segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Os 12 motivos pelos quais low carb é melhor para diabetes: 6) + proteína é melhor do que + carbs

  • Os 12 motivos pelos quais low carb é melhor para diabetes: 6) substituição de carboidratos por proteína é geralmente benéfico.

Esta é a sexta de 12 postagens explicado porque uma dieta de baixo carboidrato (Low Carb) deve ser a estratégia padrão, inicial, para o manejo do diabetes. Esta série de postagens é baseada no artigo Restrição de carboidratos na dieta como a primeira abordagem no manejo do diabetes: revisão crítica e base de evidências, sobre o qual já tratamos previamente (ver aqui). As referências bibliográficas estão no artigo original (clique aqui).

Se ainda não leu, leia antes esta postagem.

A primeira postagem desta série foi: 1) Manejo da hiperglicemia;
A segunda postagem desta série foi: 2) A epidemia começou pelos carbs;

A terceira postagem desta série foi: 3) Nem precisa perder peso;
A quarta postagem desta série foi: 4) Nem precisa perder peso, mas perde;
A quinta postagem desta série foi 5) Melhor aderência;

6) substituição de carboidratos por proteína é geralmente benéfico.
Na prática, dietas de redução de carboidratos (LOW CARB) em geral NÃO são de de alta proteína, exceto quando comparadas com os baixos níveis de proteína recomendados nas dietas de alto carboidrato. Normalmente, os carboidratos de uma dieta LOW CARB são substituídos por gorduras. Entretanto, um grande número de ensaios clínicos randomizados comparou dietas LOW CARB de alta proteína (LCHP) versus dietas de baixa gordura (low fat), e várias revisões sistemáticas e metanálises verificaram sua eficácia e segurança no curto prazo. Essas análises descobriram que dietas de alta proteína e baixo carboidrato tem um efeito mais favorável em perda de peso, composição corporal, taxa metabólica em repouso e risco cardiovascular do que dietas de redução de gordura. Santos e colaboradores conduziram uma metanálise de 27 ensaios clínicos randomizados com 1141 pacientes obesos não diabéticos em dieta LOW CARB, independentemente da composição do restante da dieta e do grau de restrição de carboidratos. Mudanças dentro do grupo low carb, ao invés da comparação com low fat, foram avaliadas. As dietas restritas em carboidrato estavam associadas com reduções significativas de peso, IMC, triglicerídeos e pressão arterial. Além disso, houve melhora em vários outros marcadores metabólicos e no perfil lipídico.

Krieger e colaboradores usaram a técnica de meta-regressão de ensaios clínicos randomizados para determinar os efeitos comparativos de proteínas e carboidratos durante restrição calórica. Eles examinaram 87 estudos com 165 grupos de intervenção, comparando dietas com um mínimo de 1000 Kcal/d. As dietas compostas por menos de 35-41% de carboidratos eram associadas com uma perda de peso média 1,7 Kg maior, uma perda de peso magro de 0,7 Kg, e uma perda de peso gordo 2 Kg maior do que em dietas com um percentual maior de carboidratos. Em estudos que duraram mais de 12 semanas, o efeito aumentou para 6,6 Kg de perda de peso, e 5,6 Kg de gordura perdida A MAIS nos grupos com menos carboidratos em comparação aos grupos com mais carbs. Ingestão de mais de 1,05g de proteína por Kg de peso foi associada a uma retenção adicional de 0,60 Kg de massa magra quando comprado com ingestão de menos proteína. Em estudos com mais de 12 semanas de duração, essa diferença aumentou para uma retenção ADICIONAL de 1,2 Kg de massa magra. Krieger e colegas concluíram que dietas LOW CARB com mais proteínas afetam favoravelmente a massa e a composição corporal independentemente da ingesta calórica, o que, em parte, dá suporte à vantagem metabólica dessas dietas.

289 comentários:

  1. Doutor, todos os comentários antigos sumiram mesmo da visualização aqui no blog, pp nas postagens antigas, antes da migração.

    Eu preciso resgatar aquelas continhas para verificar colesterol, triglicerides, etc.
    Seria possível esquematiza-los e fazer um post ou atualização em algum dos post sobre colesterol?

    ResponderExcluir
  2. Colesterol total / HDL deve ser menor do que 4,5
    Triglicerídeos / HDL deve ser menor do que 2

    Em 22 de setembro de 2014 10:39, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  3. Meu primeiro índice está exatamente no limite :O
    Estou em VLC, fazendo cetogênica com quase nenhum industrializado, peso baixando, mas o LDL subiu assustadoramente desde que comecei a keto. Triglicerides dobrou. A vit. D caiu pela metade. Não vou me preocupar (muito), por ora. Ou mais pra frente vou fazer uma versão mais mediterrânea.

    ResponderExcluir
  4. Isso, adiante faz uma versão mais mediterrânea.

    Em 22 de setembro de 2014 10:50, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  5. E o triglicérides em 90, é resultado da cetogênica ou devo abolir adoçante (sucralose), que já uso pouco? Não consumo frutas que não abacate e coco.

    ResponderExcluir
  6. Triglicerídeos em 90 é sinal de que vc está fazendo TUDO CERTO

    2014-09-22 11:06 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  7. Devo ter me confundido. Achei que deveria mante-lo baixo.
    A clareza mental da keto ainda não chegou por aqui.

    ResponderExcluir
  8. 90 é baixo! Qualquer coisa abaixo de 100 é baixo. O normal é até 150!

    Sent from mobile phone
    Em 22/09/2014 11:14, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  9. Posso postar isso?

    Sent from mobile phone
    Em 22/09/2014 11:35, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  10. Com certeza! Minha vida mudou, e o que mais quero agora como profissional da saude é ajudar outras pessoas a melhorar!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Dr!
    Começei LCHT há 22 dias, com emagrecimento discreto. Estou me sentindo bem, apesar da "gripe low carb" dos primeiro dias. Mas estou com problemas quanto à saciedade. Por exemplo, hoje, as 8:30 tomei meu café da manhã, 2 ovos cozidos com sal e azeite de oliva (é o que eu venho comento todas as manhãs). Agora, as 11:40 já estou morrendo de fome! E todos os dias, em média três horas após o almoço já estou com muita fome também, mesmo caprichando nas gorduras. É psicológico?rsrs

    ResponderExcluir
  12. Vai passar. Quando estiver com fome, simplesmente coma. Comer é gostoso, melhor ainda quando é sem culpa.

    Sent from mobile phone
    Em 22/09/2014 11:47, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  13. Parabens Juliana😄. Bem vinda de "volta à vida"!
    Cordial abraço!

    ResponderExcluir
  14. Muito obrigada! E agora a parte mais dificil, mudar o senso comum!

    ResponderExcluir
  15. Você já ta fazendo isso: dando o exemplo! "As palavras convencem, os exemplos arrastam".

    ResponderExcluir
  16. Perfeito! Só gostaria de salientar que 1-1,2g de proteína por kg corporal não é muita proteína, é proteína moderada, seria algo em torno de 4 ou 5 bifinhos por dia (fracionados ao longo das refeições)... Então não saiam devorando muita proteína por ai ;)

    ResponderExcluir
  17. Exato, low carb não é alta proteína.

    Lembrar também que 30g de bife são 7g de proteína, e não 30.

    Sent from mobile phone
    Em 22/09/2014 13:44, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde, Dr Souto.


    Em muitas postagens, o senhor fala que um dos grandes problemas das pessoas é tratar a ciência como dogma em vez de de basear em fatos. Inclusive esse seria um dos motivos do desenvolvimento da lipofobia anos atrás. Acho que é por isso mesmo que muitas das suas postagens trazem artigos científicos, para embasar as suas afirmações.


    Por isso tenho um questionamento para fazer: você não acha que adotar uma posição do tipo 'sou totalmente contra isso' ou até mesmo falar em 'comida de verdade' pode ser uma forma de desmerecer as outras formas de comida, como se elas fossem de mentira? E esse tipo de posicionamento não seria uma forma de praticar um pensamento dogmático na ciência?


    Falo isso, pois vejo comentários de muitos usuários e sinto uma espécie de posicionamento fundamentalista por parte deles. E em grupos do Facebook sobre paleo low carb, já vi também pessoas se ofendendo, umas querendo ser mais paleo que outras, sendo que o senhor mesmo já recomendou não considerar a dieta paleo como uma religião, mas como um modo de vida.


    E, como existem muitos modos de viver, existem muitos modos de se alimentar, tanto na Paleo diet como fora dela. Gostaria de saber sua opinião sobre os extremismos propostos por seguidores da dieta.


    P.S.: não sou contra a dieta paleo, inclusive sou adepto. Só gostaria de problematizar essa questão e saber a opinião do senhor, que é um especialista.

    ResponderExcluir
  19. Sim, vc tem toda a razão, há que estar SEMPRE vigilante para não cair no dogmatismo.

    Já leu essa postagem? http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/01/reflexoes-sobre-postagem-anterior.html
    "É possível fazer páleo com abundância de frutas e raízes. Quem já tem uma certa idade, talvez se lembre de um comercial que dizia "existem mil maneiras de preparar Neston. Invente a sua ". Pois então, existem 1000 maneiras de comer páleo.


    - *Ovo-lacto-vegetariano* ? Corte o açúcar e os farináceos; foque-se, além das saladas, em abacate, coco, nozes, castanhas, e suplemente com ovos e laticínios;
    - *Responde mal com gordura saturada*? Faça uma versão "mediterrânea" da dieta : foque-se em abundância de vegetais, peixes e frutos do mar, azeite de oliva, nozes e castanhas, e laticínios como iogurte low fat - além de vinho tinto;
    - *Não quer perder peso*? Apenas exclua o açúcar e os farináceos e evite alimentos processados, mas consuma frutas e raízes sem restrição, além do restante (carnes, frutos do mar, ovos e laticínios fermentados);
    - *Quer perder peso rapidamente*? Faça páleo LCHF (low carb, high fat), sem frutas, mas com muita salada, ovos carnes, peixes e aves com sua gordura natural e laticínios full fat;
    - *Tem problemas de auto-imunidade*? Além do glúten, remova completamente o que cresce em vagens, laticínios e ovos (e, eventualmente, algumas outras coisas: clique aqui para ler o protocolo auto-imune )."



    Em 22 de setembro de 2014 14:29, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  20. luciana mantoanelli22 de setembro de 2014 14:36

    Dr aqui seria CT dividido pelo HDL?

    ResponderExcluir
  21. Sim, já li praticamente tudo. Acompanho o blog há bastante tempo.


    Mas é que vejo, principalmente nos comentários desse e de outros blogs, uma espécie de postura quase que religiosa no tocante à dieta, algo que o senhor mesmo já desaconselhou.

    ResponderExcluir
  22. é

    2014-09-22 14:36 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  23. Eu acho que isso é meio que um estado default das pessoas, uma espécie de alergia à ambiguidade. Vou cuidar pra não fomentar isso...

    Em 22 de setembro de 2014 14:39, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  24. luciana mantoanelli22 de setembro de 2014 14:55

    Banha e manteiga vc tem alguma preferência (nutricionalmente) ou as duas são boas?

    ResponderExcluir
  25. Vou dar minha opinião como química de industrial de alimentos, só depois como adepta.

    A única coisa que eu sabia no dia da minha formatura é que eu não queria ir pra indústria. Tanto que não fui. Eu achava muita coisa abominável. E continuo achando.

    Durante o curso eu já tinha ouvido falar de slow food, mas nunca dei atenção. Eu consultava muito o blog da Neide Rigo, que usa tudo que é REGIONAL e me encantava com tudo, com este sentimento, este cuidado em usar o que temos a disposição na natureza, do campo
    Há várias formas de se alimentar sim, de acordo com a cultura de cada região.
    A industrialização alimentícia hoje é uma forma de invasão e desrespeito a muitas destas culturas, apesar de muitos acharem que é uma forma de globalizar e promover acesso nutricional a muitos.

    Polêmicas da questão da fome mundial à parte, o que vemos hoje é empresas que fornecem produtos alimentícios pensando em LUCRO (aliás, alimenta a cadeia da indústria farmacêutica também). Não tenho coragem de chamar o que eles produzem e fornecem de 'comida', desculpe.

    Faz 6 anos desde a minha formação, e TODOS meus conceitos mudaram desde então. Talvez por gostar da área, de cozinhar, e de precisar por questões de saúde, eu continuei lendo e procurando saber a verdade e entender a ojeriza que tomou conta da minha vida. Eu condenava a banha, p.e., veementemente, e hoje consumo-a bastante.

    Bem, desde minha conversão, eu não saí agindo como paleonazi. Eu tenho um grande trabalho que é trabalhar esta questão dentre minha família. Já houve muito progresso. Não vou colocar ninguém na cruz ou na fogueira por agir diferente de mim. Agora, se quiser discutir um pouco de ciência...estamos aí.
    A quem apresentei, amigos, a adesão gerou SUCESSO e SAÚDE. Orgulho-me muito disso. Não houve UM arrependimento. É um trabalho de formiguinha, não é minha religião, então eu abro a boca bem de leve e com tranquilidade quando sou questionada. Não tiro os outros pratos da mesma da confraternização, eu levo os meus. Eu escolhi ter saúde e ajo de acordo. Como sempre dito aqui, exemplos arrastam.

    ResponderExcluir
  26. Olá Etienne,


    infelizmente, extremismo existem em todos os lugares, também vejo esse extremismo em vários lugares. Mas não vejo isso aqui no blog do Dr. Souto, como você mesmo notou, essa não é a posição dele.
    Também não vejo como mudar a cabeça das pessoas nesse sentido. Penso que, a contribuição que o Dr. Souto faz já é mais que suficiente!
    Entendo o posicionamento radical de muitos, tem pessoas que só conseguem levar a vida assim: com regras rígidas. Veja bem, disse que entendo, mas não concordo. Se coloque na posição de um alcoólatra que conseguiu vencer o vício... Acha que ele pode se arriscar a provar só um pouquinho de álcool novamente?.. Essas pessoas extremistas tem esse mesmo sentimento em relação a comida. Não dá pra julgar os outros pelo que nós conseguimos fazer.
    Agora, quanto a comida de verdade x comida de mentira... já assistiu Fed Up?

    ResponderExcluir
  27. De fato, esta postura de muitos grupos de dieta por aí afasta muita gente que poderia se beneficiar, se não fossem hostilizados de cara.
    Mas há sempre quem apareça só pra provocar polêmica. Nos grupos atkins é bem comum.

    Parece que depois que o povo vira paleo começa a usar as armas que tem pra atacar os companheiros de caverna também hahaha

    ResponderExcluir
  28. Legal. Então, é exatamente a postura das pessoas em relação às descobertas científicas que me preocupa. Pois da mesma forma que a lipofobia vem caindo por terra, sei lá, pode ser que em alguns anos a dieta paleo sofra algumas intervenções de pesquisas novas e seja readaptada ou então seja abandonada.


    E eu acho engraçado porque as pessoas em geral, mesmo aquelas que são cientistas, sejam de qual área for, não são muito críticas com relação ao que leem ou ouvem. Então tudo passa pelo status de verdade, quando a gente sabe que a ciência não tem essa pretensão de ser algo estático, mas algo que está aí para ser questionada.

    ResponderExcluir
  29. É documentário Paty? Youtube?

    ResponderExcluir
  30. rs, sim! Eu entrei em um grupo do Facebook e fiquei meio aterrorizado com uma discussão que teve. Um cara postou um prato do café da manhã dele com várias frutas e o pessoal começou a ofender ele, dizendo que ele estava indo contra os preceitos e bla bla bla.

    ResponderExcluir
  31. Verdade.
    Eu sempre fui muito crítica. Mas estava enganada também.

    ResponderExcluir
  32. Me lembro desta polêmica. O intuito da postagem do cara não foi tão simples e inocente, mas enfim.

    ResponderExcluir
  33. As duas ótimas. Gosto de azeite e óleo de coco também. Cada um pra sua finalidade.

    ResponderExcluir
  34. Gosto das duas!

    ResponderExcluir
  35. luciana mantoanelli22 de setembro de 2014 15:11

    Nunca usei óleo de coco. Não é tão fácil de achar e qdo acha é meio carinho. Ele não pega gosto? Tipo fritar carnes etc

    ResponderExcluir
  36. Maiza, eu não consideraria 4-5 bifinhos moderado, mas alto.
    Cada bife tem hj pelo menos uns 100g. São meio quilo de carne por dia. Pelo menos 100g de proteína pura/dia.
    Na minha opinião e prática pessoal, eu considero 1g/kg massa magra mais um adicional de uns 20%, caso ultrapasse. Não sou nutricionista mas segui uns cálculos que li e me baseei no livro do Jimmy Moore.
    A literatura tá aí, muitos divergem no ideal. Cada um acha seu caminho.
    Não há parâmetro melhor que a fome.
    Ademais, consumir mais proteína no início é comum por conta de a) empolgação e b) saciedade. À medida que a dieta avança, se come menos, inclusive carne, e há exceções, como sabemos.

    ResponderExcluir
  37. luciana mantoanelli22 de setembro de 2014 15:21

    Gente carne frita na manteiga é bom demais

    ResponderExcluir
  38. Sinceramente, nunca notei. Dizem que uma pitada de sal nele ajuda a tirar gosto.


    Não precisa ir atrás de óleo de coco, sério. É caro sim. Eu uso há muito tempo e mantive pq gosto.
    Se você tem banha e manteiga, pra cozinhar fritar; e azeite (não aqueça-o) pras saladas, mais ovos, mais bacon, mais abacate, etc, já estás bem abastecida de gordura.

    ResponderExcluir
  39. O que você quer dizer é que as pessoas não devem confiar na ciência e não praticar algo que pode ser benéfico (especialmente quando é estatisticamente previsível) só porquê talvez lá no futuro podem ser montadas novas teorias conflitantes, mesmo que *hoje* comprovadamente não exista nada melhor? Tipo... parar de vacinar contra doenças epidêmicas graves porquê talvez venham a ser comprovadas as teorias sobre a toxicidade de seus componentes?

    ResponderExcluir
  40. Concordo Patrícia! Não tenho face para saber sobre tal hostilidade, mas acontece da pessoa deslumbrar e querer "converter o próximo" e outra, toda ação gera reação oposta, na mesma intensidade.. Houve tanta veemência nas afirmações de que gordura fazia mal, suco é ótimo pra saúde, que agora tentam fazer o coro diferente.
    E essa questão do vício é importante, pra uns só é possível ser 100% paleo lowcarb ou nada... Então há que se respeitar tbem, ou cairemos no mesmo discurso de que "só um pouquinho ou só de vez em quando não tem problema", da nutrição convencional.

    ResponderExcluir
  41. Não. Mas estar aberto a conhecimentos novos e não tratar a ciência como verdade absoluta. Foi isso que eu quis dizer.

    ResponderExcluir
  42. As duas são boas, se uma for de animais alimentados com pasto, prefira esta.
    2014-09-22 14:55 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  43. Ah, quanto à "ciência" de má qualidade (ou seja, as fraudes), eu
    concordo: foi a confiança cega em um picareta sem escrúpulos que nos
    trouxe ao protocolo alimentar que está causando essa epidemia de
    diabetes, obesidade e doença cardíaca tão inédita na história humana.
    Passou pelo status de "verdade absoluta" com tanta facilidade que hoje
    temos vários bilhões sendo movimentados à custa da saúde das pessoas só
    por causa dessa fraude. Não me surpreenderia nada que tivessemos toda a indústria alimentícia de olho nesse blog aqui, entre outros contestadores do status quo.

    ResponderExcluir
  44. Já mudei de ideia algumas vezes nos anos desse blog. E pretendo continuar mudando. Aliás, daqui uns poucos dias, vai sair uma postagem minha, mudando de ideia em relação aos adoçantes. Aguarde...

    Em 22 de setembro de 2014 15:01, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  45. Por isso eu não perco meu tempo com redes anti-sociais :-)

    Em 22 de setembro de 2014 15:02, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  46. Tem um torrent rolando por aí

    2014-09-22 15:05 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  47. Já assisti, sensacional... vale um post, hein? :)

    ResponderExcluir
  48. Não... Acho que o que ele quer dizer é que não devemos ser dogmáticos com base no estado atual da ciência, pois toda a verdade científica é SEMPRE provisória. Ou, em português mais claro: não devemos cair na cabeça de alguém que pensa um pouco diferente, pois poemos morder a língua ali adiante.

    Em 22 de setembro de 2014 16:00, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  49. Só não fiz pq não há cópia legal disponível, e tenho medo de promover cópia pirata e dar motivo para tirarem o blog do ar

    2014-09-22 16:20 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  50. Não é fazendo propagandas ou algo do tipo...Eu sinceramente não vejo problema em citar nome de suposta marca ser melhor quanto a saúde, tem alguns péssimos mesmo rss Gosto de remédio, tem outros que fiquei sabendo serem ótimos... tal qual (por ai) kk

    Aguardo esta publicação Dr Souto! ;D

    ResponderExcluir
  51. Tal e Qual é maltodextrina = açúcar!!

    Em 22 de setembro de 2014 16:26, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  52. Fico na expectativa.
    A verdade é que a PRIMEIRA ação dos viciados em açúcar é cair de cabeça em adoçante e receitinhas adaptadas.
    Precisamos rever isto.

    ResponderExcluir
  53. Ao que parece já está no Itunes e na Amazon não está mais em pré-venda, o lançamento foi dia 9... acho que já dá pra ficar na legalidade, hehe

    ResponderExcluir
  54. E eu acho que é essa a função deles, servir de transição, como um adesivo de nicotina. Mas precisa ser TRANSIÇÃO...

    Em 22 de setembro de 2014 16:28, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  55. quanto tempo duraria a transição Dr.? Meses? Ano?

    ResponderExcluir
  56. Doutor Souto, boa tarde
    Sou adepto ao estilo de vida Paleo a 3 meses e emagreci bem (até mandei uma foto antes e depois no seu email). Minha pergunta é o seguinte, ontem fui a um aniversário de um amigo muito querido meu e tomei cerveja além do necessário e fazia três meses que não consumia álcool, hoje estou com uma fome além do normal pois estava super adaptado e mal tinha fome. Isso é normal, ficar com o apetite desregulado quando ingere álcool no dia anterior?

    ResponderExcluir
  57. O problema não é o alcool. já ouviu falar que cerveja é pão líquido? então.

    ResponderExcluir
  58. Doutor, segue meu relato. Tenho refluxo gástrico, problema no intestino não identificado, mas era só comer uma pizza, que passava a noite no banheiro. Para aumentar a lista, sofro de transtorno ansiedade generalizada e a consequência é psoríases, também estava com suspeita de artrite psoriática, estava bem no inicio, sentia muitas dores nas articulações e tinha acabado de fazer exames indicados pelo reumatologista. Sempre achei que todos problemas ocorreram pela infância difícil que tive (psicossomático), mas não adiantaram tantas sessões de terapia e antidepressivos, os problemas só aumentavam.

    Mas o universo conspirou a favor. Estava com 30kg acima do peso, bastante depressivo por conta dos problemas de saúde, resolvi fazer dieta low carbo, não tinha qualquer relação com os demais problemas, queria apenas emagrecer, mas como um passe de mágica, tive impacto positivo em TODOS os problemas, não sinto qualquer dor no corpo, refluxo? Não acordei mais engasgado com ácido, nunca tive intestino funcionando tão bem, antes eram 5 vezes por dia, hoje 2 no máximo. A única coisa que ficou mas houve uma regressão enorme, foi a psoríases.

    Ansiedade diminuiu ao ponto de largar o vício de roer unhas, isso foi um processo natural, não fiz a menor força para largar o vício, já tinha tentado incontáveis vezes.

    Eu como um bom cético, me pego tentando justificar todas essas mudanças, houve um impacto tão grande em minha vida, que é difícil creditar apenas a mudança do habito alimentar,

    Mas não encontro outra explicação, o trigo e os carboidratos estavam me MATANDO,. acabando comigo.

    O incrível foi ler o Barriga de Trigo e descobrir que todas as minhas doenças estavam descritas através de relatos ali, me considero um sortudo, poderia passar anos sofrendo, mas a "cura" caiu no meu colo.

    Obrigado pelo blog, esse projeto é sensacional, fico admirado em quantas vidas o Doutor pode ajudar.

    ResponderExcluir
  59. Cinthia, por experiência própria, o paladar muda muito, e por conta disso, a gente deica de gostar de um monte de coisas que estávamos habituados a comer. Mas esse tempo varia de pessoa pra pessoa. Só tenha em mente que, você vai deixar de precisar disso.

    ResponderExcluir
  60. Ou seja, o problema mesmo são os CHO!

    ResponderExcluir
  61. Ganhei meu dia

    Sent from mobile phone
    Em 22/09/2014 18:06, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  62. Alguém saberia me explicar, resumidamente, o que é carb nite?

    ResponderExcluir
  63. Aguardando, curiosa!

    ResponderExcluir
  64. Renato de uma olhada nesse site sobre
    vitamina D:

    http://vitaminadporumaoutraterapia.wordpress.com/a-vitamina-d/manifesto-por-um-novo-paradigma-de-conduta-e-tratamento/

    O meu companheiro é médico e tem
    tido bons resultados no tratamento da psoríase, corrigindo a
    deficiência de vitamina D em conjunto com a retirada do trigo e
    leite da alimentação.

    ResponderExcluir
  65. Oi Jorge, eu já tomo 10.000iu/dia. Obrigado pela ajuda.

    ResponderExcluir
  66. Coisa linda de ler! "Ingestão de mais de 1,05g de proteína por Kg de peso foi associada a uma retenção adicional de 0,60 Kg de massa magra quando comprado com ingestão de menos proteína."

    ResponderExcluir
  67. Dr Souto permita me usar o tópico pra tirar uma dúvida, minha esposa, junto comigo está na paleo 4 meses, ela sempre foi magra mas decidimos tentar no caso dela para ver os efeitos da dieta sobre a depressão. Obtivemos êxito nesse caso, inclusive com a psiquiatra indicando para uma possível redução da sertralina num futuro próximo. A retirada do glutem e do açúcar(este que acreditamos ser o principal gatilho, pois em alguns testes o açúcar causa grande ansiedade) melhorou muito o quadro geral. Nos últimos exames de sangue tivemos um excelente resultado, com hdl alto, triglicerideos baixos, só que minha esposa já batalha a algum tempo contra altos índices de cortisol (34,7 de manhã e 17,3 a tarde) que mesmo com uso de drogas específicas durante o exame não abaixam, e exame após exame os resultados são mais ou menos os mesmos. A pergunta é a dieta paleo exerce alguma influência sobre o cortisol? São índices para se realmente investigar algo sob a luz da boa ciência ou são índices considerados altos apenas a luz de idéias antigas e ultrapassadas? Obrigado.

    ResponderExcluir
  68. Também já acusaram supostos grupos ,de ações , como no caso do bloqueio de links pelo Facebook, sem existir qualquer certeza. Foi sinistro, pareciam que nunca mais poderiam comer ovo sem um link no Facebook. Foi tipo acusar cada muçulmano existente no mundo pelos atos terroristas.

    ResponderExcluir
  69. Uma dieta cetogênica cíclica... ou seja, durante a maior parte da semana vc estará consumindo menos de 30g de carboidratos, lowcarb cetogênica mesmo. Recomenda-se de início ficar desse jeito por pelo menos duas semanas. A partir daí, uma vez por semana, vc faz uma NOITE do "lixo", se enchendo de carboidratos de ALTO índice glicêmico por cerca de seis horas. Serve pra evitar a diminuição dos níveis de leptina, o que costuma causar platô em dietas cetogênicas a longo prazo. Comigo deu certo: perdi 13 kg em dois meses fazendo uma Carb Nite com carbos paleo/safe starches. Nos dois dias seguintes à Carb Nite, geralmente vc ganha um ou dois quilos a mais, mas não se preocupe: é tudo água. No terceiro dia, eu geralmente estava mais magro que no dia anterior à CN.

    ResponderExcluir
  70. Ahaa! Aquele pano pra manga já está em produção então? Quero ver o tamanho da manga...espero que a stévia seja poupada. No aguardo.

    ResponderExcluir
  71. Lê: http://www.paleodiario.com/2014/02/carboidratos-gentis-para-gaba-cortisol.html
    Sent from mobile phone
    Em 22/09/2014 22:56, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  72. Dr Souto, eu sempre tive um pe´atras quanto a adoçantes artificais, se e pra consumir doce em pequena quantidade pra mim melhor os de verdade.

    ResponderExcluir
  73. Justamente o motivo pelo qual escrevi! Eu como menos de 1kg/g corporal, tb já li e sigo o Keto Claritye 1 bife é diferente de um bifinho (pedacinho).

    ResponderExcluir
  74. Para mim tem dado uma média de 150-200g de carne pesada por dia. Varia muito, claro. A linguiça, por exemplo, como um pouco mais por conter mais gordura que proteína.

    ResponderExcluir
  75. Muito obrigada Gustavo!
    Idéia bastante sedutora... Kkk

    ResponderExcluir
  76. Sim, já cópia oficial disponível, tanto na Amazon quanto no Google Play:

    http://amzn.to/1uVpX3o

    http://bit.ly/1qq69is

    ResponderExcluir
  77. Olá. Dando um pitaco por aqui, se me permitem. Precariedade científica é inevitável: é a vida, somos finitos, apenas acreditamos estar nos aproximando de "A Verdade", sem nunca podermos saber se estamos lá (*talvez* sem nunca podermos estar lá). Picaretagem científica é evitável: leia este blog, pense por contra própria, tenha conversas (diálogos, sabe, se fala e se escuta ;) ) em que sinceramente você tem atitude de considerar que pode estar errado, tudo isto ajuda a evitar a picaretagem científica e o dogmatismo. Avanço científico é possível: nós aprendemos bastante quando aprendemos o que é falso (beijar não engravida, não descendemos de Adão e Eva, a Terra não é o centro do universo). E o fato de que mesmo algumas destas coisas possa ser revisada - e pode - não significa que não há progressos. Damos 10 passos à frente e 1 atrás: avançamos. Decisão sobre o que comer aqui e agora, sobre as diretrizes que iremos seguir, como tomar decisão neste mar de incertezas, trevas e ignorância ;) ? Aceitando a finitude humana, buscando as melhores informações (quais *não* são fontes de boa informação: quem quer te vender algo, quem representa quem quer te vender algo, quem é dogmático, etc, alguns sinais) e pensando, nós mesmos, sobre elas. Se exercitamos nossa atenção honesta e interessada, estamos fazendo o melhor possível e, sim, podemos estar errando. É a vida, tão bela, tão indeterminada....

    ResponderExcluir
  78. 2 meses de lchf, com alguns deslizes (inclusive nesse sábado, que comi comida nordestina, tapioca...), que talvez tenham influenciado meu exame, que fiz segunda de manhã.
    Resultado de 6 meses (quando eu tava na reeducação alimentar tradicional) x ontem:
    Colesterol total: 138 para 164
    LDL: 65 subiu para 93
    HDL: 61 caiu para 54
    Glicose: 83 subiu para 93
    Trigliceridios: 60 subiu para 87

    No cálculo dado pelo Dr Souto continuo bem, mas não entendi muito essas diferenças. Foram meus deslizes? Vale a pena refazer quando estiver seguindo 100%?

    Colesterol total / HDL deve ser menor do que 4,5 (está 3,03)
    Triglicerídeos / HDL deve ser menor do que 2 (está 1,61)

    ResponderExcluir
  79. Em tempo: me sinto bem, tenho comido bem (mas não to me exercitando, ao contrário de 6 meses atrás), não sinto fome desesperadora (ufa!). Estou focando em blueberries, morangos como frutas, abacate, ovos, legumes, verduras, creme de leite, leite de coco, manteiga, iogurte integral...

    ResponderExcluir
  80. Juliana, exames sempre vão variar... Penso que seus índices estão bons!

    ResponderExcluir
  81. Olá, Gustavo... pq 6 horas? obg

    ResponderExcluir
  82. Dr., Depois de algum tempo sem poder fazer minhas perguntas, agora consegui voltar... não sei o que estava acontecendo que não conseguia ter acesso aos comentários... paciência.
    O senhor ouviu falar que o Dr. William Davis "voltou atrás" em algumas de suas afirmações feitas no Barriga de Trigo... isso é falso? se for verdade, o que mudou? obg.

    ResponderExcluir
  83. Gustavo, antes de tudo: parabéns pela sua conquista! Quando você adotou essa estratégia de Carb Nite você fazia alguma atividade física específica junto? No dia em que você comia os carbs seguros eles ficavam na média de quantos gramas? :)

    ResponderExcluir
  84. Ada, o que vc acha desta postagem sobre o uso do azeite para cozinhar?

    http://authoritynutrition.com/extra-virgin-olive-oil/

    ResponderExcluir
  85. Dr. Souto, o consumo de remédios para controle de ansiedade podem alterar a eficiência de uma dieta lchf/paleo com foco em perda de peso?

    ResponderExcluir
  86. Estava bom, continua bom

    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 12:22, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  87. Não é verdade, basta olhar o site dele

    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 13:04, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  88. Depende do remédio

    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 13:09, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  89. Dr, venlafaxina e lamotrigina influenciam na eficiência de uma dieta lchf/paleo?

    ResponderExcluir
  90. Lamotrigina dificulta perda de peso em qualquer dieta

    2014-09-23 14:31 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  91. Obrigada, Patrícia!

    ResponderExcluir
  92. Qual alimento é bom para garantir 8h de sono, ao evitar que esses cacetes de mosquitos do cão invadam o cacete do quarto e zoem a porra toda até te acordar a cada 2h?
    E pra evitar que cachorro lata de noite pros duendes da casa, que sempre são mais ativos pelo periodo noturno?
    *se descabela e entra debaixo de uma pedra*

    ResponderExcluir
  93. Não lembro agora o porquê, vou dar uma lida no livro de novo, mas o que eu lembro é que vc deveria começar assim que anoitecesse até a hora de dormir... o que costuma dar por volta de 6 horas, a não ser que vc madrugue, hehe. Na verdade, o limite mesmo existe no Carb Backloading, que é outra dieta do mesmo autor, para ganho de massa muscular, na qual ele limita em três horas, para aproveitar ao máximo o "ambiente hormonal" gerado pelo treino de musculação...

    ResponderExcluir
  94. conhece a raquete assassina elétrica?


    mosquiteiro nas janelas.


    janelas fechadas pela tarde/noitinha

    ResponderExcluir
  95. Cogumelos psicodélicos

    2014-09-23 15:35 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  96. PQ há uma variação circadiana na sensibilidade à insulina dos tecidos, e o tecido adiposo é mais resistente à insulina à noite, e DESDE QUE os estoque de glicogênio estejam BAIXOS (muito low carb nos outros dias), o consumo de glicose TIPO BICHO, porém SÓ À NOITE, e com intervalo mínimo de 5 a 7 dias de dieta cetogênica entre estes episódios, apenas faria pico de insulina e faria repleção de glicogênio, e não seria estocado como gordura. Ao menos é o que diz o Kiefer.

    Em 23 de setembro de 2014 15:37, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  97. eu costumava fazer o famoso "dia do lixo", mas daí, o lixo transbordou para a semana... tive que frear novamente o animus devorandi de carboidratos... hehehe.
    Você tem fontes na internet sobre esse carb backloading e carb nite? obg

    ResponderExcluir
  98. http://carbnite.com/

    Em 23 de setembro de 2014 16:01, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  99. meu psiquiatra receitou a lamotrigina como estabilizador de humor e falou que ajudaria na compulsão alimentar...tomo lamotrigina há uns 4 meses e não notei melhora na compulsão alimentar! Os 23 dias de LCHF que melhoraram esta compulsão. Meu emagrecimentento tem sido bem discreto. Vou rever com meu médico a questão de continuar ou não tomando...E, sem querer abusar, como a lamotrigina dificulta perda de peso? Obrigada!!

    ResponderExcluir
  100. Em nível hipotalâmico provavelmente.

    Em 23 de setembro de 2014 16:26, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  101. existem alimentos proibidos dentro do carbonite? digo, a dieta cetogênica tradicional que conhecemos, com laticínios e bastante gordura saturada, é a mesma que o autor indica?

    ResponderExcluir
  102. A mesma, máximo de 30g de carbs ao dia, gordura, queijos, etc. No cabnite (na noite dos carbs) é pra usar apenas carboidratos de ALTO índice glicêmico. Mais uma vez, essa é a opinião do Kiefer.

    2014-09-23 16:53 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  103. ok... só mais uma pergunta: o nite carb pode ter gordura e proteína ou é só carboidrato de alto índice glicêmico?

    ResponderExcluir
  104. Proteína, sim, mas menos gordura

    2014-09-23 17:05 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  105. Como fã de Nietzsche sempre mantenho meu pé atrás com a ciencia. Acredito que a busca pela verdade é a esperar por um santo graal que elimine os problemas da humanidade. Porém só se levanta quem ja caiu, e felicidade e tristeza, dor e prazer, andam juntos e fazem parte da vida. Viver não é evitar a angustia, é vivencia-la. Ao encararmos a ciência como a busca pela verdade, estamos na verdade

    ResponderExcluir
  106. luciana mantoanelli23 de setembro de 2014 17:37

    Dr porque é melhor consumir mais carbos (no caso desse dia do lixo) à noite e não de dia?

    ResponderExcluir
  107. https://umano.me/c/d3mX5/how-our-botched-understanding-of-science-ruins-everything
    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 17:37, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  108. Olá Luciana,
    comentário do Dr. "PQ há uma variação circadiana na sensibilidade à insulina dos tecidos, e o tecido adiposo é mais resistente à insulina à noite, e DESDE QUE os estoque de glicogênio estejam BAIXOS (muito low carb nos outros dias), o consumo de glicose TIPO BICHO, porém SÓ À NOITE, e com intervalo mínimo de 5 a 7 dias de dieta cetogênica entre estes episódios, apenas faria pico de insulina e faria repleção de glicogênio, e não seria estocado como gordura. Ao menos é o que diz o Kiefer."

    ResponderExcluir
  109. É meio inocente dizer que não há interesses das indústrias em acabar com essa "farra" paleo low carb. O problema não é quem já sabe dessas informações, e sim o cerceamento da informação para que não se torne publica. Isso é incrivelmente temerário, pois diz respeito à algo barato e acessivel para melhorar a saúde e qualidade de vida das pessoas. É cpmo proibir a divulgação do uso de meias pra não estragar o lucro das empresas de pomada pra calos. Ou uma dieta que estrague os lucros da industria da dieta, do diabetes e doença cardíaca. oh wait...

    ResponderExcluir
  110. Amigo R.Leite, eu fui um dos que concordou com você na época quando houve o tal bloqueio. Concordei que poderia ser algum grupo "econômico", mas também até poderia ser uns fanáticos vegans sim, porque não. Mas naquele momento, e acredito até mesmo hoje, não se sabe o que realmente aconteceu e porque houve o tal bloqueio.

    Sei que houveram muitas acusações e suposições irresponsáveis. Gente que deveria manter a calma e que estava tendo verdadeiros "chiliques" pelo fato, gerando ataques infundados a outros grupos de "crenças alimentares" diferentes.

    De qualquer forma, o mundo existe sem facebook... eu mesmo só o utilizei para conhecer o sistema, mas atualmente, apenas minha esposa existe lá.

    ResponderExcluir
  111. O problema não é esta ou aquela dieta são as redes sociais. As pessoas seguras em suas casas falam qualquer coisa e de qualquer forma, sem medo de ofender e sem cordialidade. As pessoas que tem algo a dizer muitas vezes se calam e a ignorância e a ditadura do pensamento único prevalece. Não estou dizendo que são todos ignorantes, mas tem muita gente inteligente desistindo das redes sociais.

    ResponderExcluir
  112. Jorge William Bernardino23 de setembro de 2014 18:38

    Olá dr. Souto,
    Há 6 meses venho modificando meu estilo de vida, a partir dos principios low-carb/paleo na alimentação, inclusive lendo seu blog que é uma fonte extraordinária de conhecimento e esclarecimento. Procuro também dormir pelo menos 8h/dia, e com isso, perdi peso de 80 para 72 kg).
    Agora em julho, fui a uma consulta e o resultado de exame apresentou um quadro geral satisfatório (com elogios), EXCETO (segundo meu médico, rs), os niveis de colesterol - Total=242; HDL=66 e LDL=147. Triglicerideos=146 e Glicose=72.
    Ele disse: "seu colesterol está alto", e completou: "faça uma dieta com menos gordura, e se em dezembro estes niveis não baixarem, você precisará tomar medicação".
    Apesar do bem-estar que estou sentindo, perda de sobrepeso, já estou praticando exercicios fisicos 3x por semana, todos os indicativos de boa saúde, eu pergunto, é coerente este alarde em relação aos niveis de colesterol citados acima? Como devo proceder diante desta opinião?
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  113. http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/08/sobre-importancia-de-compreender.html
    Leia até o fim, e você saberá.

    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 18:38, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  114. Oi Jorge, para agradar seu médico na próxima consulta, basta caprichar nos antioxidantes... Use cúrcuma ou alho para temperar carnes, sopas, refogados e assados, frutas vermelhas de sobremesa, água de côco...

    ResponderExcluir
  115. Dr. Souto, assisti sua palestra "Comida de verdade, saúde de verdade" no blog do Hilton e foi INCRÍVEL! Parabéns!

    ResponderExcluir
  116. Obrigado :-)

    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 21:29, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  117. Jorge William Bernardino23 de setembro de 2014 22:06

    Obrigado dr. Souto!
    Li todo o artigo, e compreendi os argumentos tendenciosos por trás de estudos manipulados para imprimir ideias (diretrizes) que não correspondem com a realidade factual.
    Sim, é verdade. Frente ao jogo de interesses do lucro e da manipulação das informações, precisamos saber e conhecer caminhos coerentes para consciente decidir um modo digno de se viver livre.
    "E conhecereis a verdade, e a verdade te libertará".

    ResponderExcluir
  118. :-)

    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 22:06, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  119. Jorge William Bernardino23 de setembro de 2014 22:09

    Olá Izzy!
    Valeu pelas dicas... vou continuar seguindo estas ricas alternativas!

    ResponderExcluir
  120. Tem o site oficial em inglês do Kiefer, o autor: http://body.io (atual) e http://athlete.io (antigo). O antigo apesar de não ter mais atualizações, possui muitos bons artigos, dá pra ter uma ideia dos protocolos mesmo sem comprar os livros. No site atual o destaque são os podcasts, muito bons e informativos e quase sempre com convidados bons - Nina Teicholz, Jimmy Moore, Mark Sisson e por aí afora... O interessante dos podcasts é que, como os livros são meio que antigos - o Carb Nite de 2005 e e o CBL (Carb Backloading) de 2011, acho - ele mesmo já mudou de opinião sobre muita coisa, e pelos podcasts podemos conferir algumas dessas novas ideias. Ele pretende lançar novas versões dos livros "em breve", sendo que o CBL2 sairia este ano...
    Os livros são e-books caros, mas eu os consegui de modos "alternativos", por torrent. Em português não achei nada além de alguns posts e comentários do Dr. Souto aqui do blog, mas o podcast do MojoJá que responderam nesse tópico dá uma boa explicada.

    ResponderExcluir
  121. Obrigado :) Meu processo de emagrecimento, que teve um total de 20 kg perdidos, primeiro foi do modo convencional: dieta hipocalórica e muitos aeróbicos, além de musculação simples (estava sedentário há mais de um ano e meio). De início, no primeiro mês e meio acho, foram 7 kg... foi aí que descobri LCHF/Paleo através do EmagrecerdeVez.com e aqui do blog, CANCELEI os aeróbicos, os substituindo por HIIT e mantive a musculação.... e assim foram os 13 kg restantes. Como estava naquela empolgação da nova descoberta, fui atrás de ler tudo o que podia, e achei o Carb Nite, e o implementei. Quanto à quantidade dos carbos, eu realmente não contei... só procurei pegar os de maior índice glicêmico, vez por outra comia um ou outro "lixo", mas evitando quase sempre os com glúten...

    ResponderExcluir
  122. Aliás, ainda ESTOU na empolgação e continuo indo atrás de tudo o que for possível.. hehe

    ResponderExcluir
  123. Mesmo tendo assistido na "locadora pirata", pretendo comprar o Blu-ray... o filme merece, e a iniciativa tb merece meu apoio financeiro.

    ResponderExcluir
  124. Por que usando malto + o adoçante em si, você colocaria muito menos glicose do que se usasse somente açúcar, pois apesar da malto ser açúcar, a pessoa "ganha" na menor quantidade usada para atingir o mesmo sabor doce.


    Não preciso nem dizer que isso não é comer de verdade. O grande contraponto é que usar adoçante impede de treinar o paladar a reconhecer o açúcar natural dos alimentos. Daí a pessoa mantém o vício em coisas doces, mesmo comendo menos açúcar.

    ResponderExcluir
  125. A ciência nunca em nenhum momento afirmou ser dona da verdade. Aliás, quem é cientista de verdade sabe como funciona o método científico. O método científico é o "motor" que impulsiona a ciência.


    Explicando de maneira bem simplificada, ele consiste em elaborar uma hipótese, testar a hipótese com dados reais, validar ou rejeitar a hipótese com base nos testes. Uma vez que uma hipótese tenha vingado (passado em inúmeros testes), cabe aos demais cientistas tentar derrubá-la, desacreditá-la sempre que possível. Se provamos que uma hipótese está errada, elaboramos outra hipótese para por no seu lugar e a ciência evolui. Se não conseguimos provar que ela está errada, ela vai ficando e sendo usada.


    Dessa forma, podemos enxergar que a ciência evolui quando (1) encontramos dados novos que nos permitem criar uma hipótese - que é o equivalente a descobrir uma área totalmente nova do conhecimento ou (2) quando derrubamos uma hipótese ou provamos que ela não é completa, o que é equivalente a evoluir uma área existente do conhecimento.


    Ou seja, a ciência evolui com base no erro e não no acerto. O princípio básico do método científico é buscar fazer falhar suas crenças, suas hipóteses e seus dogmas. Portanto, a ciência está em constante mutação.


    As pessoas que não entendem o método científico geralmente comparam ciência e religião, mas são duas coisas totalmente opostas. Na ciência não existe espaço para verdades absolutas, portanto não devemos culpar a ciência por mudar de opinião. A essência da ciência é mudar de opinião.

    ResponderExcluir
  126. É como eu estava tentando explicar: as pessoas que não entende como funciona a ciência tendem a ter comportamentos fanáticos sobre qualquer assunto. Aliás, o ser humano, como animal sociável tem uma queda por fazer parte de grupos, sociedades etc.


    E as pessoas tendem a montar em qualquer grupo que seja a hierarquia social. Se for um grupo sobre saúde, terá a disputa do mais saudável. Se for sobre musculação, teremos a disputa do mais musculoso... se for sobre lowcarb paleo, teremos os mais "dedicados".


    O problema não é com a dieta ou sua divulgação. Qualquer coisa que una as pessoas como um grupo, ainda que essa união seja bem fraca, gerará fanáticos.

    ResponderExcluir
  127. Procure um cheiro que ela detesta e aplique no mosquiteiro. Tiro e queda. Cheiros... ensinando comportamento a cachorros em 3 segundos deste 15.000 A.C.

    ResponderExcluir
  128. É normal. Tenho 1 ano de dieta e se eu faço isso tenho a mesma reação. Relaxa. Em 2 dias de volta na dieta você estará recuperado.

    ResponderExcluir
  129. Exato

    Sent from mobile phone
    Em 23/09/2014 23:36, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  130. Dr. Souto, então os adoçantes elevam os níveis de insulina, foi o que andei lendo! O stevia seria o único à consumir?

    ResponderExcluir
  131. Não foi testado nesse estudo. Na verdade, os adoçantes testados elevam a RESISTÊNCIA à insulina.

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 07:43, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  132. O Dr. recomenda stevia? Sería o mais natural? Não consigo tomar café sem adoçante!

    ResponderExcluir
  133. Eu emagreci 20 kg tomando 3 litros de coca zero TODOS os dias.

    Hoje aboli todo e qualquer adoçante.

    Faça o que você precisa fazer pra ir avançando na sua jornada pessoal. Levei 2 anos para largar a coca zero, não preciso que ninguém largue em duas semanas.

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 07:54, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  134. Nossa 3 litros! E eu pego no pé do meu marido porque ele toma 1 litro por dia!!! Parabéns Dr. SOUTO, não sei se vou ter a mesma persistência.

    ResponderExcluir
  135. A escalada da montanha começa com o primeiro passo... Acha que eu deveria escrever um livro de auto-ajuda? :-)

    Falando sério. Temos que traçar OBJETIVOS. Mesmo antes deste novo estudo, eu já tinha uma certa desconfiança, lá no fundo, em relação aos adoçantes, pela questão EVOLUTIVA (nunca comemos isso durante a evolução da espécie, e portanto havia alta chance de não estarmos adaptados). Assim, eu tinha a dependência do gosto doce, mas meu OBJETIVO era largar.

    Veja o que escrevi na época ( http://www.lowcarb-paleo.com.br/2013/02/adocantes-e-rotulos.html)
    "
    Do ponto de vista de uma dieta Low Carb, como Atkins por exemplo, os adoçantes não calóricos estão liberados, afinal eles não elevam o açúcar no sangue e, portanto, não estimulam a insulina (mais sobre isso adiante).
    Do ponto de vista da dieta paleolítica, bem, é evidente que não havia aspartame ou sacarina na dieta de nossos ancestrais. É, por conseguinte, evidente que nossos genes não estão preparados para lidar com estas substâncias."

    "*Considerações Finais*
    Nenhum adoçante é "páleo" (isto é, condizente com os princípios de uma dieta paleolítica). Mas nenhum de nós é perfeito. Assim, com isso em mente, tenho as seguintes considerações a fazer:


    - Use adoçantes como um ex-fumante usa adesivos de nicotina: para tentar largar o vício do açúcar;
    - O objetivo é usar menos adoçantes com o tempo;
    - Alguns adoçantes parecem bastante seguros, especialmente quando comparados à toxicidade já bem estabelecida do açúcar;
    - Se for para comer algo com maltitol, melhor comer logo o produto original com açúcar e assumir a bronca, sem autoengano;
    - Use os adoçantes não-calóricos em formulação líquida (gotas), pois os mesmos são diluídos em água (certifique-se, leia o rótulo); os adoçantes em pó são diluídos em carboidratos.


    P.S.: adoçantes artificiais podem elevar a insulina mesmo sem elevar glicose (apenas por terem o gosto doce)? A resposta curta é que, de uma forma geral, não. A maioria dos estudos mostra que não, e alguns poucos mostram pequenas elevações que, na prática, não teriam impacto. Quem quiser se aprofundar no tema, pode consultar o excelente artigo de Mak Sisson sobre o assunto ."

    Obviamente, e esse último parágrafo que vou ter que reformular. Afinal, eles não elevam DIRETAMENTE a insulina, mas fazem com que ela se eleve INDIRETAMENTE, pois ao causar resistência à insulina, a insulina subirá MAIS após o consumo de outros alimentos. Ao menos em ALGUMAS pessoas, dependendo de sua flora intestinal.

    Em 24 de setembro de 2014 08:11, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  136. Talvez o problema não seja o álcool e sim os carboidratos da cerveja. Cerveja é pão líquido...

    ResponderExcluir
  137. Maravilhosa explicação, como todas! Se ganhasse por cada linha que escreve já estaría milionário hehe acho que é exatamente isso que faz que o Dr. tenha tanta credibilidade, o fato de compartilhar conhecimento apenas para ajudar as pessoas! O Sr. bem podería escrever um livro...

    ResponderExcluir
  138. Doutor,
    Uma coisa que fiquei confusa nesse teste,os camundongos foram alimentados com high carb?
    Eu li em varios lugares mas nao consegui saber sobre o que eles comiam durante os testes.

    ResponderExcluir
  139. Não foi com low carb. Testaram com comida normal de camundongo é com high fat.

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 09:25, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  140. Hmmm,entendi.Fiquei preocupada,pois tento parar com o adocante(sucralose),mas ta dificil.Bom,espero que ate eu conseguir parar, nao me faca mal.Eu consegui parar com a Coca diet,mas ta realmente dificil de largar o adocante.
    Obrigada.
    Doutor,se nao puder responder td bem,mas por curiosidade quantos anos vc tem?Eh que acredito que tenha a minha idade,mas vendo o video da palestra aparentou uns 35 anos.

    ResponderExcluir
  141. luciana mantoanelli24 de setembro de 2014 09:38

    Isso é mais uma coisa que vai contra o que mandam vc fazer hj em dia né.....se o tecido adiposo é mais resistente pela noite porque mandam as pessoas comerem carbo pela manhã .........devem ter tantas pessoas desinformadas e querendo e precisando fazer a coisa certa

    ResponderExcluir
  142. Boa..! Esse é o ponto que eu gostaria de atingir... "Esquecer" o doce..

    ResponderExcluir
  143. Valeu pela dica, Gustavo. Obrigado. Vou fazer minhas pesquisas. abç

    ResponderExcluir
  144. 43

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 09:34, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  145. Falta de estudo

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 09:38, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  146. Esta complicado identificar o que é certo e errado em alimentação, mesmo aos olhos da ciência. O sr. poderia opinar sobre o artigo http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/oby.20737/abstract. ?

    ResponderExcluir
  147. São coisas diferentes. No curto prazo, adoçantes não atrapalham emagrecimento. Isso eu já disse nas minhas postagens, e que há estudos contraditórios, já sabemos: http://chriskresser.com/the-unbiased-truth-about-artificial-sweeteners
    O que o novo estudo mostra é que os adoçantes afetam a flora intestinal, e isso induz resistência à insulina em algumas pessoas dependendo da flora intestinal prévia de cada pessoa.

    2014-09-24 10:53 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  148. BINGO! kkkkkkkkkk acertei na mosca! Tb tenho 43 doutor.
    Eh,low carb eh o segredo da juventude,aparentar quase 10 anos a menos nao eh para os fracos :)

    ResponderExcluir
  149. Mais um detalhe IMPORTANTE sobre o estudo que você citou:

    1.

    *Funding Agencies:* The study was fully funded by The American Beverage Association.
    2.

    *Disclosure:* JCP, JOH received consulting fees from The Coca-Cola Company outside of the submitted work.


    2014-09-24 10:59 GMT-03:00 Jose Carlos Souto :

    ResponderExcluir
  150. Obrigado ;-)

    2014-09-24 10:59 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  151. Meus amigos, um grupo do Fat Secret Brasil lançou um desafio, são 45 dias para perder 6 Kgs. A coisa está animada e como a maioria do grupo faz LCHF (lowcarb), achei por bem estender o convite aqui no blog da SUMIDADE em lowcarb na América Latina !

    O desafio pode ser acompanhado no meu blog: http://vida-lowcarb.blogspot.com.br
    Ou direto na página: http://vida-lowcarb.blogspot.com.br/p/opo-operacao-puxao-de-orelha.html

    Se alguém quiser participar basta dar um toque que a gente inputa os dados lá !

    Dr. Souto, mais uma vez muito obrigado pelo espaço que você tem dado a esta "libertadora" forma de viver !!!

    ResponderExcluir
  152. Eu percebi este "pequeno" detalhe no estudo. Mas ali existem pesquisadores que estão fornecendo seus respectivos nomes, e também alegam que ali existe um estudo sério, dentro das normas científicas. E ai ? Se o estudo deles pode ser tendencioso, qualquer outro poderia, mesmo que fosse elaborado nas condições ideias da ciência. Sou chato, eu sei !

    ResponderExcluir
  153. Sim, é isso mesmo. E sim, o mundo não é um lugar simples com respostas binárias, mocinhos e bandidos.

    Leia: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2013/08/conflitos-de-interesse.html
    Em especial, leia isso: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1885451/
    2014-09-24 11:09 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  154. O CONTRÁRIO!!! Não se deve ter FÉ em NADA. Precisa ser CÉTICO. Só quis dizer que você não pode ser ingênuo, que o ceticismo é saudável, que estudos precisam ser REPLICADOS. E que SIM, há conflitos de interesse, que não invalidam um estudo, mas....

    Se vc leu a postagem que mandei, deve ter lido os seguintes trechos:

    "O ceticismo é uma ferramenta saudável e imprescindível. É a faculdade de suspender *provisoriamente* nossa tendência de acreditar. E quase todos nós fazemos uso do ceticismo diariamente, quando falamos com um vendedor de carros usados, quando ouvimos um político fazer promessas, quando recebemos um email dizendo que fomos sorteados para receber 1 milhão de dólares, bastando clicar no link sublinhado..."

    "*O que estou sugerindo aqui é que você tenha, com relação à vida em geral e às diretrizes produzidas por sociedades médicas e governos em particular, o mesmo grau de ceticismo que você teria ao comprar um veículo usado."*
    *"**Os estudos patrocinados pela indústria farmacêutica tinham VINTE vezes mais chance de indicar resultados positivos do uso de estatinas do que os estudos patrocinados pelo governo"*





    Em 24 de setembro de 2014 11:26, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  155. Dr. Souto.
    Eu li o livro dieta metabólica, Dr. Mauro di Pasquale.
    Tem algum problema deixar a insulina subir na refeição após o treino e depois no decorrer do dia consumir 30g de carbo por dia.
    Fiz a recarga no final de semana de carboidratos mas com gordura junto, até agora não vi muito resultado.
    Sr. acha com sua experiência que confundir o metabolismo no final de semana com recarga de carbo, faz o realmente o GH insulina e etc funcionar melhor.
    Qual sua visão sobre esse tipo de alimentação e treino.
    Abraço

    ResponderExcluir
  156. Precisa definir o OBJETIVO. É perda de gordura? Faça Low Carb.
    É ganho de massa muscular? - escolha seu guru preferido, pois são inúmeras teorias. No fim, penso que o que pesa mais, nessa ordem, é o uso de substâncias ilícitas, genética, intensidade do treino, consumir proteínas em boa quantidade.

    Em 24 de setembro de 2014 11:48, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  157. Olá Dr. Souto!!??
    Primeiramente, obrigado pela palestra em BH.
    1)O que Sr. pensa sobre o povo Hunza?
    2) Estou decidido, já ano que vem, fazer outro curso superior. Escolhi nutrição(com 35 anos, nem cogito estudar medicina). Quero ajudar as pessoas assim como o Sr. Mas quando penso na pirâmide alimentar, já imagino todos os "zeros" que vou tirar nas provas. Quero ser nutricionista, mas agir diferente dos que aí estão. O Sr. poderia me dar alguns conselhos a respeito.
    Abs!!

    ResponderExcluir
  158. O sr. já deve ter percebido que além de chatinho, já sou muito cético, e este blog alimentou mais ainda meu ceticismo sobre as minhas supostas convicções, culpa sua dr. Souto, por fornecer tanta informação. :-)

    ResponderExcluir
  159. Estou criando monstros :-)

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 12:07, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  160. Eu tb acho. Pretendo tb comprar o B-R assim que estiver disponível.

    ResponderExcluir
  161. Hunza: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3062986/

    É óbvio que vc não vai sobreviver na nutrição se não souber responder as respostas "certas". Vai no paleodiario e fala com o Hilton, que está já fazendo isso (cursando nutrição, sendo páleo).

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 12:04, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  162. Sim, esta criando monstros, mas pelo menos acho que não sejam monstros gordos. ! huahuahauhauahua

    ResponderExcluir
  163. a gordura atrapalha o pico de insulina... é isso?

    ResponderExcluir
  164. Dr. Souto, as vezes quando vou a um médico, peço muito delicadamente por um ou outro exame de sangue que ele não pediu, mas normalmente eles negam. Em um exemplo por estes dias, pedi ao médico que incluísse nos exames de sangue o PCR e Insulina, e ele me questionou, pra que quer isto ? rs. Bem, eu não sou médico, e ai ?

    ResponderExcluir
  165. Dr., e qual seria a opção paleo de carboidratos de alto índice glicêmico?

    ResponderExcluir
  166. Exato, e tem as calorias também, pq doce à vontade + gordura à vontade é muita coisa.

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 12:57, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  167. Arroz branco, tapioca com banana, salada de fruta. Ah, sim, e sorvete, que nosso ancestrais comiam sempre ;-)

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 13:30, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  168. Jesus! E tem gente que daria um rim pra parecer 10 anos mais jovem... tô cho-ca-da!
    :O

    ResponderExcluir
  169. Eu tiro rins pra viver, será que tem a ver? :-)

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 13:53, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  170. entendi.... mas agora ficou difícil... proteína sem gordura não existe e carboidrato sem gordura aumenta a fome... será que vale a pena mesmo fazer esse tal de carbonite?

    ResponderExcluir
  171. Não é SEM, é pra comer carne magra seguida de sorvete.

    Sent from mobile phone
    Em 24/09/2014 13:56, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  172. ah... tá...
    sorvete é uma ótima ideia...
    Acho que um capuccino não iria bem por causa da gordura do cacau não é?

    ResponderExcluir
  173. sério? sorvete de quê?

    ResponderExcluir
  174. Dr Souto qual opção eu tenho?
    Pq se eu tenho intolerância ao açúcar, houve a matéria sobre o lado "negro" de usar adoçantes, o que fazer?

    Obrigada por sua atenção.

    ResponderExcluir
  175. a grosso modo, vindo de um advogado:


    PCR - gostara de saber como anda meu nível de inflamação sistêmica
    Insulina - gostaria de comparar com a glicose, pra saber se, por acaso minha glicose estiver baixa, se é por conta da insulina alta, etc,etc,etc...


    ou...Dr. é sempre bom ter uma visão geral né? ou algo assim, rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  176. Tá inspirado! kkk

    ResponderExcluir
  177. Eu até falei isto, mas ele apenas me olhou e não colocou. rs... tipo, quem é o médico aqui ? Eu deixei pra lá ... é complicado discutir algo que não é a sua praia...

    Mas se couber recurso me avise dr. Leonardo ! rs

    ResponderExcluir
  178. Olá Dr. Souto. O texto é bem interessante, mas acho que traz uma definição muito restritiva de ciência, sem contar a arrogância de tentar dizer o que a ciência é (seria melhor, penso eu, propor uma caracterização do que é essencial à ciência para discussão; aliás, é assim que eu o li). Por que é excessivamente restritiva? Porque deixa de fora coisas que chamamos de ciências humanas e ciências sociais, por exemplo. E porque isto é ruim? Porque se isto não é ciência, convém batizar estas crianças, pois são atividades de significado e importância no mínimo semelhantes àquelas circunscritas pela definição que Gobry propõe. O fato de que em Economia e em Psicologia as regras preditivas possam ser menos confiáveis (em comparação com aquelas baseadas em experimentos controlados, cuja confiabilidade pode se aproximar de 100% mas nunca alcançá-la, como já ensinou David Hume) ou de que não se possa ou não se deva baseá-las em experimentos controlados não reduz o fato de que modelos econômicos e psicológicos podem nos ajudar a intervir numa realidade em transformação, de modo que com os modelos (simplificações grosseiras da realidade multifacetada) possamos tomar melhores decisões. Modelos macroeconômicos são exemplos disto. Chamemos Economia ou Psicologia de glob-glob, desde que não desconsideremos as semelhanças com a "Ciência" de Gobry: ambas melhoram nossas decisões a partir de uma certa capacidade preditiva sobre o que aconteceria nos diferentes cenários possíveis. A "Ciência" de Gobry pode ser mais confiável, pois baseada em experimentos controlados capazes de maior precisão na identificação de padrões. Mas a diferença é de grau, não de natureza. Um abraço.

    ResponderExcluir
  179. eu ACHO que ele só tava tirando sarro... rsrsrs

    ResponderExcluir
  180. pô, que alma sebosa...

    ResponderExcluir
  181. Dr Souto, sou paleo já há quase 10 meses, e de vez em quando procuro saber de opiniões contraditórias para não ficar só com uma linha de pensamento ignorando o resto, ultimamente li algumas postagens do site http://carbsanity.blogspot.com.br/

    Me parece ser uma pessoa bastante crítica ao "Paleo" de uma forma geral, apontando artigos e contestando informações propagandas pelos "gurus" americanos, Robb Wolff, Sisson, etc.

    Embora eu não agrade do estilo de postagem sempre atacando e contribuindo pouco no sentido de "se paleo está errado, o que eu poderia fazer então?", ainda assim alguns posts ligam a diversos estudos e nos comentários não há muita gente com provas definitivas pró-paleo.

    O estilo e forma de convencer sua, do Kresser e Sisson por exemplo me agradam e foi o motivo de eu mudar de alimentação, porém gostaria de saber o que o sr. acha das postagens críticas dela?

    Obrigado Dr.

    ResponderExcluir
  182. puxa... e eu já estava imaginando alguns aborígenes encontrando amoras caídas, debaixo da neve e mastigando como se fosse um pedaço de picolé de frutas da maguari.... :-)

    ResponderExcluir
  183. Dr. Souto,
    quando o exame de sangue dá glicemia jejum de 99 mg/dl, hemoglobina glicada de 5,8%, glicemia media estimada de 119,8 mg/dl e insulina de jejum de 4,00 micro ui/ml, tenho chances de ter diabetes?


    A fosfatase alcalina deu 122 u/l, para uma referência máxima de 120. O que significa?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  184. Oi dr. Souto, estou lendo o livro "Segredos para uma vida longa" do dr. Victor Sorrentino e ela menciona a quinoa real e eu gostaria de saber a sua opinião sobre esse alimento. Desde já obrigada e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  185. Pode sim. É pra comer gordura normal, não high fat. É sem capa de gordura, sem nata, etc.

    2014-09-24 14:09 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  186. Vai desmamando durante 2 anos, como eu.

    2014-09-24 14:47 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  187. É o único médico do município?

    Em 24 de setembro de 2014 15:30, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  188. Falou o cara que estudo filosofia. Nessa hora, eu fico quieto, e agradeço :-)

    Em 24 de setembro de 2014 15:44, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  189. Olá Mônica,

    até onde sei, quinoa tem propriedades semelhantes a grãos além de bastante carbs. 1 colher de sopa tem em torno de 7g.

    ResponderExcluir
  190. Aqui eu respondo basicamente à maioria das críticas (sempre em tom louco e histérico) da CarbSanity:
    http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/03/documentario-da-bbc-sobre-dieta-atkins.html
    Em 24 de setembro de 2014 15:55, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  191. Comigo levou 2 meses para passar a fome. Claro que diminuiu bastante, mas fiquei um bom tempo comendo várias refeições. Várias = + de 3.


    Hoje não como nada no café da manhã. Só almoço e janto. 2 refeições bem servidas. Zero lanches.


    A rotina muda mesmo com o tempo, mas demora um pouco e varia de pessoa para pessoa. O segredo é não se preocupar. Quando seu corpo pedir comida, simplesmente coma. Não tente controlá-lo :)

    ResponderExcluir
  192. Então... esquecer o doce é fácil. É só parar de comer. Você vai sonhar com doce umas 2 semanas. Seu corpo vai pedir e vai ficar todo revoltado, mas depois esquece. Uma vez esquecido, você pode reintroduzir coisas doces aos poucos e notará que qualquer coisa acima de "meio amargo" é insuportável.


    Ou então tenta a estratégia do Dr. Souto e vá desmamando com o tempo. Pra mim é muito sofrimento. Prefiro mudar de uma vez a sofrer por mais tempo, mas a escolha é pessoal.

    ResponderExcluir