quinta-feira, 23 de outubro de 2014

A dieta de baixa gordura está morta - 5 - UpToDate

 

Postagens relacionadas:

A dieta de baixa gordura está morta - 1
A dieta de baixa gordura está morta - 2 

A dieta de baixa gordura está morta - 3
A dieta de baixa gordura está morta - 4

UpToDate. Trata-se de uma ferramenta de informações médicas altamente respeitada, utilizada por médicos em todo o mundo como a fonte mais atualizada e baseada em evidências para a tomada de decisões. É disponível mediante assinatura, e é disponibilizada em todos os maiores e mais renomados hospitais. É algo completamente mainstream - não é nem um pouco alternativo em sua abordagem. Nas palavras do próprio site:

Decisões mais inteligentes. Melhor tratamento.

O UpToDate® é o principal recurso de suporte a decisões médicas baseado em evidências, confiado pelo mundo todo por profissionais de saúde para ajudá-los a tomar as decisões certas no local de atendimento. Foi comprovado que ele muda a forma como os médicos praticam a medicina e é o único recurso associado com melhores resultados.

Então, quando o texto abaixo, sobre gordura saturada, aparece no UpToDate, é porque a virada de opinião já ocorreu; o problema é apenas falta de atualização dos profissionais:

Fat intake and coronary risk (April 2014)
Although it is known that there is a continuous graded relationship between serum cholesterol concentration and coronary heart disease (CHD), and that dietary intake of saturated fat raises total serum cholesterol, a 2014 meta-analysis of prospective observational studies found no association between intake of saturated fat and risk for CHD [15]. The meta-analysis also found no relationship between monounsaturated fat intake and CHD, but suggested a reduction in CHD with higher intake of omega-3 polyunsaturated fats; a benefit with omega-6 polyunsaturated fats remains uncertain. Given these results, we no longer suggest avoiding saturated fats per se, although many foods high in saturated fats are less healthy than foods containing lower levels. In particular, we no longer feel there is substantial evidence for choosing dairy products based on low fat content (such as choosing skim milk in preference to higher fat milk). We continue to advise reducing intake of trans fatty acids. (See "Dietary fat", section on 'Saturated fatty acids'.)

"Consumo de gordura e risco coronariano (Abril de 2014)
Embora saiba-se que há uma relação gradual entre concentação de colesterol e doença coronariana, e que o consumo de colesterol na dieta aumenta o colesterol total, uma metanálise de 2014 não achou associação entre gordura saturada e doença cardiovascular. A metanálise também não achou relação entre o consumo de gordura monoinsaturada e doença cardiovascular, mas sugeriu uma redução com o aumento do consumo de gorduras ômega-3; o benefício de gorduras ômega-6 permanece incerto. Em virtude destes resultados, nós não sugerimos mais que se evitem as gorduras saturadas propriamente ditas, embora muitos alimentos ricos em gorduras saturadas sejam menos saudáveis do que os que contém níveis mais baixos (nota do tradudutor: estão falando de fast food, não de coco ou carne de gado alimentado com pasto). Em particular, nós não achamos mais que haja evidências substanciais no sentido de escolher laticínios desnatados (tais como escolher leite desnatado ao invés de integral). Nós continuamos a recomendar a redução do consumo de gorduras trans."

Precisa dizer mais alguma coisa?

17 comentários:

  1. Evidências, evidências, evidências... :-)

    ResponderExcluir
  2. Documentário bem interessante: gêmeos idênticos, um estava em dieta High Fat e outro ha dieta High Sugar:

    http://www.dailymotion.com/video/x1mpbt3_bbc-horizon-2014-sugar-v-fat-720p-hdtv-x264-aac-mvgroup-org_news


    Dr., gostaria de suas impressões.

    ResponderExcluir
  3. Minhas impressões: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/02/o-teste-dos-gemeos.html

    2014-10-24 8:35 GMT-02:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  4. Já tô com vergonha alheia dos que insistem em se opor à gordura natural dos alimentos...

    ResponderExcluir
  5. Nada substitui a informacao de qualidade, evidenciada em estudos cientificos serios!

    ResponderExcluir
  6. Onde confirma a presença no velório da Low Fat? :)

    ResponderExcluir
  7. Dr. Souto, é normal em uma dieta paleo LCHF sentir menos frio? Seria algum mecanismo evolutivo associado à alimentação ''ideal''?

    ResponderExcluir
  8. Já aconteceu ano passado, mas ninguém notou :-P

    Sent from mobile phone
    Em 24/10/2014 12:25, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  9. Penso que é o efeito térmico dos alimentos low carb. Ao menos é a minha teoria...

    Sent from mobile phone
    Em 24/10/2014 12:27, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  10. Vamos ter que exumar o corpo, quem sabe esse ano não fazem um velório estilo Michael Jackson? ;-) kkkkk

    ResponderExcluir
  11. Dr. Souto, até terceiros já perceberam isso! Não sinto frio como antes e estou muitíssimo longe da menopausa também. Pensei que o meu corpo poderia estar usando a própria gordura como fonte térmica

    ResponderExcluir
  12. Já vai tarde, que seja enterrado numa cova comum

    Sent from mobile phone
    Em 24/10/2014 12:32, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  13. vou distribuir panfletos!

    ResponderExcluir
  14. As gorduras naturais, independente de onde se encontrem, podem ser consumidas. O problema é com as gorduras industrializadas (hidrogenada e trans - sorvetes, margarinas, cremes vegetais, gordura hidrogenada dos bolos e biscoitos) e com aquelas obtidas por meio de processos químicos (óleos vegetais de sementes e grãos). Gorduras saturadas são saudáveis e não estão apenas nas carnes e laticínios mas também no óleo de coco.

    ResponderExcluir
  15. Fala se não dá essa vontade! hahahaha

    ResponderExcluir
  16. Eu era muito friorenta. Depois que comecei lchf eu não sinto frio com tanta facilidade, até passei a fazer parte daquele grupo maldito que joga o ar condicionado pro mínimo da temperatura. Eu era do grupo contrário, o grupo "rio 40º dentro do seu escritório".
    Eu reponho hormônios da tireóide e preciso de muito menos do que precisava antes - pessoas com hipotireoidismo costumam ser bem friorentas. Acho que o corpo aprende a fazer melhor uso dos hormônios da tireóide.

    ResponderExcluir
  17. Jussara, em qualquer tipo de fritura ou cocção, o ideal é não se chegar ao "Ponto de fumaça". Eu pessoalmente uso manteiga e azeite pra cozinhar, e mesmo grelhar...mantenho o fogo sempre no mínimo para não alcançar altas temperaturas.

    Artigo bem esclarecedor:

    http://cienciadanutricao.blogspot.com.br/2014/08/qual-e-o-melhor-oleo-para-coccao.html



    Fiz algumas perguntas nos comentários e ficou ainda mais claro..

    ResponderExcluir