sábado, 18 de outubro de 2014

O reconhecimento da não-inferioridade

Quando estava escrevendo a mais recente postagem, dei-me conta de que era a postagem de número 300. São, de fato, muitas postagens desde 2011. E muitas delas são dedicadas a estudos científicos que indicam a superioridade de uma dieta de baixo carboidrato quando comparada a uma dieta de baixa gordura e baixa caloria. Outros tantos indicam que não há correlação entre gorduras totais ou gordura saturada em doença cardiovascular. Estes são fatos científicos já bem estabelecidos, com alto nível de evidência (ensaios clínicos randomizados e metanálises).

Mas qual o objetivo de tudo isso? Afinal, a verdade é que a grande maioria das pessoas não irá aderir a nenhum estilo de vida ou dieta, independentemente de argumentos científicos. A grande maioria das pessoas vive de forma hedonística, tendo o prazer imediato como único norte. Um exemplo ilustrativo é o tabagismo. No século 21, ninguém fuma por desconhecimento dos riscos. A totalidade dos fumantes o faz porque gosta, SABENDO que faz mal. De forma análoga, as diretrizes nutricionais vigentes tampouco são seguidas pela maioria das pessoas.

Segundo as diretrizes vigentes, quanto menos gordura na dieta, melhor. E a maioria dessa gordura deveria vir, de preferência, de fontes vegetais. De fato, não há estímulo ao consumo de gordura animal nas diretrizes. O que há é TOLERÂNCIA de uma certa quantidade, no máximo 10% (5 a 6% nos EUA!). Da mesma forma, a carne vermelha é demonizada por todas as diretrizes alimentares vigentes. Isso significa que as churrascarias estão vazias? É claro que não - estão sempre lotadas! O que quero dizer é que a informação, correta ou incorreta, afeta muito pouco o comportamento alimentar da esmagadora maioria das pessoas.

De fato, a churrascaria é a antítese do que pregam as diretrizes vigentes, a padaria é a antítese do que eu prego, e o McDonalds é a antítese do que todo mundo prega. E, não obstante, estão todos lotados.

Então, volto ao questionamento original: qual o objetivo de tudo isso? Por que escrever 300 postagens se, no final das contas, a maioria das pessoas seguirá suas inclinações hedonísticas de qualquer maneira, guiadas por suas papilas gustativas? No mundo real, o imediato sobrepuja o mediato, o instinto sempre vence a razão, o ID se sobrepõe ao EGO, o sistema límbico vence o lobo frontal. Por que, então, todo esse esforço quixotesco? Porque ALGUMAS pessoas são diferentes.

Algumas pessoas decidem mudar de vida. Seja porque querem sentir-se melhor nas 20 horas em que não estão comendo, seja porque precisam tratar doenças relacionadas à alimentação (como diabetes ou síndrome metabólica), seja porque querem ver seus netos fazendo vestibular, seja porque querem ficar bem na praia sem camisa ou de biquíni. Saúde ou vaidade, tanto faz, algumas pessoas simplesmente decidem mudar de vida. E, para essas, as diretrizes FAZEM SIM, diferença.

Então, como eu já disse outras vezes, o que me exaspera não é a maioria hedonista, pois eles são imunes às diretrizes - sejam elas quais forem. O que me angustia é a minoria. Aqueles dentre nós que resolveram mudar o estilo de vida para manejar ou reverter alguma doença crônica - como síndrome metabólica ou diabetes - ou mesmo para perder peso. Pois sair da zona de conforto já é suficientemente difícil, e fazê-lo seguindo diretrizes ultrapassadas do ponto de vista científico - o que leva a resultados medíocres e à frustração - me causa profunda consternação. Ver um diabético com uma dieta impressa recomendando o consumo de pão, suco de frutas e batata é, para mim, como um tapa na cara.


Em medicina, há um conceito denominado não-inferioridade. Provar que uma intervenção é superior a outra requer sempre um nível de evidência maior do que aquele que se requer para provar que tal intervenção é apenas equivalente, ou não-inferior. Assim, um tratamento ou intervenção que demonstre resultados equivalentes do que diz respeito aos desfechos de saúde não precisa ser considerado superior ao tratamento padrão. Basta provar a sua não-inferioridade para que possa ser oferecido como uma alternativa viável.

Este blog está repleto de justificativas científicas e de estudos prospectivos e randomizados que dão suporte ao fato de que uma dieta restrita em carboidratos é SUPERIOR a uma dieta restrita em gordura no que diz respeito ao manejo de síndrome metabólica, diabetes e perda de peso. No entanto, vamos admitir, para fins de argumentação, que um pesquisador afeito ao paradigma de restrição de gorduras fizesse um levantamento bibliográfico que mostrasse que, na verdade, as intervenções são todas iguais. Um exemplo disso ocorreu recentemente em uma metanálise publicada no JAMA, na qual foram incluídos apenas dietas com nomes próprios (como Atkins, Dukan ou Ornish). A conclusão? São todas iguais. As pessoas perdem peso igualmente em qualquer dieta, e a perda de peso é maior no início, tendendo a perder eficácia com o passar do tempo. Esta metanálise incluiu estudos nos quais a única intervenção foi dar o livro da dieta para as pessoas lerem, e depois acompanhar o efeito. E o tipo de análise foi a chamada "intenção de tratar". Isso faz com que uma dieta mais rigorosa e mais eficaz possa ser vista como equivalente a uma mais fácil mas menos eficaz, como já expliquei em outra postagem. Ok, mas para fins de argumentação,vamos considerar que o resto da literatura não existe, e que tudo que existe é esse estudo do JAMA. Este estudo indica a não-inferioridade. Isto é: o manejo dietético padrão, de acordo com as diretrizes vigentes, é uma dieta de 60% de carboidratos e pobre em gorduras. No entanto, quando este padrão é comparado a dietas de baixo carboidrato (e portanto com mais gordura), está ABSOLUTAMENTE CLARA a sua não-inferioridade.

Veja, talvez o maior mérito de haver 300 postagens prévias defendendo com dados convincentes a SUPERIORIDADE de uma dieta low carb sobre as alternativas low fat é o fato de que a NÃO-INFERIORIDADE é absolutamente indiscutível. É uma questão de lógica.

O estudo PrediMed (sobre o qual já escrevi aqui), comparando uma dieta de baixa gordura (defendida pelas diretrizes vigentes) com uma dieta mediterrânea com mais gordura mostrou a INFERIORIDADE da abordagem low fat. Neste semana, uma nova reanálise do mesmo estudo mostrou mais uma vez a inferioridade da abordagem Low Fat (veja aqui - a inscrição do site é gratuita).

A pergunta é: qual o estudo prospectivo e randomizado que já mostrou a utilidade da dieta de baixa gordura? Eu mesmo respondo - não existe. A dieta de baixa gordura é uma mera hipótese, gerada na metade do século passado, e que foi implementada em escala mundial ANTES que qualquer estudo pudesse ter sido conduzido para testá-la. Os estudos foram conduzidos, e falharam. O que resta para a dieta low fat é o mesmo nível de evidência no qual ela mesma foi baseada - a epidemiologia, os estudos observacionais. E, neste quesito, a introdução da dieta low fat coincide com a epidemia de obesidade e diabetes que assola o mundo.

Então, vivemos tempos interessantes. As mesmas pessoas que exigem níveis inatingíveis de evidência que provem que uma dieta de baixo carboidrato é segura e eficaz, defendem uma abordagem (low fat) que foi institucionalizada e tansformada em dogma sem NENHUMA evidência, 40 anos atrás. Um belo telhado de vidro, para quem joga tantas pedras, não é mesmo?

Recapitulando:
  1. Há evidências sólidas de que a gordura na dieta não tem relação com doenças cardiovasculares;
  2. Há evidências sólidas de que diabetes, síndrome metabólica e obesidade respondem MELHOR a dietas restritas em carboidratos do que às demais alternativas;
  3. Há evidências epidemiológicas de que as diretrizes vigentes (low fat, high carb) estão associadas às epidemias de obesidade e síndrome metabólica
  4. Os medos mitológicos relacionados a dietas de baixo carboidratos (rins, fígado, ossos e massa magra) estão todos desmentidos pela ciência.
Neste contexto, aceitar a não-inferioridade (para não dizer a superioridade) da abordagem low carb é OBRIGAÇÃO de todo o profissional de saúde.

Afinal, como eu disse no início, se as diretrizes oficiais mudarem ou não, isso terá pouco impacto sobre a maioria hedonista.

O que não deve ser aceito é que médicos, nutricionistas e educadores físicos critiquem seus clientes por adotarem uma abordagem que é INEQUIVOCAMENTE não-inferior ao paradigma vigente. Estes profissionais podem não gostar, podem não praticar, podem achar que não é sustentável no longo prazo, enfim, têm direito às suas preferências pessoais. Mas, em 2014, é antiprofissional e antiético criticar a opção do paciente/cliente ou - pior ainda - recusar-se a atendê-lo com base em sua opção por este estilo de vida.

No momento em que o mundo todo discute a eventual SUPERIORIDADE de uma abordagem low carb, o corolário lógico é o de que a não-inferioridade já é ponto pacífico. E, se uma abordagem terapêutica é comprovadamente não-inferior, ela passa a ser considerada uma ALTERNATIVA VÁLIDA.

Assim, não estou pregando que todo mundo adote este estilo de vida - já sabemos que a maioria das pessoas não adotará estilo nenhum. Nem mesmo estou dizendo que é impossível ser saudável de outra forma - isso seria sabidamente incorreto. Apenas exorto aos demais profissionais de saúde para que deixem as pessoas em paz! Assustá-las com alegações inverídicas e demovê-las de um estilo de vida saudável é não apenas criminoso, mas também imoral.

266 comentários:

  1. Doutor, faço dieta cetogênica e fiquei preocupado quanto a ingesta de carboidratos. Vi em outro blog, sobre a necessidade de uma ingestão entre 100-150g/dia de carbs, para se prevenir de disfunções de tireoide, escorbuto, cálculos renais. Não tenho problemas de saúde e a base de minha alimentação é de carnes de diversas espécies, ovos, folhagens, tomates, pepinos, abobrinhas, azeite, óleo de coco. Frutas apenas coco e abacate.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom doutor realmente o senhor é uma mente iluminada, concordo plenamente com este artigo já passei varias horas falando e mostrando através de artigos que lowcarb-paleo é saúde etc..., porem sempre existe os argumentos a mais é os doces e as cervejas e as massas e outras coisinhas viciantes que as pessoas acham impossíveis de abandonar. lowcarb-paleo não é uma estilo de vida para fracos.

    ResponderExcluir
  3. Com o escorbuto eu tive que rir (nunca vi um caso de escorbuto em 20 anos de formado), e qualquer limonada previne isso. Cálculos renais estão mais associados à falta de low carb (síndrome metabólica) do que a low carb. Além disso, este blog é de PÁLEO low carb, PALEO - tem MUITA salada. A urina de um verdadeiro páleo não é altamente ácida, por este motivo. Esse assunto da tireoide está sub-júdice: https://www.ondietandhealth.com/when-is-a-higher-tsh-level-normal/

    Em 18 de outubro de 2014 17:18, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Doutor pela resposta. O texto que lhe falei foi do paleodiario.http://www.paleodiario.com/2014/10/como-evitar-calculos-renais-naturalmente.html

    ResponderExcluir
  5. Fiquei na dúvida é pensei nos esquimós. Será que eles tinham distúrbios de tiróide e cálculos reais?

    ResponderExcluir
  6. Não, não tinham

    Sent from mobile phone
    Em 18/10/2014 18:17, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  7. Conhecimento é a maior riqueza. Obrigado por partilhá-lo com aqueles que querem ser melhores.

    ResponderExcluir
  8. Exatamente Dr! Deveria ser até crime constranger pacientes a utilizar remédios desnecessários (o que vejo de conhecidos que receberam receitas de estatinas com colesterol abaixo de 200..!), indicarem alimentação que adoece ao invés de curar.. Por aí vai..
    E acho que as orientações corretas, no longo prazo tem um forte efeito sim.. Todos passaram a usar leite desnatado, óleos vegetais, cortaram gorduras da alimentação mesmo sem gostar muito da ideia, acreditando que estavam se cuidando..
    E o fumo diminuiu demais comparativamente..
    O coletivo vai forçando algumas mudanças nos indivíduos.
    E quem quer se cuidar, merece saber a verdade!!
    Mesmo que seja difícil a adesão (eu mesma precisei de suporte para finalmente viver a paleo verdadeiramente), saber o norte, o caminho a ser trilhado é importantíssimo!
    Obrigada Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  9. A não-inferioridade desse post é indiscutível... Dr. Souto o sr. consegue se superar a cada postagem! Parabéns e obrigada!

    ResponderExcluir
  10. Caro Dr. Souto, Schiller já dizia que contra a estupidez humana até os deuses lutam em vão. Outro dia conversando com um conhecido que é médico ele fez a mesma afirmação que você coloca no post, de que faltam estudos para a paleo low-carb, e eu realmente fiquei curioso tentando entender como em relação à dieta low-fat ele não faz questão nenhuma que ela seja validada por algum estudo, apenas porque é a vigente. Quando eu comentei dos esquimós ele me disse: mas eles tinham um monte de doenças, raquitismo. Não sei de onde ele tirou isso, mas usando o mínimo de lógica ele poderia perceber que um povo que viveu milhares de anos num ambiente tão hostil, onde a vida é duríssima, jamais teria prosperado sendo doente, ao contrário, é preciso muita saúde. Aliás, qualquer população animal em seu estado natural preservado possui plena saúde, pois tem disponíveis as condições nas quais evoluiu para viver. Nós, como animais que somos, sempre que durante a nossa história vivemos de uma maneira natural estivemos com nossa saúde plena, e isso é mais do que óbvio, se não fosse assim, teríamos nos extinguido faz tempo. O que a revolução agrícola permitiu foi que nos tornássemos a única espécie que consegue prosperar em constante estado de doença. De qualquer forma, não ache que o seu blog serve apenas para a minoria que segue a dieta, ainda que de uma forma diluída, quando o conhecimento da alimentação low-carb começar a chegar a um número maior de pessoas, como tem chegado, mais mães e pais vão começar a pensar a alimentação de seus filhos de uma maneira diferente, e eu acho que uma geração vai ter a chance de crescer com menos problemas de saúde, ou pelo menos, sabendo de fato o que pode comer e o que não pode para evitar tais problemas, e isso já é muito mais do que as recomendações atuais da medicina têm feito. Também Schiller pode se enganar um pouco. Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  11. :-)

    Sent from mobile phone
    Em 18/10/2014 20:20, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  12. Meu finado tio José Maria costumava dizer que não sabia como três coisas resistiram ao século XX: o fumo, o aval e o casamento. Rsrsrs.
    Piadas a parte, o fato é que não basta conhecimento, é preciso enfrentar uma cultura de condenar o que se pratica no estilo paleolítico. Eu fico abismado com o fato de, nos dias atuais, o juiz com quem eu trabalho almoçar sempre consumindo Coca-cola e a sobremesa (a mais doce que tiver).
    Ora, refrigerante ou cigarro, por exemplo, só são bons para o fabricante, o comerciante e para os donos de hospitais e a indústria farmacêutica.
    Tem um outro aspecto que me faz pensar sobre baixa ou insignificante adesão dos médicos a um estilo de vida paleo: a diminuição da demanda. Ora, se o "paciente" vai perder peso, deixar de ser "inflamado", diminuir de maneira brusca as chances de desenvolver diversas doenças, como diabetes, não melhorar sua imunidade etc, ele vai se tornar um ex-paciente.
    Na verdade, não acredito nisso. Acredito que há preguiça, arrogância e pressão da indústria farmacêutica para manter os parâmetros vigentes.
    Mas em relação ao questionamento sobre a utilidades das postagens, diante de tanta manifestação de pessoas, dentre as quais me incluo, de que passaram a adotar esse estilo de vida graças as informações colhidas no blog, não resta mais qualquer dúvida quanto a sua importância fundamental para tantos adeptos.
    Quanto a adoção em massa desse estilo de vida, essa é apenas uma perspectiva utópica.
    Eu agradeço demais por suas postagens. Elas me libertaram do pão, do trigo, da cerveja, de 75% de CHO na minha dieta, da flatulência e inchaço.
    Obrigado Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  13. Excelente post Dr. Souto.


    Sou completamente Paleo já há algum tempo. Porém não largo minhas 8-10~ latinhas de cerveja no total no final de semana.
    Sei que está incorreto e faz mal, não adianta muito me apegar as "evidências" de aumento de HDL dentre outras pra inventar desculpas. É encarar as consequências sabendo delas.
    É como o senhor disse, a grande maioria não vai se importar com as diretrizes, só vai procurar ajuda a esse nível quando o problema já estiver latente, com um câncer, diabetes, etc.
    O que incomoda muito é o foco que vejo apenas em medicações e superficialmente em exercícios/alimentação, como já vi pessoalmente em cardiologistas de boa formação/titulação, é uma pena as indicações unilaterais, sem conversa correta com o paciente, como no caso de estatinas (vide post sobre riscos absolutos), relação disso tudo com Alzheimer, afirmações simplistas/errôneas. Enfim, não sou da área da saúde para poder contra-argumentar a nível mais profundo além de citações a estudos.
    O que posso fazer para auxiliar os mais próximos eu faço, indicando fontes confiáveis, como o senhor, quem quiser ler e aplicar que faça, quem não quiser, lamento.

    ResponderExcluir
  14. Um luxo esse post ! Dr souto , há pessoas viciadas em comida , que preferem morrer , eu acho do que parar de comer besteira . Salvo o caso da compulsão que é horrível , o resto dá pra controlar . Eu sou radical , não como doces , apenas frutas , descobri que AMO ser magro e comendo e melhor do que tudo sem passar fome , sem viver caindo de cansado por ai . Eu demorei a entrar nesse estlo , mas dele eu não saio . Só tive bons resultados . COmo o Jiaro falou eu indico seu blog , indico o barriga de trigo , mas sabe o que eu escuto ? Comer pra mim é um prazer , então dr suto , na boa eu não tenho que ficar mais dando uma de babá das pessoas . falo uma vez , quem quiser que corra atrás . Força de vontade e foco é tudo nesta vida .

    ResponderExcluir
  15. Diogo Agostinho da Costa19 de outubro de 2014 01:44

    Certa vez, numa aula de cálculo na universidade, um professor nos indagou: "Logo vocês estarão se formando e vão poder dizer que são alguém na vida, certo?" Ele mesmo não demorou muito a responder: "Errado! Vocês só serão alguém na vida quando tiverem passado seus conhecimentos adiante".
    Fazes isso com maestria, Dr. Continue assim!

    ResponderExcluir
  16. São pessoas como o Senhor que eu teria uma imensa honra de apertar a mão e dizer pessoalmente muito obrigado, o Senhor através dessas 300 postagens melhora/salva a qualidade de vida de muitas pessoas ( se 1% dos visitantes aderirem já são mais de 43 mil pessoas), graças ao senhor a minha familia hoje tem uma qualidade de vida superior a anos atrás, são blogs como o seu que fazem a diferença, são pessoas como o Senhor que fazem a diferença, seu altruísmo é louvável, me faltam palavras para agradecê-lo.

    ResponderExcluir
  17. Gabriel Henrique Bestetti19 de outubro de 2014 01:57

    O Dr. Souto é um médico à frente do nosso tempo, em que impera o hedonismo generalizado (como ele bem detectou) associado às ações nojentas de engenharia social norteadas por governantes, grandes indústrias e grande mídia.

    ResponderExcluir
  18. Exato

    Sent from mobile phone
    Em 19/10/2014 01:13, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  19. Socorro!
    "Entre as ações a serem anunciadas está a ampliação das áreas com produção sustentável, o uso de sementes agroecológicas, a utilização racional de agrotóxicos e o estímulo tributário para produtos com menor teor de gordura."
    http://www.cpovo.net/Noticias/538686/Desafios-da-seguranca-alimentar-no-Brasil

    ResponderExcluir
  20. Horror!

    Sent from mobile phone
    Em 19/10/2014 10:25, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  21. Lembra quando há meses atrás eu disse nos comentários deste blog que daqui a 20 anos ainda encontraremos muitos médicos prescrevendo Low Fat? Pois com este post o sr. acaba de concordar comigo. :o)

    ResponderExcluir
  22. Genial....sem palavras, é por esse tipo de texto que venho aqui sempre e continuarei vindo! Clap,clap,clap,clap! Abs

    ResponderExcluir
  23. "Mas, em 2014, é antiprofissional e antiético criticar a opção do paciente/cliente ou - pior ainda - recusar-se a atendê-lo com base em sua opção por este estilo de vida." - sem mais!

    ResponderExcluir
  24. Caro Dr. Souto,
    compartilho a sua indignação com o fato de que, mesmo as pessoas dispostas a fazerem mudanças, só tem acesso a diretrizes criminosas. E, muitos dos demais, não estão dispostos a mudar por verem o insucesso de tantos e tantos que tentaram com afinco.
    Mais uma vez presto as minhas homenagens ao Sr. por abrir esta janela de sabedoria a todos nós!

    ResponderExcluir
  25. Amelia Schwarzeluhr19 de outubro de 2014 12:52

    Minha vida mudou 100% para melhor após descobrir este blog! Obrigada Dr!

    ResponderExcluir
  26. tacále pau Dr. Souto Véio!

    ResponderExcluir
  27. 10 meses de Paleo Low-Carb, pela primeira vez eu faço exames e o valor do meu Ácido Úrico está dentro do normal, sempre esteve alto e só baixava com remédio.
    Sempre que fui tratar antes de conhecer esse estilo de vida me mandavam parar de comer tudo que como na low-carb, o valor não baixava quase nada, tive até problemas de cálculo renal por isso..

    ResponderExcluir
  28. Pode comer carne e peixe sem problemas, apenas coma muitos vegetais pra alcalinizar a urina. Parabéns.

    Sent from mobile phone
    Em 19/10/2014 14:02, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  29. Genio, muso! Não tem como negar a superioridade de se comer comida de verdade! Perfeito!!!!

    ResponderExcluir
  30. Muito boa materia meus parabens Dr.Ja por muitas vzs lhe agradeci por mim ajudar em muitas duvidas i exames que ja postei i q o senhor bondosamente mim orintou.Hoje ja estou comendo comida de verdade por os 11meses i mim sentido muito bem no meu caso eu mudei a alimentaçâo por questão de saude .Nâo sou nem nunca fui a cima do peso.Hoje porem melhorei nas medidas na saude i tb na resgistencia fisica.Ja indiquei pra familia i amigos duas irmâes fazem meus filhos q ja são adultos .I uma sobrinha medica q tb faz i estar aprendendo ou seja fazendo o ccurso pra tb se junta com esses tão dedicados profissionas como o senhor.Brigada Dr Souto por tão grande generosidade de ajudar aqueles q realmente deseja uma vida mais saudavel.

    ResponderExcluir
  31. Pedro Luis Schütz19 de outubro de 2014 14:34

    Não poderia deixar passar algum comentário sobre este expetacular "post 300" ! Grandioso é o adjetivo mais apropriado que me veio a cabeça.
    Parabéns!
    É um belo resumo de tudo que já foi postado,discutido,provado e esclarecido.
    Agora é por conta das pessoas que querem mudar realmente!
    Me parece que o blog começa uma "nova fase".........
    Abraço.

    ResponderExcluir
  32. Dr Souto, vi num post no grupo do PHD no facebook, uma afirmação do Paul Jaminet:

    Paul Jaminet: Adel's reference is good. Basically, RS-2 found in raw potato starch (or corn starch) is associated with higher incidence of colorectal cancer while RS-3 found in cooked then cooled starches is associated with lower rates of colorectal cancer. So, eat cooked then cooled starches, not raw potato starch.

    A referência que ele diz é http://www.ncbi.nlm.nih.gov/m/pubmed/8566598/



    Tenho seguido já há algum tempo a fecula Aminna crua toda noite, não tenho problemas de açucar sanguíneo. Acha melhor parar com ela e seguir apenas reaquecimento de amido?


    Obrigado Dr

    ResponderExcluir
  33. é o que eu faço!
    Obrigado !

    ResponderExcluir
  34. Ricardo Hernández Valdés19 de outubro de 2014 15:21

    Carissimo Dr. José Carlos Souto, para mim tem sido muito bom ler e reler muitos dos mais de 300 artigos (ainda não li todos!) e serem de 100% úteis no meu dia-a-dia todas as informações que sempre encontro. Eu tenho sei blog como referencia no quesito de saúde e alimentação de qualidade.... todas as informações científicas por vc abordadas aqui são super interessantes.... e de grande valor.... por mim, eu lhe digo, continue escrevendo... que está valendo!!! o seu blog é NOTA 1000!!! Grande abraço.... e obrigado mais uma vez.... ah... eu sou um divulgador dos seus artigos.... e continuarei fazendo isto... mas, entendo agora o que vc escreve aqui, as pessoas optam o estilo de vida segundo o gosto ou prazer pelas coisas da vida, nunca pelos fatos cientificos que são expostos aqui..

    ResponderExcluir
  35. "..Ver um diabético com uma dieta impressa recomendando o consumo de pão, suco de frutas e batata é, para mim, como um tapa na cara.." - e para mim é olhar para o próprio carrasco.

    "..Apenas exorto aos demais profissionais de saúde para que deixem as pessoas em paz! Assustá-las com alegações inverídicas e demovê-las de um estilo de vida saudável é não apenas criminoso, mas também imoral."

    - Leu tudo isso Dr. Danilo?? (A amizade continua a mesma).


    Congrats!!

    ResponderExcluir
  36. José Luiz Abrantes19 de outubro de 2014 18:14

    Parabéns caro Souto, por seu blog, que é um grande serviço de informação médica de qualidade. No nosso pais, em que muitos profissionais da nossa área são movidos pelo capitalismo voraz, é muito prazeroso encontrar pessoas como você, que disponibilizam seu próprio tempo e conhecimento gratuitamente.
    Obrigado e vamos em frente! ;)

    ResponderExcluir
  37. José Luiz Abrantes19 de outubro de 2014 18:17

    Rômulo, em medicina não existe uma fórmula matemática que funcione igualitariamente para todos. Cada individuo tem suas próprias necessidades. Uns funcionam bem com determinada quantidade de carboidratos, e outros com mais ou menos. Você diz não ter problemas de saúde, e isso é um bom parâmetro.

    ResponderExcluir
  38. Jairo, não sei. Não há estudos prospectivos em pessoas.

    Sent from mobile phone
    Em 19/10/2014 15:02, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  39. Tem razão Dr. Carlos Souto. As pessoas não são iguais. Graças às informações bem fundadas que sempre obtive neste blog, perdi totalmente o medo de colesterol, gorduras e coisas do gênero. Resultado? perdi cerca de trinta kilos num prazo de um ano... e baixei minha sistólica que chegou aos incríveis 22, e o melhor... Nunca mais internei com crise de enxaqueca, como era comum. Muitíssimo obrigado por esta disponibilbidade gratuita. Pagaria caro se tivesse certeza de que algum profissional me ajudasse na minha angústia. Graças ao Sr. consegui sem nenhum custo.

    ResponderExcluir
  40. Quero aqui agradecer ao Dr. Souto. Eu comecei na paleo porque vinha sentindo dores nas juntas dos dedos e na sola dos pés, entre outros sintomas. Conheci este blog e comecei a colocar em prática o que li aqui. O resultado de tudo isso é que perdi 10 quilos, desde então, e chegue ao meu peso norma. As dores, todas elas, sumiram de vez. E, claro, tenho me sentido muito melhor em relação a minha situação anterior.
    Por tudo isso, obrigado Dr. Souto e siga em frente.

    ResponderExcluir
  41. Como não ser no mínimo cético ao ler teu blog? Fiquei arrepiada, inclusive! Bjs

    ResponderExcluir
  42. Poder, pode. Vai? Não sei! Qual o risco em tentar? Nenhum.

    http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/03/paleo-e-auto-imunidade.html

    Sent from mobile phone
    Em 19/10/2014 18:33, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  43. Verdade Davi . Eu além de ter perdido o medo da gordura e ter melhorado a minha vida em 10000% , dr souto já virou meu guru . Eu antes sofria nas dietas da vida . Sabe , eu sou soro + , o meu exame pós medicação , 1 mês pós medicação deixou a médica com a cara no chão . eu estou ansioso pela resposta dele porque ai eu vou fazer um juramento e ir num cartório . Cara ! eu tinha dores horríveis que agora não tenho mais . Eu já sou conhecido aqui neste blog , mas antes de aderir a esse estilo , eu achava o Dr souto um louco em mandar comer gordura . Ele sempre foi muito gentil , no meu processo de tomar a medicação do Hiv ele não opinou , ele apenas me dava força e dizia que uma boa alimentação só poderia ajudar . Davi , os remédios são fortes , um deles chamado efavirenz dá alucinação noturna , tontura e muitas outras coisas . Eu tomo e sabe o que acontece comigo ? Eu vou estudar . Tá bom pra vc ? kkkkkk Nunca tive nada . A única vez que eu tive um problema foi quando eu fui comer algo que tinha Trigo e passei muito mal . Eu respeito essa medicação e alguns amigos que sofrem com esses efeitos terríveis e eu Graças a essa alimentação , não tenho nada . E meus exames estão todos controlados . Dr souto é um luxo ! abraços !!!

    ResponderExcluir
  44. AH ! Dr , há quase 6 anos eu sofri uma lesão no tornozelo . O meu médico , que é membro da sociedade Brasileira de ortopedia pra pé me deu um conselho . Não opere . vc vai operar , e não garanto que volte isto , me explicou que a lesão osteocondral é como se fosse uma cárie do osso , a grosso modo e sinovite era uma inflamação no liquido sinovial que envolvia as articulações . Até agora não disse nada demais , pois o senhor é medico e sabe . Enfim , fiz anos de fisioterapia , sangria ( retirava o sangue do local ) , quando há 2 anos eu cortei o açucar e perdi peso , nada mudou , mas agora neste ano que eu comecei com a low carb e depois a paleo ( sem farinha , biscito integral , pão , leite , leite de soja , grãos, adoçantes ) Dr , eu vou escrever em caixa alta EU NÃO TENHO MAIS DORES .eu vou fazer uma ressonância pelo plano e ver . Foi esta a minha dúvida . Seria o sobrepeso , seria o Hiv não tratado pois eu comecei a tratar este ano ? Eu acho que não tem nada com o Hiv , mas posso tirar essa dúvida com a minha infecto . Acho que pode estar relacionado a comida .

    ResponderExcluir
  45. Questiono-me do por que ainda muitos profissionais despejam informações caducas e imutáveis mesmo com tanto estudo atual nesse contexto dietas. Mas o que questiono mais ainda é a "perseguição" que muitos fazem a quem segue ou propõe esse estilo de vida. A resposta científica? Estudos!! A inquestionável? Os resultados obtidos! Mais uma excelente postagem Souto. Meus sinceros parabéns e agradecimento.
    Cordial abraço.

    ResponderExcluir
  46. Legal. Pra mim, foi a retirada dos grãos.

    Sent from mobile phone
    Em 19/10/2014 19:05, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  47. Tenho uma
    academia de bairro em Cuiabá-MT e faço um trabalho que é uma verdadeira luta pra
    emagrecer as pessoas.


    Estamos
    reproduzindo no Face, artigos para que os alunos leiam as matérias e aprendam a
    comer! Descobri que as pessoas lêem mas vêem
    me pedir pra interpretar o que está escrito!


    Hoje eu li seu texto “O reconhecimento da não-inferioridade”


    e achei
    muito erudito, digno de uma clientela “under-ground”.


    Fica difícil,
    a uma pessoa comum que é a minha clientela, em sua maioria funcionário público,
    entender “No mundo real, o imediato sobrepuja o mediato, o instinto sempre
    vence a razão, o ID se sobrepõe ao EGO, o sistema límbico vence o lobo frontal.
    Por que, então, todo esse esforço
    quixotesco?”


    Se nem D. Quixote
    eles conhecem, que foi editado no mundo inteiro como livro ou filme, o que
    dizer do ID, do EGO e do sistema límbico e o lobo frontal?


    Acho que a sua pesquisa é importante demais pra ficar
    restrita a uma pequena faixa da população. Por gostar do que você escreve, é
    que faço a crítica construtiva de lhe pedir humildemente que siga o exemplo do
    Dr. Dráuzio Varela, que pra fazer o povo entender o que ele diz, passou por uma
    adaptação do simplismo do texto e da palavra! Por isso que ele hoje se tornou
    referência naquilo que diz.


    Hugo Sala – Face: Academia Pelicano


    salahugo@gmail.com –
    Alt: 1,73m – 67 kg – 65 anos.

    ResponderExcluir
  48. Perdoe-me, mas que funcionários públicos são esses que não conseguem interpretar esse texto? Por mais que não saibam o que é sistema límbico, o contexto é de fácil entendimento. Salvo me engano, em todo concurso público há prova de português...

    ResponderExcluir
  49. Hugo, depende do dia. Tem dias em que eu escrevo forma simples, tem outros que eu quero escrever o que vem a cabeça. Meu objetivo não é a popularidade. E isso me dá liberdade total. Ainda bem que posso contar com ajuda de pessoas como vc para traduzir.

    Sent from mobile phone
    Em 19/10/2014 19:57, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  50. Bom, pra mim o drauzio varela nao é um bom exemplo.

    ResponderExcluir
  51. Hugo so é de dificil entendimento prá quem tem preguiça de ler, quando se ler todo contexto fica facil, digo isso porque lou um leigo no assunto.

    ResponderExcluir
  52. Hoje com sistema de ensino caindo de qualidade a cada ano que passa, não existe o hábito da leitura. Quando lê, não consegue interpretar... eu lido com gente dentro da academia e fico estarrecido de ver como as pessoas te em preguiça de ler! Coloco banner na parede e eles dizem: " traduz pra mim que é mais fácil", eu tenho preguiça de ler... É a dura realidade!

    ResponderExcluir
  53. Sim Hugo concordo contigo.

    Além do mais quem tem ensino médio "estudou" biologia na escola. Pelo menos o básico do básico sobre corpo humano deveria saber. E caso alguém não se lembre de alguma coisa, que corra atrás para estudar, o que mais se tem é informação gratuita na internet....
    Hoje não se pergunta mais sobre uma dúvida de um texto que foi lido, e sim pergunta-se a conclusão de um texto que não será lido....

    Enfim, acredito que essa preguiça mental de querer tudo de mão beijada é um dos grandes problemas desse país...

    ResponderExcluir
  54. Edson, não sei a que Dráuzio vc se refere, se ao médico ou a pessoa! Eu não o conheço! Só sei que ele foi médico no presidio de Carandiru durante mtos anos e qdo aconteceu a rebelião ele estava lá dentro, o que lhe deu argumentação pra escrever o roteiro do filme " Carandiru" .
    Só sei que quando ele foi contratado pela Globo pra fazer aquela sério como médico da família, ela passou por uma reciclagem no linguajar, para que falasse de maneira menos técnica, mais coloquial para que as pessoas mais simples, entendessem as suas explicações. Eu citei ele como referência nesse sentido.

    ResponderExcluir
  55. Hugo respeito sua opniao, mais essa é a minha opniao estou citando como medico em um dos seus ''quadros e bom pra que'' na globo fez reportagens tendenciosas e falando como verdades absoluta, nao dando direito de defesa.

    ResponderExcluir
  56. Fico feliz por sua melhora Luiz Carlos. Penso que todo trabalho do Dr. Souto tivesse ajudado uma pessoa apenas, já teria valido a pena. Pra sorte de uma parcela da população mundial, de quando em quando, o universo nos premia com um Quixote.

    ResponderExcluir
  57. Concordo com o Conservador, sou funcionário público, engenheiro, porém me interesso por filosofia, direito, saúde, computação, etc.
    Penso que não tenha sido uma boa afirmação sobre o baixo nível de leitura do funcionalismo, meus colegas de trabalho gostam de ler e inclusive é algo necessário até para redigir textos mais formais.
    Os textos do José Carlos Souto são de alto nível, mas são de fácil entendimento, mesmo para quem não é da área.

    ResponderExcluir
  58. Davi , eu estou juntando tudo , tudo , exames , vou conversar com a minha infectologista pra ver a evolução do meu tratamento . Sabemos que os remedios pra combater o Hiv prejudica muito os rins , figado e pâncreas , muitos causam diabetis e sindrome metabólica e tal temida lipodistrofia que é uma má distribuição da gordura . Eu estou aqui comendo as unhas pro próximo exame , mas ok vou esperar . Com 1 ano de tratamento , Se Deus quiser eu vou fazer u pedido a ela . Vou pedir que ela escreva toda a evolução do meu tratamento , algo básico e vou conhecer uma certa pessoa de sobrenome Souto . A propósito , ela tem um casal de paciente que é soro + e leu o barriga de trigo e deu pra ela , mas ela não teve tempo de ler , mas ela falou que a paciente melhorou e muito . Eu amo a minha infectologista , amo no sentido de jogamos limpo um com o outro , ela ficou louca quando me viu macérrimo , quando eu falei pra ela o que comia , ela não acreditava , mas quando ela viu o exame , calou a boca e Davi , segundo o protocolo do tratamento de Hiv é asssim , vc vai começa , dai vc faz o exame 3 meses depois , eu como ia morrer de ansiedade com 1 mês tinha ligado pra ela e pedido pra fazer , ela autorizou . carga viral zerada , ou seja sou portador do vírus mas ele tá lá quieto sem fazer estragos , minha imunidade DOBROU . e seguindo o protocolo , vc tem que observar o paciente a cada 3 meses . Sabe o que ela fez comigo ? me deu as receitas pra pegar os remedios até janeiro , isto foi em agosto . Eu dei um berro de felicidade e ela também me olhava com felicidade pois em janeiro deste ano eu sai do consultório dela querendo morrer , surtando , tendo cmpulsões alimentares e desta vez ela viu outra pessoa lá . conversado , rindo . Se um da dr souto escrever um livro , eu quero dar um depoimento pra ele de graça , e eu adoro o jeito dele monossilábico , oposto do meu . Davi obrigado pela resposta e desculpa por escrever muito eu sou assim . felicidades

    ResponderExcluir
  59. Falar que funcionário público não cosegue acompanhar doeu aqui tbem! Sei que não quis ofender, mas eu hein!!?
    Fiz direito, adoro acompanhar o blog, sempre li assuntos dos mais variados! Leio o dia todo no trabalho... Ah nem..!

    ResponderExcluir
  60. Edson - não sou médico, sou leigo na medicina... só analisei o texto que ele diz, e é nisto que tenho formação e sei fazer a leitura do que ouço. A minha formação é em arte cênica. O texto que ele diz é bem construido, bem articulado, frugal, linguagem não erudita, de fácil entendimento! Não quis comparar a formação profissional entre ele e o José Carlos, mas sim a maneira de dizer e escrever pra que a baixa intelectualidade, que também engorda, leia e entenda o que leu. Pra avaliar, o que estou fazendo, acesse o face Academia Pelicano, que vc de repente pode me ajudar enviando matérias que vc ache interessante para essa clientela. Eu agradeceria! Eu atuo numa faixa que o povo quer emagrecer mas não tem dinheiro pra pagar um nutricionista.

    ResponderExcluir
  61. Cinthia - toda regra tem exceção... na minha família quase todos são funcionários públicos, na maioria de formação superior com quem convivo. Na sua área de direito, quantos vc conhece que realmente fez a tarefa de casa? Há Advogados e adevogados, não é isso? O hábito da leitura é que traz a fluência verbal e a clareza do texto. Nem todos que fizeram uma faculdade, tem cultura! Ledo engano! A cultura não é moldada pela universidade, mas sim pela inteligência, pela percepção aguçada e esforço individual de cada um de buscar... essa é a diferença entre as pessoas! A que espera e a que faz acontecer.

    ResponderExcluir
  62. Faço LCHF há 5 meses e perdi para mais de 30 Kg !!! Todos, sem exceção, me perguntam o q fiz, como consegui isso etc. A gde verdade é q as pessoas querem uma "mágica" para seguir... qdo digo q ñ como pão as pessoas vão se "refugiando"... qdo falo sobre massas, elas quase ridicularizam... qdo comento q como ovos com bacon elas se assustam... mas o legal mesmo é qdo apresento meus resultados de exame de sangue... sabe o q elas dizem ? Olha... o seu metabolismo se adaptou a essa dieta !


    É difícil sim... todos querem continuar tendo este prazer IMEDIATO ao comer... ninguém se liga q comer é uma necessidade do ser humano... eu já comparei isso com a necessidade de beber água e defecar... mas confesso q os resultados não foram dos melhores.


    E isso acontece inclusive em minha família... onde sou rotulado como alguém q tem um metabolismo ANIMAL... meu metabolismo era tão animal q "do nada" ele se ajustou em relação ao meu peso... chega a ser hilário... mas é triste !!!


    Hoje como a hora q quero, o qto desejo, melhorei meu exame de sangue, disposição, sono etc. Me considero LIVRE e hj vejo a hora de comer não como uma forma de obter prazer mas sim "substrato" para sobreviver. O fato de eu me divertir com ovos, bacon, carnes gordas, manteiga etc é um plus... mas PLUS mesmo é vc SABER q está fazendo o q é melhor pro meu corpo !


    Qdo me perguntam... mas vc quer viver muito ? Pra q ? Eu olho pra minha esposa, pra minha filha, pro meu trabalho, pros meus amigos e pro q tenho esperança de viver e digo simplesmente... ahhhhhh... quem sabe não serei imortal... pq parece q é isso q eles querem ouvir mesmo !!!


    Outro texto magnífico irmão !!! Sou prova viva q não adianta mostrar argumentos... as pessoas continuam QUERENDO viver de seu jeitinho... e por mais q digam q a carne faz mal, a gde maioria q conheço ñ perde a oportunidade de se fartar em um churrasquinho.


    Eu ainda defendo lowcarb não como uma dieta para perda de peso, mas para ter qualidade máxima de vida... e mesmo com todos os argumentos mtos me procuram com a única preocupação de entrar em um biquíni ou simplesmente satisfazer seu ego !!!


    Que venham os próximos 300 artigos meu camarada... pq é certo que EU estarei ávido por mais conhecimento ! Sempre fui minoria... sempre fui considerado um rebelde... anti-sistema... nerd... enfim... pra mim nada muda !!!


    Agora falando sério... já não está na hora de condensar isto tudo em um livro ? ;)


    E qdo falo em livro, digo, no mesmo esquema em que gostas de escrever, solto, leal às suas convicções, sem preocupações com forma, em agradar, em passar a mão etc. Estou certo que nossa sociedade está "pedindo" algo assim !

    ResponderExcluir
  63. Obrigada doutor, ajudou muito! Parabéns pela 300 postagens \o/
    Uma pena que alguns profissionais, principalmente, os médicos tenham alguns preconceitos e o orgulho não os deixam dar o braço a torcer e notar que estão errados em alguns conceitos e PRECISAM ler e estudos científicos que foram postados aqui!!! Porque, a epidemia da obesidade só está crescendo :(

    ResponderExcluir
  64. Esse post foi INCRÍVEL!! Vou guardá-lo para indicá-lo aos profissionais de saúde que conheço... São sem sombra de dúvida os mais de difíceis de serem alcançados com informações novas sobre saúde. A dieta paleo me trouxe excelentes benefícios a saúde, mas está ficando cada vez mais difícil procurar atendimento médico quando necessito, todas as vezes perco horas da consulta tentando explicar como funciona minha alimentação e raramente me dão ouvidos. Mas o caminho é esse mesmo, muita divulgação, esperemos que o tempo faça o resto! Muito obrigada Dr. Souto!!

    ResponderExcluir
  65. Excelente o post! Um dos melhores e mais esclarecedores em relação ao estilo de vida low carb. Sinto que estou no caminho certo, mesmo fazendo parte da minoria. Valeu Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  66. koé rapá...sou funcionário público e fui alfabetizado hem...rsrsrsr

    Agora falando sério, os textos do dr. Souto são de uma clareza solar, além de espirituosos, fluidos e certeiros.

    Esses funcionários públicos com os quais vc se relaciona fizeram concurso mesmo? por que no meu a interpretação de texto foi bem dífícil...

    ResponderExcluir
  67. Há planos :-)

    Em 20 de outubro de 2014 07:56, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  68. O melhor a fazer é não tocar no assunto alimentação durante consultas médicas. Ninguém fica falando pro médico quantos hamburgueres, pizzas, doces e refrigerantes está tomando, porquê você deveria? Citar que está fazendo algo não-convencional pode induzir o profissional a não investigar o problema e culpar a alimentação - porquê é mais fácil culpar algo que obviamente não segue a cartilha que ele segue.
    Quando questionarem se sua alimentação é saudável, não precisa mentir e nem omitir: "Me alimento de forma saudável, evito massas, doces, e produtos industrializados". Fim das suas dores de cabeça com médico, rs.

    ResponderExcluir
  69. uai, mas tem que ler o estudo mesmo. senão ele estaria acreditando em boato. O problema é justamente quando, mesmo tendo provas confiáveis, a pessoa gruda em paradigmas equivocados.

    ResponderExcluir
  70. Você foi podre e eu tirei uma estrelinha dourada do seu mural.

    ResponderExcluir
  71. Dr. Você já fez alguma postagem explicando como interpretar os exames? Se não me engano tinha visto algo assim por aqui... não sei se tô louco ou se não consigo encontrar kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  72. EDUARDO ALVES CORREIA20 de outubro de 2014 11:28

    Apesar de ainda não ter conseguido o sucesso desejado sei que o que é dito aqui é verdadeiro.

    Quero comprar o livro autografado no ato e apertar a mão do Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  73. Dr, tem alguma recomendação para insônia? Tenho tido algo como 1x por semana, começou a 1 mês atrás, me parece ser mais psicológico, no entanto fico a noite quase toda em claro e consigo pegar no sono só no início da manhã. Tomo magnésio antes de dormir e uso f.lux no PC e celular. Alguma sugestão?

    ResponderExcluir
  74. É, eu até tento não tocar no assunto, mas sempre acabo direcionando a conversa para o assunto alimentação, afinal fica difícil falar de saúde sem falar da comida né? Mas às vezes é necessário mesmo não falar nada!

    ResponderExcluir
  75. Que ótimo ! No meu caso foi uma lesão que sofri e depois sofri anos sem conseguir curar , e olha que meu fisioterapeuta não entendia . Eu fiz anos de fisioterapia e não era com fisioterapia de aparelho , aquea já ultrapassada , era com a mão , fisioterapeuta formado e eles falavam que não entendiam o motivo de não melhorar . Agora que eu quero lutar , fazer uma atividade que não envolva corrida , pois esta eu já desisti , eu comecei a pensar nisto . Eu vou fazer uma Ressonância e se não der nada eu vou assinar um termo registrado em cartório que jamais comerei grãos novamente . hahahahahahahah bem estilo O vento levou

    ResponderExcluir
  76. se é apenas uma vez por semana não vejo se algo relacionado à alimentação...

    ResponderExcluir
  77. Adorei esta postagem, Dr. Souto.
    Quero relatar que tive minha primeira experiência libertadora, desde o início da alimentação paleo. Depois de dois meses e meio e alguns kgs a menos, ontem fui a uma festa de aniversário. Depois de pensar muito e, mesmo sem muita vontade, resolvi provar a torta. Peguei um pedaço muito pequeno, do qual comi menos da metade. A torta, venerada por todos os presentes na festa, é de uma confeitaria renomada da região e conhecida pelos sabores irresistíveis. Logo após, olhei aquelas pessoas brigando pelo bombom que estava sobre a torta e pensei, ou melhor, senti: "não preciso disto, não me faz nenhuma falta, nem sei pq provei????". Foi libertador. Poderia me sentir culpada, mas meu sentimento foi totalmente diferente, tive a total convicção de que meu caminho é este e que os sabores de antes, nunca mais serão os mesmos pra mim. Na quinta feira próxima, terei minha primeira experiência de jejum intermitente e estou otimista!!!!

    ResponderExcluir
  78. Dr não são apenas 300 postagens, são vidas que mudaram quanto ao que você abordou aqui. Eu não posso negar que você me ajudou e muito a ver com outros olhos coisas da minha vida. Que os depoimentos que estão aqui não são "propaganda enganosa" são incentivos reais de gente que tentou, se esforçou. E eu estou me esforçando e muito na luta contra SOP (que me deu vários problemas dentre eles excesso de peso da dificuldade de emagrecer) Ovarios Poli... *
    É difícil você só lutar... a gente pensa em vencer também. Espero poder contar minha história com sucesso aqui também.

    Obrigada por cada informação publicada, por cada estudo! Que venham mais informações By Dr Souto (risos)

    ResponderExcluir
  79. É uma jornada de autoconhecimento, não é mesmo?

    Em 20 de outubro de 2014 16:08, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  80. E pensar que antes da minha mudanca de estilo de vida eu iria ser uma das pessoas envolvidas na briga pelo bombom! srrs

    ResponderExcluir
  81. Caro Dr. Souto, talvez não seja possível aferir efetivamente quantas pessoas o senhor ajudou (entretanto, porque não criar uma enquete para se ter uma base, mesmo que empírica?), porém, é fato que a disponibilização de tanta informação de maneira séria e científica por si só compensa o esforço quixotesco que mencionas, diria mais, creio que estejas mesmo fazendo história e, muito me espanta que ainda não tenham removido seu site do ar!


    Quanto as pessoas viverem de maneira hedonísticas, não creio que seja o fato e sim, viverem em meio a ignorância e mentiras alardeadas aos quatro ventos, afinal a industria farmacêutica não deseja perder seu ativo mais valioso: os doentes! Sem mencionar a monsanto que está prestes a dominar o mercado agrícola no mundo inteiro, e ainda, toda a indústria alimentar com sua "engenharia" perversa que vicia nossos organismos e reações metábolicas com o único intiuto de vender mais e mais porcarias (quer maior veneno que a coca-cola?). Talvez até pudéssemos entrar nos condicionamentos comportamentais de consumismo exacerbado e frustração sistemática em um circulo também vicioso a qual o homem moderno está imerso até o último fio de cabelo, mas aí, seria desalentador demais estender a questão (teria que criar um outro blog)!


    Por tanto, um trabalho de esclarecimento esbarra em inúmeros fatores, principalmente inconscientes, ou seja, aspectos cognitivos completamente embotados por condicionamentos psíquicos e metabólicos que para a maioria das pessoas, impede literalmente de enxergar verdades que deveriam ser óbvias.



    Pois bem, a partir de uma mudança de paradigma no processo da alimentação, pude perceber o que era realmente ter prazer com a alimentação e mais, com o meu próprio bem estar físico e também psíquico, e ainda, ver não apenas o organismo mais eficiente, mas constatar que todos os marcadores laboratoriais melhoraram significativamente (para ter ideia, triglicerides despencou de 170 para 75 em seis meses com todo o meu ceticismo e doses exageradas de torresmos, costelas, acém, bacon, etc, tudo para tirar a prova dos 9), ou seja, persevere sim em seu trabalho e estenda-o ainda mais na certeza de que não está sendo em vão!


    Um abraço!!!


    Att. Leo

    ResponderExcluir
  82. José Luiz Abrantes20 de outubro de 2014 18:53

    Prezado Doc., tudo bem?
    Estou na dieta já fazem 10 meses e tudo de vento em popa, exceto por um detalhe, que acredito não tenha correlação com low carb. Minha acuidade visual diminuiu. Estou com a visão um pouco embaçada e tive que providenciar óculos para astigmatismo. Questionei ao oftalmo alguma correlação com índice de glicemia baixo há longo prazo e ele, assim como eu, não encontrou nada. O que me disse é que isso é normal para um homem de 44 anos. Só que foi uma coincidência ocorrer no mesmo período que entrei na dieta cetogênica. Sabe de alguma coisa a respeito?
    Abraços!

    ResponderExcluir
  83. Bem-vindo ao mundo dos quarenta e poucos.

    Sent from mobile phone
    Em 20/10/2014 18:53, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  84. Eduardo Broering Nascimento20 de outubro de 2014 20:03

    Dr. Souto, desde que comei no lowcarb, cerca de 5 meses, como bom cético, sempre procuro informações no "outro lado", a imensa maioria dos profissionais da área (médicos e nutricionista) que indicam uma dieta com baixa gordura saturada. Acabei achando um artigo do Dr. John McDougall que pelo que entendi é um tipo de Dr. Souto dos Veganos :p, deixo o link abaixo. Nessa artigo ele faz criticas ao Barriga de Trigo ao Dieta da Mente e coloca links de estudos mostrando nos adptos a dieta low-carb. Não sei se já conheces esse artigo e os estudos em questão, mas de qualquer maneira se puderes comentar, agradeceria.

    Link do artigo:
    https://www.drmcdougall.com/misc/2014nl/jan/smoke.htm

    ResponderExcluir
  85. http://rawfoodsos.com/2011/08/13/ancestral-health-symposium/#more-1392
    A common anti-paleo
    argument from vegans and vegetarians is that
    plant-based diets—particularly the low-fat,
    starch-based ones advocated by Dean Ornish ,
    Neal Barnard, John McDougall, and Caldwell
    Esselstyn —have been “proven” to prevent or
    reverse chronic conditions like heart disease
    and diabetes. (“So neener, neener, nah nah; we
    win!”) These diets eliminate animal foods,
    sharply limit fat, and embrace whole grains—
    making them the apparent antithesis to paleo
    eating. Ouch! Score one for the vegans, right?
    Indeed, if we look at a starch-based diet and,
    say, a low-carb paleo diet in terms of what they
    both include, we won’t find much in common.
    Vegetables and… well, that’s about it. But if we
    look at them from the perspective of what both
    diets systematically exclude, that’s where some
    interesting similarities pop up. Whether you eat
    a nearly-carnivorous diet or a low-fat, plant-
    based one advocated by Dean Ornish, you’ll be
    avoiding:
    All forms of processed, refined sugar,
    including high-fructose corn syrup
    All industrial oils (including high-
    omega-6 varieties like soybean and corn
    oil)
    Refined grains like white flour
    Fruit juice and other sugary beverages
    Industrially processed foods*
    * In his book “Eat More, Weigh Less,” Ornish
    recommends avoiding all processed or
    “convenience” foods with over 2 grams of fat per
    serving. I can’t say that I spend a whole lot of time
    reading the backsides of Hungry Man dinners and
    Little Debbie snacks, but my limited knowledge on
    the subject tells me most processed foods have
    way more than 2 grams of fat.
    Now let’s compare that “avoid” list with what
    Kurt Harris refers to as the three neolithic
    agents of disease—the modern nasties driving
    many of our health woes:
    Excess fructose
    Excess linoleic acid (typically from high-
    omega-6 oils like soybean oil)
    Wheat or gluten
    Ancestral or “paleo” diets specifically eliminate
    all three. Incidentally, the near-vegan diets with
    a track record for fighting disease eliminate the
    first two. And in many cases, they inadvertently
    slash wheat intake by promoting a more diverse
    spectrum of grains, tubers, and legumes than
    the average person on an industrialized diet
    consumes (in which grain products are
    overwhelmingly wheat-based).
    For example, check out this McDougall Program
    health clinic menu and play “spot the starches.”
    Notice—first of all—the liberal use of potatoes,
    squash, and legumes rather than grains as the
    meal centerpiece. But even among the grain-
    containing items, how many use wheat? Only
    nine out of 26. Instead of seeing an endless
    stream of bread, crackers, pretzels, bakery
    items, cookies, and other common wheat-based
    foods, there’s an abundance of rice, barley,
    quinoa, and corn. And that accidental reduction
    of wheat (if it really is uniquely problematic
    among grains) may contribute to the success of
    whole-foods, plant-based diets in treating
    disease.

    Sent from mobile phone
    Em 20/10/2014 20:04, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  86. http://www.huffingtonpost.com/matt-frazier/vegan-paleo-diets_b_3934305.html
    Sent from mobile phone
    Em 20/10/2014 20:23, "Jose Carlos Souto" escreveu:

    ResponderExcluir
  87. Também passei por isso justamente aos 44, sem nunca ter necessitado de óculos, e também não me alimentava lowcarb paleo, a idade chega para todos e é implacável. rsrsrs abç.

    ResponderExcluir
  88. http://rawfoodsos.com/2011/08/13/ancestral-health-symposium/#more-1392
    Sent from mobile phone
    [image: Disqus] Settings
    A new comment was posted on Dieta Low-Carb e Paleolítica ------------------------------
    *Eduardo
    Broering Nascimento*
    Dr. Souto, desde que comei no lowcarb, cerca de 5 meses, como bom cético, sempre procuro informações no "outro lado", a imensa maioria dos profissionais da área (médicos e nutricionista) que indicam uma dieta com baixa gordura saturada. Acabei achando um artigo do Dr. John McDougall que pelo que entendi é um tipo de Dr. Souto dos Veganos :p, deixo o link abaixo. Nessa artigo ele faz criticas ao Barriga de Trigo ao Dieta da Mente e coloca links de estudos mostrando nos adptos a dieta low-carb. Não sei se já conheces esse artigo e os estudos em questão, mas de qualquer maneira se puderes comentar, agradeceria.

    Link do artigo:
    https://www.drmcdougall.com/mi...

    6:03 p.m., Monday Oct. 20
    * Reply to Eduardo Broering Nascimento * Moderate this comment by email

    Email address: *ebroering@gmail.com* | IP address: 201.49.116.7

    Reply to this email with “Delete”, “Approve”, or “Spam”, or moderate from the *Disqus moderation panel* .

    ------------------------------

    You're receiving this message because you're signed up to receive notifications about activity on threads authored by jcsouto.

    You can unsubscribe from emails about activity on threads authored by jcsouto by replying to this email with "unsubscribe" or reduce the rate with which these emails are sent by adjusting your notification settings .
    [image: Disqus]

    ResponderExcluir
  89. José Luiz Abrantes20 de outubro de 2014 23:20

    Hehehe...Obrigado! ;)

    ResponderExcluir
  90. José Luiz Abrantes20 de outubro de 2014 23:23

    Vlw Carlos! Abração! ;)

    ResponderExcluir
  91. Concordo. Como e bom poder olhar pra dentro de si e descobrir maneiras novas de lidar com o corpo, com os desejos, com os limites. Isso da uma nova visão de controle sobre a vida. Tbm iniciei exercício físico e reforço muscular. Minha vizinha e grande amiga, mesmo magra, está fazendo a alimentação comigo, está se sentindo muito melhor em vários aspectos. Ela tem problemas de alcoolismo e está há anos sem usar nenhuma bebida. Nos últimos tempos vinha sofrendo no controle do desejo de beber. Com a dieta, diminuiu consideravelmente o desejo pela bebida. Não imaginava mais este benefício.

    ResponderExcluir
  92. Eduardo Broering Nascimento21 de outubro de 2014 00:29

    Entendi. Obrigado.

    ResponderExcluir
  93. Doutor souto, estou numa low carb há 2 meses, só tem um probleminha, passo muito tempo sem ir ao banheiro, o que fazer para melhorar a digestão? é possível ganhar massa muscular numa dieta low carb (cetogênica)?

    Att, Raul

    ResponderExcluir
  94. Dr. Souto, não sei se vai dar tempo. Está no intervalo comercial, mas no próximo bloco do bom dia brasil vai passar sobre sangue dascartado por causa de gordura nos bancos de sangue. 8:13 terça-feira

    ResponderExcluir
  95. Você tá lendo demais. Nossos ancestrais não liam. kkkkkk
    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15829854

    Falando sério agora, beta caroteno e vitaminas B2 e C são importantes para a visão.

    ResponderExcluir
  96. Oi Raul, procure o tópico "amido resistente" vai ajudar suas bactérias boas do intestino, você vai comer umas bananas verdes ou polvilho doce ou fécula de batata de marcas que sejam reconhecidamente de amidos resistentes (cerca de 30 gramas diárias ou 2 bananas verdes). Coma bastante verduras por causa das fibras. Você pode ganhar massa muscular e perder gordura corporal. Tem que puxar ferro 2 vezes por semana por somente quinze minutos até queimar (de dor). Correr em uma subida por duas ou três vezes no máximo do seu gás. Vai ficar sem respiração. Recupere e respiração e faça as outras vezes. Somente faça isso se seu coração estuver OK. É preciso uma avaliação médica anterior. Tem muita informação neste blog, tem que dar uma pesquisada e também no blog Paleodiário.

    ResponderExcluir
  97. Resumo: o médico disse para diminuir as gorduras pois entopem as (veias ou artérias?), a coordenadora do programa de sangue disse para antes das doações diminuir as pizzas, bolachas recheadas e gorduras trans (essa aí parece que lê o blog). Em linhas gerais sugeriram uma dieta anterior à doação de dois dias sem extravagâncias, com comidas leves e sem gorduras (foi o que disseram). Os anfitriões globais concordam que a trans deve ser excuída completamente.

    ResponderExcluir
  98. Se vc comer gordura nas 3 horas que antecedem uma doação, pode até ter um pouco de gordura mais no sangue. Mas nada nunca nem perto do que acontece quando se come carbs.

    Em 21 de outubro de 2014 08:36, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  99. Então q venha... se te interessar fugir das "obrigações" de uma editora, podemos trabalhar em um projeto de incentivo coletivo... funciona com arrecadações q viabilizam o projeto... ñ sei se já ouviu falar ! A vantagem é q tudo é feito pela internet e com o apoio de quem se interessa pelo assunto...

    ResponderExcluir
  100. To-to-ma gentalha... :P
    O tom é jocoso mas é uma situação lamentável... :|

    ResponderExcluir
  101. Alguém assistiu o Bom Dia Brasil de hoje de manhã? Fiquei chocada com a matéria sobre doação de sangue. Eles citam: "Bancos de sangue enfrentam problemas com excesso de gordura. A qualidade do sangue coletado, está baixa. O percentual de perda das bolsas de sangue chega a 15%." Dá pra assistir no site da globo. Mas o impressionante foi as imagens das bolsas de sangue, com metade de cor de sangue e metade que parece ser gordura. A pergunta é: aquilo tudo é gordura mesmo?? E a médica, ou a especialista, porque não me lembro, sugeriu que uns 2 dias antes de doar se coma menos "bolachas, pizza, churrasco... coisas cheias de gordura trans" (churrasco cheio de gordura trans!)
    Pra quem quiser assistir... tem que procurar o vídeo... está pro lado direito das setas.
    http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/index.html

    ResponderExcluir
  102. José, isso aconteceu comigo e com a minha esposa quando começamos a dieta da proteína (não é a dieta paleo). A dieta da proteína reduz carboidratos e gorduras... pois é, logo os macronutrientes que podem nos dar mais energia...
    E o que isso tem a ver com a dieta cetogênica?
    1.º - Adaptação. As enzimas estão sendo trocadas... caminhos metabólicos estão se atualizando para que você obtenha energia provenientes das gorduras. É preciso dar um tempo... até lá, dores de cabeça, tonturas, cabelos mais ralos, unhas com ranhuras, diminuição da acuidade visual... etc. O organismo quer o que ele sempre recebeu, mas agora, como o macronutriente é outro, tem que se adaptar. Provável solução: continuar na dieta cetogênica, se desejar, e incrementar nas gorduras sem medo ou... abandonar a cetogênica e fazer paleo normal (o que acho melhor).
    2.º - Medo. Temos receio de comer gorduras o suficiente: quando experimentei a dieta cetogênica por algumas semanas senti-me mal, fraco, desanimado, só queria dormir... solução: dobrei a quantidade de óleo de coco, manteiga, bacon, azeite e queijos (quando digo que dobrei, é porque dobrei mesmo)... resultado: disposição fenomenal e saciedade invencível durante horas. O problema era o medo no subconsciente das gorduras. É sempre bom lembrar que dieta very low carb (cetogênica) tem que ser necessariamente high high high fat.
    3.º - Sua individualidade. Algumas pessoas não se adaptam a um grande aporte de gorduras... foi o meu caso. Uso a dieta cetogênica como intervenções esporádicas em tempos de jejum para não sentir fome. Prefiro ser 100% paleo comendo frutas, legumes e tubérculos, reduzindo muito laticínios e qualquer coisa que me dê compulsão. Tem que se conhecer.
    Tenho astigmatismo desde criança e parei de usar óculos porque me trouxeram miopia... depois que abandonei as lentes a miopia foi embora.
    No início da minha busca em emagrecer, minha acuidade visual diminuiu bastante, mas depois que experimentei a paleo, não só minha vista mas vários outras coisas no meu corpo mudaram para melhor.
    Portanto, penso que seja melhor incrementar seu aporte de energia através de gorduras e/ou carboidratos compatíveis com o modo paleo de vida. Comigo funcionou.


    Abraço.

    ResponderExcluir
  103. Ops, não vi que já tinham falado sobre este assunto.... postei lá em cima um comentário. Vale a pena ver as imagens porque metade da bolsa coletora parece ser gordura... por isso impressiona muito.

    ResponderExcluir
  104. Sim, aquilo chama-se plasma lipêmico, são TRIGLICERÍDEOS elevados, e isso não tem nada, NADA, N.A.D.A, NNNAAADDDAAA a ver com gordura na dieta. Isto tem a ver EXCLUSIVAMENTE com carboidratos em excesso. Quer baixar triglicerídeos de 500 para 100 em trinta dias? Low Carb.

    Em 21 de outubro de 2014 10:41, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  105. Dr. souto veja o que atualmente estou comendo: Café da manhã: uma omelete com 03 ovos com castanha de cajá triturada, 03 fatias de bacon, uma fatia de presunto suíno com capa de gordura, 01 fatia de queijo de búfala e sementes de linhaça, almoço todas as verduras principalmente vegetais e às 18 h 01 iogurte natural integral com nozes as 19 h vou à cademia faço 17 minutos de exercícios intervalados e 30 minutos de musculação ao retornar prá casa como uma proteína (quijo com fatias de presunto suíno com capa de gordura. Que tal você acha que paleo cetogênia ou devo mudar alguma coisa?

    ResponderExcluir
  106. Eu doei há uns 2 meses e só consumi castanhas do pará antes. Não passei mal e no lanchinho pós, joguei o pãozinho fora discretamente e só comi o presunto/queijo do recheio. A menina do meu lado passou mal e dizia "mas eu tomei um café bom, pão integral, suco..." :D

    ResponderExcluir
  107. linhaça parece não ser uma opção muito boa.

    http://br.monografias.com/trabalhos/estudos-avancados-saude-exercicios-suplementos/estudos-avancados-saude-exercicios-suplementos2.shtml

    ResponderExcluir
  108. Linhaça é meio broxante, mas é bom para o intestino ;-P
    Parece que a Quinoa é melhor

    Em 21 de outubro de 2014 11:46, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  109. Então, retirando a linhaça está tudo de acordo com a paleo?

    ResponderExcluir
  110. Olá Antonio,

    não come carne de verdade?
    Como está a medição da cetose? Conseguiu ficar acima de 0,5?

    ResponderExcluir
  111. Como peixe, carne bovina, fígado bovino e carne de ovinos. presuntos e queijos de preferencia de búfala que não tem carboidrato de acordo com o rótulo. Qto a minha cetose não fiz ainda nenhuma aferição. è só chegar no laboratório e fazer? como é?

    ResponderExcluir
  112. Eduardo Broering Nascimento21 de outubro de 2014 12:28

    Não sou especialista, mas to achando que tem muitos embutidos (bacon, presunto). Se forem todos os dias não parece ser a melhor opção pra saúde, mas acredito que pra emagrecimento funcione.

    ResponderExcluir
  113. Pois é Dr. Souto...agora me bateu a dúvida. Peguei ontem os resultados dos exames do meu marido e notei um aumento nos triglicerídeos - 131. Achei estranho porque ele segue a linha paleo há um ano e a taxa ficava entre 80-90, mesmo comendo muitas frutas (ele é magro, nunca fez lowcarb). Observando nossa alimentação vi que de uns tempos pra cá ele come todos os dias pão sem glúten com polvilho/ fécula/ farinha de arroz ou tapioca acompanhado de frios e manteiga. O HDL está baixo - 47. Colesterol total 215, glicose 98. É possível então que essas farinhas estejam interferindo nessas taxas, correto?

    ResponderExcluir
  114. Nesta segunda-feira no Programa Bem-Estar falou sobre gorduras e colesterol.... Cardiologista recomendou estatinas para uma telespectadora que comentou que estava em dieta mas o colesterol não diminuía... :-(

    ResponderExcluir
  115. Lógico! Ele está fazendo uma dieta high carb.

    Sent from mobile phone
    Em 21/10/2014 12:29, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  116. Olá Kel,


    Dr. Souto me corrija, mas eu apostaria 100% que são esses carboidratos dessas farinhas.

    ResponderExcluir
  117. quando cozida quinoa é uma boa imitação de nissin miojo... :-)

    ResponderExcluir
  118. Ahahahaha.. ..hoje fui tirar sangue e aconteceu a mesma coisa.

    A moça me deu uma bandeja com biscoito salgado + biscoito doce recheado + geléia + manteiga e café....

    Peguei o café e misturei a manteiga.....a senhora do lado disse: "assim vc cai morrer rápido, rapido". ..dei uma risada e fui embora com meu café ;0))))

    ResponderExcluir
  119. Eu venho de uma família todinha diabética, hipertensa, inflamada, com mortes precoces, ataques cardíacos e AVCs ainda mais precoces, obesidade mórbida e até mesmo amputamentos de perna por conta da glicose altíssima. Eu sei que parece historia triste de novela mexicana, mas no meu caso é real mesmo. Sempre me preocupei, seguia as diretrizes convencionais e nada acontecia. Estava indo pro mesmo caminho dos meus irmãos e avós... Pois bem, ainda que com toda essa tendencia, SOP, resistência à insulina, consegui revertera situação. Há 1ano e 2 meses procurando fazer tudo o que aprendo aqui o quadro foi revertido. Fiz todos os exames e até os indicativos de doenca autoimune sumiram. Sem falar dos níveis de LDL, glicose que despencaram. HDL 85. Agora tento convencer minha família, um irmão e meu marido já se renderam.... Várias amigas viraram " freqüentadoras " do blog.... Mas tem muita gente ainda. Desculpa o tratado que eu escrevi. Mas precisava deixar claro que muitas pessoas se beneficiam. Obrigada por seu esforço.

    ResponderExcluir
  120. Mas o IG dela é alto, não é?

    ResponderExcluir
  121. médio... se o objetivo é emagrecer, é só não comer muito e nem todos os dias.

    ResponderExcluir
  122. eu prefiro chia. Chia tem alguma mágica, porquê tu come e ela fica com uma capa gelatinosa maneira, quando gruda no aparelho dá pra ver direitinho depois que tira com o palito de dente XD

    ResponderExcluir
  123. e ela ainda ajuda na questão da saciedade.

    ResponderExcluir
  124. Pra mim além do conteúdo precioso, ler o Blog do Dr. Souto é um deleite, adoro seu modo de escrever e seu senso de humor, por vezes ácido, por vezes sarcástico. Isso torna a leitura do blog, para mim, duplamente prazeirosa.

    ResponderExcluir
  125. Pra mim além do conteúdo precioso, ler o Blog do Dr. Souto é um deleite. Amo seu modo de escrever e senso de humor, por vezes ácido, por
    vezes sarcástico. Isso torna a leitura do blog duplamente
    prazeirosa. Por isso quero estar na noite de autógrafos para comprar o exemplar autografado e ainda tirar foto pro Instagram. Dr. Souto pra mim é alguém que para mim é como se fosse um guru e amigo de longa data. Embora comente pouco aqui, queria que soubesse que estou vibrando a cada nova postagem! Forte abs

    ResponderExcluir
  126. quer dizer que a linhaça baixa a testosterona,desse jeito e broxante mesmo mas dizen que ela ten outros beneficios tirando esse contra que ela ten

    ResponderExcluir
  127. Parabéns. O objetivo dessa postagem é mais no sentido de que vc pode e deve apontar às pessoas o caminho, mas deve estar ciente de que a grande maioria vai continuar preferindo o seu pãozinho. É assim. Eu sei, tenho experiência...

    Em 21 de outubro de 2014 14:06, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  128. Tirando esse pequeno detalhe...

    Em 21 de outubro de 2014 15:36, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  129. Eu sei, só de estar conseguindo ajudar meu marido está pagando todo o esforço. Ele também não queria deixar seu estilo de vida ainda que visse melhorar o meu. Agora depois de tanto tempo, está dizendo por aí que faz " a minha dieta " ( dieta da Raquel) e eu já aguentei tanta cara feia que já até pedi que parasse. Mas ele diz que é verdade e precisa ser falado. Até que enfim não estou só rs. Mas eu acredito que se não convivesse comigo e visse os resultados diante dos olhos, estaria seguindo a boiada e principalmente suas papilas gustativas. As pessoas parecem entorpecidas, não raciocinam, são levadas pelo desejo imediato de satisfação ( sim, tem um apelo irresistível) o corpo é dependente, a mente é dependente, os estímulos são incontáveis. Eu sinto pena, elas são escravas de vícios, alguns conscientemente, outros não, mas é triste. Eu não sei exatamente a medida da dependê

    ResponderExcluir
  130. É importante ter essa noção para não se decepcionar. No início, eu achava que bastava mostrar as evidências, e todos se convenceriam. Hoje sei que é uma minoria. Mas é uma minoria de muitos milhares de pessoas :-)

    Em 21 de outubro de 2014 16:10, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  131. Olá Doutor Souto, acompanho o blog a um bom tempo. Adoro suas postagens, e então a 4 semanas entrei para a paleo de vez, (ja era adepta porém as vezes consumia aveia e alguns industrializados), estou querendo perder alguns quilos, e desde de quando iniciei ja venho fazendo restrição de 20 a 30g de carboidratos ao dia, mas meu peso não diminui. Além de praticar exercicos de alta intensidade (crossfit) sou nutricionista.
    Obrigado por compartilhar todo seu conhecimento, grande abraço!
    Ana.

    ResponderExcluir
  132. Acho que o preço é mais alto que o IG! rsrsrs

    ResponderExcluir
  133. Prezado Dr. Souto, esse sem dúvida é um post pra lá de bom e não precisastes de nenhum artigo científico para colocar mais um pouco de luz no assunto. É engraçado, pois, exatamente esta semana discuti mais uma vez com meus alunos o quão imponente é o comportamento hedônico. Como disse um internauta abaixo...essas mudanças não são para qualquer um.....
    É difícil mesmo sair da zona de conforto e encarar uma carga alostática de vez em quando...termodinamicamente átomos se comportam assim, sempre buscando maior entropia e menos energia livre, ou seja, a zona de conforto...
    Uma ótima semana para o senhor!!!

    ResponderExcluir
  134. Tem o fator psicológico tbem.. Muita gente quer e é compulsiva demais pra conseguir (meu caso). Só o Teco Mendes do sendopaleo.com pra acabar de me salvar (parece, mas não é propaganda gente!)

    ResponderExcluir
  135. Gostei dessa. A maioria é como partículas elementares, tende à entropia :-)
    Em 21 de outubro de 2014 16:55, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  136. Olá Ana,

    já leu estas? http://www.lowcarb-paleo.com.br/2012/11/expectativas-versus-realidade.html

    http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/01/sobre-galgos-e-bassets.html

    ResponderExcluir
  137. obrigado querida! Mas esqueci de mencionar que faço uso de 3 medicamentos, Fluoxetina, Amato e Bup, algum deles interferem nesse estilo de vida, ou não "deixariam" meu corpo entrar em cetose?
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  138. Vc tbm usa aparelho R.Leite? É muita emoção comer salada com carne, né? 😱😅 eu acho que essa gelatininha seja lignina. Dizem que faz bem😃

    ResponderExcluir
  139. Pior que é rsrs, acho que vou ficar sem mesmo 😋

    ResponderExcluir
  140. Legal Cinthia. Isso é um caso sério mesmo, vou dar uma olhada

    ResponderExcluir
  141. Fatima Aparecida Rocha Guimara21 de outubro de 2014 21:12

    Boa Noite Dr. Souto, existe algum relato que páleo pode amenizar ou curar epilepsia??

    ResponderExcluir
  142. Tá brincando Fátima? Dieta cetogênica foi criada para tratar epilepsia, não para emagrecer. É uma indicação médica, comprovada, e usada há quase 100 anos com essa indicação específica.

    Sent from mobile phone
    Em 21/10/2014 21:12, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  143. Fatima Aparecida Rocha Guimara21 de outubro de 2014 21:19

    Que Maravilha....já estou mandando uma amiga pro seu consultório....até lá vou orientar do jeito que eu sei.
    Obrigada....obrigada....obrigada.....
    PS. eu não sabia :)

    ResponderExcluir
  144. Tb gostaria em saber como faz? ;)

    ResponderExcluir
  145. Antonio, só quem faz dieta cetogênica é que faz medições diárias dos corpos cetônicos no sangue. Não há necessidade de fazer dieta cetogênica, ou seja, não precisa medir. Faça paleo ou paleo Low Carb e pronto!

    ResponderExcluir
  146. Dá pra comprar uma dúzia de ovos e bacon! ;)

    ResponderExcluir
  147. Cetose não é garantia de emagrecimento mais rápido Ana. Não é preciso estar em cetose para emagrecer.

    ResponderExcluir
  148. Gustavo Campos de Azevedo22 de outubro de 2014 09:32

    Ola Dr, eu mudei e me sinto muito melhor. Sou muito grato ao senhor!. Continue!

    ResponderExcluir
  149. Patrícia, portanto de acordo com o meu relato estou no caminho certo, comendo proteínas animal, e vegetais e muito pouco carboidratos somente dos laticínios (coalhado, azedo) e de algumas frutas ?

    ResponderExcluir
  150. Olá Dr e colaboradores! O óleo de palma é recomendado? Obrigada.

    ResponderExcluir
  151. já tirei o aparelho, mas ficou aquela haste nos incisivos inferiores. às vezes coisas ficam presas =P

    ResponderExcluir
  152. Esse é o caminho!

    ResponderExcluir
  153. O Mal-Estar é um dos maiores programas de desinformação da TV, já tentei "interagir" com os internautas porém os moderadores seguer deixam minhas mensagens aparecer, o tal Dr Alfredo fala tanta besteira que dá dó dos telespectadores, sem contar o fato que esse senhor tem um livro de dieta de pontos, clamando que nunca falha, quando foi entrevistado por uma revista e questionado pelo seu sobrepeso ele apenas disse que é pela idade dele. O mínimo que poderia falar é que a dieta dele pode funcionar pra alguns, e não pra todos.

    ResponderExcluir
  154. Sim

    2014-10-22 10:37 GMT-02:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  155. Pessoal me tirem uma duvida, nesse post( http://www.paleodiario.com/2014/10/como-evitar-calculos-renais-naturalmente.html), desse blog que já foi utilizado como fonte aqui, existe recomendação para se ingerir até 200g de carbo por dia para um homem ????(páleos mas mesmo assim). Para cáculo renal...
    Isso é realmente válido?

    ResponderExcluir
  156. Dr Souto,tirando esse pequeno ''detalhe'' para os homens, entao seria bom para as mulheres

    ResponderExcluir
  157. Obrigado novamente pela atenção Patrícia, todo começo é um pouco confuso, as vezes precisamos de um ''help" !! Beijos

    ResponderExcluir
  158. Boa noticia:

    http://www.infowars.com/mcscam-the-unseen-winners-behind-mcdonalds-monopoly/

    ResponderExcluir
  159. http://www.aacr.org/Newsroom/Pages/News-Release-Detail.aspx?ItemID=574#.VEfE1SLF-Sp

    ResponderExcluir
  160. Quinoa, arroz integral e linhaça têm o mesmo efeito em mim que o trigo: dores no corpo todo. Acho que é a vitamina B15 que acelera o gasto da B12.

    ResponderExcluir
  161. Fluoxetina afeta negativamente a tireoide (flúor).

    ResponderExcluir
  162. Excelente, Lister! Para mim também é fundamental uma alimentação mais diversificada com as vitaminas que mencionei (cenoura, beterraba, batata doce, espinafre, cogumelos, limãozinho espremido de vez em quando)

    ResponderExcluir
  163. se for comer arroz, melhor o parboilizado requentado.

    ResponderExcluir
  164. Olá Eduardo. Na primeira tese do artigo "Ignoring the Science: Low-Carbohydrate Diets Contribute to a Higher Risk of Death and Disease", o autor baseia-se em 3 estudos que estabelecem meras associações. Eu não os li no detalhadamente, pois trata-se de conclusões num nível de evidência, por assim dizer, "chinelão", (pode dizer isto aqui? ;) ) Todos sabemos, o aumento na ingestão de picolés e sorvetes está *associado* a um aumento no número de afogamentos e ataques a tubarão, o que não diz muito sobre a relação causal entre tomar picolé e ser alvo deste predadores malvados (no verão, as pessoas costuma 1) tomar mais sorvete e picolé e 2) tomar mais banho de mar). Dr. Souto se limitou a responder que se pode ser paleo e vegetariano (vegano?), pois acho que não quer perder tempo com estudos desta qualidade. Acho. Como "bom cético", talvez queiras dar uma olhada nas diferenças de nível de evidência e, quem sabe, compartilhar conosco tuas impressões desta análise. Em algum post aqui no blog tem um bom material comparando estes tipos. Fica a sugestão.

    ResponderExcluir
  165. não gosto de quinoa, chia e linhaça. Não sabia que a B15 fazia isso com a B12... carboidratos são coisas estranhas... mordem e assopram.

    ResponderExcluir
  166. Dr. Souto, viu o último experimento do Sam Feltham? Why I Got A Bit Fat Eating Over 5,000 Calories A Day Of A Vegan Diet, em http://live.smashthefat.com/ ???? Poderia nos trazer algumas conclusões? Achei bem interessante....

    ResponderExcluir
  167. é o mesmo azeite de dendê.

    ResponderExcluir
  168. paleo... na sua versão mais engordurada.

    ResponderExcluir
  169. Tenho acompanhado este blog a bastante tempo e atesto a fantástica qualidade do texto, mas sinceramente, sem qualquer demérito das postagens anteriores, essa é para mim a melhor de todas. Parabéns pelo excelente trabalho que realiza e que publique logo um livro. Mais e mais pessoas precisam ter acesso a sua genialidade.

    ResponderExcluir
  170. Não sei se é o seu caso, mas adoçantes podem atrapalhar indiretamente o emagrecimento.

    ResponderExcluir
  171. Só discordo de uma coisa no texto...porque a alimentação paleo não pode se coadunar com uma vida hedonista?
    Na boa, meu café da manhã foram três ovos caipiras mexidos no azeite misturados com cebolinha de verdeio...e umas nacas de abacate + dois expressos. Não consigo imaginar nada mais gostoso para um café da manhã...almocei polvo no azeite e uma montanha de verduras...isso é esforço? eu como MUITO bem no modelo paleo...pela noite já ta reservado em casa, vai ser um carré de porco e verduras no vapor depois regados no azeite...isso é esforço? enfim...eu troco fácil a "pizza nossa de cada sexta" por frutos do mar, costeleta de cordeiro, barriga de porco, etc..

    ResponderExcluir
  172. Sou educador físico e calouro de medicina da universidade federal de ouro preto. Recentemente tenho sido indagado constantemente sobre como irei fazer agora que serei, no futuro, médico? Continuarei com essa dieta maluca? Orientarei para as pessoas que sigam esse estilo? Respondo que so resolvi fazer medicina por conta desta dieta maluca. Que foi através de um médico que escreve sobre esta dieta que descobri o quanto um bom médico pode fazer a diferença. Obrigado por ter ter sido minha inspiração, pois ja Balzac com filha e esposa nao tem sido fácil, mas tem sido muito prazeroso e sei que valerá a pena.

    ResponderExcluir
  173. Antônio, a rigor, laticínios e embutidos, como o presunto e o bacon, não são paleo, mas são compatíveis com uma dieta low-carb. A versão "primal" da dieta os contempla. Se quiser emagrecer prefira os queijos mais maturados e gordurosos.

    ResponderExcluir
  174. oxente...minha mulher não ia gostar disso não...

    ResponderExcluir
  175. Não desista, futuro doutor... precisamos de profissionais de verdade.

    ResponderExcluir
  176. eu só achei esse aqui, é esse? http://live.smashthefat.com/why-i-didnt-get-fat/
    não foi uma dieta vegan.
    Esses aqui foram os resultados da dieta vegan:
    http://live.smashthefat.com/5000-calorie-vegan-challenge-day-21/
    http://live.smashthefat.com/why-i-did-get-fat/

    Acho radical pra caramba essas dietas de 5 mil calorias, mas no fim da conta só reforça a teoria de que os carboidratos é que são a chave da questão: com uma dieta de alta gordura a pessoa mantém um peso saudável, com uma dieta de alto carboidrato a pessoa fica gorda e doente. Em apenas 21 dias de teste com essa dieta de alto carboidrato ("vegan"), foram 7,1kg a mais. E só de gordura. Isso não é pouca coisa.
    E outra: quando ele se refere à dieta, ele não fala "Why I Got A Bit Fat Eating Over 5,000 Calories A Day Of A Vegan Diet", ("porquê eu fiquei um pouquinho gordo com uma dieta vegan de 5.000 calorias por dia").
    Ele se refere com "Why I DID Get Fat From Eating 5,000 Calories A Day Of A High Carb Diet" ("porquê eu DE FATO engordei comendo 5.000 calorias com uma dieta de alto carboidrato").



    O problema não é ser vegan ou não, é ser de alto carboidrato. Um vegan poderia cortar os carbs e aumentar a gordura, sim, tirando os amidos e farinhas e adicionando coco, abacate e castanhas. O problema da dieta vegan é justamente que, pelo padrão ao qual seus usuários são induzidos a praticar, ela é de alto carboidrato.

    ResponderExcluir
  177. Essa história de "não querer a popularidade" e "ter liberdade total", é o que deveria nortear os formadores de opinião. É por essas e outras que admiro este blog, os escritos de Olavo de Carvalho e todos aqueles que vão contra a maré, contra o senso comum e a mesmice de sempre ditada pela mídia financiada pelos governos e grandes corporações.

    ResponderExcluir
  178. luciana mantoanelli22 de outubro de 2014 15:15

    NNNAAADDDAAA foi boa.....o Sr já repetiu tantas vezes isso que virou um mantra já

    ResponderExcluir
  179. excelente análise...agora imagina passar a vida inteira tendo como principal fonte de calorias o côco, abacate e castanhas...tem que ter muita convicção vegana pra aguentar um negócio desses!

    ResponderExcluir
  180. toda informação polêmica que vem da globo eu considero como duvidosa até que se prove o contrário.

    ResponderExcluir
  181. Siga tudo o que está ali, MENOS essa parte. Pode comer o quão low carb vc quiser, desde que a urina permaneça alcalinizada devido à salada e à limonada.

    Em 22 de outubro de 2014 12:01, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  182. Pois é, nem isso eu sei, pois não se sabe o efeito dos fitoestrógenos sobre mama, ovários e endométrio.

    2014-10-22 12:48 GMT-02:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  183. Prolaminas

    2014-10-22 12:58 GMT-02:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  184. Você, eu, alguns outros. A maioria das pessoas troca tranquilamente o risco remoto de doenças horríveis pelo prazer frugal e imediato dos carbs.

    Em 22 de outubro de 2014 13:31, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  185. Ganhei meu dia.

    Em 22 de outubro de 2014 13:37, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  186. Exatamente

    Em 22 de outubro de 2014 14:25, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  187. Polêmica é nós que fazemos, ele só ecoam o senso comum.

    Em 22 de outubro de 2014 15:32, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  188. Te digo mais fatima, tome oleo de coco puro algumas vezes ao dia e tera um efeito ainda melhor aliado a dieta cetogenica na epilepsia. ;)

    ResponderExcluir
  189. Lister Leão, você poderia nos relacionar queijos com alto teor de gordura e fáceis de se encontrar em supermercados?

    ResponderExcluir
  190. Qualquer coisa meio amarela que forma um óleo amarelo quando se derrete no micro-ondas. Gouda, Minas Padrão, Provolone, Muzzarella, etc. Ou seja, queijo bom, não queijo diet.

    2014-10-22 17:03 GMT-02:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  191. Queijo prato e dureino pode?

    ResponderExcluir