medicamentos para os meus médicos eles simplesmente não entendem bem como funcionava isso... ou até entendem de uma forma generalizada como uma anfetamina + anabolizante... mas o fato é que os exames de sangue de rotina dizem que estou bem e daí eles não vêem porque estou engordando tanto. Minha altura é 1m e 50cm / peso atualmente é 65kg. Já estou literalmente na fase do desespero. Preciso de ajuda.

    ResponderExcluir
  106. Dr. Souto eu quis dizer TRIAC e não tric. Comentário anterior.

    ResponderExcluir
  107. Anda consumindo muito queijo e manteiga? Nem todo mundo tolera bem isso.

    ResponderExcluir
  108. Oi Luiz! Pois é, a princípio sim, mas quando vi que não baixava nem um quilinho se quer, comecei a cortar o queijo e fiquei apenas com a manteiga de forma moderada. Mas ainda assim nada aconteceu. Estou pensando seriamente em voltar a fazer loucuras para emagrecer. Queria tanto que desse certo da forma mais saudável... Faço treino de força duas a três vezes na semana e tbm faço metabólico (no limmmmbo) de meia hora apenas por duas vezes. A resistência física esta melhorando a cada dia, mas a gordura está resistente a qualquer um dos meus esforços.

    ResponderExcluir
  109. Será gordura mesmo? Eu ganhei 6kg desde que comecei com dieta páleo, mas de massa magra.

    ResponderExcluir
  110. Olha isso
    http://www.paleodiario.com/2013/10/17-razoes-pelas-quais-voce-nao-esta.html http://www.paleodiario.com/2013/10/mais-9-razoes-pelas-quais-voce-nao-esta.html
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 15/05/2014 13:17, "Disqus" escreveu:

    [image: Disqus] Settings
    A new comment was posted on Dieta Low-Carb e Paleolítica ------------------------------ *Kenia*
    Pior que é...

    12:17 p.m., Thursday May 15
    * Reply to Kenia *
    Moderate this comment by email

    Email address: *keniaulisses@yahoo.com* | IP address: 50.177.122.215

    Reply to this email with “Delete”, “Approve”, or “Spam”, or moderate from the *Disqus moderation panel*.


    Kenia’s comment is in reply to *Luiz S*:
    Será gordura mesmo? Eu ganhei 6kg desde que comecei com dieta páleo, mas de massa magra.

    Read more ------------------------------

    You're receiving this message because you're signed up to receive notifications about activity on threads authored by jcsouto.

    You can unsubscribe from emails about activity on threads authored by jcsouto by replying to this email with "unsubscribe" or reduce the rate with which these emails are sent by adjusting your notification settings.

    [image: Disqus]

    ResponderExcluir
  111. Quanto tempo de paleo/LCHF?

    ResponderExcluir
  112. Estou muito interessado em adotar um modelo LCHF na minha dieta, tenho lido a respeito etc. E eis que me deparo com uma notícia como essa http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/consumo-exagerado-de-carne-queijo-tao-ruim-quanto-fumar-11784159 o que pensar?

    ResponderExcluir
  113. Oi Patrícia. Seis semanas fazendo lchf certinho. Na verdade comecei antes, mas me rendia aos doces de vez em quando. O chocolate é meu ponto fraco.

    ResponderExcluir
  114. Patrícia, vcs já ouviram falar em injeções de HCG? Será que isso funciona mesmo? Outra coisa: se não estou conseguindo emagrecer, entāo não poderia ser um caso de hipotireoidismo?

    ResponderExcluir
  115. Ainda não checou seus hormônios? Faça isso!

    ResponderExcluir
  116. São muitos anos brigando com seu corpo, se drogando, fazendo altos e baixos no metabolismo pra concertar em 6 semans Kenia. Tenha calma... Já leu sobre Amido Resistente? Já faz uso de probióticos?

    ResponderExcluir
  117. Picaretagem

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 15/05/2014 20:26, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  118. lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/11/expectativas-versus-realidade.html?m=1
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 15/05/2014 20:38, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  119. Dr. Souto gostaria de parabeniza-lo pelo blog maravilhoso que esta sendo de grande ajuda e uma grande fonte de informação!

    Porem tenho uma duvida. Eu e meu namorado iniciamos a dieta low carb a uma semana e ainda estamos um pouco apegados a ideia do pão. Procurando receitas low carb na internet achei a receita a seguir:

    http://diaadialowcarb.com.br/pao-low-carb/

    Fiz com castanhas de caju batidas no liquidificador. Ficou uma delicia. Nem me senti em dieta, e acho q foi isso q me fez sentir um pouco culpada, me perguntando se comer esse pão é realmente low carb e se posso inclui-lo com certa regularidade na minha dieta.
    Preciso perder muito peso. gostaria de sua opinião se isso afeta ou não o meu emagrecimento.

    ResponderExcluir
  120. Olá Lívia,

    essas receitas são boas para o começo da dieta. Com o tempo, vocês não sentirão mais falta disso. Se vai afetar ou não, depende mais de como seu corpo vai reagir. Mas como disse, ainda é cedo pra se preocupar com isso. olhe aqui:
    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/09/o-bolinho-mais-facil-do-mundo.html

    http://nutridaspanelas.blogspot.com.br/

    http://maisgorduramenoscarboidratos.com/

    ResponderExcluir
  121. Obrigada pelas dicas, esse começo ta sendo bem difícil, como qualquer pessoas minha alimentação girava em torno de uns 85% de carboidratos, uma mudança bem radical.
    Mas de positivo posso dizer de cara q com apenas uma semana de dieta estou me sentindo super bem, dormindo bem e nao tive nenhum problema de digestão, que era certeza, se eu comia, passava mal e as vezes vomitava muito de madrugada.

    ResponderExcluir
  122. Ainda não chequei os hormônios. Vou fazer isso com urgência. Moro nos Estados Unidos e comprei a fécula de batata Bob's Red Mill e tbm estava fazendo o iogurte como vc ensinou. Vc sabe me dizer quais os exames devo fazer? Desde já, obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  123. Patrícia Wagner Paz15 de maio de 2014 22:26

    Olá Patrícia.
    Gostaria de saber se podemos (eu e meu esposo), podemos comer chocolate meio amargo quando der muiiita vontade de comer um doce e ou no meu período menstrual como de costume? Claro, de forma moderada, pois tudo de mais é ruim!

    ResponderExcluir
  124. Meio não. Amargo. 70% ou mais.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 15/05/2014 22:26, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  125. Leonardo Azevedo16 de maio de 2014 09:28

    depois de um tempo vc acha até o 85% doce! eu estou atrás do lindt 90...mas acho que aqui no Brasil não tem.

    ResponderExcluir
  126. Dr. Souto, é possível reverter hipotireoidismo sem uso de medicamentos? Na verdade, pelo que tenho lido, o que fiz no passado foi bombardear minha glândula tireóide e agora, se constatado que tenho hipotireoidismo, devo fazer tratamento com hormônios para o resto da vida. Isso é verdade?

    ResponderExcluir
  127. Tudo depende de quanta tireoide sobrou. Nas fases iniciais da tireoidite de Hashimoto, quando a glândula está inflamada mas ainda não houve destruição, aqueles pacientes que respondem à retirada do glúten podem abortar o processo autoimune, segundo indicam os inúmeros relatos de caso. Mas quando já houve destruição de muito tecido tireoideu, a reposição terá que ser feita sempre.


    Em 16 de maio de 2014 10:38, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  128. Mister M das dietas, Dr. Souto:


    Já passei por 3 endócrinos e tenho hipotireoidismo, triglicerídeos elevados, glicose jejum: 120, ácido úrico um pouco elevado. A última endocrinologista que consultei constatou que estou PRÉ-diabético.



    Sendo assim, me deu uma pá de remédios pra tomar e destacou de um bloco uma folha com uma dietinha pronta me recomendando: gordura ZERO, açúcar ZERO, maneirar na proteína por causa do ácido úrico elevado e pegar leve nos carbos derivados de amido.


    Medicações:
    Levotiroxina sódica 75mcg

    Ciprofibrato 100mg
    Glifage 500mg
    Alopurinol


    Confesso que até me senti aliviado afinal tinha como controlar os exames alterados com "dieta" e medicação.


    Porém, ao me deparar com esse estilo de vida Paleo Low Carb, larguei tudo de mão pra começar do zero e refazer os exames novamente pra verificar sem tomar nenhum desses remédios e fazendo essa dieta do blog.


    1) Em relação à Levotiroxina sódica, se eu deixar de tomar, o meu metabolismo vai ficar lento e prejudicar o emagrecimento, mesmo fazendo dieta Paleo-Low Carb?


    2) O Ciprofibrato é para "controlar a gordura no sangue", como diz a Dra. Nesse caso, se estou fazendo essa dieta também não vejo porque usar esse medicamento.


    3) O Glifage é para reduzir o açúcar no sangue. Também não vejo motivo para usá-lo uma vez que a dieta é de baixo açúcar...


    4) O Alopurinol é para gota (ácido úrico elevado). Já tive crises de gota mas de uns bons tempos pra cá, não tenho mais (mesmo antes de começar a fazer Paleo-Low Carb). Sendo assim, igualmente não vejo razão pra usar esse remédio até porque não estou tendo crises.


    5) Se eu marcar consulta nessa Endocrinologista denovo e eu disser que estou fazendo essa dieta ela vai me correr de lá...


    O que o Mister M revelador das dietas tem a dizer sobre essas questões?

    ResponderExcluir
  129. Mas Dr. Souto, todos os chocolates que vou comprar primeiro leio o rótulo e nos ingredientes sempre consta açúcar, mesmo sendo 70% ou 85% cacau, ai eu acabo não comendo por causa da adição de açúcar na composição. Mesmo assim pode?

    ResponderExcluir
  130. Dr. O senhor provavelmente já deve ter visto isso, mas gostaria da sua opinião diante disso: http://sploid.gizmodo.com/being-gluten-free-is-dumb-because-gluten-insensitivity-1577178094?utm_campaign=socialflow_gizmodo_facebook&utm_source=gizmodo_facebook&utm_medium=socialflow

    ResponderExcluir
  131. Obrigada mais uma vez D. Souto. Acabei de marcar uma consulta com minha médica e vou pedir prá fazer os exames. Os médicos aqui nos Estados Unidos não têm tendência em fazer pedidos de exames. Eles trabalham muito com a linha de que se vc é uma mulher jovem e teve gravidez e parto sem complicações, então vc é uma mulher saudável... E tbm tem a questão da cultura americana, super acostumada com os planos de saúde e que acham um absurdo quando se tem gastos com médicos, medicamentos e laboratórios. Enfim, já aprendi que se chegar no consultório com um pouco de informação e uma certa insistência, as coisas andam um pouquinho... Faço uso de vários remédios para controle da ansiedade e talvez esse ganho de peso não tenha absolutamente nada a ver com ansiedade... Vou continuar com minha dieta paleo / lchf porque nunca tive tanta informação cabível e de forma tão simples que me convencesse tanto. Dr. Souto, vc deveria vir clinicar aqui em Boston kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  132. Pode. É pouco.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 16/05/2014 12:20, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  133. http://www.biomedcentral.com/1741-7015/10/13

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22825366


    2014-05-16 12:45 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  134. http://lowcarbdoctors.blogspot.com.br/


    Em 16 de maio de 2014 12:52, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  135. Se eu tivesse um paciente hipotético com condições semelhantes, seria essa, provavelmente, a minha conduta


    Em 16 de maio de 2014 11:53, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  136. Obrigada! Vou procurar por um deles.

    ResponderExcluir
  137. Olá doutor. Não é nada relacionado ao post, mas encontrei um podcast falando sobre este estudo que diz que para quem não tem sensibilidade a Glúten, não há diferenças entre consumir glúten ou não. Dê uma conferida, gostaria de saber sua opinião, já que considero este blog uma ótima fonte de referências.

    http://www.gastro.org/journals-publications/gastroenterology/gastro-podcast/gastroenterology-podcast-august-2013

    Eu encontrei esse link no artigo abaixo, o qual em primeiro lugar pensei ser mais um daqueles artigos sensacionalistas:
    http://sploid.gizmodo.com/being-gluten-free-is-dumb-because-gluten-insensitivity-1577178094

    ResponderExcluir
  138. Dr. Souto, estou na paleo/low
    carb há uns 20 dias e apesar do pouco tempo já tenho resultados para
    compartilhar. Sempre acordei extremamente cansada, sentia uma dor nas costas, uma indisposição que não tinha fim, mesmo nas noites que dormia melhor, estava sempre desanimada. Isso passou com a retirada do “trigo”, mesmo quando estou cansada, não sinto dores pelo corpo, agora estou na academia e animada com tudo isso.
    Percebi diferença no meu humor, na minha pele, notei que no período menstrual, tanto o fluxo quanto as cólicas diminuíram. Estou com a sensação de que todo meu corpo estava “inflamado”.
    Ainda não obtive resultados de peso. Estou pelo menos 10 quilos acima do peso que gostaria de ter, mas tenho certeza que estou no caminho certo. Obrigada.

    ResponderExcluir
  139. eu estava comendo o de 85%, de várias marcas. Na faixa de 10-12 reais 100g.
    Agora descobri um 70% da hersheys (special dark) por 2,70 reais 100g... que duvida! hehehe é muito bom, barato, mas dificil de achar. só no pao de açucar ate agora.

    ResponderExcluir
  140. alexandre Barros18 de maio de 2014 14:59

    Caro Dr. souto
    Estou em lowcarb à 5 meses, comecei a uma semana um treino de HIIT para queimar mais gordura obs: estava sedentário, só que ao invés de perder peso aumentei 1kg, será que isso é normal dr ??

    ResponderExcluir
  141. Dr. Souto.

    Tenho 48 anos e tenho seguido a dieta low carb há alguns meses e de fato tenho conseguido emagrecer, de uma forma moderada, mas constante...Há anos que não emagrecia...só engordava...A minha dúvida é a seguinte: indiquei esta dieta para minha filha de 25 anos, que tem um bebê de 4 meses, que mama somente no peito. Ela está com dificuldade de perder peso e ao começar a fazer a dieta, e feliz por poder comer a gordura animal, seu rosto foi inundado com espinhas, de uma forma violenta...e nada que ela passe, melhora...Isso tem alguma coisa a ver com a gordura que está sendo consumida? Obrigada

    ResponderExcluir
  142. Tem a ver com os laticínios. Mande cortar os lacticínios (queijo, etc)
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 18/05/2014 17:42, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  143. Eu vejo queijo como caloria extra barata e viciante, além de estacionar um pouco o peso, não sei se é só minha imaginação.

    ResponderExcluir
  144. Eu ADORO. Mas eu não tenho espinhas ;-)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 18/05/2014 18:38, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  145. Olá Patrícia!
    Vc consome whey? Tem alguma indicação de produto confiável?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  146. Olha só a dieta do Miguel Falabella: http://glamurama.uol.com.br/miguel-falabella-9-quilos-a-menos-e-memoria-de-infancia-na-ilha-do-governador/

    ResponderExcluir
  147. Olá Isa,


    Procure no Google sobre o Felix Bonfim. Ele fez testes em vários wheys e indica quais passaram e são confiáveis.

    ResponderExcluir
  148. Dr Souto estou seguindo a dieta LCHF páleo há algum tempo já com muitos benefícios tanto na perda de peso quanto no controle de sintomas inflamatórios. Há alguns dias sofri um trauma no cotovelo e estou evoluindo com inflamação neste local devido ao trauma, não respondi bem aos AINEs e e tive q fazer uso de uma injeção de corticoide, há algum problema nisso?

    ResponderExcluir
  149. Certeza que foi músculo... relaxa. Quem treina HIIT não pode confiar em balança. Jogue a balança fora e use o espelho. :)

    ResponderExcluir
  150. Dr. Souto, também como bastante chocolate... ocorre que preciso alertar aos colegas do blog que algumas marcas possuem glúten em sua composição.


    Leiam os rótulos!


    por ex, o 85% da cacau show possui gluten. (Infelizmente só percebi agora, vivia comprando pois são baratos e gostosos).

    ResponderExcluir
  151. Oi Lívia,


    No começo fiz muito pão de farinha de amêndoas e de farinha de coco. A farinha é só a amêndoa/coco triturado, não deve ir trigo peloamordeDeus hehehe


    Se colocar ovo inteiro caipira, dá para fazer uma "massa" com menos leite. Não fica igual a pão normal de jeito nenhum, mas fica gostoso. Se comer com azeite (colocar por cima depois de pronto) fica ótimo.


    Com o tempo vc deixa de sentir saudades de pão. Eu nem faço mais o pão de amêndoas...

    ResponderExcluir
  152. Vai ai um experimento observacional (portanto, alerto, não científico)

    Minha prima sempre teve tendência à magreza. Após passar por problemas pessoais, começou a tomar ansiolíticos e engordou bastante.

    Cortado o uso, emagreceu 6kg sem dieta e voltou ao peso normal. Ela continua comendo muito como sempre fez. Quando digo muito, é muito mesmo. Eu como muito (comida paleo), sempre comi muito e ela come mais do que eu.

    Ela não faz páleo, nem lowcarb, mas come bastante gordura. É dessas "sortudas" que tem "imunidade" ao trigo.

    Mesmo uma pessoa dessas com tendência a emagrecer acabou engordando como efeito desses medicamentos... então pode ser essa a razão.

    ResponderExcluir
  153. Kenia, sugestão:


    Faça paleo sem dias de tolerância (dia do lixo) e comece um treinamento de musculação pesado e de alta intensidade, com intervalos de 30s de descanso.


    Esses treinos costumam provocar queima de energia pós-treino entre 24h e 48h. Se vc fizer o treino 6x/semana estará garantindo 24h/dia de queima intensa de energia.


    Você saberá se o treino foi bom quando sentir sensação de febre ou de que está doente, logo após o treino.


    Conhece algum instrutor bom? Alguma parceira de treino? Ajuda bastante.

    ResponderExcluir
  154. Pedro, cuidado também com esses rótulos mentirosos

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/11/e-zero-mesmo.html

    ResponderExcluir
  155. Dieta de restrição perde peso sim. Dependendo da intensidade, perde mais que paleo...


    O problema é que volta TUDO e mais um pouco.


    Com Paleo o peso perdido não volta.


    Se alguém disser que restringir caloria não diminui o peso está mentindo... no curto prazo diminui bastante.
    O problema é o longo prazo.

    ResponderExcluir
  156. Meu peso foi o seguinte:

    - 6kg no 1o mês (70 -> 64kg) - achava que meu peso ideal era 63 kg

    +1kg no segundo (65)

    -1kg no terceiro (64)

    meses em 64 kg

    depois caiu para 62 kg


    depois caiu para 61 kg (quase larguei a dieta do susto)

    depois subiu, subiu... e estacionou em 65 kg, mas com aumento apenas de massa magra

    agora está em 65. E sinto que é meu peso ideal.



    Não pense em curto prazo...

    ResponderExcluir
  157. +2kg no segundo mês (* corrigindo)

    ResponderExcluir
  158. Na realidade é apenas aviso, pois eles não podem afirmar que não tem, visto que pode haver contaminação cruzada no preparo. Mas se vc olhar nos ingredientes, não há nada com glúten. Neste caso específico, importa apenas para celíacos graves, que podem ter reação grave com qualquer quantidade ínfima.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 19/05/2014 02:48, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  159. Obrigada, Dr.Souto. Vou falar com ela...Nossa, muito legal essa coisa do sr. responder nossas dúvidas...de fato, não estamos sozinhos...

    ResponderExcluir
  160. Leonardo Azevedo19 de maio de 2014 10:14

    tenho notado há alguns meses uma queda na imunidade...alguns resfriados, dores de garganta...coisa que não tinha (estou na paleo há mais ou menos um ano). Boto mais carbs? alguma relação? intensifiquei muito os treinos e tenho filho em creche (refriados, virus, bacterias...).
    O que acham?

    ResponderExcluir
  161. Yuri, obrigada por compartilhar. Mas me diga uma coisa: quando você começou a aumentar o peso foi porque começou a praticar exercícios, não foi?

    ResponderExcluir
  162. oi Leonardo, eu treino musculação. Tem alguma dica para pré e pós treino ? Meu maior objetivo além da saúde e perder gordura abdominal(venho perdendo milagrosamente como nunca pensei que fosse possível) mas não queria perder músculos e massa magra. Escrevi esse comentário no inicio da dieta , hoje completo 10 dias e só tenho uma coisa a dizer: CADE FOME? hahaha Já diminui muito a quantidade de carbo, estando eles na proporção de 13% para 70% de gordura . Essa semana vou realizar alguns exames e estou ansiosa para ver os resultados após 15 dias de teste. Obrigada pelas dicas.

    ResponderExcluir
  163. Oi Patrcia , só pra dizer que minha fome desapareceu! hahaha Estou perdendo muita gordura abdominal, comendo muita salada, carne , peixes , manteiga, tudo o mais natural possível! Muito , muito satisfeita com o caminho que estou percorrendo. Meu médico infectologista disse que era impossível o quadro de lipodistrofia ser ao menos amenizado, e contrariando o impossível já perdi quase 10 cm de cintura.Estou muito feliz, após os 15 dias realizarei exames para checagem geral!Obrigada pela ajuda!

    ResponderExcluir
  164. Leonardo Azevedo19 de maio de 2014 12:13

    perfeito Luis

    ResponderExcluir
  165. Leonardo Azevedo19 de maio de 2014 12:19

    Ana não sou especialista nem nada disso, vai mais do que leio por ai...
    Olha, se vc esta adaptada a dieta paleo e não procura performance atlética ou ganhar músculo, eu não me preocuparia muito com alimentação pós e pré musculação...o negócio é experimentar. Caso vc tolere (leia-se, não engorda), pode comer batata doce /ou frutas antes do treino e logo após, acompanhando o pós com alguma proteina.
    Sobre fazer exames de sangue, espero 3 meses...seu corpo ainda está se readaptando. 15 dias não são nada! eu estou completando uns 9 meses e me dou conta que me adaptei realmente por estes dias.

    ResponderExcluir
  166. Só para complementar a resposta da Patrícia Ayres, o Felix Bonfim vai fazer testes sobre a origem da proteína, pois, embora os laudos que ele tem aprovado, atestem a quantidade de proteína informada no rótulo, algumas não são do soro do leite como todo mundo pensa, mas da soja, que é mais barata. Ou seja, embora haja proteína, ela não é do leite como informa o rótulo.
    Então a saída seria: ou comprar confiando na honestidade do produtor, ou esperar as novas análises do Félix Bonfim, ou, ainda, comprar o produto e fazer sua própria análise de onde vem a proteína. Adianto que as wheys importadas são mais seguras pois o controle sanitário é mais rigoroso.

    ResponderExcluir
  167. Que maravilha! Você não faz ideia de como fico feliz lendo isso!! Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
  168. Olá Leonardo,


    quando vem essa época de frio, eu costumo caprichar mais nas carnes e vísceras e na gorduras, em específico manteiga e óleo de coco. Pra mim funcionam bem. Mas não descartaria a hipótese de aumentar uns paleo carbs à noite (uma sopinha com baroa, por exemplo). O segredo é testar pra ver como o corpo reage.

    ResponderExcluir
  169. Aposto na creche


    Em 19 de maio de 2014 10:14, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  170. Maria Beatriz Prestes Moura19 de maio de 2014 13:16

    Doutor, já perdi 10 kg seguindo a dieta paleo e as orientações do blog. Porém venho percebendo uma queda acentuada de cabelo, teria alguma relação? E há alguma forma de contornar isso?

    ResponderExcluir
  171. É normal, são cabelos novos empurrando os antigos: http://www.proteinpower.com/drmike/metabolism/hair-loss-and-kimkins/


    2014-05-19 13:16 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  172. :)) Me surgiu uma questão. A quantidade de carboidratos que ingerimos esta ligada a imunidade (baixa ou alta). Pra mim ainda é bem estranho não sentir fome, e às vezes fico pensando se meu corpo não sentirá falta de nutrientes...haha

    ResponderExcluir
  173. Hum, interessante o texto e ver relatos de mulheres que PERDERAM
    cabelo com dieta de baixa caloria e deficiente em nutrientes (aquela
    Kimkins).

    Achei bem curioso particularmente porque quando dei início a emagrecer meu cabelo começou a ter bastante queda também e inclusive continua caindo até hoje! - uns 17 meses depois - mas eu continuo emagrecendo também (era bastante obeso)...

    Só que o detalhe é que em vez de afinar ou algo do tipo com tanta queda, ele não para de ficar mais LONGO e VOLUMOSO. Aí não sei dizer se a qualidade dos alimentos LCHF/paleo tem influência nisso.

    ResponderExcluir
  174. Danielle,


    Pratico musculação há algum tempo, mesmo antes da paleolítica. Percebi que após a dieta fiquei mais forte e mais resistente, portanto acho que consumir toda aquela gordura dá mais desempenho na academia e, talvez, ajude a aumentar a massa muscular.


    Sempre falo a quem me pergunta que o peso é uma medida péssima, pois se você tomasse 2 lt de água, pesaria + ou - 2kg a mais sem ter engordado nada rsrs


    Quando se está com retenção de líquidos, se chega a pesar 6, 7kg só de água "retida"...


    E outra, de que adianta perder peso se o que foi perdido foi músculo?


    Portanto a melhor medida é o visual no espelho. Se está ficando melhor, é que você está perdendo "banha" e ganhando músculos.

    ResponderExcluir
  175. http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/11/expectativas-versus-realidade.html
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 19/05/2014 21:23, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  176. Olá Vanessa,

    Antes de qualquer coisa, quase 3 meses de paleo não é muita coisa. Compare 3 meses de boa alimentação com uma vida inteira de abusos 'estragando' seu corpo. É de se esperar que leve algum tempo. Dito isso, balança é uma péssima forma de acompanhar o emagrecimento, você mesma já comprovou isto percebendo que perdeu muitas medidas. Eliminar gordura é bem diferente de perder peso... Não é a maioria que perde peso rapidamente, acredite. Leia: http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2014/01/sobre-galgos-e-bassets.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/11/expectativas-versus-realidade.html

    ResponderExcluir
  177. Existem aminoácidos essenciais, ou seja, você precisa buscar esses aminoácidos na dieta. Existem tbm ácidos graxos essenciais. Mas NÃO EXISTEM carboidratos essenciais.O corpo é capaz de sintetizar todos os carboidratos que precisamos a partir de outros precursores.

    ResponderExcluir
  178. Olá, Boa noite, Dr Souto tenho uma pegunta, farinha de banana verde é segura? qual sua opinião sobre ela? desde já agradeço

    ResponderExcluir
  179. Olá Mateus,


    Como AR não funciona...

    ResponderExcluir
  180. obrigado Patricia, tudo o que o homem modifica, acaba estragando! essa é a realidade!

    ResponderExcluir
  181. Oi, tenho uma dúvida tmb, eu sei que o arroz é um amido seguro, mas ele não é páleo e é um produto refinado também certo?, então se eu comer arroz todo dia não corro o perigo de estragar meu metabolismo? é que eu não entendi muito bem, pois tem pesquisas que dizem que o arroz aumenta triglicérides e podem causar diabetes tipo 2. então isso não quer dizer que posso adoecer comendo o arroz também? Desculpe é que não entendi ainda muito bem sobre a questão do arroz.

    ResponderExcluir
  182. Luiz de Gonzaga Monteiro20 de maio de 2014 15:44

    Dr. Souto ou Pareicia


    Vi o panfleto de sua palestra em São Paulo e pensei que pena que não é em Recife. rsrsrsr. Pergunta: quando o Sr. vem dar uma palestra em Recife-PE?

    ResponderExcluir
  183. Só organizar (como se fosse fácil!) e convidar.


    2014-05-20 15:44 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  184. O arroz branco é um amido seguro porque não vai fazer mal, não significa que não vai engordar.

    ResponderExcluir
  185. obrigada Leonardo!No pré não dispenso a batata doce devido a energia que ela me garante , já tentei comer outros carbos mas meu corpo não reage tão bem. O pós sempre tomo whey, antes comia uma banana como pos sólido mas percebi que estava me engordando. Tenho dúvidas em relação ao pós pois fico com receio de perder massa magra.

    ResponderExcluir
  186. obrigada mais uma vez, acho que vc não tem dimensão do quanto ajuda por aqui...
    Hoje fui no meu infecto e ele quase não acreditou quando contei da perda do 'panceps', não contei da ingestão de gorduras...rs Apesar de ser um médico conceituado percebo que tb é bem retrógrado nas idéias!
    Vi uma foto de uma garota no isnta que coloca bastante manteiga no café , uma fatia grossa. Percebi que não colocava quase nada , fiz hoje batido e ficou maaara!

    ResponderExcluir
  187. Fico feliz em ajudar! ;)

    ResponderExcluir
  188. Leonardo Azevedo21 de maio de 2014 06:33

    li agora que faz muito pouco tempo que vc está na paleo...fique tranquila...aos poucos essa fome toda desaparece. Hoje tenho muito pouca fome, pouca mesmo...mas estou na paleo há quase um ano. Aos poucos vc vai desencanando desses lanches...eu vou pro Jiu Jitsu agora cedo (são 6:30), e tomei somente um café batido com óleo de côco.

    ResponderExcluir
  189. Este grão aparentemente inofensivo pode trazer graves consequências à saúde do seres humanos se consumido à vontade. Os grãos em geral contêm grande quantidade de antinutrientes como os fitatos, glúten, lecitina e inibidores de tripsina, o que não é exceção no caso do arroz integral. O arroz é um alimento calórico e muito rico em carboidratos com um nível de micronutrientes (vitaminas e minerais) extremamente baixo se comparado aos vegetais ou tubérculos. Uma porção de 50g de brócolis supera quase todos os micronutrientes da mesma porção de arroz, sem desencadear uma farra da insulina em seu corpo por conter uma quantidade mínima de carboidratos. Uma pesquisa recente feita com ratos de laboratório indicou que o consumo de arroz aumentou o colesterol LDL a níveis crônicos até 6 horas após a refeição. Isso ocorre devido à presença de plantas exógenas miRNA encontradas no arroz, que interferem com a expressão de um gene no fígado, o LDLRAP1. Pesquisas conduzidas pelo Dr. Robert Lustig, também comprovam o aumento de colesterol gerado após o consumo de determinados grãos, como o trigo e o arroz. O lado positivo do arroz branco é ser praticamente amido puro, pois todos os antinutrientes estão contidos no farelo e na casca, que foram removidos no processo de refinamento. No entanto, o consumo desse alimento pode ser um problema para muitas pessoas, como no caso daquelas que apresentam doenças autoimunes – pesquisas demonstram que essas pessoas têm maior sensibilidade ao arroz, que pode se manifestar em forma de acne, problemas gastrointestinais, dermatites ou asma. Não obstante, não podemos deixar de considerar o principal potencial maléfico do consumo desse alimento: maior propensão no desenvolvimento de diversas doenças em longo prazo, uma vez que o arroz é um carboidrato de alta carga glicêmica, e seu consumo resulta em acúmulo de gordura visceral (na barriga e entre os órgãos). O acúmulo de gordura visceral está diretamente ligado a diabetes e a síndrome metabólica, o que com o tempo pode resultar em problemas cardíacos. O consumo de arroz pode ser tolerado em quantidades modestas para algumas pessoas, mas se o juntarmos a outros grãos, o potencial para aumento de peso, desenvolvimento de síndrome metabólica, diabetes e doenças como a síndrome do intestino irritado – além de problemas com o sistema imunológico e hormonal, alergias, anemia, perda ósseas e cáries – é aumentado consideravelmente. ️Referência: FLEURY, Caio Augusto. A dieta dos nossos ancestrais. Pág. 80-85. São Paulo: Matrix, 2012.

    ResponderExcluir