quinta-feira, 13 de novembro de 2014

EXTRA! Big Fat Surprise será traduzido para o Português!

Em junho passado, fiz uma postagem sobre o que considero o livro mais importante da década, The Big Fat Surprise.

É com imensa alegria que divulgo aqui, com a devida autorização da Editora Martins Fontes (que já traduziu o Barriga de Trigo) e da Autora, Nina Teicholz, que o livro será traduzido para o Português. Ainda não há data, talvez fique apenas para 2016, mas o negócio já está fechado. Fico muito feliz por ter podido ajudar na concretização desse fato.

Reproduzo, abaixo, a postagem sobre o livro:

****XXXX****

Há 7 anos, em 2007, era publicado o livro Good Calories, Bad Calories, de Gary Taubes. Em retrospecto e na minha opinião, este foi o mais importante livro sobre nutrição e saúde jamais escrito. Este livro, sozinho, com o peso de suas milhares de citações bibliográfica e de suas 600 páginas, mudou o equilíbrio do discurso nutricional nos anos que se seguiram. Se hoje pesquisadores famosos conseguem levar a hipótese alternativa aos periódicos científicos mais importantes do mundo, isso deve-se a esse JORNALISTA, Gary Taubes.

Pois é novamente de uma jornalista que vem o livro mais importante da década, The Big Fat Surprise.



Assim como os livros de Taubes, não se trata de um livro de dieta. Você não encontrará aqui receitas ou fases, alimentos proibidos ou permitidos. Não. Trata-se de uma magnífica narrativa sobre os fatos e pessoas que nos levaram a esta situação lamentável na qual nos encontramos, em que a diretrizes nutricionais estão de tal forma divorciadas do estado atual da ciência a ponto de sugerir que diabéticos consumam 60% de suas calorias na forma de glicose.

Aqui você encontrará as repostas para a pergunta: "se todas as evidências apontam para um sentido, por que todos os especialistas afirmam o contrário?"

O livro prende o leitor como se fosse uma obra de ficção. Nina consegue dar vida aos seus principais personagens e dar contexto histórico às suas ações e suas consequências.

O capítulo sobre a dieta mediterrânea é especialmente fascinante e exemplifica, ao meu ver, como determinados conceitos emanados da cabeça de uma ou duas personalidades fortes podem tornar-se completamente hegemônicas e virais.

O livro está tendo uma tremenda repercussão nos EUA - o que é bom, muito bom!  Veja alguns exemplos:


Quando Gary Taubes lançou Good Calories, Bad Calories, o mundo foi pego de surpresa. A ideia de que a gordura faz mal (e, por conseguinte, de que deveríamos basear nossa alimentação em amido) era algo esculpido em pedra, com status de dogma. Taubes provocou as primeiras rachaduras neste consenso monolítico. Hoje, embora ainda permaneça grande e pesado, o consenso está desmoronando a olhos vistos.

O livro de Nina Teicholz chega em outro contexto histórico. O mundo não estava preparado para Taubes - eram tempos sombrios. Mas o momento não poderia ser melhor para Nina. Para exemplificar o que quero dizer, reveja o tom destas manchetes recentes, inimagináveis há 7 anos: 

Comidas "low fat" estão cheias de níveis "danosos" de açúcar,
EUA propõem novos rótulos que 'aceitam' gordura e 'demonizam' açúcar, Gordura saturada não é a vilã para o coração, diz estudo,  Uma dieta de baixa gordura saturada não reduz o risco cardiovascular nem lhe ajuda a viver mais, Carboidratos e a glicose são prejudiciais para a saúde do cérebro.


Sei que a década não acabou. Mas, até o momento, esse é o livro da década.

Nenhum comentário:

Postar um comentário