segunda-feira, 2 de junho de 2014

O livro mais importante da década

Há 7 anos, em 2007, era publicado o livro Good Calories, Bad Calories, de Gary Taubes. Em retrospecto e na minha opinião, este foi o mais importante livro sobre nutrição e saúde jamais escrito. Este livro, sozinho, com o peso de suas milhares de citações bibliográfica e de suas 600 páginas, mudou o equilíbrio do discurso nutricional nos anos que se seguiram. Se hoje pesquisadores famosos conseguem levar a hipótese alternativa aos periódicos científicos mais importantes do mundo, isso deve-se a esse JORNALISTA, Gary Taubes.

Pois é novamente de uma jornalista que vem o livro mais importante da década, The Big Fat Surprise.



Assim como os livros de Taubes, não se trata de um livro de dieta. Você não encontrará aqui receitas ou fases, alimentos proibidos ou permitidos. Não. Trata-se de uma magnífica narrativa sobre os fatos e pessoas que nos levaram a esta situação lamentável na qual nos encontramos, em que a diretrizes nutricionais estão de tal forma divorciadas do estado atual da ciência a ponto de sugerir que diabéticos consumam 60% de suas calorias na forma de glicose.

Aqui você encontrará as repostas para a pergunta: "se todas as evidências apontam para um sentido, por que todos os especialistas afirmam o contrário?"

O livro prende o leitor como se fosse uma obra de ficção. Nina consegue dar vida aos seus principais personagens e dar contexto histórico às suas ações e suas consequências.

O capítulo sobre a dieta mediterrânea é especialmente fascinante e exemplifica, ao meu ver, como determinados conceitos emanados da cabeça de uma ou duas personalidades fortes podem tornar-se completamente hegemônicas e virais.

O livro está tendo uma tremenda repercussão nos EUA - o que é bom, muito bom!  Veja alguns exemplos:


Quando Gary Taubes lançou Good Calories, Bad Calories, o mundo foi pego de surpresa. A ideia de que a gordura faz mal (e, por conseguinte, de que deveríamos basear nossa alimentação em amido) era algo esculpido em pedra, com status de dogma. Taubes provocou as primeiras rachaduras neste consenso monolítico. Hoje, embora ainda permaneça grande e pesado, o consenso está desmoronando a olhos vistos.

O livro de Nina Teicholz chega em outro contexto histórico. O mundo não estava preparado para Taubes - eram tempos sombrios. Mas o momento não poderia ser melhor para Nina. Para exemplificar o que quero dizer, reveja o tom destas manchetes recentes, inimagináveis há 7 anos: 
Comidas "low fat" estão cheias de níveis "danosos" de açúcar,
EUA propõem novos rótulos que 'aceitam' gordura e 'demonizam' açúcar, Gordura saturada não é a vilã para o coração, diz estudo,  Uma dieta de baixa gordura saturada não reduz o risco cardiovascular nem lhe ajuda a viver mais, Carboidratos e a glicose são prejudiciais para a saúde do cérebro.

Sei que a década não acabou. Mas, até o momento, esse é o livro da década.

P.S.: conversei com a autora, que já submeteu o livro a várias editoras nacionais. Ou seja, há planos para a sua tradução. Se você tem ligações junto à área editorial, entre em contato comigo.

230 comentários:

  1. Muito bom, muito bommmmm!

    ResponderExcluir
  2. Priscila Jaensch2 de junho de 2014 17:20

    Wow. Vou encomendar o meu agora no amazon. Obrigada pela resenha, Dr. Souto.

    ResponderExcluir
  3. Como Dr. Souto já falou aqui algumas vezes.
    Eis aí um ótimo motivo pra aprender inglês.
    Em breve meu ingês será suficiente, em breve! rs
    Quero muito ler esse livro!

    ResponderExcluir
  4. Português é um deserto editorial. Com sorte, em 2015...

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 02/06/2014 18:24, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  5. Haha, é verdade. Vou ter que ler em inglês mesmo, é bom que treino.

    http://www.amazon.com/Big-Fat-Surprise-Butter-Healthy-ebook/dp/B00A25FDUA/ref=tmm_kin_swatch_0?_encoding=UTF8&sr=8-1&qid=1401745672

    ResponderExcluir
  6. Alberto Americano2 de junho de 2014 19:24

    O meu já tá encomendado na Amazon!

    ResponderExcluir
  7. Boa dica. Já está no Kindle! rs

    ResponderExcluir
  8. Impressionante como as diretrizes de nutrição e saúde são baseadas em estudos mal feitos e com uma lógica fraquíssima. Depois de anos parece que estamos começando a realmente consertar esse amontoado de estudos e recomendações que possuem uma base temerária.

    Ao meu ver, a medicina está muito próxima da economia como ciência. Ambas contam com a estatística e econometria como ferramenta de prova, ambas possuem fortes vieses de pessoas que primeiro tomam partido baseado em sua crenças pessoais e depois passam a manipular a estatística a seu favor e ambas possuem áreas já bem evoluídas e confiáveis e áreas totalmente obscuras e com antagonismos internos.

    Assim como na medicina as áreas ligadas ao ambulatório e às emergências de tratamento estão bem evoluídas, na economia as áreas ligadas às finanças e à microeconomia estão bem evoluídas tbm.

    Já as área ligadas a alimentação, nutrição e estilo de vida estão totalmente defasadas. O mesmo ocorre com o debate macroeconômico, politica tributária, economia política e regulação estão em um total marasmo e discussões totalmente contraditórias. Vemos que essas áreas estão mais dependentes de informaçoes e sistemas complexos, que necessitam de estudos estatísticos muito mais completos e com inferência totalmente sujeita a opiniões, manipulações, poder político, hipocrisias e com vieses de seleção, variáveis omitidas etc...

    Não é a toa que vemos diariamente médicos nessas áreas dizendo coisas completamente diferentes uns dos outros. O mesmo pode-se dizer sobre a economia, nessas áreas um economista é capaz de dizer algo completamente diferente do outro.

    O Sr, Dr. Souto, com certeza seria um bom economista tbm, caso tivesse escolhido essa profissão. Certamente seria um economista austríaco.

    Abs

    ResponderExcluir
  9. Dr. Souto.

    Acompanho seu post a 1,5 anos e junto ao meu marido conseguimos tremendo sucesso.
    Meu marido perdeu 30kg (de 127 para 94kg) e hoje temos dúvidas pertinentes com o futuro da dieta.


    Ele é fissurado em amendoim. há um livro chamado "fator T" onde diz que o amendoim eleva os niveis (produção) de testosterona no organismo. Prudencio ele dizendo que ha estudos onde o alho também faz a mesma coisa.
    A preocupação na testosterona se deve ao fato de que o corpo dele está em uma fase onde os peitos estão ficando murchos e a barriga muito flácida. Ele sempre fez academia e o corpo dele é musculoso, ´porém essa pele e gordura por cima o preocupa.


    No primeiro momento em que acorda ele prepara um desjejum de 3 ovos e não deixa ficar mais de 5 horas sem comer temendo que o corpo CATABOLIZE o duro anabolizado pelo exercicio físico.

    como lidar com o catabolismo muscular nessa dieta onde ele come mesmo estando saciado temendo perder gramas de musculos e gastando fortunas com BCAAs e Glutaminas.

    Esse é um assunto que em foruns de musculação o pessoal se deleita tentando descobrir o santo graal.

    ResponderExcluir
  10. Andrei Rocha de Almeida2 de junho de 2014 21:35

    Que Bom! Mais um para a coleção.

    ResponderExcluir
  11. Dr. Souto, encontrei seu blog por acaso e me interessei pela dieta. Tenho umas dúvidas não relacionadas com esse post, mas posto aqui porque gostaria muito de obter a resposta e porque o último post provavelmente terá mais visibilidade... rs
    Tenho 19 anos, e ando com muita indisposição, sonolência, alergias, pele oleosa e cheia de espinhas, dificuldades para dormir, leve depressão e alguns outros pequenos problemas que, embora não me impeçam de levar uma vida normal (na verdade a sonolência tem diminuído minha produtividade no trabalho), me incomodam muito e tenho notado que se intensificaram nos últimos anos.

    Sou magro (não sei exatamente quanto peso, talvez na faixa de uns 60~75 quilos) e tenho dificuldade em ganhar peso. Meu objetivo, com a dieta, seria melhorar minha qualidade de vida e reduzir esses problemas que citei anteriormente. Já tentei alguns remédios (para depressão foram pelo menos uns 5!) e nenhum deu um bom efeito.

    Após ler atentamente vários artigos do blog, percebi que tenho uma alimentação rica em carboidratos e um tanto pobre em gorduras, principalmente as de origem animal. Gostaria, portanto, de saber se devo começar uma dieta do tipo paleo e se devo somente diminuir o consumo de carboidratos ou devo cortá-los totalmente. Ah, levando em conta que eu não pratico exercícios além dos esforços normais do dia-a-dia (me segurar no transporte público, levantar alguns objetos, etc).

    (OBS: sei que aqui não é um consultório médico e que é difícil prescrever algo para alguém assim pela internet. No entanto, pretendo iniciar a dieta de maneira lenta e com cautela. Estou ciente que ela pode não resolver nenhum desses problemas, mas disposto a tentar. Sei que ao menos algum benefício devo ter. Agradeço qualquer comentário ou sugestão sua! ;-] )

    ResponderExcluir
  12. Gustavo Borgonovi2 de junho de 2014 21:48

    Já estou com o arquivo pra ler, hehe. pena que ainda tenho o Grain
    Brain e o da Denise Minger (Death By The Food Pyramid) na lista pra
    ler... mas acho que vou deixá-los pra depois :P

    Numa notícia mais ou menos relacionada, viram a capa da Revista Viva Saúde deste mês?

    http://revistavivasaude.uol.com.br/upload/galeria_capa/original/27.jpg

    A chamada da capa me fez comprar, mesmo sabendo que estas revistas
    costumam seguir as diretrizes... e não é que tive uma razoável
    surpresa? Pra doA matéria avalia o livro The Calorie Myth do Jonathan
    Bailor com uma boa explicação do conceito "SANE" dele, e chama atenção para o fato do TIPO de nutriente ser mais importante que as calorias em si, além de explicar que exercícios anaeróbicos são muito mais eficientes que os aeróbicos para perda de gordura. Claro que a matéria é meio estragada pelo tradicional cardápio sugerido por um
    SUBnutricionista incluindo pães integrais e soja, mas, no geral, achei
    algo positivo nesse mar de desinformação que são essas revistas de
    dieta/"saúde"... Pra dourar essa satisfação, na página 45 tem uma
    propaganda da versão brasileira de The Paleo Diet do Arthur Devany, pela editora Princípio, que está com o nome de A Dieta Da Evolução, mas este acredito já ser lançamento antigo no Brasil, não? Lembro de tê-lo visto há uns dois meses na Saraiva do shopping do Metrô Santa Cruz em SP...

    ResponderExcluir
  13. Teresa Cavalcanti2 de junho de 2014 21:54

    Mais um para a lista!!

    ResponderExcluir
  14. Leonardo, em uma frase: FAÇA PÁLEO. Corte completamente os farináceos e o açúcar, e fique apenas com frutas (como sobremesa, não como lanche) e raízes (sem exagero). Volte aqui em 30 dias e nos conte.


    Em 2 de junho de 2014 21:47, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  15. Muito obrigado pela resposta, estava um pouco incerto se o paleo se enquadrava no meu caso.
    Já comecei hoje, não comi pão, reduzi a quantidade de leite e parei com o achocolatado. No almoço, já optei por mais carne e cortei os grãos.


    Prometo dar meu relato aqui dentro de um mês sim, muito obrigado!

    ResponderExcluir
  16. Fábio Alvarenga2 de junho de 2014 22:48

    Por acaso o Dr. sabe quais as editoras? Podemos mandar emails para tentar acelerar o processo, mostrando o interesse da comunidade.

    ResponderExcluir
  17. Ela vai me passar

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 02/06/2014 22:48, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  18. Olá Ana,

    Eu não consigo entender essa lógica de comer de x em x horas... se isso fosse verdade, nossos ancestrais não sobreviveriam, não é mesmo? O que determina quanto e quando comemos, é nossa fome!
    Eu não entendi muito bem a questão do catabolismo. O glicogênio do músculo é para uso exclusivo dele. Mesmo numa dieta de baixo carboidrato a glicose que o fígado produz a partir de proteína e gordura é armazenada pelos músculos.
    leia aqui: http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2013/06/prezado-dr-souto-exercicio-sem.html

    ResponderExcluir
  19. Farad Oliveira de Araujo3 de junho de 2014 00:08

    3 milhões de acessos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Tenho 44 anos, 1,65m e tinha 89,9 quilos. Meus exames anuais sempre mostraram q sou saudável, apesar dos quilos a mais e coisas q dizem não ter solução (tpm, inchaços, alergias, compulsão, etc).

    Eu ia esperar fechar uns três meses nesta mudança...mas já tenho melhoras, uma imensa gratidão e uma dúvida.

    Adotei o estilo low-carb desde 28/4/14, claro após ler as informações do blog, o relato e comentário das pessoas, os livros aqui indicados.

    Achei um oásis pq o desconhecimento sobre o assunto é o deserto.

    Nunca consegui fazer dietas e não curto academia (não sou exatamente sedentária, mas voltei a fazer hidroginástica desde dez/13, mas nunca emagreci com exercício)
    Queria melhorar minha saúde, mas como? A última tentativa foi pesquisar seriamente sobre o assunto alimentação e achei o oásis.

    Até o dia 24/5 perdi +- 5 ou 6 quilos, medidas tb, fora outras coisas q melhoraram ou sumiram.

    Ainda tenho muita coisa para ajustar na minha alimentação e tb na atividade física q devo fazer.

    Mas uma coisa me preocupa, não consigo comer a qtd adequada de proteínas... não se deve ficar contando, mas agora no início coloco tudo que como no FS,

    queria saber das qtds de carbs, gorduras, proteínas e sódio. Tem dias q não como proteínas suficiente, isso pq fico logo saciada ou fico muito tempo sem comer,

    mas e aquela estória de qtds de proteína diária??? O meu tempo de alimentação mudou!!!!

    Fora isso, quero tb agradecer a todos que participam do blog e principalmente este extraordinário ser humano o dr.J.C. Souto.

    Um abraço grande e muita felicidade a todos.

    ResponderExcluir
  21. Leonardo Azevedo3 de junho de 2014 10:39

    Vc disse tudo..."O meu tempo de alimentação mudou!!!!".
    Se vc está sem fome, por que ficar pensando "se poderia comer mais proteina". Aliás, lembre-se que a alimentação paleo é basicamente muita gordura e muitos vegetais e algumas frutas, além de uma quantidade moderada de proteínas. Após uma adaptação inicial, creio que as coisas se ajustam naturalmente. A quantidade de comida que antes vc achava necessária pra se saciar após a adaptação não é mais a mesma.
    O importante é sempre fazer as escolhas dos alimentos mais densos nutricionalmente . De resto, seu corpo vai te dizer a quantidade que vc deve comer. O fat secret é uma boa ferramenta pra matar a curiosidade ou para entender porque não estamos emagrecendo, mas usar diariamente acho que é simplesmente ir contra toda a idéia paleo...que é alimentar-se de forma natural, sem contar gramas, calorias, etc,etc.

    ResponderExcluir
  22. Leonardo Azevedo3 de junho de 2014 10:41

    nem em espanhol tem...não ler ingles é triste!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Christian Bergamo3 de junho de 2014 13:43

    Pois é... A churrascaria nunca mais foi o mesmo lugar pra mim. Depois da dieta paleo então. Engraçado só é que para chegar ao conhecimento do que é bom para nossa saúde em termos que dieta, eu tive que ter um caso de Alzheimer na família, achar um tratamento alternativo a base de oleo de coco, comprar o maravilho livro 'Alzheimer desease what if there was a cure' da Dra Mary Newport e ler nesse livro o quão importante para a função cerebral as gorduras são...inclusive a saturada.

    ResponderExcluir
  24. Olá Leonardo. Os sintomas que descreveste estão frequentemente associados à má alimentação, conforme relatos daqui mesmo, deste blog. Pode não ser o seu caso? Pode. Mas é muito mais provável que, mudando a alimentação, melhores sensivelmente de todos estes sintomas. Falo por experiência própria. Boa sorte e vá em frente!

    ResponderExcluir
  25. Patricia, obrigado pela respota ;)

    no meu entendimento, as necessidades nutricionais de pessoas adeptas à exercicios resistidos com objetivos conjuntos de hipertrofia e redução de BF% diferem em muito de pessoas que não estão nesses objetivos.

    O objetivo de se comer de x em x horas segundo o livro "Musculação além do anabolismo - Waldemar Guimarães (um dos mais conceituados treinadores mundiais, treinou o Mister Olympia Dorian Yates)". é que
    "Imediatamente após o treinamento, é interessante realizar uma refeição o quanto antes quando o objetivo é aumentar/preservar a massa magra, a fim de auxiliar no processo de recuperação e evitar o catabolismo."

    "Mantenha-se sempre em estado anabólico. Se você mantiver intervalos muito grandes entre as refeições, poderá cair em catabolismo por deficiência de nutrientes. Deve-se fazer uma refeição a cada período de três horas. A distribuição calórica e de carboidratos na dieta irá variar de acordo com o horário de treinamento, visando otimizar a performance neste horário e garantir uma excelente recuperação."



    E por ai vai, Desse modo a ideia é sempre manter niveis séricos de nutrientes facilmente disponiveis tendo em vista que controlar funcoes endocrinas (testo e cortisol) e o catabolismo é o grande foco. na hipertrofia 70% de sucesso é atribuida à dieta.

    ResponderExcluir
  26. como leitor do livro, dou parabéns à jornalista Nina Teicholz. Num trecho do livro ela diz que a prática da boa ciência não pode ignorar as pesquisas feitas por Stefansson e Mann com tribos da África que consumiam grande quantidade de carne e gordura saturada e não apresentavam doenças do coração.
    Já me referi aqui, neste espaço, que Lorein Cordain, um dos pais da dieta paleolítica, simplesmente ignorou uma pesquisa realizada com esquimós, e que ele mesmo incluiu no seu livro The Paleo Diet, mostrando resultados parecidos aos que Stefasson e Mann apresentaram.
    A diferença é que Cordain apresentou a pesquisa e na época não teve o bom senso de se posicionar com a jornalista faz agora. Me passou a impressão que ele ficou mais preocupado em formatar uma nova dieta do que buscar a verdade. Falo isso porque também sou jornalista. É importante buscar a verdade.

    ResponderExcluir
  27. Amelia Schwarzeluhr3 de junho de 2014 19:14

    Quero um livro seu Dr.Souto!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  28. vc poderia falar um pouco mais sobre o tratamento que vc vem fazendo Christian, com base no livro citado. Eu até tenho o livro da dra. Mary Newport mais ainda não o li. E tenho um caso de uma pessoa próxima diagnosticada, possivelmente, com Alzheimer (o diagnóstico completo ainda não saiu).
    obrigado

    ResponderExcluir
  29. Christian Bergamo3 de junho de 2014 19:47

    Claro Cau Gomes, recomendo que você leia o livro porque ele é excelente. De qualquer maneira o tratamento é bastante simples na verdade. Depois que o diagnóstico for feito, basicamente esqueça tudo que os médicos tradicionais disserem e siga o que está no livro. Assim como no meio nutricional e em outros ramos da medicina, na neurologia a maioria dos médicos desconhecem os benefícios do consumo de oleo de coco e os corpos cetonicos que ele produz no tratamento do Alzheimer. Eu estou terminando um texto sobre o assunto que em breve o Dr Souto vai postar aqui no fórum. Quando o diagnóstico for confirmado, inicie dando uma mistura de 5 partes de oleo de coco pra 6 partes de MCT por refeição. Cada dose deve ser o equivalente a uma colher de sopa. De qualquer maneira me ponho a disposição caso queira tirar mais dúvidas. Me mande um email, cbergamo.cb@gmail.com grande abraço.

    ResponderExcluir
  30. Boa noite!
    Aqui pode não ser o local apropriado para falar sobre isso, mas preciso de algumas dicas!
    Estou seguindo uma alimentação lowcarb/não tão paleo desde o mês 10/2013, mas estou tendo problemas com compulsão alimentar, quando como certos alimentos, queijos, abóbora cabotia, enfim alimentos que seriam aceitos n estilo lowcarb/paleo para quem não precisa perder peso, o meu caso! Eu como muito, Muitas vezes fico enjoado, me sentindo muito cheio depois dw alguns minutos, gostaria de algumas dicas para tentar amenizar esse problema! Desde já agradeço! E parabéns Dr. souto pelos 3 milhões de acessos!

    ResponderExcluir
  31. Boa noite!
    Aqui pode não ser o local apropriado para falar sobre isso, mas preciso de algumas dicas!
    Estou seguindo uma alimentação lowcarb/não tão paleo desde o mês 10/2013, mas estou tendo problemas com compulsão alimentar, quando como certos alimentos, queijos, abóbora cabotia, enfim alimentos que seriam aceitos no estilo lowcarb/paleo para quem não precisa perder peso, o meu caso! Mas eu como muito, Muitas vezes fico enjoado, me sentindo muito cheio depois de alguns minutos, gostaria de algumas dicas para tentar amenizar esse problema! Desde já agradeço! E parabéns Dr. souto pelos 3 milhões de acessos!

    ResponderExcluir
  32. obrigado Christiano. Assim que eu tiver o diagnóstico volto a falar contigo.
    abs

    ResponderExcluir
  33. Sou leigo, mas dê uma lida: http://primalbrasil.com.br/jejum-e-perda-de-massa-muscular/

    Parece ser o que procuras...

    ResponderExcluir
  34. Também em The Economist:

    http://www.economist.com/news/books-and-arts/21602984-why-everything-you-heard-about-fat-wrong-case-eating-steak-and-cream

    ResponderExcluir
  35. Dr. Souto, boa noite! Estou aqui em New York e volto dia 13.06 e chegando ja providencio mandar mais este titulo para a WMF Martins Fontes e a Companhia das Letras. Tenho cobrado posi'cao sempre, mas a resposta que dao 'e que ainda est'a em analise.
    Se a autora lhe passar quais ela ja procurou, gostaria que me informasse. Pois alem destas editoras tenho outras que posso procurar tambem. Estas duas foram as editoras do Barriga de Trigo e Dieta da Mente, por isto, falei primeiro com elas.
    Vamos nos falando!!

    ResponderExcluir
  36. Leonardo Azevedo4 de junho de 2014 10:23

    Nunca li nenhum estudo que jogasse luz sobre a questão de quanto tempo sem alimentação tiraria a pessoa do estado anabólico e o jogaria no catabólico.

    Aliás, o estado "alimentado" e o estado "fome" ao que parece (que leio por aqui e em tantas outras publicações) não liga e desliga de 3 em 3 horas.

    Certamente uma pessoa que quer "crescer", ficar forte, ganhar medidas de músculo, necessita de uma alimentação diferenciada da cetogênica, pois os carboidratos possuem muita importância nesse jogo, mas dai a seguir uma dieta convencional de halterofilismo, é mais ou menos ir contra toda a teoria paleo...

    Não tenho nenhuma formação na área, mas entendo que, para nas suas palavras:"manter niveis séricos de nutrientes facilmente disponiveis" boas refeições feitas, com ótima escolha de alimentos densos nutricionalmente, serão mais importantes do que os intervalos de 3 em 3h, como asseverado pelo Waldemar Guimarães.

    ResponderExcluir
  37. Olá Luana,


    como são esses 80% paleo e 20% não paleo? Faz musculação? Já verificou hormônios?

    ResponderExcluir
  38. Oi Patrícia


    os 20% que eu considero são adoçante, whey protein, e refrigerante zero as vezes, pois não larguei totalmente, mas praticamente nunca trigo e muito raramente açúcar. Faço musculação sim de 4 a 5 vezes por semana, mas não verifiquei os hormônios..

    ResponderExcluir
  39. Sensacional

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/06/2014 11:28, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  40. Olá José, tb venho lutando com os triglicerídeos que já estiveram acima de 500 receitaram-me as famigeradas estatinas e eu não admiti viver a base de remédios o que me trouxeram aqui. Ainda não cheguei na normalidade mas já baixou um bom bocado com a LCHF, estando hoje em torno de 160. Espero alcançar níveis normais em um pouco mais de tempo.

    ResponderExcluir
  41. Tire-me uma dúvida por favor: MCT e óleo de côco não são as mesma coisa?

    ResponderExcluir
  42. Christian Bergamo4 de junho de 2014 12:27

    Sim e não Cassio hehehehe existe o oleo de coco extra virgem e o mct que é o oleo de coco que passou por um processo de refinamento para ser mais rico em triglicerideos de cadeia media. O negocio é que o oleo de coco extra virgem demora algumas horas para atingir seu potencial máximo de produção de corpos cetonicos e o mct logo que a pessoa toma tem uma produção forte e pouco tempo depois diminui. Por isso no tratamento do mal de Alzheimer a mistura é indicada. Você obtém produção de corpos cetonicos por mais tempo e de forma mais constante. Na minha avó começamos o tratamento só com Oleo de coco, funcionou, mas a adição do mct fez muita diferença. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  43. As Estatinas não são específicas para os Triglicerídeos mas os Fibratos sim baixam bem e aumentam o HDL. Porém hoje tenho resultados melhores com a dieta do que quando tomava o Ciprofibrato. Cássio , pelo visto nosso metabolismo é altamente intolerante aos carboidratos , processamos muito mal. Tenho amigos obesos que comem de tudo e tem triglicerídeos 70. Fazer o que ? Sós nos resta correr atrás e restringir o que nos faz mal. Boa sorte !

    ResponderExcluir
  44. Dr Souto , qual sua opinião a respeito dos 2 metabolismos abaixo com uma dieta normal sem restrições :

    1 Indivíduo : Come pouco e tem pequeno sobrepeso , Triglicerídeos altos (400) ,HDL baixo (30) e Glicose normal.

    2 indivíduo : Come muito e é Obeso mas todas as taxas são EXCELENTES.

    O indivíduo 1 não entende como 2 está melhor do ele. O indivíduo 2 caçoa do 1 pois come tudo o que quer e tem exames melhores rs .

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  45. Esse 'pouco' que vc falou que engordou , é quanto?

    ResponderExcluir
  46. foi três quilos em um mês, mas o que mais me incomoda mesmo é essa fome constante, antes com essa dieta não tinha isso, pois priorizo as gorduras, principalmente as boas, óleo de coco, abacate, manteiga nos vegetais, azeite... mas ia como e a fome não passa (sei que é fome porque dói o estomago, como se estivesse vazio mesmo sabe?) e agora vivo constantemente com fome, tentei acrescentar mais carboidrato, mas acho que só piorou..

    ResponderExcluir
  47. Ambos estariam melhor com low carb, e o magro tem possivelmente MAIS risco.
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/06/2014 12:39, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  48. Tens razão, o que me foi receitado era um dessa classe aí mesmo, é que nem me lembro o nome mais...eu tenho uma dúvida em relação aos carboidratos...faço musculação e é recomendado, sempre, ingerir carboidratos após os exercícios...entretanto, se sei que sou altamente intolerante aos mesmos, como fazer? Alguém pode me ajudar nesse quesito? Quero baixar os triglicerídeos, tenho 1,77m, 76kg, em torno de 15% de gordura corporal, não preciso perder peso...será que terei que entrar em cetose para chegar aos níveis normais de triglicérides? E como faço com a musculação, pois perderei força com a cetose....alguém tem alguma dica?

    ResponderExcluir
  49. Dr. Souto,
    Tenho 33 anos, 1,63 m e atualmente 69,3 kg. Como já
    mencionei em outra ocasião, sofro de hipotiroidismo, tomo lítio e outros psicotrópicos e tenho constipação intestinal (que mesmo seguindo todas as orientações não melhorei) .
    Estou seguindo a dieta low carb há dois meses e ganhei 2,5 kg. Antes eu fazia uma dieta chamada higienista que buscava alcalinizar o ph do sangue, consumo de pouca proteina animal e uso apenas de feculentos low car, cereais integrais e leguminosas. Era interessante, mas com a alimentação atual me sinto mais disposta, mais saciada, menos ansiosa e com os exames ok, só que ganhei peso e não consigo emagrecer. Este mês vou ao gastro, endrócrino e dermato (apareceram umas erupções no pé que nunca tive).Na verdade, quero continuar com este estilo de alimentação, mas gostaria de entender o que está acontecendo comigo. Desta forma, seria interessante ter claro algumas coisas para poder contrapor às minhas consultas. O senhor poderia me dizer se, de fato, esta alimentação não é indicada para mulheres que apresentam este quadro hormonal (li casos como o meu, mulheres em idade fértil, com hipotiroidismo que engordaram com esta alimentação e outras que tiveram alterações na tireóide). Ou é apenas alguma questão de adaptação a médio ou longo prazo? Considerando que já estou já há dois meses e nenhum resultado positivo quanto ao peso. Também gostaria de entender o que acontece no meu organismo para eu não estar emagrecendo? Agradeço sua colaboração!

    ResponderExcluir
  50. quais são as marcas de óleo de coco extra virgem e MCT que vc usa, e onde compra?

    ResponderExcluir
  51. Christian Bergamo4 de junho de 2014 16:07

    Olá, oleo de coco extra virgem uso o nacional da copra mesmo, como usamos muita quantidade o melhor preço que achamos em São Paulo foi na zona cerealista no centro. E o mct compramos no www.vidaforma.com.br também depois de muita pesquisa. Boa sorte no tratamento. Na nossa vida esse tratamento foi um milagre. É impressionante como o mal de Alzheimer praticamente não progrediu nos últimos 3 anos graças ao óleo de coco e a Dra Mary Newport.

    ResponderExcluir
  52. obrigado. Eu já compro lá na rua Santa Rosa.

    ResponderExcluir
  53. Oi Ana, ouvi um podcast sobre musculação aqui que me abriu os olhos. O músculo só vai crescer com catabolismo, ele só vai crescer depois que catabolizar, depois que quebrar as fibras para reconstruir ao contrário, se você quebra gordura (fazendo aeróbicos) seu corpo vai trabalhar pra recuperar essa gordura perdida.

    Como gosto de testar as teorias, passei a fazer musculação com exercícios compostos até a falha e estou vendo bons resultados.

    obs. 1: faço geralmente 2 refeições por dia e não me empanturro de proteína.



    obs. 2: se você ta quebrando as fibras musculares na musculação, fatalmente elas serão recuperadas e fibras só se recuperam com um bom período de descanso.

    ResponderExcluir
  54. Marcos Silva Campos4 de junho de 2014 18:03

    Ela também está no podcast do Livin' la vida lowcarb show, Jimmy Moore, nesta semana. http://livinlavidalowcarb.com/blog/the-llvlc-show-episode-823-nina-teicholz-shares-why-butter-meat-cheese-belong-in-healthy-diet/22819

    ResponderExcluir
  55. Olá Roberta,

    Pelo seu peso e altura, não me parece que precisa emagrecer muito. 2 meses é pouco tempo...
    Bem, paleo é ideal pra qualquer pessoa! Como está a ingestão de boas gorduras? Ainda consome leguminosas e grãos? A hipo está bem controlada? A paleo pra hipo deve ser bem restrita (zero glúten, zero feijões, lentilha, amendoim, soja, zero óleo de sementes, canola). O hipotireoidismo não tratado vai dificultar a perda de peso.

    ResponderExcluir
  56. Luana, se tem uma coisa que não acontece com paleo / LCHF é fome! Se aumentou os carboidratos vai engordar e vão te dar fome mesmo. Uma coisa é paleo. Outra é paleo/LCHF. leia: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2014/01/reflexoes-sobre-postagem-anterior.html

    ResponderExcluir
  57. Enrique Villanova4 de junho de 2014 20:49

    http://www.economist.com/news/books-and-arts/21602984-why-everything-you-heard-about-fat-wrong-case-eating-steak-and-cream

    ResponderExcluir
  58. Dr. Souto, já viu que tem um blog de um zé mané que simplesmente quer tirar um monte de gente do caminho certo? "http://lowcarbpaleo.blogspot.com.br/" . Plágio do seu blog. É muita gente ruim nesse mundo!

    ResponderExcluir
  59. Aline Keila Castro4 de junho de 2014 21:25

    Nossa , ate a apresentção do blog é a mesma ... fiquei curiosa e vou lá dar uma olhada ... às vezes se as informações forem boas, quem sabe?

    ResponderExcluir
  60. Aline, do começo ao fim esse blog-plágio só traz mentiras! Olha as marcas recomendadas...

    ResponderExcluir
  61. Oi Patrícia, obrigada pela resposta! Consumo muito bem todas as gorduras saudáveis, não como mais leguminosas, nem grãos. Minha tireoide está ok e não consumo estas outras coisas que você citou. Acompanho bem o blog e outros também, faço bem o estilo low carb, cuido bem da alimentação, quase não saio nos 20 %, malho três vezes por semana e só engordei, não consigo nem recuperar o peso que estava quando iniciei. Estou triste, pra falar a verdade, gostaria de continuar, mas pelo que vejo esta alimentação tem, sim, efeitos complicados em mulheres, ainda mais com disfunção hormonal. Abs...

    ResponderExcluir
  62. A lógica da musculação é diferente Patrícia, pois dificilmente os caçadores-coletores conseguiriam sustentar uma massa muscular similar a de um fisiculturista.


    Então, não dá para aplicar a mesma técnica.


    A massa muscular do fisiculturismo (mesmo o amador) é muito superior (em quantidade) à massa necessária para se ter uma vida saudável.


    É um esporte...

    ResponderExcluir
  63. Ana, há controvérsias a respeito da janela de oportunidade e do catabolismo...


    O Paleo leva à diminuição da massa muscular nos primeiros meses. Isso é certo... por causa da perda de água. Depois recupera com ganho de músculo (volta a acumular água no músculo) e força, mas que no começo perde.. com certeza perde.


    Com relação a não catabolizar, se o medo é grande, basta tomar Gluta+BCAA no intratreino. Não sei se vai dá pico de insulina.... já que os pós de BCAAs principalmente vem com açúcar (malto) para ajudar a absorver... não sei se dá pico por que ele vai estar no meio do treino pesado... só o Dr. Souto para responder essa.


    Mas eu acho que não vai catabolizar.


    Aumentar a massa muscular além do limite do corpo, sem o carbo dando aquela fome artificial é difícil mesmo... acredito que ele está certo em comer sem ter fome...


    Seria o caso de ele experimentar e depois vim nos dizer o que aconteceu. Eu faço musculação, mas não objetivo sustentar muita musculatura. Já fui assim, mas de uns tempos para cá estou indo mais por diversão mesmo...


    Mesmo assim tenho curiosidade.

    ResponderExcluir
  64. Luana, está tomando algum medicamento? Está sob stress no trabalho ou problema familiar?


    Tudo isso altera o metabolismo e dá fome.


    Stress engorda bastante e dá fome. Engorda muito, principalmente abdome e pescoço (papada). E não tem paleo que dê jeito se o stress é muito grande...


    Aliás, engorda até em jejum.

    ResponderExcluir
  65. Sim, é antigo, não deem ibope!

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 04/06/2014 21:11, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  66. Olá Dr. Souto, preciso de uma orientação sua e de quem mais puder me ajudar, quero começar a fazer uma alimentação páleo, na verdade já cortei muita coisa baseada em informações do blog que sempre leio. Mantenho dúvidas o quanto e o que de carbo devo comer, pois tenho 52 anos, me encontro na menopausa , tenho hipotiroidismo e caso de Alzheimer na família ( mãe e tia) como preciso perder um pouco de peso fico sem saber o que comer. Desde já agradeço a quem puder me ajudar.

    ResponderExcluir
  67. Junior Valadares5 de junho de 2014 00:34

    Luana, qual é o seu café da manhã?

    ResponderExcluir
  68. Junior Valadares5 de junho de 2014 00:35

    Você dorme bem?

    ResponderExcluir
  69. Junior Valadares5 de junho de 2014 00:36

    Mateus, você dorme bem? Tem refluxo gastroesofágico? Azia?

    ResponderExcluir
  70. Junior, a maioria das vezes são ovos com queijo e café com óleo de coco.

    ResponderExcluir
  71. Oi Yuri, realmente ando muito estressada, não tinha relacionado isso a fome..

    ResponderExcluir
  72. Júnior, muitas vezes tenho dificuldade para pegar no sono, e azia raramente!

    ResponderExcluir
  73. Juscelino Alcantara5 de junho de 2014 12:42

    Migue. Já viu no blog em questão, no lado direito, onde tem marcas recomendadas?. Lá tem Dona Benta, Coca-cola, merck, mãe terra, paciência!!! Não merece, nem comentários. Não me admiraria se colocassem mais uma marca de pesticida como propaganda. kkkkkkk
    No mais, é bom ter a retórica, mas no círculo da boa ciência. É um dever e respeito a inteligência dos leitores. Aproveito para parabenizar o Dr. Souto pelo seu excelente trabalho neste blog. Obrigado, Dr. Souto, pela honestidade, competência e conhecimento científico a nós presenteados. Atributos tão raros nos dias de hoje.

    ResponderExcluir
  74. Vi sim, Juscelino. Pra mim que que já estou razoavelmente bem informado sobre ser low carb-primal, é quase o horário político, só assisto pra dar risada.


    Agora o problema é o povo que ainda não sabe de nada cair nesse blog...

    ResponderExcluir
  75. Juscelino Alcantara5 de junho de 2014 12:50

    Verifiquei o perfil do médico no google+ e vio seguinte: reportagem aconselhando comer doces no café da manhã, pois emagrece, promoção do glutem com fotos de padarias com aqueles paezinhos fofinhos, marca Dona Benta inserida, ei, meu amigo, acho que estamos mexendo com o cartel dos farináceos, o bicho vai pegar!!!!!!! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  76. Olá Mateus,


    o que é 'não tão paleo'? Porque se há presença de carbs refinados/açúcar, vai gerar compulsão sim, não necessariamente por carbs refinados e açúcar. É preciso prestar atenção ao ponto de saciedade e não passar dele.

    ResponderExcluir
  77. Leonardo Azevedo5 de junho de 2014 13:23

    Olha....
    eu tenho fases com essa coisa de fome...
    tenho dias que eu sinto fome braba no final da tarde, outros dias não tenho fome. Ainda não identifiquei o padrão pra descobrir porque desses dias de fome. Provavelmente é exercício ou coisa parecida...

    ResponderExcluir
  78. Tenha paciência! Como disse, 2 meses é pouco!

    ResponderExcluir
  79. Provavelmente é... fome! Coma e pronto! Preferencialmente um bom café com manteiga e óleo de coco!! Mata qualquer fome... ;)

    ResponderExcluir
  80. eu sei o que e o problema da fome, excesso de B12 cobalamina no seu organismo,fis um experimento comingo mesmo, deixei de comer figado de boi e peixe e carne vermelha,e normalizou fico sen fome o dia inteiro faço jejun intermitente,so como frango e ovo de proteina,quando comia figado ou peixe,dava uma fome braba,por causa do excesso de b12 que ten nessas carnes,se brincar agora faço ate jejun de dois dias e nen preciso colocar oleo de coco ou manteiga no cafe,tomo o cafe puro mesmo,faça o teste ai e depois diga.

    ResponderExcluir
  81. Maya Hare Krishna5 de junho de 2014 13:45

    quero comprar o livro, mas preciso que ele seja traduzido

    ResponderExcluir
  82. Oi Pat!
    Seguindo essa linha de pensamento que tu dizes: "se aumentou os carboidratos VAI engordar e vão ta dar mais fome.", eu não estou ganhando nem perdendo peso. Estou com 1,66m e 105 KG!!!
    Estou nesse lifestyle há uns 3 meses. Entretanto, ultimamente, no jantar, tenho me rendido ao arroz "branco" (ao menos...) ou a famosa dobradinha feijão com arroz, que explicarei mais abaixo.


    Estou praticando essa dieta alternando nesses alimentos, para não enjoar:


    CAFÉ DA MANHÃ
    Nunca tive o hábito de tomar café da manhã. Mas lá pelas 11:00 começo a ter um pouco de fome. Talvez seja pela janta (vide abaixo).


    Nata com café (1 copo 200mL)
    OU
    Leite de coco (Copra, Sococo, etc...) com café (1 copo 200mL)
    COM
    Torresmo de frango, "pele frita de frango da Minu" (creio que não consumo muito, digamos que 1 xícara, o que dá menos de 100gr). Mas ando enjoando. Não como TODOS os dias.




    ALMOÇO
    Por volta de 14:00. Isso SE NÃO comer o torresmo de frango. Se comer, não tenho fome nesse horário.


    Refogado de vegetais com manteiga OU banha OU bacon (+- 300 ou 400gr)
    Carnes em geral (200gr mais ou menos)
    OU

    Um mix de queijo colonial (50gr) + salame italiano(50gr) + ovos de codorna (6 un) em conserva + pepinhos, azeitonas e rabanetes em conserva.





    CAFÉ DA TARDE
    DIFICILMENTE sinto fome até umas 21 ou 22 horas, por isso, às vezes, pulo o café da tarde.

    PORÉM, SE sinto fome antes da janta, consumo, lá pelas 18 - 19 horas:



    1 copo de leite fermentado caseiro com
    2 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem e
    adoçante sucralose
    OU
    um mix de castanhas em geral (50gr). As castanhas estou meio que enjoando. Não consumo sempre TODOS os dias.




    JANTAR
    O meu problema é sempre na janta, hora que sinto mais fome. Durante o dia consigo me manter 100% LCHF. A noite, quando chego em casa, se tem arroz (+- 150gr) ou feijão (1 concha +- 150gr) e arroz (+- 150gr) eu como junto com:


    Um refogado de vegetais com manteiga ou banha (entre 300 e 400gr) e
    Uma porção generosa de carne ou frango ou porco (+- 200gr).


    Saladas: sempre com azeite de oliva, sal marinho e vinagre comum de álcool. Nem sempre como saladas + o refogado. Se não como o refogado daí como salada e vice-versa.


    BEBIDAS ALCOÓLICAS> Larguei a cerveja, por causa do Glúten e que cria barriga conforme diz o Dr. Souto. Estou só no vinho tinto seco e no destilado puro, sem misturar com nada que tenha mais açúcar. Geralmente bebo quarta, sexta, sábado e, às vezes, domingo. Eu poderia dizer que bebo relativamente bastante quando comparado com pessoas que tomam só umas cervejinhas no happy hour da sexta e depois "só na outra" sexta...


    FIM-DE-SEMANA> Tento segurar minha onda e não comer pão. Mas confesso que, às vezes, como uns 2 cacetinhos (pãozinho francês de 50gr cada). Tenho tentado fazer um jejunzinho até a janta. Muitas vezes consigo ficar sem comer nada o dia inteiro de sábado e domingo. Só que na janta o bicho pega. Muitas vezes janto depois de beber. Não sei se isso é uma "porta" para o acúmulo de gordura apesar de não estar consumindo cerveja... Digamos que nos finais de semana, faço o famoso "dia do lixo", porém, não faço em TODAS as refeições, até porque geralmente fico em jejum durante o dia todo só tomando chimarrão... O "lixo" seria apenas na janta. Mas também não considero assim "lixo" porque quase não consumo coisas industrializadas. Seria tipo um churrasco bem pegado com uma salada de maionese (essa sim, industrializada) OU um arroz à grega OU só churrasco com farinha de mandioca. Coisas assim....


    Enfim, o que você acha desse meu "perfil" na dieta???

    ResponderExcluir
  83. Junior Valadares5 de junho de 2014 16:19

    É exatamente o meu café da manhã. Quanto tempo demora para lhe dar a compulsão?

    ResponderExcluir
  84. Junior Valadares5 de junho de 2014 16:21

    Eu perguntei por que também tinha dificuldade pra dormir e tinha azia e tinha compulsão. No meu caso, existia um distúrbio de sono por falta de serotonina. Nosso intestino produz (ou contém, não estou certo) 95% desse neurotransmissor. Com o intestino indo mal, veio a carência e veio a desordem de sono, a compulsão, etc. Eu resolvi tomando alguns aminoácidos com colágeno. Claro que não sei se é o seu caso.

    ResponderExcluir
  85. geralmente é no final da tarde e a noite onde sinto mais fome, mas ocorre as vezes também de eu almoçar e sentir fome logo após, e por ser rica em gordura minhas refeições não acho que seja natural!

    ResponderExcluir
  86. aaa entendi júnior, estou tento problemas com o intestino também, muitas vezes tenho dificuldades para ir no banheiro, vou tentar utilizar a fécula de batata para ver se obtenho resultados!

    ResponderExcluir
  87. o não tao paleo seria, queijos, requeijão, calabresa, iogurte caseiro, aquele sugerido aqui no blog. Tiro um dia da semana para comer algumas porcarias, mas eliminei totalmente os cabs refinados, e açucar só quando como chocolate 70% cacau.

    ResponderExcluir
  88. O que eu acho? Bem, se você quer manter seu peso, está conseguindo!

    Se precisa emagrecer, melhor rever a quantidade de carbs.

    Se tem problemas autoimunes, alergias, sinusite, rinite, melhor rever essas escapadelas com pães, cerveja, feijões.

    No mais, você encontrou o caminho das pedras! Deixar os carbs pra noite e manter-se o dia todo LCHF é o ideal. Cada um descobre como é a própria dieta, o que pode comer mais, o que não pode... Tudo é experimentação!. No caso da Luana, que reclamou que acrescentando carboidratos ficou com mais fome, a lógica era 'se aumentou os carboidratos VAI engordar e vai te ta dar mais fome', percebe? Provavelmente ela é mais sensível às oscilações insulínicas.

    ResponderExcluir
  89. Frustrada, ninguém pra me ajudar nas minhas dúvidas ...

    ResponderExcluir
  90. Exercício ou Stress...

    Ninguém para para pensar, mas a vida moderna também não é paleolítica... e não estou falando só da alimentação ou do sedentarismo...

    Os empregos minam a saúde das pessoas e os problemas levam a repetidos picos agudos de stress. É tensão crônica mesmo, que destrói a saúde e engorda sim senhor.

    Isso engorda e envelhece. Paleo ajuda a manter a saúde, mas não é milagre pessoal!

    ResponderExcluir
  91. Dr. Souto, preciso muito de uma orientação:

    Sempre acompanho seu blog e leio todos os posts .Cerca de quinze dias atrás iniciei uma mudança na minha alimentação baseada em tudo que aprendi aqui. Eliminei o trigo e o açucar e sempre priorizo alimentos de verdade, além de tomar muita água. Fui diagnosticada com esteatóse hepática ha 2 anos, e desde então me preocupo com minha alimentação e obviamente, minha saúde, o que anda me preocupando é que depois que iniciei estes hábitos alimentares sinto dores abdominais e um desconforto constante (como se meu fígado estivesse inchando), eu li o post dedicado ao fígado, li o relato do homem que curou a hesteatóse, mas a cada dia parece que piora, não quero abandonar este estilo de vida porque me sinto disposta o dia todo além de ter reduzido madedidas significativas... Eu estou muito confusa, tentei conversar com minha nutricionista, mas ela disse que estava louca e acabaria me matando me alimentando assim, não posso falar o que sinto com meu médico porque ele também tem a mesma opinião...

    Doutor me ajude o que devo fazer?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  92. Fígado não dói

    Isso é má digestão

    Pegue leve nas gorduras, faça a transição devagar

    E consulte com um profissional recomendado pelo blog, para se tranquilizar.
    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 05/06/2014 23:27, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  93. Obrigada doutor, vou fazer isso.
    E me desculpe pelo meu desespero, estou cansada de me sentir doente...

    ResponderExcluir
  94. um exemplo da minha dieta low carb de onten

    ResponderExcluir
  95. um exemplo da minha dieta low carb de onten,olha ai galera

    ResponderExcluir
  96. o restante da tabela

    ResponderExcluir
  97. Junior Valadares6 de junho de 2014 13:32

    Você dorme bem? Tem refluxo, azia?

    ResponderExcluir
  98. Junior Valadares6 de junho de 2014 13:34

    Leia o blog. Existe uma quantidade considerável de informações de como iniciar. Após, se você tiver dúvidas específicas, a gente ajuda.

    ResponderExcluir
  99. Mateus, acho que todo mundo (ou a maior parte das pessoas) tem problemas com certos alimentos. Acho até que o Dr. Souto já chamou de "alimentos gatilho". Sempre que eu como queijo, noto também que sinto mais compulsão e mais fome, o mesmo para oleaginosas e creme de leite, então simplesmente cortei esses alimentos.
    Acho que o segredo é mesmo observar quais alimentos te dão essa sensação e substituir por outros alimentos igualmente nutritivos mas sem esse "efeito psicológico" ruim.

    ResponderExcluir
  100. Oi Junior, durmo bem sim, e não tenho azia, só quando tomo refrigerante zero mas eh bem raro eu tomar!

    ResponderExcluir
  101. Patrícia, como ta a sua ingestão calórica? Digo isso porque pela minha experiência própria, se eu fizer Paleo\Lowcarb comendo até estar satisfeita, sem pensar nas calorias, meu peso se mantém no exato mesmo lugar, estático, mesmo que fique meses assim.
    Para emagrecer, eu alio a alimentação Palo\lowcarb a um controle calórico intencional, como você tenho hipotiroidismo, e quando faço assim deslancha.

    Outra coisa a ficar atenta - e um erro que eu já cometi - é não reduzir a ingestão de gordura. Antes, para diminuir a quantidade calórica, eu aumentava as proteínas e comia de 35 a 55% das calorias vindas da gordura, sofri um tempinho com esse esquema. Até que abracei de vez a meta de ficar entre 65 e 75% das calorias diárias vindas da gordura (e portanto, diminui as proteínas), e isso fez muita diferença.

    Primeiro porque antes tinha tanta dificuldade de controlar as calorias que era quase impossível. Agora, com em média 70% de gordura no dia, apesar de ainda ser um esforço e ser difícil, fica incrivelmente mais fácil. E essa mudança inclui também se acostumar com um volume menor de comida dentro das mesmas calorias, e isso faz tanta diferença para controlar o apetite a longo prazo. Além de todas as funções hormonais que a gordura tem, ficamos mais felizes e saudáveis e o resultado é melhor.

    ResponderExcluir
  102. Ah sim, outra coisa que lembrei, além dos alimentos que a Patrícia citou, você consome laticínios? Pelo que senti em mim, e já li de alguns depoimentos, para quem tem hipo o melhor é eliminar os laticínios que não sejam a manteiga.
    E, por fim, qual é o seu consumo de carboidratos diários? Me parece que ficar acima de 20g diárias (mas ainda abaixo de 50, não é para exagerar) pode ter efeitos melhores em quem tem hipo do que ficar abaixo de 30g. E sempre de boas fontes: Basicamente vegetais que crescem em cima da terra e abacate
    (Aliás, não sei exatamente o porque, mas o consumo de abacate diariamente - aliado ao controle calórico, 70% das calorias de gordura, e eliminação total dos alimentos que a Patrícia citou e também de laticínios - ajuda bem a emagrecer. Acho que adotando essas coisas é difícil que não funcione).

    ResponderExcluir
  103. Legal, Carol! Obrigada pelas dicas... vou tentar! E me diz outra coisa, você come couve-flor e brócolis? Escutei muito nesse congresso online que ainda esta acontecendo que estes dois legumes não são muito indicados para quem tem hipo. Também consumo um pouco mais de carb atualmente, como o Dr Souto indicou, me sinto melhor...um pouco à noite, tubérculos com baixo índice, você também?

    ResponderExcluir
  104. ten gente que nao emagrece com os carbos muito baixo,o ideal e testar,tenta com no maximo 50gramas de carbo,gordura alta e proteina moderada,se nao der certo tenta com 100 gramas de carbo,ate 150 gramas de carbo ainda e low carb,e se a pessoa e ativa o ideal e ate 150 gramas de carbo,mais so de folhas e vegetais,abacate ou coco,

    ResponderExcluir
  105. Roberta, eu consumo couve-flor e brócolis sim. O que eu já tinha ouvido falar é que couve (e algumas outras verduras) fazem mal para quem tem hipo se consumidas cruas.
    Nunca tinha ouvido falar dos problemas do couve-flor e brócolis cozidos, agora fiquei até com medo, rs... Você sabe exatamente pq não são indicados?


    Eu não consumo tubérculos não, não é uma estratégia que eu ache boa para quem quer perder peso não. Acho que a melhor coisa é aumentar a ingestão de carboidratos comendo tomate, berinjela, abobrinha, etc. (Alimentos que são pouco densos).
    Acho mais benéfico porque eles vão te dar mais saciedade (ajuda no controle calórico) e são ricos em vitaminas. Enquanto o consumo de tubérculos soa mais como uma "injeção" de amido, podem atrapalhar a saciedade e elevam mais a insulina.
    Ah, e para mim também funciona aumentar os carboidratos mas manter sempre abaixo de 50g por dia, quando tentei aumentar para 60g também não funcionou.
    (Não sou nenhuma especialista e nem estudada no assunto, to falando da minha experiência pessoal).

    ResponderExcluir
  106. Sobre a terrível constipação... melhorou um pouco depois que comecei a suplementar com AR, mas ainda não é o ideal. Li em um outro site sobre o óleo de rícino para este fim. O que o Dr. acha? É benéfico?

    ResponderExcluir
  107. abacate com oleo de coco

    ResponderExcluir
  108. É isso mesmo, Carol. De qualquer forma, sempre é bom trocar informações... ainda não sei sobre a couve-flor e brócolis, vou pesquisar, mas vários profissionais falaram...até dentro da paleo/low carb existem as linhas, né? Vale a pena ir experimentando as recomendações. Como estou com apenas dois meses, tenho muito caminho pela frente!!

    ResponderExcluir
  109. Sim, é verdade. Assim como tem pessoas que não aceitam uma quantidade maior de carb. Outras que precisam deste carb mais pesado para ajudar no bom funcionamento do intestino. Cada caso é um caso, mas como já venho tentando várias coisas para redução do peso, melhoras na constipação e informações mais precisas sobre o meu caso de hipo, vou procurar um profissional para ficar mais tranquila. Mas, de qualquer forma é ótimo sempre ter com quem poder trocar idéias...

    ResponderExcluir
  110. Olá Carol, muito obrigado pelas dicas, estou observando quais alimentos então causando os sintomas. Notei que o crene e leite me deixa com mais fome, então cortei da minha alimentação.

    ResponderExcluir
  111. Aline Keila Castro6 de junho de 2014 20:00

    Putz !!!!! HORRÍVEL !!!!

    ResponderExcluir
  112. O Brasil está a espera de uma tradução deste livro. Versão brasileira já! :)

    ResponderExcluir
  113. Vinícius Petrolli7 de junho de 2014 09:37

    Doutor, eu gostaria de saber como fica exatamente o perfil lipidico da carne de um animal alimentado com ração? Existe literatura sobre isso? Quanto da gordura que comemos dessas carnes é omega 6? Obrigado e abraços

    ResponderExcluir
  114. Juscelino, se todos seguissem esse estilo de vida, os supermercados possivelmente iriam à falência, e as padarias seriam as primeiras a ruir!

    ResponderExcluir
  115. Junior Valadares7 de junho de 2014 12:10

    Dr.Souto, acho que temos que começar a considerar um novo ingrediente para nossa dieta: o sal.

    Digo isso após começar a utilizar o Sal Rosa do Himalaia. Desde que comecei com o estilo de vida paleo, tenho me sentido mais disposto e saudável. Emagreci consideravelmente no processo. Mas sentia que faltava alguma coisa. Por exemplo, nos escorregões da dieta (cerveja, principalmente), eu acordava com uma considerável dor de cabeça no dia seguinte. Mesmo bebendo água. Isso sempre foi assim minha vida inteira, existia uma relação direta aí, inversamente proporcional: mais água, menos dor de cabeça. Mas sempre doía um pouco.

    Então há 3 dias, entra o Sal Rosa do Himalaia. Alguns biohackers paleo como Dave Asprey, do famoso Bulletproof Coffee, recomendam muito a utilização desse sal como a primeira coisa a se fazer pela manhã, logo ao acordar. É um elemento de complexa constituição química. Existem diversos tipos de sais minerais nele. Inclusive, é baixo em cloreto de sódio. Mas a combinação desses diversos sais garante um sabor salgado e bem gostoso.

    Então fui beber com os amigos. Diferente das outras vezes, não senti o mínimo de ressaca nem os demais sintomas de desidratação. Nada de dor de cabeça. Minha esposa comentou que está se sentindo com mais energia. Intrigado, fiz algo que não faço desde meus 18 anos: bebi de novo na noite passada. Há décadas não bebia duas noites em seguida. Até porque a ressaca da primeira noite iria me deixar inútil no dia seguinte. Tomei um pouco de água com um pouco de sal rosa antes de começar a beber. Quando cheguei em casa, tomei de novo. Dormi e acordei absurdamente bem. A cor da urina, que eu esperava encontrar bem escura, estava amarelo bem claro.

    Outro sintoma, a azia, sumiu. Eu esperava estômago embrulhado e nada. Nos 3 dias que usei esse sal, não tive azia. Eu li em alguns sites que ele equilibra o ph.

    Essa experiência me convenceu que o sal de verdade é algo muito diferente do cloreto de sódio que compramos no mercado. Esse último é tão pobre que deveria sentir vergonha. Eu entendo perfeitamente porque vários biohackers contam que, indo ao contrário de todas as recomendações médicas, estão aumentando seu consumo diário de sal. Faz todo sentido. Menos cloreto de sódio, mais sal de verdade. O corpo precisa disso.

    Gostaria de um comentário seu a respeito.

    ResponderExcluir
  116. Eu uso, há horas.

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 07/06/2014 12:10, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  117. Já leu isso aqui, Patrícia? http://www.lipidofobia.blogspot.com.br/2014/05/saude-mental-e-insulina-parte-iii.html A INSULINA E O ALZHEIMER

    ResponderExcluir
  118. Junior Valadares8 de junho de 2014 11:15

    Com resultados semelhantes aos meus? Vou lhe dizer, é tranquilizante ouvir isso de um urologista. Inclusive, desconfio que um leve distúrbio na visão que estava aparecendo, e que eu estava atribuindo à degeneração macular, sumiu depois que comecei a utilizar esse sal. Tenho uma tese sobre esse sal e o comportamento das crianças, mas vou esperar alguns dias antes de falar.

    ResponderExcluir
  119. Bom, eu não creio que a coisa seja tão milagrosa, apenas vejo como uma boa fonte de minerais
    Em 08/06/2014 11:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  120. O aumento de carboidratos não leva necessariamente a engorda ou aumento de fome. Faço LCHF desde de fevereiro deste ano e a partir maio lendo um artigo sobre carboidratos gentis para mulheres em idade reprodutiva, acrescentei um pouco de carboidrato como arroz parboilizado, mandioca e seus derivados à noite e continuo emagrecendo. Estava emagrecendo 500 gramas por semana e agora estou emagrecendo 1 quilo por semana e não sinto aumento da fome mesmo estando muito estressada com o trabalho e o trânsito.

    ResponderExcluir
  121. Gisele, estava respondendo a Luana, que no caso relatou que estava com fome e que, ao aumentar os carbs piorou. Tem muitas pessoas que se sentem melhores com um maior nível de carbs sim!

    ResponderExcluir
  122. Dr., sabe dizer se o sal "flor de sal" tem o mesmo valor nutricional do sal rosa do Himalaia?

    ResponderExcluir
  123. pessoal. não sejam tão "misticos" as respeito desses sais. Sou geólogo. Sei sobre isso. Esses sais rosas e afins são tirados de salares ou de depósitos antigos que já foram salares. A cor tem relação com o água do tempo em que ele era um salar. E a água daquele tempo tem relação com a rochas que estavam próximas. Então sim: Sais rosas e afins tem muito mais componentes que o nosso sal de cozinha. Pois eles são "brutos" ou seja, sem refino (refino além de moer filtras as "impurezas").
    Lamento dizer que o amigo que está se sentindo melhor com esse sal após tomar cerveja é provavelmente efeito placebo. De qualquer forma, se funciona? tá e dai? Continue usando.

    ResponderExcluir
  124. acho que depende muita da marca da cerveja. Vc utiliza copos de vidro ou cerâmica para beber? Isso tb deve influenciar nas respostas!

    ResponderExcluir
  125. Concordo, Tito. Apenas acho uma boa fonte de minerais, ao invés de multivitamínicos. Ah, e o sabor fica diferente (placebo ou não ;-)
    Em 08/06/2014 19:27, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  126. Estou precisando de uma ajudinha. Estou fazendo paleo há quase um ano. Meu peso está ok, faço exercícios físicos religiosamente, minha alimentação não é perfeita, mas considero adequada. Saio da dieta uma vez por mês, se tanto. Nas três vezes que medi minha pressão, nesse período, estava alta. Semana passada tive uma crise fortíssima de enxaqueca, o médico mediu pressão 14x9, e disse era por causa da dor. Mas nas outras vezes que medi estava 13x9. Numa das vezes eu tinha tomado muitos remédios tb por causa da enxaqueca. Pra quem sempre teve uma pressão de 10x8, é um pouco preocupante. Conselhos, artigos para estudo sobre o assunto? O que posso fazer?

    ResponderExcluir
  127. Bárbara, independentemente de dieta, vc pode estar ficando hipertensa, e talvez vá precisar de medicação. Páleo conserta muitas coisas em muitas pessoas, mas não tudo em todos.


    Em 8 de junho de 2014 22:21, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  128. Cervejas nacionais e eventualmente aquela verdinha holandesa, copos de vidro, sou mto bolado com bisfenol....td q posso faço com vidro.

    ResponderExcluir
  129. legal, fazemos em nossos serviço analise hidrogeoquimica. Ou seja analisamos os componentes minerais das águas subterrâneas. Vou pensar num teste numa água com sal de cozinha e com sal do himalaia. Depois posto os resultados aqui no blog. Vai demorar um pouco pois estou ocupado. Mas prometo fazer.

    ResponderExcluir
  130. Dr. assim como nos grãos, os anti-nutrientes também estão presentes na casca das leguminosas, por exemplo: se eu remover a casca do amendoim, aquela pele vermelha que ele possui, estarei assim removendo também todos os fitatos? ou a casca do feijão? funciona?

    ResponderExcluir
  131. Não adianta, está no grão.
    Em 09/06/2014 13:29, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  132. Leonardo Azevedo9 de junho de 2014 13:36

    cara, vc deveria beber menos.......
    muito menos diria. Sem caretice, mas isso vai foder teu fígado.

    ResponderExcluir
  133. Eu sei...por isso me referi como vício....
    Mas enquanto luto contra ele, tento contrabalançar com o restante...
    Por exemplo, no caso do fígado eu uso silimarina, meus exames estão tds normais, não querendo justificar, mas tô na luta. Até pq bebendo essa quantidade exagerada de cerveja eu mantenho meu peso e não tenho aquela barriga de cervejeiro.

    Isso acaba sendo minha válvula de escape para a vida estressante que é rotineira hj em dia.

    ResponderExcluir
  134. Jah ouvi o lair ribeiro indicar para constipação óleo de prímula porem jah li artigos que falam que o uso do óleo de prímula por um período prolongado causa Pneumonia lipoide.

    ResponderExcluir
  135. Use óleo de coco
    Em 09/06/2014 19:11, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  136. Olá Christian e Cau, bom dia. Estou vendendo óleo de coco de um pequeno produtor rural aqui do RN. Fui a sua fazenda vi o método de extração, é realmente extração a frio, extra virgem. O preço é justo e caso tenham interesse é só me procurar no inbox do facebook, ok?

    ResponderExcluir
  137. Olá Roberta, reveja sua avaliação de tireóide, fazendo dosagem de T3 e T3 reverso além de T4 e TSH. Muitos médicos convencionais utilizam apenas TSH e T4 como parâmetros para tratamento e o ideal não é esse. O hormônio ativo é o T3 e às vezes ocorre deficiência de conversão de T4 em T3 ou converte grande parte em T3 reverso que não é ativo. Já tem estudo que omprova que a reposição hormonal de tireoide combinada T4 e T3 é mais eficiente que o T4 sozinho. Vale a pena também avaliação hormonal em geral desbalanço de hormônios sexuais com alta de estrogênio e queda de testosterona por exemplo dificulta muito o metabolismo correto. O médico mais indicado para essas avaliações é um especialista em antiaging ou envelhecimento saudável, pois estão por dentro de conceitos da medicina moderna onde níveis ótimos são diferentes de níveis normais além da maioria recomendar paleo, mesmo quando não dão o nome "paleo" a alimentação que indicam.

    ResponderExcluir
  138. Oi Pedro, tanto o arroz parboilizado quanto a batata se refrigerados após o cozimento ficam com "'um pouco" de amido resistente do tipo retrógrado, que alimenta "um pouco" a flora intestinal. Nenhum dos dois vai chegar ao nível de AR quanto uma suplementação com fécula de batata, ou polvilho doce ou banana verde.

    ResponderExcluir
  139. Vocês conhecem alguma marca confiável do sal rosa do himalaia? E algum site seguro?? Tem muita oferta na internet mas fico com receio.

    ResponderExcluir
  140. Acrescenta no seu teste, flor de sal!

    ResponderExcluir
  141. Cetose não perde força na musculação, dê uma lida no blog da Claudia Vilaça.

    ResponderExcluir
  142. Dr. Souto, o sr. ouviu o comentário de hoje do Márcio Atalla (o mesmo do quadro "Medida Certa", do Fantástico) na rádio CBN?

    http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/marcio-atalla/MARCIO-ATALLA.htm

    O nome do comentário é "

    Pessoas que não comem carne podem ser saudáveis, mas devem buscar orientação de um nutricionista"


    Eu sei que o sr é uma pessoa muito ocupada, mas ouça todo o podcast.



    Detalhe: Atalla é professor de Educação Física com pós graduação em Nutrição.

    ResponderExcluir
  143. bom ponto Victor, Não dúvido nada que tenha uns sals com corante vendidos por ai!

    ResponderExcluir
  144. Daniela, não conheço flor de sal. Teria um link para eu ver?

    ResponderExcluir
  145. A flor de sal está no final da lista.
    http://www.cimsal.com.br/?main=consumohumano#ETC
    E aqui são as especificações técnicas.
    http://www.cimsal.com.br/etc/41.jpg

    ResponderExcluir
  146. Hoje estou num dilema! Dr Souto comentou que abacate batido com ovo é muito bom, eu apertei meu aparelho dos dentes e não consigo mastigar ( vontade de jogar esse aparelho pela janela kk,) preciso de proteína, mas o ovo é cru! Tô parada aqui olhando pra cara do ovo sem coragem de fazer! !! alguém mais experimentou? gente socorro! morta de fome e não consigo comer uhrrr

    ResponderExcluir
  147. Até mesmo um relógio estragado está certo duas vezes por dia


    Em 10 de junho de 2014 09:48, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  148. Ovo doce é tudo de bom. Lembra de quindim? Ovos moles? Fios de ovos? Confie em mim.


    Em 10 de junho de 2014 14:32, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  149. Oi Dr Souto! Tomei Coragem! Fica Muito Bom Mesmo, Nem Acredito Que Disse Isso!

    ResponderExcluir
  150. Depois que eu descobri que café com manteiga fica uma delícia, estou aberto às combinações esquisitas :-)


    2014-06-10 14:51 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  151. acho que tem muita propaganda nisso tudo. Uso o sal do Himalaia e acredito que ele deve ser melhor, mais puro do que a maioria por aí. Mas se for por causa de minerais, como o magnésio por exemplo, prefiro buscar nas verduras ou tomar cloreto de magnésio dissolvido em água. Aí sim, vc sente uma baita diferença.

    ResponderExcluir
  152. Tem muito de propaganda, sim


    Em 10 de junho de 2014 15:47, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  153. isso quer dizer que mesmo o arroz branco, polido, pode ainda conter anti-nutrientes?

    ResponderExcluir
  154. como é essa receita? bate no liquidificador? obg

    ResponderExcluir
  155. Arroz não. Leguminosas sim
    Em 10/06/2014 19:46, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  156. ah, tá. é que peguei a onda dos grãos.... Dr. aproveitando que o senhor está aí... rsrs... como é essa receita de ovo com abacate?

    ResponderExcluir
  157. Oi Lister, eu bati no liquidificador meio abacate, 2 ovos, 3 morangos, +ou - 70ml de leite de coco, de meio a um copo de água , uma gotinha de baunilha e sucralose. Só isso, ficou muito bom, eu faço de olho, então essas são meio que sugestões de quantidade, você adequa de acordo com seu gosto. Eu esqueci, mas na próxima coloco 1colher de óleo de coco, aliás é assim que como banana verde, com tudo aí de cima, menos o ovo.

    ResponderExcluir
  158. Olá, Tito, que tal experimentar o sal "flor de sal" também? gostaria de saber o resultado de sua composição. obg.

    ResponderExcluir
  159. Conan, faça o teste. tome a cerveja com os petiscos e meça a glicemia, depois, faça o mesmo com as bananas verdes.
    Em tese, a gordura dos petiscos (se forem de comida de verdade) poderia tornar lento o aumento da glicemia. Será que fica elas por elas? tem que testar.

    ResponderExcluir
  160. Olá Daniela,
    obrigada pela resposta! Estava sentindo falta deste exame mesmo, os outros dois deram ok. Vc ou alguém conhece um médico na área de confiança em SC ou PR? Dei uma olhada na lista do site e o cardio que trabalha com envelhecimento em Curitiba, não encontrei nenhuma informação relevante na internet. Obrigada

    ResponderExcluir
  161. Patrícia, mantenha em mente, sempre que for comer, a seguinte pergunta: "O que eu preciso para me manter saudável hoje?'. Não busque apenas agradar seu paladar ou sua vontade, eles são tiranos quando estão viciados em junk food, busque abastecer-se de nutrientes. O desejo por comida ruim não traduz a fome que suas células passam. Ouça o seu corpo pedindo por comida de verdade: sua carne precisa de carne, seu cérebro precisa de gordura, suas células precisam de vitaminas e sais minerais... sua tireoide quer iodo, zinco, selênio e vitamina C. Dê-lhes tudo isso. Está ao seu alcance.

    ResponderExcluir
  162. você malha? então não se preocupe com peso, mas sim com medidas, pode ser que o seu peso tenha aumentado em razão de ganho de massa magra.

    ResponderExcluir
  163. Talvez comer AR antes da cerveja possa ajudar a conter a glicemia. E tbm se os petiscos forem gordurosos (boas gorduras como bacon), como disse o Lister!

    ResponderExcluir
  164. Lister, eu bato 2 ovos + meio abacate + adoçante + leite de coco (ou iogurte) + água. As vezes ainda coloco cacau, canela, nata, chantilly... sabe que existe mil maneiras de preparar abacate? ;)

    ResponderExcluir
  165. ok, vou experimentar. obg.

    ResponderExcluir
  166. é como uma vitamina. entendi. pensei que fosse apenas o ovo e o abacate... obg.

    ResponderExcluir
  167. Pois é, não tenho sei nem o qeu estou comendo direito porque almoço em restaurante, acho que é arroz branco. Mas imaginei que uma colherada de arroz poderia ajudar na flora. Fica nos 50g carbo/dia, quando acontece. Se não interfere eu corto e fico 100% ceto. Exceto na batata fria. Como já estou há meses em ceto e sem problemas, não precisaria de AR em princípio, né? E teria mais ainda aquela polêmica entre arroz integral e branco. O parboilizado é um "integral que passou na panela de pressão", ou seja, é praticamente integral porém possui amido resistente, assim como também possui fitatos e outras susbstâncias??? O branco é amido puro. Fiquei na dúvida, apesar que na prática como pouco e esporadicamente.

    ResponderExcluir
  168. e não é que o negócio é bom! !

    ResponderExcluir
  169. Eu já descobri o meu padrão de "fome" no fim do dia. No fim do comentário eu conto o que acontece comigo...
    E como descobri? um dia cheguei em casa do trabalho fui para a cozinha... vi o que tinha sobrado do almoço, havia um delicioso assado com batatas, na geladeira tinha ovos, manteiga, sardinhas na despensa, banha, azeite, algumas verduras, arroz pronto e temperos à disposição, tinha até um fígado viscoso marinando na geladeira.... então me deu aquela sensação de que tudo aquilo seria muito "pesado" e então digo pra mim mesmo: "nem estou com tanta fome assim, não tenho vontade de comer isso... talvez um lanche..." então olhei para a garrafa de café, o leite gelado na geladeira, a bolacha sem glúten das crianças, o bolo de milho sem glúten, a pamonha e o pãozinho de queijo da tarde, o pote de açúcar mascavo de emergência e a manteiga.... e adivinhem? a "fome" que tinha desaparecido quando destampei as panelas, agora voltava com força total dirigindo uma compulsão conversível de 900 cavalos.
    Então... como assim, "fome?" Freud explica: trata-se de EPP (engano próprio profundo).


    Agora, toda vez que chego em casa, como o que devo comer.... quando termino, saciado, olho para as guloseimas com desdém... mas procuro não olhar muito. :- )
    Esse é o MEU caso.

    ResponderExcluir
  170. Dr. Souto, acabei o capítulo 2. Ancel Keys passará impune? Ficará incólume? :)
    Aguardando ansiosamente pelos próximos capítulos!
    Estou fascinada pelo livro. Realmente muito bom!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  171. Não dá pra largar!
    Em 10/06/2014 23:17, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  172. Qual a opinião do senhor acerca do cloro que ingerimos na água e inspiramos do vapor? Ele desequilibra a flora intestinal, eliminando bactérias? Causa algum desequilíbrio orgânico?
    Qual a opinião do senhor acerca da fluoretação da água?
    Há algum sal mineral indicado para se acrescentar à água?
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  173. Pois é, Doutor e parece que o governo quer proibir livros estrangeiros. Dê uma olhada nessa notícia:

    http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/dinheiro-publico/proibicao-de-livros-estrangeiros/

    ResponderExcluir
  174. eu pensei a mesma coisa

    ResponderExcluir
  175. Vindo a proposta de quem veio, não duvido. Não vai afetar nada, visto que está provado que o governo não lê nada mesmo.
    Em 11/06/2014 10:56, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  176. Olá, Ana,
    Veja, acredito que não seja necessário gastar dinheiro com BCAAs, glutamina e proteínas, veja a situação de muitos presos que malham com equipamentos obsoletos e comem carne e tomam leite como qualquer um.
    Penso que o grande segredo contra o catabolismo muscular seja a falta de descanso pós-treino. O confinamento que é exigido a esses gigantes encarcerados proporciona seu anabolismo: eles comem, se exercitam algumas poucas vezes e dormem muito. É como crescem. É sabido que o crescimento muscular só acontece se houver um bom período de repouso.
    Quando eu era militar passava meses "seco" correndo todos os dias no sol, mas quando tirava férias e passava o dia comendo e dormindo, crescia substancialmente.
    Esses caras não tomam doses bem pesadas de aminoácidos e tampouco comem de 3 em 3 horas, mas com suas genéticas favorecidas, exercícios e muito descanso, constroem músculos.

    ResponderExcluir
  177. O mais engraçado neste podcast é que a ouvinte foi mais sábia que o Atalla: ela afirmou, embora surpreza, que existe uma relação de causa e efeito entre mudar a dieta e comer somente carboidratos e engordar, mas o Atalla refutou a hipótese com o argumento tosco que 1g de carboidrato tem aproximadamente o mesmo valor calórico que 1g de proteína.

    ResponderExcluir
  178. Ovo cru? Não tem risco de se contaminar com Salmonela?

    ResponderExcluir
  179. Vinícius Petrolli11 de junho de 2014 14:11

    Boa tarde,

    Dr. Souto, após 3 meses e meio de paleo low carb (posso dizer que segui em torno de 90% das diretrizes da dieta), abaixo segue o resultado dos meus exames:

    Apenas para referência: Meu peso 65kg, altura 1.72m.

    Glicose: 86 mg/dl
    Colesterol Total: 220 mg/dl
    Colesterol HDL: Resultado: 66 mg/dl
    Triglicerídeos: 53 mg/dl

    Ano passado meu HDL estava em torno de 40 e Colesterol total em torno de 170. Triglicerideos não me lembro.



    Doutor, essa proporção Colesterol Total / HDL está adequada?


    Grato.

    ResponderExcluir
  180. Limpa ele antes (a casca)


    2014-06-11 14:11 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  181. Está MUITO melhor: a relação foi de 4,25 -> 3,3, sem contar o resto (triglicerídeos / HDL)


    2014-06-11 14:14 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  182. Vinícius Petrolli11 de junho de 2014 14:23

    Em relação a urina, que está ácida (pH = 5,0), alguma consideração (tomar um suquinho de limão)? ou está normal?

    ResponderExcluir
  183. doutor, estou lendo uma matéria que diz que a canela pode aumentar a sensibilidade a insulina, melhorando a resposta glicêmica. o doutor sabia disso? seria uma boa então adicionar canela na alimentação? a matéria é essa http://www.fat-new-world.com/2013/09/o-efeito-da-canela-na-glicemia-e.html

    ResponderExcluir
  184. olá, Carol... uma pergunta: você sabe dizer por que o queijo causa essa compulsão, já que se trata, basicamente, de proteína e gordura? outra coisa, depende do tipo de queijo ou é qualquer um?

    ResponderExcluir
  185. Mais limão, mais vegetais, para alcalinizar a urina.


    Em 11 de junho de 2014 14:23, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  186. Isso é FATO, pode usar


    2014-06-11 14:50 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  187. Vinícius Petrolli11 de junho de 2014 17:17

    Ok. Mais uma dúvida: o problema da acidez em si é apenas o aparecimento de calculos renais? ou existe outros problemas que podem aparecer?


    Meu exame de urina não apresentou cristais. tudo ok exceto a questão do PH.


    grato.

    ResponderExcluir
  188. Só cálculos renais


    Em 11 de junho de 2014 17:17, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  189. O arroz parboilizado sofre um tratamento de aquecimento e depois brusco resfriamento por isso forma alguma quantidade de AR. Não possui fitatos ou outras substâncias pois essas substâncias estão presentes na casca, que no caso está presente no arroz integral. Então se quiser comer arroz, não coma o integral.

    ResponderExcluir
  190. Mas se esse cardio trabalha com envelhecimento eu arriscaria conhecê-lo, mesmo que não tenha informações na internet. E quando você fala que o TSH e T4 que você fez deram ok é porque estão dentro da faixa dita normal pelo laboratório? Porque... por exemplo, no último congresso online sobre hipotiroidismo do canal Second opinion do Sean Croxton o que mais se falou foi que está se utilizando faixas de TSH como parâmetros ótimos entre 1,0 e 2,0 e para T4 no último quarto da faixa laboratorial.

    ResponderExcluir
  191. Po Doutor, que interessante, traduz pra gente alguns trechos legais do livro, o que acha? obrigado!

    ResponderExcluir
  192. Omelete doce com canela é o paraíso na TPM pra mim... Sossega todo e qq mau humor...

    ResponderExcluir
  193. Exatamente o mesmo comigo! Minha última "combinação esquisita" foi Chá Matte Leão (aquele famoso carioca...) com manteiga e óleo de coco...

    ResponderExcluir
  194. Não sei dizer, não sei se é porque eleva mais a insulina que as outras proteínas, ou se é porque é muito palatável... O que acontece para mim é que queijos e creme de leite NÃO satisfazem na medida de calorias que oferecem, então acho que é realmente algo a ver com o fato de ser um laticínio.
    Por exemplo, se eu comer 600 calorias de ovos com salada, abacate e azeite ficarei muito satisfeita.
    Já 600 kcal em creme de leite e queijos vão em um segundo, sem me dar saciedade nenhuma.
    Então eu decidi cortá-los - na verdade, evitar bastante, ainda consumo em algumas ocasiões - pois atrapalha todo o balanço da dieta e torna muito muito difícil ficar com uma quantidade de alimentos mais razoáveis nos dias que os consumo.

    ResponderExcluir
  195. Outro dia eu li um artigo sobre a canela. Exitem 2 tipos:
    a verdadeira que vem do Srilanka e India e
    a falsa que vem da China.
    Neste artigo a autora diz que a canela da China faz mal pra saúde. O sabor das duas é o mesmo, mas vem de plantas totalmente diferentes e a canela do Srilanka é bem mais cara do que a da China.

    ResponderExcluir