quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Sinal dos tempos

Minha esposa é historiadora, o que ajuda a explicar porque ela estava lendo um jornal de 1941, no qual ela encontrou a seguinte pérola:

Jornal Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 29/04/1941
Em 1941, as moças estavam preocupadas em GANHAR peso. Isso é reflexo da mudança dos padrões estéticos, sem dúvida (nem sempre a magreza patológica foi considerada desejável). No entanto, isso também reflete a realidade de que a obesidade era algo raro antes da introdução das diretrizes nutricionais nos anos 1970, que recomendavam a redução da gordura na dieta e o aumento dos carboidratos.

Seta: introdução das diretrizes
Linha cinza: consumo de gordura na dieta
Linha preta: consumo de carboidratos
Área Cinza: percentual de pessoas acima do peso

Se você queria ganhar dinheiro vendendo ilusões, o mercado de magras com desejo de ganhar peso era muito maior do que o mercado de pessoas com sobrepeso precisando perder. O que não mudou, neste tempo, foi a venda de ilusões.

Assim como suplementos (tais como os da propaganda) não engordam, tampouco eles emagrecem. A picaretagem e a genética humanas não mudaram dos anos 1940 para cá. O que mudou foi a dieta. Quando a dieta era composta de alimentos pouco processados, sem medo da gordura e sem o incentivo para o consumo EXTRA de carboidratos, tentava-se vender fórmulas de ganho de peso. Em tempos de pirâmide alimentar, tenta-se vender fórmulas de emagrecimento.

Nos anos 1940, a ênfase era em garantir uma nutrição adequada, sugerindo que as pessoas consumissem um pouco de tudo, para evitar deficiências nutricionais. Nos anos 1970-1990, a ênfase era e garantir a RESTRIÇÃO de gordura e o AUMENTO dos carboidratos.

Compare as orientações dos anos 1940, abaixo, com as orientações da pirâmide alimentar, e tente ver o que aumentou e o que diminuiu. Não precisa ser um Einstein...



Então, repetindo, eis a correlação entre a introdução das diretrizes nutricionais no final dos anos 1980 e a obesidade:

E eis a demonstração de que as pessoas estão, de fato, SEGUINDO a pirâmide alimentar:
Se as magrinhas dos anos 40 soubessem que a solução para seus problemas era tão simples...

Nenhum comentário:

Postar um comentário