quarta-feira, 24 de setembro de 2014

O fracasso é órfão

Há exatamente um ano, eu escrevia aqui no blog a seguinte frase: "em poucos anos estaremos chegando na fase em que as pessoas, DO NADA, começarão a dizer que SEMPRE SOUBERAM que a gordura não era o problema"; "Mas, quando todo mundo "descobrir" que a gordura não é a vilã, lembre-se: você leu primeiro aqui".

Pois é, passou-se apenas UM ano, e eu dou de cara com o seguinte artigo no BLOG da American Heart Association (Associação Americana de Cardiologia):




Recent study adds weight to the low-carb vs. low-fat debate (Estudo recente coloca ênfase no debate Low Carb versus Low Fat).

O artigo fala sobre a recente publicação de (mais um) estudo prospectivo e randomizado provando a superioridade de low carb sobre low fat, sobre o qual já tratamos aqui, aqui e aqui, aquele que demonstrou que low carb produz maior redução de peso e melhor perfil de risco cardiovascular do que low fat:



Os três parágrafos finais são antológicos*:

"Há uma concepção errônea de que a Associação Americana de Cardiologia (AHA) apoia uma dieta de baixa gordura", diz Rachel Johnson, PhD, MPH, RD, professora de nutrição na Universidade de Vermont e última presidente do Comitê de Nutrição da AHA. "Nós não estamos mais dizendo que uma dieta low fat (baixa gordura) é a resposta. Nós recomendamos gordura moderada com foco em gorduras saudáveis, e suas escolhas de carboidratos precisam ser focadas".
Isto significa limitar açúcar adicionado e carboidratos refinados. Nos últimos 10 anos, a AHA tem colocado uma grande ênfase em limitar o açúcar na dieta.
"A ciência evoluiu, e comer muitas calorias oriundas de açúcar é perigoso para a sua saúde cardiovascular", disse Rachel Johnson. "Açúcar de bebidas como refrigerantes determinam um alto risco de sobrepeso e obesidade".

COMO É QUE É?

  • "Há uma concepção errônea de que a Associação Americana de Cardiologia (AHA) apoia uma dieta de baixa gordura." --> Não pude deixar de lembrar desse quadro do Jô Soares:


Errônea? ERRÔNEA? A Associação Americana de Cardiologia NÃO apoia uma dieta de baixa gordura??? Me tira o tubo!!

Meus caros leitores: Ok, falando sério, eu fico muito feliz que a AHA tenha aberto os olhos para a realidade. No entanto, ninguém é otário, e até as pedras sabem que a AHA sempre ABOMINOU as dietas low carb, chamado-as de "dietas da moda", e SEMPRE PREGOU dietas low fat como a ÚNICA alternativa saudável, colocando seus selos em forma de coração exclusivamente em produtos açucarados com zero de gordura na fórmula.

O que falta nesses artigos conciliatórios? Uma MEA CULPA, um pedido de desculpas, a ADMISSÃO do erro. Falta explicar que as diretrizes vigentes nos últimos 40 anos foram baseadas exclusivamente em ideologia, e não na ciência.

Mas, enfim, O FRACASSO É ORFÃO. Agora, em 2014, ninguém mais parece disposto a assumir a paternidade desse bastardo.

George Orwell, em sua obra prima 1984, descrevia com PERFEIÇÃO como o Ministério da Verdade, de uma hora para outra, reescrevia a história de modo a enterrar quaisquer incoerências.

Da wiquipédia:

"Controle da Informação

O Ministério da Verdade cuida nas notícias, entretenimento, artes e educação. O seu propósito é reescrever a história e alterar os fatos, de forma que eles se encaixem na doutrina do Partido.

Por exemplo, se o Grande Irmão fez uma previsão que se revelou errada, os funcionários do Ministério devem reescrever a história de forma que a previsão do Grande Irmão seja precisa.

Dentro da novela, Orwell discute qual é a razão para a existência deste ministério: o seu objetivo é criar a ilusão de que o Partido é absoluto. O Partido não muda suas diretrizes, não comete erros, porque isto implicaria fraqueza, e para manter o poder o Partido deve parecer eternamente correto e forte."


As diretrizes, nessa visão Orweliana, na verdade não mudaram. Elas sempre foram assim! Vocês é que não se lembram direito.

Errado. Nós, ao menos aqui neste blog, lembramos.


* “There’s a misperception that the American Heart Association supports a low-fat diet,” said Rachel Johnson, PhD, MPH, RD, professor of nutrition at the University of Vermont and immediate past-chair of the American Heart Association’s Nutrition Committee. “We’re not saying anymore that a low-fat diet is the answer. We recommend moderate fat with a focus on healthy fats and your choices around carbohydrates need to be focused.”
This means limiting added sugars and refined carbohydrates. In the past 10 years the organization has placed a large emphasis on limiting added sugars in diet.
“The science has evolved, and eating a lot of calories from added sugars is harmful to your cardiovascular health,” Johnson said. “Added sugars from sugar-sweetened beverages pose a higher risk for being overweight and developing obesity.”

207 comentários:

  1. Jamais admitiriam o erro. O orgulho seria ferido. Obrigado pelos esclarecimentos diários, doctor.

    ResponderExcluir
  2. Estou pulando de alegria! Deixa o tubooooo! kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Vistes a capa da revista Saúde setembro?

    ResponderExcluir
  4. certeiro, como sempre

    ResponderExcluir
  5. Cada dia mais me sentindo dentro do livro do George Orwell....assustador.

    ResponderExcluir
  6. Fatima Aparecida Rocha Guimara24 de setembro de 2014 23:27

    muito legal ...

    ResponderExcluir
  7. Pois é, Souto...

    Como sempre, os grandes "sabidões" tentam dar um jeito de não dar o braço a torcer. Se não fosse o fato de eu ficar feliz vendo que o "gigante piscou", também me revoltaria. De qualquer maneira, quanto mais órgãos deste alcance divulgarem as idéias corretas, mais pessoas vamos conseguir alcançar.

    É até ridículo tentarem "desdizer" o que sempre disseram mas, me diga com sinceridade, você se impressiona com mais alguma coisa que venha dessa turma? HAHAHA!

    Você, como mais outros corajosos pesquisadores em todo o mundo, tá na ponta dessa lança e feriu o coração do oponente. Ele tá cambaleando. Parabéns!

    Grande abraço, saúde e paz!

    ResponderExcluir
  8. Uouuuuu! Adoreiiii... Morry com o seu: "me tira o tubo"!!!

    ResponderExcluir
  9. The Big American Brother Heart Association. Muitas vezes sinto vergonha de ser humano.

    ResponderExcluir
  10. Acho que ainda vai demorar um pouco até todos se renderem, admitindo que eram LCHF desde criancinhas...

    ResponderExcluir
  11. Ana Paula Vasconcelos25 de setembro de 2014 00:23

    Sem palavras para isso...espetacular!!!

    ResponderExcluir
  12. Isso é o Sistema, dr. Souto. O sistema sempre quer parecer certo. Acredito que a verdade sempre liberta. Essa turma aí não está interessada na verdade. Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  13. Deixa o tubo!
    Olha o que me encaminharam a pouco via Face: http://paradigmatrix.net/?p=8271#comment-11885
    O bizarro é que a matéria que originou essa pérola é essa: http://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/healthy-eating-plate/
    E assim, está mais uma vez comprovada a tese de que foi o consumo de carne e gordura saturada, que propiciou o desenvolvimeno do cérebro e da cognição. Pelo jeito só comer mato está fazendo o de alguns regredir. Ou será que no fundo Lamarck teria razão a respeito do uso e desuso?

    ResponderExcluir
  14. As citações e paralelos dos posts, como sempre, geniais, hehe. Quanto tempo até ter médico lowfat dizendo que SEMPRE defendeu lowcarb tb, pra novos pacientes? :D

    ResponderExcluir
  15. Sorte nossa que Ancel Keys está morto, se não agora ele ia dizer que o artigo dele na verdade queria dizer pra comer gordura! Ahhhhh, me tira o tuboooo!

    ResponderExcluir
  16. "The ratio of calcium to magnesium in the diets of the Paleolithic man was 1.3 to 1, but the diet that is commonly used now has shifted that ratio to 5 to 1. The main culprit is the inclusion of dairy products in the modern diet. The calcium-to-magnesium ratios found respectively in milk, yogurt and hard cheeses are 7:1, 11:1, and 26:1."
    http://www.poliquingroup.com/ArticlesMultimedia/Articles/Article/208/Magnesium_Deficiency_A_Growing_Health_Crisis.aspx
    Na verdade já há pelo menos uma década com estudos associando excesso de cálcio com maior incidência de diversas doenças. Jaminet aborda isso no cap. 32 do PHD.
    Lamarck é o pai da epigenética! ;-)

    ResponderExcluir
  17. Ainda vão jogar a culpa nos pacientes!

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pelo seu trabalho. Acompanho com muita admiração.

    ResponderExcluir
  19. Estou esperando isso repercurtir na Europa.

    ResponderExcluir
  20. http://www.paleodiario.com/2014/05/o-roubo-da-historia-orwell-stalin-keys.html

    ResponderExcluir
  21. Acho que não vai. Eu "pesquei" isso perdido lá no blog da AHA. Não é uma notícia.

    2014-09-25 7:39 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  22. Amelia Schwarzeluhr25 de setembro de 2014 08:33

    Yesssss!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Mara Regina Arnhold25 de setembro de 2014 09:23

    Humildade é fraqueza para alguns, e é ruim para os negócios! Obrigada Doutor!!! E vamos deixar o tubo!!!! kkkk

    ResponderExcluir
  24. Brilhante Dr. Souto! Quando eu crescer quero ser assim!
    E como diz o ditado..."filho feio não tem pai", masssss era o patinho feio e que virou cisne. Aí, adivinha!?
    Mas ainda assim acho que ainda teremos um longo caminho até que os senhores doutores, no alto dos seus jalecos brancos se rendam e se posicionem na prática clínica. isso é coisa mais uns 10 anos pelo menos.

    ResponderExcluir
  25. Pior do que errar é não admitir que errou.

    ResponderExcluir
  26. A revista Runners World Brasil publicou um artigo sobre páleo ontem. Dessa vez, achei a matéria bem ruim. Mas, vale a pena ler. Tem uma breve citação do Adolfo Neto (a parte boa). Há uns 2 anos, a revistou publicou algo bem melhor. Acho que ainda não está no site, pois sai primeiro para os assinantes. Quando sair, disponibilizarem o link.

    ResponderExcluir
  27. Eu peguei hoje uns exames que fiz ontem. Eu já estava com deficiência crônica de cálcio a bem uns 2 anos (desde que tirei a tireóide), mesmo com complementação de vitamina D e cálcio. Após iniciar a paleo, elevei os níveis de cálcio, mas ainda não o suficiente. Depois de julho comecei a usar ZMA (meu foco era o magnésio, mas ainda não achei o cloreto de magnésio puro)... E adivinha? Pela primeira vez saí da deficiência de cálcio. E da deficiência de vitamina D - ainda está como "insuficiente", mas saí do estado de deficiência.
    Curiosamente, a única coisa que mudou foi o consumo de magnésio. O de laticínios, eu até reduzi: antes era um copão de leite todo dia, mais um iogurte à tarde. Agora ocasionalmente eu tomo uma xícara menor de leite, nem sempre eu tomo iorgute, que até deveria, por ser prebiótico. Até a exposição de sol mudou muito pouco.
    Ah: além do ZMA, estou tomando uma mini mini pitadinha de borax todo dia pela manhã ou início da tarde :B (estou testando uma hipótese)

    ResponderExcluir
  28. Adoro saber que cada vez mais estou traçando o caminho certo. Obrigado Dr souto por me mostrar este caminho.

    ResponderExcluir
  29. É que na outra vez eu participei ativamente da confecção da matéria...
    Em 25 de setembro de 2014 10:21, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  30. Há quem diga que o leite de magnésia vire cloreto no organismo.. Eu tomo esse, mas meu marido manipulou cloreto pra tomar puro!

    ResponderExcluir
  31. Só se for por alquimia

    Sent from mobile phone
    Em 25/09/2014 11:21, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  32. *pesquisando*
    pô, vira mesmo... =x

    ResponderExcluir
  33. É isso que eu fico indignado Dr. as pessoas ainda não terão acesso a essas informações se não procurarem!! A industria da morte ainda tem mta influência em tudo isso...
    Eu fico pensando com meus botões quantas patologias se poderiam evitar melhorando a qualidade de alimentação do povo, quanto dinheiro gasto com tratamentos inúteis nós pagamos através de impostos, quanto sobraria pra cada país investir em qualidade de vida e infra-estrutura, sem se roubar tanto é claro, até uma simples LER agravada por inflamações causadas pelos cargos e acucares poderiam ser melhoradas... eu sou um exemplo disso, pois malho a anos, e tinha mtas dores nas articulações por todo o corpo!! E simplesmente desapareceu após a terceira semana de lowcarb, fiquei até apreensivo, não acreditando, tinha dores nos ombros que achei que nunca mais iam sarar, devido aos longos anos de exercícios físicos, e os joelhos? a cada aula de membros inferiores, no outro dia tinha que me apoiar pra sentar ou levantar do vaso, hoje não sinto nada!!! É incrível, e isso não chegará a população em geral, por isso lhe parabenizo por esse serviço gratuito que nos presta, são poucos que fazem isso. Abraço.

    ResponderExcluir
  34. É verdade. Kkkkk!

    ResponderExcluir
  35. A frase é verdadeira. O verbo está no presente: apoia (supports). E se a AHA diz no seu site que não apoia então não apoia, certo? Os 40 anos passados no erro foram esquecidos. Mas qual o problema, mesmo aqui? Afinal, a ciência não é feita de erros e acerto? O problema seria um erro muito longo? Ou muito impactante? Não, embora estas duas condições sejam verdadeiras. O (maior) problema aqui - o que nada tem a ver com o progresso da ciência - é que diretrizes nutricionais de altíssimo impacto foram baseadas em má ciência, muito má ciência (para saber o quanto má foi esta ciência, o livro da Nina). Será que além de aprender que gordura saturada não faz mal nós (nós quem?) aprenderemos a tomar decisões sobre nossa vida nutricional?

    ResponderExcluir
  36. Uma palavra: #100çaçonau

    ResponderExcluir
  37. Concordo, Márcio, as diretrizes foram baseadas em (muito) má ciência. Porém agradaria ao público ver uma atitude de humildade (hã? kkkkkkk) da AHA e assumir que estava-se errado. Um mea culpa como disse o dr. Souto. Mea culpa, mea maxima culpa.

    ResponderExcluir
  38. "Me tira o tubo " ,foi ótimo. Um dia assumiram as inverdades que incutiram na cabeça do povo.

    ResponderExcluir
  39. Afinal, não estamos apenas falando de uma organização que coloca de forma cândida a sua interpretação da literatura. Estamos falando de gente que acusou o Dr Atkins de charlatão nos anos 1970, fazendo com que o mesmo fosse chamado perante o SENADO americano para dar explicações. Estamos falando de uma verdadeiro McArthismo na esfera da nutrição. Sim, eu acho que um mea culpa segue sendo devido. Talvez, um dia...

    Sent from mobile phone
    Em 25/09/2014 13:09, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  40. Daqui a pouco vão tentar dizer que a população é que entendeu errado as diretrizes e preferiu o açúcar ao invés da gordura e irão reescrever isso até que se torne uma "verdade absoluta", mas estaremos aqui para mostrar que estavam errados......
    "A vantagem de sermos inteligentes é que podemos fingir que somos imbecis, enquanto o contrário é completamente impossível" - Woody Allen

    ResponderExcluir
  41. Dr, seu título não poderia se melhor... Vc é show!!
    Abraço

    ResponderExcluir
  42. Esse teu post me lembrou esse vídeo http://www.youtube.com/watch?v=sNHlZvk09tI&feature=youtu.be

    ResponderExcluir
  43. Esse vídeo é ótimo

    2014-09-25 14:11 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  44. A sociedade toda está contaminada com este conceito.

    ResponderExcluir
  45. Dr.,fugindo do assunto... preciso de uma luz...
    Estou com conjuntivite, que começou com sintomas diversos no
    fim de semana: dores de cabeça, domingo tosse, segunda dor de garganta e de
    noite dores musculares por todo corpo (fiz academia de manhã), na terça
    continua a tosse e nódulos pelo pescoço. Nesta madrugada acordei com um dos olhos grudados e vermelhos.
    Fui no oftalmo que me receitou colírio nepodex (5x ao dia) e disse que esses
    sintomas não tem nada a ver com a conjuntivite. Porém, fuçando na internet, eu
    achei que eles ocorrem na conjuntivite e os gânglios alterados seriam casos de
    conjuntivite viral. Esse colírio tem dexametasona e queria algo mais paleo pra
    usar... existe algo? Fiz compressas com chá de camolila gelado, mas confesso
    que meu pescoço esta me incomodando um pouco... bem dolorido. Continuo
    trabalhando com um tubo de álcool gel do meu lado e me sentindo "bichada", rsrs...

    ResponderExcluir
  46. Não domino oftalmologia paleolítica... Mas parece uma baita virose, pela sua descrição.

    Em 25 de setembro de 2014 15:29, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  47. hahahaha
    a solução paleolítica pra isso seria sacrificar o doente para garantir a saúde e segurança dos demais membros da população... melhor ficar com a medicina moderna, viu?

    ResponderExcluir
  48. sou advogado mas pai de um bebê que vai a creche desde bem novinho e já deve ter pego umas 3 conjuntivites. Se é viral...só soro, deixar sempre bem limpo...

    ResponderExcluir
  49. Pois é!! Acho que vou doar o colírio e passar pro soro mesmo! Valeu!

    ResponderExcluir
  50. R. Leite, vc já dever ter encontrado o trabalho da dra. Carolyn Dean, grande advogada do magnésio e autora dos livros The Magnesium Miracle e Death by Modern Medicine. A suplementação de cálcio e vitamina D sem magnésio é um erro da mesma magnitude da pirâmide alimentar http://drcarolyndean.com/2013/03/too-much-vitamin-d/
    Aqui em Porto Alegre encontra-se o MgCl2 em qualquer farmácia, produzido por um laboratório local. Tempos atrás encontrei um DIY para bicarbonato de Mg a partir de MgOH, mas ainda não encontrei MgOH sem NaClO...
    A Lara Briden fez uma excelente série de postagens sobre os benefícios do Mg às mulheres. Estou em campanha para o dr Souto escrever um post sobre o Mg... Eu acho incrível como o alimento mais rico em Mg ao mesmo tempo prejudica sua absorção (trigo)!

    ResponderExcluir
  51. Se eu tivesse qualquer parentesco com Dr. Atkins, exigiria um pedido de desculpas público... é o mínimo...

    ResponderExcluir
  52. Receita "não-tão-paleolítica", mas que funciona muuuito bem:


    - Suco espremido na hora de 3 laranjas e ligeiramente morno
    - 2 colheres (sopa) de óleo de coco virgem ou extra virgem


    Mexa bem e tome rapidamente, duas vezes ao dia, preferencialmente junto ou após uma refeição (páleo, naturalmente).


    Vai dar um "up" na tua imunidade e reduzir drasticamente o tempo de maturação da virose. Se não for virose, vai te fazer muito bem também.

    ResponderExcluir
  53. Andrei Rocha de Almeida25 de setembro de 2014 16:50

    Parece que foi mais rápido do que pensávamos... Já estão varrendo a sujeira...

    ResponderExcluir
  54. Cacá Amadei Barbiellini25 de setembro de 2014 16:54

    Caro Dr. Souto. Como o Sr. é de POA, pergunto se já ouviu falar da Lake Side Beer, primeira cerveja sem glúten do Brasil. Fabricada em Passo Fundo e lançada este ano. https://www.facebook.com/lakesidebeer . Gostaria de saber a sua opinião e, principalmente, se algo "sem gluten" é a mesma coisa que "baixo carboidrato". Ou seja, se o consumo dessa cerveja faria, em princípio, menos mal para quem quer perder peso. Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  55. Nunca bebi cerveja, então estou por fora.
    Quindim não tem glúten
    Pirulito também não
    Algodão doce também não.
    Ter glúten ou não não tem nada a ver com baixo ou alto carboidrato.

    Em 25 de setembro de 2014 16:54, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  56. Cacá Amadei Barbiellini25 de setembro de 2014 17:00

    O que interessaria saber então, nesse caso, é a quantidade de carboidratos presentes, é isso?

    ResponderExcluir
  57. Cacá Amadei Barbiellini25 de setembro de 2014 17:01

    O que interessaria saber então é a quantidade de carboidratos presentes, é isso?

    ResponderExcluir
  58. É

    Em 25 de setembro de 2014 17:01, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  59. Cacá Amadei Barbiellini25 de setembro de 2014 17:04

    Perfeito! Obrigado!

    ResponderExcluir
  60. Acabei de ver esta capa de revista de madame na banca:

    ResponderExcluir
  61. Dr. Souto, tive uma forte reação alérgica causada pelo tempero do filé de peito de frango resfriado do Pão de Açúcar, que me lembrou a sua dermatite herpetiforme. Suspeito do uso de tartrazina no tempero. Estou todo empipocado e com coceira. Sensação horrível. Vou ter que evitar tartrazina de agora em diante à todo custo.

    ResponderExcluir
  62. Bah, larguei todas essas coisas pré-temperadas.

    Em 25 de setembro de 2014 17:42, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  63. Nao entendi dua resposta, porque ela trata de dieta low carb de maneira geral, e eu citei somente que verduras foram consideradas beneficas.
    De fato, carnes elevam a acidez, mas como eu falei somente de verduras, deixei de fora que cordain tb cita: "a recent study (...) found that although animal protein increased the urinary excretion of calcium, it did not have any negative consequences for bone health." (Ibid pag. 58)
    Ou seja, a mesma conclusao que sua resposta chega tambem. So nao entendi como uma coisa faz a oitra estar errada.

    ResponderExcluir
  64. Ele está errado, e por VÁRIOS motivos.

    1) Nenhum alimento, repito, NENHUM alimento altera o pH do corpo de uma pessoa saudável (sem insuficiência renal). Isso é um mito meio ridículo e o Cordain, como médico, não podia ter caído nessa;

    2) Sim, é verdade que alguns alimentos aumentam a CARGA ÁCIDA do corpo, mas isso apenas significa que os vários sistemas tampão do organismo entrarão em ação para produzir a neutralização imediata dessa carga, enquanto a URINA será acidificada para restaurar o poder de tamponamento do sangue;
    3) É simplesmente INCORRETA a afirmação de que o cálcio dos ossos será usado para tamponar a carga ácida de qualquer alimento, visto que isso só ocorreria em uma acidose metabólica. No entanto, em pessoas normais, mesmo que se beba vinagre, o pH do sangue ficará dentro de uma faixa estreita e bem regulada entre 7,35 e 7,45. Nesta faixa fisiológica de pH, o metabolismo do cálcio segue sendo controlado exclusivamente por mecanismos hormonais (PTH, vitamina D, calcitonina) não sendo afetado em NADA pelo natureza alcalinizante ou acidificante da sua comida;

    4) Você fez uma leitura muito rápida do artigo que mandei. Ali está explicado que há um aumento da excreção de cálcio em dietas com mais proteínas e mais carga ácida. Mas está também escrito que NÃO HÁ AUMENTO DOS MARCADORES DE REMODELAÇÃO ÓSSEA. Mais do que isso, está claro que esse aumento da excreção de cálcio é devido ao AUMENTO DA ABSORÇÃO DE CÁLCIO NO INTESTINO. Ou seja, o cálcio não vem dos ossos. Repito, O CÁLCIO NÃO VEM DOS OSSOS da pessoa. É que uma dieta com mais proteínas aumenta de tal forma a EFICIÊNCIA da absorção intestinal de cálcio, que o excesso de cálcio ofertado ao organismo precisa ser excretado pelos rins.

    5) Há um artigo, citado na postagem que anexei antes, cujo TÍTULO já diz isso: "Uma *dieta rica em proteína* de carne e em carga ácida renal potencial *aumenta a absorção fracional de cálcio* e sua excreção renal *sem afetar os marcadores de reabsorção ou de formação óssea* em mulheres pós-menopáusicas"

    6) Portanto, como eu disse, o Cordain está ERRADO. Comer carne (vermelha, rosa, branca, tanto faz!) é, em termos nutricionais, PROTETOR da massa óssea. Comer pouca proteína, e POUCA aqui se refere a comer 0,8g por Kg de peso, ou seja, o valor recomendado pelas diretrizes vigentes, REDUZ de tal forma a absorção de cálcio a ponto de gerar hiperparatieeroidismo secundário e, isso sim, leva a descalcificação óssea. Ou seja, ele não está apenas errado, ele está 180 graus errado, tão errado quanto é possível alguém estar nesse assunto. Referência: http://ajcn.nutrition.org/content/78/3/584S.long

    7) Comer vegetais é maravilhoso, eu recomendo, chego a comer 2 pratos CHEIOS de salada antes da minha refeição principal. Mas os benefícios não têm nada - NADA - N.A.D.A a ver com pH do sangue pois - é bom que se frise - o pH do sangue não se altera significativamente com NENHUM alimento.
    8) Os vegetais, ao produzirem um aumento da carga alcalina do corpo, alteram o pH da URINA - eu disse da URINA, não do sangue. Assim, há situações, como pacientes formadores de pedras de ácido úrico, nas quais a qualidade alcalinizante (da urina) dos vegetais é útil do ponto de vista médico. Mas prevenir descalcificação óssea não é uma delas.

    9) A maneira mais eficaz de produzir descalcificação óssea é, portanto, reduzir a carne e aumentar a salada. Repito: respeito muito o Cordain, recomendo seus livros aqui no blog, mas não há vacas sagradas em ciência. Ele está simplesmente errado sobre esse assunto. E seu erro foi repetir de forma não crítica a sabedoria convencional vigente - coisa que ele já deveria saber que tem ALTA chance de estar errada.

    2014-09-25 18:49 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  65. lIca, use o colirio de eufrasia, eufrasia e uma planta, o melhor produto pra conjutivite disparado.

    ResponderExcluir
  66. Não é a primeira vez que o Cordain embarca nesse tipo de erro. Em um dos seus livros ele já condenou a gordura saturada
    Depois ele retificou. De qualquer forma, me passa a impressão que falta a ele verdadeira percepção científica.

    ResponderExcluir
  67. Tem gente que entra em pânico se não puder mais consumir trigo... Já viram esse absurdo
    http://www.lagazzettadelmezzogiorno.it/puglia/a-foggia-scoperto-glutine-amichevole-speranza-per-celiaci-no727524 ?

    ResponderExcluir
  68. Beleza, agora ao invés de obesidade, diabetes, síndrome metabólica e artrite reumatoide, vai dar "só" os primeiros 3...

    Em 25 de setembro de 2014 21:40, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  69. Primeiro de tudo, obrigado pela resposta detalhada. De fato li rapidamente o artigo, mas porque procurei uma refutação rapida da ideia acidez/alcalinidade que citei. Quando vi as explicacoes sobre a absorcao de calcio e porque muita proteina protege os ossos, simplesmente nao achei que isso implicasse que o mecanismo que citei tambem nao poderia existir concomitantemente. Quanto a vacas sagradas, foi exatamente por concordar contigo que elas nao existem que eu disse que nao havia entendido a resposta, em momento nenhum achei que o que o cordain havia dito era evangelho.

    ResponderExcluir
  70. Ok, já que vc teve saco de ler toda a minha fúria contra a história do pH, vou lhe dar um brinde:

    http://chriskresser.com/the-ph-myth-part-1 http://chriskresser.com/the-acid-alkaline-myth-part-2

    Em 25 de setembro de 2014 22:18, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  71. So quem escreve sabe que escrever é muito mais dificil que ler. Se alguem teve saco aqui, foi voce, ao dar uma explicacao tao detalhada para minha duvida. Nao passava de minha obrigacao ler.
    Muito obrigado pelo brinde, irei lê-lo agora.
    De novo, obrigado.

    ResponderExcluir
  72. Nada como ver esse post saboreando uma picanha com legumes na manteiga. De repente se tornaram ainda mais saborosos! "AHA" hahahaha. Faz-me rir esse papo de "bem, não era bem assim, quer dizer, não quisemos dizer isso e blá blá bla". Daqui a pouco dirão: "sempre soubemos que a lowcarb era superior e..." Um pouco de humildade e reconhecimento não deveria fazer mal a ninguém!!!! Parabéns Souto pelo "tapa de luva". O merecido seria um "direto de direita".
    Cordial abraço.

    ResponderExcluir
  73. Até imagino a fúria que foi assistir aquela palestra do Dr. L*** R****** sobre ph e refrigerantes.. Tanta gente caiu neasa.. Rsrs! Por dedução, minha coca zero não prejudicará o esqueleto! Tão bom saber disso Dr. Souto!

    ResponderExcluir
  74. Douglas Teócrito de Aquino26 de setembro de 2014 06:29

    Dr. Souto, eu sei que não tem a ver com o coração, mas você viu um vídeo que estão espalhando no Facebook sobre um canal de notícia estadunidense, o qual informa sobre uma dieta anti-câncer com diversos casos reais? No vídeo, o que eles chamam de dieta cetogênica seria a dieta Paleo, correto?

    ResponderExcluir
  75. Ri demais com este post! ME TIRA O TUBOOOO foi impagável!!!

    ResponderExcluir
  76. Deve fazer mal por vários outros motivos. Mas esse (o fato de ser um ácido fraco - ácido carbônico - por causa do CO2 diluído) pode fazer mal, no MÁXIMO, para dentes.

    Sent from mobile phone
    Em 26/09/2014 00:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  77. Não, é dieta cetogênica (very low carb). Páleo, em geral, não é cetogênico.
    Sent from mobile phone
    Em 26/09/2014 06:29, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  78. Existe problema se uma pessoa passar a vida toda na cetogênica?

    ResponderExcluir
  79. Talvez. Ninguém sabe. Não há estudos de longo prazo. Mesmo populações extremas (Inuits) não passam a vida toda em cetose (consomem proteína demais, que é convertida em glicose impedindo a cetose). Naturalmente, é mais saudável passar a vida em cetose do que a vida em dieta ocidental padrão. Mas parece claro que o ideal é uma dieta páleo abaixo de 150g de carbs dia. Agora, PERÍODOS de cetose podem ser bem benéficos.

    Sent from mobile phone
    Em 26/09/2014 08:08, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  80. Obrigada Dr.! Me sinto bem melhor em cetose (depois de cetoadaptada)... Minha atenção e disposição para exercícios só ficaram normais assim (a ponto de me livrar do antidepressivo - eu já havia cortado os para alergia e refluxo com a paleo).. Talvez compense o eventual risco.. Meu maior receio era osteoporose, mas li aquele post sobre http://www.lowcarb-paleo.com.br/2012/09/low-carb-e-osteoporose.html?m=1
    e fiquei mais tranquila!

    ResponderExcluir
  81. E você está, MESMO em cetose, ou apenas low carb? Já mediu?

    Em 26 de setembro de 2014 08:25, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  82. http://www.lowcarb-paleo.com.br/2013/09/por-que-glicemia-de-jejum-pode-aumentar.html http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/08/sobre-importancia-de-compreender.html
    Meu primeiro exame de sangue foi aos 40. Para quem está se sentindo bem, recomendo ficar longe de médicos.

    Em 26 de setembro de 2014 08:33, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  83. Sim Dr! Tenho um medidor de cetonas no sangue.. Mas as vezes eu saio sem querer (se como muitas verduras ou vinho seco), fico nos 0.6-0.8 costumeiramente.

    ResponderExcluir
  84. A cada publicação a simplicidade de termos tão desconhecidos pra mim, mas o Dr cuida pra que o entendimento seja acessível pra quem quiser ler, tenho visto vocês como a Grande família Paleo e Lowcarb, ganhamos vida a cada fato comprovado;
    Ontem me deparei com essa matéria
    http://ego.globo.com/beleza/noticia/2014/09/atriz-se-espelha-em-juju-salimeni-e-perde-55-quilos-em-um-ano.html


    Que a mulher comenta que tentou "todas as dietas" e cita por ultimo como se houvesse um medo ao citar lowcarb e que permanece na paleo; Somos livres pra fazer o que quisermos, tem gente que se prende e oprime quem não faz, e por aí vai. Eu já encaro o hábito de vida equilibrando as coisas, sem obrigar ninguém a seguir o que gosto, a minha família não ta me apoiando muito por ter deixado de comer o que todos comem, e não estou interessada em força-los a vir pro meu lado, to a cada dia perseverante e deixando que o meu corpo diga se estou errada ou certa.
    É um progresso; Assim como ficou expresso em postagens anteriores de que cada corpo reage diferente, porque vou querer que aconteça comigo rapidamente sendo que a resposta dos meus esforços é gradativo, pode levar meses a mais... ?
    Observo todo mundo quase com as mesmas duvidas, medos, mas que possamos aprender todo dia mais um pouco.

    Quero deixar feliz sexta pra todos!!

    ResponderExcluir
  85. parece perfeito isso ai meu amigo...

    ResponderExcluir
  86. Tá dentro dos valroes de referência, cabra véio. bem normal.

    ResponderExcluir
  87. Nei Robson Ribeiro de Brito26 de setembro de 2014 10:38

    O senhor brindou a todos, rsrs...

    ResponderExcluir
  88. Sem gluten eu não tinha visto ainda... Já vi cervejas com rótulo de low carb... mas fico pensando... pra uma cerveja ter álcool necessariamente precisa ter açúcar na composição para haver a fermentação... não tenho muito conhecimento sobre cerveja mas creio que este seja o principio básico. . Então por mais que apele pro lado gluten free ou low carb... acredito que não há como a cerveja estar livre de carboidratos.

    ResponderExcluir
  89. Quanto mais completa a fermentação, menos açúcar residual fica. É o caso do vinho (pouco açúcar residual). O destilados tem zero açúcar, pois o açúcar não evapora nas temperaturas empregadas. As cervejas low carb são low carb mesmo, mas têm glúten. Minha recomendação é largar isso. Mas pra mim é fácil, pois eu NUNCA gostei. Pra quem é viciado, trata-se de redução de danos.

    Em 26 de setembro de 2014 11:14, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  90. Dr Souto, parece brincadeira mais o primeiro exame de sangue que fiz tambem foi aos 40, quando apesentei ao dr ele disse voce ta melhor do que eu, acho que foi um elogio!

    ResponderExcluir
  91. Dr Souto então aquela de ser melhor beber água mineral da fonte (água alcalina) ser melhor do que beber a água aqui do filtro (água ácida) seria um mito?

    ResponderExcluir
  92. Sim, tudo um grande mito.

    Em 26 de setembro de 2014 11:48, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  93. luciana mantoanelli26 de setembro de 2014 12:04

    Algumas pessoas falam de dieta como se fosse religião. Criam aquele apego e o resto é tido como ruim. Não é assim. Cada um escolhe um caminho e temos que respeitar mesmo.
    Eva em casa também faço sozinha e é super tranquilo.
    Eu quase não perdi peso na balança, mas só a liberdade que sinto e sabendo que minha saúde nunca esteve melhor estou feliz e sempre motivada. Low carb ou paleo é um tipo que você faz e simplemente não tem sacrifício. Sou muito grata ao Dr Souto, Patricia e por todos comentários.

    ResponderExcluir
  94. Então pode-se dizer que as cervejas zero álcool possui maior quantidade de carboidrato? Falo isso por que meu pai que era diabético tomava pois o médico dizia que não tinha problemas... mesma coisa com minha sogra que tbm é diabética e quando tem festa sempre toma cerveja sem álcool

    ResponderExcluir
  95. Não faço ideia

    Sent from mobile phone
    Em 26/09/2014 12:11, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  96. Espero comendo menos cabos esta melhor!. me tira o tubo foi demais!!!

    ResponderExcluir
  97. Boa Tarde! Estou há 3 meses fazendo a dieta paleolítica e já perdi 13 Kg! Muito feliz não só pela perda de peso mas principalmente com o ganho da saúde. Estou com uma dúvida, fiz um hemograma e um exame de urina, e o exame de urina me deixou um pouco confusa, acredito que pelo resultado posso estar com algum tipo de infecção urinária pois acusou "numerosas bacterias", devo me preocupar? No hemograma as únicas alteraçoes foram nas hemácias que estão um pouco abaixo da média, o HCM que está um pouco acima e os linfócitos que estão acima da média também.
    COR ................: Amarelo citrino
    ASPECTO ............: Límpida
    DENSIDADE ..........: 1005
    PH .................: 6
    GLICOSE ............: Ausente
    BILIRRUBINA TOTAL ..: Ausente
    CETONA .............: +
    PROTEINAS TOTAIS ...: Ausente
    UROBILINOGENIO .....: Ausente
    NITRITO ............: Não Reagente
    SANGUE .............: Ausente
    LEUCOCITO ESTERASE .: Ausente
    LEUCOCITOS .........: 3 pc
    HEMACIAS ...........: 2 pc
    CELULAS EPITELIAIS .: Numerosas
    BACTERIAS ..........: Numerosas
    FUNGOS .............: Ausentes
    FILAMENTOS DE MUCO .: Ausentes
    CRISTAIS ...........: Ausentes
    CILINDROS ..........: Ausentes
    Observação: Sugestivo de contaminação vaginal.

    ResponderExcluir
  98. Eu acho que a questão do fluor poderia influenciar.

    ResponderExcluir
  99. acho bom buscar tratamento.

    ResponderExcluir
  100. Exame normal

    Sent from mobile phone
    Em 26/09/2014 13:06, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  101. Esqueci um detalhe, por que nao fiz antes, muitos homens nao se dao bem com agulhas eu sou um deles.

    ResponderExcluir
  102. Não estou dizendo pra você fazer ou deixar de fazer nada, afinal, acho que só você pra saber como você mesma anda...rs. Mas acho bom dar uma lidinha nesse artigo aqui. Informação nunca é demais. http://www.paleoforwomen.com/carbohydrates-for-fertility-and-health/

    ResponderExcluir
  103. Muito obrigada! Eu estava querendo furgir dos "queridos" médicos aqui do interior!!! Fiquei preocupada com as bacterias numerosas, mas como a observação diz que pode ter havido contaminação vaginal, acredito que seja isso mesmo.

    ResponderExcluir
  104. Eu tenho compulsão. Então me encaixo nos casos em que lowcarb pode "fazer maravilhas" como a autora diz! Tentei ficar no safe starch por mais de ano e vivia caindo em compulsão. Cada caso é um mesmo! Se puder dê uma lida no blog sendopaleo.com

    ResponderExcluir
  105. Exatamente e essa a intencao de confundir, eles sempre pregaram essa dieta mortifera e nao iam morder a lingua agora, 80% ta bom?

    ResponderExcluir
  106. No MMA, só para acrescentar os eu comentário, pode-se bater no adversário após este cair depois de um knockdown. Doutor Souto wins by KO in the very first round.

    ResponderExcluir
  107. Só para pôr um pouco de lenha na fogueira, acho que houve uma mistura de conceitos aqui... Como não tenho o livro citado, estou me baseando apenas na afirmação acima. Os vegetais, enquanto ricas fontes de magnésio e boro, são mais importantes para a saúde óssea do que os laticínios. Ao mesmo tempo, os vegetais aliviam o sistema renal da carga ácida gerada pelos laticínios. Estaria certo assim, dr Souto?

    ResponderExcluir
  108. Os vegetais são ótimos, mas não há motivo para "aliviar" a carga ácida dos rins de quem não tem cálculo renal por ácido úrico - o pH default da urina da maioria das pessoa é ácido pois os subprodutos do metabolismo são acidificantes, e o rim vivem muito bem assim, em sua relativa acidez. O motivo de consumir vegetais é que 1) são gostosos; 2) são saudáveis de acordo com 100% dos estudos em humanos que já avaliaram o assunto; 3) são ricos em nutrientes; 4) são ricos em FIBRA; 5) são low carb. Mas o pH do líquido intersticial que banha a matriz óssea NÃO MUDA, não importa a dieta.

    Em 26 de setembro de 2014 14:07, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  109. NÃO PERCA HOJE, NO GLOBO REPÓRTER 26/9/2014

    O Globo Repórter investiga o poder do pão, o alimento sagrado da humanidade. Será que alguém resiste a ele? A maior cidade do país consome mais de 15 milhões por dia. Saiba por que, afinal, ele é chamado de pão francês? E mostra que sobram empregos de padeiro para quem quer botar a mão na massa. Quantos brasileiros não construíram a vida nesta profissão?

    Programa mostra alguns mitos e verdades sobre o glúten. E mostra como ele age no nosso organismo. Conheça o homem que emagreceu 23 quilos cortando apenas o trigo. E a opção genuinamente nacional: o polvilho da mandioca.

    Será que o pão sem glúten pode ser crocante? Vamos mostrar uma maravilha que nasceu nas montanhas de Minas: o pão de queijo. Não perca, uma receita que passa de mão em mão: o pão de Cristo. Será que, feito em casa, ele pode ser ainda mais gostoso e barato? E a multiplicação dos pães: por que ele se tornou o símbolo da fraternidade?

    Veja nesta sexta-feira, dia 26, no Globo Repórter.


    PS: Observem as imagens, mas não caiam na tentação do carboidrato repleto de glúten!!! (hahahah)

    FONTE: http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2014/09/globo-reporter-investiga-o-poder-do-pao-alimento-sagrado-da-humanidade.html

    ResponderExcluir
  110. E o entrevistado é o nosso glorioso Felipe Barroso, sugerido por mim à produção do programa. Rezemos (edição)...

    Em 26 de setembro de 2014 14:12, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  111. Leio algumas matérias sobre alimentação e dietas na Mens Health. Após ter lido a penúltima revista, enviei um e-mail a eles sugerindo uma reportagem contigo. Inclusive enviei o link do blog. Quem sabe não seremos surpreendidos em breve com uma boa notícia de pauta? Sucesso.

    ResponderExcluir
  112. ai, ai, ai...pelo começo "O Globo Repórter investiga o poder do pão, o alimento sagrado da humanidade" ... Depois da edição e dependendo de quem tenha encomendado, eles vão passar 60% falando bem, outros 30% dizendo que o equilíbrio é a chave e o resto dizendo que quem não tem doença celíaca não precisa restringir glúten... estou realmente desacreditada desse tipo de midia. #oremos

    ResponderExcluir
  113. Ao menos o assunto tem sido discutido no mainstream. Se houver discordância, haverá pesquisa e fatalmente os interessados chegarão a este blog. A parte do homem que perdeu 30kg sem comer gluten é interessante, para dizer o mínimo. Mas vamos aguardar o programa.

    ResponderExcluir
  114. Nao quero ser pessimista, mais nao espero alguma dessa ''midia'' contra trigo, pao, glutem, como sempre a ultima palavra e do especialista, imagine o que ele vai recomendar, OREMOS so DEUS.

    ResponderExcluir
  115. hahahaha!! Dr Souto, gênio! (eu acreditava no PH)

    ResponderExcluir
  116. acho que é uma faca de "dois legumes", dependendo de quem esteja vendo o programa. Tanto é uma boa oportunidade para esclarecer sobre as vantagens de se excluir o glúten da dieta, como para dizer ao público que não há perigo algum em ingeri-lo. Pelo menos há espaço para mostrar um pouco da verdade.

    ResponderExcluir
  117. e porquê tu acha que só homem tem problema com agulha? ahahahaha

    ResponderExcluir
  118. A gordura é como o sol, e levará luz aos neófitos, seja pela Globo ou pelo blog. A corrente branca dos neandertais logrará êxito nessa cruzada contra glúten, açúcar e carboidrato refinado se se mantiver unica com o propósito de defender abacate, bacon, coco, picanha e azeite a todo custo.

    ResponderExcluir
  119. Também não obrigo ninguém lá em casa... sempre digo que há opções: comer comida de verdade ou dormir com fome... ;-)

    ResponderExcluir
  120. Izzy isso foi mais ou menos o que eu pensava, e que o Souto refutou. Na verdade a carga acida é eliminada pelos rins, via urina.

    ResponderExcluir
  121. Pois é, como eu não tenho o livro, não sei exatamente se o Cordain se refere ao pH sanguíneo (acho que não). Só sei que como tenho ácido úrico elevado, já sofri muito com poliúria e intolerâncias alimentares (acidose?) tendo até que beber bicarbonato de sódio diluído em água. Depois que comecei a suplementar magnésio as coisas acalmaram.

    ResponderExcluir
  122. E se eu fosse americano, processaria a AHA rss rss

    ResponderExcluir
  123. Eles foram culpados pelas NOSSAS mazelas também! Nossas autoridades só traduziram tudo.

    2014-09-26 17:56 GMT-03:00 Disqus :

    ResponderExcluir
  124. Com esta chuvinha aqui em São Paulo, eu vou pedir uma pizza...

    ResponderExcluir
  125. Aproveita e faz mais um furo no cinto ;-)

    Sent from mobile phone
    Em 26/09/2014 18:21, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  126. Que perigo hein?? Trigo com glúten "amigável"??
    Por essa e outras é que se pode ter ideia de que a queda de braço entre lowcarb e lowfat vai longe.

    ResponderExcluir
  127. Por quê o entrevistado não foi o próprio Dr. Souto que, segundo o Dr. Victor Sorrentino, é mestre no assunto!!!

    ResponderExcluir
  128. doutor solto e timido kkkkkk

    ResponderExcluir
  129. Vendo o globo Repórter... pontos interessantes ate agora:

    1 - Entrevista de um padeiro: engordei 20kg depois de virar padeiro;

    2 - Entrevista do Felipe: ele disse comida de verdade!! Mas o programa nem deu bola.

    Em nenhum momento eles falaram em retirar graos da dieta, de forma geral. So falaram do gluten. E nem se aprofundaram em relacao a dieta do Felipe.

    Como sempre, eles sao muito superficiais, misturando os assuntos. O brasileiro medio vai ter dificuldade de entender.

    ResponderExcluir
  130. Tá muito melhor do que eu imaginava

    Sent from mobile phone
    Em 26/09/2014 22:57, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  131. Eu já to tão feliz que entrevistaram William Davis..! É um ótimo começo..!

    ResponderExcluir
  132. Ouvi bem? A nutróloga falou que não tem nenhum benefício no consumo do glúten?

    ResponderExcluir
  133. Pelo menos falaram no assunto.

    ResponderExcluir
  134. Fui dar uma olhada na tal revista Saúde deste mês que fala sobre a gordura. Mas assim que comecei a ler fiquei frustrado com afirmação na publicação de que o óleo de coco por ser de cadeia média é ruim e causa inflamação.
    Depois dessa desisto das publicações nacionais. Falta seriedade e honestidade de informação. Ou seria falta de conhecimento?

    ResponderExcluir
  135. Olha aí, dr. Souto, a paleo e lowcarb fazendo sucesso na NBA. Desta vez o testemunho é do Lebron.

    http://espn.uol.com.br/noticia/442852_lebron-revela-dieta-que-o-fez-perder-quase-10kg-estou-mais-rapido

    ResponderExcluir
  136. Qual seria uma boa frequência para o Carb nite, sem prejudicar a perda de peso ? 1 vez por semana ? Já vi pessoas que fazem a cada 5 dias. Obrigado pela resposta. (sou outro Fabio, o que não está em SP).

    ResponderExcluir
  137. Carlos Correa filho27 de setembro de 2014 07:26

    Viram ontem o Globo Repórter?

    ResponderExcluir
  138. Carlos Correa filho27 de setembro de 2014 07:45

    Hoje, após o Globo Repórter de ontem, muitos milhares de pessoas que nunca ouviram falar do Wllliam Davis e do seu Barriga de Trigo, estao acordando com uma pulga atras da orelha...
    Principalmente os milhões de diabéticos deste pais, que tem sido ludibriados pelas orientações repassadas por médicos e nutricionistas que entendem muito de doenças e remédios, e pouco, muito pouco de saúde!

    ResponderExcluir
  139. É, ignorância e incompetência

    Sent from mobile phone
    Em 27/09/2014 00:59, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  140. Carlos Correa filho27 de setembro de 2014 08:02

    Muito bom!!!
    Como vivo dizendo: a maioria entende muito e de doenças, remédios e exames. E vivem $$$$$ das doenças, subjugados a laboratórios e nao tem tempo ou interesse em investir em saúde, principalmente através da alimentação, como recomendou o pai da medicina.

    ResponderExcluir
  141. O intervalo MÍNIMO é 5 dias. Idealmente, semanal

    Sent from mobile phone
    Em 27/09/2014 06:33, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  142. Andrei Rocha de Almeida27 de setembro de 2014 08:44

    Gostei da parte que apareceu o Felipe e o Dr. Davis. A médica nutróloga também deu seu parecer contrário ao consumo de glúten. Segundo, ela o glúten altera nosso metabolismo. Sua pesquisa mostra que cortá-lo diminui a gordura abdominal em 32% e a taxa de açúcar em 24%.

    ResponderExcluir
  143. É difícil romper as barreiras das certezas estabelecidas. E a certeza estabelecida aqui é que a AHA é a melhor refereência em sua matéria.
    Desse modo, não me espanta em nada que estejam reescrevendo suas posições e explicando qual deve ser a interpretação de seus comunicados e recomendações, face às evidências cada vez mais consistentes (e constantes também)
    O paralelo Orwelliano é inegável...
    Enquanto isso, do lado de cá, quem tem memória se diverte :-)

    ResponderExcluir
  144. Viram a capa da revista saúde este mês? Quando comecei esta dieta meu próprio personal me "condenou". Mas nunca me senti melhor na vida! Digo pra todos que não é dieta, é esttilo de vida.

    ResponderExcluir
  145. Na edição de outubro.

    ResponderExcluir
  146. E porque tenho experiencia na propria familha, o sexo oposto tem mais contato com medicos.

    ResponderExcluir
  147. É amigo, houve um pouco de verdade e muitas inverdades!

    ResponderExcluir
  148. É ela falou mesmo! mais depois foi uma rasgaçao de seda sobre o ''maravilhoso o pao.''

    ResponderExcluir
  149. Mais uma noticia sobre a "dieta da moda": http://esporte.uol.com.br/basquete/ultimas-noticias/2014/09/28/dieta-das-cavernas-enxuga-astros-da-nba-mas-especialistas-fazem-ressalvas.htm

    ResponderExcluir
  150. não assisti... foi ruim assim?

    ResponderExcluir
  151. Liguei para o CRN Sobre a retirada do pao, glutem, segundo o CRN ''essa dieta só deve ser seguida por portadores de doença celiáca, BIZARRAO''

    ResponderExcluir
  152. as mulheres têm menos frescurinha com médico, sim... mas não é porquê têm menos problema com agulha, é porquê os homens sofrem com uma síndrome de super-homem e acham que ir ao médico é uma fraqueza. ninguém gosta muito de ser espetado... ;P

    ResponderExcluir
  153. É poderia poderia ser melhor, para as pessoas que nao sabem sobre o estilo, comida de verdade eles confumdem mais do explica, mais
    graças a Deus ja e alguma coisa.

    ResponderExcluir
  154. Pessoal, amei muito o site! Fiquei empolgada e quero muito começar uma dieta paleo ou low-carb, mas tenho lido tanta coisa falando sobre os riscos de cetoacidose e hipoglicemia... como saber se eu corro esse risco? Eu tenho que comprar algo pra ficar medindo meu nível de glicose/ acidez do sangue e aprender a acompanhar pra fazer essa dieta? Não tenho nenhuma doença do tipo diabetes, por exemplo, mas li tanta coisa dizendo que você pode ter problemas sérios de saúde que comprei um monte de coisas para começar e agora estou morrendo de medo... o Dr. Souto tem alguma matéria falando sobre isto ou alguém pode me indicar alguma coisa? É certeza absoluta que não corremos risco destas duas coisas ou o que preciso saber ou fazer para começar a dieta?

    ResponderExcluir
  155. Você não vai tomar um remédio experimental, vai apenas comer salada com peixe, bife acebolado com ovo, couve refogada, iogurte com canela: essas coisas realmente lhe parecem armas de destruição massa???
    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/05/dieta-e-perigosa-para-os-rins.html http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/09/low-carb-e-osteoporose.html
    http://www.lowcarb-paleo.com.br/2013/12/o-figado.html
    http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/08/sobre-importancia-de-compreender.html http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/09/ensaio-clinico-randomizado-low-carb_7.html
    Sent from mobile phone
    Em 29/09/2014 21:02, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  156. Não, claro que não me parecem! Na verdade, já tinha lido os 3 posts e não vi riscos especificamente para os órgãos, em relação a osteoporose ou riscos cardíacos, por isto minha pergunta foi especificamente a respeito do dos riscos que li em alguns lugares descritos como processo de "cetoacidose", (como aqui: http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2006/03/060317_dietacarboidratoperigofn.shtml) . Claro que entendo que a maioria destas reportagens sejam alarmistas e sem grande conhecimento científico por parte de quem publica para argumentar sobre o processo em si, como tenho visto aqui - por conta de todo o seu conhecimento mesmo que perguntei, foi o único local em que me senti segura para questionar.... Por que isso pode acontecer? Alguma besteira que elas fizeram durante a dieta? Alguma condição específica de saúde que elas possuem? Pessoas normais não entram em processo de "cetoacidose" com uma dieta low carb ou com uma dieta paleo?

    ResponderExcluir
  157. Cetoacidose só ocorre em diabéticos tipo 1, com glicemia extremamente desregulada (alta). Não em uma pessoa sem a doença...

    ResponderExcluir
  158. Seu link não abriu. Cetoacidose ocorre apenas no diabetes tipo 1

    Sent from mobile phone
    Em 29/09/2014 22:49, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  159. Ah, legal, era essa a minha dúvida! Pq nas reportagens que eu li, eles não explicam isso, então fica parecendo que qualquer um corre este risco e eu fiquei pensando que poderia ser consequência de fazer algo errado na dieta!!! Obrigada!!!:-)

    ResponderExcluir
  160. Oi doutor, desculpa, corrigi o link! Obrigada pela informação! Li algumas outras reportagens na mesma linha, e que dão a impressão de que qualquer pessoa pode entrar neste processo, e como não é o que tenho visto pelos comentários e blogs que tenho lido, achei que a melhor coisa era eu vir aqui esclarecer, pois de todos os blogs que vi, este é sem sombra de dúvida o mais completo e confiável!!! :-)

    ResponderExcluir
  161. Creio que há um grande equivoco generalizado das pessoas quanto a dieta paleo low carb com respeito aos carboidratos. As pessoas simplesmente confundem carboidratos com amido e trigo. Esquecem que verduras e frutas tem carboidratos também. Sem falar no inhame, batata doce, etc...

    ResponderExcluir
  162. Não sei por que motivo, alguns dos meus comentários não apareceram, então vou postar de novo! Muito obrigada, dr. Souto, era essa mesmo a minha dúvida, já que estas reportagens tendenciosas (arrumei o link, tá!) não são suficientemente esclarecedoras e dão a entender que qqr um pode entrar nesse processo, e não era bem o que eu tinha lido por aqui!!! INIGUALÁVEL O SITE DE VOCÊS!!!

    ResponderExcluir
  163. Então, mas tem gente que consome inhame e batata doce, mesmo que em baixas quantidades, na dieta paleo, ou entendi errado? Creio que o problema não seja este, Leonardo, pelo que entendi pelo que o Dr. Souto falou, a cetoacidose é consequência de diabetes tipo 1, ou seja, se você não tiver diabetes tipo 1 não vai ter problemas com o consumo moderado de frutas ou carboidratos complexos...

    ResponderExcluir
  164. Misty, fazia referência ao que dizia na matéria do link: "dieta sem carboidratos". Fiz uma digressão...realmente não tinha nada a ver coma cetoacidose.

    Sobre essa pergunta: "então, mas tem gente que consome inhame e batata doce, mesmo que em baixas quantidades, na dieta paleo, ou entendi errado?"

    Olha, o conceito de dieta paleo não se confunde necessariamente com lowcarb.

    ..nem tudo paleo é low carb e nem tudo que é low carb é paleo.

    Exemplos: Óleo de girassol. É low carb e não é paleo, na verdade é um veneno disfarçado, rs. Batata doce e frutas: são paleo mas não são low carb.

    Se a busca é somente manutenção da saúde, já estando magro, etc...seja paleo, regulando os carboidratos dependendo da sua necessidade e tolerância (uns engordam com mais carbs, outros com menos). Se vc quer perder peso, em regra, coma low carb.

    Mas sempre paleo...

    ResponderExcluir
  165. Ah, entendi! Achei que você estava se referindo ao processo que eu tinha perguntado... rs. Obrigada! Eu tou pensando em fazer low carb priorizando alimentos paleo e depois partir mais para paleo, talvez adiante, tudo depende de como eu me sentir, especialmente em relação aos meus treinos de academia... tem algum lugar onde eu acho uma "lista definitiva" do que é paleo ou só fuçando mesmo? Você faz low-carb?

    ResponderExcluir
  166. Misty...Dr. souto resumiu tudo...mas pra ter uma visão geral mais "fechada" tem muitas postagens aquele e outros blogs e sites.
    Misty, comida paleo é a melhor possível pra esportes e pra tudo, rs...hj não me passa pela cabeça voltara comer qualquer lixo industrializado (menos a cerveja kkkkkkkkkkkk).
    Eu como low carb sim e nos dias de treinos mais longos eu faço um pré com carbs. Por exemplo, hj pela manhã (madrugada) tive um treino pesado de canoagem. Ontem pela noite comi costela, couve e um purê de batata doce. No pós comi meia maçã e três ovos poche com manteiga por cima.
    Nada de barrinhas, whey, maltodextrina, bccaa, barrinha de proteina, etc...só comida.

    ResponderExcluir
  167. A pessoa precisa definir seus objetivos: perder peso? Páleo Low Carb. Já é magro? Páleo com frutas e raízes. No fundo, é bem simples: -)

    Em 30 de setembro de 2014 15:11, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  168. Amelia Schwarzeluhr30 de setembro de 2014 16:13

    Tudo tão saudável e gostoso!

    ResponderExcluir
  169. Que legal, Leo!!!! Meu sonho, treinar bem sem me sentir cansada e sem suplementos!!! Eu nunca fui de comer lixo industrializado, nem tomo remédios, qualquer probleminha que tenha eu me trato com ervas e adapto a alimentação e meu corpo responde super rápido... aliás, difícil eu ficar doente, muuuuuito raro... mas comia bastante frutas e carboidratos provenientes de alimentos integrais e muitos grãos, e achei as explicações que encontrei sobre o low-carb e paleo tãão legais que é impossível vc não querer adaptar a alimentação. Ainda bem que sou tranquila com isto, não sofro muito com cortes de nada, não fico chateada de não poder mais comer isso ou aquilo... Pensei em começar com low-carb e depois apenas adicionar batata doce, inhame e arroz integral eventualmente, tipo assim, antes e depois de treinos... mas por exemplo, hoje em dia, treino 4 vezes por semana e faço HIIT entre 2 a 3x por semana... Com alimentação paleo a gente também entra em cetose? Ou tem que ser low carb radical pra isso acontecer?

    ResponderExcluir
  170. As pessoas tem medo de comer banha e manteiga mas não tem medo de comer sorvete e batata frita...tenho medo destas pessoas!

    ResponderExcluir
  171. "Suplemento para atletas" outra baita sacada da industria pra lucrar...o melhor suplemento é a comida! Parabens Leonardo!

    ResponderExcluir
  172. Isso é muito evidente nos veganos e vegetarianos... parece que se tu come carne tu é um ser desprezivel que alem de matar outro ser vivo, sente prazer em tortura-lo cruelmente e depois comer a carne com prazer e satisfação. .. outro dia uma garota vegetariana estava discutindo no facebook comigo sobre um candidato que levanta a bandeira do veganismo dizendo que com a população sendo vegana as pessoas teriam mais saúde e consequentemente o governo gastaria menos com o SUS para tratar doentes... quando eu falei que o cara era um louco que desconhecia o que a ciência já mostra a anos sobre a alimentação humana e que ele estava se apegando a uma filosofia pessoal pregando como verdade quando a realidade era outra bem diferente... nossa pra que fui falar aquilo... kkkk parecia que eu estava com o capeta e que eu era a personificação de todo os males da humanidade... mas a discussão acabou quando argumentei que a saúde publica deve ser baseada na ciência e não em filosofia... kkkk

    ResponderExcluir
  173. As nossas atuais diretrizes foram todas indicadas pela ciência.

    ResponderExcluir
  174. Quando falo em ciência eu estou falando sobre as evidencias de nivel 1 não sobre pesquisas observacionais manipuladas e pagas por empresas interessadas nos resultados.

    ResponderExcluir
  175. Qualquer ciência, seja ela qual for, pode errar. Temos vários exemplos ao longo da história.

    ResponderExcluir
  176. Com certeza.. as atuais diretrizes por exemplos se baseiam nos erros do passado e já se tem evidencias consistentes que elas estão equivocadas.. por isso não faz sentido um diabético continuar comendo açúcares nas suas mais variadas formas e "grãos saudáveis" que já se sabem, pioram a doença... mas as diretrizes ainda são aplicadas como verdades ;)

    ResponderExcluir
  177. Ãh? Você já leu esse blog? http://www.lowcarb-paleo.com.br/

    Sent from mobile phone
    Em 01/10/2014 12:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  178. luciana mantoanelli1 de outubro de 2014 13:05

    Temos que saber a verdade sobre alimentação. Agora quem quer seguir lá ou cá, é cada um com seus problemas. Igual Dr Souto falou do cigarro...todos sabemos dos males, mas ainda há quem quer fumar....tem que respeitar né

    ResponderExcluir
  179. luciana mantoanelli1 de outubro de 2014 13:06

    Alice vi você num video com mojoja.....adorei você....pena que vc mora tão longe!

    ResponderExcluir
  180. Que nada, ele mora bem aqui pertinho

    Sent from mobile phone
    Em 01/10/2014 13:07, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  181. Pode ser, mais os homens com certza não gostam de agulhas, claro nao é regra.

    ResponderExcluir
  182. Cassiano Valentini1 de outubro de 2014 14:21

    Doutor, parece que tem um tal de Dr. Gomes, usando formato, nome e imagens copiadas de seu site em outro blog, com claro objetivo de se fazer passar pelo seu site, e o que é pior, tentando a todo custo desinformar as pessoas a respeito dos benefícios do lowcarb aqui postados. Veja em http://lowcarbpaleo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  183. Essa é antiga.. Só não entrar nesse link!

    ResponderExcluir
  184. Cassiano Valentini1 de outubro de 2014 14:25

    Aliás, só pode ser piada aquele blog, alguém montou para fazer graça, não é possível.

    ResponderExcluir
  185. luciana mantoanelli1 de outubro de 2014 15:11

    É né rsss

    ResponderExcluir
  186. kkkkkkk... "tira o tubo" ... essa foi boa....só os mais "idosos" entenderão! kkkkk

    ResponderExcluir