A culpa é do gordo?

Susan Zontag escreveu, em 1978, um ensaio denominado “A Doença Como Metáfora”. Neste texto, a autora discute câncer, tuberculose e a mentalidade de “culpar a vítima” que acompanhava estas condições em diferentes épocas. É neste contexto que ela escreve:  “Teorias de que doenças são causadas por um estado mental, e que podem ser curadas apenas … Leia mais

Consumo versus gasto calórico – variáveis dependentes ou independentes?

Isso é tão básico, que é realmente supreendente que muitos pesquisadores em obesidade ignorem este “detalhe”. Quando se afirma que “basta comer menos” e “basta fazer mais exercício”, parte-se do pressuposto que essas duas variáveis – consumo e gasto – são independentes. Será mesmo? Pense nisso: pessoas (e animais de laboratório) sob restrição calórica severa … Leia mais

Estamos negando a termodinâmica?

Por anos eu acreditei (e repeti incontáveis vezes) que as leis da física determinam que a causa da obesidade é o consumo excessivo de calorias acoplado ao sedentarismo. Mais especificamente, a primeira lei da termodinâmica, que trata da consevação de energia, determinaria este fato. Ninguém seria louco de negar a veracidade da 1a lei da … Leia mais

Por que gêmeos idênticos tem percentual de gordura semelhantes?

É um fato. Gêmeos idênticos, mesmo criados separados, não são apenas extremamente parecidos em seus traços, cor de cabelo, etc. São igualmente magros ou igualmente obesos. Não apenas isso, mas a distribuição da gordura no corpo é idêntica (mais na barriga, mais nas nádegas, etc). Se você acredita que o balanço calórico é a causa … Leia mais

O grande significado de apenas 20 calorias por dia

Quanto mais nos aprofundamos nos paradoxos da teoria do balanço calórico, mais evidentes vão se tornando suas fraquezas. Quando nos dizem que a obesidade é a consequência gradual de comer um pouco mais do que se deve e exercitar-se um pouco menos, a solução parece simples. Então por que a obesidade é epidêmica, se suas … Leia mais

Por que o exercício físico também não funciona?

Poucas coisas dão tanta fome quanto o exercício. E é natural que seja assim. Afinal, quando perdemos água ficamos com sede, porque não ficaríamos com fome quando “perdemos” calorias? No entanto, a sabedoria convencional é a de que precisamos criar um défcit calórico, ou seja, não apenas deveríamos fazer mais exercício, mas ao mesmo tempo … Leia mais

O dilema da dieta de fome

Como vimos no último post, uma dieta balanceada e levemente hipocalórica não funciona. Mas, e uma dieta com restrição calórica severa? Aquilo que em inglês se denomina de “semi-starvation diets”, ou “dietas de quase jejum” ou “dietas de fome”, são dietas com restrições calóricas severas, na faixa de 1200 ou mesmo 600 calorias por dia. … Leia mais

Por que comer menos não funciona?

No início da década de 1990 foi lançado nos EUA um grande estudo sobre tópicos da saúde da mulher, o Women’s Health Initiative (WHI). Quase 50 mil mulheres foram recrutadas para este estudo, e um dos tópicos abordados era o impacto de uma dieta pobre e gorduras sobre a saúde. Cerca de 20 mil mulheres … Leia mais

O paradoxo da “Epidemia de Obesidade”

Não resta dúvida que a obesidade vem aumentando de forma epidêmica. As causas? Bem, já cansamos de ouvir: a indústria do fast-food, o maior número de horas em frente à TV, a diminuição do trabalho braçal na vida moderna (elevadores, carros, transporte público, controle remoto, etc.). Enfim, uma consequência da urbanização e da afluência das … Leia mais